Viajando nos comentários: Mont St.-Michel

Alguns posts do blog mudam completamente de assunto na caixa de comentários.

Se você está pesquisando informações sobre Mont St.-Michel, leia a partir deste comentário aqui.

15 comentários para “Viajando nos comentários: Mont St.-Michel”

  1. Vale a pena passar uma noite no lugar. Quando fui, os turistas foram embora em seus ônibus bem na hora em que a maré começou a subir. Os que iam passar a noite no Monte puderam assistir tranquilamente todo o espetáculo. Foi demais ! Alugue um carro em Rouen (por exemplo) e se hospede em um hotel que dê acesso ao estacionamento que não alaga. Tire uma onda comendo um famoso e inacreditável omelete no restaurante Mére Poulard, bem na entrada da cidade. De carro dá até pra conhecer a praia de Ohama, famosa pelo desembarque aliado e o cemitério americano que aparece no filme “O Resgate do Soldado Ryan”.

  2. Riq, você pode indicar algum hotel no Mont St Michel?

  3. Eu fiquei no Mercure, a meia hora a pé (5 min. de carro) das muralhas. Paguei 100 euros em julho.

    Não visitei nenhum dos hotéis dentro da cidade, mas certamente é mais bacana ficar num deles.

    O site do turismo de Mont St Michel traz todos eles.

    3 e 4 estrelas: http://www.ot-montsaintmichel.com/hotels2_gb.htm

    2 estrelas: http://www.ot-montsaintmichel.com/hotels_gb.htm

    Meu post a respeito de MSM: http://viajeaqui.abril.com.br/blog/96330_comentarios.shtml?1311328

  4. Riq,
    Fazer uma pergunta pra você é ter a certeza de que a respota vem do tipo serviço-completo-na-medida.
    Saiba que o seu post sobre o MSM foi decisivo pra colocar o Mont no meu roteiro deste ano, assim como a opção por dormir dentro da cidade.
    Obrigada mais uma vez por me ajudar.
    Um abração,
    Sheila

  5. Olá Ricardo!

    Muito interessantes as dicas do Rafael, mas minha dúvida é: dá para conhecer todas essas cidades mesmo hospedada em um só lugar, por exemplo, dentro do Mont St. Michel?

    1. Não estudei o roteiro a fundo, Beta, mas creio que mesmo se fizesse sentido geográfico, o Mont St Michel não é o mais indicado para montar base, já que as acomodações dentro das muralhas são relativamente caras (em suas respectivas categorias) e chegar e sair de carro pode ser difícil (há um mar de ônibus e carros chegando e saindo de manhã, à tarde e nos horários das marés).

      Eu jogaria as cidades no http://www.viamichelin.com e estudaria um roteiro evitando trocar de hotel todos os dias (às vezes é inevitável, mas se for possível montar bases de pelo menos duas noites, fazendo percursos circulares, melhor).

  6. Roberta, com relação aos hotéis no Mont Saint Michel, o melhor é o Mère Poulard, que fica junto ao restaurante da famosa omelete citada pela Paula Nogueira. Mas vá sabendo que está pagando pela localização e não só pela qualidade. Tem também o Terrasses Poulard, que é do mesmo grupo e um pouco mais simples. Como está mais no alto tem vistas mais bonitas, mas é mais cansativo para chegar e para sair.
    Acho que o Mont Saint Michel poderia ser uma base para ir a St Malo e Dinan, para evitar de ficar trocando de hotéis, mas tem que levar em conta o que o Riq falou. Entre Paris e Mont Saint Michel o melhor lugar para dormir na minha opinião é Honfleur.

  7. Riq, tentei usar o acesso “a partir deste comentário aqui”, e aparece esta mensagem: Erro 404 – Não Encontrado.

    1. O problema é que todos os links que levam a posts da fase Wordpress estão errados; os posts, que estão inteiramente replicados no viajenaviagem.com, inclusive com comentários, foram apagados em suas URLS originais.

      Já corrigi este link.

  8. Valeu!

  9. Ricardo.
    Meu marido e eu vamos a Paris em Maio e pretendemos tirar 4 noites para fazer Mont Saint Michel e Vale do Loire .
    O que você me aconselha?
    Como é melhor e mais barato, de carro ou trem?
    Queremos fazer Chartres, Giverny, Mont,Tours,Blois,e pretendemos pegar o carro em Orly.É mto difical sair de Paris?
    Ficamos 9 noites em Paris, sendo 5 antes da viagem. Aguardamos sugestões de restaurantes, concertos, etc…

    1. Giverny fica ao norte de Paris, eu faria em bate-volta de trem enquanto estivesse lá.

      Chartres está no caminho do Vale do Loire.

      Sair de Paris sem GPS é complicadinho.

      A minha formulinha pro Vale do Loire, corroborada pela Maria Lina do Conexão Paris, é ir de trem a Tours e alugar o carro por lá.

      Devolveria o carro em Le Mans e continuaria de trem a Rennes, pegando então o ônibus ao Mont St Michel.

      Leia este comentário:
      http://www.viajenaviagem.com/2007/08/vale-do-loire-pra-mariana/#comment-59411

      E este post:
      http://www.viajenaviagem.com/2009/09/uma-escapada-ao-mont-st-michel/

  10. Riq, tem uma nova geração de GPS que torna tudo ainda mais fácil: eles mostram em qual faixa vc tem de ficar e tudo o mais. De dia, é supertranquilo se localizar.

  11. Ricardo, há trem saindo de Paris para St. Malo
    E de St. Malo a Tours ?

    1. Olá, Séura1 Quem responde é A Bóia. São 4 horas de viagem, com conexão em Le Mans.