Tiradentes pra CarlaZ

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tiradentes (foto: Arnaldo Interata)
[Tiradentes (foto: Arnaldo Interata)]

Outra que vai passar um feriadão num lugar desprovido de dicas aqui no blog.

A CarlinhaZ e eu queremos saber o que vocês indicam em Tiradentes, a mais gastronômica das cidades históricas mineiras.

Já temos como ponto de partida os superposts do Arnaldo, que podem ser acessados aqui.

Achei também num Perguntódromo antigo uma lista de pousadas de Tiradentes indicadas para ir com crianças -- coisa que é bom saber, mas não é imprescindível neste caso.

Você esteve recentemente por lá? Gostou da sua pousada, tem um restaurante ou um passeio para recomendar? Entre na nossa vaquinha de dicas!

(E se você tem um post sobre Tiradentes e São João d'el-Rey no seu blog, ponha o link na caixa de comentários, que eu edito aqui no texto.)

Leia também:

Tiradentes com uma passadinha em Ouro Preto, pela Camila do Viaggiando

200 comentários

Carlos Vieira
Carlos VieiraPermalinkResponder

Acabamos de voltar de Tiradentes, semana depois do Carnaval de 2012. Ficamos na Pousada do Ó, do Alan, que recomendamos. Localização perfeita e tratamento personalizado. Quanto a Tiradentes, lamento que os comerciantes locais tenham enlouquecido e estejam cobrando preços exorbitantes. Bichinho, nem pensar. Acho que se não fizerem uma reflexão coletiva no Largo das Forras estarão dando um tiro no pé. Turista não é bobo.

Marilia Boos Gomes

Boa Noite, Sr. Carlos

Endosso seus elogios quanto à Pousada do Ó, à localização e ao atendimento do Alan e funcionários. Isto, sem falar naquele café da manhã prá lá de gostoso, variado e farto. E o bolo cheiroso, feito diariamente, bem cedinho? Pura maravilha!
Faz aproximadamente 4 anos que estive em Tiradentes e fui a Rezende Costa atrás de mantas e toalhas bordadas onde os preços, na época, eram convidativos. Em Tiradentes, também achei os preços elevados. No supermercado, por exemplo, alguns produtos eram bem mais caros que aqui no Rio. Com toda razão, Sr. Carlos: turista não é bobo. Cordialmente, Marilia.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Eu tb achei tudo em Tiradentes e Bichinho super caro! Fui em 2011, mas fizemos as nossas compras mesmo em outras cidadezinhas da região, Resende Costa e mais uma que não tenho certeza do nome - Prado - se não me engano.

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Olá:

alguém conhece e já se hospedou na Pouso de Bartolomeu? Estou em dúvida entre ela e a Brisas da Serra(esta com tarifas um pouco salgadas..) Gostaria da opinião de vocês.

Abs

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Outra pergunta: 2 dias são suficientes para conhecer Tiradentes? Quanto tempo de viagem, saindo do Rio de carro?

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Naila! Vale a pena familiarizar-se com o Google Maps. Ele apresenta itinerários e calcula o tempo de viagem com uma precisão razoável -- e você ainda pode enxergar facilmente as alternativas.

Do Rio a Tiradentes são 325 km. O site calcula em 4h de viagem, mas pense em 5. É possível ir de ônibus a São João del Rey.

Dois dias são suficientes para passear, mas com três noites a relação percurso x permanência fica mais redonda.

Naila Soares
Naila SoaresPermalinkResponder

Ok, Bóia. Obrigada

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Vou SEMPRE prá Tiradentes, já passei inumeros perrengues com pousadas por lá...Mas acabei de encontrar por acaso a melhor de todas, prá quem gosta de curtir a cidade(vc não vai prá Tiradentes prá ficar na piscina né?):Casa de Violeta, uma coisinha fofa de sete quartos, no Largo das Mercês, toda novinha, atendimento suuuuper simpático do José (filho do Chico Doceiro) e familia, café da manhã, chá da tarde, tudo caseiro...ai,ai.Ótima prá ficar com as crianças!
Outra dica (bom, essa é mais adulta...): é o restaurante mexicano Casa Azul, as donas são ótimas, a comida é uma loucura!
Ah, é incrivel como Tiradentes sempre pode te surpreender!

cyro
cyroPermalinkResponder

compartilhando minha experiência: peguei o onibus da viação util entre ouro preto e sao joao del rey, 47 reais, quase quatro horas de viagem numa estrada sinuosa. vale para quem não quer alugar carro e pretende fazer, como eu, as principais cidades históricas de minas sem voltar a BH.
há dois horários: 7h30m e 21h30m. a linha é ouro preto-sp e o onibus e bastante confortável.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ciro! Excelente informação! Obrigada!

cyro
cyroPermalinkResponder

jantei no restaurante tragaluz, comida fantástica. optamos por dividir uma entrada, um prato e uma sobremesa, o que barateou muito o custo do jantar (pratos individuais acima de 50 reais). a equipe foi bem simpatica e nao fez a cara feia habitual de quando se pede para dividir pratos individuais. almocamos no estalagem do sabor, local simples mas comida muito boa e precos acessiveis, pena que só recebe débito. acessiveis tb eram os precos do virada do largo. há pratos por 38 reais.

Elaine
ElainePermalinkResponder

Irei para Tiradentes no feriado de 12/10 e estou à procura de uma pousada com bom custo x benefício. Entre as mais indicadas ($) me interessaram a Pousada do Ó (mandei email perguntando se ainda dão o desconto para os leitores do VnV) e a Padre Toledo (mais barata que a primeira). Irei com meu marido. Entre essas duas, e considerando a pequena diferença de preço), qual tem mais vantagens? Qual me indicam? E, ainda, alguém sabe se tem algum tipo de festa na cidade nesse período?(Deixei de ir para Ouro Preto nessa data pois há uma festa de republicas e a cidade deve estar cheia). Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elaine! Tiradentes não tem repúblicas, mas estará cheia.

Veja o que diz quem se hospedou nelas pelo Booking: Pousada do Ó a Padre Toledo.

Vamos pôr a pergunta no Perguntódromo, se responderem a resposta aparecerá aqui.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Já fiquei nas duas e não ficaria de novo em nenhuma, mas escolhendo entre uma das duas seria a do Ó

Marcia Palhares

Elaine, uma pousada com ótimo custo/benefício é a Pouso das Gerais. Simpática, mas simples. Próxima do centro, dá pra ir a pé, e tem estacionamento. Já fiquei na Padre Toledo, mas não tem (não sei atualmente) estacionamento. Nunca fiquei, mas tenho simpatia pela Pousada do Ó. Não sei se existe algum evento para esta data, mas a cidade vai estar cheia de qualquer forma.

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Eu iria para Três Portas

Daniela Pereira

Vou sempre a Tiradentes pois os pais do meu marido moram em S.J Del Rei, não conheço as pousadas, mas deixo 2 dicas de restaurantes que frequento que considero muito bons: o primeiro é o Bar do Celso bem na pracinha das charretes, o lugar é simples, sem nenhum luxo mas a comida é ótima e os pratos são bem servidos (a caipirinha de limão é o que há : D).O restaurante Pau de Angu tb é uma beleza, o único inconveniente é que só se chega lá de carro por uma estradinha que é chatinha - no caminho tem muitas lojas de artesanato e móveis de demolição - este só funciona para o almoço.Pra compras de mantas, almofadas e tapetes recomendo Rezende Costa (muito mais barato que Tiradentes).Em uma manhã se conhece S.J Del Rei o passeio da maria fumaça é legal, mas só existem 2 horários senão me engano, de carro são apenas 10 minutos, em São João recomendo uma visita a igreja matriz e ao largo de São Francisco onde existem tb outras igrejas, a cidade anda um pouco maltratada, mas vale a visita. Alguém em cima, perguntou se tem algum evento na cidade no feriado, acho que não, mas em feriados assim a cidade sempre fica cheia.

Elaine
ElainePermalinkResponder

Queria agradecer as excelentes dicas de tiradentes. Amei a cidade! Apesar de estar mto cheia valeu a pena. ficamos na pousada Pouso das gerais e realmente é uma otima relacao custo x beneficio.

Jaqueline
JaquelinePermalinkResponder

Olá.
Eu e meu marido estamos planejando ir a Inhotim em janeiro. Como não gostamos de pegar muito trânsito na ida e na volta a BH, pensamos em nos hospedar em Brumadinho, já que gostamos de aproveitar lugares calmos e tranquilos. Gostaria de saber se alguém tem alguma referência das pousadas:
Pousada Fazenda Nova Estância
Estalagem do Mirante
Pousada Vista da Serra
Agradeço se puderem colaborar conosco.
Grata.
Jaqueline

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jaqueline! Nossos leitores palpitam sobre como chegar e onde se hospedar em Inhotim nesse post:
http://www.viajenaviagem.com/2012/07/inhotim-qual-foi-a-sua-estrategia-de-visita/

Bárbara
BárbaraPermalinkResponder

Olá, Bóia!
Moro na Região dos Lagos e pretendo ir, depois do carnaval, à região que abrange Tiradentes, Mariana, Sabará, S. João Del Rey, etc. Como iremos de carro e não conhecemos nenhum desses lugares, qual seria a ordem dos lugares a serem visitados?
Pode, por favor, me ajudar?
Muito agradecida,
Bárbara.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bárbara! Dê uma olhadinha no mapa, não tem segredo. Tiradentes/São João del Rei e Ouro Preto/Mariana ficam de lados diferentes da BR 040, que liga o Rio a Belo Horizonte. Tiradentes fica a oeste, Ouro Preto a leste. Tiradentes fica antes, Ouro Preto depois. Deixe por último a cidade pela qual você tenha maior expectativa.

Jose Alfredo
Jose AlfredoPermalinkResponder

Oi!
Ficarei duas noites em Ouro Preto e mais três em Tiradentes.
(E passarei em Congonhas no caminho).
Em Tiradentes estou me programando para um ritmo desacelerado.
Mas Ouro Preto, em menos de dois dias inteiros, em um fim de semana de julho, vai exigir foco.
Estou em dúvida se invisto apenas em Ouro Preto ou se incluo Mariana ou um passeio a uma mina.
Aceito palpites!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Alfredo! Nossa filosofia para bate-voltas vale em qualquer lugar do mundo: primeiro dê a base por visitada, só depois faça o bate-volta. Mas é bem provável que você consiga encaixar uma manhã ou uma tarde para escapar a Mariana e à mina.

Cesar
CesarPermalinkResponder

José Alfredo,

Se vc gosta de museus, dois dias para Ouro Preto e Mariana pode ser pouco. Digo por experiência própria. Só a visita ao museu da inconfidência e à Casa do Conto (com passeio pelo Horto dos Contos) já toma quase um dia. Se for gostar de igrejas então! Lembre-se que em Ouro Preto 500metros é caminhada pesada, por causa dos morros! Mariana é aconchegante, mas bem pequenina. Vale visitar o museu da música. Para almoçar, Mariana é mais barato! Visite o restaurante Lua Cheia. Quanto a Tiradentes, acho que faz bem em ficar mais dias por lá. É bom demais! tente a pousada Arraial Velho. Coma no Dona Xepa. Se gosta de comida italiana, Cantina Perrela (na rua Direita). Visite o chafariz de São José e saiba que há uma pequena trilha atrás dele, que leva até a nascente. Chama-se bosque mãe d'água e a entrada é grátis.

Jose Alfredo
Jose AlfredoPermalinkResponder

Olá!
O santuário de Matosinhos em Congonhas fecha na segunda-feira, bem no dia em que vou fazer a troca de base de Ouro Preto para Tiradentes e que planejava uma parada estratégica no caminho. Consigo ver pelo menos as esculturas dos profetas? Certamente a Igreja e as Capelas dos Passos estarão fechadas. Ainda assim vale a parada?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Zé Alfredo! Os profetas estão na área externa, se você só puder passar na segunda pelo menos vai ver as esculturas em frente à igreja.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Atualizando Tiradentes:
*Estive lá esta semana, de quarta a sexta
* A cidade estava vazia e super tranquila
* A estrada para Bichinho está totalmente
pavimentada
* Ficamos na Villa Allegra, com um upgrade
para o ape executivo ( Primavera) : bom colchão,
roupas de cama e banho, otimo café da manh?.
Na minha opini?o, ter carro por lá é importante,
muito importande smile
Ouvi que Tiradentes por fim vai iniciar as
obras indispensáveis de revitalizaç?o do
centro histórico, que tb será fechado para
transito de carros . A previs?o é de que
esteja tudo pronto em 2016.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

amei a notícia que vão fechar pra carros!!! Demorou!! A cidade é demais, mas como qq cidade histórica não comporta a quantidade de carros dos visitantes!

Nícia Adan Bonatti

Adoro Tiradentes! Passear a pé (leve tênis, pois o centro é todo em pedra pé-de-moleque, como em Paraty), fazer quilometragem em lojinhas e em ateliês, comer bem, voltar com moooontes de pacotes para a pousada, impregnar-se da calma reinante na cidade... Tudo ótimo! Visitar o arraial de Bichinho (principalmente a Oficina de Agosto, cooperativa de artesanato -- tudo caro, mas uma alegria para os olhos: http://www.oficinadeagosto.com.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=1&Itemid=2). Ou então, fazer bastante nada, só sentar na praça e sentir o sol acariciar a pele e escutar a vida.

Já fiquei várias vezes na Pousada Villa Real: http://pousadavillareal.com/ - bom atendimento (uma vez lá esqueci minha bolsa com TUDO dentro dela e eles mandaram para mim por Sedex. Sem custo. E moro em Campinas - SP), muito silêncio, limpeza, bom café da manhã,servido numa sala cercada por vidros, de frente para o jardim e a piscina, o que traz a natureza para bem pertinho, com estacionamento e próxima do centro. Único porém: o chuveiro é (ou era ainda, da última vez em que lá me hospedei) elétrico, o que é desagradável, mas não inviável, no inverno. Vi no site que em junho de 2013 a diária é de R$ 215,00 para um casal.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Já fiquei diversas vezes em Tiradentes, sendo a última vez agora em Junho na Pousada Óleo de Guignard (www.oleodeguignard.com.br). Uma pousada chácara, afastada o suficiente do centro para garantir tranquilidade e silêncio. Decoração de muito bom gosto, rústica mas com muito conforto e funcionários muito atenciosos.
Alguns passeios legais na cidade também são: passeio de Jardineira (a noite) para conhecer os pontos turísticos da cidade. Concerto de órgão da Matriz de Sto Antônio às sextas feiras, maravilhoso!
Alguns restaurantes que gostamos: Angatu, Atras da Matriz.

Marcelo Costa
Marcelo CostaPermalinkResponder

Olá Pessoal!
Vai ser minha primeira vez em MG e pensei em fazer Tiradentes e Ouro Preto, porem tenho duvidas de quanto tempo necessitarei e se entre essas cidades tem alguma outra que vale a pena pernoitar.
Pensei em 2 noites em Ouro Preto e 2 noites em Tiradentes. O que acham? É possível ver bastante coisa?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Dois dias dá para o básico, sim. Em Tiradentes tire uma tarde para ir a Bichinho e em Ouro Preto para ir a Mariana. Se estiver de carro, pode parar em Congonhas do Campo entre as duas cidades. Se estiver de ônibus, vai perder um belo naco de um dia no deslocamento. O ideal seria uma semana -- daria para ficar um dia a mais em Tiradentes e ainda visitar Inhotim antes de voltar.

Marcelo Costa
Marcelo CostaPermalinkResponder

Obrigado pelas dicas! Como vou de ônibus apartir de BH, vou incluir mais uma noite em cada uma das cidades.

Elen
ElenPermalinkResponder

Olá,
Alguém sabe se em dezembro chove muito em Tiradentes e em Ouro Preto? Gostaria de fazer um passeio por estas cidades antes do Natal, mas estou receosa quanto às chuvas (inclusive para pegar as estradas sinuosas de Minas). Sempre fui a MG no inverno...
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elen! É época chuvosa sim. A época seca vai de abril a começo de outubro.

Elen
ElenPermalinkResponder

Oi, Bóia,
Eu sei que dezembro é período chuvoso... vou refazer minha pergunta, para ser mais precisa então: as chuvas da primeira metade de dezembro costumam atrapalhar os passeios pela cidade de Tiradentes e Ouro Preto? Ou dá para encarar a viagem mesmo sendo período de chuvas?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elen! Em princípio as chuvas não inviabilizam a viagem, mas não dá para descartar aquelas enxurradas de verão do Sudeste. É imprevisível. Em épocas chuvosas pode acontecer de tudo -- inclusive não chover nada. Mas se chover, e chover demais, não dá pra reclamar.

jose-gaucho
jose-gauchoPermalinkResponder

quero levar meus filhos adolescentes para conhecer Minas Histórica. Acho que vou concentrar em Ouro Preto e Tiradentes. Tenho 6-7 noites.
Como vocês me sugerem dividir ? Aceito também outras sugestões.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! 3 dias em cada uma está ótimo. Congonhas pode ser visitada no caminho entre as duas cidades. Durma 4 noites na última cidade, para compensar este dia.

Ana Paula Curto

Bom dia/boa tarde/ boa noite!
Eu estive em Tiradentes com minhas irmãs neste último fim de semana. Chegamos na sexta de manhã e saímos no domingo à tarde, e gostaria de compartilhar minhas experiências gastrônomicas:

- Almoço de sexta: Bar do Celso
O nome "bar" não confunde. A casa é simples, com atendimento objetivo, e comida vem em quantidades beeem generosas. Nós pedimos um feijão tropeiro (muito gostoso) para 2, que claramente satisfaria 5. Com certeza a porção para 1 pessoa teria sido mais que suficiente. E o melhor é quando chega a conta: o preço vale super a pena.

- Jantar de sexta: Atrás da Matriz
Ambiente muito agradável, super romântico e charmoso. Atendimento extremamente simpático. Comemos uma pizza e adoramos! Achei o preço um pouco alto para pizza, mas no mais a experiência valeu a pena.

- Almoço de sábado: Viradas do Largo (restaurante da Beth)
Uau! Que lugar bacana! Como já estava um pouco tarde, optamos por petiscar ao invés de almoçar mesmo. Pedimos a famosa linguiça da Beth e uma porção de bolinhos de abóbora com carne seca. Uma perdição!! A casa era super charmosa, os utensílios eram cheios de personalidade, como por exemplo o suporte de garrafa de cobre, os pratinhos de restaurantes pelo Brasil todo na decoração... Sensacional! Na saída, eu aproveitei pra comprar um pouco da linguiça pra trazer pra BH.

- Jantar de sábado: Tragaluz
A estrela da viagem. Primeiramente pelo estilo da casa. Linda, um casarão restaurado, com móveis antigos, iluminação agradável... O cardápio era um caso à parte: cheio de desenhos de clientes, explicações detalhadas da comida e do próprio restaurante, sem cerimônia, sem formalidades, ao mesmo tempo informativo e artístico. A comida levou a culinária mineira a um outro nível. Pratos tradicionais do nosso estado, mas com um toque goumet. O resultado: uma comida mineira pra bistrô nenhum botar defeito. Valeu cada centavo da conta. Tenho certeza de que estarei falando de lá daqui 10, 20 anos, sempre que Tiradentes me vier à memória.

- Almoço de domingo: Pau de Angu
Apesar da comida ser bem gostosa, confesso que esse restaurante me decepcionou um pouco. Eu esperava algo parecido com o Restaurante da Beth, algo que remetesse a uma charmosa fazenda mineira. O que encontrei foi um restaurante com comida muito boa, mas sem charme nenhum. Cardápio com cara de buteco de esquina, com uma arte sem graça, pouquíssimas opções, móveis e utensílios que claramente não receberam carinho algum. Adorei a comida e adorei as sobremesas, mas não sei se voltaria lá.

Além da culinária incrível, tão bem representada pelos restaurantes que visitamos, a cidade também vale a pena pela arquitetura e pelo artesanato. É realmente um lugar muito gostoso de se visitar, e eu pretendo voltar assim que possível.

Alessandra Fersura

Olá viajantes... pretendo ir em outubro conhecer algo de MG (sou da regiao serrana do Rio). Quero conhecer Mariana (inclusive a Mina) Ouro Preto, Tiradentes (principalmente o Museu do Automóvel), e São João del Rey. E quero tambpem fazer o passeio de Maria Fumaça numa das cidades. Pretendo sair de Bom Jardim/RJ na quarta, e retornar no domingo ou na segunda. Irei de carro. Qual a melhor forma de organizar o meu roteiro?? Tem algum ponto interessante que só funciona final de semana, ou seja, que a quinta e a sexta não seriam proveitosas?? Este tempo é suficiente para conhecer bem as 4 cidades, ou é melhor esticar um pouco mais a viagem??? Vou levar meus pais (que têm em média 69 anos), mas que tem mais pique para andar do que eu com menos de 40 .... Aguardo sugestões...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Tanto a maria fumaça de Ouro Oreto a Mariana quanto a de São João del Rey pra Tiradentes só funcionam às 6as, sábados e domingos. Museus fecham às segundas. Deixe por último a cidade pela qual você tem maior expectativa.

sergio
sergioPermalinkResponder

Voltei de Tiradentes semana passada. A cidade continua um encanto. Ficamos na Pousada Lar Doce Lar. Maravilhosa! Tem apenas 3 quartos, mas é perfeita e com um atendimento pra lá de especial. Vale conferir. O doce do Chico doceiro e o do Bolota continuam imbativeis e a Ambrosia da Maria Luisa... de comer rezando! Quanto aos restaurantes, indico o Tempero da Angela em Bichinho... o melhor da região.

Marina Milhazes

Olá, queria uma ajuda. Moro no Rio e quero fazer o circuito Ouro Preto- Mariana- Tiradentes- São João Del Rei- Congonhas. Minha ideia é sair no domingo, ir para Ouro Preto ficar dois dias e selecionar uma tarde para ir para Mariana. No caminho para Tiradentes passar uma tarde em Congonhas e depois ficar em Tiradentes dois dias. Selecionar uma tarde para São João Del Rei. Este roteiro está bom? Acha que a quanidade de dias em cada local é suficiente? Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Dá certinho. Se conseguir encaixar Tiradentes entre sexta e domingo, poderá fazer o passeio a São João del Rei em maria-fumaça.

Marina Milhazes

Obrigada pela resposta. Consegui fechar o roteiro chegando na quarta em Tiradentes e ficando até sexta para fazer o passeio a são joão del rei na maria-fumaça. Só estou um pouco perdida sobre hotéis em Ouro Preto. Vejo muitas dicas de hospedagem em Tiradentes. Sugere algum lugar com bom custo x benefício? Obrigada mais uma vez.

Silvana Campos

Fui a Tiradentes 2 vezes. Na primeira fiquei na pousada Óleo de Guignard, um charme!! Clima de interior, Minas, descanso. O único ponto negativo é que não é perto do centro, precisa de carro pra ir pra lá. Com estavámos de carro, foi ótimo, descansei bastante.
Na segunda vez, escolhemos ficar na cidade. Escolhemos a pousado do Largo. O primeiro quarto que nos deram era micro, não valia a pena. Pagamos mais e pedimos um outro quarto, foi melhor então. Não recomendo muito, achei muito turistica demais, mas como é no centro, tem quem goste. O atendimento foi bom, não tenho o que reclamar.
Agora vou com minha mãe, fiz reserva pra Vila Alegra, depois posso postar se foi legal. Agora, será uma viagem mais tranquila, quero caminhar, beber café da tarde e ficar de bobs, vendo o tempo passar. Tiradentes também me permite fazer isso.

Leo
LeoPermalinkResponder

Gostaria de deixar aqui alguns comentários sobre nosso tour pelas cidades históricas de Minas Gerais. Quem sabe posso retribuir ajudando futuros viajantes:

Tiradentes: Ficamos na Pousada Escola Senac, ótima localização (em frente à rodoviária, numa simpática ruazinha silenciosa, a uma quadra do Largo das Forras), quarto confortável. Visitamos as igrejas de S. Francisco de Paula, de onde se vê o por-do-sol, a Matriz de Sto. Antonio e seu relógio de sol, a Igreja de N. Sra. do Rosário (construída à noite pelos escravos), a Ig. de N. Sra. das Mercês, que fica numa simpática pracinha, e o Chafariz de S. José (com um gramado ao lado onde as crianças deitam e rolam, literalmente!). A cidade parece um cenário de novela e é bem simpática. Andamos a cavalo e rodamos a cidade toda a pé, curtindo os dias de sol e vendo o tempo passar. Não achamos os preços tão caros quanto dizem, exceto a comida, que é bem cara e nem sempre é tão boa: fomos ao Barrostê (atendimento rápido, música de qualidade, preços justos, ambiente agradável, mas ficamos na cerveja com fritas e caldo de mandioca), Viradas do largo (sigam o Comandante: comecem por este restaurante! Fomos no penúltimo dia e nos arrependemos de não termos ido antes... foi o melhor restaurante da viagem!!!), Rocambole e cia. (lanchinho de fim de tarde, nada especial...), Templário (belisquetes e cerveja super gelada, com música ao vivo). Fizemos o passeio de Maria Fumaça, mas de maneira diferente: fomos de Tiradentes a São João del Rei de ônibus, de manhã, e compramos lá a viagem de volta para Tiradentes, de Maria Fumaça (sem pegar quase nada de fila!!). Assim, aproveitamos para conhecer S. João del Rei, que é bem simpática.

S. João del Rei - fomos à Igreja de S. Francisco de Assis (uma das igrejas mais lindas que visitamos em Minas Gerais, com um lustre lindo no altar) e ao cemitério logo atrás onde está enterrado Tancredo Neves. Na rua em frente à igreja há o Memorial Tancredo Neves, que conta a história recente do país. Independentemente do posicionamento político, ao visitar a igreja, vale a pena ir também ao memorial. Depois, atravessamos o rio por uma das pontes e caminhamos pelo centro histórico da cidade. Perto da hora de pegar o trem, almoçamos no Colher de pau, lugar simples e barato perto da estação.

Bichinho - Fomos a Bichinho numa segunda feira, fora de temporada, o que foi ótimo porque estava vazio. O lugar é um vilarejo, com lojas de artesanato e decoração, e restaurantes. Os preços são absurdamente caros, mais caros que em Tiradentes, e tudo é muito repetitivo!! Sinceramente, a única coisa que valeu a pena mesmo foi comprar artesanato de fuxico da Carmen (loja Ponto e nó, perto da igreja): preços ótimos e trabalho caprichoso, além de atendimento simpático (desconto para compra com dinheiro). Bichinho vale pelo passeio e pelos fuxicos. E só. Almoçamos no Tempero da Angela, comida boa, mas nada de especial (não estava aceitando cartão...). Na entrada de Bichinho, há o Museu do Automóvel, bem interessante.

Congonhas - a igreja é mais bonita por fora do que por dentro... É um lugar interessante pra visitar, mas dá pena ver marcas de riscos e arranhões nas estátuas dos profetas...uma pena!

Ouro Preto - Subimos e descemos ladeiras, relembramos a história do Brasil, fomos à Mina do Chico Rei, visitamos igrejas, tiramos fotos de vários lugares históricos, fomos aos dois museus da Praça Tiradentes e à Casa dos Contos. Mas a cidade está cara demais! Isso nos decepcionou um pouco... Achamos a comida cara demais e de qualidade inferior à que esperávamos no Conto de Reis e no Mamma Roma; adoramos o Bené da Flauta (comida a preço justo pela qualidade e pelo atendimento). Ficamos na Pousada do Arcanjo, atendimento excelente, ótima escolha, com transfer grátis de ida e volta pra Praça Tiradentes ao longo do dia.

Mariana - Fomos de ônibus comum, saindo de Ouro Preto, paramos na Mina da Passagem (que não é tão interessante quanto à do Chico Rei, em Ouro Preto), depois pegamos outro ônibus e seguimos pra Mariana. Deu pena da cidade!... A Matriz está precisando de reformas urgentes! A pracinha continua simpática, mas o casario em volta já foi mais bonito. Fomos ao Museu de Arte Sacra e ao Museu da Música.

No geral, foi uma viagem interessante, mas constatamos que o Brasil precisa investir mais em conservação dos lugares históricos, incluindo atendimento a turistas estrangeiros (dá pena de ver como eles ficam perdidos em meio a pessoas que não falam sequer inglês!...), e os museus precisam ser repensados, melhorando a indicação das peças expostas (em inglês e português, em letras legíveis!) e propondo áreas interativas.

Espero ter ajudado. Abs.

Fábia Câmara

Olá pessoal!
Adoro este site e sempre utilizo para as minhas viagens! As dicas são ótimas e me guiam na construção do meu roteiro de viagem. Sou fã!

Estive no feriado de 01º de maio/17 em Tiradentes, minha segunda vez na cidade e gostaria de deixar uma singela contribuição para o site.

Me hospedei na Hospedaria da Villa, que fica perto do centro histórico da cidade. O atendimento foi excepcional, fui recebida pelos proprietários que com muito carinho nos indicou vários locais. A pousada é bem aconchegante e silenciosa. Os quartos são limpos, o café da manhã bem variado e o preço é justo.

Além das dicas que já foram apresentadas por aqui no site, não deixem de conhecer o novo Café da Cidade, conhecido como Fábrica de Chocolate Puro Cacau, localizado no Lago das Forras, 30. Lá recomendo o café (ótimos baristas) e os sovertes caseiro Alento, que são um primor! Pra quem gosta de fugir dos sabores tradicionais recomento Chocolate Belga com Manjericão, Queijo do Serrado com Goiabada e o meu preferido soverte de Tchai, para quem curte sabores mais básicos, o sorvete de paçoca, baunilha, tapioca e bolo búlgaro também são deliciosos. Cada bola custa em torno de 8 reias. A decoração faz do lugar ainda mais charmoso! Vá sem pressa! Por ser um local relativamente novo é bem concorrido!

Também recomendo o Restaurante italiano Via Destra, localizado na concorrida Rua Direita. A noite é bem movimentado e dependendo do dia requer reserva. Fomos almoçar e não nos arrependemos! Os jardins do local fazem o almoço ficar ainda mais especial. Recomendo a Porchetta, prato executado divinamente pelo chef.

Em Bichinhos, uma agradável supreça, foi o Restaturante Casa do Mineiro, lá comemos muitíssimo bem. Por R$28,00 o almoço servido no fogão de lenha incluía sobremesas típicas e café frequinho na saída. A localização é bem fácil, fica na beira da estrada, em frente ao único posto de gasolina que vi por lá. Ah, o local tem wi-fi.

Outro local interessante em Bichinhos é a Cachaçaria Mazuma, aberta para visitação, degustação e venda de produtos. Além da cachaça é possível adquirir café de diferentes tipos e doces de leite. Os jardins de lavanda formam uma decoração a parte no lugar!

Um paseio agradável é o tour pela Gruta Casa de Pedra, que precisa ser agendado previamente prévio dos telefones (32) 98813 9894 (Rafael) (32) 98862 8900 (Toninho) ambos muito simpáticos. A entrada no local é proibida sem guia. O passeio dura em torno de 1 hora e custa R$20, 00 por pessoa, idosos e crianças possuem desconto. A gruta fica no caminho de Tiradentes para São João del Rei e seguindo pela rodovia é bem pertinho.

É isso!

Abraços!

Soraia Chuqui
Soraia ChuquiPermalinkResponder

Fábia, muito obrigada pelas dicas super recentes!!!! Vamos semana que vem para Tiradentes. Adorei seus comentários.

Fábia Câmara

Olá Soraia! Feliz que tenha ajudado de alguma forma!! Abç!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar