Tiradentes pra CarlaZ

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tiradentes (foto: Arnaldo Interata)
[Tiradentes (foto: Arnaldo Interata)]

Outra que vai passar um feriadão num lugar desprovido de dicas aqui no blog.

A CarlinhaZ e eu queremos saber o que vocês indicam em Tiradentes, a mais gastronômica das cidades históricas mineiras.

Já temos como ponto de partida os superposts do Arnaldo, que podem ser acessados aqui.

Achei também num Perguntódromo antigo uma lista de pousadas de Tiradentes indicadas para ir com crianças -- coisa que é bom saber, mas não é imprescindível neste caso.

Você esteve recentemente por lá? Gostou da sua pousada, tem um restaurante ou um passeio para recomendar? Entre na nossa vaquinha de dicas!

(E se você tem um post sobre Tiradentes e São João d'el-Rey no seu blog, ponha o link na caixa de comentários, que eu edito aqui no texto.)

Leia também:

Tiradentes com uma passadinha em Ouro Preto, pela Camila do Viaggiando

200 comentários

Lu
LuPermalinkResponder

Tiradentes é uma graça e tem um astral ótimo! Adorei o Hotel 3 Portas http://www.pousadatresportas.com.br/ . Fica na parte histórica e tinha um preço ótimo!!! Mas já tem um tempinho. Acho que o legal é ficar no centro.

De modo geral, comi mto bem por lá, mas achei os preços meio salgados. O restaurante Tragaluz, tb no centro, é uma gracinha (a comida ñ é nada demais, mas a decoração e o "clima" são tudo de bom!). E o restaurante da Beth, que fica um poquinho afastado de centrinho (vá de carro) tem uma comidinha dos deuses (ñ me lembro se era linguiça ou feijão tropeiro, mas enfim, uma comidinha "light" dessas de Minas).

P/quem gosta de artesanato vá a Bichinhos, que é onde são feitas mtas das coisas que são vendidas na praça ppal. E ñ deixe de conhecer a Oficina de Agosto, loja que tem coisas lindíssimas!!! Pode pegar o trem p/S.João del Rei, é bem simpático. No mais, se perca pelas ruelas do centrinho e faça as suas descobertas. A arquitetura é linda e sempre tem uma casa de chá ou de docinhos ou de artesanato ou de algum artista local e aposto que vai trocar dois dedos de prosa e c/alguém e ouvir estórias bem interessantes... Se eu me lembrar de mais alguma coisa aviso.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

este site que eu encontrei as belezas de tiradentes, além de tudo que a lu descreveu tem varios restaurantes que dá agua na boca, e diversão Carlaz é o que não falta tem agencia de ecoturismo uai trip tem cavalgada, passeio de land rover, descida de bote, trekking enfim a cidade é um verdadeiro espetáculo.

http://www.tiradentesgerais.com.br

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Oba! Adorei esse post e espero respostas smile

mirella
mirellaPermalinkResponder

eu nem tenho dicas sobre Tiradentes... a primeira e unica vez que fui foi muito rapido e nem me lembro direito... soh lembro que comi bem smile
Aproveita a viagem!!!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Eu ainda não me hospedei em uma pousada em Tiradentes que realmente me agradasse - bom motivo para seguir experimentando...

Quanto aos restaurantes, tenho dicas testadas e aprovadas: o Tragaluz, o Theatro da Vila, o Viradas do Largo... Eu acrescentaria ainda dois restaurantes mais simples, mas não menos deliciosos: o Panela de Barro, de comida típica mineira, que funciona a quilo no almoço (não sei nem se abre para o jantar) e o Pasta & Cia (um italianinho mais simples, mas que tem uns molhos pra lá de especiais). Aproveite, Carlinha! wink

Lu
LuPermalinkResponder

Isso mesmo! O rest. da Beth que falei se chama Viradas do Largo.

Silvia Oliveira - Matraqueando

CarlaZ, um dos passeios mais lindos desse país!

POUSADA
POUSADA SINHA MOÇA
Na verdade fica em São João del Rey (a 15 km de Tiradentes). Pousada SIMPLES, mas nova. R$ 120,00 o casal no FERIADO, com farto café da manhã e estacionamento incluídos.
http://www.www.pousadasinhamoca.com.br
Pode ser uma opção mais em conta em tempos superfaturados em Tiradentes, que vem usufruindo da fama, cada vez maior!

RESTAURANTE
Restaurante Pau de Angu
Cozinha mineira puríssima (há até horta própria), preparada no fogão à lenha, ambiente rústico.
Estrada Real (Tiradentes-Bichinho- fica no km 3, e são 2 km de estrada de terra)
Telefone: (32) 9948.1692
Não consegui achar o site no google, mas vai esse http://www.tiradentesgerais.com.br/paudeangu

PASSEIO
Ver o entardecer em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio. A iluminação da igreja vai acendendo e fica aquele dourado com o finzinho do sol. Um luxo. E de graça! Abs!

Rafael R.
Rafael R.PermalinkResponder

O restaurante da Beth é imperdível. E sugiro também o Estalagem, bem aconchegante e com uma boa comida mineira.

Para a hospedagem, a Inconfidentes http://www.pousadadosinconfidentes.com.br/ é ótima, mas fica fora do centro. Como é feriado as vezes fica ruim ter que andar de carro. Há mais tempo já fiquei na Villa Paolucci http://www.villapaolucci.com.br/ , e gostei bastante. É uma fazenda, mas a 500m do centro. Se quiser economizar, gostei também da Arraial Velho http://www.arraialvelho.com.br/ , que é charmosinha e bem cuidada, com os donos sempre presentes.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Obrigada gente!
Dicas anotadas!
Riq, a lista de pousadas é ótima, valeu!
Quem quiser continuar contribuindo...

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Carla Z, vou pra Tiradentes na próxima semana, e costumo ficar no Pouso das Gerais http://www.pousodasgerais.com.br , que é bem central e a diária é de 160,00 o casal com café. Não tem luxo, mas é bem legal e perto de tudo.

Ernesto, o pato

Eu fiquei na pousada da Rotunda, em São João del Rey. http://www.pousadarotunda.com.br/

É uma pousada bem confortável e simpatica, próxima do centro.

Acho que ficar em Tiradentes, especialmente em feriados não é uma boa relação custo beneficio.

Como passeio, se voce gostar de caminhar, sugiro o antigo caminho do ouro, a pé, ou de cavalo (carros não entram).

Nos fomos no corpus christi passado e demos muita sorte de encontrar um pessoal do curso de pós graduação da PUC, e ficamos ouvindo a aula de campo deles. Se voce gosta de arte e história e tiver esta sorte, vale a pena.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Ernesto,
esse Antigo Caminho do Ouro...como é é tranquilo de fazer? Preciso de guia?
Conta mais...

Ernesto, o pato

Carla

O caminho do ouro são umas 5 horas de caminhada ida e volta. Alem da vista panorâmica, se tem uma boa visão de como era andar nos tempos dos tropeiros. Apesar de ser uma trilha bem sinalizada, eu recomendo um guia para que voce não se perca. Se não me engano custou R$ 60 para duas pessoas.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Valeu Ernesto! Boa dica!

Camila
CamilaPermalinkResponder

Assim como o Ernesto, também fiquei em São João, no Solara Hotel http://www.solarahotel.com.br/ Já tem alguns anos, mas na época eu gostei. Bonitinho e com um delicioso café da manhã. Era perto da estação. O passeio de Maria Fumaça eu achei imperdível. A vista da serra de São José é linda. E é ótimo para passar o dia em Tiradentes ou São João.

Até fiz um post sobre essa viagens há pouco tempo, mas como eu digo no post, foi minha primeira viagem e eu ainda tinha muito a aprender. wink
http://viaggiandonelmondo.blogspot.com/2009/03/primeiros-passos.html

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Obrigada Camila,
Também já tinha dado uma olhado no seu blog. (Fiz até um jabazinho ontem no twitter) wink
Eu achava que esse passeio de Maria Fumaça era roubada...mas já que é legal smile

Maria das Graças

Gosto muito da região de São João Del Rey/Tiradentes e por isso vez ou outra estou por lá. Nunca me hospedei em Tiradentes. Prefiro ficar em São João Del Rey e, de lá, explorar a região. Tiradentes fica a poucos minutos de carro. O passeio de trem é imperdível. A ida a Bichinho, que fica a 7km de Tiradentes por estrada de terra, é obrigatório. O lugarejo é um centro de artesanato fantástico, tem muita coisa para ver. Na estrada já começa a tentação e é impossível não parar, nem que seja só para ver e conversar com aquelas pessoas tão simples e acolhedoras. É passeio para fazer sem pressa.

Maria das Graças

Lá em Bichinho, cujo nome oficial é Vitoriano Veloso, não tem só a famosa Oficina de Agosto. Tem o Tempero da Angela, restaurante simples, quase uma estalagem, no bom estilo mineiro, onde se come uma autêntica comida mineira, feita pela própria Angela, servida em volta do fogão a lenha, bebe-se pinga mineira da boa e joga-se conversa fora. As sobremesas, nem se fala.
Tem a oficina do Marcelo Maia, a Art-Zen, em sua própria casa. Bata na porta e será recebido por uma família simpática que lhe convidará para entrar, tomar um cafezinho em volta do fogão a lenha, e ver como se faz as peças de papel marchê e cabaça, que são feitas pelo Marcelo e pintadas por sua mulher.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Tb tenho vontade de conhecer a região. Operacionalmente não sei bem como organizar essa viagem, desde de SP, num período curto de tempo, tipo um feriado. É melhor ir de avião até BH, e depois de carro para lá (alugado) ou ir de carro desde de SP? Acredito que do RJ, a Carla tenha o mesmo problema. bjos

Ernesto, o pato

Paula

De SP de carro, sem duvida, são umas 5 horas de estrada bem conservada.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Obrigada de novo, Ernesto!
Carlinha, vá e nos conte! bjos

FlaviaHC
FlaviaHCPermalinkResponder

Ja aluguei casas em ubatuba e floripa pelo aluguetemporada.com.br e foi tudo otimo! Em buzios aluguei por indicacao uma casa num condominio chamado Buzios Summer park e foi furada total - FUJA!!!

FlaviaHC
FlaviaHCPermalinkResponder

Desculpem-me pelo comentário acima, postei em local errado!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Não, aqui do Rio é tranquilo, é até relativamente perto pra ir de carro, tipo umas 3 horas e meia, 4 horas. É a mesma estrada de Itaipava e quando era mais nova, o pessoal ia de Itaipava pra lá em final de semana fácil.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Paula, do Rio até Tiradentes são 330 km de estrada, bastante boa até a altura de Juiz de Fora - a partir daí não tenho notícias de como anda. Na última vez em que fui, em 2005, a estrada estava tão ruim que levei 5 horas a partir de Niterói, uma viagem que eu estava acostumada a fazer em menos de 4...

Paula
PaulaPermalinkResponder

Já fui a Tiradentes algumas vezes. Eu sempre me hospedo na Pousada da Sirley http://www.pousadadasirlei.com.br/ . Ela não fica no centro o que é ótimo, pois se você quiser passear de carro pelas cidades próximas não precisa circular pelo centro de Tiradentes, que fica muito confuso quando a cidade está cheia. Esta pousada é bem simples mas honesta.

Independente da onde você se hospede, não ande de carro pela cidade. Explore a cidade à pé. Você vai conhecer cantinhos encantadores.
Minha dica gastronômica é o Restaurante da Mercês http://www.restaurantedamerces.com.br/ . O Restaurante é muito simpático e a comida é maravilhosa. Em qualquer restaurante que você vá não deixe de comer ora-pro-nobis. Essa é uma planta típica da região (praticamente um mato, nasce em todo lugar) que se come refogada e normalmente é servida com costelinha de porco.

Vá também ao Chico doceiro para comer doces típicos mineiros feitos na sua frente e servidos pelo próprio Seu Chico, um senhorzinho muito fofo.

Quanto às compras (mulher adora comprar) vá à Ave Maria. Essa loja é de uma estilista mineira que faz roupas super diferentes.

Só de lembrar já deu vontade de ir lá de novo.

Boa Viagem, Carla.

P.S.: Se eu lembrar de mais alguma coisa eu volto a comentar.

Maria das Graças

Se tiver tempo vá a Resende Costa, cidade dedicada a tecelagem principalmente de mantas, toalhas, redes. A maioria das oficinas são nas próprias casas e as lojas na rua principal. Tem muita coisa linda.

Maria das Graças

Complementando o que a Paula disse, o tradicional prato mineiro é frango com ora-pro-nobis, que comi em um restaurante simples, colhido no jardim e, de quebra, ainda trouxe uma muda que cresceu frondosa no meu quintal.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Obrigada Maria das Graças, Paula, estou anotando tudo!

A Viagem Oficial

Olá Ricardo

Irei a Tiradentes e cidades históricas de Minas em Julho. Postarei em meu bloguinho aviagemoficial.wordpress.com algumas fotos e considerações.

Hugo Loureiro
Hugo LoureiroPermalinkResponder

Para quem quiser ir a Tiradentes para artesanato, procure na região do entorno, pois os preços são hiper inflacionados na vila. Procure comprar nas cidades "satélites", como Prados, Resende Costa, Lagoa Dourada, conversando aqui e ali vc acaba indo na fonte. E é de chorar quando vc descobre que aquela boneca namoradeira vendida a peso de ouro em Tiradentes é feita por um artesão que mora em casa de estuque e que ele te vende por uns 20 reais e em Tiradente eles te cobram R$200.

Alexandre Giesbrecht - AVIVIXE

As duas vezes que fui para Tiradentes foram durante o Carnaval, com os amigos, para zoeira mesmo. Alugamos casas lá a preço de banana, mesmo para o Carnaval inteiro. Uma a uns dez minutos a pé do Centro e outra no coração deste, bem atrás da pracinha, mas num beco que ficava isolado da muvuca. A primeira casa era mais rústica, antiga mesmo, mas estava razoavelmente bem conservada. A outra era bem mais nova e foi construída "naquelas": tinha apenas duas janelas, mais duas outras minúsculas, no banheiro e na cozinha (esta dava para a cozinha do restaurante vizinho!). Acredito que haja opções melhores, talvez não tão baratas, mas ainda assim mais em conta do que em outros lugares, especialmente fora dos feriados.

Sobre restaurantes, o por quilo ao lado da praça é muito melhor do que sua aparência indica. Mas o que recomendo mesmo é fuçar nas ruazinhas e ver o que se acha. Encontrei gratas surpresas, pelas quais também não se dava nada pela aparência externa, mas que surpreendiam pela qualidade da comida. É verdade que nem todo pé-sujo vai ser assim e há porcarias, mas viajar também é topar com essas supresas agradáveis e desagradáveis, não? smile

Roberto
RobertoPermalinkResponder

Carla,
Fui á Tiradentes em Dezembro 2008. Cidade vazia. Uma maravilha...Já em feriadão fica bem cheio sim...
Fiquei no Solar da Ponte http://www.solardaponte.com.br/. Quartos amplos e serviço eficiente. Destaque para o café da manhã e o chá das cinco.Bolos e chás em "louças de fino trato", que por sinal fui querer comprar e descobrí que é de uma designer de BH, caríssimo. O dono da pousada, um autêntico britânico, muito simpático e prestativo.

Me dei ao luxo de programar um jantar no Teatro da Villa.
Um hapenning! comida muito boa e o ambiente muito 'intimista'.
O Traga a Luz é bom também, pessoal muito simpático, e a sobremessa de goiabada em crosta de pistache e sorvete de Queijo branco é muito boa.
Na verdade, todos os restaurantes lá são bons...desta a pizzaria na frente da praça até o Tempero da Ângela em bichinho é legal.
Essa pousada três pontes é bem no meio da 'muvuca'. Se você silencio, pense duas vezes...

Ande á pé ...Suba por de tráz da Matriz e descubra as casinahs de colono antigas e reformadas com vista para a serra..vai querer comprar uma !

Um destaque para Ouro Preto...se quizer ir fica á duas horas, por um caminho muito bonito ...A cidade também é bem charmosa..

Divirta-se.

Roberto

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Nasci em Belo Horizonte e moro há 3 anos em Tiradentes. Quando mudei pra cá, para trabalhar em São João del Rei, meu marido comprou uma pousada linda aqui em Tiradentes. Quem quiser conhecer basta acessar o site www.pousadadoo.com.br
A pousada fica bem no centro histórico e possui 11 quartos. É super charmosa.
Como sou leitora assídua deste blog, consegui para os leitores do viaje na viagem, desconto de 10% na pousada, fora de feriados e eventos.
Aguardo vcs! E tenho muitas dicas gastronômicas, pois já fui a quase todos os restaurantes daqui!
Abraços,
Patrícia.

juliana nappo
juliana nappoPermalinkResponder

Pessoal

Conheço uma pousada incrível em Tiradentes: Villa Allegra http://www.villaallegra.com.br .
Os quartos são lindos, a piscina e o bar um capítulo à parte. em falar na dona, Miúcha, uma mineira legítima que, além de linda e simpática, recebe como ninguém. Estive lá e vale MUITO a pena.

Ju Nappo

Ed
EdPermalinkResponder

Pra quem gosta de caminhadas ladeira acima recomendo subir a serra pelo antigo caminho de pedras (construido por escravos) que livaga Tiradentes a S. Joao Del Rei. No minimo, no minimo rebate a culpa pela comilanca inevitavel...

LucianaM.
LucianaM.PermalinkResponder

Carla, eu estive em Tiradentes há anos luzes atrás, muito antes da Globo ter "descoberto" a cidade. A única dica que talvez ainda seja válida é que os doces caseiros de lá são DIVINOS!
Boa viagem! Abç,

Alexandre Giesbrecht - AVIVIXE

Ah, sim, já falaram aí em cima, mas não custa lembrar: o passeio de trem até São João Del Rey é um espetáculo.

Júlio Castro
Júlio CastroPermalinkResponder

CARLA Z, NA MINHA MODESTA OPINIÃO FICAR EM tIRADENTES É TUDO DE BOM.Maria das Graças , ELA OPINOU COM SABEDORIA E EXATIDÃO.SÓ SEGUIR VIAJANDO NA VIAGEM.mAS NUNCA DEIXE DE OLHAR O Fatos Fotos de Viagem .NÃO TEM COMO ERRAR.BOA VIAGEM.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Carla, não esqueçe de passar aqui neste post na volta, tá? E contar os miiinimos detalhes :cool:
Preciso voltar a Tiradentes , uma gracinha de cidade!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Ai gente...só tenho a agradecer por tantas dicas...

Riq...adorei adorei esse post!!! Brigadin smile

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Adorei esse post, pois não conheço nada dessa região. Já estou guardando todas as dicas... smile

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Muito bom este guia sobre Tiradentes. Também não conheço, mas está na minha lista há um tempão.
O Hugo falou muito bem sobre lá e me deu algumas dicas.
Riq, vale a pena fazer um tutorial e colocar tudo o que foi indicado por aqui, inclusive o relato da CarlaZ na volta.

Carla2
Carla2PermalinkResponder

CarlaZ, me leva junto? rsrs

Tiradentes é tudo de bom. Eu fui em maio do ano passado e fiquei numa pousada bem pertinho da solar da ponte, mas muito diferente. Não lembro o nome agora, mas se você quiser uma pousada simples, sem charme, mas com precinho ótimo eu vou atrás (necessidade urgente de organizar a papelada bagunçada!!). Vou ter que discordar do Ernesto, acho que tem que ficar em Tiradentes mesmo. São João não tem o mesmo charme.

Quanto ao passeio de Maria Fumaça, nós ficamos um tempão na fila para comprar os tickets. Fomos de Maria Fumaça e voltamos de táxi. O trem é bonitinho, mas eu fiquei bem decepcionada - a paisagem é uma tristeza, um ambiente totalmente degradado. Ou seja, se não der tempo de ir, não fique muito triste.

Comer é realmente bom por lá, e comi um file au poivre no Tragaluz que até hoje tenho saudade - simplesmente divino (e olha que não sou muito de carne não...) - gostaria de voltar a Tiradentes só por esse filé...

Nós íamos todo dia para a Confidências Mineiras, e nem assim conseguimos provar todas as cachaças disponíveis. P/ quem gosta é um prato cheio - e o lugar é (pelo menos era) alto astral também.

Se vocês forem de carro, vá para as cidades "satélites" para fazer as compras. Os preços são inacreditáveis. Em Tiradentes visite a loja "Regina Lucia teve Infância" - acho que ela é carioca, mas eu não conhecia e amei.

Se eu lembrar de mais alguma coisa, volto aqui. bjs e ótima viagem!

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Vou com a Carla2. wink Embora a "maria-fumaça" esteja bem conservada e tenha seu charme, o passeio desaponta pela pobreza da paisagem.

O que foi legal foi dar uma passeadinha em São João Del Rey entre a ida e a volta - melhor que o trajeto em si.

Maria das Graças

CarlaZ, voce vai se encantar com a região e, no futuro, dará sempre um jeito de voltar. Na próxima viagem não esqueça de São João D'El Rey. Vale muito a pena. Boa viagem.

Beto
BetoPermalinkResponder

Fomos a Tiradentes em 2006 e nos hospedamos na Pousada da Terra http://www.pousadaterratiradentes.com.br/ , que já recomendei aqui em algum dia, em algum lugar. É fora do centro histórico, na estradinha que passa ao lado da estação de trem. É quase um sítio, com uma bela piscina e quartos divididos por três casas bem distribuídas num grande terreno, cheio de plantas aromáticas e árvores frondosas. Peça para ficar na casa maior, que tem 4 quartos. O café da manhã é sensacional, com bolos, pães, pão de queijo, tudo feito de manhãzinha, além de frutas, cereais, suco, queijos, geléias, manteiga, café e leite fresquíssimos. Os donos são artistas plásticos e têm um ateliê de cerâmica no local. Megafamiliar, sem caretice. Simples, rústico, mas de bom gosto. Mesmo se não oferecesse tanto, seria baratíssimo. Pra não ficar só no elogio, na época em que lá estivemos os chuveiros eram umas duchinhas dessas de plástico. Mereciam um upgrade. A localização pra mim é ótima. Acordei de manhã com boi passando na estradinha e mugindo pra mim. Mas tem gente que pode se incomodar de ter que ir de carro (mil metros até a estação, depois sei lá quantos - 1,5? - até o centro). Dá pra ir a pé, mas a estrada é de terra, que pode virar lama. Os melhores lugares em que comemos foi mesmo no Tragaluz, sofisticadozinho no centro, e no Tempero da Lúcia, cozinha chão de terra, em Bichinho, onde a Lúcia pilota o fogão à lenha e faz na hora o que você quiser e ela tiver.

Beto
BetoPermalinkResponder

Só pra ser exato. A Lúcia faz na hora o que estiver faltando na mesa, porque é selvesérfice mrgreen

Meilin
MeilinPermalinkResponder

CarlaZ,você vai até Juiz de Fora (mesma estrada de Itaipava) em 2:30 hs, num tapetão, com 4 pedágios. Depois, vem Santos Dumont, já com pista duplicada, siga em frente até Barbacena. Até ai umas 3:30 hs de viagem. A partir de Barbacena são mais uns 60 km, mas a estrada não é tão boa, então tem que ir mais devagarzinho.
Na volta, quando sair de Santos Dumnont, fique de olho na queijaria Palmyra, com os supracitados queijos do reino, djilícia indispensável nas viagens mineiras. Esqueça a dieta, deixe em casa os saltinhos (o calçamento parece com o de Paraty) e prepare-se para umas noites bem friazinhas.
Se aguentar esperar até agosto, tem o Festival Gastronômico, com Chefs estrelados e uma comilança tresloucada (eu vou!)

Loraine
LorainePermalinkResponder

Em Tiradentes, numa viagem a dois, não há lugar melhor para ficar do que a pousada brisa da Serra: www.brisadaserra.com.br, é muito romântica, tem uma vista da serra incrível e fica numa parte da cidade bem tranquila. Café da manhã excepcional, com direito a chá da tarde! Com certeza voltarei lá muitas vezes!

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Vou sempre a Tiradentes e me hospedo na Pousada Villa Adobe. A pousada é puro charme, poucos quartos,super cuidada, jardim maravilhoso, café da manhã idem. Sua proprietária, D. Maithy, uma suíça-brasileira sabe receber como ninguém. A pousada possui também uma loja, onde se compra o melhor do bordado mineiro, tudo em linho e puro algodão...uma maravilha!
www.villadobe.com.br

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Muitas dicas já foram dadas aqui e eu já dei uma pelo Twitter, que é fazer a trilha que sobe a serra de São José. Eu não me lembro o nome da agência que forneceu o guia, mas é super fácil achar só perguntando.
Quanto aos restaurantes, o Tragaluz é muito bacana (o Roberto lembrou bem a sobremesa de goiabada...), o Viradas do Largo também. Me lembro também de um leitãozinho delicioso no Ora-pro-Nobis.
Mas o melhor de ficar em Tiradentes é só relaxar, caminhar e curtir as casas antigas, fotografar, entrar nos bequinhos...hmmm, saudades de lá wink

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Vou com a Emília: esta caminhada na serra é bem bacana - eu e a Mel fomos "por conta" (sem guia), e na próxima eu quero fazer a travessia de ponta a ponta.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Fábio,
dá pra fazer essa sem guia então...travessia ponta a ponta...o que é essa travessia...

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Carla, esta serra ladeia (?) a cidade, no formato dum L - dá uma olhada no Google Maps que dá pra ter uma ideia.

O que a gente fez foi pegar um "caminho da roça" e subir até determinado ponto. Daí fizemos uma pequena exploração dos arredores e voltamos pelo mesmo caminho.

Pra isso, não precisamos de guia: pegamos dicas e informações e seguimos algumas (raras) indicações no caminho. Não teve o menor erro! O visual é bem aberto e fica fácil de você se localizar só de dar uma olhada em volta.

Mas tem uma caminhada mais longa (esta que quero fazer na próxima): você vai por este caminho, atravessa uma boa parte da serra (contornando a cidade) e volta por outro lado.

Num dos acessos à parte histórica tinha uma pequena agência de "ecoturismo" que organizava passeios assim. Não custa se informar lá antes.

No meio do nosso passeio, já lá em cima da serra, encontramos um guia deles acompanhando um pequeno grupo para fazer a travessia. Ele nos disse que era muito tranquilo (porque a "navegação" é muito fácil, como comentei acima) e até ofereceu um mapa emprestado caso a gente quisesse seguir sozinhos...

Só uma ressalva, CarlaZ: a gente foi sozinho porque tem alguma (pouca) experiência nisso. É bom ter algum preparo e ir com o "kit trilha" em ordem (mochila com água, casaco, lanche, lanterna etc...), just in case.

Enjoy! wink

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Passei por lá rapidamente uma vez, estava de carro vindo de BH e voltei no mesmo dia, também passei por São João del Rei e Barbacena, mas deu vontade de voltar, a cidade é bem fotogênica e bem mais tranquila que Ouro Preto, comi no Viradas do Largo (mais conhecido localmente como restaurante da Beth) o clássico frango com Ora Pro Nobis, praticamente à prova de arrependimentos.

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Bommmm dia! Riq e companhia eu amo Tiradentes. Ja fui lá durante o Festival de Cinema (imperdível) e quando não tem nada (um sossego DIVINO). Bom Riq, como adepto em outros tempos do "turismo perrengue" (sempre eu dizia q o "Viajar bem e barato" ainda era caro, hehe), vai uma dica BBB. Pousada Venerando http://www.pousadavenerando.com.br/ . Na verdade são 3 pousadas (Berço da liberdade e o outro nome não achei) com uma área comum com piscina, salão de jogos, outra piscina aquecida e estacionamento (muito útil se vcs vierem de carro). Por que a Venerando era boa? Tinha a estrutura das outras duas só q com diária mais barata. E ainda tem um mostruário de móveis rústico show de bola no térreo. No outro post eu falo da comida...

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

Sobre a Venerando e a berço da Liberdade liguem para (32) 3355-1831. Agora a melhor parte: gastronomia... tudo de bom... do mais simples ao mais sofisticado, Tiradentes é uma fomentadora do pecado da gula. Gosto muito dos restaurantes no Largo da Forra. Destaques para o Mandalun (que mandava bem tb nos lanches), Atrás da Matriz e o Spaghetti. Compras: muita coisa legal, realmente quase tudo feito fora de Tiradentes. Se estiver de carro os posts anteriores já deram a dica: se estiver de ônibus o jeito é comprar alí mesmo. Eu comprei boas coias na Arte & Tal (Rua da Prefeitura, 08, centro). Tem q conferir se ela ainda existe. Por fim vai um mapinha q fiz no Maps
http://maps.google.com.br/maps/ms?hl=pt-BR&gl=br&ie=UTF8&msa=0&msid=117625313152163544712.00046a0591c567c2746fe&ll=-21.111046,-44.174963&spn=0.015093,0.019312&z=16

Kátia Virgínia

Olá,
a novidade é que a loja Arte e Tal estará lançando seu site agora,final de novembro.
Vale a pena conferir!

Magrineli
MagrineliPermalinkResponder

A faltou um pedido: RIQ helllllp! Eu a apatroa ampliamos a "Operação Paris" para "Paris-Roma-Lisboa". Só q não sei nada de Roma... vi suas dicas na "Viagem" sobre onde hospedar, mas queria mais algumas BBB. Será q dá para mandar para nós mais algum booom hotel ou abrir um post tipo "Roma para o Magrineli". Além da pretensão acho q ia enfartar... hehehe abraços e um bom final de semana... e precisando de notícias de Minas tamos aí...

Lu
LuPermalinkResponder

Oi, Magrinelli,

Os hotéis em Roma são careeeeésimos!!! Peguei uma dica aqui no Vnv que foi ótima - Htl Miami, na via Nazionale (e ñ era barulhento!) www.hotelmiami.com E a seguir, copio uma dica de um post antigo sobre onde ñ ficar em Roma.
Sylvia Says:
Junho 28th, 2007 at 10:52 pm
Bem lembrado Beto :
EVITAR SE HOSPEDAR EM ROMA na
Via Marsala /e na primeira quadra dasVicenza, Marguera, Milazno e Castro
e para garantir tb na Via Amendola e na Via Giolitti que são ruas que
circundam a estação de trem.
A partir da Praça da Republica e da Praça Independenza o “entorno”
era mais atraente e mais bem frequentado

Ricardo Freire

Rapaz, mais BBB que aqueles é um caso para o Eurocheapo http://www.eurocheapo.com/rome .

Além da matéria que você consultou, você vai encontrar vários posts meus recentes sobre Roma clicando aqui e rolando a página:
http://viajeaqui.abril.com.br/blog/86520_comentarios.shtml?1311328

(Desculpaê, mas só tô abrindo "Destino Tal para Fulano" sobre destinos mal cobertos aqui no blog!)

Áurea
ÁureaPermalinkResponder

SUGESTÃO PARA QUEM DESEJA FAZER UMA VIAGEM CURTA, SÓ PARA RELAXAR.

TIRADENTES - MG

De todas as cidades históricas mineiras, Tiradentes foi a que melhor soube manter o jogo de cintura entre seu passado preservado e os eventos novidadeiros. A Mostra de Cinema e o Festival de Cultura e Gastronomia, por exemplo, são dois momentos em que as pousadas lotam e os restaurantes ficam em polvorosa. O mesmo acontece quando alguma produção de cinema ou TV resolve fazer da cidade cenário de suas gravações - o casario colonial e as ruas de pedra dão mesmo a impressão de que a história acontece em séculos passados.

Tiradentes é cidade bacana para ir a dois: passear de mãos dadas, ver a riqueza da Matriz, jantar em lugares estrelados e dormir em quartos aconchegantes.

DICA

A cidade de Tiradentes é praticamente um vilarejo, bem pequena dá para se conhecer os pontos históricos em um dia tranquilamente. È uma cidade bem charmosa. Visite também São João Del Rei, a hospedagem é mais barata e por ser uma cidade próxima você pode ficar lá.
Há um vilarejo chamado Bichinhos onde tem vários artesões, um passeio por lá também vale a pena.

ROTEIRO TURÍSTICO

? Festival Internacional de Cultura e Gastronomia – 2ª Quinzena de agosto.
? Passeio de Maria Fumaça
? Chafariz de São José
? Casa de Pe. Toledo
? Largo das Forras – praça principal
? Matriz de Santo Antonio
? Capela São Francisco de Paula
? Bosque da Mãe D’água
? Bichinho

INFORMAÇÕES ÚTEIS

? É bom reservar hospedagem com antecedência já que o número de visitantes na cidade costuma ser bem grande.
? Dê preferência ao uso de roupas leves e confortáveis. Tênis ou sapatos baixos com solados de borracha são os aconselhados, devido ao calçamento de pedra. Portanto é desaconselhável o uso de salto alto.
? Igrejas e museus cobram taxas de conservação.
? A região é rica em ecoturismo, cachoeiras, fazendas, grutas e vilarejos. Evite local afastado e não caminhe sozinho pelas trilhas.

Ingrid
IngridPermalinkResponder

Estive em Tiradentes no feriado da Páscoa. Ficamos numa pousada (Casa da Laura) perto da igreja da Santíssima Trindade. O legal é que são casas equipadas com cozinha. Perfeita para uma estadia mais longa na cidade. Mas acho divertidíssimo ficar na Casa da Marijô (todas do http://www.casaecia.tur.br ), que tem um papo interessante. Sobre gastronomia, estive em dois restaurantes: Tragaluz (vou mil vezes) e Santíssima Gula (não volto nunca mais!). Segue link para os meus comentários: http://ao-ponto.blogspot.com/search/label/Tiradentes

Abs

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Estou indo para Tiradentes pela enésima vez: adoro!
A Poudasa Villa Adobe está com uma promoção que achei ótima: 160 reais casal final de semana, e 140 dia de semana!
A pousada é muito linda, um jardim maravilhoso, café da manã idem.
Amo!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Olá Riq e todos...cheguei ontem de Tiradentes e amei!
Foi aquela viagem sem nada demais mas tão boa...sem explicação...
A cidade é uma graça e eu gosto de muvuca então estar cheia pelo feriado e dia dos namorados não foi problema pra mim. Aquela história de se perder pelas ruazinhas...agora sei bem o que é! Tiradentes e São João percorri assim.
É claro que levei chuva, 100% comprovado em minhas viagens que a nuvem vai na mala.
Fora que tinha sempre algum atrativo a mais...Corpus Christi...dia de Santo Antônio...Festa Junina.
Fiquei encantada com as pessoas...acho que foi o lugar que mais bati papo, e com pessoas que nunca mais vou ver na vida, e olha que sou zero simpática!
Acabei de reler as dicas e vi que deu pra fazer muito pouco e nem consegui ir em todos os restaurantes (essa é a desvantagem de ir em feriados), quem for em feriados ou no festival gastronômico reserve antes, semanas antes!!!
Fiquei no Villa Allegra e super recomendo, pelo hotel, pelo charme, pelo café da manhã nem tanto, mas vai depender de carro para tudo, o que não achei problema.
Em falar e pousadas, fui visitar a de uma leitora do blog, mas não a encontrei lá, a Pousada do Ó. Adorei, super bem localizada, melhor impossível, e é um casarão antigo, um charme! Alem de ser ao lado do Empório do Ó, onde tomei várias cervejas de vários lugares, é tipo uma delicatessen com cervejas, vinhos, queijos, massas e que pode consumir lá, papo gostoso também. Adorei!
Dos restaurantes...posso dizer que amei o Tragaluz, fui no Atrás da Matriz e eles estavam tão confusos mas a comida era boa nada demais e nas outras refeições fui tentando os simplinhos e comi bem!
Adorei fazer a trilha pela Serra São José, essa que atravessa, que o Fabio NG falou, queria fazer sem guia, mas fui convencida e acho que foi melhor mesmo, não era tão fácil de achar certas trilhas não. Foi aquela trilha de curtição mesmo, andamos 10km e parecia que tinha andado 2...alem de conhecer muita gente legal.
Não andei de trem (trauma e dica da Carla2, que eu confio!), mas fiz um passeio indo para São João, Coronel Xavier Chaves, Prados e Bichinho indo pela Estrada Real (lembrei muito da Camila), com direito a parada para conhecer uma fazenda de cana com cachaçaria, muito legal.
Bom, acho que já escrevi muito!Feedback é sempre bom, né?
As dicas desse post (acabei de reler) estão ótimas! Boa fonte para quem vai.

Sílvia Soares

CarlaZ e demais tripulantes, tb voltei de Tiradentes ontem. Além do que todo mundo já recomendou, sugiro o passeio noturno de jardineira, um veículo de 1935, com o Luiz Fernando. Se vc não se importa de sacolejar um bocado e virar atração por onde passa, é muito interessante, pq ele é um excelente contador de casos.Tem que agendar com antecedência. Tel. 9948-2370.

Miriam G
Miriam GPermalinkResponder

Vou pelo menos uma vez por ano a Tiradentes, tem a Pousada Mãe d´Água , fica em frente ao Largo das Forras (Centro histórico) café da manhã muito gostoso, quarto simpático e tem um preço bom , pedir apto de frente para a piscina. Tem estacionamento na loja que pertence ao mesmo dono. Restaurantes o Tragaluz, Divino Ofício- são preços mais salgados , porém o clima é muito gostoso e a comida bem boa. Se for a Bichinho procure o Restaurante da Angela, um self service aonde se entra na cozinha, ela faz um ovinho frito na hora, só as moscas são meio chatas, a goiabada mole de sobremesa é ótima, e se pode comprar logo em frente.

http://www.pousadamaedagua.com.br/novo/index2.php

Miriam G
Miriam GPermalinkResponder

gostaria de dicas para viajar em agosto para Escandinavia, o que é imperdível ?
obrigada

Ricardo Freire

Nunca fui, Miriam, mas quando for eu não vou deixar de fazer o circuito "Norway in a nutshell", que combina um minicruzeiro pelos fiordes com uma viagem panorâmica de trem.

Este é o site oficial: http://www.norwaynutshell.com/default.asp?adwords=pnutshell

E este é o relato do nosso Breno B.: http://brenob.wordpress.com/2007/07/20/oslo-myrdal-flam-gudvagen-voss-bergen/

Outros posts do Breno pela Escandinávia:
Copenhague - http://brenob.wordpress.com/2007/07/15/copenhague/
Gotemburgo - http://brenob.wordpress.com/2007/07/17/gotemburgo/
Oslo - http://brenob.wordpress.com/2007/07/18/oslo/
Bergen - http://brenob.wordpress.com/2007/07/22/bergen
Estocolmo - http://brenob.wordpress.com/2007/07/25/estocolmo-uppsala/

Leia também o relato do Jorge Bernardes no Giramundo em Estocolmo:
http://giramundo.wordpress.com/category/viagens/europa/suecia/

A Rachel Verano do ViajeAqui mostra como não ir à falência em Estocolmo:
http://viajeaqui.abril.ig.com.br/blog/65619_comentarios.shtml?5881928

O site oficial da Escandinávia dá dicas do que fazer sob o sol da meia-noite:
http://visitscandinavia.com.au/Media/MediaReleases/7.aspx

E o About.com diz tudo o que acontece na Escandinávia em agosto:
http://visitscandinavia.com.au/Media/MediaReleases/7.aspx

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar