Cias. low-cost na Europa: modo de usar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

boardingpass-vueling

O aparecimento das companhias aéreas de baixo custo revolucionou a aviação na Europa. Nomes como a irlandesa Ryanair e a britânica easyJet são, hoje, megacompanhias pan-européias, que operam inúmeras rotas fora de seus países de origem. Já a espanhola Vueling foi incorporada pela Iberia (com a qual mantém um compartilhamento de vôos), enquanto a Air Berlin é a primeira low-cost a virar membro de aliança (a oneworld).

O esquema funciona à perfeição para quem mora na Europa e faz viagens curtas. No entanto, para quem sai do Brasil com um itinerário picadinho, as low-cost nem sempre são a melhor solução.

Antes de fechar a passagem mais barata que conseguir e sair comprando vôos low-cost a torto e a direito, faça seu dever de casa:

PESQUISE OS PREÇOS
As pechinchas inacreditáveis de € 10 ou € 20 ainda existem, mas normalmente estão ao alcance de quem recebe os alertas de ofertas por email (é preciso cadastrar-se nos sites) e pode marcar viagens na base do impulso. Pela minha experiência, é difícil voar por menos de € 70 (US$ 100). Pesquise as datas exatas em três sites: o Skyscanner.net (metabuscador que traz todas as low-cost) e o Kayak.com (para descobrir se há companhias convencionais oferecendo tarifas promocionais na mesma rota).

CONFIRA O AEROPORTO
Algumas low-cost – sobretudo a Ryanair – usam longínquos aeroportos secundários, aonde se chega apenas por ônibus especiais que nem sempre se encaixam direitinho com o seu horário de check-in. Informe-se sobre a distância e o transporte (todos os sites têm uma seção sobre como chegar) e veja se a economia compensa o acréscimo de tempo.

PEGUE LEVE
Todas as low-cost cobrarão pelo despacho de bagagem, terão limites para bagagem de mão e cobrarão uma fortuna por quilo de excesso. Antes de comprar a passagem, confira no site as regras correntes (mudam o tempo todo, não vale a pena a gente transcrever aqui não, porque desatualiza sempre).

CONEXÃO, NÃO!
Nunca programe um vôo low-cost como conexão para seu vôo de chegada à Europa ou de volta ao Brasil. Como não há vínculos entre as duas companhias, se um vôo atrasar, você perde a passagem do vôo seguinte. Use um agente de viagem para montar a passagem intercontinental chegando à Europa por uma cidade e voltando ao Brasil por outra. (Ou então programe um pernoite na ida e outro na volta, para não dar chabu.)

RENTABILIZE SUA PASSAGEM
As passagens intercontinentais costumam conter “gorduras” que podem viabilizar trechos intra-europeus por tarifas semelhantes às das low-cost – usando aeroportos principais, mantendo o seu limite de bagagem e com alguma assistência em caso de atraso. Examinando seu roteiro, um agente de viagem pode achar uma classe tarifária que permita desdobrar sua passagem em mais vôos. Peça um orçamento e compare com o que você pesquisar nas low-costs. Você pode ter uma boa surpresa.

ENTENDA BEM
Não estou querendo dizer que as low-costs não valham a pena -- muitas vezes, talvez até na maioria dos casos (sobretudo para quem estiver cadastrado nos sites ou resolver sua viagem com antecedência) a conta deve ficar menor. O meu pitaco é para que você não feche a passagem intercontinental antes de orçar quanto ficaria incluindo os trechos internos. Não esqueça de converter os preços das low-cost para dólar, que é a moeda das passagens intercontinentais. E finalmente, ao comparar os dois preços, procure levar em conta não só o número frio, mas também o custo x benefício (principalmente se os trechos intra-europeus incluírem cias. com limite de bagagem de 15 kg).

352 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Sarinha
SarinhaPermalinkResponder

Fiz mochilão em 2009 pela Europa. Foram 17 dias para ir a Madrid, Paris e dar uma volta na Itália (Roma, Florência, Pisa, Milão/Monza, Verona, Bolonha, Veneza0. Usei vários meios de transporte e descobri algumas coisas:
-Low-cost é bom negócio para quem é bem organizado. Vários amigos perderam voos pq se atrasaram e tiveram que pagar bem caro por outra passagem comprada na hora.
-Fiz toda a viagem com uma mochila que pesava no máximo 10Kg (limita da bagagem de mão da Ryanair), isso no inverno (jan-fev)! O segredo é vestir os casacos pesados no embarque e desapegar da vaidade na hora de fazer as malas. Tb dá pra ver um hotel com lavanderia e tirar uma noite para lavar e secar suas roupas.
-Além da taxa para despachar bagagem, tem uma taxa de 5 Euros para quem tem passaporte não-europeu. Vc deve pagar logo na hora de comprar a passagem (no site tem a opção). Se deixar pra pagar na hora, corre risco de se enrolar em filas no aeroporto.

macia
maciaPermalinkResponder

A Vueling Airlines COBRA POR CADA MALA DESPACHADA, não tem direito a levar uma bagagem sem pagar?
Nosso voo é de ROMA para MADRI com conexão em BARCELONA

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Macia! As regras mudam a todo momento e variam de tarifa para tarifa, mas ao optar por uma low-cost, saiba que vão tentar cobrar por tudo o que puderem e o que não puderem. Veja as regras da sua tarifa no seu recibo. Faça tudo online, com antecedência; no aeroporto é mais caro.

Anderson e Mariana

Amigos, estou procurando um vôo no dia 05/01/14 de Veneza para Paris e pelas ditas "low cost", cada passagem está saindo por R$ 600 por um vôo de 1h50m ! Estou em pânico! Uma fortuna, não? Podem me dar um help ? Tentei Skyscanner, Vueling, Kayak... todas giram em torno deste valor... Grande abraço a todos e Obrigado!

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Pelo Hipmunk.com encontrei um voo à noite da Easyjet por $117, há outro mais cedo por $176

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Philipp! Parece que o Hipmunk não traz as taxas no primeiro preço. O vôo de 117 dólares no Hipmunk virou 190 dólares já na primeira tela do site da easyJet, e com uma mala despachada, sem marcação de assentos, bateu em 218 dólares!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anderson e Mariana! Low-costs só são baratas quando compradas com bastante antecedência.

Na próxima viagem à Europa, procurem incluir os trechos intra-europeus na passagem internacional:
http://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

Anderson Chauvet

É isso mesmo, há uma diferença enorme entre o preço inicial e o final. Quanto à antecedência, os preços estão altos desde outubro. Quando comecei a ver este trecho. A variação foi de 50 euros desde então. Até pensei em fazer o trecho partindo de Treviso e chegando por Beauvais, mas seguindo os sábios conselhos de vocês, acrescentaria mais de três horas no trajeto total, fora o deslocamento. Pensei também no trem mas só há trem noturno e eu perderia uma diária do hotel em Paris. Obrigado Philipp . A Bóia, finalizando, alguma dica "mágica" ou terei que gastar esta fortuna mesmo ? Ir de trem ou carro para uma cidade vizinha maior e, de lá, pegar um vôo para Paris ? Grande e forte abraço a todos daqui... Vocês são o máximo ! Obrigado.

Ludyni Sampaio

Anderson!

Tb estou passando por isso..vou à Europa em Setembro e entrarei e sairei por madrid!

Estava olhando as low cost e por tantos empecilhos, não acha que anda compensando tanto!
Fiz cotação pela air france e airitalia e está saindo o mesmo preço ou ate mais barato!

Cota no decolar.com com multiplos destinos e depois vá até o site da cia aerea.

Eu estou comprando os seguintes trechos:

MADRI-ROMA
ROMA-PARIS
PARIS-MADRI

PARA 2 pessoas está ficando na faixa de 1900! Isso dá mais ou menos 950 reais por pessoa os tres trechos e com aquelas regalias de malas de grandes CIAS..

Estou ainda decidindo aqui!

Rodolfo Vidal
Rodolfo VidalPermalinkResponder

boa Noite Ludyni,

Acredito que aproveitamos a mesma promoção. Viajarei pela TAM no final de set/14 para Madrid voltando no final de Out/14. Eu e minha esposa estamos procurando a mesma coisa. Achamos alguns preços interessantes nas los costas com voos diretos.
Podemos trocar figurinhas?
É nossa primeira viagem e toda a ajuda é bem-vinda.

Meu email é rodolfo.vidal@pobox.com

Abraco

Pazini
PaziniPermalinkResponder

Estou pensando em uma viagem para a Europa e conhecer pelo menos 03 países , alguém tem uma sugestão de como faze-la se tornar o mas barato possível ? quero que um dos países seja necessariamente a franca (Paris ), por favor se puder incluam dicas de como comprar as passagens aéreas mais em conta

Bela
BelaPermalinkResponder

Olá ! Em outubro, farei minha 1° viagem à Europa. 35 dias, passando por Portugal, Madri, Barcelona, França ( com bate-e-volta a Bruxelas ), Atenas, Mykonos e Santorini. A base será Portugal, na ida e na volta, na casa de uma amiga. Lisboa-Madri e Madri-Barcelona será de trem. Minha dúvida : Barcelona-França é melhor por via aérea ?? Ou dá pra fazer de trem ?? Como fica mais barato ?? França-Atenas ; Atenas-Lisboa será via aérea. Alguma dica de mês para comprar a passagem com um precinho mais amigo ?? ( Recife-Lisboa-Recife ) Aguardo resposta e agradeço desde já ! smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bela! Não tem como a sua viagem não ficar cara: é muito deslocamento.

Há agora um trem rápido de Barcelona a Paris. Da França a Atenas não há outro meio possível senão o avião -- a não ser que você queira perder 48 horas da da sua viagem em trânsito.

Só existe trem noturno entre Lisboa e Madri; é melhor ir de avião.

Note que em outubro já deverá estar friozinho e chuvoso nas ilhas gregas.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2013/12/novo-tgv-barcelona-paris-provence/

Rai
RaiPermalinkResponder

Ola, Bela!
Ja fez o roteiro inteiro?
Farei uma viagem parecida, em setembro/14 e queria umas ideias sobre a ordem das cidades a serem visitadas. Ficarei 27 dias. E minha base será Barcelona.

Sergio Zampieri

Quero entender melhor o que é despacho de bagagens.
No caso Ryanair é aquela taxa que você paga por bagagem de porão, no caso 25 euros por uma mala de 20 quilos. Pergunto se exceder um quilo paga-se quanto?
A Air Lingus é considera tb uma low-cost? Planejo viagem de Dublin a Amesterdam e verifiquei que somente tenho direito a bagagem de porão, além da de mão, pagando uma tarifa superior, no caso a plus.
Finalmente a Air Lingus considera bagagem de mão o limite de 7Kg, para voos regionais. Afinal o que é um trecho regional?
Grato,
Sergio

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sergio! O site da Ryanair informa que são 10 euros por quilo extra: http://www.ryanair.com/en/terms-and-conditions#regulations-cabinbaggage

Os vôos da Aer Lingus considerados regionais são os vôos operados pela Aer Arann entre os aeroportos de Dublin, Cork e Shannon, o que não deve ser o seu caso.

Leonardo Casagrande

Olá à todos
Faremos um tour pela Europa em Setembro/Outubro desse ano e estou com um dúvida sobre transfers. Vou de Paris para Alghero, na Ilha da Sardenha via Low Cost. Porém o voo sai do Aeroporto de Beuvais, que fica bem longe de onde estaremos hospedados. Sei que existe um transfer (perto do Arco do Triunfo), que faz esse trajeto (de fato existe mesmo uma "rodoviária" por ali. Alguém poderia confirmar se esse serviço existe mesmo? Quanto custaria? Precisaria apresentar comprovante de viajem para poder embarcar no ônibus?

Grato
Leonardo

LUANA
LUANAPermalinkResponder

Olá,
estou indo para Portugal fazer o Caminho de Santiago e após a chegada irei para Madri, Valência e Barcelona, como decide de ultima hora não comprei os traslados internos entre Santiago - madri - Valencia - Barcelona. é melhor comprar a chegar em casa cidade ou em Lisboa comprasse todos?
muito obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luana! De última hora sempre é mais caro. Compre o quanto antes.

Suzi
SuziPermalinkResponder

Por favor poderia me informar se a eDreams é uma empresa garantida para escolher voos pela Europa, por exemplo de Roma a Lisboa ou Madri?
Agradeço a atenção

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Suzi! Veja como pesquisar a reputação de serviços na internet: http://www.viajenaviagem.com/2012/08/5-passos-viagens-sem-roubadas/

Cibele Augusta de Oliveira

Olá!!! Quero comprar uma passagem low cost a três dias pra agosto de Londres a Dublin-só ida- mas não consigo finalizar a compra. Sempre aparece algum erro como telefone, etc, coisas que não estão erradas. Meu cartão é internacional(Visa Platinum).O que pode estar ocorrendo? Alguém já relatou essa dificuldade?
Obrigada por me ajudar
Cibele.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibele! O que recomendamos, em geral, é testar a compra com outro cartão de crédito ou com outro navegador.

Natalia Azevedo

Olá! Acho que só terá brasileiro na Europa em setembro!!rs
Também irei viajar, com o meu pai e uma amiga. Mas é o seguinte.. a cada dia que leio sobre, mais fico confusa de como me locomover entre os países.Minha viagem é um presente que o meu pai deu ... então apesar de ser meio contra de ficar pulando de lugar em lugar, é o que ele quer ... então não há muito o que fazer.
Minhas maiores dúvidas são: Berlim - Amsterdã, Amsterdã - Londres, Londres- Paris, Paris - Porto.
O que fazer!? Já li e reli todo o seu blog e não consigo saber o que tenho que fazer!
Obrigada desde ja!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natalia! De Berlim a Amsterdã, de avião; de Amsterdã a Londres, de avião ou trem; de Londres a Paris, de trem; de Paris ao Porto, avião. Entenda os porquês aqui: http://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro/

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Eu vou em Outubro para madrid e depois Barcelona, onde farei um cruzeiro. Fiquei com medo de fechar os low cost por causa de uma mala maior que eu vou levar. De carro eu ja desisti, o valor de tres diarias fica U$ 280,00. Saindo do cruzeiro queria ir a Carcassonne. Qual o melhor modo de chegar até lá? Trem? Tem voos low cost? Estou enlouquecendo de tanto procurar o que é melhor na net...rs Aceito sugestoes..rs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! De Madri a Barcelona, o melhor é ir de trem.

De Barcelona para Carcassonne você também iria de trem, em uma viagem com baldeação em Narbonne. A melhor idéia é diminuir o tamanho da mala. Use uma mala M, que tem até 65 cm de pé. Uma mala maior do que isso é um trambolho no trem.

Ana Fiorani
Ana FioraniPermalinkResponder

Já usei low costs várias vezes para rodar pela Europa e devo dizer que para quem gosta de viajar "leve" elas são uma excelente opção. Realmente notei que do ano passado para cá houve um aumento significativo dos valores, quase valendo a pena comprar os vôos internos com as grandes companhias, mas mesmo assim peguei excelentes ofertas como Londres/Amsterdã a 27 libras, Amsterdã/Milão a 41 libras e até Veneza/Londres a 39 libras pela Easyjet. E olha que comprei bem em cima da hora. Os preços ficam oscilando em determinados horários e tem que ficar atento para fazer a compra.
No mais, tive que comprar uma franquia de bagagem num vôo agora em agosto e paguei 18 libras por volume (sem limite de peso). Atentem que a Easyjet, por exemplo, só garante sua bagagem de cabine se ela tiver as medidas especificadas no site. Caso sua mala seja um pouquinho maior e você deixar para embarcar perto do horário do vôo corre o risco de sua mala ter que ser despachada (sem custo) como bagagem de porão.

Karlas
KarlasPermalinkResponder

Ola!
Gostaria de uma ajuda, estou indo pela primeira vez a Europa em Abril ou Maio, gostaria de saber se é uma boa época, e se fica mais caro nesta época.Outra ajuda é no meu roteiro, Paris, Bruxelas,Bruges,Amsterdam,Londres e Berlim, gostaria de saber qual melhor meio de transporte , aonde ficar em Hostel em Paris e como que faço para economizar porque quero entrar em um país e voltar por outro, um exemplo: entrar por Paris ,voltar ao Brasil pela Alemanha estou fazendo pesquisa e fica bem mais caro fazendo desta forma , vou sozinha, tenho muitas dúvidas, se dentro da Europa vou de trem de avião, de um país para outro por favor me dê uma luz. Obrigado! Karlas

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karlas! Abril e maio são ótimos meses para ir à Europa. Fica realmente mais caro chegar por Paris e voltar por Berlim, mas essa é a melhor estratégia a tomar: http://www.viajenaviagem.com/2013/10/dicas-comprar-passagens-areas-nacionais-internacionais

Veja tudo para montar a sua viagem à Europa aqui: http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/

Sidnei
SidneiPermalinkResponder

Olá Karlas, tambem estou indo com minha esposa em Maio e abril para Europa, nosso roteiro é Italia, França e Espanha....
Talves possamos trocar idéias. Sydneyy@ibest.com.br

Joel Oliveira
Joel OliveiraPermalinkResponder

Olá, estou morando em Frankfurt e minha família vem em Dezembro pra cá, já compraram as passagens de ida e volta, com volta a partir de Frankfurt também. Pensei entao em quando eles chegarem, irmos pra Espanha (3 dias), depois Franca (4 dias), Inglaterra (4 dias), Bélgica (1 dia), Amsterdam (2 dias) e Alemanha, onde eles explorariam por aqui até a data de volta, e eu voltaria pras aulas. Você acha que o numero de dias em cada país está bom ou devo tirar de algum outro pra compensar melhor? Ou trocar a ordem de ida pra cada país.

Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joel! Não pense em países, mas em cidades. Veja dicas para o seu roteiro aqui: http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Sonia Bonacin
Sonia BonacinPermalinkResponder

Em maio de 2015 irei de Treviso p Prag, depois volto de Praga p Milão para retornar ao Brasil com passagem já comprada. Tentei a Wizzi Air mas hj o site saiu do ar. Qual é a melhor alternativa? sair de Treviso ou de Veneza. obg

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sonia! A Wizzair voa de Treviso a Praga: http://wizzair.com/en-GB/Search

Várias cias. fazem Praga-Milão. Durma em Milão na véspera de seu vôo de volta para não ter stress de conexão entre vôos desvinculados.