Inhotim, o melhor passeio que você ainda não fez

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A galeria de Matthew Barney, por fora

Texto de setembro de 2010. Preços atualizados em outubro de 2014. Para o guia mais atual de Inhotim, clique aqui.

O que há de novo para dizer sobre Inhotim que ninguém tenha dito antes? Ainda estou para ler algum relato sóbrio -- que dirá decepcionado. A reação parece ser uma só: visitou, deslumbrou. Todo mundo vai com expectativas altíssimas criadas por visitantes anteriores, e ainda assim consegue sair maravilhado.

Matthew Barney em Inhotim

Talvez isso aconteça porque Inhotim não se entrega totalmente por imagens. A visita a Inhotim é indescritível, na acepção mais literal da palavra. Você pode até achar que já viu isso antes -- um jardim de esculturas, um museu dentro de um parque -- mas a dimensão do lugar, e a relação das obras com o espaço, fazem da visita a Inhotim uma experiência singular.

Diango Hernández em Inhotim

E quem está falando (presente!) não é um rato de museu, não. Tenho pouca paciência com o gênero. 90 minutos, duas horas no máximo é o que agüento antes de virar abóbora. Até a cara de conteúdo eu costumo perder no meio do caminho. Em museus grandes e sobretudo em bienais acabo sofrendo uma overdose conceitual. Entro em coma artístico.

Adriana Varejão no Inhotim

Adriana Varejão no Inhotim

Mas não, isso não aconteceu comigo em Inhotim.

Eu não entendo xongas de arte, mas pelo jeito que fui tocado por tudo o que vi, me arrisco a palpitar que a curadoria busca obras que causem impacto também no público leigo. Nada passa batido. Pelo menos algum dos seus sentidos vai entender por que aquilo foi posto lá para você contemplar (às vezes, interagir).

Cildo Meirelles no Inhotim

Outro fator que certamente contribui para você não sofrer uma indigestão cerebral -- e aqui tenho certeza de não estar falando besteira -- é a existência de um respiro na sua visita entre uma obra e outra. No caminho entre uma galeria e a próxima você descansa a vista e a cabeça admirando o paisagismo (e o mato!) de Inhotim. Dá tempo de refletir, digerir e ficar com vontade de entrar na próxima.

Inhotim

Depois da terceira galeria, me senti num parque temático de arte contemporânea. Um Universal Studios Islands of Adventure cabeça -- em que as atrações não são brinquedos, mas galerias de artistas. (Até brinquei: põe uma montanha russa, e dá pra inaugurar uma filial na Flórida!)

Galeria de Miguel Rio Branco no Inhotim

Miguel Rio Branco no Inhotim

Miguel Rio Branco no Inhotim

Mais uma semelhança: já está difícil visitar o museu inteiro num dia só. Novas galerias ocupam espaços mais distantes da entrada. A terceira onda do Inhotim são as instalações site-specific: o artista selecionado escolhe um local determinado (a specific site...) e cria não apenas a obra para aquele lugar, como interefere na concepção do edifício que vai abrigar a obra. Me belisca: tamo mesmo no Brasil?

Galeria de Doug Aitken no Inhotim

Não vou destacar obras, porque sei que não vi algumas das mais bacanas. (Minha visita foi feita na carona de uma press trip para mostrar as novidades 2010 a jornalistas de arte e cultura, então não deu tempo de conferir muitas das obras emblemáticas do Inhotim.) Acho mais importante dizer que, se você puder, estenda a sua visita em mais um dia. Ou fique com mais uma desculpa para voltar o mais breve possível a Belo Horizonte.

Jarbas Lopes no Inhotim

Jarbas Lopes no Inhotim

Jarbas Lopes no Inhotim

Jarbas Lopes no Inhotim

Horário e ingresso

O Inhotim abre de terça a sexta das 9h30 às 16h30 e sábado, domingo e feriados das 9h30 às 17h30. O ingresso custa R$ 20. Aceita-se cartões de crédito. Dá para comprar online (clique aqui).

Jardineiras elétricas levam às obras mais distantes. Pessoas com dificuldade de locomoção podem usar o serviço gratuitamente (com direito a um acompanhante). Os demais precisam comprar o serviço à parte; custa R$ 20 e você ganha a pulseirinha que libera o uso das jardineiras.

Nick e Patricia de Camargo

(Olha o Nick e a Patricia de Camargo aê!)

Como chegar

Veja todas as possibilidades, atualizadas, aqui.

Restaurantes

Há um bistrozinho (o Bar do Ganso), um bom restaurnate de buffet e duas lanchonetes. Um bandejão está nos planos.

Inhotim

Minha dica

O melhor jeito de visitar Inhotim é ir durante a semana, pernoitando numa pousada da região. Assim você percorre o espaço com calma e menos público. A melhor pousada da região parece ser a Estalagem do Mirante. De lá você pode ainda passar um dia em Ouro Preto ou ir direto para Belo Horizonte curtir os prazeres da capital.

Leia também:

Inhotim no Matraqueando, por Silvia Oliveira

Inhotim no Turomaquia, por Patricia de Camargo

Inhotim no Pergaminho eletrônico, por Meilin Guia]

Inhotim na revista T do New York Times

160 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Oscar
OscarPermalink

Desde que li a serie do Inhotim no Matraqueando o lugar esta na lista de lugares para visitar no Brasil.. Mais do que as obras de artes eu quero ver o paisagismo do local.. razz

Btw.. Adorei a segunda foto...

Não tinha lugar melhor no mundo para se estar do que BH durante esta ConVnVção Mineira.. Mas a de NY tá chegando!!!
Abraço

Letícia
LetíciaPermalink

Riq, Inhotim é realmente um deslumbre e é o tipo de passeio que podemos repetir mil vezes que ele não vai se esgotar!!! Concordo com vc que um dia é pouco!! E pessoal, a dica da Estalagem do Mirante é excelente!! Ainda não fiquei hospedada lá, mas já visitei a pousada e o lugar é delicioso!!!

Georgia
GeorgiaPermalink

Lugar incrível mesmo... o passeio todo é delicioso. O restaurante tb é adorável. Lindo post!

Ila Fox
Ila FoxPermalink

Fui duas vezes para Inhotim, e nas duas fiquei deslumbrada! como o lugar é grande, fica sempre aquele gostinho de quero mais!

Apesar de eu ser formada em Artes Plasticas, confesso que fico meio saturada com tanta arte, sofrendo o que vc chamou de "coma artístico", hahaha adorei!

Não sei se vc visitou a obra do Chris Burden (um monte de barras de ferro fincadas no concreto). A obra em si não tem nada de mais, mas o bacana é ver o vídeo do processo de montagem, muito louco! - http://www.youtube.com/watch?v=eZd1SdOrnc8

Meilin
MeilinPermalink

Esse coma artístico do Riq não é exclusividade, é uma síndrome bem comum até, vejam só:
http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Stendhal

Ila Fox
Ila FoxPermalink

Hahaha, mas não sinto todos aqueles sintomas não: "aceleração do ritmo cardíaco, vertigens, falta de ar e mesmo alucinações". A minha sensação está mais para saturação artística mesmo, depois de um tempo até as obras de artes mais lindas e esplendorosas não tem mais impacto. wink

Flora
FloraPermalink

Ila,
Eu já tinha gostado da obra (acho que é porque sou engenheira civil), mas este vídeo da montagem está demais. Obrigada pela dica.
Bjs

Marcel Alcantara
Marcel AlcantaraPermalink

Eu adorei! Levei dois dias para percorrer todo o circuito. Voltei deslumbrado e recomendando para todo mundo. Já estou planejando uma nova visita.

Natalie
NataliePermalink

Eu sou fã de carteirinha do Inhotim, tanto do projeto quanto do museu. Não tem como não se deslumbrar e se encantar com tudo o que se vê e se sente ao visitar esse espaço.

Sem dúvida, é um dos melhores museus que eu já visitei no mundo todo. Sempre indico para os meus amigos, embora nem a minha mãe bote muita fé na minha dica.

Pretendo voltar ao Inhotim na minha próxima viagem a BH smile

helo
heloPermalink

Ai, ai, ai, que vergonha, ainda não conheço o Inhotim!!!! Mas estou louca de vontade de ir, ainda mais depois de ler o post do Riq e os comentários dos trips. Eu e o meu marido tinhamos pensando em nos hospedar na Estalagem do Mirante ou na Pousada Vista da Serra em Casa Branca num fim de semana e visitar Inhotim, mas fomos adiando... a proposito, o site www.portaldebrumadinho.com.br/hospedagens.asp, elenca opções de hospedagens.

Marcie
MarciePermalink

Uma grande lacuna nos meus conhecimentos. Que pretendo sanar o mais rápido possível.
Excelente relato, excelentes fotos. Beleza de lugar.

Laura Prospero
Laura ProsperoPermalink

Ótimo post e me deu mais vontade ainda de conhecer este lugar. Todas as pessoas que conheço que já foram voltam encantadas.
Inhotim está na minha lista faz tempo, quero planejar uma visita na minha próxima viagem ao Brasil.

Sylvia
SylviaPermalink

Presente !
Mais uma fâ que carrega bandeiras , faz alarde e convida todo mundo !
Não foi a Inhotim ? Vá logo !!

Roberta Martins
Roberta MartinsPermalink

Passei o último feriado lá e adorei, pretendo voltar várias vezes para ver as novidades e o mesmo com outros olhos. Tem lugares nas fotos acima que não vi. Enfim, ótima experiência e ótimo post!

Muita gente nunca ouviu falar do lugar, mesmo mineiros. Já andei divulgando.

Claudia Beatriz
Claudia BeatrizPermalink

Quando li no Matraqueando já tinha achado surpreendente... nem parece mesmo no Brasil, o que é nesse caso, um elogio.
Tem que colocar no mapa do turismo e publicado aqui já é meio caminho!
Amei as fotos!

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Lindo mesmo! Definitivamente, preciso mucho conhecer.

Cristina
CristinaPermalink

Riq,
que vontade de voltar a BH para poder conhecer Inhotim! Eu adoro museu, fiquei 6hs no Louvre, 5hs no Vaticano, mas confesso que para galerias de Arte, em 2hs me desintegro rsrs Acho que aí vou querer passar 1 dia wink

Giorgia
GiorgiaPermalink

Que texto ótimo, Ricardo! (só pra variar, só pra variar... essa de coma artístico foi sensacional). Falou tudo! Parabéns pela descrição!

Fui com a Ila Fox e amei! Grande passeio! Vale cada segundo. Delícia das delícias. Não vi nada parecido por esse mundão de Deus...

As meninas de Minas (leitoras do meu bloguinho) me apresentaram a um dos arquitetos de Inhotim - até saímos com ele para a baladinha - foi a glória!

Alexandre Magrineli dos Reis

Bom, sou fã de Inhotim... muito.

E como sempre existe a hipótese de melhorar o que já é ótimo, uma dica para aproveitar mais ainda esta preciosidade é o projeto "Inhotim em cena" que desde julho até dezembro apresenta nove finais de semana de shows com artistas mineiros. A idéia segundo o Instituto é oferecer aos visitantes do Inhotim a oportunidade de ter contato com outras formas de expressar a arte e valorizar os artistas nascidos nas minas Gerais.

Para quem tem viagem programada a Belo Horizonte (ou está caçando um motivo para a viagem), ou é daqui mesmo, segue abaixo a programação:

-25/09/2010 - Quinteto de Sopros da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Local: Teatro do Inhotim, às 15h

02/10/2010 - Quinteto de Metais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Local: Teatro do Inhotim, às 15h

04/12/2010 - Quinteto de Cordas com Piano da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Local: Teatro do Inhotim, às 15h

Além disso é bom ficar de olho no site de Inhotim, porque sempre pinta alguma programação especial, principalmente nos feriados prolongados.

Terminando, tive o prazer de ser convidado pela organização para o lançamento amanhã das novas instalações. Vou ver com a organização o que posso fotografar (ou não) e depois coloco em um álbum para vcs...

No mais Riq, novamente muito obrigado pela visita!BH agradece!

Camila
CamilaPermalink

Estive no Inhotim há quase dois anos. Acho que vi a indicação sobre ele no Guia 4 Rodas. Eu achava super estranho contar para as pessoas e ninguém conhecer! Os comentários no blog mostravam que aquele lugar devia ser frequentado apenas por mineiros, e olha lá. Um paraíso como aquele e desconhecido??? Ainda hoje acho que pouca gente o conhece, mas depois de pessoas de peso como o Riq, a Sílvia e Patrícia terem divulgado, vai ser difícil caber tanta gente. wink

Mariana "de Toledo" (@merel)

O que faltava para me convencer que não dá para perder smile Domingo eu digo as minhas impressões!

Bruno Resende Rabello
Bruno Resende RabelloPermalink

Inhotim é um daqueles lugares que vc vai com a maior das expectativas e... elas são superadas!
Orgulho de ser mineiro!

Paula*
Paula*Permalink

Eu quero ir tb!!! smile
Que lugar lindo!
Puxa, essa conVNVenção em Beagá deve ter sido tudo! Gente interessante, como sempre, passeios como esse... não tem como errar! ADOREI! wink

gabebritto
gabebrittoPermalink

Irei lá em novembro! \o/

Guilherme
GuilhermePermalink

Já tinha lido e ouvido falar do Inhotim, mas o impacto da visita é indescritível.
Como não consegui visitar tudo de primeira, uma segunda visita é mais do que necessária, ainda mais com as novas obras. Aliás, desculpas pra voltar à querida BH não faltam... wink

Ah, o buffet é ótimo. Fazer reserva é interessante se a visita for em um fim de semana.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalink

tá na lista!

Claudia Matoso
Claudia MatosoPermalink

Inhotim é realmente fantástico! Lembro do impacto da primeira vez, da surpresa de encontrar aquele lugar no meio de uma vizinhança tão pobre e sem graça. Um verdadeiro oásis.
Como sugestão, para quem só puder ir no fim de semana, vá no sábado. Programe-se para chegar cedo, com o lugar abrindo. Se for almoçar, informe-se se eles reservam mesa e faça isso quando passar perto do restaurante. Use calçado confortável (imprescíndivel se não fizer uso da jardineira). Se quiser entrar na galeria da foto 6 (piso de caco de vidro), não use chinelo ou sandália aberta. Adoro essa galeria!
Agora preciso voltar urgente, pra conhecer as novidades!
Ah, já ía esquecendo. A lojinha também é ótima!!! wink

Claudia Matoso
Claudia MatosoPermalink

Ah... e outra coisa. Como dito pela Camila, sobre as pessoas não conhecerem. Ainda tem muita gente de BH que não conhece, que nunca ouviu falar. E outro tanto que já ouviu falar, mas nunca foi.

Helo
HeloPermalink

OI Claudia, com vergonha, admito que eu me encaixo no segundo grupo. A propósito, foi muito prazeroso ter te conhecido na conVnVenção da sexta. Pena que não deu para vc ir no sábado.

Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com

Não conhecia Inhotim, mas me identifiquei total com sua descriçao de virar abobora depois de 2 hs em museu. Morri de rir smile smile smile

Carmen
CarmenPermalink

Certamente, Inhotim é o melhor passeio que eu posso fazer!!!

Pat Véras
Pat VérasPermalink

Nossa, me junto a esse coro pois sou fã de carteirinha!! E queria destacar um ponto muito positivo, na minha opinião: a organização, a infra para os visitantes tem mesmo nível internacional. Vc fica mesmo com essa sensação de "nossa, estou mesmo no Brasil?". E o Inhotim explora um formato ainda pouco desenvolvido no Brasil, ou com poucos casos de sucesso, as iniciativas público-privadas (não é estatal nem privado, é do chamado terceiro setor). Mais um ponto pra essa iniciativa.
Uma dica pra quem tem filhotes pequeninos como eu: dá pra ir com criança e elas amam de paixão. Mesmo não tendo brinquedos, tem obras interativas, tem muito espaço gramado, jardins, etc. Chegando cedo, é possível inclusive pegar gratuitamente (pelo menos quando fui) carrinhos de lá mesmo (mais uma vez surpreendem, são carrinhos grandes, de uma marca excelente, daquele tipo off-road smile pra vc rodar pelos desníveis do parque mais facilmente). Para a alimentação dos pequenos, uma dica é que o restaurante principal pode ser a la carte, mas tb tem buffet e até 3 anos é cortesia, eles comem com a gente e tem o que eles comerem (não são só comidas muito diferentes, tem o básico tb).
Mineira que sou, só posso tirar o chápeu para essa atração!!! E convidar todos que ainda não conhecem!!! É MUITO LEGAL MESMO!!!!
[]´s

Ernesto, o pato
Ernesto, o patoPermalink

O inhoitm é um dos passeios ***** do Brasil, e mesmo a nivel mundial um dos jardins - muesus mais bonitos que conheço... Para comparar so ode Vancouver Island, e Versalhes, que são bem diferentes.

Só falta um transporte melhor para quem não tem carro. O museu deveria providenciar vans, de preferencia que pegassem os visitantes em Hoteis, ou em lugares marcados.

Eckton Oliveira
Eckton OliveiraPermalink

Prezado Ernesto, informamos que à BH TURISMO disponabiliza um transporte de alto padrão de conforto e segurança para a visita ao Museu Inhotim em Vans Executivas, Micro Ônibus ou Carro Executivo, nosso transporte de ida e volta é cobrado R$60,00(sessenta reais) por pessoa e pegamos e deixamos as pessoas nos hotéis de Belo Horizonte com hora marcada(esse transporte só é realizado com mínimo de cinco pessoas. Contatos: (31)3321-8882-9959-5859(plantão 24,0hs).

Gustavo - Viajar e Pensar

Com certeza um lugar do Brasil, que devemos vender aos Turistas Estrangiros de Qualidade, chega de Bunda, Praia e Piranha (nos dois sentidos).
Vamos torcer pra que novos Inhotim virem realidades pelo Brasil, realmente o conceito e as imagens são barbaros.
Preciso ir urgente.

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalink

Gustavo, Inhotim deve ser apresentado aos brasileiros, que não conhecem a beleza do lugar, das obras, do projeto. Considero um dos 10 melhores lugares do Brasil para ser desfrutado por todos.
Como afirmou o Ernesto, peca no quesito transporte público, que só funciona nos finais de semana. Imperdível.

Paulete
PauletePermalink

Nossa quero ir ontem pra lá!!! Só se fala disso!! Assim que eu voltar de viagem quero ir!!

Patricia - Turomaquia
Patricia - TuromaquiaPermalink

Adorei a foto que estou com o Nick, vou colocar no meu album!!!
beijos
PS: Curtindo Berlim, e cê ñ sabe, tá calor rsrsrs mala meio errada again hehehe

Flora
FloraPermalink

Eu estava doida para conhecer Inhotim, e fui no domingo seguinte a ConVnVenção. ADOREI...Engrosso o coro do Ernesto e da Vera quanto ao transporte público. Usei este transporte, chega lá as 10:30, até voce comprar os ingressos 11:00 e sai as 16:00 em ponto. Mesmo comprando ingressos pelo site, a gente só tem 5:30 hs para ver toda aquela maravilha e ainda tem que parar um pouco para o almoço, que ninguém é de ferro. Ficou um gosto de quero mais. Vou voltar seguindo a dica do Ric, ficar em Brumadinho, assim dá para ir uns dois dias pelo menos para ver tudo.

João
JoãoPermalink

Riq, posso deixar uma dica para quem estiver em BH, para o Inhotim?
Não deixar de comer o melhor pão de queijo de BH (eleito por especialistas no assunto - Revista Veja, e por mim aprovadíssimo).
É do Empório VERDEMAR, que tem uma unidade e contígua Cafeteria dentro do agradável Shopping DIAMOND MALL, no bairro Lourdes.
Abraços!!

Patsy
PatsyPermalink

Eu já fui e adorei, levamos lanchinhos para poder caminhar bastante e parar aonde queriamos para comer, descançar e passamos o dia inteirinho lá. Fiquei em BH mesmo e saimos de carro logo pela manhã, conseguimos ver tudo, participar e retornar no final da tarde muito satisfeitos, um lugar realmente agradável e que dá vontade de voltar e voltar, bjsss

Inhotim. Impressionante. « Cozinheiros de Primeira Viagem

[...] Viaje na Viagem – Inhotim: o melhor passeio que você ainda não fez [...]

Cristiane
CristianePermalink

Olá Ricardo Freire, sou estudante de comunicação social e estou fazendo um trabalho sobre Inhotim com foco na relação dos visitantes com o lugar.Gostaria de saber se seria possível me fornecer uma entrevista,relatando sua experência e suas expectativas em sua visita a Inhotim.Não é necessário que seja pessoalmente, podemos fazê-la via email, caso seja confortável para você.
Aguardo retorno,
Att
Cristiane

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Desculpa, mas até o fim de novembro estou aperreadíssimo com um projeto, não tenho tempo nem pra respirar.

Peterson
PetersonPermalink

Inhotim ! O que dizer ??? Um lugar tão lindo, com gente bonita e com tanta coisa boa pra ver, ouvir e aprender . Tanto nos espaços abertos quanto nas galerias ( algumas com sons que te deixamencantados e outras num silêncio profundo ), SURPREENDENTE, REVIGORANTE, APAIXONATE, DIVERTIDÍSSIMO.
Lugar de PAZ...
Bom dia!

Pena que não é assim em todo lugar.
Mas ainda bem que temos INHOTIM.

MarianaL
MarianaLPermalink

Como mineira que costuma incluir Inhotim nos programas de fim de semana de dois em dois em meses, concordo plenamente com o Riq que o melhor é pernoitar nas pousadinhas e sair cedinho para Inhotim. Uma boa dica para quem vem de fora, chegando no sábado em BH, é almoçar na cidade, conhecer a Savassi, etc e depois partir para uma das pousadas. A Estalagem do Mirante sem dúvida a melhor, porém é (bem) mais cara que as demais. Para alternativas, tentem Morada dos Pássaros e Vista da Serra, em Casa Branca.

gabebritto
gabebrittoPermalink

Mestre e/ou povo mineiro: dei uma olhada nos links sobre Brumadinho e só vi atrações esportivas (trekking, voo livre, coisa e tal). Deve ser muito legal, mas não serve para o meu momento. Então pergunto: existe alguma atração na cidade que faça valer uma noite lá após o fechamento de Inhotim (17h30)? Ou o melhor é seguir logo para Ouro Preto?

Riq, se quiser me dar uma boiada vermelha, por favor, fique à vontade. =)

Obrigadão.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O pessoal falou muito do restaurante do Abraão, mas não sei se funciona à noite. O tal do Topo do Mundo vale pela vista, o que não rola à noite evidemment. Eu só me informaria sobre as condições de tráfego nessa estrada à noite, porque o atalho tem um trecho de terra...

gabebritto
gabebrittoPermalink

Retribuindo a dica: o restaurante Casa de Abrahão é de comida árabe e abre à noite, sim. Parece delicioso e divertido (dizem que o dono deixa os pães queimarem quando fica conversando com os clientes).
Olha aí os links:
http://casadeabrahao.blogspot.com/
http://www.bistroarabe.com/home.asp

Hugo
HugoPermalink

A estrada que liga Inhotim à BR040, que dá acesso a Ouro Preto é de terra em bom estado, mas o caminho não e bem sinalizado.

Quando fiz esse trecho me perdi, demorei um tempão, e cheguei na 040 num ponto totalmente diferente de onde deveria ter chegado.

Eu não arriscaria passar lá à noite sem conhecer muito bem o caminho.

MarianaL
MarianaLPermalink

Eu iria para Ouro Preto e jantaria lá smile

José Neto
José NetoPermalink

Se estiver acopmpanhado uma dica imperdível é passar a noite na Estalagem do Mirante e jantar no ótimo restaurante ali mesmo.
Segue o link: http://www.estalagemdomirante.com.br

Amélia
AméliaPermalink

Riq, há um erro de digitação neste trecho sobre Restaurante:Há um bistrozinho (o Bar do Ganso), um bom restaurnate de buffet e duas lanchonetes. Um bandejão está nos planos.
Mas não passei aqui só por isto, é que deu uma vontade louca de conhecer este lugar tão especial.....

gabebritto
gabebrittoPermalink

Valeu, gente! =) Brigadão!

Sergio
SergioPermalink

Em janeiro/2009, fui com minha mulher e os três filhos, de Fortaleza para BH, e de lá para as cidades históricas, todas lindas e com histórias para contar. Mas conhecer Inhotim,onde passamos todo um dia inteiro, foi um banho de modernidade e arte. Indescritível beleza, arquitetura, acolhimento , tudo maravilhoso.

Peterson
PetersonPermalink

Olá Ricardo !

No final do mês de Setembro conheci Inhotim!

FANTÁSTICO !

Lá também vi que + galerias serão contruídas. Vc sabe o que será colocado nas novas galerias, e quando serão inauguradas ?

Abrahão
AbrahãoPermalink

Gostaria de dar algumas dicas:

consultem o www.portaldebrumadinho.com onde tem boa relação de pousadas na região. O distrito de Casa Branca tem algumas boas opçoes de pousadas mas a ligação para Inhotim é, em parte, feita por terra(15 kms - sem sinalização) ou via asfalto(um pouco mais longe mas com sinalização). A estrada é super bonita e voce pode ir e vir tranquilamente, mesmo à noite. As melhores opções para a noite ficam na região do Retiro do Chalé. Praticamente tudo funciona durante os finais de semana!

Pousada que adoro pelo charme do lugar e principalmente pela proprietária, Ana: Fazenda Britânia! Sem luxos, mas super diferente e a comida dela é muito boa!(nao é restaurante!)

Estalagem do Mirante: vista deslumbrante, hidro e lareira. Só não espere fazer caminhadas! Eh puro morro...Bom para namorar!

Cavalgadas: duas opções bacanas - Haras Bela Vista e Haras Toledo.

Tem vôo de balão e quem sabe, para os mais corajosos, salto de parapente!

Boas cachaças na região. Eh bom perguntar para o pessoal da região indicar.

Comida mineira...hum...das boas? Só um lugar que recomendaria aqui na região do Retiro do Chalé: "Ao Pé da Serra..."

Também tem o Rancho do Peixe, pra quem gosta de algo bem rural...eu os admiro porque estão na região há quase 20 anos. Uma proeza para um lugar de natureza tão exuberante e, às vezes, selvagem.

Mas tem lugar para massas(Forneria), tailandesa e japonesa(no Alfaville de propriedade da Chef Ana Lobo que mora lá)e, lógico, tem nós aqui do árabe!

Estamos num cantinho, quase escondidos, numa divisa com uma fazenda. À noite, maior clima para namorar, tomar bons vinhos, boa música e, lógico, nossa comida! O portão costuma ficar fechado à noite. A casa parece fechada mas nao se assuste. Basta bater no sino que vamos abrir o portão.

Em Casa Branca, mais distante, tem outras opçoes que nao conheço.

O melhor roteiro é: ficar no Estalagem do Mirante ou na Fazenda Britânia, passar o dia em Inhotim e terminar a noite em algum dos restaurantes indicados.

Ouro Preto é muito perto. Dá para fazer no segundo dia. Se tiver tempo, reserve um terceiro dia para Tiradentes e durma lá. Vale a pena.

Sílvia Soares
Sílvia SoaresPermalink

Uma salva de palmas para o Abrahão!!!

Rafael Carvalho
Rafael CarvalhoPermalink

Oi Riq, segui sua dica e fui conhecer o No Topo do Mundo nesta terça!! Simplesmente demais, um visual incrível e a comida é ótima! Muito obrigado!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

É dica do povo de Minnn'z. Eu mesmo não consegui ir não smile