Pacatuba, o Pantanal sergipano

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pacajuba, SE

Pertinho de Aracaju -- 45 km ao norte -- está escondida uma das paisagens originais do Nordeste: o chamado Pantanal sergipano, em Pacatuba. Eu já tinha lido muitas menções a essa região, mas sinceramente não imaginava que fosse tão bonita.

Para chegar lá, você vai precisar de um carro e de perguntar pelo caminho, porque a sinalização é precária. Mas é só não esquecer as palavras-chave (Lagoa Redonda e Ponta dos Mangues) que você chega lá.

Pirambu, SE

Saia de Aracaju pela ponte estaiada sobre o Rio Sergipe, que leva a Barra dos Coqueiros, e siga as placas para Pirambu. (Ali você pode querer dar uma paradinha para ver a estação pioneira do Projeto Tamar no Brasil.)

Continue para o norte e saia da estrada quando aparecer a placa para Lagoa Redonda. Ainda não é o Pantanal, mas é um cartão-postal: uma lagoa faz curvas acompanhadas por uma duna. Lindona.

Lagoa Redonda, SE

Querendo continuar até a praia, você vai ver isso:

Pacatuba, SE

Volte um pouco pela estrada e vire à direita para continuar a Ponta dos Mangues. Dali a quinze, vinte minutos você vai ver a paisagem mudar. Do seu lado direito você vai ver dunas altas, mata, mangue e lagoas, numa composição que eu duvido que você tenha visto por aí.

Pacatuba, SE

Pacatuba, SE

Pacatuba, SE

O ponto mais bonito é o Mirante do Robalo. Não tem placa. Mas não precisa de placa. Não dá pra não parar.

Mirante do Robalo, Pacatuba, SE

Mirante do Robalo, Pacatuba (SE)

(Eis aí um lugar à espera de um operador de ecoturismo competente, que monte passeios pelas lagoas e dunas.)

Mais adiante a estrada bifurca. À esquerda você vai para Bejo Grande, na margem sergipana da foz do São Francisco. À esquerda você vai para a praia de Ponta dos Mangues.

O Carlos Nascimento me levou para um ponto adiante do que os turistas freqüentam. É o lugar onde os pescadores mantêm seus barcos, num braço do rio São Francisco, com o oceano bem ao fundo.

Ponta dos Mangues, Pacatuba (SE)

Chegamos na maré baixa. Estava uma aquarela.

Ponta dos Mangues, Pacatuba (SE)

O mais bacana de Aracaju: não tem passeio repetido grin

55 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
marcia palhares

Riq, estou até envergonhada das modestas dicas que passei pra vc... Em 48h vc já conhece mais Aracaju que eu.. Que lugar maravilhoso, deste eu não tinha nem ouvido falar. Amei!!

Patricia - Turomaquia

Paisagem realmente incrível, e espero que realmente seja descoberta por operador consciente e sensato!!!
Que tua viagem nos traiga mais lugares como este, beijos

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Lugares lindos e desconhecidos para a grande maioria. Caramba! Você e o Carlos nos brindam, de uma tacada só, com rio, mar, vegetação deslumbrante. Só faltou uma comidinha.

JULIO CORRÊA
JULIO CORRÊAPermalinkResponder

Uau! Já está na minha lista de viagens.
Aliás, acabo de chegar de BUA e fiz um post dando dicas para quem ainda é virgem na capital argentina. Se é que ainda existe alguém virgem na capital argentina. Mas talvez pode ser útil...
http://jccbalaperdida.blogspot.com/2010/09/buenos-aires-para-virgens.html#links
abração

André Galhardo

Lindo lugar - foi pro meu short list.

Pat Fernando
Pat FernandoPermalinkResponder

Que delícia de lugar! Algumas fotos tuas me lembraram minha viagem aos lençois maranhense e me deu uma vontade de viajar de novo pra essas bandas daí! Inspirador, com certeza!

Max Alberto
Max AlbertoPermalinkResponder

É válido lembrar que boa parte do que está sendo apresentado faz parte da Reserva Biológica de Santa Isabel e nesta condição, não está aberta a visitação. Tal fato contribui para o cenário preservado. Ou seja, nada de operador consciente de ecoturismo!
Abraço e parabéns por retratar tão bem nossa beleza.

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

Mais um exemplo dos exageros da legislação ambiental brasileira. Ou pode tudo como em qualquer capital, ou pode nada. Sou contra o
"fechamento" de áreas para qualquer visitação pública ainda que contida e de baixo impacto. É uma política totalitária que espero seja revertida o mais rápido possível.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

"Visitação pública contida e de baixo impacto" é uma coisa muito difícil de acontecer no Brasil. Vide o que acontece em Noronha hoje em dia. É melhor que fique fechado, então.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

¡Bellísimo paisaje! Estas fotos de Pacatuba han quedado grabadas en mi retina... son imágenes que dejan huella.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

que lugar lindo!
babei!

Gabi
GabiPermalinkResponder

Riq, que lugares lindos, e totalmente fora de circuito! Agora só faltam as dicas de pousadinhas bacaninhas pra gente ir correndo visitar essa maravilha! Boa viagem, continue postando fotos lindas assim!

Max Alberto
Max AlbertoPermalinkResponder

André Lot, essa área fica no extremo norte do pequeno estado de Sergipe, entre os municípios de Pirambu, Pacatuba e Brejo Grande. A porção litorânea que faz parte da REBIO é uma área de desova das tartarugas marinhas, local que n pode ter iluminação, na região existe ainda a 1ª base do Projeto Tamar do Brasil. Com relação a visitas mínimas, pode sim, porém, com caráter científico. As outras áreas ainda estão livres para a visitação a exemplo do pantanal, mas N existe nada estruturado, entretanto, por conta da pouca distancia da capital dá para ir e voltar no mesmo dia, de carro.
O litoral sergipano tem áreas parecidas com as que o Riq apresentou que estão abertas, a exemplo da Praia do Saco com suas gradiosas dunas e lagoas, de lá, tem-se acesso fácil a Praia de Mangue Seco, já no estado da Bahia, 30 minutos de lancha por um belo estuário.
Ainda temos bem pertinho da capital, o www.parquedosfalcoes.com.br local de reabilitação de aves de rapina tocado por um apaixonado pelo que faz. Sem falar no nosso mais belo cartão postão. O Canyon de Xingó , no Rio São Francisco http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=402450

Sergipe é pequenino, mas tem muitas beezas a apresentar...sem falar nos cheiros e gostos..na nossa cultura viva e pulsante e nas manifestações folclóricas!!
Venha conhecer de perto!

Valeska
ValeskaPermalinkResponder

Sou suspeita pra falar... Nasci em Aracaju, mas minha família é da região de Pacatuba, mais precisamente, Brejo Grande. Saudades de minhas férias escolares, na infância!
Acreditem, há ainda mais lugares lindos pra ver por aí! Um banho no Rio São Francisco - em um de seus braços ou ainda na sua foz - é algo que não se pode deixar de fazer.
Chupar caju tirado do pé é outra coisa necessária e prazerosa - é caju de praia, não é rançoso!
Vou parando por aqui... se não, post gigante!

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Caju de praia! Mata o chefe. smile

Eunice
EunicePermalinkResponder

Eu que sou fã de carteirinha de Sergipe, não sabia de Pacatuba. Lugar lindo. Obrigada, Riq e Carlos.

Isabel O., Portugal

Eu sei que não se pode mais "tricotar" por aqui... mas depois pode apagar o comentário.
Já que estamos numa de natureza, não resisto a fazer publicidade aos textos da Adriana (Drieverywhere) relativos à sua subida ao Kilimanjaro. Acho que vão gostar imenso.

Acho que este local é mais a minha cara que o "verdadeiro" Pantanal... ao segundo dia de andar à cata da onça num barco, para trás e para a frente, já eu levava um livro para passar o tempo, com grande escândalo dos maluquinhos do bicho que iam comigo.

Carlos Nascimento

Só para situar a todos. A REBIO de Santa ISabel compreende o trecho de praia que vai da base do Tamar em Pirambu ao Posto do Tamar em Pacatuba. Dunas e lagoas estão dentro da área de influência da REBIO e parte delas integram a APA da Foz do São Francisco, portanto com um uso não tão restrito quanto à REBIO, e no caso das dunas atendendo a Resolução do CONAMA, e inclusive estão dentro de fazendas, infelizmente alguma das quais já começam a explorar a criação intensiva de peixes introduzindo espécies exóticas e fertilizando a água (o turismo sustentável causa menos dano que esta atividade que é licenciada).
As duas últimas fotos retratam uma praia que tem um misto de rio e mar, e possibilita até um passeio à foz do velho chico, está área já está fora da REBIO e para se chegar a ela tem que ir por uma trilha entre criatórios de peixes, mas como disse o Riq é uma aquarela.
Somente a quarta foto é que retrata uma Praia da REBIO, mas que é frequentada pelos locais ( O Riq tomou a foto de dentro da área da fazenda que limita com a Reserva,).
Tal qual passou com a Serra de Itabaiana que era uma estação Biológica e agora é um Parque, a mudança de categoria da Reserva Biológica traria muito mais benefícios, inclusive para a própria preservação das tartarugas tal qual ocorre na Costa Rica.

Claudia Beatriz - Aprendiz de Viajante

Como é que a gente nem sabe da existência desses lugares!
Ainda bem que tem VnV pra nos educar smile

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Olha, eu cresci indo pra Aracaju todas férias, visitar minha vó. Tenho um monte de primos e tios por lá. E nunca ninguém me falou de Pacatuba! Vou já puxar a orelha de todos eles pelo skype, hehehehe!! grin

Lindíssimo, Riq. Uma jóia que vc traz pra gente viajar junto. VnV rules!

JB
JBPermalinkResponder

Essa eu tb nunca tinha ouvido falar... Lindo lugar. Torço para que a descoberta turística deste lugar sirva para preservá-lo.

Max Alberto
Max AlbertoPermalinkResponder

Infelizmente, prezado Carlos Nascimento a carcinicultura está tomando conta daquela região. Segundo a legislação, a área de REBIO deveria ser desapropriada, mas sabemos como as coisas funcionam no nosso país. Ao meu ver, esta alternativa econômica só é colocada em primeiro plano, pois N existe na esfera governamental, incentivos, programas ou projetos que capacitem as comunidades para se voltarem ao seu próprio meio para perceberem a beleza e o potencial ecoturistico o qual dispoem.
Tenho uma grande preocupação no que se refere à conservação da região, visto que já existem projetos encaminhados para que se faça a pavimentação da rodovia que atualmente é de piçarra. Sabem-se que as pessoas dalí se encontram de certa forma, isoladas, porém, a melhoria da rodovia facilitará o fluxo, e a própria comunidade ainda N está preparada para defender e preservar o seu meio.
Um abraço a todos!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Max,

Eu não concordo em deixar pessoas ou lugares isolados ou sem estrutura para que "preservem a região". As pessoas que moram ou venham a morar ali devem ter o mesmo acesso asfaltado que seria meio que um direito básico de qualquer ajuntamento populacional brasileiro (exceto os que ficam em ilhas, óbvio).

Não estou defendendo que asfaltem uma rodovia à beira mar aterrando as dunas, mas hoje já se sabe como construir estradas-parque com interferências reduzidas, passagens de animais, drenangem específica de eventuais materiais derramados na pista etc.

Max Alberto
Max AlbertoPermalinkResponder

Prezado André L. concordo com o seu pensamento. Jamais isolar algum núcelo habitacional com a intenção de preservá-lo. Chamei a atenção para o fato de que a comunidade nem ao menos está sensibilizada de todo o potencial ecológico que dispõe.Nada melhor que o próprio morador local para iniciar a defesa do seu meio, mas , para isso, ele deve ser despertado, conscientizado, concorda?
Essas pessoas necessitam ser ouvidas, precisam de voz e vez, ou teremos mais um triste exemplo de um belo lugar em que a população local foi expulsa (indiretamente) e não oi inserida no contexto sócio-ecônomico de aproveitamento da atividade turística.

Para que todos tenham uma ídéia, não tão longe desse local (aproximadamente 10 km), num povoado de beleza natual ímpar chamado Resina (com ilhas e praias quase virgens), a população local está sendo expulsa. Literalmente expulsa de suas humildes residências, para que uma grande construtora de Aracaju possa alí instalar mais um empreendimento de especulação imobiliária, tipo daqueles que isola qualquer acesso de qualquer cidadão a faixa de praia. Para complementar a situação, a pefeitura local, fazendo o papel de boazinha, está realocando tal comunidade num conjundo habitacional com contexto ambiental totalmente destoante da antiga realidade. Essa sitaução já virou caso de polícia, pois os humildes barracos de pescadores e caiçaras estão sendo desmanchados e incendiados em nome da exploração turístico-imobiliária. Não sou contra a atividade turística, nem do desenvolvimento local. Mas a minha preocupação se dá na inserção econômica da comunidade, detentora de tamanha beleza, na atividade.
Para que todos tenham noção da quantidade de belezas e conflitos socioambientais na região, ilustro com os seguintes artigos: (espero que o Riq permita minha intervenção)

http://www.overmundo.com.br/guia/banho-em-saramem-e-na-resina-sob-as-bencaos-de-sao-francisco

Neste outro, leia o tópico" um rio refém do mercado"
http://www.revistas.ufg.br/index.php/bgg/article/viewFile/9019/6236

Mais: http://www.jornaldacidade.net/2008/noticia.php?id=27524

http://noticias.ambientebrasil.com.br/exclusivas/2008/05/05/37964-exclusivo-conflito-por-terra-a-margem-do-velho-chico-em-sergipe-esta-sendo-negociado.html

Bom gente, é isso...deixo aqui um caloroso abraço sergipano, com o convite a conhecer o meu pequeno e belo estado!

Hortencia Pereira

Acabei de chegar de Aracaju e infelizmente nem ouvi falar desse belíssimo lugar. Vai ficar pra prox. visita que espero seja breve, já que a visita que fiz ao Cânion de Xingó deixou um gostinho de quero mais.

DANIEL
DANIELPermalinkResponder

O LUGAR REALMENTE É LINDO!!!! MAS PRECISA SER MAIS DIVULGADO PARA INTERESSES TURÍSTICOS... POIS, ASSIM, BENEFECIARIA AS PESSOAS QUE MORAM NA REGIÃO. NO ENTANTO, OS GOVERNATES DEVEM DÁ ATENÇÃO ESPECIAL ÀS QUESTÕES DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL...

AI VAI UM RECADO PRA QUEM É DE OUTROS ESTADOS:
VENHAM CONHECER NOSSAS VARIEDADES, O POVO SERGIPANO É RECEPTIVO E CALOROSO...

Diego
DiegoPermalinkResponder

Como tou vendo que muita gente conhece lá, aproveito e deixo a pergunta:

Fica a apenas 45km realmente de aracaju ? Tracei aqui no google maps o caminho entre Aracaju e Pacatuba e deu 111km, entrando.

Sou de João Pessoa, mas estou morando em Brasilia. Minha idéia é sair daqui de carro, parar em Aracaju para visitar uns amigos e de lá ir conhecer esse lugar.

Depois queria sair de lá para Maceió, para deixar um colega que vai de carona conosco e ai sim, João Pessoa.

Abs.

Ricardo Freire

Duvido que Google Maps funcione pra essa área. Siga as indicações do post.

edvanio alves
edvanio alvesPermalinkResponder

Realmente as praias de Pacatuba e rio Poxim que fica entre a Cidade e a Praia também é uma maravilha. O pantanal é algo incrível, lindo, só vendo para acreditar. A Cidade é pequena e de pouca infra-estrutura, população também pequena, em média + - 14 mil habitantes.
A cidade foi fundada por padres jesuitas em 1640,inclusive a capela que eles construiram existe até hoje, no meio da cidade. Pequena que essa Capela, tem servido desde muitos séculos, de masoleu dos politicos e fazendeiros influientes da cidade. Em 1732, o Marquês de Pombal expulsou os jesuitas de Pacatuba e entregaram a aldeia aos Padres Papuchinho; estes construiram a atual igreja Matriz de São Felix padroeiro da Cidade em 1810. Porém, desde 1600 já existia uma pequena aldea no local, comandada pelo cacique Pacatuba, indio da Tribo tupinambá.Tornou-se vila em 1864, Cidade em 1953.

edvanio alves
edvanio alvesPermalinkResponder

Sou suspeito de falar de Pacatuba, pois moro em Santos, Estado de São Paulo desde os 16 anos de idade, mas nasci e me criei em Pacatuba. Conheço bem todas essas praias, e estas fotos são realmente muito lindas, mas representam apenas pouqíssimas paisagens belas, vendo pessoalmente é que se verá quanta beleza existe; pena é que até parece que não foi ainda descobertas por muitos brasileiros.

Messias da Silva Santos

Conheço essa área. Para quem não sabe,a PETROBRAS tem aí próximo uma de suas instalações,a ESTAÇÃO DE ROBALO. Tem uma pousada por lá, a LITORAL NORTE. Dá para ficar lá e ir para esse belíssimo local.
Caminhos para chegar lá, na sequência:

PONTE AJU-BARRA - PIRAMBU - PASSA DA ENTRADA DE PIRAMBU PELA MESMA RODOVIA ESTADUAL - MAIS OU MENOS 10km DEPOIS CHEGADA AO POVOADO AGUILHADAS (tem placa). ONDE TIVER UMA PLACA, AINDA NA RODOVIA, INDICANDO "LAGOA REDONDA", ENTRE À DIREITA. 200m E PEGUE A ESTRADA À DIREITA (vc's verão que o asfalto no início é bem esburacado, depois só piçarra)PODE SEGUIR DIRETO E RETO, MAIS DE 20km E CHEGARÃO EM UM POVOADO (a pista é de paralelepípedo no começo, depois volta a ser de piçarra e paralé depois). NA SEGUNDA PARTE DA PISTA DE PARALÉ, PRESTEM ATENÇÃO A UMA PLACA à esquerda INDICANDO A LOCALIZAÇÃO DE UMA POUSADA "O PARAÍSO É AQUI". ENTRE À ESQUERDA (uns 300m vale a pena parar na pousada, pois serve alimentação, bebidas e tem um gostoso banho de riacho)SIGAM DIRETO E VC´S ENCONTRARÃO UMA BIFURCAÇÃO. CONTINUEM SEGUINDO DIRETO (se entrar à esquerda, município de Carmópolis-BR-101. À direita, município de Brejo Grande, foz do são Francisco)- PASSEM PELO POVOADO ROBALO - 10Km DEPOIS(estourando, deve ser menos)TEM UMA ENTRADA À ESQUERDA QUE VAI DAR NA ESTAÇÃO DE ROBALO. UNS 300m DA ESTAÇÃO TEM O "MIRANTE DE ROBALO". MAIS UNS 10km E CHEGA NA POUSADA LITORAL NORTE. (uns 500m antes tem a mercearia e restaurante do Juarez). ESSE TRAJETO É DE QUASE 100km.

OUTRO CAMINHO: BR-101 - ENTRE EM JAPARATUBA - PEGUE A RODOVIA ESTADUAL - DEPOIS DE UMA "PONTEZINHA (FICA DE 10 A 15km DO INÍCIO DA RODOVIA), ENTRE À ESQUERDA. CERCA DE 25km DEPOIS, VOCÊS ENCONTRARÃO A BIFURCAÇÃO MENCIONADA ACIMA. ENTRE À ESQUERDA E SIGAM AS INSTRUÇÕES DO ROTEIRO CITADO ACIMA.

OUTRO CAMINHO: BR-101 - ENTRE EM JAPARATUBA - PEGUE A RODOVIA ESTADUAL E VÁ ATÉ O POVOADO AGUILHADAS - ENTRE À ESQUERDA QUANDO VER A PLACA "LAGOA REDONDA" - SIGAM AS INSTRUÇÕES DO PRIMEIRO ROTEIRO.

A infra-estrutura do local é precária. Tratem de andar com o tanque do carro cheio e mantimentos. O único lugar próximo que tem alguma coisa é na mercearia e restaurante de Juarez.

Marcela Barbara

Estive em toda esta região no ano passado. Realmente é linda. Mas, não tem quase nenhuma estrutura. Estivemos em quase todos os povoados citados acima e praticamente não existem locais para hospedagem ou alimentação. Muitos botecos só abrem no final de semana. As indicações do Messias, post acima, são precisas. Não esqueçam de levar água, comida e carro com tanque cheio.

jairã
jairãPermalinkResponder

Quem é o padroeiro de Pacatuba? Em que data se comemora as festividades religiosas desse lindo lugar?

Carlos Nascimento

Jairã,
Desculpe-me por só agora ter visto a sua pergunta. O padroeiro de Pacatuba é São Félix de Cantalício (às vezes também escrito Cantalice), apesar da festa oficial do Santo ser em maio em Pacatuba a celebram por volta do dia 20 de novembro.

José Carlos
José CarlosPermalinkResponder

OLÁ, GOSTEI DE SUA PUBLICAÇÃO, SOU DE PACATUPA-SE, E O TURISMO ÁQUI PRATICAMENTE NÃO EXISTE, TALVEZ SEJA PELA FALTA DE DIVULGAÇÃO DAS BELAS PAISAGENS QUE ESSA TERRA MARIVILHOSA TEM, JUNTAMENTE COM A FALTA DE INFRAESTRUTURA....

marcos
marcosPermalinkResponder

Eu já fui, é paradisíaco!

Valter
ValterPermalinkResponder

Estou indo para la, agora em março, e as dicas estão sendo ótimas, desejo realmente visitar o local e trazer fotos, as quais postarei futuramente, abraços e agradecimentos a todos e ate, então.

Ridrugo
RidrugoPermalinkResponder

Estou indo para Pantanal de Pacatuba em março preciso saber como chegar do aeroporto até o local de ônibus

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ridrugo! O mais garantido é você ir à Rodoviária de Aracaju, pegar um ônibus para Pirambu e se informar localmente. A região de Pacatuba é pouco habitada, não deve ter transporte público fácil não. Este roteiro foi indicado para fazer de carro alugado.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Chego em pacatuba na terça feira agora onde ficar lá?
alguma indicação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! A região é próxima de Aracaju. Não conhecemos lugar para pernoitar por lá. A cidade mais perto é Pirambu.

Angela
AngelaPermalinkResponder

Sergipe meu amor, amo essa terra por onde meus pais passaram.
em breve espero voltar as minhas raízes.

Abraão Lincoln

A Pousada é muito boa esteve lá em 11/03/2012.Tem dez apartamentos novos com ar e banheiro co ducha quente.
A região é muito bonita quase em frente a pousada tem uma especie de cordilheira de Dunas muito bonitas.
Fraco da região é alimentação, pois só tem o Restaurante do Juarez( comida simples) e o da pousada.
Vá de Carro, pois a praia fica distante da Pousada e não tem placas sinalizando aonde fica as praias e poucas indicando aonde é a pousada e a que distancia ela estar.

lenalda
lenaldaPermalinkResponder

11km após a Pousada Litoral Norte vocês encontrarão o Povoado Boca da Barra onde fica esta praia maravilhosa e aí encontrarão o Chalé Ponta dos Mangues, casas com 02 quartos, sendo 01 de casal e 01 de solteiro com 02 camas, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Chalés simples porém aconchegantes e a poucos metros da praia. Contato através do telefone: 079 99890266 / 079 de30414715.Além das informaões fornecidas por Messias você podo ir: Aracaju/Barra dos Coqueiros/Pirambu/Japaratuba/Br/Polícia Rodoviária/Pacatuba/Boca da Barra(Praias/Chalé Ponta dos Mangues)Fotos no Facebook - Chalé Ponta dos Mangues).

Jeilson
JeilsonPermalinkResponder

Pacacuta meu amor, parabens por sua beleza natural. Sou filho dessa terra cheia de encantos, saí de lá aos 15 anos de idade para buscar melhoria na capital sergipana, hoje agradeço a deus primeiramente depois aos meus pais pelo incentivo. Apesar de estar em Aracaju não deixo de visitar essas maravilhas. À aqules que visitaram parabéns, porém aqueles que estão vendo as imagens e estão ansiosos não percam a esperança de visitar, é muito lindo.
Ha tempos se falam em uma via litorânea asfaltada que interliga a cidade de Pirambu/SE a cidade de Penedo/AL, com isso só temos a ganhar e o turismo tende a crescer na região.
EU AMO PACATUBA/SE. ABRAÇO A TODOS.

elisabete
elisabetePermalinkResponder

Vou para Aracaju em julho com meu filho de 16 anos, estava pensando que não teria nada para conhecermos, mais é lindo, só não sei como organizar o passeio, alguém pode me ajudar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Elisabete! Comece o seu planejamento pela página-guia de Aracaju! http://www.viajenaviagem.com/brasil/capitais/aracaju-ricardo-freire/

Ronaldo Rocha
Ronaldo RochaPermalinkResponder

Sou do RJ. Vou chegar lá.

valdeci nascimento

espetaculo. estou chegando ai, me aguarde.

Vitor
VitorPermalinkResponder

Honestamente, sou de Sergipe e posso dizer que esse lugar é o famoso gato por lebre. Lindo em fotos, decepcionante ao vivo. Só pra turista que não aceita dizer que foi para lugar feio mesmo.

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Está faltando nessa região do litoral norte quer dizer, todo o litoral norte a começar pela praia da costa, precisa de um bom investimento no turismo, é muito precário.Tem tantos lugares lindos aqui em sergipe. Minha terra è sergipe.

ANA CRISTINA
ANA CRISTINAPermalinkResponder

Ricardo
Voce realmente entende de viagens. Todos os seus roteiros sao perfeitos parabens.
Ja fui a esta regiao alias conheco bem o estado de Sergipe mas o acesso e muito precario extenso, muito demorado.
Venho acompanhando as noticias sobre aprovacao do Proinvest com a esperanca que seja liberada a construcao da Se Norte ligando Pirambu (Aguilhada) a Pacatuba (Atalho).
Na inauguracao da Ponte Gilberto Amado o Governador Deda tornou enfatizar da necessidade desta estrada tanto para o desenvolvimento do Turismo qto para facilitar o acesso a Capital Sergipana de moradores da regiao.
Neste mesmo evento a Presidenta Dilma prometeu ao Dedinha como ela o chama a realizacao deste desejo.
Vamos contar com a palavra dela e a esperanca de nos brasileiros que nunca morre.
Nesta regiao tb tem uma travessia de balsa Brejo Grande- Piacabucu bem precaria,mas segura, mais barata e bem mais proxima ao Rio Sao Francisco do que a de Neopolis - Penedo

altanir gois
altanir goisPermalinkResponder

dia 1 de junho fui a ponta do mangues com uma turma doida pra conheçer as belezas que assistir na televisao fiquei doida fui com um onibus cheio e voltei decepcionada nao achamos nada ficamos na parte dos pescadores que nao tinha nada com um monte de crianças quando chegamos la ja era quase meio dia 2 horas viemos enbora ninguem sabia enformar aonde tinha chale pra repousar sem mais comentario

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Só tem como ir até lá de carro ou já descobriram outras formas de ir até lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! O passeio a Pacatuba só pode ser feito de carro mesmo.