Vila Galé Marés, Guarajuba: piscina de estar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Vila Galé Marés: a piscina

Aberto em 2006, o Vila Galé Marés, em Guarajuba, tornou-se logo depois o terceiro resort do litoral norte baiano a adotar o sistema all-inclusive. É um hotel com custo x benefício interessante, com destaque para dois itens bastante valorizados pelo público de resorts: uma mega-piscina e buffets extensos.

Tudo acontece em torno da piscina, que funciona como centro de gravidade diurno do hotel.

Vila Galé Marés -- à noite

A localização. Guarajuba fica 40 km ao norte do aeroporto de Salvador, por estrada duplicada. É uma praia bastante freqüentada por quem vem de Salvador. Há muitos condomínios de casas de praia. O resort fica na extremidade norte de um desses condomínios.

Vila Galé Marés: a praia

A praia. O trecho em frente ao hotel é deserto e tem ondas.

Andando 10 minutos para a direita você chega à praia urbana de Guarajuba, que atrai bastante público.

Caminhando 10 minutos para a esquerda você chega a um ponto em que o banho é mais gostoso -- a praia de Itacimirim. Se continuar a caminhar pelo lado esquerdo, vai passar por um trecho de praia calmíssimo, onde há muitas casas de veraneio pé na areia, até chegar a outra praia muito procurada, a Praia da Espera (no total, dá uma meia hora de caminhada).

Vila Galé Marés, Guarajuba

As espreguiçadeiras ficam no gramado, sob palhoças, mas podem também ser armadas na areia.

Vila Galé Marés, Guarajuba

As instalações. Recepção, restaurante principal e boate ficam num bloco único, recuado. O kid's club fica logo ao lado. Nos fundos do terreno você encontra o spa, a sala de ginástica e as quadras de esporte. A piscina vai praticamente da recepção até um pouco antes da praia.

Nas extremidades do terreno há dois blocos de apartamentos perpendiculares à praia. Entre os blocos e a mega-piscina estão os bangalôs, cada um com dois apartamentos geminados. O centro náutico funciona junto à piscina.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés: interior do bangalô

Vila Galé Marés: interior do bangalô

Os apartamentos. São 350 apartamentos divididos em dois blocos nas extremidades, e 92 em chalés (a maioria, apartamentos geminados dois a dois; os bangalôs mais da frente são individuais).

São espaçosos (os chalés um pouquinho mais do que os apartamentos) e têm rede na sacada ou varanda. O frigobar vem equipado e está incluído. Se quiser caminhar menos, cacife um bangalô.

Vila Galé Marés

Piscinas. Com 3.000 m², vários ambientes, e muitas profundidades diferentes, a piscina principal pode levar dias para ser totalmente explorada grin Tem bar molhado e sempre está rolando alguma atividade.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

O kid's club também tem piscina.

Vila Galé Marés: kid's club

Kid's club. Chamado Aldeia do Nep (de Neptuno), tem instalações bem simpáticas, com piscina, sombra de árvore, escorregas e sala de brinquedos.

Copa do bebê. Fica dentro do Kid's Club. Tem frutas, leite e pós. As papinhas são servidas no restaurante.

Vila Galé Marés: restaurante principal

Refeições. Funciona no sistema all-inclusive.

O café da manhã tem estação de ovos, de tapioca e... espumante português!

Champagne no café

O buffet do almoço é servido no restaurante Cravo, junto à piscina: tem saladas, pratos frios, pratos quentes e estação de grelhados (no meu segundo dia tinha uma paella sendo servida ao ar livre).

Paella na piscina: Vila Galé Marés

Entre as refeições o buffet é ocupado por petiscos, hambúrguer, saladas, doces, frutas e sorvete.

Salad bar: Vila Galé Marés

O buffet da noite é superextenso, servido no restaurante principal. Há estações de massas, grelhados e -- acho que é único -- uma estação de saladas: você mistura os itens e o chef tempera. O destaque da minha noite foi o leitãozinho assado. Havia paella com mexilhões.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Existem dois restaurantes à la carte. O mais chique é o Inevitável, de cardápio contemporâneo (com pequenos toques asiáticos), que funciona perto do spa. O outro é um pouco mais casual, o Cravo, que tem cardápio meio a meio baiano e português (aproveite para ir de bacalhau). Informe-se ao chegar sobre as regras para reservar as refeições à la carte.

Vila Galé Marés

Bebidas. Em 2010, o chopp era Kaiser, e os refrigerantes, Coca-Cola. Se este for um item essencial na sua decisão, informe-se diretamente com o hotel sobre o acordo atual.

Vila Galé Marés

Entretenimento noturno. Toda noite há um show diferente na boate.

Vila Galé Marés: spa Satsanga

O spa. Muito muito bonito, de ares balineses: o Satsanga. Tem salas para tratamentos em casal (foi o primeiro resort do Brasil a oferecer). Os tratamentos não estão incluídos. (Foto tirada do site Resorts Brasil.)

Vila Galé Marés

Sala de ginástica. Nos fundos do terreno, com vista para a mata e a lagoa.

Vila Galé Marés

Centro náutico. Oferece atividades de mergulho e surf.

Vila Galé Marés

Um cantinho. O gramado para peladas, perto da piscina (até hoje foi a única vez que vi o futebol ter um espaço nobre num resort).

Passeios. Há duas agências de receptivos no lobby. O trânsfer ida e volta à Praia do Forte sai R$ 40 por pessoa (há dois horários diários). O trânsfer a Salvador para passar o dia, R$ 90 por pessoa. Mangue Seco sai entre R$ 220 e R$ 260, sem e com almoço. O táxi à Praia do Forte sai R$ 60 (ida). (Os preços são de 2010; espere pagar um pouco mais.)

Há um extenso cardápio de passeios ecológicos e de aventura na região.

Vila Galé Marés

É pra você... que é amarradão numa piscinona.

Talvez não seja pra você... que faz questão de algum cantinho mais calmo, alheio ao que acontece na piscina.

Resolva sua viagem:

Reserve o Vila Galé Marés em até 10x no Submarino Viagens

Pesquise passagens para Salvador

Leia também:

Brasil: 45 resorts de praia comentados pelos leitores

429 comentários

Lais Marina B Proença Drosghic

Estou no vila galé, desde o dia 13/01/15. Preciso deixar meu comentário, positivo, sobre o resort. Muita comida e bebida. Variedade? Igual a outros resorts que já fui, até melhor, pois temos champanhe desde o café da manhã, sem falar em vinhos, batidas, sucos, etc. Kids club ótimo, mesmo em alta temporada. Pessoal da animação de adultos também é muito bom. Estou num chalé e posso garantir que é bem confortável. O hotel está lotado, mas não tivemos problemas com falta de algum item, apenas certa demora para atendimento, por exemplo, precisamos de pilha pro controle remoto do ar e demorou umas três horas pra entregarem no quarto.
A limpeza e organização merecem destaque. Tem gente recolhendo copo, pratos e talheres o tempo todo, em volta da piscina.
Há um ponto negativo, a meu ver, que não é culpa do hotel. Na praia só pode ter 3 guarda-sóis e 16 espreguiçadeiras, em razão do projeto Tamar, porque é local de desova de tartarugas marinhas, mas por outro lado, pudemos presenciar a soltura de um bando de tartaruguinhas marinhas recém-nascidas. E tem como ficar na grama, de frente ao mar.
No geral minha nota é 9.

eliana moreira

Estive de 06.01.15 a 13.01.15, com meu marido e filho de 11 anos.
Pontos positivos: restaurante inevitável, recepção, piscina. Meu marido perdeu os óculos e conseguimos recuperá-lo com o auxílio da recepção. Muito prestativos.
Pontos negativos: limpeza do quarto, alguns funcionários do restaurante tenda dos milagres de cara feia, às vezes tinha dificuldade de conseguir que limpassem a mesa para as refeições, sendo que alguns limpavam prontamente, outros reclamavam, tendo uma ainda dito para que eu procurasse alguém pois ela não tinha tempo prá isso... ..A comida era muito repetitiva, mesmo quando diziam que era noite espanhola, italiana, chinesa, etc....sempre a mesma comida...
O Show de humor foi um terror.......Não consegui ficar mais de dez minutos....
A hidroginástica era chata......
Mas no geral, foi bacana. Porém, não voltaria......

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar