Vila Galé Marés, Guarajuba: piscina de estar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Vila Galé Marés: a piscina

Aberto em 2006, o Vila Galé Marés, em Guarajuba, tornou-se logo depois o terceiro resort do litoral norte baiano a adotar o sistema all-inclusive. É um hotel com custo x benefício interessante, com destaque para dois itens bastante valorizados pelo público de resorts: uma mega-piscina e buffets extensos.

Tudo acontece em torno da piscina, que funciona como centro de gravidade diurno do hotel.

Vila Galé Marés -- à noite

A localização. Guarajuba fica 40 km ao norte do aeroporto de Salvador, por estrada duplicada. É uma praia bastante freqüentada por quem vem de Salvador. Há muitos condomínios de casas de praia. O resort fica na extremidade norte de um desses condomínios.

Vila Galé Marés: a praia

A praia. O trecho em frente ao hotel é deserto e tem ondas.

Andando 10 minutos para a direita você chega à praia urbana de Guarajuba, que atrai bastante público.

Caminhando 10 minutos para a esquerda você chega a um ponto em que o banho é mais gostoso -- a praia de Itacimirim. Se continuar a caminhar pelo lado esquerdo, vai passar por um trecho de praia calmíssimo, onde há muitas casas de veraneio pé na areia, até chegar a outra praia muito procurada, a Praia da Espera (no total, dá uma meia hora de caminhada).

Vila Galé Marés, Guarajuba

As espreguiçadeiras ficam no gramado, sob palhoças, mas podem também ser armadas na areia.

Vila Galé Marés, Guarajuba

As instalações. Recepção, restaurante principal e boate ficam num bloco único, recuado. O kid's club fica logo ao lado. Nos fundos do terreno você encontra o spa, a sala de ginástica e as quadras de esporte. A piscina vai praticamente da recepção até um pouco antes da praia.

Nas extremidades do terreno há dois blocos de apartamentos perpendiculares à praia. Entre os blocos e a mega-piscina estão os bangalôs, cada um com dois apartamentos geminados. O centro náutico funciona junto à piscina.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés: interior do bangalô

Vila Galé Marés: interior do bangalô

Os apartamentos. São 350 apartamentos divididos em dois blocos nas extremidades, e 92 em chalés (a maioria, apartamentos geminados dois a dois; os bangalôs mais da frente são individuais).

São espaçosos (os chalés um pouquinho mais do que os apartamentos) e têm rede na sacada ou varanda. O frigobar vem equipado e está incluído. Se quiser caminhar menos, cacife um bangalô.

Vila Galé Marés

Piscinas. Com 3.000 m², vários ambientes, e muitas profundidades diferentes, a piscina principal pode levar dias para ser totalmente explorada grin Tem bar molhado e sempre está rolando alguma atividade.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

O kid's club também tem piscina.

Vila Galé Marés: kid's club

Kid's club. Chamado Aldeia do Nep (de Neptuno), tem instalações bem simpáticas, com piscina, sombra de árvore, escorregas e sala de brinquedos.

Copa do bebê. Fica dentro do Kid's Club. Tem frutas, leite e pós. As papinhas são servidas no restaurante.

Vila Galé Marés: restaurante principal

Refeições. Funciona no sistema all-inclusive.

O café da manhã tem estação de ovos, de tapioca e... espumante português!

Champagne no café

O buffet do almoço é servido no restaurante Cravo, junto à piscina: tem saladas, pratos frios, pratos quentes e estação de grelhados (no meu segundo dia tinha uma paella sendo servida ao ar livre).

Paella na piscina: Vila Galé Marés

Entre as refeições o buffet é ocupado por petiscos, hambúrguer, saladas, doces, frutas e sorvete.

Salad bar: Vila Galé Marés

O buffet da noite é superextenso, servido no restaurante principal. Há estações de massas, grelhados e -- acho que é único -- uma estação de saladas: você mistura os itens e o chef tempera. O destaque da minha noite foi o leitãozinho assado. Havia paella com mexilhões.

Vila Galé Marés

Vila Galé Marés

Existem dois restaurantes à la carte. O mais chique é o Inevitável, de cardápio contemporâneo (com pequenos toques asiáticos), que funciona perto do spa. O outro é um pouco mais casual, o Cravo, que tem cardápio meio a meio baiano e português (aproveite para ir de bacalhau). Informe-se ao chegar sobre as regras para reservar as refeições à la carte.

Vila Galé Marés

Bebidas. Em 2010, o chopp era Kaiser, e os refrigerantes, Coca-Cola. Se este for um item essencial na sua decisão, informe-se diretamente com o hotel sobre o acordo atual.

Vila Galé Marés

Entretenimento noturno. Toda noite há um show diferente na boate.

Vila Galé Marés: spa Satsanga

O spa. Muito muito bonito, de ares balineses: o Satsanga. Tem salas para tratamentos em casal (foi o primeiro resort do Brasil a oferecer). Os tratamentos não estão incluídos. (Foto tirada do site Resorts Brasil.)

Vila Galé Marés

Sala de ginástica. Nos fundos do terreno, com vista para a mata e a lagoa.

Vila Galé Marés

Centro náutico. Oferece atividades de mergulho e surf.

Vila Galé Marés

Um cantinho. O gramado para peladas, perto da piscina (até hoje foi a única vez que vi o futebol ter um espaço nobre num resort).

Passeios. Há duas agências de receptivos no lobby. O trânsfer ida e volta à Praia do Forte sai R$ 40 por pessoa (há dois horários diários). O trânsfer a Salvador para passar o dia, R$ 90 por pessoa. Mangue Seco sai entre R$ 220 e R$ 260, sem e com almoço. O táxi à Praia do Forte sai R$ 60 (ida). (Os preços são de 2010; espere pagar um pouco mais.)

Há um extenso cardápio de passeios ecológicos e de aventura na região.

Vila Galé Marés

É pra você... que é amarradão numa piscinona.

Talvez não seja pra você... que faz questão de algum cantinho mais calmo, alheio ao que acontece na piscina.

Resolva sua viagem:

Reserve o Vila Galé Marés em até 10x no Submarino Viagens

Pesquise passagens para Salvador

Leia também:

Brasil: 45 resorts de praia comentados pelos leitores

434 comentários

Lais Marina B Proença Drosghic

Estou no vila galé, desde o dia 13/01/15. Preciso deixar meu comentário, positivo, sobre o resort. Muita comida e bebida. Variedade? Igual a outros resorts que já fui, até melhor, pois temos champanhe desde o café da manhã, sem falar em vinhos, batidas, sucos, etc. Kids club ótimo, mesmo em alta temporada. Pessoal da animação de adultos também é muito bom. Estou num chalé e posso garantir que é bem confortável. O hotel está lotado, mas não tivemos problemas com falta de algum item, apenas certa demora para atendimento, por exemplo, precisamos de pilha pro controle remoto do ar e demorou umas três horas pra entregarem no quarto.
A limpeza e organização merecem destaque. Tem gente recolhendo copo, pratos e talheres o tempo todo, em volta da piscina.
Há um ponto negativo, a meu ver, que não é culpa do hotel. Na praia só pode ter 3 guarda-sóis e 16 espreguiçadeiras, em razão do projeto Tamar, porque é local de desova de tartarugas marinhas, mas por outro lado, pudemos presenciar a soltura de um bando de tartaruguinhas marinhas recém-nascidas. E tem como ficar na grama, de frente ao mar.
No geral minha nota é 9.

eliana moreira

Estive de 06.01.15 a 13.01.15, com meu marido e filho de 11 anos.
Pontos positivos: restaurante inevitável, recepção, piscina. Meu marido perdeu os óculos e conseguimos recuperá-lo com o auxílio da recepção. Muito prestativos.
Pontos negativos: limpeza do quarto, alguns funcionários do restaurante tenda dos milagres de cara feia, às vezes tinha dificuldade de conseguir que limpassem a mesa para as refeições, sendo que alguns limpavam prontamente, outros reclamavam, tendo uma ainda dito para que eu procurasse alguém pois ela não tinha tempo prá isso... ..A comida era muito repetitiva, mesmo quando diziam que era noite espanhola, italiana, chinesa, etc....sempre a mesma comida...
O Show de humor foi um terror.......Não consegui ficar mais de dez minutos....
A hidroginástica era chata......
Mas no geral, foi bacana. Porém, não voltaria......

Suely Orestes
Suely OrestesPermalinkResponder

Gostaria de saber pq os funcionários não são treinados para serem mais simpáticos sendo que a maioria dos comentários dizem que os funcionários estao sempre de cara feia ou mal humorados. Isso assusta qdo nós vamos ler os comentários.

carmen
carmenPermalinkResponder

Perfeito. Nós seres humanos temos a mania de querer sempre mais...fico triste com alguns comentários pois pelo que vi ali no hotel é tudo muito bem elaborado desde da entrada e saída. Obrigada pelo acolhimento e pela linda paisagem tudo muito lindo. Infelizmente tem pessoas que engrandece o lado negativo e esquece do positivo.pra foi maravilhoso nem lembro se tive algum problema. Fui pra relaxar e não pra procurar defeitos. Bjs e boa sorte!

pedro henrique

Vou expor com sinceridade como foi estar neste resort com minha noiva e espero que os donos, gerência ou alguém que possa fazer algo sobre isso tome como pessoal esta avaliação e use do seu profissionalismo para mudar isto pois o que escreverei aqui é pouco para o que nós comentamos com amigos e familiares.Fiz alguns tópicos para me guiar quando cheguei lá até o fim do primeiro dia e a partir daí cansei pois não ia passar o resto da minha folga escrevendo.Começarei pelo mais fácil pontos positivos: - A estrutura ambiental ao redor e onde se encontra é enorme e muito muito bonita - A piscina é enorme e a paisagem que a circunda é linda - A piscina tem vários níveis dá até p ficar com dúvidas onde ficar - A piscina incrivelmente nunca está gelada, não sei como e não perguntei, sempre está morninha(íncrivel) - Para quem vai beber cerveja, refrigerante e água de coco tem a vontade e dá até para enjoar. - Não dava vontade de comer aí era a água de coco e o sorvete que não era fabricação do resort, tinha só 4 sabores mas eram deliciosos. - A água do chuveiro é quente e forte, e também a da pia. Pontos negativos: -Wi fi lá somente paga, o que é inaceitável nos dias de hj. - O vila gale fica dentro de um condomínio na praça e não tem indicação, ao chegar em guarajuba vc tem que ficar perguntando para poder chegar lá, falta sinalização. - Ao chegar na portaria nosso nome não tava na lista, se não tivessemos com o voucher nem quero imaginar mais ainda o tempo que iriamos perder além dos 20 minutos que ficamos parados em frente a cancela vendo todo mundo que chegava passando e a gente lá parado. - Check in estranho, além de ser manual e a caneta, fizemos a reserva pelo site e todas as informações que pediram no formulário eu já tinha informado na reserva, na época que estamos o cliente passar maior tempão repetindo informações a mão não é mais aceitável - No check in não pediram documentação alguma e nem na portaria, não sei qual é a conduta mas acredito que não é o correto a se fazer e nem seguro. - Os locais, restaurante, bar, piscina, apartamentos, chalés e spa, não tem placa e nem indicação e quando tem é de difícil visualização ou confusa. - O restaurante principal e que serve a maioria das refeições, o café da manhã é sofrível, de variedade somente pão, o resto termina de desanimar, a tapioquinha era horrível e poucos recheios, pouquíssimas frutas, suco aguado e estranhamente você colocava açúcar e não adoçava o suco, poucos frios e variedade de queijos em todos os horários. Almoço igualmente sofrível, acho que decoravam meia dúzia de tipos de pratos e os repetiam sempre, praticamente nos dias que estive foram a mesma coisa, no máximo mudavam um ingrediente da receita mas continuava a mesma coisa. As comidas não tinham gosto, eram insossas, um chef tem que ter o feeling e saber as quantidades corretas para chegar no sabor ideal, todas as comidas sem exceção desde as doces as salgados, sem sal e sem açúcar, completamente perdidas, sem variedade e apresentação alguma. Sempre tinha o especial do chef do dia e sempre era algo grandioso, com ingredientes ditos especiais mas sem sal ou açúcar, fraco e sem personalidade. Além da comida das ilhas tinha as carnes grelhadas que faziam vergonha, carne, frango ou peixe, eu fui pensando que eram a seleção das partes, que nada, tudo duro e sem gosto. Todos os pratos em que se prometia algo diferente com o arroz em todos os dias, o arroz estava duro, é incrível mas não conseguiram cozinhar direito um arroz, não é al dente, é duro mesmo, intragável. Somos da região e sabemos o que carne do sol verdadeira e de qualidade, serviam lombo no lugar de carne de charque ou carne de sol, dava vontade de rir pq a raiva tava fugindo já do controle, me perguntei a quem eles queriam enganar. No jantar se repetia a mesma coisa de meio dia com espetinho de diferente feito com partes menos nobres do boi como sempre, frango grelhado e peixe. As saladas tinha uma quantidade até boa mas não tive coragem de comer o que eles se propuseram a fazer, só comi os legumes e verduras cozidas, as saladas que eram misturadas ou cruas eu fiquei com um pé atrás pois já tinha ficado nervoso e chateado com o hotel e não queria me arriscar. Os molhos, óleos e azeites ficavam escondidos e não tinha variedade alguma Deveria ter um local onde tivesse talheres a vontade, lá é assim, os talheres ficam a mesa e o controle é pouco, ficam algumas pessoas passando com carrinho e limpando mesa e recolhendo as coisas sujas, completamente ineficiente, as vezes se fica minutos em pé procurando talheres, fica difícil para o hospede e para o controle das quantidade de talheres sujos e limpos. - Bar da piscina ou molhado, tinha poucos atendentes e abria tarde, tinha muita gente que pedia cerveja, o ideal era separar de quem queria drinques e coquetéis deixando os atendentes livres, além de mais variedade e melhor qualidade de bebidas, as vodcas era ruins demais, para quem gosta de chopp e cerveja, só tem uma marca pros dois. -Restaurante da piscina, onde tem os lanches e pode se almoçar também durante o dia e com reserva a noite, servem petiscos já tarde, só batata frita e salgados fritos praticamente sem recheio, quando vi camarão dei graças a Deus mas o camarão apesar de ser em quantidade e sempre reabasteciam, não tinha gosto e parece que não tinha fritado e nem cozinhado direito. Raramente tinha frutas para lanche. O churrasco era horrível, vc esperava horas na fila esperando algo e quando saia, saia tudo de uma vez e depois passava mais meia hora para sair alguma coisa, só as piores parte do boi( fraldinha e cupim que não era o grill), calabresa e frango a rodo e acredito que até no churrasco eles tem preconceito com o sal, pq não tinha nem sombra, completamente sem gosto, primeira vez na minha vida que tem churrasco a vontade e não tenho vontade de comer. Tem um forno para pizza que eles não usam mas uma vez serviram a beira da piscina daquelas pizzas pequenas em um carrinho, tendo um forno que poderia servir a vontade no restaurante e com melhor qualidade, vai entender né?! Lanche da tarde ser pão de forma com queijo e presunto é difícil, vc vir de longe e pagar caro para ser isso ou nuggets ou salgados fritos sem recheio é não ter nenhum respeito com o cliente. -Evento não tinham horário correto com isso as pessoas ficavam perdidas,quando chegavam ao local ainda não tinha começado ou já estava acabando mesmo seguindo o cronograma disponibilizado pelo resort no mural e no folder, todos os locais de evento não tinha ventilação, deixavam para ligar o ar condicionado no meio das apresentações já com todo mundo dentro daí já não adiantava nada. - Reservamos o restaurante inevitavel, a impressão que tivemos foi que é um local sofisticado, porém com a quantidade de crianças e as mesas quase uma em cima da outra não dá pra conversar pessoalmente, qualquer cochicho vira assunto compartilhado, até os garçons tem dificuldade para se movimentar e com isso até derrubaram um copo na minha noiva só que só tinha água e ela tava com o pano no colo, sem maiores prejuízos. As opções tanto de entrada, como principal e sobremesa, são poucas apesar de aceitável em variedade(cerva de 3 opções para cada) não são apetitosas, são vistosas mas não gostosas. -Serviço: Fora o pessoal do entretenimento, eu percebi que as pessoas não demonstravam satisfação no serviço e nem bom humor. Quem trabalhar no bar ou restaurante, pareciam estar lá a pulso.E o pessoal da limpeza eram muito desorganizados sempre parecendo que não sabiam o que faziam ou mostrando confusão, parecia que ninguem tinha função definida, muita falta de supervisão e coordenação. -Acomodações: Toda ida ou volta ao quarto(ficamos em apartamento) é uma viagem pois é longe de tudo Tudo é escuro, eles falam que é pelo projeto Tamar, tartarugas e tal, mas até dentro dos quartos e corredores? Um dia esqueceram de completar o frigobar e levar toalhas, achei isso muito estranho pois são as principais tarefas ao arrumar o quarto. No frigobar, tudo é mini,refrigerantes e águas, e não tem cerveja. Não tem snacks no quarto, deveria ter algo lá, opinião pessoal. -No último dia: Choveu, aí a programação foi in door, completamente sem graça e sem horários. Liguei com 1 hora de antecedência para pedir que pegassem minha bagagem, saímos e realizamos o check out, as bagagens só chegaram depois de 2 horas após o check out, estávamos tão estressados que só queríamos ir para casa, não queria comer e nem falar com ninguém e eles sequer traziam nosso pertences com agilidade para irmos embora...se tivéssemos avião para pegar perderíamos o voo. Após isso que chegaram as malas, não houve pedidos de desculpas e ninguém se mostrou estranho a aquela situação, daí saímos logo dali pois não aguentávamos mais. Conclusão: A partir do que eu consegui lembrar e faltou muita coisa, deu para perceber q eu não retorno e nem indico a ninguém, falta o básico lá, imagine o intermediário e o avançado??Com uma estrutura daquelas de dar inveja mas sem organização, todo mundo perdido e sem supervisão e coordenação??Então para mim a qualidade ali é muito baixa, investi tempo e dinheiro nessa viagem para relaxar e só consegui o contrário, stress e chateação.Não vale nem de longe o que pagamos

Laureni Lucia Leal Da Silv

Passei uma semana neste resort e foi tudo MARAVILHOSO!!!!!! Já estive em outros resorts de excelentes qualidade e classifico o VILA GALÉ; se a maior nota for 10 a minha com certeza e 10....Eu fui final de junho 2015..

Paula
PaulaPermalinkResponder

Olá! Estive no Vila Galé Mares de 11/08/15 a 18/08/15. Como já conhecia o Vila Galé Cumbuco, a comparação foi inevitável. De cara, já senti falta da água morninha da piscina, que encontrei em Cumbuco. Por outro lado, os diferentes níveis de profundidade da piscina do Marés foi um ponto super positivo! Muito bom para quem está com crianças pequenas! Não tenho do que reclamar do atendimento do hotel. No geral, os funcionários foram muito atenciosos e prestativos. Chegamos no hotel por volta do meio dia. O apto ainda não estava liberado, porém, recebemos a pulseira para que já pudéssemos aproveitar toda a estrutura do hotel. Para o nosso azar, começaram uma reforma na piscina no fim da nossa estadia. Por sorte, mesmo com uma parte interditada, a piscina ainda era muito espaçosa. Havia umas quatro agências na recepção do hotel. Em uma delas conseguimos agendar um city tour para Salvador por R$80,00 por pessoa. O transfer ida e volta de meio dia para a Praia do Forte custava R$20,00 por pessoa. Não cheguei a ver preço nas outras agências. O apto era bem espaçoso e confortável. Tivemos troca de toalhas e reposição das bebidas do frigobar todos os dias de nossa estadia. No geral, gostamos muito do Vila Galé Marés, porém, se tivesse que escolher um para retornar, com certeza seria o Vila Galé Cumbuco.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar