BR 101: praticamente duplicada na Paraíba

BR 101 na Paraíba

Hoje fiz 330 km ao volante entre Natal e Porto de Galinhas. Com isso, pude ver como andam as obras de duplicação da BR 101 no Nordeste.

Acho incrível como, no geral, avançou-se tão pouco entre outubro de 2008, quando fiz este trecho pela última vez, e agora. No Rio Grande do Norte e no norte de Pernambuco a duplicação anda a passos de tartaruga.

(Com Pernambuco não me surpreendo. Cada vez que passo por lá, o estado da BR 101 é sempre incompatível com a importância do estado. Agora, mesmo nas partes do norte do estado em que a estrada está duplicada, a pista velha continua digna de quarto mundo.)

(Segundo parênteses na seqüência: sem contar com o absurdo que é terem deixado a BR 101 se tornar a avenida principal de Abreu e Lima, com sinal de trânsito e tudo.)

Para não dizer que não trago notícia boa: o trecho da Paraíba está praticamente duplicado, e nos trinques. Dos 125 km da BR 101 no estado, só 11 ainda esperam duplicação, em três trechos diferentes. Tanto a pista de ida quanto a de volta estão em perfeitas condições. Muvuca mesmo, só na aproximação de João Pessoa (entre o trevo da estrada para Campina Grande e o acesso a Bayeux).

Mas aqui também não há surpresa. Em todas as minhas passadas, a Paraíba se apresentou invariavelmente como a que cuida melhor do seu trecho da BR 101. Mesmo quando tudo estava em petição de miséria (há  uns três, quatro anos), a Paraíba estava perfeitamente rodável. Qual será o segredo de Tostines para as obras rodoviárias funcionarem ali e nos outros estados, não?

Quando a BR 101 estiver duplicada, será um prazer rodar pela costa leste do Nordeste. As capitais litorâneas de Aracaju para cima estarão a no máximo 3 horas de carro da capital seguinte; ir de ônibus vai dar menos perrengue do que pegar um avião.

Alô Paraíba! Conta pros vizinhos como é que se faz!


39 comentários para “BR 101: praticamente duplicada na Paraíba”

  1. Prazer maior será pegar praia pela manhã em um estado, à tarde em outro e dormir num terceiro. Moderníssimo.

  2. E olha que é obra do PAC, viu? O Brasil, que não tem tradição em viagens de carro (aluguel caro, frota velha, estradas ruins e/ou sem manutenção, acidentes), bem que podia começar por aí. A Big Sur do Nordeste…

  3. Riq, realmente, a BR 101 é a maior vergonha para Pernambuco. Principalmente, mas não exclusivamente, o trecho norte, entre Recife e a Paraíba.

    Você vem por Recife, ou de Porto já segue direto? Podia marcar uma ConVnVenção por aqui.

    1. Rapaz, tô num aperto que só! Vou pular de resort em resort aqui em Porto (mais o Cabo de Santo Agostinho) e talvez ainda volte pra João Pessoa (não confirmado). Em Fortaleza não deu tempo…

      1. Qualquer coisa, avisa! Se não der tempo, será uma pena, mas com certeza outras oportunidades haverão de ocorrer.

      2. Eita, Riq!!!!

        Que orgulho ler um elogio sobre minha terra, que, infelizmente, AINDA não tem a visibilidade necessária ao crescimento do turismo e ainda foi vítima de preconceito regional, juntamente com os outros Estados nordestinos, após as eleições presidenciais.

        Realmente a BR-101/PB está quase uma maravilha. O tumulto na entrada, como vc falou, ocorre por causa dos viadutos que estão sendo construídos, um é no acesso ao aeroporto (esse é capítulo a parte, foi reformado, mas já precisa ser ampliado).

        Você vai ficar algum tempo aqui (João Pessoa) ou tá só passando? Se precisar de algo, estou a sua disposição só HOJE (03/11), hehehe… É que embarco amanhã para Toronto, passando por Las Vegas, NY e Orlando, levando sempre na bagagem as preciosas informações colhidas nesta enciclopedia do turismo.

        1. Não consegui encaixar o novo resort de Conde no feriado, estou tentando para mais adiante. Boa viagem!

  4. Parabéns Ricardo!1
    Vc foi extremamente preciso.
    Fui de Recife para João Pessoa no domingo, e voltei hj. Quanto a volta, se passar por Abreu e Lima, depois das 15 horas num fim de feriado ou mesmo domingo, vc corre o risco de passar pelo menos 1 hora para atravessar uns 3 km. Da entrada de Itamaracá até passar por Abreu e Lima.
    Parabéns Paraíba….. e Pernambuco: Providencias!

    1. Em dia de semana também enrosca, em qualquer horário. Tinham que ter previsto um anel viário para essa cidade junto com a duplicação da BR.

      1. O problema é um pouco mais complicado. Aquele trecho da BR foi duplicado ainda no governo de Arraes, lá pelo final dos anos 80, início dos anos 90. E a cidade de Abreu e Lima, de certa forma, só surgiu com a duplicação da BR.

        Antes de a BR ter sido duplicada, Abreu e Lima era basicamente uma feira na beira da estrada, em que as pessoas que iam para Itamaracá (na época “não existia” Porto de Galinhas*) paravam para comprar frutas, verduras e eventualmente carne para churrasco.

        O que tinham de ter feito era não deixar Abreu e Lima aglutinar na BR.

        * Claro que a Praia de Porto de Galinhas sempre existiu, desde que o Brasil é Brasil (e até antes disso). Mas, até o mesmo governo de Arraes que viu (ou fez) surgir Abreu e Lima, ir a Porto de Galinhas era uma verdadeira aventura, com acesso apenas por estrada de barro de péssima qualidade, passando por pontes de madeira, que mal dava um Fusca.
        Nessa época, o pessoal endinheirado de Recife passava as férias de verão em Itamaracá ou São José da Coroa Grande (mesmo Tamandaré não era badalada).

  5. Até que emfim vi que você veio ao Rio Grande do Norte , digo , vi a placa da BR 101 – entre João Pessoa e Natal.
    Cadê matéria sobre Natal? Coisas dos Potiguares? Fez não? Não acredito que passou direto, acho que não. Vamos aguardar.Enquanto não chega, curta o Natal no Natal em fotos:
    [NATAL](http://www.panoramio.com/user/2169010/tags/Natal%20Luz)

  6. Aqui na PB sempre se fez uma piadinha de que não precisa placa de divisa. Você sente no chão a diferença entre um estado e outro. Na verdade, agora, com a duplicação, a qualidade da pista será padronizada. Mas antigamente era complicado… quando você passava pra PE, sentia o barulho das placas de concreto separadas e a pista cheia de rachaduras.

    Não sei explicar porque, mas a Paraíba sempre teve um cuidado muito grande com suas estradas. Um amigo meu pernambucano, que morava aqui na Paraíba, ficava com raiva dessas brincadeiras dizia que as estradas daqui eram melhores porque todo paraibano depende de viajar pra outros estados o tempo todo.

  7. Riq, sou do ES e a BR-101 corta também meu estado. Ruim ela não está, mas é mão simples, cheia de curvas e mal sinalizada. Existe um projeto de duplicação, mas que só deve sair do papel quando for privatizada.

    Já o caso da Paraíba, não sei te dizer por que é melhor do que os outros mas tenho a disconfiança que é pura questão política, pois obra em BR é de responsabilidade do Governo Federal, vi que o governador e vice da Paraíba são do PMDB e PT respectivamente. Acho que isso conta muito.

    1. Hugo, como pernambucano, posso lhe garantir que não é essa a razão. As estradas da Paraíba sempre foram as melhores da região, desde pelo menos o governo de Sarney, independentemente de o governador ser aliado ou não do presidente. Só lembrando que Eduardo Campos, governador de Pernambuco, é aliadíssimo de Lula e que o próprio Lula vem a Pernambuco mais ou menos a cada dois meses.

      A questão das (boas) condições das estradas da PB, principalmente se comparadas com as de PE são um dos grandes mistérios da humanidade. :) Aliás, a piadinha que Thiago Leal contou de que não é preciso placa de divisa entre PE e PB também é contada por aqui por pernambuco.
      Mesmo comparando-se com as estradas do RN, as da PB são melhores, mas a diferença não é tão gritante quanto a comparação com PE. E, geralmente, as de PE são melhores que as de AL.

      1. (Opa, consegui visualizar)

        É verdade, Márcio! Há tempos que a estrada daqui (PB) é melhor que as vizinhas, independente do governo.

        Uma vez fiz o caminho JPA-SSA de carro. A pior parte é Alagoas/Aracaju, depois Pernambuco/Alagoas.

  8. infraestrutura!! e’ nisso que precisamos investir, infraestrutura gera emprego e renda… mais aeroportos, mais rodovias, mais portos, mais agua e saneamento basico.

  9. Alguém tá com problema para visualizar os comentários deste post? Pelo google reader eu consigo ver tudo, mas agui não.

  10. Realmente, como carioca radicada em Recife que AMA João Pessoa, também não entendo o motivo dessa diferença entre as estradas e pq das obras da duplicação em PE serem tão demoradas… Político não é, pois o governador daqui tb é aliado do governo federal…

  11. Não saberia dizer o motivo da diferença no avanço da duplicação da BR aqui na Paraíba em relação a Pernambuco, mas a piadinha que o Thiago contou faz algum sentido… A atividade econômica bem pode ditar o bom estado de conservação das estradas, mas isso é sinal de inteligência, né! :-)

    A BR 101 não é a única estrada bem cuidada aqui na Paraíba; a BR 203, duplicada no trecho entre João Pessoa e Campina Grande, é muito boa também.

    1. Ah, Riq, se precisar de algo caso volte a passar por aqui, estou à disposição!

    2. Wanessa, vc quis dizer BR 230, não? Essa é um verdadeiro tapete que leva os pessoenses ao Maior São João do Mundo em quase 1 hora.

      1. Isso mesmo, Thyago, BR 230!

  12. O acesso para o Suape parece coisa do 8 mundo, e cuidado a quem vai para porto de Galinhas. Tem um trecho da BR que de duplicada, de repente vira uma estrada de terra, sem sinalização, eu so pecebi porque vi os outros diminuindo a velocidade.

  13. Já vi esse filme : estrada ruim, governo pior (em todas as esferas, todos os partidos) – solução : concessão com pedágio !

  14. Uma coisa que lembro até hoje, indo para Mangue Seco de Aracaju: após sair da balsa, a estrada era um tapete, a maior parte dos carros ia para Mague Seco, mas eles saíram em disparada e nós (a “apenas” 120/130km/h) logo ficamos para trás, depois perdemos a entrada (não deu para seguir os demais carros-foguete) e ao invés de seguir pelo caminho “certo” (que ainda passa por uma segunda balsa) fomos por dentro, um trajeto muito mais longo, que entra pela Bahia.

  15. De João Pessoa a Recife fui num passado muito remoto e nem lembro da estrada, e de Maceió a Maragogi (mais recente) lembro de alguns trechos bem ruinzinhos, mas nada pior que as pavorosas estradas de MG ou a BR 101 após Rio Bonito a caminho de Rio das Ostras (antes das obras).

  16. Uma pergunta para quem está acostumado a transitar de carro entre as cidades de Natal, João Pessoa e Recife: qual trajeto é mais fácil de fazer de carro: aeroporto de Natal/João Pessoa OU aeroporto de Recife /João Pessoa? Vou passar uns dias em João Pessoa, mas, a princípio, estou achando que é mais fácil descer em Recife ou Natal, pois estas duas têm maior quantidade de vôos e horários e as conexões ficariam mais simples para mim, que moro em Minas.

    1. Olá, Patricia! Recife está mais próximo — são 130 km desde o aeroporto. Mas conte em pegar bastante trânsito pelo caminho, sobretudo na passagem por Abreu e Lima.

    2. A Bóia tem razão… dependendo do horário, o trânsito em Abreu e Lima será gigante.

      Vindo por Natal, sem pressa, você pode parar na Praia da Pipa como opção.

      1. Obrigada pela dica, Thyago! Eu já estava desconfiada que Natal seria a melhor opção, mesmo sendo mais distante. Vc sabe me dizer se a duplicação da Br 101 entre Natal e João Pessoa foi totalmente concluída?

        1. Patrícia…

          Confesso que há um tempinho que pisei em Natal (quase sempre vou até a Pipa hehehe), mas um amigo voltou ontem e falou que tem apenas um desvio entre 2 e 5 km sem duplicação, quase na entrada p/ Pipa.

  17. E a estrada entre João Pessoa e Pipa é boa? Este trecho de carro dura mais ou menos quanto tempo? O trânsito é complicado?

    1. Olá, Lucas! A estrada é duplicada até a entrada da estrada que leva da BR 101 ao litoral.

      Você pode sair da 101 por Canguaretama, que fica a 118 km de João Pessoa, e seguir mais 15 km até Pipa, via Barra do Cunhaú — é mais curto e mais pitoresco, mas você vai precisar atravessar um riozinho de balsa em Sibaúma.

      A opção mais papai-mamãe é ir pela 101 até Goianinha (131 km), então prosseguir mais 21 km a Pipa via Tibau do Sul.

      Você só vai ter problemas com trânsito quando chegar ao centrinho de Pipa :D

  18. Você ainda não conhee as estradas do Ceará. Hoje mesmo que estamos a 2 anos apenas da copa do mundo, sem falar na copa das conferações já em 2013, a situação continua de calamidade!!!
    Dali Nordeste!!!

  19. REALMENTE ! AS ESTRADAS DA PB SÃO MELHORES … AS BRS E POUCAS PBS … MORO EM MAMANGUAPE E VOU,GERALMENTE UMA VEZ NO ANO A PORTO DE GALINHAS,E PARECE UM FIM DO MUNDO QUANDO CHEGA EM GOIANA-PE … E QUANDO CHEGA NA PE Q LEVA DE SUAPE A PORTO DE GALINHAS ? ATÉ ESTRADA DE BARRO COM CHUVA ESTÁ MELHOR ! E NÃO É EXAGERO NÃO VIU ?

  20. AH, E OBS,A PLACA FICA NA DIVISA RN/PB … E A CIDADE DA PB Q FICA DEPOIS DESSA PLACA É MAMANGUAPE POR ENQUANTO QUE NENHUM POLÍTICO INVENTA DE DIVIDA-LA (O TERRITÓRIO DA CIDADE ) PARA COMER DINHEIRO PÚBLICO !

  21. Olá pessoal, alguém já foi de João Pessoa a Pipa no RN? Demora muito? A estrada é boa?

    1. Olá, Nilva! A estrada é boa. São 150 km. Dá umas duas horas de viagem.

  22. Cuidado com BR 101 na região Camacã – Itabuna, na Bahia. Lá tem a Máfia do guincho colocando óleo na estrada para provocar acidentes, tirando vidas de pessoas inocentes.

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!