Querido, um B&B brasileiro em Buenos Aires

Buenos Aires, flor no vaso de um quarto do hotel Querido

Nesta época de invasão verde-amarela a Buenos Aires, os brasileiros constituem a maioria dos hóspedes dos hotéis turísticos. Em qualquer três-estrelas do centro da cidade, recepcionistas, mensageiros e até camareiras já se comunicam conosco em português – mesmo que tenhamos iniciado a conversa em espanhol.

Mariana Pereira e Ali MasonNum hotelzinho a quinze minutos de táxi da calle Florida, porém, a presença brasileira não se limita ao lado de cá do balcão. Aberto há pouco menos de um ano, o Hotel Querido, em Villa Crespo, é o primeiro bed & breakfast montado por brasileiros – ou, vá lá, por uma brasileira e seu marido inglês. Mariana Pereira é uma publicitária de Salvador que desembarcou em Buenos Aires em 2005 para fazer uma especialização em gestão cultural. Alaistair “Ali” Mason, originalmente um profissional de relações-públicas, chegou em 2003 depois de um mochilão pela América do Sul e nunca mais quis sair. Juntos, compraram uma casa num bairro barato mas bem-localizado, que demoliram para construir o predinho de três andares em que instalaram o hotel.

Sui generis.

O resultado é bastante fora dos padrões. O clima é de bed & breakfast, sem os inconvenientes comuns ao gênero: como não funciona num casarão adaptado, mas num pequeno edifício projetado para receber hóspedes, o Querido oferece confortos como elevador, cama box, ar split, calefação individual, acessibilidade. Mas não espere encontrar aquela impessoalidade-design dos hotéis-butique de Palermo Soho, o badalado bairro vizinho, a apenas 5 quadras dali. O Querido tem astral de pousada – no que combina perfeitamente com Villa Crespo, que ainda não perdeu as características originais de bairro.

Hotel Querido, Buenos Aires

Buenos Aires: apartamento do hotel QueridoBuenos Aires: hotel Querido

Cinco apartamentos já estão disponíveis – todos compactos, com diárias entre 90 e 100 dólares (os mais caros, com sacada). No Carnaval um sexto apartamento será aberto – e até o fim do ano,  mais dois, depois que Mariana e Ali se mudarem para uma casa ali perto. No térreo, o salão de café da manhã é integrado à cozinha, que pode ser usada pelos hóspedes. A ocupação tem sido excelente; não é raro o hotel estar totalmente lotado. E aqui então começa a parte mais interessante dessa história: o Querido é um hotel que estourou graças às redes sociais.

Buenos Aires: hotel QueridoBuenos Aires: hotel Querido

B&B 3 G.

Mariana e Ali compraram a casa em 2007, mas a obra do prédio só começou em agosto de 2008 – e, como toda obra que se preze, se arrastou por muito mais tempo do que o imaginado. Um ano depois de iniciar os trabalhos, e ainda sem hotel para abrir, Mariana teve uma idéia: criar um blog. Nascia o MyVillaCrespo.com (título oficial: Buenos Aires, queridos.). Nele Mariana ia registrando as alegrias de morar em Buenos Aires e os progressos na construção do hotel. De quebra, começava a incluir o nome de Villa Crespo – um bairro totalmente desconhecido fora de Buenos Aires – no repertório de viajantes brasileiros descolados. Com o tempo – e todo blogueiro de viagem brazuca sabe que isso acontece – seu blog virou um salva-vidas para brasileiros programando viagens para Buenos Aires. Mariana passou a responder perguntas e fazer amigos.

Buenos Aires: hotel QueridoBuenos Aires: hotel Querido

Finalmente, no dia 20 de abril do ano passado, quando anunciou que o hotel abriria em maio, Mariana fechou imediatamente sete reservas. A reserva número 1 foi feita pelo blogueiro gaúcho Marco Cavalheiro, do Buenos Aires Dreams, que tornou-se um dos maiores fãs do B&B. Os primeiros hóspedes iniciaram não só a propaganda boca a boca, como os comentários positivos no TripAdvisor. Em pouco tempo o Querido estava cotado como o quarto melhor bed & breakfast de Buenos Aires pelos leitores do site. Em outubro, o Guardian inglês listou o B&B numa seleção de 10 pousadas bacanas na América do Sul. E a todas essas, Mariana continua socorrendo brasileiros aflitos no blog e produzindo posts sobre compras, câmbio, como arrumar a mala para ir a Buenos Aires. Se não saísse no Viagem & Aventura, o Querido poderia muito bem sair no Link.

Buenos Aires: Café MalvónBuenos Aires: Café Malvón

“Palermo Outlet”.

Quando decidiram fazer um hotel em Villa Crespo, em 2007, o bairro tinha apenas dois outlets. Hoje há todo um polo de outlets irradiado a partir da esquina de Gurruchaga com Aguirre (a duas quadras do hotel). Na outra extremidade do bairro, a calle Murillo concentra lojas especializadas em produtos de couro a preços de fábrica. Há quem queira batizar o bairro de “Palermo Outlet”. Outros, mais infames, tentam lançar o nome “Palermo Queens”. Os moradores do bairro, no entanto, já fizeram protestos de rua contra os marqueteiros. Fora dos quarteirões ocupados pelos outlets, Villa Crespo continua sossegada, habitada por gente de verdade e ciosa de suas tradições. As sinagogas e os produtos kasher vendidos nas padarias, açougues e mercearias lembram que o bairro ainda é um importante reduto judaico. Depois que os outlets fecham, contam-se nos dedos os lugares que atraem forasteiros.

Mas não é preciso recorrer senpre a Palermo para comer ou beber. Dá para sair caminhando do hotel até um restaurante que é um dos ícones de Buenos Aires, o Sarkis, de comida armênia (Thames, 1101; tel. 00—54-11-4772-4911). Também ali perto, uma antiga fábrica de massas caseiras tornou-se um cultuado restaurante italiano, o Salgado (Ramíres de Velazco 401, tel. 00—54-11-4854-1336). Para quem quer um ambiente moderninho sem sair do bairro, a pedida é o 878, um bar secreto, sem nome na porta – mas reconhecível pelo segurança tipo armário (Thames, 878, tel. 00—54-11-4773 – 1098; foto abaixo). E um sinal de que a palermização talvez seja inevitável está na charmosa confeitaria El Malvón, que abriu há pouco e é dos mesmos donos do Green Bamboo de Palermo Hollywood (Serrano 789, tel.0 0—54-11-3971-2018; fotos acima; dica do Marco Cavalheiro).

Buenos Aires: bar 878

Originalmente publicado na minha página Turista Profissional, que sai todas as terças-feiras no suplemento Viagem & Aventura do Estadão. As fotos estão ruinzinhas porque foram feitas com celular (tô traumatizado, não saio mais com câmera em Buenos Aires…)

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


58 comentários para “Querido, um B&B brasileiro em Buenos Aires”

  1. Na próxima vou ficar no Querido! achei o blog muito simpático e usei muitas das dicas (btw, Mariana, fomos à Winery e entreguei o print que eu havia feito do seu post pros caras!). Eu tinha optado por ficar no meio do buchincho e reservei o Blue Soho, que se mostrou um desastre, conforme narrei dentro do link sobre o hotel no compilado aqui do blog.

    Falando nisso, queria dividir com os trips meu comentário no Facebook sobre o excelente pós-venda do Hoteis.com. “Um atendente me ligou pra pedir mais detalhes sobre o ocorrido com o Blue SoHo de BsAs. Além das desculpas, me ofereceram devolver a diferença de $ entre a tarifa que paguei no site e o pago ao hotel e ainda me deram um cupom de desconto. Olha, tô pra ver algum atendimento ao consumidor tão bacana quanto este. Clap, clap!”
    Legal o blog ter um patrocinador assim!

    1. Uia!

    2. Oi, Jô! Obrigada pelo “merchan” com o pessoal da Winery :)

  2. Já citei isso em outro post, mas como elogio é bom e todo mundo gosta: Estive no Querido agora em janeiro. A atmosfera “tô em casa” é realmente o diferencial. Mariana e Ali (o mais brasileiro dos ingleses) são extremamente atenciosos e a decoração é um charme.

    As dicas da Mariana são valiosíssimas, desde as delícias do Café Crispin e do Salgado, até o Museu Evita (já era minha quarta vez em BsAs e não conhecia, por puro preconceito – é uma boa pedida para entender o mito, que ainda marca muito os argentinos).

    Ps.: vou parar de ler o VnV pois a cada vez que venho dar “uma olhadinha”, meu vírus Vibana começa a se pronunciar: Que saudade…

    1. Amaro, que bom que vocês gostaram… Digo sempre lá no blog que as dicas são ainda melhores ao vivo.

  3. Ricardo, estive hospedado no Querido no ano passado e posso dizer que é tudo isso que você falou e mais um pouco… Mariana e Ali são sensacionais e o Querido é um reflexo disso. Fico muito feliz em ver que tem todo esse reconhecimento (merecido).

    Abraços,

    1. Obrigada, querido! Esse ano vcs vem de novo, pela decima primeira vez??

  4. Hehe, taí um excelente case de comunicação: uma amostra do que dá um trabalho integrado entre publicidade e relações publicas! Sucesso!!!!!

  5. Bárbaro ! E , se não me engano , dá pra passar no QUERIDO depois das compras , tomar um cafézinho e charlar com a Mariana , aproveitando para conhecer o charme da pousada :oops:

    1. Oi, Sylvia. Seria um prazer te receber aqui també. A única coisa é que, infelizmente, a gente não tem como atender todas as pessoas que quiserem visitar o nosso hotel e ainda atender nossos hóspedes. Portanto, quem quiser vir aqui conhecer o Querido será muito bem vindo, mas tem que marcar dia/hora com a gente antes por email, certo?

      1. Olá Mariana. Meu nomé é Ademar. Estive observando que vc é uma pessoa “online”, ou seja está sempre atenta as mensagens postadas acerca dos comentários do hotel. Pois bem, em janeiro/2013 estarei fazendo minha primeira viajem à Buenos Aires. Gostaria de saber os valores da hospedagem pra 4 pessoas (casal e dois filhos; uma menina com 18 anos e um menino com 14 anos). Pretendo ficar uns 6 dias, dependendo do valor das diárias. Caso tenha alguma data com acomodação disponível durante o mês de janeiro/13, desde já tenho interesse.

        Atenciosamente, Ademar

        1. Olá, Ademar! O melhor é entrar diretamente no site do hotel:
          http://www.queridobuenosaires.com/

  6. Pela fotos, eles sao tímidos e queridos!!!Também ficaria(ei)lá next time!

  7. Acompanho o blog Buenos Aires, queridos desde o início do ano passado… foi onde consegui as melhores informações sobre Buenos Aires. A forma como Mariana escreve realmente cativa. Atualmente não tenho nenhuma viagem marcada a Buenos Aires, mas leio cada novo post do blog!

  8. Viva Mari, viva Ali, viva “os queridos”! Buenos Aires está melhor do que nunca ;)

  9. Passei o reveillon no Querido e amei!
    Sou mais uma pessoa que teve o primeiro contato com o Querido através do blog da Mariana, que é divino. Cada detalhe, a hospitalidade da Mariana e do Ali, transformam o Querido num lugar muito especial.
    Super recomendo!

    1. Obrigada pelo carinho, Agatha! A gente deu boas risadas naquele dia.

  10. Visitei o Querido quando estive em BsAs em agosto passado e me encantei, não só com o hotel ultra aconchegante, mas também com a Mariana, que é a fofura e a simpatia em pessoa. Me recebeu pra uma visita+papo mesmo eu tendo esquecido de marcar hora :oops: com a maior boa vontade. E Villa Crespo entrou super pro meu roteiro porteño, tanto que voltei lá em outros dois dias para comer em restaurantes indicados pela própria Mari-xará ;)

    1. Aaaah, Mari, vc também… Obrigada! E na proxima, vamos combinar um jantarzinho de chicas, certo?

  11. Ricardo,

    Parabéns pelo Post !!!

    Também estive no Querido em Nov/2010, foi maravilhoso.

    Foi no SALGADO, que comi a melhor massa da minha vida, o Salgado é muito bom. Simples e objetivo.

    E as dicas da Mariana e do Ali fazem toda a diferença.

  12. Oi! Ler esta matéria aqui no meu quarto no Querido é algo surreal!! Parabéns ao Ali e a Mariana pelo excelente trabalho!! Este é um hotel onde entramos hóspedes e saimos amigos!! Eu e a Quéle já temos várias lembranças afetivas deste hotel, mas neste ano, ter conhecido pessoalmente o Ricardo e o Nick por aqui foi sem dúvida incrível! É impossível terminar a estadia por aqui sem planejar a volta!Grande abraço, Mari e Ali, vocês merecem!! :)

  13. Nossa, que legal o Querido oficialmente no VnV!! Quando estive lá a Mariana disse que achava que teria um treco se um dia o Riq aparecesse por lá! Eles devem estar super felizes com o reconhecimento merecido. Parabéns, queridos!

    1. Ahahaha, lembra, Amanda! Pois aconteceu!

  14. Estive no Querido em outubro de 2010.
    É realmente muito bonito e aconchegante e Mariana e Ali são extremamente atenciosos e simpáticos. As massas do Salgado são maravilhosas!
    Parabéns ao Querido!

  15. Querido! Assim sente a pessoa neste lugar tão querido.

  16. Passei 6 dias no Querido em dezembro e, nossa, que lugar maravilhoso! O ambiente, o café-da-manhã, a simpatia… até uma bacia (para colocar meus pés doloridos) me emprestaram lá.Tenho falado para todo mundo que eu conheço ficar lá, não tenho nada ruim para falar de lá, é um hotel/casa perfeito.

  17. Agora escrevo direto de meu quarto aqui no Querido e posso confirmar tudo !!! é muito bom !!!!
    Nós estamos pela primeira vez em BAs e foi ótima a hospitalidade dada pela Mariana e pelo Ali, parece que estamos hospedados na casa de amigos…
    Parabéns pelo sucesso, que sem dúvida alguma é muito merecido !!! Ah e sem contar que o café da manhã é muito bom, ontem tinha um pêssego maravilhoso, acho que o melhor que já comi na
    vida !!!! hehehe
    Bjssssssss

  18. Para outros locais com este mesmo nome veja …Buenos Aires e a capital da e uma das maiores e mais importantes cidades da America Latina. .De as companhias com voos diretos sao Tam Gol Aerolineas Lan Tam Mercosur British e Lufthansa todos para Ezeiza 2h30 de viagem . Sendo assim prefira pagar o taxi com o valor exato ou se preferir contrata-lo no aeroporto e pagar no cartao de credito..Atualmente um boa opcao e o taxi oficial do aeroporto Taxi Ezeiza que cobra AR 118 Junho 2010 para leva-lo ao centro da cidade o preco inclui o pedagio na auto-estrada .

  19. Existirao comerciantes que se recusarao a vender pecas individuais e insistir e pedir para ver cara feia. Algumas das roupas da vitrine ja irao ter acabado no estoque e esqueca a vendedora nao vai tirar do manequim aquele casaco que voce adorou e que esta baratissimo so para te vender..Lembre-se que esta nao e uma area comercial voltada para o turismo os vendedores nao farao questao de serem entendidos por brasileiros e terao pouca paciencia com o portunhol .

  20. Ricardo, parabéns pela reportagem.

    Fiquei hospedada no Querido e foi uma experiência incrível.

    Ali e Mariana merecem esse reconhecimento.

  21. Gostoso Querido! somente poder ser brasileiro! Es lo más!!! (eu sei)

  22. Ric,

    O Querido é tudo isso que você escreveu.Um hotel com identidade e charme especial. Parece que estamos em casa. Mariana e Ali mereciam este reconhecimento.
    Beijos da mami, meus queridos!
    Ser recomendado pelo Ric no Estadão, não tem preço!

  23. Mariana e Ali, um abraço grande e todo o sucesso que vocês merecem, já que acolhem tão bem seus clientes e o hotel é mesmo uma doçura e bom de se estar nele.
    Sucesso, qualquer dia volto aí, espero,
    Vera

  24. Gente. Coisa mais linda é essa? Ao Riq, já mandamos um email agradecendo a incrível buena onda dele e a visita mais que simpática que ele fez ao Querido. Mas temos que agradecer ainda mais a vocês, nossos hóspedes, que toparam a proposta do Querido antes mesmo dele “bombar na internet e nas redes sociais”. Obrigada demais pelo voto de confiança. Obrigada também pelos comentários carinhosos e desinteressados de todos vocês aqui no Viaje na Viagem, no nosso livro de hóspedes que fica aqui na nossa recepção e também no site do TripAdvisor.

    O Querido foi feito com toda a nossa dedicação, com muito amor mesmo. Acho que deve ser isso que acaba transparecendo para os nossos hóspedes e faz daqui um lugar assim, diferente. Vocês sabem. Para a gente, não tem nada mais gratificante que escutar um hóspede nos dizer, na hora de ir embora, que “a viagem não teria sido tão boa se não tivesse ficado no Querido”. Obrigada, de verdade.

    Mariana Pereira & Ali Mason

  25. [...] matéria também está disponível todinha no Estadão online e no blog do próprio Ricardo Freire, em uma versão, digamos, director’s cut, incluindo fotos inéditas do Querido e da gente [...]

  26. No site não consegui achar preços.

  27. Oi Mariana. As nossas tarifas estao sim publicadas no nosso site. Envio aqui o link. Obrigada!
    http://queridobuenosaires.com/portugues/tarifas/

  28. Sou suspeitaço pra falar do Querido, de donos tão queridos que até já esbarro neles por acaso :)

    E não esqueci que to devendo o post de lá!

  29. O site do Querido está com problemas? Não consigo acessar nada, a não ser a Home e o texto em português quando clico na bandeira do Brasil. Onde fazer as reservas e ver as tarifas no site?

  30. Oi, William. Estamos fazendo um site novo, muito mais completo, que deverá entrar no ar em breve. No site atual, clicando na bandeira do Brasil, aparece, lá em cima, um menu de opçoes, com tarifas, contato, fotos etc.

    Para ver as tarifas: http://queridobuenosaires.com/portugues/tarifas/
    Qualquer informaçao que precise, nosso email: info@queridobuenosaires.com

    Estamos no Facebook também: Querido Buenos Aires

  31. [...] Revista Viagem&Turismo, depois uma super matéria no Estado de São Paulo, um post todo nosso no portal Viaje na Viagem e até a lista de melhores pousada na América do Sul do jornal britânico The Guardian. Bem, agora [...]

  32. Estamos hospedados no Querido e aprovamos.Tanto que agora mesmo, ao falarmos tchau para o Diego, que trabalha aqui e foi com quem tivemos mais contato, meus filhos me pediram pra que quando voltarmos, fiquemos aqui novamente! Quartos super limpos , cheirosos e um bom café da manha .Super agradável.

  33. Estava muito empolgado em ficar no Querido em dezembro2011 com minha esposa e filha de 11 anos. Lamentavelmente eles só permitem 2 pessoas no quarto e não colocam cama-extra. Uma pena…

  34. Oi Vander. Obrigada pelo seu interesse no querido. Sim, infelizmente, o tamanho dos quartos aqui no Querido nao nos permite colocar cama extra no quarto da maneira que nos gustaria: com espaço suficiente e confortável para todos os hóspedes. Quem sabe um dia em uma futura ampliaçao?

  35. Oi Vander. Obrigada pelo seu interesse no querido. Sim, infelizmente, o tamanho dos quartos aqui no Querido nao nos permite colocar cama extra no quarto da maneira que gostaríamos: com espaço suficiente e confortável para todos os hóspedes. Quem sabe um dia em uma futura ampliaçao?

  36. Oi Mariana eu gostaria de pasar as datas de Carnaval no Querida este ano e como eu gosto de assistir os desfiles das escolas de samba gostaria de saber si tem Globo na tv a cabo nos quartos.

    1. Oi, Eduardo. Tudo bom? Uma pena, mas não temos Globo aqui no Querido. A Globo aqui só entra para quem tiver Directv.

      Mas te dou uma dica: tem um restaurante brasileiro (bem estilo botequim) que tem telão transmitindo a Globo direto e com certeza, estarão funcionando durante o Carnaval. Lá você vai poder assistir os desfiles acompanhado de Skol (ou guaraná) gelados, petiscos e até feijoada, para quê melhor?

      O restaurante fica a 12 quadras daqui do Querido, dá para ir andando ou 5 minutos de taxi. O nome é Me Leva Brasil: http://www.melevabrasil.com.ar

  37. Mariana,

    Já estive 6 vezes em Buenos Aires e se puder, certamente, voltarei outras mais. Sou meio parecido com os seus sogros, não?

    A última vez que estive aí, há pouco mais de 15 dias, fui à Vila Crespo para comprar umas camisas na Lacoste.

    Por incrível que pareça caminhando pelas redondezas da loja, lembrei que havia lido algo a respeito do Querido (aliás esse nome é ótimo!)e que deveria estar por perto dele. Mas sem o endereço sequer deu para tentar localizá-lo.

    Rodei muito nessa última viagem pelas bandas de Palermo, La Imprenta/Cañitas/La Quadra e gostei muito desse “quadrado”.

    Lendo a sua matéria acima, fiquei sabendo que Vila Crespo tem restaurantes e cafés muito bons e assim sendo que o bairro é uma caixinha de boas surpresas.

    Há alguma possibilidade de em junho próximo dar um pulinho com uma amiga a B.As e tentarei um contato com você para ver a possibilidade de nos hospedar aí.

    Desejo-lhe boa sorte, extensivo ao “patrão” e parabéns pelos depoimentos positivos de seus hóspedes, bem como as matérias publicadas a respeito. Isso é o que se pode chamar de êxito!

    Abraços,

    Oscar
    Belo Horizonte/Brasil

    1. Muito obrigada, Oscar!!
      Fazemos nosso trabalho com muito carinho aqui e estamos muito felizes com os comentários dos nossos hóspedes.
      Esperamos você aqui na sua próxima visita!

      Grande abraço,
      Mariana

  38. O que dizer do Querido:

    “Simples nos detalhes e rico em seu atendimento”

    Desde a chegada a nossa partida pudemos nos sentir em casa.

    É isso que faz a viagem valer a pena!

    Localização perfeita, bons restaurantes, bares.

    Afinal Buenos Aires é QUERIDOOOOOOO.

  39. Pronto, já sei onde ficar na minha próxima viagem a Buenos Aires. Tenho tido ótimas experiências em B&B, que relatei:

    http://www.silontheroad.blogspot.com/2011/01/um-b-bem-chevere-em-bogota.html
    http://www.silontheroad.blogspot.com/2010/11/outro-b-agora-em-mexico-city.html
    http://www.silontheroad.blogspot.com/2010/10/um-b-adoravel-em-zurique.html

    Mal posso esperar para passar uns dias no Querido.

  40. Fiquei no Querido no último final de semana de março. Após boas recomendações aqui e em demais sites, pude comprovar que é tudo verdade. O hotel é charmoso, limpo, super agradável e numa localização ótima! O Ali, proprietário, nos deu ótimas dicas, em especial a do restaurante Sarkis, mto bom… além de ser uma pessoa muito atenciosa com os hóspedes.

  41. [...] o Blue Soho, o Own ou ainda o Hotel Querido (sobre o qual o Ricardo Freire e a Mari Campos falam aqui e aqui) e o Boho Rooms (sobre o qual a Lu Malheiros comenta aqui). Ficamos no Mine e gostamos [...]

  42. Excelente hotel!
    Adorei!

  43. Boho Rooms também muito agradável. Eu recomendo ..

  44. [...] saber mais sobre o Querido vale a pena ver o que o Ricardo Freire escreveu lá no Viaje na Viagem, mas principalmente, ler a opinião sincera no Trip Advisor de quem já se hospedou lá , o que já [...]

  45. Oi Mariana, gostaria de saber se vcs trocam reais por pesos aí mesmo, no Querido. E se trocarem, qual seria a cotação.
    Viajarei com mais uma pessoa, na última semana de outubro, para Buenos Aires e me hospedarei pela primeira vez neste bairro e no hotel de vcs.
    Obrigada.

    1. Olá, Andrea!

      Leia sobre câmbio paralelo em Buenos Aires:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/08/onde-fazer-cambio-paralelo-buenos-aires/

      Para saber se algum hotel — qualquer hotel — faz câmbio paralelo, ligue para o hotel.

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!