Nova York: um passeio por Chelsea, Meatpacking e West Village

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

post19-sup2016

Chelsea Market, Nova York

Depois do roteiro de caminhada do Village ao Lower East Side (passando por Soho, Nolita e Bowery), aqui vai mais um tourzito simplificado pra quem quer destrinchar a parte de baixo (pra mim, a mais bacana) de Manhattan.

Desta vez vamos cobrir menos chão. Este é um roteiro que dá pra fazer bem fácil em uma manhã ou tarde. Você vai ver, porém, que haverá muitas chances de paradas para lanches e refeições sentadas. Acredito que depois dessa primeira passada você vai acabar voltando muitas vezes (talvez até para se hospedar por aqui...).

Assim como no outro roteiro, considere esse itinerário apenas como um eixo para onde voltar em caso de se perder. A linha azul do mapa apenas organiza o mais manjado. Não se atenha ferrenhamente ao traçado; em Nova York qualquer escapulidinha do roteiro pode resultar em descobertas inesquecíveis.

Tampouco tome a ordem dos fatores como imexível; o melhor é decidir onde você vai querer comer (lanchar, almoçar, jantar) e construir o seu roteiro em torno dessa parada fundamental.

Chelsea

Doughnut Plant, Chelsea

Eis um bairro totalmente desprovido de atrações turísticas tradicionais. Talvez por isso seja tão bacana grin

Entrou na moda nos anos 90, com a migração de galerias vindas do Soho e a caracterização do bairro como reduto gay. Hoje o lugar permanece, ahn, diversificado, mas não tem mais cara de gueto (a alta dos aluguéis e o fenômeno que os anglos chamam de gentrification, e que a gente pode traduzir livremente por aburguesamento ou encaretamento).

Saia do metrô na estação da rua 23 com 7a. Avenida (linhas 1 ou 2). Ou, caso você queira dar uma passadinha na Eataly, o apetitoso shopping/mercado/praça de alimentação de temática italiana, desça na rua 23 com 6a. Avenida (linhas M ou F). Mas eu acho que o Eataly merece uma ida específica, porque você vai querer comprar umas coisinhas...

Desça a rua 23 na direção da 8a. Avenida. No meio da quadra entre a 7a. e a 8a. você vai avistar o célebre Hotel Chelsea, tradicional reduto de malucos da melhor cepa, que usavam o hotel como casa (veja a lista na página do hotel na Wikipedia). No térreo, voltada para a rua, está a primeira tentação gastronômica (lanchonômica/snackônica) do roteiro: os donuts cheios de bossa da recém-inaugurada filial da Doughnut Plant, originária do Lower East Side (experimente o de crème brûlée!).

Vire à esquerda na 8a. Avenida. Nesta quadra você vai passar por outro momento calórico, o Murray's Bagels. (Murray's Bagels de entrada e Doughnut Plant de sobremesa dão um belíssimo café da manhã. Neste caso, comece o tour saindo na estação da rua 23 com a 8a. Avenida, linhas A, C ou E).

Mural d'Osgemeos na rua 21 entre 8a. e 9a. Avenidas

Siga pela 8a. só até a rua 21. Ali você vai dobrar à direita e passar pelo belo mural d'Osgemeos -- um sinal de que a presença brazuca em Nova York não se limita às lojas e outlets shock

Nona Avenida, Chelsea, Nova York

Ao chegar à 9a. Avenida, vale a pena se deter nas quadras imediatas (entre 20 e 22), que tem lojas bem interessantinhas. Se você curte cupcakes (ou decoração!) dê uma olhadinha, à sua direita, na Billy's Bakery, que a revista New York define como "a Magnolia Bakery que tudo bem você gostar ("the Magnolia Bakery it's OK to like").

Billy's Bakery, cupcakes em Chelsea

Daria para continuar à esquerda pela 9a. Avenida até o Meatpacking District, mas de repente vale a pena subir ao High Line Park -- o trilho elevado de trem abandonado que foi convertido em parque -- pela escada da rua 18 à altura da 10a. Avenida. Vale a pena voltar um pouquinho pelo viaduto, que nos últimos anos teve sua expansão totalmente concluída, até a rua 34.

High Line Park, Chelsea/Meatpacking District

Desça do High Line no comecinho dele, na escadaria da rua Gansevoort.

Meatpacking District

Meatpacking District

Pronto, você chegou ao Meatpacking District. (Querendo vir direto para cá, desça na estação da rua 14 com 8a. Avenida; linhas A, C ou E.) O nome vem do fato de a área ter sido ocupada por matadouros e fábricas de processamento e embalagem de carnes; por ali funcionava o Gansevoort Market.

Meatpacking District, Nova York

Nos anos 80, o Meatpacking era um antro de clubes de sexo e prostituição de rua (sobretudo travestis). Mas nos anos 90 começou a invasão de butiques de grife, hotéis de luxo e restaurantes difíceis de conseguir reserva. Hoje o lugar tem o comércio de rua mais chique da cidade abaixo da 5a. Avenida com rua 57.

Meatpacking District, Nova York

Applemaníacos e iPhônicos em geral vão gostar de saber que na esquina da rua 14 com 9a. Avenida está instalada uma Apple Store maior e mais organizada que a da 5a. Avenida.

Pastis, Meatpacking District

Três restaurantes são emblemáticos do lugar: o Pastis, do restaurateur Terence McNally, que recria um bistrô de estação de trem francesa, o Spice Market, do überchef Jean-Georges Vongerichten, que serve haute street food asiática num dos ambientes mais bonitos da cidade (os entalhes foram garimpados da Índia ao Camboja), e o The Standard Grill, bistrô do hotel The Standard, que funciona sob o elevado. No verão, o biergarten do Standard é especialmente concorrido.

Chelsea Market, Nova York

E  mesmo que você coma em outro lugar, não deixe de dar uma passadinha no Chelsea Market, que deve ser a única galeria/shopping nos Estados Unidos que não tem Starbucks.

SoHo House, hotel de luxo no Meatpacking District

(Se da próxima vez você quiser se hospedar por aqui, dê uma olhadinha no post Hotéis em Nova York selecionados por região.)

West Village

Abingdon Square, Nova York

Siga pela rua Hudson até alcançar a floridíssima (pelo menos estava assim no início da primavera...) Abingdon Square.

Abingdon Square na primavera

West Village

Atravesse a rua para a esquerda e você estará no West Village, um dos pedaços mais fotogênicos de Manhattan: townhouses de tijolinhos, ruas arborizadas, jardins perfeitinhos, lojas bacanas.

Magnolia Bakery, Nova York

Perca-se por ali (ande também pela continuação da Hudson) e, se for devoto de Carrie Bradshaw, dê uma passadinha no santuário de cupcakes da Magnolia Bakery, na esquina da Bleecker com rua 11.

Magnolia Bakery, Nova York

Leia mais:

 post19-rod2016-03

118 comentários

Kaka
KakaPermalinkResponder

Riq, td bem? Então, estou indo pra NY pela primeira vez em dezembro. Irei ficar só 5 dias por lá. Vou com minha filha de 10 anos e um casal de amigos com a filha de 10 tb. Vc poderia me ajudar no roteiro?Queremos ir nos principais pontos turísticos.Já tenho algumas dicas, mas não sei como montar o roteiro, pois não sei a distância entre eles.Vc pode me ajudar montando um roteirinho pra mim?Sei q 5 dias é mt pouco,mas dá pra conhecer alguma coisa pelo menos, né?Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Kaka! Quem responde é A Bóia. Infelizmente não podemos fazer roteiros individuais. Você pode consultar o conteúdo já publicado no site, incluindo os posts mais novos, que não estão indexados, aqui:
http://www.viajenaviagem.com/category/nova-york

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Olá, adorei suas dicas e nada como um bom texto em portugues. he he.
Vou a NY em dezembro com minha mãe de 82 anos. Voce sabe se costuma ter decoração de natal na região de Meatpacking, soho, west village?
Pelo menos a High Lane vc acha que vale a pena ir no inverno?
Supondo que seja sacrificante andar na rua e não valha a pena, o que não devo mesmo perder?
Penso em ir ao Pastis e uma steak house famosa que tem lá, vc conhece? Chama old homestead.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! A decoração é mais impressionante em Midtown, mas o clima natalino estará na cidade inteira. A chave para se dar bem no inverno é investir em boa acomodação, porque nem sempre vocês vão ter vontade de ficar muito tempo na rua. Subam ao Highline num dia ensolarado. Há um elevador na entrada da rua 20.

Liliane Inglez

É o que eu sempre falo: não existe melhor fonte de informação para viagens do que blogs... Geralmente são informações imparciais, sem o famoso "jabá" das companhias de turismo. Parabéns pelo texto, pelas imagens e informações. Estarei lá em uma semana!!!!

Cecilia Costa
Cecilia CostaPermalinkResponder

Ok, vou fazer esse percurso como totalmente detalhado. Maravilha, excelente....mas, e aí, como faço para retornar, sendo que comecei minha caminhada, na E32 th st esquina com a 5 avenida?????
Acredito q depois dessa caminhada toda não vou conseguir retornar caminhando de novo. . .

Abraços,

Cecília

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Pegue um metrô

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cecilia! Como disse o A.L., basta pegar o metrô.

Cecilia Costa
Cecilia CostaPermalinkResponder

Esquecí de completar q estarei aí em julho/2013, quando as temperaturas vão estar fervendo, não é???
Parabéns pelo site maravilhoso... Estou amando tudo e anotando também.
Mais abraços,

Cecília

Lorena Lennertz

Muito legal o roteiro!
Já salvei aqui pra incluir na minha primeira ida à NY smile
Vocês sabem me dizer quanto seria legal eu reservar pra esse passeio, meio dia ou um dia inteiro?
Obrigada!!!

Mon
MonPermalinkResponder

Lorena, dá pra fazer em meio dia e dá pra fazer em dia inteiro. Depende do quanto você se empolgar por lá.
Eu já fiz dos dois jeitos e, assim, se vc for fazer do Chelsea Market em diante, dura menos tempo. Mas se quiser passear um pouco pelo bairro do Chelsea, aí é um dia inteiro quase (manhã e tarde).

Ciro Bottini
Ciro BottiniPermalinkResponder

Oi Ricardo, suas dicas e seus textos são sempre muito legais, leio sempre que vou viajar e indico para os amigos.
Estou imdo com minha mulher e meu filho pra NY agora em julho, algum problema se andarmos na rua com cópias dos passaportes? Fiz isso na Europa e não houve problemas, mas americano é sempre mais crica, por isso a dúvida.

Abraços e sucesso no blog.
Ciro Bottini

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ciro! Quem responde é A Bóia. Pode andar com a sua carteira de identidade brasileira. Se em algum momento você realmente precisar do passaporte, acompanharão você até o hotel para pegar smile

José Roberto Galvão

Olá, irei pra nova york, agora em maio. Vc saberia me dizer onde há uma boa loja de artigos e suplementos pra arte, como pinceis, papel de aquarela e estecas para escultura? Desde já agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José Roberto! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Amaury
AmauryPermalinkResponder

José Roberto, não é uma grande loja (padrão de NYC) mas tem muita coisa bacana em artigos de papelaria, pintura e arquitetura. Sempre dou uma passada por lá.
Chama-se Sam Flex, fica no 900 Third Avenue (entre a 54 e a 55 st). Dê uma olhada no site deles antes de ir:
http://www.samflaxny.com
Outra dica, vá proximo do horário do almoço que o P.J. Clarke's fica na esquina oposta.

abraços

Amaury

Danielle Lourenço

Olá Jose Roberto, não sei se lá vende exatamente o que vc procura, mas vc pode tentar na Michael's, que vende muito material pra artesanato, sracpbook etc. Tem umas 2 ou 3 filiais em Manhattan, dá uma olhada no site,onde vc pode inclusive obter cupons de desconto interessantes. Boa sorte e boa viagem!

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Há várias Blick pela cidade. Para escultura procure pela Complete Sculpture

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Procure pela Blick Art Materials (há várias) e para material de escultura a The Compleat Sculptur.

Amaro - Recife

Tem a Pearl Paint na Canal Street (Soho/Tribeca), mas parece que ela fechou ano passado (não sei se tem outra filial)

Glaucia
GlauciaPermalinkResponder

Quando vamos em NY, meu filho sempre compra materiais de arte e arquitetura na Utrecht.
http://www.utrechtart.com/stores/detail/27
Tem pelo menos 2 em NY.

Rangel
RangelPermalinkResponder

Fica longe da "ilha" mas é uma loja gigante junto do Paramus Park Mall shopping - http://www.joann.com (o site deles é bem ruim e não representa tudo que a loja vende). Só pegar um onibus que demora uns 40 minutos já aproveita e passa no shopping que tem varias lojas grandes como Macy's mas sem aquela muvuca toda de NYC.

aparecida
aparecidaPermalinkResponder

Gostaria de saber o valor do taxi do JFK até a 10 c/a 45st?

Carlos Sampaio

Estou indo a NY dia 03/10/13. gostria de visitar um dos dois mercados.:Eataly ou Chelsea. Não dá tempo para os dois. Qualdos dois você sugere.Para entrar e visitar a High Line qual deles é mais facil e por onde? Estarei no THE MANHATAN AT TIME SQUARE 790 7ª Ave.
Grato,
Carlos Sampaio

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! O Chelsea Market está ao pé do High Line. O Eataly fica na 23 com 5a.

nelson espigarol

parabéns e muito obrigado. belo trabalho

Daniel Teixeira

Amanhã cedinho vou fazer este passeio! #partiu NY!

New York | básico a mais

[...] o Chelsea Market e o High Line, tem um bom roteiro para esse pedaço no site do Ricardo Freire - http://www.viajenaviagem.com/2011/05/nova-york-um-passeio-por-chelsea-meatpacking-e-west-village/ - Williamsburg (gente moderna, lojas descoladas, bistrôs deliciosos, feiras e tb tem um parque no [...]

Juliana Lima
Juliana LimaPermalinkResponder

Olá Ricardo boa noite! Antes de mais nada parabéns pelo blog! É a minha referência! Estou aqui em NY de ferias com marido e filho de 6 anos! Hoje passeamos no High Line, Meatpacking, almoçamos no Lobster do Chelsea (a sopa estava divina) e depois para sobremesa seguimos uma dica de uma francesa que encontrei no Lobster! Melhor cheesecake que ja comi! Vá até a Rocco Pastisserie! Delicia! E depois na volta uma Paradinha no Max Brenner chocolate culture! Amamos! Grande abraço! Ah aqui está -3!

Juliana Leite
Juliana LeitePermalinkResponder

Adoro a área do High Line e a idéia de parque suspenso em conglomerações urbanas é super interessante.

Em Chicago estão construindo um parque que segue a mesma filososfia, o "The 606". 606 porque o zip code de toda cidade começa com esses três numeros. Algumas partes do 606 devem ficar prontas ja no outono desse ano e vai ser super legal andar de bike por onde antigamente passavam os trens.

Mais sobre Chicago aqui: http://world-surpriseme.blogspot.com/2014/02/explorando-chicago_26.html

E minhas fotos do High Line: http://world-surpriseme.blogspot.com/2014/03/high-line-new-york.html

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Fui à NY no ano passado e fiz praticamente o mesmo passeio! Realmente é um tour imperdível. Fiz um pouquinho diferente: Highline de manha, chealsea market, eataly e depois andamos para o Empire State. Também é um percurso bacana, e nos deu a oportunidade de exeprimentar varias comidinhas ao longo do dia. No Chelsea Market provamos algumas cervejas artesanais deliciosas e compramos uma série de tipos de sal! Isso mesmo, uma loja só de sal (sais?)... E no eataly fomos para o restaurante que tem no ultimo andar: Birreria. É uma cervejaria também, com uma carta bastante variada e comidinhas requintadas. O legal é que, no verão, você come no pátio com vista para o Flat Iron. Super bacana! smile

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Que delícia essa dicas!!! Estou devorando e amando o blog! Hahaha
Estou indo para NY com meu namorado agora no final de maio e vamos passar exatos 7 dias. Estou me virando nos trinta para conseguir colocar tudo que sempre sonhei em conhecer no roteiro. Gostaria de uma opinião... Vocês acham que daria para fazer o High Line conhecendo Chelsea + Meatpacking + West Village, pela manhã, e ainda o roteirinho de Village + Soho + Nolita + Lower East Side, na parte da tarde?
Super obrigada por dividirem essas dicas preciosas!
Beijos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Podem ser roteiros complementares, mas haja perna...

val
valPermalinkResponder

sinceramente, dá nao!

Cleide Guerino

Mais um roteiro copiado. Pena que não consegui imprimir o mapa, mas com todas as indicações acho que não terei problemas em fazer igualzinho. Roteiros a pé são sempre meu plano A. O que incluem metrô são o plano B, porque vai que eu não consiga usar.
Abraços Ricardo. Sucesso! você é 10.

Angélica Rosalem

Fiz esse tour e é muito bem explicado e simples! Emocionante reler o post e lembrar desses lugares maravilhosos em que passei! I s2 NY!!!

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Ola tudo vem?
Adorei todas suas dicas.... Muitooooo bommmmm
Sei que pode ser um pouco folga minha, mas gostaria de copiar todas suas dicas de netro, ruas opcoes de saida, enfim quero levar tudo impresso.
Tem como imprimir? Pois nao estou conseguindo
Obrigada

Priscilla
PriscillaPermalinkResponder

Olá, pessoal.
Estou maravilhada com a riqueza de informações úteis desse site.
Já estive em NY, mas estava em busca de dicas/roteiros alternativos. AMEI diversos posts desse site.
Parabéns!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Greenwich Village... para mim é o melhor lugar para se hospedar em NY: Escala humana nas edificações, a Washington Square como polo de atração, flanar pelas ruas do bairro e seus bares, restaurantes e cafés... É um bairro da Europa, no coração da America.

Eliane Anjos
Eliane AnjosPermalinkResponder

Gostaria de saber se e perigoso ir do JFK Airport ate o Edison Hotel na 46 de trem e metro as 23 hs de um domingo ,quando chegaremos a NYC

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eliane! Não é perigoso. Mas se é a sua primeira vez em Nova York, vale a pena investir num táxi para chegar. Deixe para decifrar o transporte público da cidade no dia seguinte, de cabeça fresca.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Não vale a pena. O táxi tem preço fixo (pegue sempre os amarelos) e em meia hora vc estará na porta do hotel, sem estresse ou cansaço.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar