Férias no inverno: como não passar frio na Europa e nos EUA

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Piumino da Moncler

Quando me pedem opinião sobre o que vestir no inverno do Hemisfério Norte, eu deixo claro que não sou adepto do estilo cebola. Acho que se vestir em camadas dá trabalho e não é eficaz. Isso porque, toda vez que você entra num ambiente fechado, a temperatura estará pelo menos ali pelos 20ºC -- e não é em todo lugar que você pode ficar tirando a série de pulôvers que foi amontoando sobre o corpinho.

O ideal, para mim, é vestir um casacão, luvas, gorro, cachecol e calçado impermeável. Por baixo do casacão, roupa primaveril (uma camiseta de manga comprida, com suéter fino por cima).



O problema desse esquema está justamente no casacão. Os casacos elegantes são quentes mas não são impermeáveis. A chuva (e a neve) são intermitentes no inverno do hemisfério norte. É por isso que antigamente os superfinos usavam sobretudos de gabardine por cima de tudo.

Piumino da Hugo Boss

De uns anos para cá, meio que virou uniforme nas ruas da Europa este casaco horroroso, que transforma até quem tem cinturinha de pilão num bonequinho da Michelin.

Esses casacos são descendentes diretos dos anoraks, casacos de esquiadores. Quando vim mochilar na Europa em 1985, era a única coisa que eu podia comprar. O meu anorak era vermelhão e azulão. Traumatizei. Andava na rua e me sentia paupérrimo, invejando os casacões e sobretudos dos nativos.

Piumino acinturado para mulheres

Os anoraks ganharam uma nova vida agora em cores sóbrias. Os fabricantes mais finos, como a Moncler, usam penas de ganso no estofo. Por isso na Itália se chamam piumino (pluminha). Na França são doudounas, informa a Maria Lina do Conexão Paris. Na Espanha e em Portugal não sei como se chamam, mas já já saberei.

Mesmo em tons plúmbeos, os piumini/doudounas jamais perderão a superfície plastificada que lhes pemite a impermeabilidade, mas condenam seus proprietários a se sentirem num saco de dormir de nylon ambulante.

Um piumino com pena de ganso de verdade custa mais de €500. Vi na vitrine da Max Mara a €1.100 (e no outlet da Prada a €350 o modelo masculino mais simplinho). O preço não impede que a loja da Moncler fosse a única da Via Spiga em Milão com fila na porta no domingo passado:

Fila na Moncler em Milão

Nas lojas mais plebéias, piuminos com estofo de poliéster saem em torno de €100 (preço da Zara).

Eu já consigo entender que se trata de um casaco imbatível para enfrentar o inverno aqui de cima. Mas ainda não tive coragem de comprar um. Sinto, no entanto, que capitularei antes do fim da viagem.

Devo ou não devo?

Leia também:

Dicas para viajar no inverno na Europa por Ricardo Freire

A rede AccorHotels.com apoia essa temporada do VnV na Europa.

Os carros desta viagem são alugados com todos os seguros pela Mobility Cars.

O Mondial Travel é a assistência viagem oficial do #viajenaviagem no projeto Europa de carro.

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email
Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem


97 comentários

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Concordo também. Comprei algumas peças no El Corte Inglés a preços muito bons, com os descontos para turista e os da loja, mas o IVA que vc recebe de volta. Comprei casaquinhos leves que dá prá usar aqui na Bahia, camisetas pro filhão e camisas da Pierre Cardim a preços inacreditáveis pro marido. Até mala da Victorinox, com preço mais baixo que na própria loja de Genebra, acredite. Mesmo não sendo consumista, aproveitei e comprei o que achei que usaria, e mesmo em euros, a economia foi grande.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Obrigada,pelas dicas. Um ótimo 2012cheio de ótimas viagens para vocês.

Deb
DebPermalinkResponder

Olá Ricardo,

Acabei de escrever um post sobre o assunto e vejo que estamos alinhados!

Também não sou fã do piumino/anorak, mas para quem estiver interessado em comprar um aqui em Londres, a marca japonesa Uniqlo tem a maior variedade de modelos de boa qualidade a preços acessíveis (ainda mais em liquidação!), alem dos clássicos de lã dos quais continuo adepta. www.uniqlo.com

O post está aqui: www.segredosdelondres.com.br/2012/como-sobreviver-no-inverno-londrino/

Abraços,
Deb

Solange
SolangePermalinkResponder

Tb não sou adepta do estilo cebola e gosto muito destes casacos com pluma de ganso, como vou para o Peru no proximo mes, vc saberia me informar se no Peru, Cusco ou MP, consigo comprar um casacão deste tipo, em dezembro vou para NY e ele será muito útil. grata

Solange
SolangePermalinkResponder

Oi, acabo de encontrar os posts da Manu sobre o Peru, adorei as dicas, já sabia das grandes lojas como a Saga, enfim agora já estou mais preparada para as compras. abraços

Isabel
IsabelPermalinkResponder

Eu chamo este tipo de casaco de "astronauta" - é assim que me sinto quando visto um. Infelizmente a elegancia é zero mesmo. Mas para o frio que faz aqui em Berlim nao tem coisa melhor, para mim o que importa é estar quentinha. Nao sei se é porque já me acostumei, mas só uso um casaco deste e um pulover por baixo e é suficiente - é claro que sempre com os acessórios como cachecol, luvas e gorro.

No post vcs falaram nos casacos com pena de ganso, mas tem também os sintéticos que esquentam do mesmo jeito e sao muito mais baratos. Com uns 50 euros vc já compra um na H&M, por exemplo.

Ana Claudia Rodarte

Pessoal,como vocês se vestem quando vão embarcar aqui no Brasil em Dezembro com 40 graus e desembarcar num destino nevado?! Casaco na mão Ok é básico, mas e nos pés?

Vicky Londres
Vicky LondresPermalinkResponder

Ana Claudia, apesar do Ricardo dizer que eh contra o estilo cebolao, no inverno eh impossivel fugir dele. A nao ser que voce seja uma daquelas pessoas sortudas que nao sentem frio, a dupla roupa leve+casacao eh irrealista. Sair do Brasil no calorao, embarcando para um destino congelado exige um pouco de sacrificio, vou contar o que eu faco:
Visto uma calca e camiseta justa confortavel (de la ou tecido de ginastica, porque algodao nos faz sentir mais frio) para sair de casa e nos pes tenis ou a bota que vou usar no destino. No caminho para o aeroporto eu levo algumas pecas na mao, que vou vestir antes de embarcar (e de passar pela Policia Federal). Vou sentir calor? Um pouco e por pouco tempo, mas aeroportos normalmente sao gelados. E durante o voo eu congelo completamente.
- legging de la
- meias bem quentes (uso la merino)
- sueter de la
- casacao de inverno

Visto tudo, menos o casacao, obvio, e vou para a maldita revista. Enquanto no Rio, ainda sinto um pouco de calor mas, depois de uma hora no aviao, comeco a sentir frio de qualquer jeito. Prefiro me vestir no aeroporto porque no banheiro do aviao eh muito nojento.

Tenho varias dicas de como se vestir no frio do hemisferio norte se quiser conferir:
http://vickymundoafora.blogspot.com/2011/06/londres-e-o-frio.html
http://vickymundoafora.blogspot.com/2011/09/inverno-glacial-o-que-e-como-vestir.html

Cris
CrisPermalinkResponder

Oi, Isabel,

Quando eu viajo nesse esquema (verão dos infeirnos no Brasil x inverno no exterior), eu vou com o casaco desses de pena de ganso na mão, óbvio. E de resto, eu geralmente vou de legging preta com alguma blusa de meia manga, mas de tecido bem leve tipo bata. Já saio também com uma bota cano médio calçada, e fico fazendo mentalizações do tipo "calor é psicológico" até chegar à area de embarque com ar condicionado do aeroporto. Na bagagem de mão, eu levo uma blusa de manga comprida e meias mais grossas. Já no avião, e mais perto do destino, eu vou ao banheiro e troco a bata pela blusa de manga comprida e troco as meias.

A questão é: se você está acostumada a usar apenas sandalinhas e rasteirinhas no verão, você pode sofrer um pouco até embarcar no avião com essse meu esquema ....rs

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Como que em pleno século XXI o senhor aconselha as pessoas a usarem casacos de penas de ganso?
Nunca ouvi falar em ecologia, preservação das espécies, direitos dos animais?
É totalmente repugnante usar e aconselhar a usar roupas que advém do sofrimento dos animais, sendo que hoje há tecnologia suficiente para fazer qualquer tipo de roupa sem que seja necessário se utilizar do sofrimento de seres inocentes e indefesos.
Seja mais inteligente e humano na hora de aconselhar os seus leitores!

O que vestir no inverno euopeu? « Direto da Alemanha

[...] Odiada por muitos mas muito útil para o inverno europeu, a  jaqueta “estilo michelin”  faz parte do “kit de sobrevivencia”. Tem até um post sobre ela no Viaje na Viagem [...]

Joana
JoanaPermalinkResponder

Concordo com a Fernanda, é um absurdo o incentivo ao uso de casacos de penas de ganso, sendo que há diversas opções hoje em dia.

Falta bom senso na hora de fazer compras e aconselhar leitores.

Renata Bougleux

Por EstoU Indo Para AmSterdam Em Abril E Gostaria De Saber Onde Posso COmprar Esse Casaco POr Lá E Se é Fácil Achar Deste Modelo Infantil. Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Em lojas de departamentos, como a Zara. Na região da Damrak há várias.

Viagem no inverno | Fora do meu lugar

[...] se vestir no outono e inverno em Londres: os detalhes que fazem a diferença [Dri Everywhere] - Férias no inverno: como não passar frio na Europa e nos EUA [Viaje na Viagem] - O que vestir no inverno europeu? [Destino [...]

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Hoje, esses casacos com pluma e pena de ganso estão bem mais em conta. Sempre tem liquidação deles.
Comprei um, maravilhoso para meu marido, na Esprit de Londres, por menos de £60

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Eu tenho um desses comprado na Uniqlo de San Francisco. Concordo que não são os casacos mais lindos do mundo, mas os da Uniqlo são levíssimos (se forem da série Ultra light, podem ser dobrados pra ficar bem pequenos na mala, alguns vem com uma bolsinha para colocar o casaco dobrado dentro, e tem desde cores chamativas até bem sóbrias (o meu é preto). E são realmente impermeáveis e esquentam bastante. O meu custou US$ 80,00 em janeiro de 2014. Há também coletes da mesma linha.

VIVIANE ALMEIDA

Ola, pessoal do vnv.
Em Maio ainda faz frio na Europa (pelos arredores de Portugal, Espanha e
ate Croacia) a ponto de se precisar de tais casacos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Viviane! Em princípio, não seria necessário agasalho tão pesado nesta época.

Cynthia
CynthiaPermalinkResponder

Gente, os de poliéster esquentam do mesmo jeito, experiência própria. E a estética também é a mesma. Vergonha alheia de quem ainda usa peles, penas, pelos e plumas de animais em pleno século XXI, sem parar um segundo pra pensar, sem um pingo de dor na consciência... Que horror. Tipo homem das cavernas, rs, primitivismo total e nenhuma ética.
Não adianta nada se achar muito elegante por passear na Europa e postar fotinhos nas redes sociais, se os valores são esses aí. Triste.
Chique é ser consciente, galera. Por favor. wink

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Acho viadagem (sem homofobia, claro) esse lance de querer ficar chique no frio. Os casacos estilo North Face são ótimos. Estou nem aí se fico Michelin ou gordo, eu quero é ficar quente do jeito mais prático possível. Já tinha um casaco comprado na Alemanha que não era impermeável e tratei de comprar um da North Face em NY. Já estou pronto para as estações de esqui. smile

nancy
nancyPermalinkResponder

ola pessoal!! estou indo pra Portugal e Espanha(Santiago de Compostela) em 15 de novembro e vou pegar um friozinho.....onde encontrar esses casacos tipo michelin aqui em SP? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nancy! Na Decathlon.

Nana
NanaPermalinkResponder

Ricardo, você é o máximo! Chorei de rir aqui. Sou super fã do VnV, mas cheguei a este post ao buscar "que calçado usar com casacos de nylon" porque minha noção de elegância só me permite usá-los com tênis esportivos, que, por sua vez só uso para praticar esportes. Como lidar? Kkkkkkkk
Um abraço Michelan!

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar