All-inclusive: como funciona, onde funciona, pra quem funciona

Barceló Premium Punta Cana

[Teppan yaki: tradição dos all-inclusive]

Já publiquei outros posts sobre o assunto, mas devido ao volume de perguntas vejo que preciso juntar tudo num lugar só. Assim aproveito para responder a dúvidas secundárias — e tentar explicar por que recomendo all-inclusive em alguns lugares (e em certos casos) e em outros não. Bora lá:

Punta Cana

[Com criança sempre vale a pena]

–> ALL-INCLUSIVE: COMO FUNCIONA

All-inclusive não é luxo: é self-service.

Muita gente pensa em all-inclusive como uma viagem vip. Existem alguns poucos hotéis de luxo que operam neste sistema, mas na vida real o único luxo comum a todos os all-inclusives é poupar você de levar um susto no check-out. O preço está fechado, e em princípio você não gasta um tostão a mais do que planejou ao comprar a viagem.

Tudo bem: uma semana de boca-livre pode ser entendida como um upgrade por muita gente. Só que a fartura de comida e bebida disfarça o fato de que você pode, sim, comer e beber o quanto quiser, praticamente à hora que quiser — mas não exatamente o que quiser. Você está limitado ao que está pronto e disponível. A qualidade/variedade dos ingredientes, das marcas de bebidas e dos snacks vai variar conforme a faixa de preço do hotel.

Com exceção dos resorts supertop de linha, não espere garçons indo atrás de você. A lógica do sistema faz com que seja o hóspede que vá em busca do que quer consumir. É você quem vai aos buffets e aos bares para se servir ou pedir para ser servido. No Caribe, uma gorjetinha diária ao barman garante destilados melhores, se houver. (De maneira geral, se você não apontar para uma garrafa de bebida de marca que esteja visível, seus drinks serão sempre feitos com genéricos desconhecidos.)

Não espere muito dos restaurantes à la carte, sobretudo nos resorts mais baratos. Os cardápios são enxutos, e sua função é a de permitir uma noitada diferente: você brinca de ir a um restaurante. Mas dificilmente esses restaurantes à la carte de resort resistem a comparações com restaurantes da vida real; os buffets principais costumam ser mais bem-sucedidos (e sempre proporcionam uma segunda chance, caso você não curta a experiência à la carte daquela noite).

Recomendo que, antes de fechar uma viagem all-inclusive, você compare preços de vários hotéis do mesmo lugar. Separe as faixas de preço: elas darão indicação do que você pode esperar. Querendo camarões mais graúdos e vodka conhecida, escolha um hotel da faixa superior. Optando pelo escalão inferior, não alimente (ops) grandes expectativas — e de repente você pode até se surpreender positivamente.

Barceló Bávaro Deluxe

[Copos descartáveis: a regra, não a exceção]

–> ALL-INCLUSIVE: ONDE FUNCIONA

O sistema all-inclusive é redondinho em hotéis que sejam um destino em si próprios. Você tira uma semana para levar a família para um hotel que esteja num lugar bonito e ofereça um monte de coisas para fazer. Pode até fazer passeios, mas esses serão secundários. O Club Med inventou o esquema e, 62 anos mais tarde, continua funcionando muito bem.

Dos destinos mais procurados por brasileiros, Punta Cana é o melhor exemplo de lugar sob medida para o all-inclusive. Cada um dos 60 resorts de PC é um destino auto-suficiente; com exceção de Ilha Saona, os passeios são de meio dia e você volta logo para a daiquirilândia.

Há outros destinos assim no Caribe; Montego Bay na Jamaica, Varadero e Cayo Largo em Cuba são alguns que me vêm à cabeça.

O sistema vale muito a pena também em hotéis isolados, de onde não seja possível escapar para curtir uma cidade ou um vilarejo.

Isso vale, por exemplo, para todos os quase todos os resorts de praia brasileiros que adotam o sistema —  os Club Med,  os Iberostar, o Costão do Santinho, o Grand Palladium de Imbassaí, os Vila Galé, o Salinas e o Grand Oca em Maragogi, o Mussulo na Paraíba e o complexo Costa do Sauípe.

No Caribe, este é o caso da Riviera Maia, o trecho ao sul de Cancún em que os resorts estão em condomínios e pontos isolados.

Por outro lado, dois destinos em que eu não recomendo o sistema all-inclusive são Aruba e a zona urbana de Cancún. Nos dois lugares há “vida lá fora” — e nessas circunstâncias, sair amarrado a um esquema que vai prender você o máximo ao hotel significa abrir mão de curtir o que o destino tem a oferecer. Em Cancún há o agravante de haver muitos passeios imperdíveis; aproveitar a viagem significa ficar pouco no hotel. (Se é para ficar no hotel aproveitando o all-inclusive, entendo que Punta Cana é bem mais interessante, porque os hotéis são maiores e mais completos do que os all-inclusive em conta da zona urbana de Cancún.) É a minha opinião; claro que você não é obrigado a concordar.

Iberostar Grand Bávaro

[Cozinha sofisticada: a exceção, não a regra]

–> ALL-INCLUSIVE: PARA QUEM FUNCIONA

O all-inclusive é o sistema dos sonhos de pais que viajam com crianças ou adolescentes, que são uma perigosa fonte de gastos imprevistos.

Na ponta do lápis, vale muito a pena também para bons de copo. Como se sabe, bebida é proporcionalmente mais cara do que comida, e uma tarde de chopinho e caipirinha (ou daiquiri) na piscina pode sair uma fábula. Não é à toa que a estudantada americana invade os all-inclusives de Cancún na época do spring break: ficam se animando o dia inteiro no hotel e já chegam calibradinhos à disco. Se as férias que você pediu a Deus incluem um open bar, estude os preços praticados pelos hotéis do destino na mesma época: nos mais caros você vai poder encarar os destilados, enquanto nos mais baratos é melhor ficar na cerveja e no rum local.

All-inclusive também funciona para casais e grupos com gostos incompatíveis ou pessoas com restrições alimentares. Quando decidir um lugar que agrade a todos é difícil, um bom buffet vem sempre a calhar. Buffets são montados basicamente para não ofender ninguém — sobretudo no Brasil, onde jamais serão apimentados ou temperados demais.

É um sistema interessante também para lua de mel – desde que, nesse caso, os pombitos possam cacifar um hotel mais top, como o Iberostar Grand Bávaro ou o Paradisus Palma Real em Punta Cana, ou ainda o Le Blanc em Cancún.

Finalmente, o all-inclusive se justifica quando permite que você faça uma viagem que em outras condições não poderia fazer. (Mas acredite: sem crianças, e com um pouco de desprendimento, dá para inventar viagens mais bacanas com o mesmo orçamento do all-inclusive baratinho. No Caribe eu indico Playa del Carmen para este fim.)

Ah, sim — e para quem o sistema não funciona? Em primeiro lugar, não funciona para quem não encara o hotel como destino em si, mesmo que de luxo. O sistema também causa perrengues para quem é dado a um camarãozinho na hora que quiser, ou faz questão de um garçom que traga o drink até a sua espreguiçadeira. E tampouco é indicado a quem tem aflição com fila em buffet e aglomeração em volta de bar.

Leia mais:

All-inclusive ou não, eis a questão

5 razões para não ir de all-inclusive em Cancún

Guia de resorts do Brasil

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


80 comentários para “All-inclusive: como funciona, onde funciona, pra quem funciona”

  1. Para mim brasileiro gosta de ter comida e bebida disponível o tempo inteiro sem precisar pagar. Isso desperta algo nas pessoas. A prova disso são os cruzeiros nacionais, que estão sempre lotados.

    Acho que, como a maioria nunca teve uma experiência assim, fica encantado com essa possibilidade.

  2. Riq,
    Ótimo! Mais fácil, só elaborando aqueles testes online ;-)

    1. GrAnde idéia Lu !!

      Faça o teste da bóia e veja se é pra vc :

      * alugar ape no exterior
      * europa independente, pacote ou excursão
      * qual é a sua praia no nordeste
      * qual é a sua praia no caribe
      * qual é o seu bairro em nova york

      1. Sylvia,
        Falei de brincadeira, mas aposto que um monte de gente iria gostar. O problema é o povo se conformar com a resposta. :D

        1. Hehe . eu sei Lu ,
          Afinal a gente viaja junto faz uns mil anos !

  3. Aflição com fila em … :D

  4. Para mim, all inclusive só funciona em eventos corporativos – aquelas convenções de final de ano, com gente da firma toda. A molecada enche a cara, os mais velhos comem sem parar e, ao fim de 2 dias, volta todo mundo com uma baixaria para contar.

  5. Como já citei por aqui no VnV, não vejo muito sentido em ir a algum lugar que o hotel é “o destino em si”: piscina e bebida barata eu tenho em casa.
    Acho uma das mais ricas experiências nas viagens é exatamente conhecer a culinária de verdade do lugar visitado, além de que corre-se o risco de entupir-se de calorias no hotel somente para ‘gastar tudo o que paguei’.
    E mesmo os perrengues alimentares serão garantia de boas histórias na volta da viagem…
    E Rick, mesmo com crianças, dá para fazer uma viagem bem barata (um panchozinho em BsAs de vez em quando não faz mal a ninguém)

  6. Perfeito o post, Riq.

    1. Perfeito o post 2, Riq.
      Tem umas resenhas de quem experimentou um all inclusive no Nordeste que eu fico em dúvida qual era a expectativa da pessoa e o nível financeiro$$$, tem gente que detona tudo, simples não vai.
      Eu reconheço que não são perfeitos, mas nunca me vi em um all que não gostasse e não me divertisse muito. Adoro!!!

  7. Puxa vida, Ricardo… Eu nunca tinha visto a estadia all inclusive por este prisma: esquenta para a balada noturna! Perfeito!! rs

  8. Nossa, Sr Riq. Este seu post é um tratado e deveria estar em todas sites/agencias de viagens do mundo !!!!!!! O que eu já vi de gente reclamando em all inclusive no Brasil fiacava até chato. E era exatamente isso que vc falou. Ou o copo era de plástico, ou a cerveja era X e não Y, ou ninguem vinha servir, ou nos a la carte era ruim e não tinha o q ele queria, que era Cava e não champagne, que não tinha nada no buffet que prestasse, que não tinha mesa, que não tinha bom serviço.
    Acho que um resumo muito bom é este que vc fez. Idem para os navios aqui no Brasil, que o pessoal reclama é uma chatisse e são os mesmos pontos. Qdo fiz cruzeiro para fora, ou hoteis all inclusive para fora, ninguem reclamava, salvo ítens pontuais. Todos sabiam o que pagaram e o que esperar. Fora isso que a maioria do povo nnestas nossas bandas quer tirar os seus X reais gastos de qq jeito e joga bebibda fora, comida fora, um absurdo de desperdício.

    1. Realmente, há muito desperdício! Fiquei num hotel que tinha sistema all-inclusive (mas não era o meu caso, eu não tinha direito nem ao café-da-manhã), e eu via muito isso por lá. As pessoas (crianças e adultos) colocam mais do que conseguem comer e beber e vai tudo pro lixo. Uma lástima. Só que não era um hotel aqui no Brasil, ou seja, o desperdício é geral, infelizmente.

  9. Concordo, para mim que viajo com 2 crianças pequenas, dou preferência a resorts de sistema “All incluse” pois é muito chato na hora do check out,ver a fortuna gasto em extras, pois os alimentos do frigobar e snaks fora da refeição são muito caro. Além de a maioria dos resorts do Brasil ficarem afastados da cidade, o que praticamente obriga a gastar no hotel.
    Sei que o sistema não é de luxo, mas para quem vai com crianças e aproveitar o hotel compensa.

  10. Muito bom o post, como sempre, e definitivamente all-inclusive não é para mim. Acho que o custo x benefício não compensa, e a idéia de ficar “presa” num hotel também não me agrada.

    Acho que se as pessoas lessem o “como funciona” com atenção, se decepcionariam menos e reclamariam menos também. “All-inclusive não é luxo: é self-service.” Perfeito, e acho que resume tudo. =)

  11. Estivemos no Decameron Maryland, em San Andres. Lá eu entendi perfeitamente aquilo que foi escrito aqui com perfeição: “All-inclusive não é luxo: é self-service.”

    Não me arrependo de ter escolhido o sistema quando estive na ilha colombiana, pois além das poucas opções no local, é possível usufruir dos serviços nos outros 4 hotéis da rede.

    E quanto ao à la carte não ser lá grande coisa, a vantagem é que após uma janta aquém do esperado pudemos voltar ao nosso hotel e aproveitar o buffet. Sem custo… adicional.

    1. Boa noite! Estive em cancun 2 vezes no ano passado, sendo as 2 em hotéis all inclusive (Le Blanc e Riu Palace Las Américas). Na minha opinião vale muito a pena, pois esses 2 hotéis pertecem a grandes redes e vc pode utilizar todos os benefícios nos demais hotéis (exceto o quarto). Enfim, vc fica em cancun e pode passar o dia em cozumel, playa del carmen, riviera maya…que ficam perto e sem pagar nada mais pela comida/bebida e serviço de praia :) ).

  12. All-inclusive e excursão definitivamente também não são pra mim. Em Varadero fiquei num, felizmente só por 2 dias e usei o local como se fosse um hotel como outro qualquer. Fui a praia, rodei os outros all-inclusive pra conhecer e rodei a “cidade e suas feirinhas”. Não encarei filas para comer mas não dá pra dizer que comi bem. Tinha muita variedade, mas tudo muito pesado e gorduroso, o que não me agrada, e só de ver aquela quantidade de gente se acutuvelando para se servir, quase perdia a fome. Para ir aos restaurantes mais exclusivos do hotel só reservando com pelo menos 3 dias de antecedência, o que pra mim não era possível. Quero mais não. Tô forezima.

  13. Minha lua-de-mel foi no Miramar, em Maragogi. Lembro-me que na CVC o preço do all-inclusive era +R$ 500 por pessoa, ou seja, mais R$ 1.000 na nossa viagem. Fechamos o pacote de meia-pensão mesmo. Comemos e bebemos tudo que tínhamos vontade e no final da nossa estadia tivemos uma surpresa: boa! A conta ficou em apenas R$ 250 para os 2. Valeu muito a pena!! E olha que somos bons de copo! rs. Fica a dica.

  14. Eu AMO hotel em que ele é o destino em si! Alias, tenho uma tendencia enorme em ficar NO HOTEL. talvez eu nao seja uma viajante tipica :D

  15. ou melhor, atipica, ou meio burrinha mesmo.. hahaha

  16. Ótimo post, pois é justamente isso: pode funcionar ou não, depende do caso. Fui no Miramar Maragogi em lua de mel há uns anos, não era o objetivo da viagem fazer explorações culturais, e sim relaxar, passar horas na espreguiçadeira com algum drinque colorido na mão…perfeito. Fiz passeios para praias fora do hotel, como a cidade de Maragogi é pequena, vale mais aproveitar o hotel e fazer esses passeios.
    Fui dias antes do Carnaval daquele ano, então estava bem tranquilo, sem filas de buffet (e os utensílios eram de vidro, rs). Mas não é um all-inclusive baratinho também. Sim, é preciso se levantar para se servir no buffet, ir ao balcão do quiosque para pegar uma caipirinha, mas garanto que sigo com as duas mãos intactas, no lugar :) Abraços!

  17. Ótima explicação.
    Realmente o brasileiro vai com a intenção de que o all-incluve inclui tudo que ele imagina…
    Ano passado, em setembro, estive 10 dias no club med Itaparica (vou postar minhas impressões). Fantástico, um lugar inesquecível, se você estiver com o espírito que o Ricardo descreve que devemos ter em all inclusive.
    Semana passada estive no Breezes Búzios (postei meus comentários). Péssimo serviço, péssima qualidade de comida e bebida, péssima manutenção, péssima recreação…Uma pena…
    Os all-inclusive deveriam também por outro lado se comprometerem a um padrão mínimo pelo preço pago.

  18. Obrigado pelo post.
    Vou viajar com a família, esposa e filha de 05 anos, no mês de dezembro de 2012 e ficaremos 10 dias no Barceló Costa Cancun, no sistema all inclusive, devido à sugestão sobre despesas com crianças. Não tenho grandes expectativas quanto à alimentação desse regime, mas faremos um bom comentário quando retornarmos, criticando / elogiando os serviços prestados naquele hotel.
    Abraços.

  19. Num nasci pra ficar preso… tô fora de All-inclusive e cruzeiros!

  20. Olá Ricardo, estava lendos varias postagens sua, atrás desta específica.
    Vou em Janeiro 2013 para Punta Cana com a familia 4 adultos (2 filhos) e estou ficando preocupada com o que tenho lido no geral.
    1- nunca fui p/ hotel all-incluse. Sempre montamos nossas viagens avaliadas em parte nos comentarios dos sites; damos preferencia de ter só cafe-da-manhã e fazer as refeições onde quiser, não é o caso de Punta Cana.
    2- a classificação do hotel e o sistema all-incluse (alimentação/bebida)está relacionada c/ preço dos pacotes que devemos comparar, como já relatou em outros posts.Ficarei no Bavaro Princess Spa ( top da rede Royal Holidy que me associei – não me arrependo ate o momento)sua localização Praia de Bavaros.
    Em comentários que li caso roubos nos quartos (hotel não se importou), serviço ruim, pessoal desqualificado, cheiro de mofo nos quarto e bangalos etc. Você ou algum leitor teria mais informações atuais sobre este hotel. Quero ter certeza antes de reservar; pois pretendemos desfrutar o local. Aguardo as dicas, abs

    1. Olá Margareth……No fim do ano passado fiquei no Hard Rock Punta Cana…….ESPETACULAR!!!!!!!!!!!Muito bom o hotel….vala a pena!!!!!!Veja se da pra mudar………Gde abc…Adriana

  21. Oi Bóia! Eu de novo!! É que como adoramos passar o reveillon no Caribe (fomos para Aruba) queremos repetir a dose, mas conhecer outra parte do Caribe. Tínhamos pensado na Jamaica, mas não achei nenhuma dica! Tem algum post específico sobre a Jamaica? Queria indicação de bons hoteis e o que fazer. Vc pode, mais uma vez, me ajudar???? rsrs Obrigada querida!! bjs Bia Botelho

    1. Olá, Bia! O Ricardo Freire não foi à Jamaica e não recomenda. Menos custo/benefício que Punta Cana, e com uma postura declaradamente homofóbica de seu governo. Preferimos outras ilhas do Caribe :)

  22. Então…vamos mudar o destino!! E Turcks e Caicos?? Alguma dica?? É muito caro?? Queria conhecer outra parte do Caribe apesar de ter amado Aruba!! Não queria “repetir” viagem…tanto lugar para se conhecer ainda!!! E Punta Cana meu marido fica com medo por causa de furacão…vai que surge um devastador justamente este ano pouco antes de viajarmos e já com tudo pago….vai dar um desânimo danado, né?? Como estamos com crianças tem que ser um esquema legal, com bom hotel etc… Mais uma vez obrigada!! bjss
    Bia Botelho

    1. Olá, Bia! Em dezembro a temporada de furacões já passou! Use o pequeno guia do Ricardo Freire para ajudar a escolher o seu destino ;) http://www.viajenaviagem.com/2010/04/pequeno-guia-para-descobrir-a-sua-ilha-no-caribe/

  23. Nossa, esse post me ajudou bastante. Sempre tive a idéia de que all inclusive era lugar vip.

  24. Olá Boiá, estou precisando da ajuda de vocês. Estarei em Lua de Mel em setembro e cogitamos a possibilidade de irmos para Punta Cana, porém os preços que encontramos estão altos para nosso orçamento hoje. Gostaria de indicações para viajar aqui pelo Brasil mesmo ou algum lugar que seja em conta e vale a pena. Estávamos pensando em Natal-RN, mas gostaria de saber se tem uma indicação melhor, olhamos alguns sistema All Incluse, mas…

    Ajude-me… obrigada

    1. Olá, Rubia! Temos um monte de indicações de leitores por aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/2010/01/conhece-uma-pousada-bbb-na-praia-ponha-na-roda/comment-page-1/#comments

      Navegue também pelo site para ter mais idéias. :)

  25. Acabei de chegar de Costa do Sauípe. Confesso que fiquei impressionada com tantos defeitos que foram colocados no hotel. Ficamos hospedados, eu e meu esposo, no Class e faço questão de dizer aqui para aqueles que desejarem uma opinião que ADOREI! Tenho muitas fotos, que fiz questão de tirar sobre a variedade de opções do cardápio do Restaurante Tabuleiro, que serve, além do trivial arroz com feijão , também frutos do mar, camarões (não os gigantes… rs ) Comida bem preparada e leve. Os quartos impecavelmente limpos, banheira, tudo funcionando. Os funcinários extremamente prestativos, dos atendentes ao funcinários da limpeza. Pessoas cordiais… Sem falar no mais importante: local belíssimo! Deslumbrante, inesquecível, nao deixe de conhecer, se vc for uma pessoa Romântica, de Bem com a Vida, se for passear a dois ou com seus filhos. Os copos , em sua maioria, são realmente de plástico, mas eu prefiro, acho mais higiênico, quem quer taças, é só pedir tb, é a gosto do freguês.
    Não acredite nas criticas exageradas, pois pode ser de um hotel concorrente…rs
    Obs. Uma das piscinas do Class está realmente em reforma, e o serviço é grande , porém já bem adiantado. Se vc fizer questão de todas as piscinas do complexo , é bom ligar pra ver como anda a reforma desta antes de ir. Se bem que nao dá tempo de fazer tudo pois lá é muito grande. Reforma , na minha opinião é importante, eu vi que eles estão em manutenção por todos os hotéis e acho isso bom. Vou colocar fotos, se possivel, vale a Pena!

  26. Vocês tem notícias de como anda o club med de trancoso e itaparica? Li algumas coisa ruins e estou receosa. Sei que cada resort tem suas qualidades e defeitos, mas gostaria de alguma resort estilo Iberostar Praia do Forte. EStou vendo os Club Med e o Transamérica Comandatuba. Mais alguma sugestão?

    1. Olá, Karla! Leia nossas resenhas aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/brasil/resorts

  27. Olá pessoal,

    Estou pensando em passar minha lua de mel em Aruba, e gosto muito do sistema all inclusive, gostaria de saber qual o melhor hotel com esse sistema em Aruba?
    Já fui para Cancún no sistema all inclusive e gostei! claro que ficamos em um hotel muitooo bom (Gran oasis cancún), gostei e recomendo, mas assim, o almoço nem sempre era feito no hotel, até porque ficamos grande parte do tempo passeando, mas os jantares e o café da manhã valeram muito a pena.

    1. Olá, Kamila! Como o Ricardo Freire explica no texto, não recomendamos o sistema all inclusive em Aruba!
      Os hotéis que o Comandante indica estão aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/aruba-ricardo-freire/aruba-links-e-posts/

      Temos outros hotéis resenhados pelos leitores:
      http://www.viajenaviagem.com/2011/08/hoteis-em-aruba-os-relatos-dos-leitores/

  28. Estamos pensando em ir pra Cancun en jan 2013 com 5 adolescentes e pensamos em all inclusive no Oasis cancun. O qie vc acha desse hotel?

  29. Eu li o comentário da Cristina que fala que ficou em Cancun no Le Blanc e Riu Palace Las Américas e pode utilizar o sistema all inclusive de outros hotéis em playa del carmen e riviera maia. É isso mesmo? Ou entendi errado?

    1. Olá, Rachel! Informe-se da política de utilização dos hotéis na época em que você vai. As condições podem variar de acordo com a temporada.

  30. Qual melhor hotel em termos de localizaçao para ficar em cancun?

  31. Bóia, bom dia.

    Qual o melhor resort com sistema all-inclusive do Brasil?

    Em sua opinião?

    Obrigado.

    1. Olá, Guilherme! Eu não tenho opinião, não :D

      Quem visitou os resorts foi o Ricardo Freire. O que ele sempre diz é que em all inclusive a diferença de preço é um indicador bastante preciso da diferença de conforto, alimentos e bebidas oferecidos.

  32. Estou querendo ir para Punta Cana, estava olhando os pacotes e gostaria de saber qual dos dois hotéis é o melhor:
    Meliá Caribe Tropical ou IberoStar Punta Cana?

  33. A segunda resenha não é do hotel que eu realmente me referi, é de um outro com o dobro de qualidade e logicamente o dobro do preço. hehehe.

    O Grand Bavaro é o melhor da rede.
    Tem resenha do IberoStar Punta Cana (Citado na resenha que vc me enviou).

  34. Olá Ricardo. Estamos estudando uma viajem para meu marido, eu, minha filha de 7 anos e meu filho de 2 anos. A agência me recomendou o Sauípe Premium e o Salinas de Maragogi. Pensamos mais em opções para as crianças, o que vc me diz?

    1. Olá, Cristiane! Quem responde é A Bóia. Não há recreação para crianças de 2 anos em praticamente nenhum resort. A praia do Salinas é mais calma.

  35. Gostei do site e do post!

    Apesar que eu fiquei em um sistema de All Inclusive em Aruba e não me arrependo, o hotel era maravilhoso e ainda assim aproveitei bem a noite e ARUBA em geral, que é bem pequeno… heheh

    Abraços

  36. Com ou sem crianças, pra descansar ou aproveitar os shows ou a boate, sozinho ou com grupo de amigos, no meio da agitação ou num lugar reservado, enfim, não importa o estilo da viagem que se queira fazer, o hotel atende a todos os gostos…. as minhas crianças adoraram, e eu tb. Claro, como qualquer ser humano tenho pequenas observações a fazer, porem, são tao insignificante frentes a experiencia das feriais perfeitas! Visitei o Iberostar praia do forte e gostei do brinquedo infantil, porem, os funcionarios e ate mesmo os hospedes do Bahia são mais felizes. O ambiente geral impressiona, e cada detalhe encanta (como as toalhas modeladas em coelhos, cisneis, elefantes pela camareiras). Pra quem estava em duvida em investir nas ferias perfeitas pode ter certeza de que cada centavo vale a pena. É um pouco caro ficar uma semana? 4 dias sao suficientes. Minha dica: comprei num site de compras coletivas e nao tive nenhum imprevisto.

  37. Em novembro estive em Punta Cana no Hotel Bavaro Princess, tudo maravilhoso: suite, comida, lanches, bebidas, praia, piscina…
    Variedades de restaurantes, os lanches são ótimos, música ao vivo. O café da manhã é uma loucura: um restaurante gigante com opções de comida de vários paíse…Um Paraíso… Vale a pena!!!
    Estou pensando em voltar!!!

  38. Olá, estive no Iberostar Grand Bavaro Punta Cana e não há filas no buffet nem aglomerações nos bares. Nada é cobrado. Garçon vem atras de vc sim e traz o que vc quiser. Não sabem o que fazer para te agradar. Lá é realmente tudo incluso mesmo. Hotel top de linha, tudo muuuuito limpo e perfeito. Não há crianças pois é norma, apenas maiores de 18 anos. Se quer descansar eese é o lugar. Recomendo 1000 vezes.

  39. olá pessoal, estava analisando o resort grand occa maragogi, no sistema all inclusive, o que está realmente incluido, bebidas, aguas, lanches e comidas? Obrigado

    1. Olá, Leandro! Veja no site do Grand Oca:
      http://www.grandocamaragogiresort.com/restauracion/restaurantes/

  40. Oi Bóia tudo bom?

    Então, estou pretendendo uma viagem em agosto para passar 7 noites em Cancún com minha namorada. queremos aproveitar a liberação da necessidade de visto que entra em vigor no dia 16 de Maio.

    Nós partiremos do Canadá (Toronto) e iremos pra lá.

    Gostei muito da idéia do All-In e pra gente faz bem nosso estilo de viagem.

    Queria saber se tem alguma recomendação ou reclamação (e se o pessoa que frequenta o blog puder opinar tb seria ótimo) sobre o Oasis Cancun e o Grand Oasis Cancun.

    http://www.oasiscancunresort.com/

    http://www.grandoasiscancunresort.com/

    Desde já agradeço!

    1. Olá, André!

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2011/05/hoteis-em-cancun-playa-e-riviera-maia-relatos-dos-leitores/

      O Booking é a melhor fonte de resenhas atualizadas, porque os comentários são feitos apenas por usuários que efetivamente se hospedaram.

  41. Ola Ricardo, adoro seus posts e sempre leio suas recomendacoes antes de viajar, dentro ou fora do Brasil. Vou para Cancun e sou daquelas que sistema all inclusive nao funciona. Vc teria alguma indicacao? Gostaria de ficar em Cacun, em lugar bem localizado pois minha intencao eh aproveitar os passeios e a noite e com sistema nothing included. Obrigada!

    1. Olá, Fabiola! Em Cancún o Ricardo Freire recomenda o Hyatt Regency e o Kristall, mas a dica dele para a região é ficar em Playa del Carmen, que é mais central para passeios e tem uma noite mais charmosa e tão animada quanto a de Cancún.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/01/para-entender-cancun-playa-del-carmen-e-riviera-maia/

  42. Olá Ricardo! Tenho duas crianças (15 e 12 anos) e estamos pretendendo viajar no final de novembro e gostaríamos de uma dica: Enotel, ClubMed, Vila Galé Eco Resort Santo Agostinho ou Acqua Park (Beach Park)? Precisamos de atividades para as crianças e descanso para os pais!Obrigada

    1. Olá, Gervasoni! Aqui quem responde é A Bóia! Todos estão resenhados no nosso Guia de Resorts! Compare e escolha qual combina mais com a sua família: http://www.viajenaviagem.com/brasil/resorts/

  43. Bóia, bom dia.

    em agosto fiquei 11 dias no Hotel Riu – all inclusive, achei super bacana o atendimento, qualidade das comidas e bebidas.

    Para quem tem criança pequena, como eu (filha de 2 anos), achei muito bom, pois não tinha que ficar me preocupando com a comida dela, e isso foi um fator determinante sobre a escolha do all inclusive. E também o fato de estar viajando com meus pais (2 idosos + 70 anos)

    Quem está preocupado em viajar com crianças faixa etária para Aruba, eu recomendaria esse hotel, sem titubear. Pois a comida não é salgada e nem super-temperada, minha filha comeu tranquilamente. Todos os dias tem de tudo (carne, frango, peixe, frutos do mar, salada, etc)

    Quem tem filhos nessa idade sabe muito bem que sair para comer fora é um tanto difícil.

    Fiquei um pouco decepcionado com o tamanho do Casino, pela grandiosidade do lugar, poderiam ter dado mais atenção nisso. Passei por outros casinos dos hotéis ao redor e achei mais bacana que de lá, mas dá pra se divertir…

    A localização do hotel é uma das melhores, bem perto do burburinho (shopping Paseo, restaurantes, señor frogs, etc) que tem na região dos High Hotels, sempre depois da janta nós saíamos pra dar um rolê…

    Enfim, quem tem filho pequeno e pensa num lugar para descansar um pouco, recomendo ir para Aruba e ficar no Riu.

    Abs

  44. Adorei a matéria! Não vejo a hora de tirar as minhas férias e aproveitar algum desses paraísos..

  45. Olá! Excelente post!! Fui para Cancún e fiquei no all inclusive Riu Cancun na lua de mel, é um grande hotel mas Cancun tem muuuuuuitaa opções fora, vc qse não aproveita o hotel.

  46. Bom dia, acabei não vendo menção,logo vi km postar. ..um ótimo All inclusive que fui no Brasil é o do Costão do Santinho em SC.
    Excelente texto, obrigado pelas dicas. Abraço para a equipe.

  47. Estou em dúvida entre Cancun e Tulum, pretendo ir em julho e ficar 7 dias! Tenho um filho de 5 anos e pretendo fazer alguns passeios nos arredores e aí all ou não inclusive em Cancun ou Tulum? Please help!!

    1. Olá, Julia! Tulum só tem hotéis simples. Há resorts all inclusive que se intitulam “Tulum” mas estão na Riveira Maia.

      Este post ajuda você a entender a região:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/01/para-entender-cancun-playa-del-carmen-e-riviera-maia/

  48. Onde ficar com um filho de 16 anos? Temos uma semana de férias. Gostaria de dicas. Ele já conhece a Disney, Natal e Nova Iorque. Terei um período de 27/06 a 05/07 para viajar com meus filhos. Tinha pensado em Bariloche para ele conhecer a neve, mas vi em alguns posts que a neve tem começado mais tarde. Pensamos em Los Cabos, mas as passagens estao impraticáveis. O que voces me sugerem? Queremos sair do Brasil neste período. Obrigada.

      1. Olá Bóia, obrigada pela dica, gostei muito. Desculpe a chateação, mas poderia me dar outra dica, em lugar sem neve? Minha filha não quer pegar frio….sorry. Obrigada desde já.

      2. Ahhhh…será que Punta Cana seria bom para ele ou algum lugar do Caribe…

        1. Olá, Tereza! Para saber quais as melhores praias para visitar no período das suas férias, veja o nosso Praiômetro: http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

  49. Querido Boia, diz o ditado que se conselho fosse bom não se dava se vendia, mas me dá uma ajuda por favor, estou querendo viajar com minha esposa e meus dois filhos na semana de 20 a 28 de dezembro para um bom all inclusive, pensei nas seguintes alternativas: 1 – Punta Cana , 2 – Cancun e 3 – Salinas do Maragoggi (está por último pois já conhecemos e figurinha repetida não completa album), nos dois primeiros encontrarei um bom all inclusive como o Salinas onde todos possamos aproveitar a viagem sem ter de marcar as férias das férias (quem viaja com filhos sabe do que se trata). Em qual destes destinos, mesmo nesta época poderei viajar sem parar no SPC com o cartão depois?
    Aceito outras sugestões também.
    Muito obrigado por tudo.

    1. Olá, Henrique! Punta Cana é um destino mais barato do que Cancún. A idéia por lá é curtir a estrutura do próprio resort. Cancún é mais bacana para fazer passeios, e por isso o all-inclusive não compensa tanto.
      A alta temporada no nordeste do Brasil e no Caribe é nesta mesma época (verão aqui, inverno lá). Recomendamos fazer orçamentos e comparar. ;)

      Leia mais: http://www.viajenaviagem.com/2010/04/pequeno-guia-para-descobrir-a-sua-ilha-no-caribe/

  50. Fui pra Cancún em setembro de 2013, fiz um vídeo mostrando o quarto que fiquei hospedado e tb as praias da uma olhada https://www.youtube.com/watch?v=oAPoHLwGRVw

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!