High Line, o jardim suspenso de Nova York

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

High Line Park, Nova York

A primeira vez que soube do High Line foi neste guest-post de 2009 do Abrindo o bico, da querida Marcie, assinado pelo trip Fabio NG. Um minhocão abandonado, transformado em parque, era mesmo uma idéia #mtoloka.

High Line Park, Nova York

Apareci por lá pela primeira vez alguns meses depois, durante as gravações do Desempacotando Nova York.  Naquela época, o High Line cobria o trecho do elevado da rua 12 até um pouco antes da rua 20. A vegetação era baixa e os trilhos do trem ainda estavam visíveis. Era um parque tão minimalista que o aspecto que mais sobressaía era a qualidade do mobiliário -- bancos e espreguiçadeiras que pareciam recém-saídos da prancheta de um designer escandinavo.

High Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova York

Voltei neste fim de semana, agora para gravar a série de Nova York para o Visa Platinum. E encontrei um High Line bastante diferente daquele parque de três anos atrás.

Desde o verão passado o parque cobre mais dez quadras, indo até a rua 30.

High Line Park, Nova York

O prolongamento reforça a sensação de que o High Line é uma passarela, uma pista, um parque a ser percorrido de ponta a ponta. Tipo assim o calçadão de Manhattan.

Na ponta sul do parque -- onde tudo começou -- a vegetação está tão viçosa que esconde a cidade smile

High Line Park, Nova York

O trecho aberto no ano passado passa por entre edifícios -- alguns antigos, outros novinhos -- e dá chance a instalações como esta, que brinca com o voyeurismo e o exibicionismo:

High Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova York

Com tanta gente curiosa passando, é normal que o parque vire uma galeria ao ar livre.

High Line Park, Nova York

High Line Park, Nova York

High Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova York

Não sei se os criadores do parque imaginavam que a idéia faria tanto sucesso. Hoje o High Line já é uma atração turística mainstream. E é, sem dúvida, a melhor introdução ao charme de Downtown para quem só imaginava que existisse a Nova York de Times Square e Central Park.

High Line Park, Nova YorkHigh Line Park, Nova York

Apenas não consigo (ainda) concordar com os que acham que o Minhocão paulistano deveria ser transformado à imagem do High Line. O único jeito de um parque assim dar certo no Brasil é se fosse criado e administrado pelo Sesc. Com exceção da prefeitura de Curitiba, nenhuma outra tem competência para manter um troço desses como se deve. Continuo votando pela demolição...


View High Line Park, Nova York in a larger map

High Line Park. Há vários pontos de acesso. Os melhores são as duas pontas: na Gansevoort (a primeira abaixo da 13; desça na estação 14th St x 8th Ave., servida pelas linhas A, C, E ou L) e na rua 30 com 10ª Avenida (desça na Penn Station e venha caminhando). Esses dois acessos têm elevadores. O parque abre diariamente das 7h às 23h. A entrada é gratuita e há stands com comida e bebida numa área coberta situada no meio do percurso.

Leia mais:

67 comentários

Gisele
GiselePermalinkResponder

Que espetáculo essas obras instaladas ao longo do parque, lindas! Pena que o Brasil não tem estrutura para algo parecido.

Abraço!

Luis Zapatta
Luis ZapattaPermalinkResponder

Também já faz 3 anos que conheci o High Line. Preciso voltar... Ai que saudade...

Arthur | Agora vai mesmo

Talvez pudessem fazer isso na Perimetral do Rio. Pelo menos pouparia o transtorno de derrubá-la, e ao mesmo tempo seriam construídas as alternativas para o trânsito.

Mariana Amaral

Minha dica é primeiro dar uma saracoteada pelo Chelsea Market, aproveitar que as lojinhas de lá vendem lanches e refeições para viagem, descolar um banquinho no High Line e curtir os quitutes assistindo o vai e vem. smile

Oscar | MauOscar.com

O Highline é mesmo o máximo, mas concordo com o Riq que no Brasil provavelmente a idéia não daria certo... é só acompanhar a pagina deles no Facebook para ver o engajamento das pessoas e comprometimento com a conservação das espécies de plantas nativas.. Isso sem falar na parte artistica do negócio.. Afinal A região de Chelsea hoje pode ser considerada o Soho de 10-20 anos atrás

No Blog tenho dois FotoBlogs com fotos da segunda etapa que abriu a cerca de 1 ano atrás entre as ruas 20 e 30
Um com fotos diurnas http://mauoscar.com/2011/06/11/highline-trecho-entre-as-ruas-20-e-30-em-nova-york-fotoblog/ e outro com fotos noturnas http://mauoscar.com/2011/06/07/highline-entre-as-ruas-20-e-30/ grin
Agora é esperar a terceira e última etapa do projeto.. Mas com a falta de $$ sabe deus qto tempo isso ainda vai levar..

Mon
MonPermalinkResponder

High Line é tudo de bom!

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Alem do Chelsea Market, recomendo tambem para antes ou depois de visitar o High Line.

Parte Sul (Meatpacking district):
Biergarten at The Standard, para tomar uma cerveja e comer uns bratwursts à moda alemã. Otimo para um final de tarde quente. No mesmo local está o Standard Grill

Outros restaurantes badalados na regiao: Abe & Arthur's, Pastis, Spice Market (um dos meus favoritos na cidade)

Na rua 16 está o Highline Ballroom, uma casa de shows que vale muito a pena ir se tiver um concerto com alguem que goste. É um local pequeno, assim fica-se proximo aos artistas, e chegando antes, pode-se jantar e assistir ao concerto sentado bebendo drinks. highlineballroom.com

Proximo ao Hihgline Ballroom na 9th ave esta o famoso (por conta do Sex and the City) restaurante Buddakan.

Subindo um pouco mais na 24 com a 9th ave, esta a pizzaria Co. (pronuncia-se Company: co-pane.com), por enquanto a minha favorita de NYC.

Na 27, esta o The McKttrick Hotel onde está em cartaz o Sleep No More (sleepnomorenyc.com) que é uma experiencia teatral unica. Macbeth em uma perspectiva alucinante e fenomenal. Proximo estao o Ovest e o Hotel Americano, onde pode-se tomar drinks e/ou comer.

Sao algumas das possibilidades para combinar uma visita ao High Line no meio/final da tarde com um "early dinner" ou uma peça/concerto.

Gustavo - Viajar e Pensar

Também sou fã do HighLine Park, vejo um probleminha devido a caretice americana, falta um boteco para tomar um chopp e ver a cidade passar.
smile

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Fosse na Inglaterra ou na Alemanha e não teria erro! grin

val
valPermalinkResponder

ótims dicas do Philipp , amo o Buddakan!

Mas sabe quando o Minhocão viraria um High Line???? nunquinha....falta educação!!! sad

Carolmay
CarolmayPermalinkResponder

Que legal!! Dica anotada para as próximas férias!

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

O melhor é sentar nos bancos e refrescar os pés na água que corre justamente para isso. O High Line é demais! E Riq, depois do que li no Estadão de domingo (que a prefeitura de Curitiba deixou estragar obras do Franz Krajcberg, doadas pelo próprio artista p/ a cidade, e pediu para ele retirá-las), nem em Curitiba acho que um High Line funcionaria. Triste.

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Tá cada vez mais lindão mesmo! smile

Douglas
DouglasPermalinkResponder

So um OFF aqui..

nao teremos mais nenhum DESEMPACOTANDO???

Bruna Louise
Bruna LouisePermalinkResponder

bondade demais dizer isso da prefeitura de ctba, mas dizem que só vemos os problemas pq moramos aqui... ^^

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

A dica é seguir o High Line Park no twitter e no instagram pra acompanhar a programação de shows e eventos, além de ver fotos incríveis: @highlinenyc

Denise Mustafa

e pertinho do High Line Park tem o Highline Ballroom, que sempre tem uma programação musical legal. Vi o show da Bebel Gilberto em janeiro e foi incrível. Dá pra chegar mais cedo, passear no Park, ir no Chelsea Mkt e depois pro Ballroom. #ficadica
http://highlineballroom.com/

Teté Lacerda
Teté LacerdaPermalinkResponder

concordo com o @gusbelli apesar de adorar o High Line, adoraria sentar e tomar uma cerveja apreciando tudo aquilo

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

A parede coloridíssima da imagem aí em cima foi feita por um brasileiro , e o casal estampado é mesmo do famoso beijo no fim da guerra.

Maria Fernanda

vou à Nova York em setembro e o High Line é uma das coisas que mais desejo conhecer. como urbanista, fico fascinada por esta intervenção urbana tão fantástica! obrigada pelo post Ricardo!

Constance Escobar

Sou apixonada pelo High Line. Talvez até mais do que pela Promenade Plantée, em Paris...

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Somos capazes de fazer o Minhocão paulistano se tornar um High Line Park na mesma medida em que a nossa TV Brasil se espelhou na BBC -- e assim como as Olimpíadas do Rio farão pela cidade o que foi a de Barcelona.

(Tudo sempre parece fácil, né?) wink

Claudia Matoso

Quando fui ao High Park, em maio de 2011, ele ia só até a rua 20. Daí, seguindo as dicas do Riq, conjuguei o passeio com o café da manhã no Murray’s Bagels, com direito a uma passadinha antes no Doughnut Plant. Recomendo demais!

Rebeca Vieira
Rebeca VieiraPermalinkResponder

Que coincidência! Estive lá hoje wink

É bacana d+ ver as pessoas usufruindo da cidade. Aproveitando um espaço inútil em algo belo e coletivo.
Sem duvida o melhor passeio q fiz aqui foi Chelsea com suas belas ruas o high line e o Chelsea Market.

Sobre o paralelo com o minhocao, tem um peça q não encaixa: por onde passarão os carros e engarrafam aqui lá hj em dia? O high line era uma linha férrea desativada, transforma-la em parque exigiu mudanca zero na cidade.

Julio Cesar Corrêa

Já fui a NY tantas vezes e ainda fico fascinado com a capacidade da cidade se reiventar ou pegar o abandonado, o feio, o decadente e transformá-lo em algo útil e inteligente para seus moradores e turistas.
abraço

Mirella (@mikix10)

Amo amo amo o High Line... aprendi com a Marcie, li de novo aqui e sai correndo para conhecer na primeira oportunidade que tive smile
Da outra vez levei minha sogra que ficou de queixo caido!!! O Chelsea Market é uma boa saidinha rápida do roteiro para um café ou um lanche.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Interessante o debate sobre o tal minhocão de São Paulo. Acho que um grande problema para um parque destes em uma metrópole brasileira é também a (in)segurança.

Em fevereiro andei por todo o Highline Park e ele estava às moscas. Com certeza, uma ótima pedida para assaltos, não fosse Nova York uma cidade segura. Fico pensando na mesma situação, mas no Brasil.

Mal comparando, aqui em Porto Alegre há a orla do Guaíba, que até tem sido mais bem aparelhada nos últimos tempos. Mas, afora os finais de semana, no restante do tempo ela fica vazia. Há trechos até bonitos, mas em que é pouco recomendável caminhar quando estão ermos.

Então eu acho que, no Brasil, ou o parque se insere em uma região de grande fluxo de pedestres (no caso de Porto Alegre não é), ou ele vai ficando abandonado exatamente por ter pouco uso por causa da insegurança. E aí o Riq está certo: Prefeitura nenhuma vai mantê-lo nos trinques.

Clara
ClaraPermalinkResponder

Putz, além de ter conhecido e adorado o Highline fui presenteada, no fim do passeio, com nada menos que Woody Allen himself com sua esposa andando ali por baixo. Ousei dirigir-lhe a palavra e apesar de ser incrivemente tímido, sorriu agradecido quando viu que eu não era nenhuma fá enlouquecida. De vez em quando eu conto essa história, porque tive essa fantasia por anos e nada. Quando já tinha desistido, pronto, o homem passou na minha frente e eu andei para trás para falar com ele.

Natália
NatáliaPermalinkResponder

Super dúvida de viagem para os EUA: pretendo ir a NY (e finalmente conhecer o High Line Park!) no fim de outubro ou começo de novembro, e meu passaporte vence em abril/13 (meu visto é válido até 2014). Eu preciso fazer outro passaporte pra garantir (por causa daquele lance de ter um documento válido por seis meses depois da viagem)? Ou rola de ir tranquilo? Agradeço muitíssimo a ajuda! beijos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Natália! Os Estados Unidos são uma exceção na regra dos 6 meses. Tudo o que você precisa é do visto válido por todo o tempo que pretende permanecer no país.

Se quiser renovar o seu passaporte antes para não perder nenhuma outra viagem, não se preocupe com o seu visto: o procedimento padrão é viajar com os dois passaportes, o novo e o antigo que contém o visto válido.

Natália
NatáliaPermalinkResponder

obrigada, boinha wink bjs!

Arlene Maia
Arlene MaiaPermalinkResponder

Boia: meu voo para 1 dia em Nova York, e estou pensando em ficar mais 1 dia só para conhecer o Highline - que não existia da última vez que estive por lá. Vc sugere algum hotel na area, de preferência que ofereça transfer de/para o JFK? Obrigada, bjos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Arlene! Hotéis não oferecem trânsfer, você pode vir de táxi e voltar com serviços como http://www.carmellimo.com/ .

Hotéis da área: Standard, Maritime, Gansevoort (caros), The Jane (econômico, sem banheiro no quarto), Gem Chelsea.

Arlene Maia
Arlene MaiaPermalinkResponder

Obrigada, Bóia!

teresa
teresaPermalinkResponder

Alguem sabe como fica o high line no inverno, em janeiro? Os jardins sobrevivem? bate um vento gelado, ou dá para aproveitar? Obrigada galera!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Teresa! Os jardins sobrevivem. O aproveitamento da visita vai depender das condições meteorológicas e da sua resistência ao frio, como em qualquer passeio ao ar livre no inverno.

Maria Helena
Maria HelenaPermalinkResponder

Teresa, outros trips q adoram o High Line ( me included!): vejam este vídeo do trabalho q é manter o parque aberto no matter what...
http://www.youtube.com/watch?v=hDVq2Kyo2iA

anaC
anaCPermalinkResponder

Procurando fotos da highline para mostrar a uma amiga, meio que por acaso, encontrei este post. Eu estive la em junho tambem! E fui para a costa oeste. Tenho que te agradecer a viagem de carro pela estrada 1 de San Francisco a Los Angeles que fiz por conselho teu! Beijos

Cheiro de Parque, Central Park | Design Booth

[...] chá costuma homenagear a “cidade que nunca dorme” em edições especiais: Andy Warhol, High Line… (O High Line – o lugar – é simplesmente um… “must go”. [...]

NYC com as dicas da Pri: Onde ficar? « Enquanto não sou rica

[...] City” Style. Muito fofo. Meu preferido. Perto do charmoso Chelsea Market e é o início da High Line. Um destaque é o Standard Hotel (já no Meatpacking District). Probleminha: fica um pouco longe [...]

Bianca Oliveira

Alguém tem idéia de quanto tempo em média leva-se pra conhecer o High Line? Preciso saber mais ou menos pra fazer a programação da mnha viagem.

--AL
--ALPermalinkResponder

Bianca, vc não precisa percorrer todo o percurso (assim como quando vc visita um museu vc não precisa entrar em TODAS as salas e exibições).

Na minha opinião, visitar a High Line é um passeio ideal para encaixar junto de alguma atividade na região (compras, almoço etc).

Para não fazer da visita apenas um corre-corre, separe no mínimo 2h horas.

Bianca Oliveira

Obrigada!!

cyro
cyroPermalinkResponder

vale descer para almocar no chelsea markets, para quem gosta de comer bem (eu) tem jantar no budakkan. mas dentro do mercado há varias opcoes muito boas e baratas. comprei veuve cliquot por 45 dolares lá dentro. ah e eles tem wi-fi gratis!

Rebeca
RebecaPermalinkResponder

Fui ao High Line em março de 2013. Fiquei super curiosa em conhecer o parque devido aos comentários que vi aqui, então o incluí no meu roteiro de passeio. No entanto, como estávamos em pleno inverno, ainda nevando em alguns dias... Não foi um passeio dos mais agradáveis. Muuiito frio, a vegetação que aparece linda nas fotos inexistia e as mesinhas e cadeiras abandonadas, nem sinal das lojas com comida que o pessoal fala acima rss. Enfim.. fizemos uma caminhada bem rápida por causa do inteso frio... dali demos uma pequena caminhada rumo a Magnólia Bakery e compramos uns cupcakes...Espero voltar no verão ou na primavera para aproveitar mais o parque rss.

Géo Novaes
Géo NovaesPermalinkResponder

Estamos indo a NY e o High Line Park está no nosso roteiro. Hóspedes do Hotel Edison, 228 West, 47 street, qual o melhor trajeto de táxi? para chegar ao parque ?
Grata, GÉO

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Géo! O taxista vai pegar a Nona Avenida.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Acabei de postar no meu blog sobre o High Line Park e deixei lá um link para direcionar para esse post aqui, já que tirei muitas dicas daqui para a minha viagem. O post é esse: http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/06/nova-york-gastronomica-terceiro-dia_14.html

André
AndréPermalinkResponder

Vi muitos comentários positivos por aqui em relação ao passeio ao High Line, mas alguém sabe me dizer se vale a pena incluir esse passeio no meu roteiro no frio do fim do mês de novembro? Como é a vegetação de NY nessa época? Li o comentário de Rebeca e fiquei na dúvida.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Falamos sobre isso logo acima:
http://www.viajenaviagem.com/2012/06/high-line-nova-york/comment-page-1/#comment-236508

Escolha um dia de sol para fazer o passeio e inclua em um roteiro com outras atrações:
http://www.viajenaviagem.com/2011/05/nova-york-um-passeio-por-chelsea-meatpacking-e-west-village/

Rosa
RosaPermalinkResponder

Vi muitas sugestões de, ao ir ao High Line, visitar também o Chelsea Market. Porém, ao pesquisar o mapa, não encontrei estações de metrô próximas. Alguém que já foi saberia me informar alguma? E é muito longa a caminhada do Chelsea Market até o High Line? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! A região não é bem servida por metrô, não; não tem metrô ao longo da 10a. Avenida (onde corre o High Line). As estações mais próximas são as da 8a. Avenida (ruas 23, 18 e 14, linhas A, C e E).

O Chelsea Market fica na 9a. esquina 16, a uma quadra do High Line. Você pode subir ao High Line na 12 com Washington, na 16 com 10a. e na 20 com 10a.

Rachel
RachelPermalinkResponder

Bom dia!
EStou pensando em fazer o high line de manhã e terminar o passeio no chelsea market para almoçar. Estarei hospedada no yotel. Qual seria o melhor lugar pra eu começar o meu passeio? E qual o melhor meio de transporte pra chegar lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Oi Raquel! Você pode ir a pé pela 10a Avenida, subindo ao parque na rua 30.

Rachel
RachelPermalinkResponder

Obrigada Bóia!

Cassiana
CassianaPermalinkResponder

Também gostei do High Line e sua região. O mercado é mto legal, tem cada lagosta.....as trufas de chocolate tb são maravilhosas......fui mês passado e está mais bonito, mais arborizado.....vale muito a pena.....

Carlie
CarliePermalinkResponder

Querido, bora dar um UP nesse texto fantástico (principalmente a conclusão!) em tempos de Perimetral demolida?

precisamos ter fé!
ABS

Banksy e Osgemeos em NY | al.maia,Blog

[...] uma avenida movimentada e uma ruela tranquila e silenciosa, e exatamente embaixo do High Line, em Nova York, Banksy escolheu o cenário de sua décima oitava obra neste mês. O artista inglês [...]

Hayla
HaylaPermalinkResponder

eu queria saber se precisa comprar ingresso sem ter q participar de tour, porque já revirei o site do lugar todinho e só achei tickets para os tours que eles promovem. eu vou comprar o ny pass e ele cobre o walk tour mas pelo horário não vai encaixar no meu roteiro, então quero saber se o pass cobre pra eu entrar por conta própria, até porque eles disponibilizam um self-guided tour, um mapa pra pessoas que não querem o tour(eu imagino).

val
valPermalinkResponder

não precisa pagar nada para entrar no High Line

Colecionadores de Viagens

Olá Ricardo,

Muito bom esse post.
Lendo a sua história e todas as fotos colocadas aqui, temos a sensação que quase nos esbarramos por lá em 2012. Hahahahaha
Temos algumas fotos nos mesmos locais e estávamos lá em 2012, mas no final de agosto!!!
Esse parque é muito interessante e criativo.
Você detalhou muito bem tudo ali.
Obrigado por compartilhar detalhes tão importantes, o que mostra exatamente o que os americanos são capazes: recriar com sucesso tudo aquilo que está inutilizado!
Valeu por essa publicação.
Abraços.

Alexandra
AlexandraPermalinkResponder

Estou escrevendo um livro e numa das passagens aparece o parque high line
Como não conheço, estou me baseando nas informações que encontro na internet
Alguém que conhece, saberia me dizer qual é o CHEIRO do parque?
Obrigada!

Juliana
JulianaPermalinkResponder

O High-Line de NY inspirou Chicago a fazer um parque na mesma linha, para revitalizar uma area meio abandonada e ligar a parte oeste da cidade com o centro com uma pista dedicada para bikes!
A ideia eh super bacana e o parque sera inaugurado ja no outono deste ano! Aqui o parque sera chamado 606, em homenagem ao zipcode da regiao de Chicago.

Link para o parque: http://the606.org/

Link para meu blog com as fotos do High line em NYC:
http://world-surpriseme.blogspot.com/2014/03/high-line-new-york.html

Link para explorar mais sobre Chicago: http://world-surpriseme.blogspot.com/2014/03/explorando-chicago_27.html

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar