Pedágio automático em Portugal: o relato do Fabricio

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Estrada em Portugal

O Fabricio Campos, que planejava uma viagem de carro alugado entre Lisboa, Braga e Serra da Estrela, nos procurou em março para saber detalhes sobre a nova cobrança automática de pedágio nas rodovias portuguesas. Sem querer se preocupar em evitar estradas, havia entrado em contato com uma locadora, que não conseguiu esclarecer por completo como funcionariam os procedimentos para turistas:

A alternativa que me foi sugerida foi o pagamento em uma agência dos correios (citaram outra “loja”, mas não entendi), onde as passagens por estes pedágios automáticos ficariam disponíveis para pagamento sem multas por 5 dias. Um pouco difícil para os turistas, não?


Ainda bem que o Fabricio voltou de suas férias e contou tudo pra gente. Vai pelo Fabricio:

Para comentar sobre como foi a utilização do carro alugado nas estradas com pedágios automáticos em Portugal: a Avis já fornece a opção em que seu cartão de crédito é vinculado à matrícula do carro no momento da locação e por aquele período, não necessitando de procedimentos extras (pelo menos esta era a propaganda no aeroporto de Lisboa). Eu utilizei a Europcar, onde me foi sugerido que fosse aos Correios de Portugal (CTT) para efetuar o pagamento. Durante a viagem, no interior, foi muito rápido ir a uma agência e pagar os pedágios que estão disponíveis 48 horas depois que você passou por eles e devem ser pagos até 5 dias úteis após isto. Já em Lisboa, onde entreguei o carro, como eu ainda fiquei por mais 5 dias, pude passar em uma agência e quitar os pedágios restantes, mas as agências ficam mais cheias e fiquei ali por uns 20 minutos.

Valeu, Fabricio!

Dica: para saber em quais vias há as chamadas portagens electrónicas, consulte a lista do site Visit Portugal.

Leia também:

Day-trip ao sul de Lisboa: Azeitão, Palmela, Setúbal e Arrábida http://www.viajenaviagem.com/2011/12/day-trip-ao-sul-de-lisboa-azeitao-palmela-setubal-e-arrabida/
Duas semanas em Portugal, do Norte a Lisboa: o relato da Sheila
http://www.viajenaviagem.com/2011/08/duas-semanas-em-portugal-do-norte-a-lisboa-o-relato-da-sheila/
Página-guia de Lisboa no Viaje na Viagem
http://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire/

À descoberta de Portugal, de pousada em pousada

Day-trip ao sul de Lisboa: Azeitão, Palmela, Setúbal e Arrábida

Duas semanas em Portugal, do Norte a Lisboa: o relato da Sheila

Página-guia de Lisboa no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


27 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Rapha
RaphaPermalink

Também aluguei um carro em janeiro em Portugal, com a Europcar, por cinco dias. Devolvi o carro no aeroporto do Porto, na hora do embarque de volta ao Brasil. Na véspora da volta, como orientado pela locadora, me dirigi a uma lojinha, tipo lotérica, para para os pedágios, fornecendo a placa do carro. Só consegui pagar referente aos 3 primeiros dias de locação. Os dois últimos ainda não estavam disponíveis no sistema. Expliquei minha situação e disseram para eu deixar para lá (!!). Entrei em contato com a Europcar, já de volta ao Brasil, e me disseram que a responsabilidade era minha, e que eu tinha que me virar para pagar (!!!!). É aquela terra de ninguém, ninguém sabe de nada. Já tô vendo que vou ser preso no aeroporto na próxima vez que aterrisar em Lisboa.

Guilherme Polita
Guilherme PolitaPermalink

Em 2010 fiquei 6 meses em Lisboa, em um intercâmbio, e aluguei um carro duas vezes: uma para o Algarve e uma até Santiago da Compostela, na Espanha, passando por Aveiro, Porto e Braga. Saindo de Lisboa em direção ao norte tem muito mais pedágios do que ao sul, além de serem mais caros. Achei uma diferença enorme entre o sul e o norte.

No próximo ano tô voltando pra lá, e espero que esses pedágios automáticos facilitem as coisas.

Flávia
FláviaPermalink

Eu estive em Portugal em janeiro e fiz o roteiro de Serra da estrela- Porto - lisboa (roteiro maravilhoso, por sinal), e tambem passei por isso. Alugamos um carro pela Avis que nao nos informou nada, absolutamente nada sobre esses predagios. Num jaNTAR com uma Amiga que mora em Portugal ela nos perguntou como estavamos fazendo para pagar as Taxas dos pedagios... Ficamos com aquela cara de bobos, pois nao sabiamos de nada e ela que nos informou que tínhamos que ir aos correios e pagar essa taxa, exatamente como descrito a cima, que estaria disponivel em 48 horas. Pagamos nos correios em Sintra e em Lisboa tambem. Perguntamos para a Pessoa do correio que nos atendeu o que acinteceria se nao pagassemos ( visto que foi bem por acaso que ficamos sabendo) e ela disse que provavelmente seria descontado no cartao de credito usado para pagamento do carro alugado, mas que teria uma multa de aproximadamente 20 dolares, fora as taxas, que nao Sao baixas, mas que pela qualidade das rodovias que usamos, vale muito a Pena.

marta k
marta kPermalink

Alugamos um carro pela Europcar e viajamos 18 dias por Portugal. Na Europcar eles nos deram um folder com as auto estradas que haviam o pedágio eletrônico. É opcional pegar estas auto estradas, já que sempre corre ao lado a outra estrada, sem pedágio, e que sempre é a mais bonita! As auto estradas são para sair daqui e chegar lá com rapidez, mas para os viajantes que querem apreciar a paisagem as outras são uma opção muito melhor, já que seguem sempre ou margeando as praias ou através dos campos e atravessam vilas e cidadezinhas que às vezes nem estão no mapa e que são a verdadeira vida portuguesa. A outra diferença é que nelas você não precisa correr a 160km como fazem nas auto estradas, afinal você está desfrutando o caminho, não é? Para que tanta pressa? Além disso são ótimas estradas e muito bem sinalizadas e conservadas!

Ruthia
RuthiaPermalink

Esses pedágios de que falam são recentes e resultam de mais uma fonte de renda para o governo, nesta altura de crise.

Acho que no caso do aluguer do carro, a empresa não só deveria alertar os turistas, como se deveria disponibilizar para pagar posteriormente, caso os clientes já não estejam em território nacional.

E concordo com a Marta, para quem não tem pressa e quer apreciar a paisagem, as restantes estradas portuguesas são uma boa opção.

Abraço a todos, desde o outro lado do Atlântico

Fernando de Holanda
Fernando de HolandaPermalink

A grande pedida de Portugal é alugar um carro - com bastante antecedência - através da InterRent. É uma agência coligada da EasyCar, que tem um Seat Ibiza ou um Fiat Punto a partir de 6,99 euros/dia. Isso mesmo! É muito barato. A única coisa chata é ter que sair do aeroporto e pegar o carro na estação Santa Apolônia, mas é facinho chegar lá, pois há um ômibus que passa em frente ao aeroporto. Só sugiro a todos que usem um GPS, desativando a função de "pegar estradas sem pedágios".

Marilena
MarilenaPermalink

Alguem sabe o q acontece se nao formos ao correio pagar? Como cobram a multa?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marilena! Pelo cartão de crédito usado na locação.

Maria das Graças
Maria das GraçasPermalink

Eu achei o sistema de cobrança de pedágio em Portugal tão racional e simples. Em 2007, entrava-se na rodovia pegava-se um ticket na cabine e pagava-se o pedágio uma única vez, quando saiamos da rodovia. Mudou? Não entendi a razão de pagarmos nos correios.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maria das Graças! Não há mais cabines de pedágio. O controle é feito por câmeras. É preciso ter um chip instalado. Quem não tem precisa pagar nos correios.

André
AndréPermalink

As cabines de pedágio que existiam anteriormente continuam a existir. O que acontece é que em outras rodovias onde não se pagava, agora também é necessário pagar e nessas não tem cabine. Para um país onde o turismo é essencial, esse sistema é absurdo. Enfim, nas rodovias onde tem esse sistema automatico, o pagamento tem que ser feito nos correios ou então em agentes payshop (as lojas que o Fabricio estava falando) http://www.payshop.pt/emitentes/default.aspx?recordid=48
E se tiverem dúvidas utilizem a palavra portagem em vez de pedágio.
Espero que este sistema mude brevemente...

Natasha
NatashaPermalink

Estou indo para Aveiro no final do mês e gostaria de alugar um carro durante três dias.
Alguém saberia me responder qual a melhor empresa para esse serviço e me dizer quanto custa (+/-) os valores dos pedágios??
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Natasha!

Pesquise preços de locadoras em sites como http://www.expedia.com ou veja com consolidadoras como http://www.autoeurope.com ou http://www.mobility-online.com.br .

Veja pedágios dos trechos que você vai percorrer em http://www.viamichelin.com .

RABUGENTO (@RABUGENTO)
RABUGENTO (@RABUGENTO)Permalink

Um site interessante e prático para reservas de veículos de aluguel em Portugal é este que tem todas as opções de locadoras> http://pt.portugal-auto-rentals.com/

Já usei algumas vezes e indiquei para amigos que também usaram e não tiveram problemas quanto às reservas ou preços. Nada de pagamento adiantado.

Renata Junqueira
Renata JunqueiraPermalink

Olá,

Gostaria de saber se é necessário, além da CNH brasileira, solicitar alguma autorização internacional para dirigir em Portugal e Espanha.
Grata,
Renata

Guilherme
GuilhermePermalink

Pessoal,

Estou com uma duvida: no trajeto Lisboa - Fátima - Alcobaça - Óbidos - Lisboa há esse tipo de pedagio? Vi que o trecho entre Óbidos e Lisboa pode ser feito pela A8, na qual haveria o pedagio eletrônico, correto? Há alguma alternativa viável?

Deixarei Lisboa no dia seguinte ao aluguel do carro e, portanto, não haveria tempo hábil para pagamento...

Obrigado!

JotaPê
JotaPêPermalink

Guilherme, todos esses trechos tem portagem "clássica" ou seja, você retira o ticket quando entra na auto-estrada e paga ao funcionário na saída

Guilherme
GuilhermePermalink

Obrigado, JotaPê. Assim fica bem mais fácil...

flavio
flavioPermalink

Olá
Muito boas as dicas. Tenho dúvida se sendo assim, ainda vale a pena alugar um carro ou realizar os passeios oferecidos através de ônibus ou até mesmo trens. Vou ficar 5 dias em Portugal, concentrado em Lisboa e gostaria de conhecer algumas cidades mais próximas.
obrigado

Maria das Graças
Maria das GraçasPermalink

Flavio, viajar pelas rodovias de Portugal é uma maravilha. E a cobrança de pedágio é muito racional. Aluguei carro para uma viagem de 20 dias, do norte à Lisboa, parando, ficando e continuando pelo leste e foi uma grata surpresa a forma como se usa o pedágio por lá. Não envolvi a locadora nessa questão. E foi tudo muito simples e prático. Entra-se na rodovia, passa-se pela cabine, pega-se o coupon, guarda-se e ele será utilizado para o cálculo e cobrança na saída da rodovia. Para uma viagem de apenas 5 dias talvez não valha a pena alugar carro.

RABUGENTO (@RABUGENTO)
RABUGENTO (@RABUGENTO)Permalink

Maria das Graças,

Você não teve problemas porque não passou, pelo visto, por nenhuma das chamadas SCUTs (Sem Custo para o Utente). Seriam sem cutso, mas a crise mudou tudo. Os preços são pesados.
Essas auto-estradas foram construidas com dinheiro da Comunidade Europeia para que, principalmente os alemães, fossem passar suas férias nas praias de Portugal.
Acontece que Portugal está sendo cobrado por essas estradas e a sua manutenção também tem que ser paga. Com isso instituiram os pedágios/portagens.
Já houve muita discussão sobre o assunto. Não sei como decidiram com os veículos estrangeiros que por lá circulam.
As auto-estradas mais antigas continuam, pelo que sei, com a cobrança manual.
Aqui no Estado de São Paulo estão introduzindo esse sistema automárico de cobrança. Deverão cobrar até se você passar por uma estrada de terra. Muito diferente do que acontece na Europa onde sempre há uma estrada paralela, asfaltada e sem pedágios para quem não estiver disposto a pagá-los.
Provavelmente em 2015 todos os veículos brasileiros já sairão com um "chip" de fábrica que será a identificação necessária para passar pelos pedágios...
O ruim daqui é que nem estradas de terra nos temos para evitar esse pagamento.

VERONICA
VERONICAPermalink

Amigos

Percorremos as maravilhosas estradas de Portugal durante 13 dias no mês de Janeiro. Alugamos um carro na AVIS que nada nos orientou. Só percebemos que em algumas portagens acendiam fleches. Ao devolver o carro, meu marido perguntou ao atendente, aquele que nos ´´tranquilizou´´ pois, a multa seria debitada no cartão de crédito. Mas, acho que mesmo que soubéssemos disso tudo, não perderíamos tempo parando nos correios , pois estaríamos deixando de descobrir mais um cantinho dessa maravilhoso País.
Afinal quem está na chuva é pra se molhar...
Essa é nossa opinião...
Abraços

Cristhiano
CristhianoPermalink

Estou em Portugal no momento! Aluguei da goldcar via pepecar.com e tudo ok! Tem o aparelhando da via verde instalado! Vem tudo cobrado via cartão de credito e sem multas! Tentem assim pq esta ótima a viagem cá em Portugal!

Patricia
PatriciaPermalink

Pessoal, agora não existe mais a opção pagar nos correios. Provavelmente aceitar a opção Via Verde seja a mais prática e vantajosa.

augusto
augustoPermalink

Pessoal, vou viajar para Portugal não entendi muito bem essa cobrança de pedagio fiz a reserva do carro em Lisboa para dez dias e ninguem comentou sobre a opção Via Verde. Oque devo fazer? Não quero ser multado.
Se alguem tiver uma sugestão de roteiro com as estradas que pegou agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Augusto! Este é o post mais atual sobre o tema:

http://www.viajenaviagem.com/2013/05/pedagio-portugal/