Balada na caverna: como é a disco Imagine, em Punta Cana

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Imagine, Punta Cana

Baladeiros e baladeiras, tremei. O Viaje na Viagem esteve na Imagine, a mistura de boate com bat-caverna em Punta Cana (ouvi dizer que morcegos de verdade volta e meia aparecem mesmo). Acha que a pista do resort será pequena demais para o seu requebrado? Saiba como ir e o que esperar da Imagine:

Transporte e ingresso

No seu resort, procure pelos balcões das operadoras de turismo. Além de todos aqueles passeios diurnos (a Saona, aos golfinhos, a Chavón), elas também vendem entradas para a Imagine. Você vai escolher entre dois pacotes que incluem transporte de ônibus ida e volta, ingresso e bebidas. Por 40 dólares você tem direito a dois tragos. Por 60, bar liberado (e entrada grátis caso queira voltar à boate outras vezes na mesma semana).

Guarde o voucher; você vai precisar apresentar à noite, para pegar o ônibus. Nele vai estar anotado o horário em que o ônibus vai passar no seu resort. Dá para consultar a tabela online também.O intervalo entre o primeiro e o último resort do trajeto pode chegar a uma hora.

O retorno é marcado para as 4 horas da manhã. Caso queira voltar mais cedo, calcule por volta de 20 dólares para o táxi (o meu, até o Bávaro Princess, deu 18 dólares).

O percurso

Eu esperava um ônibus super produzido, com música de night e muitos “UHUL!”. Ao contrário, era um ônibus turístico acima de qualquer suspeita. Meu hotel foi a última parada e o atraso ficou em meia hora. Apresentei o voucher da compra do ingresso e recebi outro para mostrar na boate. Havia poucos lugares livres. A passageira do banco ao lado dormia profundamente (eufemismo para “quase desacordada”). Os demais também pareciam sonolentos, imagino que por conta do “esquenta” all inclusive que deve ter rolado antes de saírem de seus resorts.

O trajeto entre o Bávaro Princess, que fica em Arena Gorda, e a Imagine, que está próxima ao aeroporto, levou 20 minutos.

Imagine, Punta Cana

A fila

Como os ônibus chegam ao mesmo tempo, as filas são enormes. Se você escolheu a entrada mais barata, vai esperar menos tempo (foram 10 minutos de fila). A imensa maioria das pessoas escolhe o ticket com open bar.

Recebi os dois tickets de bebida (que podem ser ou drinks nacionais ou cerveja), o ticket para o ônibus da volta e o ingresso.

Não me foi pedido documento para entrar, mas leve o seu.

Imagine, Punta CanaImagine, Punta CanaImagine, Punta Cana

Fila de quem comprou open-bar | O DJ | O show

A noite

Quando entrei, 0h45, a festa já estava bombando: a primeira pista da caverna tocava hits pop e merengue quando um performer surgiu no teto e começou uma apresentação linda de acrobacia em tecido. Algum tempo depois abriu uma segunda pista, maior, de música eletrônica. Ao longo da noite, espere escutar basicamente hip hop, ritmos latinos e tuntsstuntss. O público é animado, o visual da casa é mesmo interessante, e o sistema de som, muito bom.

Imagine, Punta Cana

Até 2 da manhã, nem sinal de abrir o terceiro ambiente. Fez falta. A boate estava lotadíssima, beirando o empurra-empurra. Pelo que entendi, uma quarta pista, a maior de todas, funciona apenas em shows e eventos especiais.

Imagine, Punta Cana

Lugar para sentar, só comprando camarote VIP, meu bem.

Imagine, Punta CanaImagine, Punta Cana

Grande problema mesmo é conseguir uma bebida. Demorei quase 10 minutos em “fila” (um bolinho desorganizado de gente) para chegar no balcão e pedir uma cerveja – quando soube que estava no balcão errado. Quem tem direito a open bar pede bebida em balcões específicos, e esse não era sinalizado. O balcão de quem estava fora do esquema ficava bem no corredor, atravancando a passagem, com só uns dois atendentes, e a mesma pessoa que preparava os drinks se encarregava dos pagamentos de quem queria comprar mais bebida fora do pacote. Foram 15 minutos até conseguir a minha Presidente, que ainda por cima não estava gelada.

Ouvi algumas reclamações sobre as filas aqui e ali, mas no geral as pessoas não pareciam se importar muito, só queriam se divertir. O público era jovem, e mesmo com o open bar, não vi muita encrenca rolando (só uma briga de casal, mas aí é com eles).

A música que fechou minha noite? “Ai, se eu te pego”, é claro.

Será que eu vou curtir?

Se você é baladeiro convicto, está mais para a turma do open bar e adoraria conhecer pessoas novas com as mais diversas pulseirinhas, sim. (Mas lembre-se de que pessoas de pulseirinhas diferentes não podem terminar a noite no mesmo hotel...)

Se você sai à noite uma vez a cada seis meses e passa mais tempo batendo papo do que dentro da pista, fique pela boate do resort mesmo, que é mais negócio.

Onde vejo a programação?

Acompanhe pelo Facebook e pelo site oficial a agenda da Imagine.

Leia também:

11 comentários

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Eu fui na Imagine em julho e super recomendo! Dancei muito! Homens gatíssimos, animação e vibe positiva!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Mariana,
adorei ver post de balada no VnV. Realmente imagino que você tenha mais competências que o Riq para esse tipo de avaliação rsrs (isso é um fato tá comandante, fica brava comigo não!). Isso é um plus para o blog por que vira e mexe alguém pergunta de balada. Parabéns! Uma lacuna foi preenchida.

Já fui "da night" (sou carioca hehe) mas ultimamente a gente só sai se for BBB na véspera de sair de uma cidade que estejamos visitando, pq estamos sempre tão cansados que não passa de uma meta na lista que não será cumprida!

Núbia Tavares

Adorei o post! estava procurando informações sobre essa balada e não tinha achado em canto nenhum, embora tenha ouvido falar muito sobre ela. Gostei!!!

Wesley
WesleyPermalinkResponder

Muito útil o post! Vou pra punta cana em dezembro, e com certeza irei na imagine. Só fico na dúvida se pagarei pelo open bar ou não, por conta do empurra-empurra na fila da bebida...não sei se compensaria

wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wesley! A Mariana achou que, apesar das grandes filas, pior é para quem quer comprar as bebidas fora do open bar, caso dê vontade de tomar mais alguma coisa além dos dois drinks. Ela estava a trabalho e parou na primeira cerveja smile

Deise
DeisePermalinkResponder

Olá, gostaria de informaçoes sobre cerimonias de casamento. Quais hoteis oferecem esse serviço? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Deise! Todos. Escolha um hotel e entre em contato.

Leia tudo sobre Punta Cana a partir desta página:
http://www.viajenaviagem.com/americas/caribe-a-z/punta-cana-ricardo-freire

Juliana
JulianaPermalinkResponder

E no entorno dessa boate tem outros estabelecimentos? como lanchonetes ou restaurantes?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Em Punta Cana não existem opções de restaurantes ou lanchonetes bacanas para ir. Aproveite a estrutura do seu resort all inclusive.

Cibele Vasques

Pessoal!!! Ajudem-me, estou indo a Punta Cana, agora em julho e vou sozinha, mas adoro uma balada. O que vocês me recomendam??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cibele! Punta Cana não é muito animada em termos de balada; fora a boate do seu hotel, não tem muita coisa além da Imagine, não.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar