Las Vegas: um roteiro completo em 60 dicas selecionadas

Las Vegas

Desde 2010 temos perguntado aos leitores a que espetáculos assistiram, quais restaurantes recomendam, em que hotéis se hospedaram em Las Vegas. Colhemos dezenas de relatos enquanto vimos crescer o número de fãs da cidade. É um público conquistado pelas inesgotáveis opções de entretenimento e, principalmente, pelo apelo de uma hotelaria de alto padrão cuja relação custo x benefício é arrebatadora. (Até casamento celebrado por Elvis Presley nós testemunhamos por aqui: não só um, como dois!)

Pois bem. Compilamos os melhores depoimentos dos nossos leitores sobre Las Vegas e o resultado é esse super guia. Shows, restaurantes, comilança nos buffets, hotéis extravagantes, hotéis baratinhos, dicas para quem viaja com crianças e mais. Está em dúvida se aluga ou não um carro? Nossos especialistas palpitam. Dá para encarar Vegas no verão? Há quem opine também.

São 60 dicas para se esbaldar em Las Vegas. Vai por eles!

Love, Beatles

–> SHOWS

Pavan
Love, porque sou beatlemaníaco! Apesar das críticas, gostei de cada minuto e número do show, que mais parece um musical que um espetáculo tradicional do circo. Paguei 90 dólares por um ótimo local, metade do valor normal, já que me hospedei no Mirage. Relato completo aqui.

Alessandro
Adoramos o espetáculo O do Cirque du Soleil, que acontece no Bellagio. É muito diferente do que tudo que já vi, pois grande parte do espetáculo é realizada na água, já que o palco se transforma em uma piscina gigante em alguns momentos. É original e simplesmente sensacional! Relato completo aqui.

Leonardo
Eu aconselho àqueles que curtem musicais que assistam em Vegas. As montagens são praticamente as mesmas da Broadway e os preços são bem menores. Quanto ao Cirque du Soleil, o é um must see, seja pelo espetáculo, pela produção, pelos efeitos. Tanto o Kà quanto o O e o Love são espetáculos que você não vai encontrar nunca no Brasil. Relato completo aqui.

Dri
Em Vegas também existe um quiosque tipo TKTS (Tix4Tonight) em alguns pontos da cidade, vendendo ingressos mais baratos para o mesmo dia. A pegadinha é que os espetáculos mais concorridos nunca têm ingressos sobrando. Relato completo aqui.

Carla
Quem tem um show específico em mente deve ver com cuidado os dias em que há espetáculo. Nós estávamos super a fim de ver O, mas estaremos lá no único domingo em que não vai haver apresentação. Relato completo aqui.

Luciana
É interessante procurar se tem pacotes de jantar + espetáculo, vários restaurantes dentro dos hotéis onde são os shows oferecem, com um desconto bem grande. Relato completo aqui.

Gustavo
O Zumanity no New York New York é o show erótico do Cirque du Soleil. Interessante e espetacular, muito indicado. Não é sexo, é erótico, com um toque de humor junto. Relato completo aqui.

Bianca
Comprei os ingressos na Tix4Tonight que fica no Fashion Show Mall. Não gastei mais que 100 dólares em nenhum. Depende da disponibilidade; como eu não fazia questão de ver nenhum show específico, deixei pra ver o que teria no dia mesmo. Após a primeira compra você vira cliente VIP e não precisa mais pegar fila para comprar os proximos ingressos, basta apresentar o comprovante de compra de dias anteriores. Relato completo aqui.

Juliana
Assisti ao Peepshow, com a Holly do Girls of Playboy Mansion. Foi bem legal por se tratar de um show que tem tudo a ver com a cultura de Las Vegas, mas não se compara com o Cirque! Relato completo aqui.

Gabriel
Blue Man Group. David Copperfield. Que tal algum desses? Relato completo aqui.

Susy
O show que mais gostamos, de todos de lá, foi o Le Rêve. No House of Blues só toca gente muito boa. Relato completo aqui.

Dani
Um NO! NO! NO! é o Believe do Criss Angel no Luxor em Vegas, nunca vi algo tão tão ruim, muita gente saiu no meio do espetáculo. Relato completo aqui.

Noodles, Las Vegas

–> RESTAURANTES

Henrique
Wichcraft, do Tom Colicchio, no MGM, pra um lanche rápido. I Love Burgers, no Palazzo. BLT Burger, no Mirage (tem milkshakes incríveis). Qualquer um da “Praça São Marcos” do Venetian. Não vá jantar no restaurante rotativo do Stratosphere. Comida cara e ruim (mas vá até lá em cima ver a vista e brincar, se tiver coragem). Relato completo aqui.

Hermann
O Sweet Tomatoes tem dois endereços em Las Vegas, ambos a uns 15 minutos da Strip. É um restaurante de saladas e pratos semi-naturebas! Preço? Em média US$ 8 pelo buffet, mais a bebida. Relato completo aqui.

Ludmila
De estrelados, vá ao Lavo e ao Bartolotta no Wynn. Relato completo aqui.

Dri
Para um lanche rápido ou café da manhã, o Earl of Sandwich, no Planet Hollywood/Miracle Mile, é imbatível. Eles têm um esquema, que funciona desde 18lávaifumaça, de fazer seu sanduíche na hora. Inclusive o pão, que é assado junto. Para os amantes de esportes, recomendo o Blondies, do Miracle Mile. A comida é no estilo “galera”, com muitas opções para compartilhar: cebola, chicken wings, nachos etc. Porções enormes e happy hour de bebidas. Para uma viagem ao passado, recomendo chegar na Fremont Street antes dos shows do teto/telão e comer em um dos restaurantes dos hotéis ou cassinos de lá. A decoração, as garçonetes, o próprio cardápio, tudo remete a Las Vegas dos anos 40/50, com aquele glamour meio gângster. Como os restaurantes não são estrelados e ficam fora do circuito tradicional, têm preços ridículos para lagostas, camarões e cortes de carnes. Nessa mesma região é super confiável beber vodca com Red Bull por um dólar. Sim, um dólar! No cassino do Venetian, em frente ao hall dos elevadores, existe um stand da Bouchon Bakery. São macarons absolutamente divinos, maçãs do amor como você nunca imaginou existir, cupcakes, cheesecakes… Relatos completos aqui e aqui.

Marcela
No Bellagio tem um bom restaurante de noodles (chamado Noodles) que fica aberto até bem tarde. Fora da Strip tem um restaurante com peixes bem frescos, o McCormick & Schmick’s (é uma rede). Gosto muito do hambúrguer do PJ Clarke’s… Lá está sempre tranqüilo e tem wi-fi grátis. Fica no Forum Shops. Relato completo aqui.

Alessandro
Eu adoro o Cheesecake Factory. Gostei muito do Broadway Burger Bar no New York New York, que serve hambúrgueres mais gourmet. Relato completo aqui.

Oscar
Recomendo o LemonGrass (tailandês contemporâneo muito bom) e o American Fish (restaurante mais curioso que experimentamos na cidade, com peixes de várias procedências) no Aria. Relato completo aqui.

Maryanne
Recomendo qualquer uma das bakeries ou restaurantes no térreo do Paris, difícil errar ali. Pra um jantar legal, tente o Le Cirque no Bellagio — também tem janela, e olhando pras fontes. Relato completo aqui.

Silvia
Qualquer um do Joël Robuchon, no MGM. Imperdível! Relato completo aqui.

Carla
O MIX, bar no 64º andar do THEHotel at Mandalay Bay, vale pela vista noturna da cidade. Para um jantar gostoso, sugiro o TAO, no Venetian. E, para quem gosta de cervejas, a Yard House tem quase 200 tipos de chope do mundo inteiro, além de ótimos petiscos na happy hour. Relato completo aqui.

Igor
Na steak house que tem dentro do Mount Charlestone Resort o valor é honesto (gastei 100 dólares para 2 pessoas) e a comida é maravilhosa; a vista do Canyon coberto de neve é maravilhosa também. Dentro de Las Vegas, gostamos muito do Harley Davidson Café. Comida extremamente suculenta (e gordurosa, é claro), com um preço um pouco salgado (100 dólares para duas pessoas) para ser lanche, mas vale a pena. Relato completo aqui.

Caranguejo no buffet do Aria, Las Vegas

–> BUFFETS

Evelyn
Experimentei o buffet do Monte Carlo (meia-boca, não vá), Caesars (achei básico) e Bellagio (o mais farto, e com mais opções). O único que repeti foi o do Bellagio. Apesar de um pouquinho mais caro, vale a pena. Os outros, não repetiria. Relato completo aqui.

Dri
A comida de nenhum buffet será melhor do que alimentação a la carte. As filas, em muitos casos, são assustadoras. Além disso, cada buffet possui um estilo. O do Planet Hollywood possui uma pegada oriental, com bastante oferta de comida asiática de diferentes procedências. No buffet do Paris, o forte são as especialidades francesas. O buffet do Bellagio é meio que uma grande mistureba de opções (eu acho as pizzas de lá muito boas). Acho que se Las Vegas é uma viagem “one time only” para você, ir a buffet não é interessante. O mesmo serve em casos de pouco tempo para muita coisa a ser vista. Eu já passei uma tarde inteira simplesmente jogando conversa fora, tomando champagne e comendo patas de king crab, ostras e tais. Relato completo aqui.

Alessandro
O melhor buffet que experimentei por lá foi o Spice Market, do Planet Hollywood. Relato completo aqui.

Rafael
O buffet do Excalibur e do Luxor são bonzinhos e você pode aproveitar a promoção de um dia por cerca de 22 dólares. É só achar o discount ticket nas revistas que distribuem por todo lugar. O Buffet of Buffets é muito bom também. Por 50 dólares você pode comer por 24 horas em vários buffets dos cassinos do Caesars. Eu recomendo aproveitar as duas jantas. O do Flamingo e Harrah’s só valem a pena fora do passe, nas promoções por 12 dólares que você encontra nessas revistas de desconto. Outro que é bom e barato é do Palms. Se você se inscreve no programa de recompensas deles, o buffet sai por 8 dólares, mais ou menos. Relato completo aqui.

Ônibus em Las Vegas

–> DE CARRO OU SEM CARRO?

Adri
Eu cheguei de carro em Las Vegas e só tirei da garagem do hotel para ir ao aeroporto… Talvez se fosse passear pelos outlets o carro fosse uma boa, mas como só ficamos ao redor da Strip, não foi necessário usá-lo nenhuma vez sequer. Relato completo aqui.

Marcio
Eu fui com duas crianças pequenas. Para mim, foi essencial ter o carro. Com aquele bafo/calor, acho dose você sair do hotel e ir para um show ou restaurante a pé… e depois voltar. Dependendo de onde for o hotel e o show, duvido até que seja uma caminhada confortável. As distâncias me impressionaram. Tudo era pertinho no mapa, mas para você ir do Cosmo ao Stratosphere, por exemplo, era longe. Legal foi ir aos outlets (nos dois), em restaurantes fora da Strip, e no Fry’s Electronics… e Best Buys, Walmarts, Toys R UsRelato completo aqui.

Juliano
O aluguel de carro em Vegas é tão barato que compensava todos os gastos que iríamos ter com trânsfer, táxi e demais transportes, sem contar que o estacionamento em todos os hotéis da Strip é gratuito, inclusive com serviço de valet. Ou seja, se você quiser utilizar o manobrista, basta pagar uma gorjeta de 1 a 5 dólares e tudo certo! Além disso, com o automóvel é perfeitamente possível ir para outros lugares além da Strip, como Bed, Bath and Beyond, Best Buy, JC Penney, Sears, Target, Walmart, etc., sem contar a possibilidade de visitar o Grand Canyon, o que fizemos em nossa segunda estada, sendo um trajeto muito bacana e bem mais econômico do que as excursões oferecidas pelas agências locais. Relato completo aqui.

Char
Aluguei um carro para um dia. Não fiz reserva, fui direto no guichê da Hertz no Caesars. O objetivo foi fazer compras. Se você vai somente no outlet e nos shoppings da Strip não acho que precise de carro, mas nós fomos até a Bed, Bath and Beyond a 19 milhas da Strip. Rodei o dia todo, 12 horas, só fazendo compras por Las Vegas. Para a balada, só peguei táxi e limo. O táxi do Wynn até o Caesars saiu 15 dólares com tip. Não recomendo carro de jeito nenhum para sair à noite, mesmo com todo estacionamento em Vegas sendo gratuito, a não ser que o motorista seja abstêmio. Ninguém quer estragar a viagem na delegacia com DUI (driving under influence). A pé, cuidado ao se expor excessivamente ao sol do deserto e depois entrar no ar-condicionado nos hotéis, malls e cassinos, para não ficarem doentes que nem eu. De táxi, são 10 dólares com tip de um local a outro da Strip (do Wynn ao Caesar, por exemplo). 18 dólares com tip até o outlet. 30 dólares com tip do aeroporto até a Strip. 20 dólares com tip da Strip até o aeroporto. Limousine: 90 dólares com tip de um local para o outro na Strip. Dava 10 por pessoa, estávamos em 9. É divertido. Acho que dá para achar mais em conta. Relatos completos aqui e aqui.

Lilian Brandão
Cheguei a Las Vegas de carro, vindo de Los Angeles. No primeiro dia já entreguei o carro. Achei muito tranqüilo e divertido andar a pé pela Strip. Dá pra passear e entrar dentro dos cassinos para descansar e explorar o que eles têm de bom. O dia que eu pretendia andar mais um pouco eu comprei o passe do ônibus. Muito prático. Depois, peguei um carro para ir ao Grand Canyon e outros parques dos EUA. Para mim, o carro em Las Vegas não fez falta nenhuma! Voltaria lá e economizaria o dinheiro do carro para fazer umas apostas nos casinos. Relato completo aqui.

A.L.
Carro te ajuda a ter possibilidade de ir a outros lugares, a ir em Boulder City, no Leak Mead, na Hoover Dam etc. etc. E se, como eu, você for alguém que não anda de transporte público nos EUA, táxi toda hora pro Wynn sai bem caro se você for ficar indo-e-vindo. Relato completo aqui.


–> COM CRIANÇAS

Marcio
Las Vegas é um lugar preferencialmente preparado para adultos, tanto quanto a Disney é preferencialmente preparada para crianças. Isso não impede de que um não se divirta na “terra” do outro. Não escolhi um hotel específico para agradar eles, fiquei no Cosmo e no Venetian, mas com aquele monte de luz do cassino e as piscinas, eles amaram. Tenho um filho de 4 e outro de 7 anos. Em todos os shows, a partir de 5 anos já se pode levar. No David Copperfield e no Le Rêve minha filha de 7 anos foi. Minha mulher ou eu ficávamos no hotel, revezando o cuidar da cria de 4. No Torneio dos Reis (Excalibur) ambos foram. Tem uma série de shows que são mesmo para toda a família. É só pesquisar um pouquinho ou ir num Tix4Tonight que eles ajudam. Nos restaurantes também fomos muito bem atendidos. As atrações free como as fontes, o vulcão, os piratas do Treasure Island, o Stratosphere, o Caesars, o Circus Circus, o Venetian, o New York New York, o Paris e por aí vai são oportunidades para eles conhecerem as coisas, mesmo que não seja o real. Relatos completos aqui e aqui.

Alessandro
Meu filho se divertiu muito. Ele adorou subir no Stratosphere e ver o visual lá de cima, além de curtir os animais em alguns hotéis. O show pirata no Treasure Island também é bacana. Não andamos na gôndola do Venetian, mas tenho certeza que ele iria adorar também! Como a maioria dos shows adultos tem duas sessões por dia e duram em média 1h30, nos revezamos. Enquanto um assistia ao show, o outro ficava com o meu filho no Gameworks (nota: que foi fechado em 2012) ou algum restaurante kids-friendly. Assim todos se divertiam. Relato completo aqui.

Beatriz
Já fui várias vezes com meus filhos para Las Vegas, eles adoram. Gostaria de acrescentar que a maioria dos hotéis tem piscinas maravilhosas, que dão uma manhã em família bem divertida. Relato completo aqui.

Bellagio, Las Vegas

–> HOTEL

–> Aria

Bárbara
Me hospedei no Aria. O hotel é super novo, decoração moderna. Pegamos um quarto com vista para a Strip, em andar alto, muito legal. O quarto é bem grande, o banheiro também é enorme, e a parte sanitária é separada das pias por uma porta, o que acaba facilitando o uso do banheiro por duas pessoas simultaneamente. Os itens do quarto são todos automatizados (comandos de cortina, luz, televisão). Como o hotel não é temático, não fica tão lotado de turistas passeando, o que eu achei muito bom, até porque precisamos passar pelo cassino para chegar aos elevadores que levam aos quartos. O buffet é excelente. Há várias piscinas, que chegamos a utilizar em um dia, e lá o serviço também é muito bom. Além disso, a localização, praticamente no meio da strip (ao lado do Bellagio) é ótima. Relato completo aqui.

–>Bellagio

Cutti
Fiquei no Bellagio em um quarto “lake view” (com vista pras fontes). Foi minha primeira vez em Vegas. O hotel é lindo, maravilhoso, os quartos ótimos (só a TV de tubo que não!) e pagar a mais pela vista vale sim a pena! O que acontece é que o Bellagio não é um hotel pra jovens, não tem tanta badalação como o Cosmopolitan, por exemplo. Se você quer esse “sossego”, iria de Bellagio com certeza. Relato completo aqui.

–> Caesars Palace

Carina
Fiquei no Caesars, já que o motivo da viagem era assistir o show da Cher, e gostei. Nada de especial, não era super charmoso, mas valeu a pena por estar bem localizado; foi só descer um pouco antes do show. Indico. Relato completo aqui.

Luciana
Na hora que eu cheguei não tinha o quarto da reserva e eles me deram um upgrade. Fiquei em um quarto enorme e bem moderno, cama king, sofá, mesinha de jantar, um banheiro gigante lindão, vista pra Strip, gostei bastante. Assim como o Bellagio, tem muitos restaurantes bons dentro desse hotel. A localização é igualmente boa, mas as piscinas e o cassino do Bellagio achei mais legais. Relato completo aqui.

–> Cosmopolitan

Marcio
Cosmopolitan: localização 10. Está ao lado do Bellagio, em frente ao Planet Hollywood, pertíssimo do City Center e outros. Sem caminhar muito se cobre uma boa parte das atrações/hotéis. A decoração, piscinas e serviços são muitos bons. O hotel tem ar moderno, sem muita frescurada, então quem procura luxo mesmo deve ir, pelo que vi, ao Wynn, por exemplo. O cassino é bem legal e o sistema de exaustão está legal, pouco cheiro de cigarro, apesar de viver bombando. O quarto, que tinha varanda com vista para o Bellagio, é um show à parte. Todos os serviços são informatizados, o que tornam as coisas rápidas, fáceis e funcionais. O valet é fenomenal, em 1-2 minutos o carro está na sua mão. Nem compensa estacionar no selfparking. Resumo: público mais ligado em coisa jovem, moderna, descolada, pode ir nesse sem susto. Relato completo aqui.

–> Excalibur

Guta
No Excalibur, fiquei num quarto reformado, por alguns dólares a mais, e daí valeu muito a pena. O quarto era bem legal, o hotel é bem localizado, e ainda assim paguei um valor bem abaixo dos outros grandes hotéis da Strip. Relato completo aqui.

–> Hard Rock Hotel Tower

Francisco
Fiquei no HRH Tower, que é anexo ao antigo (mas renovado e impecável) Hard Rock Hotel, localizado a 1 quarteirão da Strip (ou seja, mais tranqüilo). O quarto é ótimo, automatizado, camas super confortáveis, ótimo banheiro e por preços acessíveis. Seu destaque com certeza fica para o complexo de piscinas que existe entre as 3 torres, ou melhor, as praias que existem por lá. São piscinas de água doce com temperatura controlada, com várias cadeiras de praia, além do chão de areia. Existem vários pontos de sombra devido às centenas de coqueiros. Além disso, existe um rio ligando piscinas, bares, piscinas fechadas para maiores de 21, por conter jogo e bar. Com certeza indico e voltarei. Relato completo aqui.

–> Mandalay Bay

Mirella
Mandalay Bay: ainda considerado um dos melhores hotéis de Vegas. O quarto é bem grande, tudo extravagante e muito dourado nos acessórios, a área de piscinas é gigante (tendo até uma praia artificial). Apesar de ter gostado muito, acho a localização ruim. É praticamente o último hotel da Strip e aí é preciso carro, trenzinho ou táxi para ir no buxixo mesmo. Mas se a intenção é relaxar, tudo bem! Relato completo aqui.

–>Mandarin Oriental

Eymard
Contrariando tudo o que se espera de Las Vegas, escolhemos o Mandarin Oriental. Não tem cassino. Não tem multidão. O lugar é discreto. Serviço personalizado (no café da manhã, no dia seguinte, a simpática atendente já sabe o que você escolheu no dia anterior e já pergunta se você vai repetir). Os apartamentos e banheiros são muito espaçosos e elegantes. O concierge consegue o que você quiser. O restaurante do hotel (Twist) é do Pierre Gagnaire, chef francês estrelado. Voltaria com certeza. Uma oportunidade para conhecer um hotel desta rede pagando cerca de 1/3 do que se cobra em Paris, Nova York ou outra cidade badalada. Portanto, se você quiser um oásis dentro de Vegas, pode escolher o Mandarin. Relato completo aqui.

–> New York New York

Alessandro
Gostamos bastante do New York New York. O hotel não é tão luxuoso quanto outros da Strip, mas tem um ótimo custo-benefício. O quarto era imenso e bem bonito e confortável. As opções gastronômicas também são boas, inclusive para o café da manhã, e o clima do hotel é muito bom para sentar e relaxar. Gostei também da localização, apesar de não ser tão central. O ótimo preço nas diárias são um atratativo. Relato completo aqui.

–> Palazzo

Família Recomenda
Ficamos no Palazzo. Os quartos são enormes, tinindo de novos, com 3 TVs tela plana (até no banheiro tem uma). Recebemos um upgrade gratuito e ficamos no 46º andar. A vista é fenomenal! O serviço é muito discreto e atencioso. Realmente não vimos desvantagem nenhuma em ficar lá! O cassino é pequeno e low profile (bom pra quem está com crianças), o que não vai agradar aos jogadores mais sérios. Mas o cassino do Venetian é bem maior e fica a 5 minutos de lá. A alguns passos do cassino está o mini shopping do Palazzo (chique, agradável e vazio), e em 5 minutos de caminhada você chega num dos shoppings mais interessantes da Strip, o The Grand Canal Shoppes do Venetian. Lá, tem mais um montão de lojas (mais populares), restaurantes, a Piazza San Marco e, o mais legal, o passeio de gôndola. Além de todas essas comodidades, ainda tem 2 teatros dentro do hotel. Na época em que fomos, estava passando Blue Man Group e Jersey Boys. Deixe pra comprar os ingressos depois de chegar ao hotel; tem uns descontos bons! Relato completo aqui.

–> Planet Hollywood

Dri
No Planet Hollywood o quarto era bem menor, com decoração temática do filme Atração Fatal (todos os quartos tem memorabílias de algum filme e os dados referentes a ele). O banheiro tinha uma hidromassagem menor que a do Venetian. O café da manhã era no Earl of Sandwich. Para chegar ao quarto era preciso passar por dentro do cassino e eu sempre me perdia, o que me irritava um pouco. Também era preciso passar por dentro do shopping (o que eu até gostava). A piscina é tão acanhada que eu nem me atrevi a dar as caras por lá. Os cupons de desconto também eram para atrações pouco proveitosas, como o buffet do Rio (que não é na Strip). Em termos de localização, eu discordo do Riq e acho melhor do que a ponta com Venetian e MirageRelato completo aqui.

–> Paris

Maryanne
O melhor hotel que eu fiquei foi o Paris. Comida ótima , quartos enormes e preço mais que justo. Ótima alternativa pra quem não conseguiu lugar no Bellagio. Relato completo aqui.

–> Venetian

DDT
Fiquei no Venetian. Gostei bastante. Primeiro de tudo: é um hotelzão de Las Vegas, portanto, tem cara de Las Vegas. Tudo fake e afetado. Mas é pra isso que se vai pra lá, certo? Achei o quarto bacanão. Espaçoso, com cara de “Veneza”. Era o mais básico e tinha sala, banheiro espaçoso, tudo legal. O ambiente é todo exuberante, não só na parte das gôndolas, mas também nas outras áreas comuns. Na subida dos quartos tem uma Bouchon Bakery, do Thomas Keller. É uma delícia absoluta. Sobre a localização, fica bem no miolo da Strip: em fente ao Mirage, do lado do Wynn. É facílimo caminhar para as coisas bacanas como restaurantes e shows por ali. Não sou de jogar, mas o cassino era bem legal. Pode ser impressão, mas parecia menos claustrofóbico que os outros. Relato completo aqui.

Dri
No Venetian eu sempre ganhei bons cupons de desconto (para coisas que valiam realmente a pena, como uma entrada sem fila para a Lavo ou para a Tao, com direito a 30 dólares em drinks; bons descontos nos restaurantes italiano e grill do hotel; 2 tickets para o Fantasma da Ópera pelo preço de 1, etc). Acho as duas piscinas muito agradáveis, com uma área separada para badalações mais frenéticas (a Tao Beach). O complexo fitness também é super bem equipado e conta com profissionais à disposição o tempo todo. O quarto é um espetáculo, são os maiores quartos “simples” de Las Vegas. Para chegar ao quarto não precisava passar dentro do cassino, somente ao largo. Relato completo aqui.

–>Tropicana

Isabelle
O Tropicana é um hotel mais simples, com preço ótimo, cassino pequeno e situado no começo da Strip, ao lado do MGM. Eu gostei muito. O hotel foi recém reformado, as piscinas são lindas, tem restaurantes bons, enfim, tudo que é necessário. Também tem um cheiro de baunilha para disfarçar o cheiro do cigarro, o que para mim, é um ponto positivo. O quarto não é tão grande, mas é ótimo. Banheiro bom, closet grande, minha cama era king size e super confortável. Ponto negativo era que o quarto não tinha frigobar, mas tinha aquele baldinho e máquina de gelo no andar, o que já ajudava. Fiquei em um andar mais baixo (7º andar), com vista para o aeroporto. O atendimento foi excelente, a limpeza era ótima, camareiras muito atenciosas. Adorei. Para quem quer economizar, sem perder o conforto, eu recomendo! Relato completo aqui.

–> Trump Hotel

Marcela
Fiquei no Trump. Muito bom, quarto e banheiro enormes, espetacular! Foi um ótimo custo x benefício. O que mais me agradou foi o fato de não ter cassino no hotel, o que significa menos muvuca e menos fumaça de cigarro. Usei piscina (muito boa), sala de ginástica (bem vazia, mas menos opções de aparelhos que o Bellagio) e serviço de quarto (excelente). Tomei café da manhã no restaurante do hotel, o DJT (versões buffet e a la carte, ambas ótimas, de excelente qualidade). Dá pra ir a pé para o Fashion Mall, além de um shuttle que leva para o Wynn e Caesars, se não me engano. Relato completo aqui.

–> Vdara

Oscar
Além de novinho em folha, uma das coisas que eu achei legal do Vdara é o fato de ele não ter necessariamente um cassino dentro dele. A decoração é bastante clean e moderna, totalmente ao contrário da maioria dos exagerados hotéis de Las Vegas. Ficamos num quarto bastante espaçoso no antepenúltimo andar, com uma vista espetacular para o show de águas do Bellagio. Se voltasse hoje a Las Vegas certamente iria procurar pelos hotéis mais novos como o Vdara, Aria e Cosmopolitan. Relato completo aqui.

–> Wynn e Wynn Suites

Bruna
Me hospedei no Wynn e foi ótimo! Sempre telefono pro hotel antes de viajar para conferir a reserva. Eles aproveitaram pra saber as minhas preferências quanto ao andar (se alto ou não) e a vista (Strip ou campo de golfe), e inclusive me ofereceram um tradutor, de forma que o atendimento fosse prestado em Português. A suíte é bem fiel às fotografias do site. Até impressiona mais pessoalmente. Achei gigantesca, sem deixar de ser aconchegante! O Wynn fica um pouquinho distante do burburinho da Strip, mas basta caminhar um pouquinho! Tem ponto de ônibus em ambos os sentidos bem em frente! Além do Fashion Show Mall… basta atravessar uma passarela que você chega lá! É uma mão na roda pra quem quer comprar ingressos na Tix4Tonight, que tem pouca fila por aquelas bandas. Relato completo aqui.

Breno
Me hospedei no Wynn Tower Suites – parte mais top do Wynn – pra fazer bonito, já que eu fui pra me (re)casar após 10 anos. O hotel é maravilhoso! Tudo novinho, serviço perfeito padrão americano (você tira a garrafa do frigobar e eles debitam online na sua conta no hotel, que você pode conferir pela TV), piscina privativa, concierge atencioso… não tenho absolutamente nada a criticar, a não ser o preço. Fiquei na parlor suite a 750 dólares/dia. Eu sei, eu sei… dói o coração mesmo. Mas se serve de consolo, o quarto está no mesmo nível do Faena de Buenos Aires. A vista é maravilhosa, o banheiro (com banheira) gigantesco, a cama é king size e cheia de travesseiros… O cassino é moderno, tem baladas legais dentro do Wynn e, de quebra, você é tratado como hóspede também no Encore, hotel vizinho que abriga o famoso Encore Beach Club. Mas me senti um pouco deslocado na piscina privativa do Wynn. A média de idade era (bem) alta e o pessoal um pouco esnobe. Imaginem o susto quando viram um cara de sunga, todo tatuado, acompanhado de uma mulher com o biquíni brasileiro? Relato completo aqui.

Leia mais: Onde ficar em Las Vegas: a Strip, hotel por hotel

Leia mais: 42 hotéis em Las Vegas comentados pelos leitores

–> OUTRAS DICAS

–> Las Vegas no verão

Leticia
Eu fui para Las Vegas no verão, no início de julho. É muito quente, mas ainda é suportável. Las Vegas tem um vento quente que é de matar. Você precisa lembrar que a cidade fica no meio do deserto e se você pretende fazer o passeio ao Grand Canyon (que fica no Arizona, estado vizinho), o calor só aumenta. Tirando o passeio ao cânion, as outras atrações de Las Vegas são indoor, então não há muito com o que se preocupar neste sentido. O calor maior é em agosto, então na minha opinião vale a pena ir em julho. Só lembre que julho é mês de férias… Relato completo aqui.

–> Grand Canyon e Disney

Marcio
Fiz um pacote para o Grand Canyon com a Papillon Helicopters (Grand Canyon deluxe with helicopter). Às 8 da manhã pegaram minha família na recepção do hotel. O aeroporto executivo que eles usam ficava a meia hora do meu hotel, em Boulder City, e como não tinha mais gente para pegar, a van foi direto. Chegando lá, preparativos rápidos para pegar um avião de 16 lugares e uma viagem de 70 minutos até a entrada, no aeroporto do Grand Canyon National Park em Arizona. Dali do aeroporto, van até os helicópteros que te levam por dentro do cânion, em viagem ida e volta de pouco mais que 30 minutos. Maravilhoso!!! Depois te pegam do heliporto e levam até o parque em si, para visitação a pé por mais ou menos 2 horas e lhe dão um lanche bem honesto. A entrada para o parque já está inclusa. Tira-se mais fotos, vai-se até o centro de visitantes e a van leva de volta ao aeroporto, de lá mais 70 minutos, mais a van até o hotel. Chegamos deste tour por volta das 17h. Ainda aproveitamos bem o dia, pois não é cansativo. Também fui para Anaheim, de Jetblue, pagando 64 dólares (ida e volta) e fui na Disneyland. Para os que estão acostumados com Orlando, é bem diferente, mas tão legal quanto. Relatos completos aqui e aqui.

Leia mais: Vai por mim: Grand Canyon

Leia mais: California + Las Vegas com Yosemite ou Grand Canyon

–> Passeando pelos hotéis da Strip

Milton
Se for só para visitar o saguão, lojas, lanchonete fast-food e cassino, acho que umas 3 horas tá de bom tamanho para cada hotel (dos grandes). Se também for almoçar ou jantar em um dos buffets, reserve mais 1h-1h30min. Fora isso, acrescente o tempo de visitação de atrações (para exposições ou museus, como o Bodies, aquário do Mandalay ou Mme. Tussauds, por exemplo) ou dos espetáculos (Cirque du Soleil, Copperfield, lutas, etc.), se for o caso. Diria que uns 4 dias “full” tá de bom tamanho para conhecer toda a Strip. Relato completo aqui.

Leia mais:

A Strip, hotel por hotel

42 hotéis em Las Vegas comentados pelos leitores

Vai por mim: Grand Canyon

Vai por mim: de San Francisco a Los Angeles de carro

Todas de Las Vegas no Viaje na Viagem

Combinando Las Vegas com Califórnia

Orlando: um roteiro completo em 60 dicas selecionadas

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


62 comentários para “Las Vegas: um roteiro completo em 60 dicas selecionadas”

  1. Nada como opiniões e dicas de quem já esteve em Vegas. Excelente roteiro. Para quem quiser saber quais as melhores atrações, museus e shows grátis em Vegas, deixo aqui o seguinte link: http://viajarmaisbarato.com/tag/las-vegas/

  2. Muito bom!

  3. Sobre ingressos pra espetáculos, minha recomendação é usar o site smartvegas.com. Descontos muito melhores do que o tix4tonight. Estive em Vegas há duas semanas e consegui ver o Love e o Ka por USD 70 cada, sendo que o preço no tix4tonight era o dobro. Tem menos opções, mas os preços são realmente bem melhores.

    1. Ola Pavan,
      Compra lá ou consegue comprar pelo site, vou em março para Vegas.

  4. Que legal esse post… ADORO Las Vegas e estou doida para retornar!
    Vi que até citaram meu nome … que super!

  5. Estive em vegas por 5 noites no fim de novembro/2012 no MGM Grand e estas são as minhas impressões.
    O hotel é bom, com um quarto confortável e relativamente atualizado para os padrões hoteleiros atuais. Blackout e Sheer automatizados. O banheiro novo e amplo. A cama é confortável e o ar condicionado funciona bem. O hotel não fede tanto a cigarro, o lobby até tem um cheiro agradável.
    Entretanto vamos para os contras, que são na minha opinião, muitos:
    - limpeza: De acordo com a minha mulher que repara bastante nisso, extremamente deficiente. As arrumadeiras se limitam a recolocar as coisas no lugar e só. CAbelos e copos sujos serão mantidos no seu quarto por dias a fio.
    - Eles cobram a resort fee. São 25 dólares por quarto por dia com uma desculpa de uso de uma cardio room e acesso a internet. O acesso a internet é literalmente INEXISTENTE. Um lixo só. Por várias vezes reclamei e nada foi feito. Até a desculpa de incompatibilidade com dispositivos apple foi dada. O acesso é irregular e você tem que sair do quarto para às vezes conseguir verificar e-mails e em modo texto somente. Ficar no corredor procurando um spot para conexão é algo no mínimo lamentável. No Bellagio, usei internet até na fila do buffet, e gratuitamente, como também no Caesars palace.
    - O quarto é muito escuro. Poucas lâmpadas e dois abajoures que não iluminam nada e com o carpete escuro, pioram a vida e escondem a sujeira.
    - Um dos maiores absurdos que já vi em minha vida: o frigobar tem um slot para cartão de crédito. Sim, isso mesmo. Se você quiser abrir o frigobar, terá que pagar. Ele tem uma trava que só abre com o seu cartão. Abriu, pagou. Mesmo sem consumir absolutamente nada. Já fui em vários hotéis, bons e ruins, mas nunca havia visto isto.
    - Como em todos os hotéis, a distância entre o estacionamento e o seu quarto é quilométrica. Característica comum em Vegas.

    Fiquei no MGM por conta do show do Rush, neste aspecto, o MGM Arena é impecável. Organizado, limpo, com banheiros disponíveis e acessíveis, mesmo com grande público. O inverso de shows aqui no BR.
    Diante da relação custo X Risco X benefício, eu acho que existem opções melhores.
    Abraço a todos.

  6. Tyrone, belíssima viagem! Foi lendo seu relato que decidi que queria fazer isso tb e já começo a me preparar para no ano quem vem cair na estrada. Queria trocar umas idéias contigo, pegar umas dias (além das várias no blog…). Posso te adicionar pra depois a gente se falar por email? Abraços.

  7. Maravilha de post, super completo! estive agora em novembro em Vegas e gostei muito! Mesmo para quem desconfia que a experiência pode ser meio esquisita, o lugar surpreende! Fora que a ida ao Grand Canyon já vale a viagem!
    Abraços,
    Juliana
    blogsealguemperguntar.blogspot.com.br

  8. E sobre baladas? alguém sabe qual a balada da modinha? se tem alguma que ta mais legal? quero sugestões!! obrigada ;)

    1. Olá, Nydia! Leitores deixaram sugestões neste post: http://www.viajenaviagem.com/2012/09/dicas-balada/

      1. Obrigada Bóia!!

  9. nao sei se alguém já deu essa dica, mas a Jean-Philippe Patisserie, no Aria e no Bellagio, serve doces, sanduiches, crepes e cafés muito gostosos! Eles oferecem também, por $19.95, um kit com salada, sanduiche e uma sobremesa embaladinhos para viagem. Uma mão na roda pra quem vai pegar vôo e não quer comer comida de avião, e mais perfeito ainda para quem está viajando de carro (acabamos de parar em Baker e comer o nosso kit gourmet, delicia!). O pedido tem de ser feito com, no minimo, 24hrs de antecedencia e vale cada centavo!

    Destaque para o sanduba de salmão, a salada asiatica e o brioche de doce de leite!

    Beijos,

    Deborah

  10. Fica a minha dica de um blog que também tem um belo e repleto roterio de Las Vegas: http://porquetodefolga.blogspot.com.br/2013/01/relato-de-viagem-las-vegas.html

    Achei que são dicas com muita riqueza de detalhes e que vale a pena ser compartilhado para quem planeja ir para esse local incrível.

  11. Irei em Maio para Las Vegas, é a minha segunda vez, ano passado fui em agosto e amei, desta vez quero ir de carro para Los Angeles, ficarei 9 dias na cidade, a minha duvida é: -É complicado encontrar os pontos turísticos em Los Angele, existem placas indicativas?

    1. Olá, Lylian! Você vai precisar de GPS, do contrário vai se perder.

  12. Oi, boa tarde !
    Vou pela 1ª vez a Las Vegas em Abril e ficarei por 5 dias, estou em duvida se alugo um carro ou ando de onibus/taxi pois quero ir ao Grand Canyon e ir as lojas fora da strip. E vc tem alguma referência do Luxor Hotel ? Grata !

  13. Olá, alguém sabe me informar se comprar algo pela internet e pedir para entregar no meu hotel e chegar durante a minha estadia, preciso pagar alguma taxa para retirar essas encomendas? Obrigada

    1. Olá, Camila! Há hotéis que cobram taxa, outros que não cobram. Consulte o seu.

    2. Oi Camila, nós pagamos 10 dólares no Mandalay Bay para receber um pacote no Fedex deles.

  14. Obrigada, Bóia! Outra dúvida. Vcs conhecem a empresa Papillon que faz passeios de helicóptero pelo Grand Canyon? São confiáveis. Vi em algum blog sobre esta empresa e pesquisei os passeios e gostaria de ja reservar pela internet que tem desconto. Então gostaria de saber se já ouviram falar dela. Obrigada.

    1. Olá, Camila! É a maior do seu nicho, foi citada aqui diversas vezes.

    2. Nós fomos agora em Janeiro no passeio com eles foi maravilhoso, fizemos o booking pela Internet e tudo foi como esperado, näo… Foi muito melhor. :)

  15. Me desculpe, afirmei que são confiáveis, mas não sei, isso era um perguntaa, não uma afirmação…rs

  16. Ricardo, parabens pelo blog. Ja o havia elogiado para Maryanne do hotelcalifornia. mas vamos a duvida: estou indo em jul/ago para california e no final las vegas. Viagem em familia com filhos de 12/10/4 anos. Gostaria de ir para os espetaculos KA e MYSTERE, uma vez que “O” nao tera apresentacao na semana de minha estadia (?!). Eles sao rigorosos em relacao a entrada de minha filha de 4 anos e meio ? Vão exigir passsaporte para verificacao da idade? Gostaria muito de ir com toda a familia ! Ou é só uma recomendaçao? Caso realmente nao possa leva-la, quais espetaculos existem voltados para este publico infantil?

    1. Olá, Andrefle! Quem responde é A Bóia. Não sabemos como é na prática. Mas nos Estados Unidos costuma-se respeitar essas coisas.

  17. alguém sabe de alguma loja em Las Vegas que venda roupas de festa? e também qual outlet vale mais a pena?

    1. Olá, Daniele! Existem dois outlets Premium em Las Vegas. Você deve encontrar o que precisa: http://www.premiumoutlets.com

      1. obrigada!
        mas é que uma cliente me falou de uma loja que não era em outlet e ela não consegue lembrar nada, nem o nome e nem onde era…mas valeu mesmo assim.

      2. Quero dar uma sugestão de um post, mas como não achei por onde mandar um e-mail escrevo aqui mesmo.
        Vcs sempre escrevem como fazer isto, ou como fazer aquilo e acho ótimo.
        Aqui na minha agencia já rimos muito com vários clientes que relataram que ao chegar em hotéis na Europa não sabiam como fazer para sair a água do chuveiro (qdo ligavam a torneira só saia água naquela torneirinha que enche a banheira) e ficavam tomando banho de banheira ou “meio banho” kkk, por conta disto.
        Acho que renderia um post engraçado e tenho certeza que muitas pessoas se identificarão com esta situação que é bem comum!

  18. Alguem pode me informar se existe um guarda bagagem no aeroporto de Las Vegas?
    Vamos sair do hotel e passar uns dias fora e depois retornar direto ao aeroporto e não queremos carregar toda a bagagem no carro.
    Agradeço.
    Amadeus

    1. Olá, Amadeus! Os lockers só permitem armazenamento até no máximo 48 horas.

      https://www.mccarran.com/Find/Facilities.aspx

      O ideal é reformular seus planos e deixar as compras para o final.

  19. Como é que eu näo vi esse post antes de embarcar para lá? Está maravilhoso!

  20. Eu tinha estado em Vegas no fim da década de noventa e tinha achado legal, divertido, mas não pensava em voltar, entretanto em 2010 tínhamos programado uma viagem a Napa e a Lake Tahoe e como iriamos comemorar vinte anos de casados tivemos a ideia de fazer uma renovação de votos celebrada pelo Elvis e foi uma experiência muito, mas muito mais divertida que a anterior.
    Ficamos no Wynn Tower suítes, em um quarto gigante, por um preço que até hoje eu não acredito – 45 dólares . Eu acho que eles devem fazer uma roleta na hora da reserva na internet e as vezes alguém consegue um preço desses, só pode ser, porque eu até tentei de novo, mas os preços são sempre muiiito maiores. O hotel é bem legal – Vegas com Glamour rsrs – com todos os confortos esperados, cama ótima, dois banheiros, banheira de hidro com travesseiro e tv, ou seja tudo que você espera de um hotel em Las Vegas e dá de mil a zero no MGM que eu tinha ficado anteriormente.
    A renovação de votos foi ótima, divertida e como estávamos pagando o hotel super barato, jantamos no Joel Robouchon, que nem preciso dizer que é maravilhoso, acho que é um dos poucos a ter três estrelas do Michelin nos Estados Unidos.
    Vegas continua Vegas, mas está com um charme a mais. Não chego a dizer que ela ficou chique, mas está in, cheia de restaurantes legais, lojas de grife, isso sem falar nos premiuns outlets que nós brasileiros adoramos.

  21. Alguém poderia me explicar o que é, como funciona e se vale a pena esse House of Blues?

    1. Olá, Raquel! É uma casa de shows com várias filiais nos Estados Unidos. Veja a programação da casa em Las Vegas: http://www.houseofblues.com/venues/clubvenues/lasvegas/

  22. Estive em Las Vegas em 2012 hospedados no Flamingo otimo hotel, mas pegamos um quarto com muito cheiro de cigarro, horrivel neste quesito. Pena pois o hotel e bem localizado.

  23. Olá. Ricardo!
    Pretendo ir a Las Vegas e Los Angeles em Janeiro e gostaria de visitar, por uns dois a três dias, alguma estação de esqui próxima. Estarei com crianças. O que sugere?

    1. Olá, Danilo! Big Bear Mountain fica à mão para quem está em LA.

      http://www.bearmountain.com/snowboard/mountain-info/directions/

  24. Pessoal, tenho 2 ingressos para Celine Dion no dia Tuesday, August 27, 2013 AT 7:30 PM
    Estou querendo vender, pois estaria em agosto em Las Vegas e meu marido hoje está internado sem previsão de alta e não poderei ir.
    Estou vendendo por R$ 121,00 cada um.
    Os ingressos são para o 2 mezanino 5
    e-mail: priscill.c@gmail.com

  25. Passarei o próximo Ano Novo no hotel Flamingo, com esposa e dois filhos (13 e 10). Gostaria de uma sugestão (restaurante, show, etc.) para não ficar no quarto do hotel na virada do ano. Obrigado.

    1. Olá, Alexandre! Leia sobre o Réveillon de Las Vegas aqui:

      http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2013

      1. :-)

  26. Oi Bóia,
    Em Las Vegas a minha dúvida é a seguinte – é permitida a entrada de adolscente de 14 anos nos cassinos?
    Obrigada

    1. Olá, Teresinha! Não é permitida a permanência de pessoas com menos de 21 anos nos cassinos. Veja como mães e pais se viraram nesse post: http://www.viajenaviagem.com/2012/08/las-vegas-com-criancas/

      1. Oi Bóia, desculpa a insistência, mas vc falou em permanência, e se for entrar apenas para conhecer, será que eles permitem?

        1. Olá, Teresinha! Possivelmente não será permitido fazer mais do que caminhar rapidamente, apenas de passagem, por dentro. É proibido por lei menores de 21 anos em cassinos. Informe-se ao chegar.

          1. Ok,obrigado.

  27. Olá! Estarei em LV em janeiro, e gostaria de passar um dia em uma estação de ski. Já ouvi falar do Mount Charleston, mas queria mais informações! Alguém pode me ajudar?

    1. Olá, Liège!

      A estação de esqui é Lee Canyon:
      http://www.skilasvegas.com/winter/index.html

      Em Mount Charleston você só pode brincar na neve:
      http://www.gomtcharleston.com/Snowplay.html

  28. Parabéns, pelo site ele é maravilhoso…

    Estou indo com o meu marido para Las Vegas e gostaria de algumas dicas do que fazer no Natal e se tudo funciona por lá nestes dias 24 e 25/12/2013 ou se os lugares são fechados.

    Obrigada,

    1. Olá, Michele! Não se preocupe, tudo funciona. Aproveite shows especiais que possam estar acontecendo neste dia.

  29. Oi Pessoal !! Estarei na California em janeiro 2014. Vou direto para Vegas depois SF finalizando em LA. Gostaria de levar meus filhos (8 e 14 anos) para ver neve, não necessariamente precisando ser uma estação de sky. Alguma indicação ?? Já li sobre Big Bear, mas acho que vai ficar fora do meu caminho…
    Obrigado !!

    1. Olá, Rogerio! Lee Canyon é bem pertinho de Las Vegas:
      http://www.skilasvegas.com/winter/index.html

  30. Saindo de San Diego ou de Los Angeles e partindo em direção a Vegas qual a melor estação de esqui para iniciantes? Gostaria de pistas fáceis pois estamos com 8 crianças. Já ouvi falar de Big Bear Lake, as pistas de lá são para iniciantes? Vcs teriam outra sugestão?

    1. Olá, Lena! Big Bear tem uma grande área para iniciantes e atividades sem esquis, como tubing.

      http://www.bigbear.com/member/index.aspx?id=390

      http://www.bigbear.com/things-to-do/recreation/snowplay/

      Colado em Las Vegas, há o Lee Canyon, com pistas para iniciantes e aulas de esqui para crianças.

      http://www.skilasvegas.com/winter/ski-and-ride/beginners

      http://www.skilasvegas.com/winter/ski-and-ride/kids

  31. Boia,

    Muito obrigada pela resposta, decidi que vou para Big bear. Só me ajude em mais uma coisa por favor, qual das duas montanhas seria melhor para as crianças, a big bear ou a summit. Eu vi que o ingresso dá direito a acessar as duas, mas vc sabe qual a que tem as pistas melhores para crianças?
    Desde já agradeço a atençao

    1. Olá, Lena! Summit quer dizer topo. É para os experientes. O link que postei na resposta mostrava especificamente as atividades de Big Bear.

  32. Boa tarde.

    Estou indo à Vegas para o ano novo. Está muito difícil escolher o hotel. Vou ficar de 29/12/2014 à 06/01/2015. Os que são bem recomendados estão uma fortuna (média de 500 à 700 reais a diária) e os que estão um pouco mais baratos (nem tanto) são longe do burburinho e mais falados (Circus Circus por exemplo). Dos hotéis mais longes (MGM, Mandalay, Excalibur, Luxor) é mt longe para ir andando? Outra pergunta é, quais os locais que bombam no ano novo lá? Existe alguma festa legal? Obrigadoooooo! :)

    1. *Mal falados

    2. Olá, Frederico! O Circus Circus está realmente numa área com poucas atrações. Mas MGM, Mandalay, Excalibur e Luxor têm várias atrações no pedaço; se você ficar em outro hotel, vai acabar passeando por ali em algum momento ou outro.

      Entenda a Strip:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/02/las-vegas-onde-ficar-strip/

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!