Enxoval de bebê nos EUA: 90 produtos indicados pelo Hugo

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Produtos da Amazon

O guia para enxoval de bebê em Miami e Nova York que o Hugo Medeiros bolou fez o maior sucesso. Os leitores adoraram conhecer sua alternativa esperta à cansativa maratona de compras nos outlets. O Hugo ensinou como garantir boa parte dos itens com antecedência pela Internet, para que você poupe tempo, faça boas compras e consiga curtir de verdade a viagem.

Agora, a pedidos dos tripulantes, o Hugo apresenta o enxoval completo que fez para o filho. Babá eletrônica, brinquedos, pomadas, banheira, carrinho... são quase cem produtos que ele avalia, um a um, com link direto para a Amazon. A lista está um capricho só! Vai pelo Hugo:

Texto | Hugo Medeiros

Atendendo a pedidos, elaborei uma lista com os produtos do enxoval que eu e minha esposa compramos. Não é minha intenção convencer do que é ou não útil para o seu bebê, mas apenas apresentar informações que podem ajudar nessa decisão, que é de cada casal. Analise suas necessidades, compare com os preços com os do Brasil e então escolha o que vale a pena comprar.

Os itens que indico como indispensáveis são aqueles que usamos muito (ex.: trocador portátil, banheira inflável) ou que são extremamente importantes em determinadas situações (ex. termômetro, pomada para assadura).

O que eu compraria de novo são produtos que em nossa opinião são muito bons, que facilitaram a nossa vida, mas que para nós não seriam absolutamente indispensáveis (ex. som do coração, canguru) ou então poderíamos comprar no Brasil (ex. lenços umedecidos, chupetas).

Os produtos que eu só compraria se tivesse espaço na mala são aqueles que no nosso caso não tiveram tanta relevância (ex. bolsa térmica, bomba para leite) ou que o tamanho/peso dificultam muito o transporte (ex. tapete de atividades, bebê conforto), justificando a aquisição no Brasil.

Por fim, eu não compraria os itens que praticamente não foram utilizados (ex. aquecedor de mamadeira).

Caso precisem de informação suplementar sobre algum item, basta perguntar.

Indispensáveis

Balança para mala: é excelente para ajudar a distribuir o peso entre as malas. Clique aqui.

Trocador portátil: muito útil, pois com ele protegemos o bebê, sem precisar levar a bolsa toda sempre. E naquelas horas em que se está na casa de alguém e vamos trocar uma fralda mais difícil, ainda colocamos em cima um trocador descartável, pois em caso de acidentes é só pegar e jogar fora. Clique aqui.

Banheira inflável: excelente para os banhos fora de casa e também em casa (banho mais divertido). Clique aqui.

Babador de plástico rígido: uma das melhores compras. A (maioria) da comida que o bebê não engole fica na bolsa embaixo, e depois de usar é só lavar e enxugar, o que é muito prático. Clique aqui.

Babá eletrônica: se tiver apenas som, será útil em casas muito grandes. Com vídeo dá para utilizar sempre, pois quando o bebê faz algum barulho você confere antes se precisa ou não ir lá. Clique aqui.

Bolsa: indispensável, e, na minha opinião vale pegar um modelo de tamanho médio, pois assim não falta nada importante e também evita de carregar muita tralha. Clique aqui.

Organizador de tarefas: adoramos, pois controlávamos os horários para troca de fralda, mamar, dormir. Ajuda muito a estruturar a rotina, principalmente nos primeiros meses, mas se os pais optarem pela livre demanda, não é tão útil. Clique aqui.

Almofada para banho: essencial, na nossa opinião. Eu e minha esposa demos banho no nosso filho desde a primeira vez, e o que facilitou muito foi essa almofada. Com ela não precisa nem virar o bebê para lavar as costas e ele fica o tempo todo apoiado. Minha esposa precisava só apoiar a cabeça. Clique aqui.

Esterilizador de mamadeiras: É um item grande, mas muito útil. Se possível, melhor comprar o que não utiliza o microondas, e liga direto na tomada. Clique aqui.

Balancinho: nosso filho simplesmente amou. Usamos todos os dias até os 9 meses. Era só colocar lá que ele curtia bastante e apagava. Para não “viciar” limitamos o uso a 2 vezes por dia. Pode ser que o seu filho não se adapte, mas se ele gostar como o nosso, terá sido o melhor investimento da viagem. Clique aqui.

Objeto de transição: escolhemos um cobertorzinho lindo que é um companheiro inseparável na hora de dormir até hoje. Temos 3 em casa. Enquanto um está em uso, os outros dois ficam guardados de reserva. Clique aqui.

Swaddle: para ajudar a dormir até os 4 meses nós sempre enrolamos nosso filho num “swaddle”. Ele ajuda a manter o sono do bebê, pois às vezes ele se assusta com os braços, mas com o swaddle isso não ocorre. Selecione o material (tecido ou flanela) de acordo com a época do ano e fique atento ao tamanho. Além disso, essa é uma das etapas para acalmar o bebê na técnica do 5 “s” (vídeo 1 e 2). Se forem tentar os 5 “s” comprem também o CD.

Termômetro: segurar um bebê para medir a temperatura é uma luta, então é obrigatório pegar um de testa ou ouvido, que faz a medição em poucos segundos. Nós gostamos mais do de testa.

Pomadas para assadura: já usamos a pomada da Mustela e a Triple Paste e gostamos muito. Temos uma Desitin roxa em casa, mas ainda não experimentamos. Minha dica é comprar pelo menos 2 opções. Para uso diário durante o dia, usamos a A+D, e para a noite a Desitin do pote azul.

Escorredor de mamadeira: para colocar chupetas, mamadeiras, colheres, etc., pois guardar esses itens junto com as vasilhas da casa não é aconselhável, por questões de higiene. Clique aqui.

Valem a pena, compraria de novo

Chupetas: O bebê pode não acostumar com uma determinada marca de chupeta, então o ideal é escolher uma marca e trazer apenas um par de 0-3 meses, um de 3-6 e um de 6-18. Nessa caso optamos pela Avent e deu tudo certo. Peguem também um ou dois pacotes de lenços antibactericidas para limpar a chupeta na rua.

Suporte acolchoado para carrinho e bebê conforto: se o bebê nascer pequeno, como foi o nosso caso (3 quilos), ajuda bastante, pois acomoda melhor e aquece. Clique aqui.

Alça para segurar chupeta e mordedor: mesmo que não use chupeta é prático para segurar os mordedores quando estiver passeando. Clique aqui.

Concha para os seios: vale a pena para formar o bico do seio antes do nascimento e para segurar o vazamento do leite depois. Clique aqui.

Mordedores: compensa pegar pelo menos uns 2 ou 3. Um dos mais tradicionais é a girafinha Vulli Sophie. Clique aqui.

Som do coração: quando nosso filho era recém-nascido o som do coração sempre ajudou na hora de dormir. Trata-se de um aparelho que tem os sons do batimento cardíaco gravado, e isso acalma muito o bebê pois imita o som do útero. Clique aqui.

Ovelhinha com sons da natureza: excelente também. Tem vários sons que acalmam o bebê na hora do sono, e ajudam a abafar eventuais barulhos da rua ou da casa. Clique aqui.

Colheres: um conjunto térmico, um de silicone e outro normal já são mais do que suficientes.

Lençol para berço: primeiro veja se o berço é do estilo “americano”. Se for, compensa pegar uns 4 ou 5. Clique aqui.

Saco de dormir: se nos primeiros 6 meses tiver algum período de inverno é bom comprar, pois o bebê fica aquecido – os cobertores são facilmente jogados para longe. Depois de 6 meses não recomendo porque é difícil eles aceitarem ficar com as pernas presas e movimentos limitados. Clique aqui.

Canguru: é prático, mas não utilizamos muito. Compensou porque pegamos um modelo mais barato. Clique aqui.

Produto que ajuda a desentupir o nariz: para ser utilizado no banho, a partir dos 3 meses. Tem um cheiro ótimo. Clique aqui.

Pads para os seios: se possível tragam uns 360 (média de utilização de 2 por dia durante 6 meses). Quando a mãe está amamentando é comum o leite vazar, e esses pads são finos e absorventes, não deixando marcas na roupa. Clique aqui.

Lenços umedecidos: o pacote é pesado e relativamente grande, mas são bem mais baratos do que no Brasil. O Pampers Sensitive Wipes é hipoalérgico, sem cheiro e sem álcool. Usamos no nosso filho a partir de 2 semanas e ele nunca teve qualquer alergia. Clique aqui.

Protetor para parte superior do berço: é ótimo para quando já ficam de pé, pois evita que machuquem os dentes e as gengivas na madeira ou comam lascas da tinta do berço. Clique aqui.

Babinhas: tragam algumas pequenas e algumas fraldas de pano. Clique aqui.

Pratos: Os modelos da Oxo, da Avent e da Skip Hop são bem legais. Compensa trazer pelo menos 2 opções.

Proteção para o banco do carro: principalmente para quem tem bancos de couro, esse protetor impede que o bebê conforto ou a cadeirinha danifiquem o banco. Clique aqui.

Lansinoh: ajuda a prevenir rachadura nos seios. Deve começar a ser usado alguns meses antes do parto. Clique aqui.

Mustela Bébé: excelentes produtos para o bebê. Compre pelo menos um kit. Os itens que mais usamos são o PhysiObebe (um a cada 5 meses) e o hidratante (1 a cada 7 meses). O shampoo em espuma durou 8 meses.

Mamadeiras: optamos pela Avent. O melhor é pegar um par de mamadeiras pequenas e três das grandes. Necessário também pelo menos um par de cada bico.

Copo de transição: um conjunto dos copos menores e dos intermediários, e um do novo modelo da Avent são mais do que suficientes.

Aquecedor de lenços umedecidos: só é vantajoso para os pais que resolverem usar os lenços no lugar do algodão. Nesse caso é interessante já que os lenços estão sempre quentinhos. Compre também um ou dois jogos da almofada que deixa os lenços sempre úmidos e higienizados. Clique aqui.

Escova e pente: tem vários modelos, mas um bem interessante é esse feito com cerdas naturais. Clique aqui.

Brinquedos: são inúmeras opções interessantes. O polvo, o pavão e o alce da Lamaze são lindos. O tocador de música da Baby Einstein é barato e interessante. O cavalo marinho da Fisher Price usamos até hoje na hora de colocar nosso filho para dormir. Os brinquedinhos de banho são ótimos. O cubo musical da Munchkin também vale a pena. O arco para bebê conforto sempre ajudou muito nos passeios.

Capa para amamentação: Para as mães que não gostam de amamentar em público, essa capa é bem prática. Clique aqui.

Cobertinhas: o modelo de puro algodão da Aden + Anais é caro, mas o material é muito confortável e o tamanho ótimo. Muito útil para épocas em que está começando a esfriar. Para temperaturas mais baixas essa opção da Carter’s é excelente.

Mochila com alça: depois que estão andando é muito útil colocar a mochila no bebê e prender a alça no pulso quando se sai para passear. Se a criança solta a mão e sai correndo não tem o risco de ir para o meio da rua, pois basta segurar. Clique aqui.

Creme para cabelo: ajuda a modelar o penteado e também hidrata o cabelo, além de ter um cheiro muito bom, nosso filho curte muito. Clique aqui.

CD: de todos os cds de música que já compramos, o Disney Baby Lullaby é de longe o mais bonito, vale a compra. Clique aqui.

Pomadas dia a dia: nós utilizamos a A+D durante o dia pois é mais fácil de aplicar. De noite colocamos uma dose generosa de Desitin pote azul, para proteger durante toda a noite. Em média um pote de A+D dura 4 meses e um de Desitin dura 6 meses. Tragam também um modelo bisnaga de cada para utilizar nos passeios e viagens.

Higiene oral: a escova de silicone ajuda bastante e é bom para iniciar desde cedo com a limpeza das gengivas, antes mesmo do nascimento dos dentinhos. Durante os passeios os lenços de limpeza são a opção ideal. Clique aqui.

Trocador: é grande e difícil de colocar na mala, mas você vai usar umas 7 ou 8 vezes por dia durante pelo menos 2 anos. Só tomem cuidado por causa do tamanho. É excelente para ser colocado em cima da cômoda, dando conforto e segurança para o bebê. Nesse caso comprem também umas 4 capas. Clique aqui.

Compraria novamente se tivesse espaço sobrando para trazer

Bolsa térmica para mamadeira: é bom para conservar produtos gelados durante os passeios/viagens. Clique aqui.

Bomba para leite: tem pessoas que usam muito e outras que não. Como a elétrica é bem cara, resolvemos pegar um modelo manual. Em nosso caso foi uma boa decisão pois minha esposa utilizou pouco.

Tapete de atividades: não é grande nem pesado, mas desajeitado e difícil de acomodar dentro da mala. Vejam antes se terá espaço para trazer. Nós utilizamos em torno de 20/30 minutos durante 3/4 meses já que nosso filho gostou, mas não amou. Clique aqui.

Bebê conforto: ocupa muito espaço. Recomendo adquirir apenas se depois de comprar todo o restante ainda tiver sobrado uma sacola para colocar. No Brasil temos boas opções disponíveis. Clique aqui.

Jogo de berço: é leve, mas volumoso. Só justifica se for bem mais barato do que no Brasil. Clique aqui.

Tapete de pelúcia: é uma delícia para colocar o bebê deitado no chão e para levar para a casa das avós. Nosso filho simplesmente adora. Clique aqui.

Vasilhas para leite e alimentos: são pequenos recipientes que facilitam na hora de guardar o leite materno ou separar a comida do bebê. Apesar de úteis, ocupam um espaço relativamente grande e podem ser facilmente substituídos por vasilhas aqui do Brasil mesmo. Clique aqui.

Carrinho: é bem mais barato do que no Brasil, mas é grande e muitas vezes pesado. Mesmo os modelos guarda-chuva podem ser problemáticos, pois a altura deles impede de colocar em algumas malas e sacolas. Acabamos pegando um Bugaboo Bee que é leve (8,5kg), coube dentro de uma sacola e é de fácil manuseio. O ideal é olhar antes em lojas físicas e só depois comprar. Clique aqui.

Não compraria de novo

Saquinho para fruta: legal, mas usamos pouco pois os dentinhos do nosso filho nasceram com 8 meses, então já dávamos a fruta direto. Não compraria se fosse hoje. Clique aqui.

Aspirador nasal: usamos muito pouco, mas já li relatos de pessoas que utilizaram bastante. Se fosse hoje, como não é tão barato, deixaria para comprar no Brasil só se precisasse. Clique aqui.

Escova para mamadeira: quase não usamos. É muito mais fácil usar a bucha. Clique aqui.

Colher com dispenser para papinha: a idéia é boa, mas nunca usamos. Nada melhor do que a dupla pratinho e colher normal. Clique aqui.

Aquecedor de mamadeira: nunca usamos, pois optamos por dar mamadeira à temperatura ambiente. Só compre se você decidir que vai aquecer a mamadeira e tiver certeza de que vai para algum lugar sem microondas ou fogão. Clique aqui.

Cadeirão de alimentação: eu não trouxe esse item e se fosse hoje não compraria também. Se você procurar, é possível encontrar no Brasil cadeirão pelo mesmo preço que nos EUA, ou no máximo 10 a 20% mais caro. Como é um item enorme e pesado, definitivamente não compensa, em minha opinião. Clique aqui.

Mais uma vez, muito obrigada, Hugo!

Leia mais:

372 comentários

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Dio mio , quanta coisa !!
Ter BB nos dias de hoje é muito complexo grin
grin

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sylvia, apesar de parecer complicado, no final eles ajudam bastante.

Criar filhos hoje em dia ainda exige uma dedicação imensa, mas com todo esse aparato moderno ficou bem mais tranquilo.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Verdade Hugo , e eu q achava a babá
eletrônica o máximo em 1984 smile

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Acabei de voltar de um babyshopping com minha irmã! Hugo, queria essas dicas há umas 2 semanas! Mas o outro link já ajudou demais!

Sylvia, nos dias de hoje essa mulher cada vez mais moderna conta, ufa, com mais facilidades para a tarefa de ser mãe... vi coisas com a Carol que nem imaginava que existissem, hehehe!

Mas nós duas queríamos era a nossa mãe por perto, quando entramos na Babies R Us e demos de cara com uma parede só de bicos de mamadeira... é opção demais, meudeusdocéu...

Hugo
HugoPermalinkResponder

Nem fala Adri Lima. No final eu e minha esposa compramos pouquíssimos itens em lojas físicas, mas só de entrar já notamos que as opções eram enormes.

Pela internet você pode pesquisar, perguntar, pensar, refletir se vale ou não a pena e qual produto é melhor. Direto na loja, já tendo que comprar ali mesmo, fica muito mais complicado.

Mas a melhor parte agora vai ser quando seu filho nascer e começar a usar tudo aquilo que você comprou com tanto carinho.

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Eu compraria o carrinho sim,o preço dos bons carrinhos no Brasil eh muito alto e tb compraria a bombinha para desmame de leite,achei muito útil ,a marca Medela (elétrica ) eh muito boa.O item indispensável ,na minha opinião ,eh a baba eletrônica.

Rafa
RafaPermalinkResponder

Hugo, adorei a lista. Parabéns pela iniciativa!! Com certeza vai ajudar muitos pais que assim como eu, está planejamento montar o enxoval fora. Poderia enviar novamente o link do babador de plástico rigido? O Link direciona para a banheira e não para o babador.

Obrigada!

RosaBsb
RosaBsbPermalinkResponder

Tão completa que até a Kate vai dar uma olhadinha...

val
valPermalinkResponder

aquecedor de lenço umedecido??? uia...hahaha

vou guardar a lista pros netos..wink

Hugo
HugoPermalinkResponder

Val, quando compramos esse aquecedor achei que seria a maior bobagem do mundo. No entanto, como começamos a utilizar os lenços umedecidos muito cedo, nos dias frios esse item acabou se mostrando muito útil, pois o lenço fica quetinho e pronto para ser usado a qualquer hora.

val
valPermalinkResponder

Nunca tinha ouvido falar, Hugo! achei sensacional... sou do tempo do algodão + água morna!

mariana ribeiro

O duro e' quando o bebe ja' e' mais velho e voce ve que nao usou nada, o que sempre falo para minhas amigas e': compre o basico (berco, lencol, poucos conjuntos de roupa, colcao, fraldas) e o resto aguarde o nene nascer e veja quais sao as necessidades. E' muito dinheiro jogado fora.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mariana, no nosso caso usamos praticamente tudo, e muita coisa ainda faz parte do nosso dia a dia. E o que já deixou de ser utilizado, como o bebê conforto e o tapete de atividades, pode ser vendido por um preço pelo menos igual ao que pagamos.

Luciane Aquino

Nos EUA, pelo menos, a gente compra com um preço que permite correr o risco. Se não usar, não perdeu muita coisa. No Brasil, nas lojas de bebê, tudo é um assalto.
Eu sempre digo que, se fosse virar sacoleira, "importaria" artigos para bebê e brinquedos. Há coisas que aqui custam simplesmente dez vezes mais.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Boa lista! Do que eu vejo aqui nos EUA, faltou a popular Girafa Sofia (o brinquedo de denticao, predileto pelos famosos inclusive), o protetor solar especial para bebe que e super caro no Brasil e o kit de primeiros socorros para bebe (que alem do termometro da testa, vem com um mini cortador de unha, uma colherzinha adaptada para dar remedios mais dificeis, etc. O engracado e ver as minhas amigas voltando do Brasil com tubos e tubos de hipoglos e o os brasileiros vindo aqui para comprar A+D..."the grass is always greener on the other side" rsrsrsr

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bem lembrado Gabriela, o protetor solar compramos da mustela e gostamos muito. Já a Girafa, achamos caro o preço dela, em torno de 15 dólares. Pela sua experiência, o preço compensa?

Já o hipoglós é muito bom, mas ele é mais difícil de passar e gruda muito na pele. A A+D é super fácil de espalhar e de limpar, por isso preferimos ela.

val
valPermalinkResponder

Misture o Hipoglós com óleo de amendoa! wink

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Oi Hugo, acho que o preço ficou mais caro pois ela nao é "made in China" como os outros brinquedos de denticao a venda nos walmarts da vida. Ela é importada da França, cada parte dela tem uma funcao na boca do bebe, a tinta é comestivel, a borracha é natural, se o bebe engolir alguma coisa ou lamber a tinta do brinquedo, supostamente nao faz tao mal assim. Aqui nos EUA ela tem um certo status (assim como os brinquedos da Fisher Price no Brasil) pois alem de ser "organica", ela é um produto de boutique e sempre aparece na mao dos filhos de famosos das revistas daqui. Pela minha experiencia, em todos os chas de bebe que vou, essa girafa tem presença garantida.

O protetor solar que recomendo mais é o em barra da Neutrogena. Parece um mini-desodorante. Muito facil de aplicar no bebe, e nao precisa espalhar. Eu uso a versao adulta no rosto e é maravilhoso. Vende no Target e no Walgreens.

Se alguem mais ler esse coment, eu tinha escrito um post no meu blog sobre enxoval em Outubro e la tem a foto da girafa sofia e do protetor solar da Neutrogena que eu estou me referindo: http://gabiwonderinginamerica.blogspot.com/2012/10/lista-de-compras-enxoval-do-bebe.html

Livia
LiviaPermalinkResponder

Pena que a receita do Rio tá taxando todo mundo

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Parabéns e obrigada, Hugo. Amei clicar na lista e ir direto para a Amazon. Terminei rapidinho. Vi em SP o carrinho Quinny Mood por R$ 4.450,00 e na Amazon custa US$ 699,99. O nosso preço é tão abusivo que mesmo c/60% da R.F. fica pela metade do preço.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Pois é Raquel, por causa dessa economia é que vale muito a pena fazer o enxoval lá. O que se cobra aqui no Brasil é abusivo mesmo.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Tem uma dica legal para compras de enxoval aqui : http://www.abrindoobico.com/be-a-ba-do-enxoval-do-bebe

Hugo
HugoPermalinkResponder

Marcie, o seu link não funcionou. O endereço certo é esse aqui:

http://abrindoobico.com/2012/11/be-a-ba-do-enxoval-do-bebe/

Adorei sua dica.

Marcie
MarciePermalinkResponder

Opa...obrigada pela ajuda, Hugo! Este seu post está genial! wink

Fe costta - viaggio mondo

Meu bebe faz 5 meses amanha! Ha pouco fiz as compras do enxoval aqui em Dubai, que tambem sai bem barato e vale muito a pena!
Hugo, faltou dizer quanto foi que vc gastou ai nos EUA com este kit completo... rsrs

Hugo
HugoPermalinkResponder

Fe Costta, como fizemos o enxoval no primeiro semestre de 2011 não lembro os valores totais.

Mas num cálculo grosseiro, sem considerar o carrinho mas incluindo as roupinhas, acredito que com 2000 dá para fazer um bom enxoval.

Já para um enxoval muito completo (já com o carrinho) e só com as marcas top, acho que não passa de 4000 dólares.

Por isso é importante planejar com antecedência, pois assim evita de estourar o orçamento.

Maria Célia - Blog "Enquanto não sou rica"

Uau, isso que eu chamo de guia completo! Já salvei nos meus favoritos para quando chegar a minha vez. Adorei!

Camila Mosqueira

Excelente post! Estou encantada com a riqueza de detalhes. Muito obrigada pelas dicas, Hugo! Vou salvar para conferir tudo quando meu bebê estiver a caminho, mas ainda vou esperar uns dois anos antes disso.
Percebi que muitas dicas eram para os primeiros meses, de "problemas" já superados. Seu filho está hoje com quantos anos/meses?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Camila, o meu filho está agora com 1 ano e 3 meses. No início realmente é mais difícil, ainda mais quando se trata do primeiro filho.

Lá em casa eu e minha esposa optamos por enfrentar tudo. As avós sempre deram apoio, mas a linha de frente era nossa mesmo. Por isso itens como a almofada de banho, o swaddle, o balancinho, etc. foram de muita ajuda.

Para você ter ideia, mesmo sem nunca termos dado um banho num recém nascido, a almofada nos permitiu fazer isso desde o início e com total segurança. Quando minha mãe deu um banho e usou a almofada, ela disse que foi uma das melhores coisas que já viu. E olha que ela criou 2.

Quando resolver ter o seu filho, pode ter certeza que vai ser uma das melhores coisas que podem acontecer na sua vida.

Camila Mosqueira

Realmente esta almofada para banho deve ser uma maravilha. Ainda mais pra pais de primeira viagem, ela deve dar uma segurança muito bem vinda na hora do banho.

Falando assim dá até vontade de já encomendar logo o meu hehe. Mas tudo a seu tempo. Neste momento não posso dar ao meu futuro filho tudo que eu gostaria, então o jeito é esperar.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Aumento o time das que gostou para o futuro. Vou bookmarcar para minhas amigas grávidas!

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Hugo fantástico os seus 2 posts!!! Estou indo pra NYC em fevereiro e suas dicas vão me ajudar muito. Uma dúvida, vc comprou ou não o carrinho? E o bebê conforto? Caso sim, qual vc comprou? Não compensa? Queria comprar pois ouvi falar que são os itens que mais compensa, pela qualidade e preço, mas deve ser complicado pra trasnportar, não?
Muito obrigado mesmo pelo post!
Abraços

Hugo
HugoPermalinkResponder

Marcos nós compramos o carrinho bugaboo bee. Ele é um pouco mais caro, mas é leve (8,5kg), não é tão grande, fecha em uma parte só (alguns carrinhos fecham em 2 partes), é confortável para o bebê, e o assento pode ficar virado para a frente ou para trás.

Compramos também o bebê conforto maxi cosi mico e um adaptador que permite utiliza-lo direto no bugaboo.

O carrinho vale a pena porque é bem mais barato mesmo. Já o bebê conforto nem tanto porque no Brasil temos boas opções a preços razoáveis. Para justificar o bebê conforto ele deve pelo menos poder ser utilizado direto no carrinho.

Mas como você mesmo disse, o maior problema é espaço. Eu e minha esposa trouxemos 3 malas cada um, mas foi numa época em que a receita não estava tão rigorosa. Hoje em dia as grávidas estão sendo tratadas como criminosas e tentam tributar tudo.

Se você trouxer o carrinho vai precisar de uma sacola só para ele e outra para o bebê conforto. Dá para colocar outras coisas nas sacolas mas por serem grandes vão ocupar um bom espaço. Por isso eu acho que só vale a pena se tiver espaço sobrando, porque temos muitos outros produtos importantes que são bem menores.

Minha sugestão é, compre tudo que você precisa. Arrume as malas e veja se tem espaço. Se tiver, vá numa loja (baby r us ou buy buy baby), veja o tamanho ao vivo e compre se achar que dá para levar.

E fique atento em NYC. Se você for pela American Airlines, pelo menos na minha época, eles não despachavam caixas. Por isso tive que colocar o carrinho e o bebê conforto em sacolas.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Hugo, obrigado pela resposta. :]

Essas sacolas que vc falou que colocou o carrinho e o bebê conforto são daquelas que vc recomenda da amazon no post?

Achei esse carrinho muito caro, não tinha nem noção de preços, nem no Brasil, tem alguma marca ou outro mais em conta que vc possa recomendar? Acho que o bebê conforto vou acabar comprando aqui mesmo...

Seu post tá no favoritos já, até fevereiro vai nos ajudar bastante! :]

Hugo
HugoPermalinkResponder

Marcos, as sacolas que comentei são aquelas mesma. São enormes e por isso acomodam praticamente qualquer coisa. Só tem que ficar atento para não ultrapassar o limite de peso. Também não é bom utilizar os bolsos laterais para não ficar com dimensões muito grandes.

Carrinho você tem de 2 tipos. Tem aqueles maiores, mais confortáveis para o bebê, mas que também são mais pesados. E tem os guarda chuvas que quebram um galho, mas não acomodam tão bem o bebê.

Vale a pena olhar marcas tradicionais como a Chicco e Peg Perego. O Quinny é famoso, mas sempre achei enorme e pesado. Além disso, não são muito fáceis de encontrar nos EUA (não sei por que).

Minha sugestão é pesquisar vários modelos, inclusive na Amazon, mas deixar para comprar lá, depois de ver pessoalmente. Alguns você já consegue testar aqui no Brasil mesmo.

O Carrinho é um dos itens mais caros e que mais causam dúvidas. Planeje e pesquise bem, mas só resolva depois de ir numa loja e confirmar qual modelo lhe atende melhor.

Jackie
JackiePermalinkResponder

Hugo, seus posts são sensacionais. Já indiquei pra amigas/leitoras gravidas e favoritei, claro.
Abs,

Hugo
HugoPermalinkResponder

A todos que gostaram do post, meu muito obrigado. Espero que seja útil.

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Retorno para o Brasil depois de amanha. Estou em Orlando, vim com meu marido, minha mãe e meu sobrinho, desta forma, com tranqüilidade com relação a quantidade de malas permitidas. Mas, se nao fosse assim,realmente o bebe conforto e o moises do Quinny Buss nao valeriam a pena definitivamente. São pesados, grandes. Comprei na Macro Baby uma sacola por 50,00 US$ que acomoda o carrinho e o bebe conforto, mas e um trambolhão . Agora o mais importante que quero deixar aqui pra vocês gravidas e que e extremamente cansativo e desgastante a rotina de compras nas lojas físicas....Sou obstetra e com o frisson da compracao rs... esqueci do maior detalhe, que a gravidez e um estado interessante, como dizem, depois de três dias no vai pra lá vai pra cá, chegando no hotel morta, tive uma infecção urinária cruel, com dor, contração, e acabei indo parar no hospital....Detalhe: viajei sem seguro medico!!!! Prejuízo de 1500 dólares, foi isto o que custou três horas de hospital , com um exame de urina e um ultrasson, economia por água abaixo.,..Então, comprem pelo site da Amazon, chegou mesmo tudo direitinho no hotel, JAMAIS viagem sem seguro saúde , respeitem a limitação da gravidez , tragam uma necesseire com remedinhos básicos sempre, conversem com seu obstetra para ele lhe orientar e nao e o fim do mundo esquecer de um itenzinho que e mais caro aí no Brasil.....

Hugo
HugoPermalinkResponder

Verdade Alessandra, antes de qualquer coisa vem a saúde da gestante.

Quando viajei com minha esposa nós fomos com o seguro do cartão de crédito e eu ainda contratei outro seguro só para ela no Itaú. Além disso, é importante reduzir os trechos a pé, parar sempre para almoçar e jantar com calma e ter sempre com você os remédios básicos.

E como falei antes, se possível viajem no segundo trimestre pois é o período mais seguro para o bebê e para a mãe.

Além disso, concordo inteiramente com você, se faltar alguma coisa pode-se comprar depois no Brasil, ainda que se pague um pouco mais. Isso não é o fim do mundo. O mais importante é o bebê que irá nascer.

Na nossa viagem, eu e minha esposa separamos apenas 2 dias para compras, e assim mesmo foram apenas 4/5 horas em cada dia. A tarde sempre era dedicada a passeios e relaxamento.

Keka
KekaPermalinkResponder

Nossa Alessandra que susto deves ter passado... fiquei ainda mais preocupada com a questão SEGURO. Hugo tu que fizeste pelo Itau, tens alguma recomendação para me dar do que devo solicitar? Pelo que sei o do cartão de crédito, só cobre se toda a passagem for paga com ele não é?! As seguradoras mencionam muito situação de emergência... mas uma bela azia, ou tontura, me deixariam preocupada tbm. Como me cercar de todos os cuidados necessários deste "período interessante"?! Ah! meninas outra curiosidade: a barriga de vcs aparecia? Pq não estou no padrão das celebridades gestantes,e minha barriga já aparece... Notaram se na RF eles já param só pela barriga? rs.
Estou adorando este post, já vou super preparada! Obrigada a todos!

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Alessandra,
Voce tocou no mais importante. Seguro saúde é item MAIS do que necessário para vir aos EUA. E não é só na gravidez não, por mim, pisou nos EUA, todo mundo tem que ter cobertura. Aqui não tem política de portas abertas nos hospitais, alias é bem o contrario, só te aceitam passar sala de espera se você comprovar que pode pagar ou tem um seguro para cobrir. Sem contar as mil paginas de formulários que o paciente tem que preencher e assinar para uma enfermeira aparecer. Ate a ambulância que você chama pelo 911 tem um preço. Se você não paga a taxa (opcional) que vem no “IPTU” daqui, eles já te cobram na hora, coisa de uns 150-200 dólares.

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Ah! Concordo com o Hugo que cercadinho, cadeira de alimentação são itens que nao compensam.... Precisaria de um ônibus pra leva los embora do hotel se tivesse comprado.....

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Bóia,
Estou tentando postar este comentário, mas recebo msg de q está repetido... Quem sabe com essa introdução eu consigo?

Eu acabei de chegar de Miami, onde comprei grande parte do enxoval da minha princesa. Como é a primeira, fiquei muito perdida pra formatar uma lista, mas as amigas mamães ajudaram bastante. A lista do Hugo tem quase todos os itens q comprei, então fico mais tranquila.
Quanto ao carrinho e bb conforto, acho q vale comprar lá sim. Tudo mto caro no Brasil... Optei pelo Chicco Cortina Fuego; além da qualidade e conforto, as cores são unissex (caso queira, é possível usar dpois por outro bb). Para trazer, coloquei os dois, menos a base do bb conforto, numa mala saco (U$ 30,00), que comprei no Sawgrass, e completei com minhas roupas para aproveitar o espaço. A base veio no fundo de uma mala por não caber na saco. Meu amigo trouxe na caixa e foi só o q precisou para a receita pará-lo com a esposa gestante em Brasília. Eu estava com uma amiga e passei com duas malas enoooormes e ela com três normais. Passamos direto.
O modelo de bouncer que comprei (http://www.extra.com.br/bebes/BemEstardoBebe/BouncerseJumpersparaBebes/Fisher-Price-Balanco-Zoo-Mattel-W9495-1736392.html) foi difícil acomodar na mala por conta do arco rígido e das peças redondas laterais grandes. Hj compraria um mais simples, mas cismei q o dito tinha que tocar música, vibrar e balançar...
Para embalar as roupas, item essencial é o space bag. Comprei uma caixa no wallmart com vários tamanhos. Foi o que viabilizou trazer tudo q comprei. Precisa somente cuidar do peso, pois com o volume menor, a tendência é preencher a mala toda. Coloque itens mais leves juntos. Os sapatinhos, mamadeiras e potinhos para comida, preenchi com meias e calças para body para economizar espaço. A linha de mamadeiras, bicos e esterilzador, comprei da Aventis, pois seria mais fácil repor comprando no Brasil, caso precise.
Por último, fiquei 4 dias ao lado do Sawgrass e outros 4 em Miami (1 só pra arrumar mala... gestante sem o marido... ninguém merece...). Ficar ao lado do outlet foi a melhor estratégia para evitar perda de tempo e facilitar o acesso. O Double Tree by Hilton tem shuttle a qualquer momento, muito prático.
Hugo, obrigada pelas dicas do primeiro post e tbém agradeço a todos pelos comments lá, me ajudou bastante. Melhor que isso, só se este aqui tivesse saído em novembro ; )

Hugo
HugoPermalinkResponder

Muito bem lembrado Sheila, o space bag é ótimo. Facilita muito a acomodação das roupas dentro das malas.

Parabéns pelas compras. Agora é só esperar para poder utilizar tudo, que é a melhor parte.

monica
monicaPermalinkResponder

Olá Hugo
Você tem um link com o modelo da mala saco que devo comprar para trazer as comprar maiores?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mônica, eu comprei essa sacola aqui. O tamanho que está no link é o M, mas eu comprei o XG (16 x18 x 36 inches), que está em falta no momento:

http://www.amazon.com/Outdoor-Products-Mountain-Duffel-Medium/dp/B000FLCZ5M/ref=sr_1_1_m?s=sporting-goods&ie=UTF8&qid=1355745716&sr=1-1&keywords=Mountain+Duffel

Essa sacola é enorme, e cabe praticamente qualquer produto. Mas como as dimensões dela são maiores do que aquelas aceitas pelas Cia aéreas, tem que tomar cuidado para não encher demais. Eu, por exemplo, não utilizei os bolsos laterais.

Se quiser uma sacola com as dimensões exatas aceitas palas Cia aéreas, essa aqui é uma boa opção:

http://www.amazon.com/Samsonite-Tote--Duffle-Luggage-Turquiose/dp/B003KR1K4A/ref=sr_1_1?s=apparel&ie=UTF8&qid=1355745775&sr=1-1&keywords=Samsonite+Tote-a-ton

Só que essa aqui não é tão versátil. Por exemplo, um bebê conforto ou carrinho cabem facilmente na primeira, mas não na segunda.

monica
monicaPermalinkResponder

Olá
Alguém indica algum modelo de bercinho portátil para levar em viagens ou a passeios?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Monica, os modelos da Graco são muito bons e tem preços interessantes. Eu não comprei, mas essa opção aqui me pareceu muito boa:

http://www.amazon.com/Graco-Pack-Playard-Bassinet-Pasadena/dp/B004Y9AKZI/ref=sr_1_3?s=baby-products&ie=UTF8&qid=1356633190&sr=1-3&keywords=pack+n+play

Mas se quiser algo top, leve e extremamente fácil de montar, os melhores bercinhos portáteis são da Babyjorn:

http://www.amazon.com/BABYBJORN-Travel-Crib-Light-Silver/dp/B005EWF4BY/ref=sr_1_5?s=baby-products&ie=UTF8&qid=1356633341&sr=1-5&keywords=pack+n+play

Keka
KekaPermalinkResponder

Nossa Alessandra que susto deves ter passado… fiquei ainda mais preocupada com a questão SEGURO. Hugo tu que fizeste pelo Itau, tens alguma recomendação para me dar do que devo solicitar? Pelo que sei o do cartão de crédito, só cobre se toda a passagem for paga com ele não é?! As seguradoras mencionam muito situação de emergência… mas uma bela azia, ou tontura, me deixariam preocupada tbm. Como me cercar de todos os cuidados necessários deste “período interessante”?! Ah! meninas outra curiosidade: a barriga de vcs aparecia? Pq não estou no padrão das celebridades gestantes,e minha barriga já aparece… Notaram se na RF eles já param só pela barriga? rs.
Estou adorando este post, já vou super preparada! Obrigada a todos!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Keka, com relação ao seguro do cartão, o melhor é ligar na central e pedir para enviarem um certificado atestando que você está segurada. Para os EUA a grande maioria nao faz isso, nesse caso solicite o envio por e-mail das regras do seguro.

Após analisar as regras você saberá se está ou nao segurada.

Quanto ao banco, ligue para seu gerente e solicite uma cotação. No caso do Itaú tinha 3 opções: Silver, Gold e Diamond

Minha sugestão é a seguinte. Se você tiver o seguro do cartão faça um outro intermediário, como o Gold. Caso nao tenha o do cartão, feche logo um seguro top, como o Diamond.

E lembre-se de sempre levar impresso os telefones de contato para o exterior e também o número da centra no Brasil. E tenha consigo também as regras impressas, pois assim você sabe exatamente ao que tem direito e ninguém vai poder te enrrolar.

Keka
KekaPermalinkResponder

Valeu Hugo! Feliz 2013 para vc e toda sua família!

vanna Cabral
vanna CabralPermalinkResponder

Só você pode me ajudar. Coloquei raticamente todas suas indicacoes na minha Baby Registre da Amazon, mas estou em dúvida quanto ao berço. Primeiro, compro o de madeira (aqui, imagino) ou o desmontavel que funciona como cercadinho? Ou preciso dos dois? Se comprar o desmontável, pode ser aqueles que já vem com trocador, assim nao preciso comprar um a parte ou isso nao funciona no dia a dia? Ai, só tenho dúvidas e mais dúvidas! Help, please?!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Vanna, o de madeira compre no Brasil, com certeza. Com relação a esse assunto vou te passar nossa experiência pessoal.

O berço de madeira é maior, mais confortável e espaçoso. O portátil, apesar de menor e menos confortável tem a vantagem de poder ser levado para qualquer lugar.

No nosso caso compramos o berço de madeira e desde a primeira noite nosso filho dorme lá, no quarto dele. Isso foi possível principalmente por causa da babá eletrônica com vídeo que nos permite acompanhar tudo de longe.

Não compramos o berço portátil, mas quando tentamos utlizar em hotéis em que estivemos nosso filho não se adaptou.

Portanto, o berço de madeira acho indispensável. Compraria sem dúvida, dando preferência para um modelo que vire mini-cama, como é o nosso.

Já o berço portátil eu sugiro se você pretende viajar muito ou ficar muitas noites na casa dos avós ou tios. Também é interessante se você quiser colocar o bebê para dormir junto com você no quarto, pois ele é menor.

Quanto ao trocador, o melhor mesmo é uma cômoda. A nossa utilizamos todos os dias, e só agora, com 1 ano e 4 meses é que precisamos trocar a fralda em cima da cama algumas vezes pois o nosso filho está mexendo muito.

Mas se não tiver como colocar uma cômoda no quarto, pegue o trocador que pode ser colocado no berço, mas não acho muito prático não. Tanto pelo fato desses trocadores serem pequenos, como porque têm que ser colocados e retirados todas as vezes, e são pelo menos 8 fraldas por dia no início.

vanna Cabral
vanna CabralPermalinkResponder

Muito Muito obrigada!

Renato
RenatoPermalinkResponder

Hugo,
Na sua compra pela aamazon você pagou no cartão de credito? Você não teve que pagar uma taxa de IOF ?
Obrigado

Renato

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Renato. A compra é feita com cartão de crédito e quando você recebe a fatura vem a cobrança do IOF de 6,35%. Para compensar isso o melhor é tentar pegar um cartão que utilize uma taxa de conversão do dólar mais favorável. Atualmente, acredito, que os cartões da Caixa Econômica Federal são os que adotam a cotação do dólar mais próxima do turismo.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Corrigindo, os cartões da CEF adotam a cotação mais próxima do dólar comercial.

Mara
MaraPermalinkResponder

Oi Hugo, Ricardo e pessoal! Viajo no próximo sábado e estou finalizando a minha lista. A minha maior duvida é sobre a quantidade de roupas. Quantos bodies, macacões e conjuntos devo trazer de cada tamanho?
Vc tem a sua lista de compras ainda? Se importaria de enviá-la para o meu email?
Mto obrigada pelas dicas! Estão me ajudando mto! Bjos.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mara, as roupinhas, acredito, é uma das coisas mais complicadas de se comprar. Principalmente para pais de primeira viagem.

A primeira coisa é ficar atenta à época do ano em que seu bebê irá nascer. Se for no inverno, compre roupas de 0-3 para o frio, de 3-6 para meia estação/calor, de 6-9 para calor, e assim por diante.

E pode ter certeza que por mais que você planeje, na hora vai ficar um pouco perdida. Por exemplo, você planeja comprar 7 bodies, mas chega lá vê que tem pacotes de 5 bodies em promoção. Então acaba pegando dois pacotes, totalizando 10.

O ideal é chegar cedo nas lojas, e depois de umas 3 horas parar e fazer um levantamento de tudo com base na sua lista. Assim já evita de pegar itens em excesso ou de menos. Ao chegar no hotel faça uma nova contagem para ter certeza de que está tudo certo, e se for o caso troque no dia seguinte.

Roupinhas no Brasil são muuuuito caras. Por isso, se você estiver comprando em outlet, vale mais a pena pecar pelo excesso. Se as compras forem em lojas normais, analise com calma porque a situação já muda um pouco. Por exemplo, se você pegar uma camisa na Polo Ralph Lauren, com certeza vai ser mais barato do que uma camisa Polo no Brasil. Mas pelo preço de lá, aqui você consegue uma camisa de qualidade de uma marca mais simples. Então nesse caso, se tiver muita dúvida, talvez compense deixar para comprar no Brasil, para ver se vai ou não ser necessário.

Por fim, até uns 90 meses não existe nada mais prático do que bodie. Invista neles porque é sucesso garantido.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Para ajudar, segue abaixo uma pequena lista das roupas. Ela leva em consideração um bebê nascido em agosto (mês ainda frio) para uma cidade de clima ameno:

Body manga curta
2 recém nascido
8 (0-3 meses)
8 (3-6 meses)
6 (6-9 meses)
4 (9-12 meses)
3 (12-24 meses) (usamos muito para dormir)

Body manga longa
4 (0-3 meses)
3 (3-6 meses)
2 (6-9 meses)
3 (9-12 meses)

Calça
2 recém nascido
5 (0-3 meses)
4 (3-6 meses)
4 (6-9 meses)
5 (9-12 meses)

Short
1 recém nascido
2 (0-3 meses)
3 (3-6 meses)
3 (6-9 meses)
5 (9-12 meses)

Conjuntinho para sair (calça + camisa)
2 (0-3 meses)
2 (3-6 meses)
4 (6-9 meses)
4 (9-12 meses)

Camiseta
6 (6-9 meses)
8 (9-12 meses)

Casaquinhos
1 (0-3 meses)
2 (3-6 meses)
1 (6-9 meses)
3 (9-12 meses)

Mara
MaraPermalinkResponder

Obrigada, Hugo!

Maria
MariaPermalinkResponder

Hugo, boa noite. Primeiro, parabenizo pelas excelentes dicas, estão sendo preciosas para muitas pessoas.
Minha dúvida é sobre carrinhos: compensa comprar um carrinho de marcas como Graco e Chicco em Miami, ou já que estaremos por lá, é melhor investir em uma marca melhor?
Desde já obrigada.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bom dia Maria. Os carrinhos da Graco e da Chicco são muito bons. Mas antes de escolher a marca, o ideal é separar o que você quer do carrinho. Vou te falar o que eu e minha esposa procurávamos num carrinho.

Ele tinha que ser leve, fácil de montar e desmontar, relativamente compacto, confortável para o bebê, com assento que virasse para frente e para trás e resistente. Com base nisso tudo, a melhor opção para o nosso caso foi o bugaboo bee.

Os carrinhos da Graco e Chicco são normalmente divididos em dois tipos, os guarda chuva (práticos, leves mas não tão confortáveis) e os normais (maiores, mais pesados mas muito mais confortáveis).

Diga depois as qualidade que você procura que tento te ajudar mais.

Mas o importante é sair daqui com algumas opções em mente, mas só decidir depois que for na loja e testar o carrinho na prática.

Por exemplo, o Quinny, que é muito famoso, parecia uma ótima opção, mas quando testamos achamos grande, pesado e desajeitado.

Maria
MariaPermalinkResponder

Outra dúvida é sobre papéis de parede, compensa trazer os rolos de lá? Onde é recomendado comprar? Obrigada.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Acho que o maior problema com os papéis de parede é trazer sem danificar. As chances dos rolos chegarem amassados é muito grande. Não sei como estão os preços aqui no Brasil e lá nos EUA, mas acho que só valeria a pena o risco se fosse muuuuuuito mais barato.

Keka
KekaPermalinkResponder

Hugo
Meu hotel cobrará uma taxa por pacote recebido. Como foi que a Amazon mandou seus itens? Ex.: juntou mamadeiras, escorredor, cremes, aquecedor de mamadeira etc em uma caixa grande ou mandou os produtos um a um separados.
Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Keka, quando você compra com a entrega em 2 dias úteis, que é o que eu recomendo (falo como conseguir isso de graça no meu texto sobre compras na Amazon), eles enviam o produto do centro de distribuição mais próximo.

Como o seu hotel cobra por pacote, então o ideal é você comprar tudo num pedido só. Isso aumenta muito as chances de virem produtos juntos. Mas como eu alerto no meu texto sobre as compras, dessa forma a entrega pode atrasar um ou dois dias, então solicite com um pouco mais de antecedência.

Se chegar no EUA no sábado e for embora na sexta seguinte, faça o pedido na sexta feira antes da sua chegada. Nesse caso a previsão de entrega é na terça. Se atrasar chega na quarta. E se houver alguma catástrofe, na quinta é garantido.

Para você ter uma ideia, num primeiro pedido na Amazon solicitei em torno de 60 produtos em um único pedido. Chegaram umas 6 caixas aproximadamente, sendo que a maior delas atrasou 1 dia. Depois pedi mais uns 60 produtos, mas em 6 pedidos diferentes. Nenhum deles atrasou, mas recebi em torno de 20 caixas.

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Oi Hugo, tudo bem? Muito obrigada por todas as dicas valiosas. Você acha que esses itens indispensáveis que você citou, cabem em uma mala grande? Fico preocupada por causa da companhia aérea. Vou viajar de United. E uma outra coisa, na Amazon você somente informou o endereço do hotel, sem informar o quarto? Como fez? Obrigada mais uma vez!

Maria
MariaPermalinkResponder

Oi Hugo, mais uma vez obrigada pela atenção e pelas dicas preciosas. Os itens que busco são exatamente estes que você citou, porém, consultei o modelo que indicuo e para mim seria importante que o carrinho tivesse também o bebê conforto que pudesse ser encaixado, o que parece que o seu não tem né.
De toda forma, estou consultando outras marcas/modelos, e minha única preocupação mesmo é com a qualidade destas marcas acima citadas, Gracco, Chicco e uma outra que nunca ouvi falar, Britax, cujos modelos me chamaram a atenção.
Como sou mãe de primeira viagem, estou completamente insegura.
Mas realmente a dica de testar o carrinho no local é preciosa e vou seguí-la a risca.

Quanto aos papéis de parede, vou avaliar o custo/benefício, afinal, além de poderem estragar, eles pesarão um pouco na bagagem.

Agradeço demais por sua atenção.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Maria, no bugaboo bee você pode colocar o bebê conforto, dentre eles o Maxi Cosi Mico, desde que você compre um adaptador:

http://www.amazon.com/Bugaboo-Seat-Adapter-Maxi-Cosi/dp/B003H39L9S/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1358421838&sr=8-1&keywords=bugaboo+bee+adapter

A principal questão do bugaboo é que ele é caro. Na minha época, com o dólar a R$1,60 e IOF de 2,35%, valeu muito a pena, mas hoje em dia, sinceramente, não sei se compraria de novo por causa do preço. Por exemplo, paguei 45 dólares no adaptador e 150 dólares no bebê conforto, e depois de 10 meses eles deixaram de ser usados, e estão guardados na casa da minha mãe.

A Britax é uma marca tradicional nos EUA. Para você ter idéia, as cadeiras de carro que a Volvo (referência em segurança no mundo) recomenda são exatamente as da Britax.

Uma coisa que gostei muito foi ver alguns vídeos no Youtube. Coloque na busca o nome do carrinho em inglês e a palavra review. Dá para ter uma ótima referencia do produto.

Mas em termos de qualidade, tanto a Chicco como a Graco são ótimas. O que você pode não gostar é do estilo, pois os carrinhos são um pouco maiores e mais pesados. Mas se te agradarem, certamente estará comprando marcas muito boas.

Keka
KekaPermalinkResponder

Hugo.
Vou seguir tuas ótimas dicas, já decorei todos os teus textos. Amanhã recebo os 10% na lista baby registry. Vou comprar tudo num pedido só e usar o Prime. Vou ficar dezesseis dias, então não haverá preocupação com um possível pequeno atraso e sem catástrofe, tá? rsrs. Muito obrigada e muitas felicidades para ti e tua família.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Boa viagem e ótimas compras Keka. Aproveite bastante e curta esse momento. Mas tenha certeza de que o melhor ainda está por vir, com a chegada do seu bebê.

Maria
MariaPermalinkResponder

Oi Hugo, realmente se formos pensar pelo valor do dolar hoje não sabemos se compensa trazer o carrinho da bugaboo + bebê conforto + suporte. Porém, vou separar alguns modelos de minha preferência e vou deixar para decidir "in loco" rss.. depois de ver os videos como me indicou, testarei os que gostar quando chegar lá. Acho que assim fica mais fácil, com alguns modelos já em mente.
De toda forma, agradeço mais uma vez pela atenção e pelas valiosas dicas. Não imaginas quantas grávidas tem ajudado com estas informações.
Abços..

sabrina rahal
sabrina rahalPermalinkResponder

Show! Post está no favorito dos favoritos!!! Super obrigada pelas dicas...sim, vou segui-las! rss
Me da um help Hugo? Vc disse q comprou o Bugaboo bee..acho q este foi também meu eleito (não aguento mais pesquisar!). estou indo pra Orlando em abril e estou preocupado em não encontra-lo na babies r us... depois de usa-lo, vc realmente recomenda?! Nao da problema com as rodinhas? Acho q ja vou compra-lo antes na amazon mas ainda fico insegura de nao tê-lo visto ao vivo.. o q achou dele?!!
beijos
sabrina

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sabrina, o Bugaboo bee é um modelo intermediário. Ele é bem mais confortável do que o carrinho guarda chuva e mais leve do que os carrinhos tradicionais, mas ainda assim ocupa um bom espaço no porta malas do carro.

Ele é o único carrinho lá em casa. Para você ter ideia, a American Airlines divulgou a pouco tempo regras rígidas para despachar carrinho de bebê na porta do avião, só admitindo modelos com menos de 8,5kg. Pelo que sei, além dos guarda chuva, o Bee é um dos poucos que atende essa exigência.

Outra vantagem é que ele não tem muito tecido no assento, o que ajuda muito em um país tão quente como o nosso.

A rodinha original do nosso nunca deu problema. Quando você corre rápido, ela tremia um pouco, mas sinceramente só devo ter feito isso umas 2 vezes, e assim mesmo de brincadeira. Mesmo assim, quando teve o recall, pedimos as rodas extras e instalamos. Acredito que os modelos atuais já não tenham esse tipo de problema mais.

Ele também é fácil de montar e desmontar e o tecido é fácil de limpar.

O ideal mesmo era se você conseguisse ver um modelo ao vivo, mas mesmo que isso não seja possível, acho que são grandes as chances de você gostar do Bugaboo Bee.

Para comprar em uma loja física entre no site da bugaboo e vá no "retail locator", e pesquise lojas próximas do seu hotel. Ele não é difícil de encontrar, mas para ter 100% de certeza, só comprando antes pela internet mesmo.

sabrina rahal
sabrina rahalPermalinkResponder

Perfeito! Super obrigada pela atenção! E parabéns novamente!

ANA LAURA
ANA LAURAPermalinkResponder

Hugo!
Adorei as suas dicas e fico feliz de não ter sido a única!
Valeu!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Maria e Ana Laura, muito obrigado. Se puder ajudar em mais alguma coisa é só perguntar smile.

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Olá Hugo e futuras mamães de plantão. Uma dúvida, pretendo comprar roupas de gestante como calça jeans, legging, pijamas etc... em NY. Vocês acham que compensa? Não tenho barriga ainda, daí a dúvida maior, que tamanho comprar??? Calça jeans, por exemplo, uso 38. E agora? Obrigada e parabéns pelos comentários que estão excelentes!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mônica, roupas de grávida compramos na motherhood (www.motherhood.com), que tem lojas próprias e stands na Macy´s e também na GAP.

Na GAP você tem que olhar no site quais lojas tem a seção GAP maternity.

Quanto ao tamanho, acredito que varie muito de pessoa para pessoa. Algumas a barriga fica grande, outras nem tanto. Como sua gravidez ainda está no início você terá que comprar de acordo com o que você acha mesmo.

No nosso caso compramos uma calça um pouco maior para ser usada no período de 3 a 6 meses de gravidez e outra bem maior para o período de 6 a 9 meses. Elas normalmente vem com uma faixa elástica na parte de cima, o que ajuda bastante e dá praticidade.

Compramos também muitas blusas e vestidos, que são mais fáceis de escolher.

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Excelente! Tenho certeza que farei boas compras. Mais uma vez, obrigada pelas dicas e felicidades a sua família e a você.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Olá, Hugo! Qto ao carrinho, estamos quase decididos em comprar o bugaboo mesmo. A ideia eh traze-lo naquela sacola extra large que vc indicou. Gostamos muito tb daquele balancinho da fisher price. Como vc trouxe ele? Fora da caixa? Ele eh muito grande??

Obrigado mais uma vez,
Marcos.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Marcos, trouxemos o carrinho naquela sacola mesmo. Cabe tranquilo, e nas extremidades colocamos roupinhas para proteger de impactos.

O balancinho trouxemos fora da caixa. Ele vem todo desmontado, e fomos espalhando as partes pelas malas. Se não me engano, as pernas foram na sacola, junto com o carrinho, e a concha (de plástico) onde fica o bebê e a parte de cima que faz o movimento vieram em outra sacola.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Hugo, mais um pergunta, acho que essa vai ser a última...rs

O Carrinho vc trouxe em uma daquelas sacolas grandes, o balancinho distribuído pelas malas. Agora estamos decidindo trazer tb o bebe conforto, o Maxi-Cosi Mico Infant Car, juntamente com o adaptador para coloca-lo no bugaboo bee. Onde vc trouxe o bebe conforto? Em outra sacola grande igual a usada pra trazer o carrinho? Pelo que vi na amazon ele pesa uns 5kg, eh isso mesmo?

Muitíssimo Obrigado, mais uma vez!
Abs

Hugo
HugoPermalinkResponder

Isso mesmo Marcos. O bebê conforto veio em outra sacola. Ele pesa em torno de 5 kg mesmo, mas é bem volumoso. Nesse caso tente colocar alguns itens mais pesados no espaço que sobrar.

Para você ter uma ideia, a distribuição dos itens maiores entre as 5 malas que eu e minha esposa trouxemos foi mais ou menos assim:

Sacola 1: carrinho
Sacola 2: bebê conforto
Sacola 3: roupas (nossas e do nosso filho)
Mala 1: partes do balancinho, roupas e itens mais frágeis
Mala 2: o restante do balancinho e tudo que sobrou

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Valeu, Hugo! Brigadão! Abraço

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Olá Hugo! Você poderia me passar por favor o link referente ao texto sobre compras na Amazon). Muito obrigada!

Erika
ErikaPermalinkResponder

Hugo, primeiramente parabéns pelo site, por todas as dicas e pela sua disposição em ajudar outras pessoas com a sua experiencia em compras do enxoval para o bebê. E achei mais interessante ainda ser o pai e não a mãe em dar todas estas dicas, vc esta de parabéns pois mostra que esta envolvido em tudo memo em relação ao seu bebê.

Em Abril agora eu e Meu esposo iremos para os EUA, mas desta vez faremos a viagem para conhecer o outro lado, Denver, Las Vegas, Los Angeles e depois Chicago.

Vou para tambem fazer o enxoval do meu bebê, como ainda não sei o sexo, vou comprar tudo neutro. Destes lugares que vou visitar, qual seria melhor para fazer o enxoval? Vc saberia me dizer?

Amei a lista e dicas que vc deu, só o carrinho que vou comprar diferente pois achei que o stokke xplory atende melhor minhas necessidades. Quero comprar tambem o Moises , o bebê conforto ,balancinho da fisher price e a baba eletronica, alem das roupas e mamadeira.

Com sua experiencia, vc acha que vou conseguir trazer tudo isto, sendo somente 2 pessoas? E as malas?

Meu esposo quer declarar o carrinho, a baba eletronica e o bebê conforto, pela receita federal estas muito em cima dos enxovais de bebê , espero que com isto eles façam vista grossa para as demais coisas, como me informou uma personal shopper de Miami, que indica a seus clientes fazer em isto.

Gostaria muito de achar um post de como arrumar todos Estes enxovais dentro das malas, pois são muitos itens e peças grandes.

Muito obrigada e tenho um Feliz 2013 para vc e sua familia!!!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Erika. Fico feliz em poder ajudar. Acredito que hoje em dia as coisas sejam diferentes do que eram antes. Nós pais estamos mais presentes e tentando ajudar as mães no que for possível. A chegada de um bebê muda muito a vida do casal. Quando o pai não se envolve o bebê acaba causando discórdia. Mas quando ambos se dedicam e enfrentam juntos essa nova fase, existe uma ligação mais forte, que é bom para o filho e para os pais.

Quanto ao sexo do seu filho, se você já estiver grávida, até abril talvez consiga saber o sexo através de um teste chamado sexagem fetal. Alguns laboratórios realizam, e a partir da 8ª semana o grau de acerto é superior a 99%. E mesmo antes da 8ª semana, a segurança do teste é muito alta:

http://www.planetabebe.com.br/sexagem_fetal1.php

Quanto à sua viagem, parece muito legal. Eu não conheço Denver, Las Vegas e nem Los Angeles. Chicago eu já fui e é muito interessante.

Em Chicago leve um boa blusa de frio. Quando estive lá em abril fez 5 graus negativos (sensação térmica de - 12ºC), e em alguns dias ainda choveu e ventou muito. Alguns momentos entrávamos nas lojas só para nos proteger.

Como você vai passar por várias cidades, o melhor mesmo é deixar as compras para Chicago, para não ficar carregando malas grandes e pesadas.

Chicago tem algumas lojas, como estas:

- Carter's Lincoln Park Centre: 1565 North Halsted St
- Galt Toys And Galt Baby: 900 N. Michigan Avenue

E tem também um outlet, que não conheço mas dizem ser muito interessante:

- Chicago Premium Outlets: 650 Premium Outlets Boulevard (Located just 45 minutes west of downtown Chicago).

Em Chicago fique próximo da Michigan Avenue, que possui várias lojas, restaurantes e um bom sistema de transporte.

Quanto aos produtos que você pretende trazer, o carrinho, o bebê conforto e o moisés (dependendo do tamanho) vão precisar de uma sacola para cada um deles. O balancinho vem todo desmontado, então você consegue espalhar as partes pelas malas.

Veja que os itens maiores talvez nem caibam em malas, pois alguma medida como largura/altura/comprimento pode ser maior, o que impede acomodar, mesmo naquelas malas grandes.

Trazendo esses itens, 4 malas/sacolas grandes vão ficar a conta. Com uma mala extra fica mais folgado. Mas olhe na sua Cia aérea, pois algumas não aceitam malas extras e nem despacham caixas.

Quanto à alfândega, pode ter certeza absoluta que vai ser sorte. Já li sobre pessoas que declararam e o fiscal nem olhou o restante da bagagem, e outros casos em que as pessoas declararam e o fiscal passou um pente fino nas malas. Mas se vocês chegarem com mais de 4 malas, as chances deles pedirem para abrir, mesmo declarando alguns produtos, é enorme.

Para ajudar na organização dos itens, compre algumas space bags:

http://www.amazon.com/12-PACKS-Essential-Vacuum-Storage/dp/B006HNHGYW/ref=sr_1_7?s=storageorganization&ie=UTF8&qid=1360758795&sr=1-7&keywords=space+bag

Com elas é possível compactar as roupas e economizar espaço. Mas para arrumar mesmo, vai depender muito do tamanho dos itens que você comprar e das malas/sacolas que tiver.

Um dica é optar por modelos mais compactos. O bebê conforto que comprei (maxi cosi mico), que é um pouco menor, ainda assim era enorme e ocupou uma sacola inteira.

Boas compras e aproveitem muito a viagem. Feliz 2013.

Erika
ErikaPermalinkResponder

Hugo, muito obrigada pelas suas dicas e por mais uma vez compartilhar sua experiência!!!

Quanto a lista estou muito em dúvida, pois ouvi muitas pessoas que fizeram o enxoval para crianças de 0 a 12 ou 18 meses... realmente compensa? as crianças realmente usam? pois não sabemos se elas serão pequenas ou grandes!!! a ideia de aproveitar para comprar tudo pela qualidade e pelos preços maravilhosos é muito tentadora, mas penso com relação a tamanhos, o que comprar mais ou menos, meu Deus é muito difícil!!!

Com sua experiência, agora que seu filho já esta um pouco crescidinho, qual a faixa etária que ele realmente aproveitou o que vc comprou, principalmente em relação as roupas e Calçados?

Nossa quantas dúvidas!!! wink))

Hugo
HugoPermalinkResponder

Erika, nós compramos roupas até 18/24 meses. Minha esposa voltou nos EUA ano passado e pegou mais algumas peças até 3/4 anos.

O preço vale a pena mesmo. Nós acabamos comprando mais do que o necessário, mas mesmo assim o nosso filho utilizou tudo. Mas se fosse hoje teríamos reduzido um pouco as compras de roupas.

No começo, até uns 6 meses, você troca de roupa umas 3 ou 4 vezes por dia. Seja porque deu um banho, ou então sujou. Quando está quente, um body já é suficiente.

De 6 meses até começar a engatinhar fazíamos umas 2 trocas por dia. E depois que começa a engatinhar voltamos a fazer 3 trocas.

Agora que ele está andando, colocamos uma roupa de manha, trocamos depois do banho às 11:30, e pronto.

Quanto aos tamanhos, realmente é muuuito complicado. O tamanho RN (recém nascido) compramos praticamente só um conjunto de bodies (5 unidades), porque são muito pequenos. Usamos um pouco pois nosso filho nasceu com 49cm, mas quando o bebe nasce grande ele nem chega a usar o tamanho RN.

Investimos mesmo foi nos tamanhos maiores. Mais acima, num post que fiz no dia 7 de janeiro, tem uma lista básica de roupas. Talvez te ajude.

Quanto aos calçados, até começar a andar são só enfeite. Pegue modelos baratos, flexíveis e fáceis de colocar para usar quando sair. O que compramos muito foram meias da GAP (as melhores). Ao invés de sapato muitas vezes colocávamos só uma meia mesmo.

Se tiver mais dúvidas é só falar smile.

Alessandra Rodrigues

Hugo, não sei se vc ainda participa aqui, mas estou em Miami e segui suas dicas. Mto obrigada! Comprei a cadeira vibratória idêntica a tua, pensei que era menor, li acima que vc falou que ela desmonta toda, mimha dúvida é a seguinte: compensa tirar o brinquedo da caixa e coloca-lo na mala, ele vai ficar com o volume menor?! Outra coisa: aonde encontro a bolsa grande ou carocal por aqui ou, ao menos, uma mala gigante??? Agradeço a ajuda! Por enquanto só tive um problema com a Amazon: comprei o carrinho com bb conforto e era p vir tb uma bolsa preta e grande, mas me mandaram uma bolsa nada a ver com o que eu comprei, na verdade, nem é bolsa! Não queria devolver tudo, só destrocar a bolsa, não sei como faço.....

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Alessandra. Se você tiver uma mala grande, vale a pena tirar a cadeirinha da caixa. A minha mala era rígida, então protegeu bastante. Algumas partes acomodei em sacolas, e protegi colocando roupas ao redor.

Nos outlets em miami sempre tem loja de malas. No Dophin Mall, que fica bem perto do aeroporto, você encontra a Bagagli-Luggage Boutique, Attache, The Luggage and Handbag Outlet e a World Luggage. Com certeza encontrará o que quer com preços interessantes.

Quanto à devolução é super simples. Eu falo sobre isso nesse post, na parte de trocas e devoluções:

http://www.viajenaviagem.com/2012/11/enxoval-de-bebe-em-miami-e-nova-york/

Você consegue devolver só a bolsa sim. Basta entrar no site da Amazon e clicar que quer devolver o seu pedido. Então abre uma tela para você selecionar quais itens daquele pedido você quer devolver. Basta imprimir a folha de devolução, colar na caixa (pode ser a mesma em que vieram os produtos) e pedir para eles pegarem a caixa no lugar em que o pedido foi entregue.

Alessandra Rodrigues

Mto obrigadaaa, Hugooo!!!! Dá uma dó levar as coisas fora da caixa...rsrs

Hugo
HugoPermalinkResponder

Com certeza, ainda mais porque na caixa tem muita proteção com isopor. Se a sua Cia aérea aceitar caixas, e a caixa não for muito grande (veja as dimensões para despachar bagagem), você pode preencher os espaços vazios da caixa com roupas e outros itens e utiliza-la como se fosse uma mala.

Nathalia
NathaliaPermalinkResponder

Olá Hugo!
Mês que vem vou para Miami comprar o enxoval do meu filho seguindo muitas das suas dicas. Não consegui localizar o link para as sacolas de viagem, vou precisar delas, pois, vou trazer o carrinho e o bebê conforto. Tem como você enviar novamente?
Obrigada!!!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Nathalia, a sacola é essa aqui, tamanho XG:

http://www.amazon.com/Outdoor-Products-Mountain-Duffel-Medium/dp/B000FLCZ5M/ref=sr_1_1_m?s=sporting-goods&ie=UTF8&qid=1355745716&sr=1-1&keywords=Mountain+Duffel

Ela é super resistente e acomoda praticamente qualquer coisa. Fique de olho no peso, para não ultrapassar 32 kgs.

E não se esqueça que as Cia aéreas aceitam bagagens despachadas de no máximo 157 cms (soma da largura, comprimento e altura). Eu, por exemplo, deixei os bolsos laterais vazios e quando necessário não enchia a sacola até o topo.

Renata
RenataPermalinkResponder

oi Hugo!! Parabéns pelo site!Está MA-RA-VI-LHO-SO!!Vi um pouco acima que vc fez uma lista base de enxoval,achei ótima!!!Se não for pedir muito teria como vc incluir os macacões pra ter uma base tb? Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Obrigado Renata. Mas na verdade apenas o post é meu smile. O site é do Ricardo Freire, que atualmente conta com a ajuda da Elisa, Mariana, Natalie e Bóia.

Quanto aos macacões, eles são bem versáteis, pois são peças únicas. Mesmo assim nós não compramos muitos, pois eram mais caros. Além disso, em Belo Horizonte sempre faz muito calor, e os bodies, que são muito baratos, eram mais interessantes. Dessa forma pegamos apenas alguns macacões para sair e dormir (tipo pijama de flanela).

Para referência o número de macacões poderia ser o seguinte:

Macacões
2 recém nascido
2/3 (0-3 meses)
2/3 (3-6 meses)
1 (6-9 meses)

Se na sua cidade for mais fria, vale a pena investir um número maior de flanela.

Thayane
ThayanePermalinkResponder

Olá Hugo, parabéns pela iniciativa de compartilhar tantas informações úteis e pela disponibilidade em responder perguntas e tirar dúvidas.
Estou com minha viagem para a Flórida programada para o início de maio, quando estarei com 6 meses de gestação. Gostaria de saber com quanto tempo sua esposa estava e como foi a rotina de compras de vocês. Irei ficar somente uma semana e por este motivo estou muito inclinada a seguir sua sugestão e comprar pela internet. Outra razão para isso é que eu e meu esposo ficaremos em Orlando e, pelo que andei lendo, não é tão bom para compras quanto Miami. Você teria indicações de lojas em Orlando? também queria saber se a entrega indifere para Miami ou Orlando. Uma outra coisa importante que queria saber é sobre as malas e sacolas, o que foi trazido como bagagem de mão e o que foi despachado? Moro em Brasília e por aqui a receita pega pesado, imagino que quando me virem grávida irão me parar, devo declarar alguma coisa?
Por enquanto é só TUDO isso...
Muito Obrigada!
Thayane

Hugo
HugoPermalinkResponder

Obrigado Thayane. É bom compartilhar nossa experiência.

Quando fomos minha esposa estava com 5 meses de gravidez. É uma época interessante, porque nos 3 primeiros meses sempre tem maiores riscos de aborto, e nos 3 últimos meses, principalmente a partir do 7º/8º, já pode ter um parto prematuro.

Nesse tipo de viagem a prioridade é o bem estar da mãe. Como nós compramos muito pela internet, restaram apenas as roupas para as lojas físicas. Por isso, com duas manhas resolvemos a questão.

Minha sugestão é chegar bem cedo nas lojas e ficar no máximo 3/4 horas comprando. Depois disso parar, almoçar em um lugar legal, de forma tranquila. De preferência façam algum passeio a tarde, mas se tiver muita coisa para comprar, emende no máximo mais 2/3 horas de compras.

Os outlets dos EUA são muito grandes, por isso concentre cada dia em poucas lojas. E não fique muito pesquisando preço, principalmente de roupas e itens menores, porque a eventual economia não justifica o tempo gasto.

Não conheço Orlando, por isso não posso te ajudar nas lojas. Mas para as compras pela internet tanto faz o envio para Miami ou Orlando. Opte pelo lugar em que você vai ficar mais tempo.

Na bagagem de mão nós trouxemos os itens mais frágeis, como babá eletrônica, e o restante nas malas mesmo. O ideal é cada um comprar uma mala de mão com 4 rodinhas. Nela cabe um bom volume de itens e é fácil de carregar.

Se você estiver viajando de American Airlines, acredito que no voo de Miami para Brasília não aceite bagagem extra.

Quanto a declarar, só você e seu esposo podem decidir, mas aqui tem algumas informações que podem ajudar:

http://www.viajenaviagem.com/2011/10/comprou-enxoval-de-bebe-no-exterior-como-foi-na-alfandega-conte-pra-gente/

Thayane
ThayanePermalinkResponder

Obrigada, Hugo!
Eu e meu esposo tivemos uma boa conversa com base nas suas sugestões e, graças ao que temos lido por aqui, ele está mais atento à minha condição.
Com relação a bagagem e alfândega, teremos como nos organizar melhor com essas informações.
Quando eu voltar dou um feedback por aqui.

HOSANA
HOSANAPermalinkResponder

Oi Thayane!
Cheguei de Miami no início de fevereiro e vim trazendo o enxoval com meu marido.
O Hugo está certo, para Brasília há limite de 2 malas de 32kg e 158cm linear + uma de mão por pessoa o que complica um pouco. Apesar disso comprei uma sacola enorme (daquelas de sacoleiro, que era maior do que os 158 cm linear) e trouxe o carrinho e o bebê conforto nela. Veio sem problemas pela American Airlines! Acho que se importam apenas com o nº de volumes e o peso, o tamanho ninguém notou!
Quanto à receita, não tivemos problemas. Iamos declarar os itens maiores, mas individualmente, o carrinho e o bebê conforto que eram os maiores não chegavam a 500 dólares cada, como eramos 2 acabamos não declarando.
Fiquei com as malas no carrinho de bagagem e acho que isso impediu o agente de ver minha barriga, escondida atrás de tudo... não foi de propósito.
De qualquer forma só me questionaram sobre eletrônicos, Ipad, Iphone e quando viram minha enorme sacola, ela apenas perguntaram o que era. Eu disse um carrinho e ele me mandou seguir, acho que nem pensou na resposta.
Espero que tenha a mesma sorte!

Thayane
ThayanePermalinkResponder

Obrigada, Hosana!
Eu e meu esposo temos muito que pensar e conversar, acho que vamos acabar optando por fazer o mesmo que você, dividindo a bagagem entre os dois e talvez declarar só os objetos de maior valor.
Qual foi o modelo de carrinho e de bebê conforto que vocês trouxeram? Estou querendo trazer o Quinny, mas não sei se é o mais econômico em termos de espaço e também não sei aonde encontrá-lo por lá. Talvez você possa me dar alguma dica de loja em Orlando ou em Miami mesmo.
Obrigada novamente!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Thayane, nós pegamos o carrinho Bugaboo Bee e o bebê conforto Maxi Cosi Mico. Os carrinhos da Quinny não são muito fáceis de encontrar. Vale a pena olhar no site da Quinny pois lá eles permitem pesquisar uma loja que seja perto do hotel de vocês.

Pelo que sei, as lojas da Bbtrends (www.bbtrends.com.br/)aqui no Brasil vendem Quinny. Se tiver alguma perto de você vale a pena ir lá.

Keka
KekaPermalinkResponder

Thayane, acabei de chegar de Orlando e apesar de não ter trazido o carrinho, sei que a loja MACROBABY tem vários modelos da Quinny. E o melhor é que todas as atendentes falam português, e te explicam tudo. Pelo jeito estamos ajudando bastante a economia americana...rs.
Hugo usamos tua lista o que facilitou demais, obrigada!
Abraços.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que bom que deu tudo certo Keka. Agora é só arrumar tudo e esperar pelo grande dia.

Hosana
HosanaPermalinkResponder

Meu comentário sumiu!
Vou tentar de novo!
Oi Thayane!
Tive muita dúvida na hora de escolher. Pensei inicialmente no Quinny tb, mas para a minha necessidade achei que o Quinny não era o melhor. O triciclo é interessante para quem anda muito na rua e eu queria um mais fácil de fechar para colocar no carro, com preço melhor e peso tb. Além do que o assento não sai para lavar e não possui outros forros no mercado para compra.
No final fiquei na dúvida entre o bugaboo bee e o Uppa Baby Cruz. Acabei seguindo o conselho dos vendedores da loja e optando pelo Uppa baby, mas ambos são ótimos!
O Uppa Baby é um pouco mais barato! O Bugaboo é um pouco menor.
Em Miami, realmente não tem todos os carrinhos em qualquer lugar.
Na Babies “R” Us não encontramos nenhum desses mais famosos, apenas os mais populares.
Já na Buy Buy Baby tinha todos os famosos.
Acho legal ler alguns comentários e se possível ver o carrinho para decidir.
Aqui vão alguns links que li:
http://paulalaffront.com/2012/05/23/enfim-qual-o-melhor-carrinho/
http://www.minhasdikas.com/2012/03/modelos-de-carrinho.html
http://justrealmoms.com.br/o-dilema-do-carrinho/
http://www.askmi.com.br/2011/07/qual-carrinho-comprar.html
Pesquise um pouco e veja qual se adapta melhor a sua necessidade!
Comprei o adaptador e o bebê conforto maxi cosi.
Espero que ajude!
Boa sorte!

Hosana
HosanaPermalinkResponder

Oi Thayane!
Tive muita dúvida na hora de escolher. Pensei inicialmente no Quinny tb, mas para a minha necessidade achei que o Quinny não era o melhor. O triciclo é interessante para quem anda muito na rua e eu queria um mais fácil de fechar para colocar no carro, com preço melhor e peso tb. Além do que o assento não sai para lavar e não possui outros forros no mercado para compra.
No final fiquei na dúvida entre o bugaboo bee e o Uppa Baby Cruz. Acabei seguindo o conselho dos vendedores da loja e optando pelo Uppa baby, mas ambos são ótimos!
O Uppa Baby é um pouco mais barato! O Bugaboo é um pouco menor.
Em Miami, realmente não tem todos os carrinhos em qualquer lugar.
Na Babies "R" Us não encontramos nenhum desses mais famosos, apenas os mais populares.
Já na Buy Buy Baby tinha todos os famosos.
Acho legal ler alguns comentários e se possível ver o carrinho para decidir.
Aqui vão alguns links que li:
http://paulalaffront.com/2012/05/23/enfim-qual-o-melhor-carrinho/
http://www.minhasdikas.com/2012/03/modelos-de-carrinho.html
http://justrealmoms.com.br/o-dilema-do-carrinho/
http://www.askmi.com.br/2011/07/qual-carrinho-comprar.html
Pesquise um pouco e veja qual se adapta melhor a sua necessidade!
Espero que ajude!
Boa sorte!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Hosana, no nosso caso o Quinny também não era muito interessante. Na prática, carrinhos maiores, com grandes rodas, vão em qualquer lugar, desde areia até grama. Já os carrinhos compactos, com rodas menores, preferem andar no passeio das cidades, mas cabem com facilidade no porta mala dos carros. Como usamos praticamente só na cidade, o bee foi uma escolha melhor.

Mas para quem quer um carrinho grande, e não vai ficar colocando toda hora no porta malas do carro, tem que ver o Orbit. Ele é simplesmente fantástico. Não é tão prático pois fecha em duas peças separadas, mas tem um sistema moderno e criativo.

Ótimos os sites que você indicou. Certamente vão ajudar quem estiver em dúvida. E como você disse, a buy buy baby é uma ótima loja. Para mim, melhor até que a baby r us.

Thayane
ThayanePermalinkResponder

Oi Hosana,
Mais uma vez obrigada pelas excelentes considerações e pelos links, agora vou fazer um estudo aprofundado. Fui à loja como vocês sugeriram para ver o Quinny.
Ainda bem que em Orlando tem uma Macro Baby, uma loja enorme por sinal. Também localizei no site da Quinny uma loja próxima a Orlando.
Novamente Obrigada a você, a Keka e ao Hugo.

Juliana Ferraz

Bom dia Hugo! Primeiramente parabéns pela iniciativa e pla clareza em que abordou um tema de interesse e dúvidas para nós gestantes!
Preciso que me ajude em alguns questionamentos:
a) Viajo dia 05/03 (terça feira) para Nova York e dia 11/03 (segunda feira) chego em Miami para compras do enxoval, lá ficando até dia 15/03 (sexta feira). Qual dia seria melhor fechar o pedido na Amazon.com para que chegue dentro do prazo em Miami, mas não tão antes, de modo a evitar de pagar taxa pelas caixas no hotel?
b) Recomendaria, neste caso, fazer um só pedido, usando o Prime, para chegar rápido e em menos volumes?
c) Quero comprar o carrinho Quinny Zapp Xtra, mas no site da Amazon só tem entrega por outras lojas e não pela Amazon.com? Recomendaria comprar na loja física mesmo por garantia? Qual o risco de não encontrar o modelo nas lojas físicas?
d) Vc acha que vale a pena comprar o suporte para carro de passeio do bebe conforto da Maxi Cosi? Achei mais pratico, mas já vi pessoalmente e acho ele muito incomodo de trazer. Vc usa seu bebe conforto Maxi Cosi no carro de passeio adaptado ao cinto de segurança ou comprou o suporte tb?
Desculpe a quantidade de perguntas!rs
Obrigada pela atenção! JUliana

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bom dia Juliana!! Vou tentar te ajudar.

a) Faça o pedido ainda em NYC, na sexta feira pela manha. Alguns pacotes podem chegar na segunda, a maioria deles na terça e se tiver algum atraso na quarta feira os retardatários serão entregues. Não se esqueça de optar pela entrega em 2 dias úteis.

b) Se o seu hotel em Miami cobrar algum valor por pacote recebido, compre tudo de uma vez só. Mas se ele não cobrar nada, faça pedidos com mais ou menos 15 itens cada, pois assim reduz qualquer chance de atraso.

c) Nesse caso acho melhor comprar em uma loja física mesmo. Quando estive lá realmente não vi muitos carrinhos da Quinny nas lojas. Minha dica é entrar no site da quinny (www.quinny.com) e localizar as lojas que vendem mais próximas do seu hotel. Se possível, mande um e-mail ou ligue via skype perguntando se eles tem o modelo que você quer e se teria como reservar.

d) Qual modelo da Maxi Cosi você está querendo? O modelo Mico já vem com o suporte para carro. Inclusive, acho que a maioria é assim. Eu também não sabia disso, mas quando estive nas lojas os vendedores me confirmaram e por isso não precisei comprar a base.
Para ter certeza, ainda em NYC vá numa loja e olhe o bebê conforto que você quer e pergunte para o vendedor se vem com a base para carro.
Mas se não vier, acho que vale a pena comprar a base separada, pois ela é muito prática, basta encaixar e pronto. Além de ser mais seguro, pois não precisa ficar ajustando o cinto toda vez.

Juliana Ferraz

Obrigada pelas informações Hugo!!! Devo fazer as compras pelo site Amazon em NYC, só resta saber como, pois estarei sem computador, só com meu iphone! No Brasil não tenho ninguém conhecido que possa ficar com este encargo. Será que consigo um cyber em NYC ou melhor seria fechar o pedido com o prazo de 03 a 05 dias? Que acha?
Muito obrigada pelos esclarecimentos em relação ao Maxi Cosi. O modelo que vi foi numa loja daqui do Brasil e a base vinha separa do que havia na loja. Mas vou prestar atenção nos modelos que estarão nos EUA e com certeza comprar com a base, pois além de mais segura (não gostei da demonstração de ficar apenas presa no cinto) é mais prática!!! Obrigada!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Juliana, grande parte dos hotéis em NYC tem algum computador que pode ser utilizado pelos hóspedes. Se por caso o seu hotel não tiver, uma opção é fazer a compra numa loja da apple. Só não se esqueça de fazer o logoff da conta da Amazon quando terminar.

Aqui no Brasil, na loja Bbtrends eu também vi um bebê conforto que tinha uma base para carro (enorme por sinal) que era vendida separadamente. Já nos EUA o modelo que comprei já veio com uma base mais compacta, que fica presa no cinto de segurança. O melhor é que você prende no cinto uma vez, de forma segura e testada, e depois é só colocar e tirar o bebê conforto.

monica
monicaPermalinkResponder

Hugo
Primeiramente obrigada pela lista pronta, segui rigorosamente....rs
Tira uma dúvida minha? eu comprei aquela almofada pra dar banho na banheira mas estou pensando como é que ela seca de um banho para o outro, como vcs fizeram?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Monica, depois do banho tire o excesso de água da almofada com as mãos e coloque ela em cima do varal de roupas. Com isso o resto da água vai escorrer e ela fica seca depois de um tempo.

E a cada 2 ou 3 semanas, coloque a almofada na máquina de lavar roupa, junto com as roupinha do bebê, que é bom para uma limpeza profunda.

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Hugo, mas a almofada para banho nao é mto grande para trazer na mala? ou dá para "amassa-la"?
** parabéns pelo post e pela atenção com que responde todos mesmo tanto tempo depois!! smile
obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Roberta. Muito obrigado. É um prazer poder ajudar.

Quanto à almofada, ela é um pouco grande sim. Ela cabe direitinho numa banheira de bebê (dessas tradicionais). Mas fica mais fácil trazer porque pode colocar as coisas em cima, amassar, apertar, que quando chegar em casa é só pegar que está novinha de novo.

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Obrigada, Hugo!

Angela
AngelaPermalinkResponder

Hugo boa tarde! Primeiramente, muito obrigada pelas dicas!! Ajudam e muito! Vc pode me tirar uma duvida quanto ao balancinho da Fisher Price... Ele parece ser enorme né???? A caixa e mto grande? Como vc trouxe? Ele desmonta? Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Angela. Ele é grande sim, mas já vem todo desmontado. No meu caso, peguei as partes e fui espalhando entre as malas e sacolas.

Para comprá-lo, precisa estar em pelo menos 2 pessoas, pois você consegue distribuir as partes entre as 4 malas/sacolas.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar