Enxoval de bebê nos EUA: 90 produtos indicados pelo Hugo

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Produtos da Amazon

O guia para enxoval de bebê em Miami e Nova York que o Hugo Medeiros bolou fez o maior sucesso. Os leitores adoraram conhecer sua alternativa esperta à cansativa maratona de compras nos outlets. O Hugo ensinou como garantir boa parte dos itens com antecedência pela Internet, para que você poupe tempo, faça boas compras e consiga curtir de verdade a viagem.

Agora, a pedidos dos tripulantes, o Hugo apresenta o enxoval completo que fez para o filho. Babá eletrônica, brinquedos, pomadas, banheira, carrinho... são quase cem produtos que ele avalia, um a um, com link direto para a Amazon. A lista está um capricho só! Vai pelo Hugo:

Texto | Hugo Medeiros

Atendendo a pedidos, elaborei uma lista com os produtos do enxoval que eu e minha esposa compramos. Não é minha intenção convencer do que é ou não útil para o seu bebê, mas apenas apresentar informações que podem ajudar nessa decisão, que é de cada casal. Analise suas necessidades, compare com os preços com os do Brasil e então escolha o que vale a pena comprar.

Os itens que indico como indispensáveis são aqueles que usamos muito (ex.: trocador portátil, banheira inflável) ou que são extremamente importantes em determinadas situações (ex. termômetro, pomada para assadura).

O que eu compraria de novo são produtos que em nossa opinião são muito bons, que facilitaram a nossa vida, mas que para nós não seriam absolutamente indispensáveis (ex. som do coração, canguru) ou então poderíamos comprar no Brasil (ex. lenços umedecidos, chupetas).

Os produtos que eu só compraria se tivesse espaço na mala são aqueles que no nosso caso não tiveram tanta relevância (ex. bolsa térmica, bomba para leite) ou que o tamanho/peso dificultam muito o transporte (ex. tapete de atividades, bebê conforto), justificando a aquisição no Brasil.

Por fim, eu não compraria os itens que praticamente não foram utilizados (ex. aquecedor de mamadeira).

Caso precisem de informação suplementar sobre algum item, basta perguntar.

Indispensáveis

Balança para mala: é excelente para ajudar a distribuir o peso entre as malas. Clique aqui.

Trocador portátil: muito útil, pois com ele protegemos o bebê, sem precisar levar a bolsa toda sempre. E naquelas horas em que se está na casa de alguém e vamos trocar uma fralda mais difícil, ainda colocamos em cima um trocador descartável, pois em caso de acidentes é só pegar e jogar fora. Clique aqui.

Banheira inflável: excelente para os banhos fora de casa e também em casa (banho mais divertido). Clique aqui.

Babador de plástico rígido: uma das melhores compras. A (maioria) da comida que o bebê não engole fica na bolsa embaixo, e depois de usar é só lavar e enxugar, o que é muito prático. Clique aqui.

Babá eletrônica: se tiver apenas som, será útil em casas muito grandes. Com vídeo dá para utilizar sempre, pois quando o bebê faz algum barulho você confere antes se precisa ou não ir lá. Clique aqui.

Bolsa: indispensável, e, na minha opinião vale pegar um modelo de tamanho médio, pois assim não falta nada importante e também evita de carregar muita tralha. Clique aqui.

Organizador de tarefas: adoramos, pois controlávamos os horários para troca de fralda, mamar, dormir. Ajuda muito a estruturar a rotina, principalmente nos primeiros meses, mas se os pais optarem pela livre demanda, não é tão útil. Clique aqui.

Almofada para banho: essencial, na nossa opinião. Eu e minha esposa demos banho no nosso filho desde a primeira vez, e o que facilitou muito foi essa almofada. Com ela não precisa nem virar o bebê para lavar as costas e ele fica o tempo todo apoiado. Minha esposa precisava só apoiar a cabeça. Clique aqui.

Esterilizador de mamadeiras: É um item grande, mas muito útil. Se possível, melhor comprar o que não utiliza o microondas, e liga direto na tomada. Clique aqui.

Balancinho: nosso filho simplesmente amou. Usamos todos os dias até os 9 meses. Era só colocar lá que ele curtia bastante e apagava. Para não “viciar” limitamos o uso a 2 vezes por dia. Pode ser que o seu filho não se adapte, mas se ele gostar como o nosso, terá sido o melhor investimento da viagem. Clique aqui.

Objeto de transição: escolhemos um cobertorzinho lindo que é um companheiro inseparável na hora de dormir até hoje. Temos 3 em casa. Enquanto um está em uso, os outros dois ficam guardados de reserva. Clique aqui.

Swaddle: para ajudar a dormir até os 4 meses nós sempre enrolamos nosso filho num “swaddle”. Ele ajuda a manter o sono do bebê, pois às vezes ele se assusta com os braços, mas com o swaddle isso não ocorre. Selecione o material (tecido ou flanela) de acordo com a época do ano e fique atento ao tamanho. Além disso, essa é uma das etapas para acalmar o bebê na técnica do 5 “s” (vídeo 1 e 2). Se forem tentar os 5 “s” comprem também o CD.

Termômetro: segurar um bebê para medir a temperatura é uma luta, então é obrigatório pegar um de testa ou ouvido, que faz a medição em poucos segundos. Nós gostamos mais do de testa.

Pomadas para assadura: já usamos a pomada da Mustela e a Triple Paste e gostamos muito. Temos uma Desitin roxa em casa, mas ainda não experimentamos. Minha dica é comprar pelo menos 2 opções. Para uso diário durante o dia, usamos a A+D, e para a noite a Desitin do pote azul.

Escorredor de mamadeira: para colocar chupetas, mamadeiras, colheres, etc., pois guardar esses itens junto com as vasilhas da casa não é aconselhável, por questões de higiene. Clique aqui.

Valem a pena, compraria de novo

Chupetas: O bebê pode não acostumar com uma determinada marca de chupeta, então o ideal é escolher uma marca e trazer apenas um par de 0-3 meses, um de 3-6 e um de 6-18. Nessa caso optamos pela Avent e deu tudo certo. Peguem também um ou dois pacotes de lenços antibactericidas para limpar a chupeta na rua.

Suporte acolchoado para carrinho e bebê conforto: se o bebê nascer pequeno, como foi o nosso caso (3 quilos), ajuda bastante, pois acomoda melhor e aquece. Clique aqui.

Alça para segurar chupeta e mordedor: mesmo que não use chupeta é prático para segurar os mordedores quando estiver passeando. Clique aqui.

Concha para os seios: vale a pena para formar o bico do seio antes do nascimento e para segurar o vazamento do leite depois. Clique aqui.

Mordedores: compensa pegar pelo menos uns 2 ou 3. Um dos mais tradicionais é a girafinha Vulli Sophie. Clique aqui.

Som do coração: quando nosso filho era recém-nascido o som do coração sempre ajudou na hora de dormir. Trata-se de um aparelho que tem os sons do batimento cardíaco gravado, e isso acalma muito o bebê pois imita o som do útero. Clique aqui.

Ovelhinha com sons da natureza: excelente também. Tem vários sons que acalmam o bebê na hora do sono, e ajudam a abafar eventuais barulhos da rua ou da casa. Clique aqui.

Colheres: um conjunto térmico, um de silicone e outro normal já são mais do que suficientes.

Lençol para berço: primeiro veja se o berço é do estilo “americano”. Se for, compensa pegar uns 4 ou 5. Clique aqui.

Saco de dormir: se nos primeiros 6 meses tiver algum período de inverno é bom comprar, pois o bebê fica aquecido – os cobertores são facilmente jogados para longe. Depois de 6 meses não recomendo porque é difícil eles aceitarem ficar com as pernas presas e movimentos limitados. Clique aqui.

Canguru: é prático, mas não utilizamos muito. Compensou porque pegamos um modelo mais barato. Clique aqui.

Produto que ajuda a desentupir o nariz: para ser utilizado no banho, a partir dos 3 meses. Tem um cheiro ótimo. Clique aqui.

Pads para os seios: se possível tragam uns 360 (média de utilização de 2 por dia durante 6 meses). Quando a mãe está amamentando é comum o leite vazar, e esses pads são finos e absorventes, não deixando marcas na roupa. Clique aqui.

Lenços umedecidos: o pacote é pesado e relativamente grande, mas são bem mais baratos do que no Brasil. O Pampers Sensitive Wipes é hipoalérgico, sem cheiro e sem álcool. Usamos no nosso filho a partir de 2 semanas e ele nunca teve qualquer alergia. Clique aqui.

Protetor para parte superior do berço: é ótimo para quando já ficam de pé, pois evita que machuquem os dentes e as gengivas na madeira ou comam lascas da tinta do berço. Clique aqui.

Babinhas: tragam algumas pequenas e algumas fraldas de pano. Clique aqui.

Pratos: Os modelos da Oxo, da Avent e da Skip Hop são bem legais. Compensa trazer pelo menos 2 opções.

Proteção para o banco do carro: principalmente para quem tem bancos de couro, esse protetor impede que o bebê conforto ou a cadeirinha danifiquem o banco. Clique aqui.

Lansinoh: ajuda a prevenir rachadura nos seios. Deve começar a ser usado alguns meses antes do parto. Clique aqui.

Mustela Bébé: excelentes produtos para o bebê. Compre pelo menos um kit. Os itens que mais usamos são o PhysiObebe (um a cada 5 meses) e o hidratante (1 a cada 7 meses). O shampoo em espuma durou 8 meses.

Mamadeiras: optamos pela Avent. O melhor é pegar um par de mamadeiras pequenas e três das grandes. Necessário também pelo menos um par de cada bico.

Copo de transição: um conjunto dos copos menores e dos intermediários, e um do novo modelo da Avent são mais do que suficientes.

Aquecedor de lenços umedecidos: só é vantajoso para os pais que resolverem usar os lenços no lugar do algodão. Nesse caso é interessante já que os lenços estão sempre quentinhos. Compre também um ou dois jogos da almofada que deixa os lenços sempre úmidos e higienizados. Clique aqui.

Escova e pente: tem vários modelos, mas um bem interessante é esse feito com cerdas naturais. Clique aqui.

Brinquedos: são inúmeras opções interessantes. O polvo, o pavão e o alce da Lamaze são lindos. O tocador de música da Baby Einstein é barato e interessante. O cavalo marinho da Fisher Price usamos até hoje na hora de colocar nosso filho para dormir. Os brinquedinhos de banho são ótimos. O cubo musical da Munchkin também vale a pena. O arco para bebê conforto sempre ajudou muito nos passeios.

Capa para amamentação: Para as mães que não gostam de amamentar em público, essa capa é bem prática. Clique aqui.

Cobertinhas: o modelo de puro algodão da Aden + Anais é caro, mas o material é muito confortável e o tamanho ótimo. Muito útil para épocas em que está começando a esfriar. Para temperaturas mais baixas essa opção da Carter’s é excelente.

Mochila com alça: depois que estão andando é muito útil colocar a mochila no bebê e prender a alça no pulso quando se sai para passear. Se a criança solta a mão e sai correndo não tem o risco de ir para o meio da rua, pois basta segurar. Clique aqui.

Creme para cabelo: ajuda a modelar o penteado e também hidrata o cabelo, além de ter um cheiro muito bom, nosso filho curte muito. Clique aqui.

CD: de todos os cds de música que já compramos, o Disney Baby Lullaby é de longe o mais bonito, vale a compra. Clique aqui.

Pomadas dia a dia: nós utilizamos a A+D durante o dia pois é mais fácil de aplicar. De noite colocamos uma dose generosa de Desitin pote azul, para proteger durante toda a noite. Em média um pote de A+D dura 4 meses e um de Desitin dura 6 meses. Tragam também um modelo bisnaga de cada para utilizar nos passeios e viagens.

Higiene oral: a escova de silicone ajuda bastante e é bom para iniciar desde cedo com a limpeza das gengivas, antes mesmo do nascimento dos dentinhos. Durante os passeios os lenços de limpeza são a opção ideal. Clique aqui.

Trocador: é grande e difícil de colocar na mala, mas você vai usar umas 7 ou 8 vezes por dia durante pelo menos 2 anos. Só tomem cuidado por causa do tamanho. É excelente para ser colocado em cima da cômoda, dando conforto e segurança para o bebê. Nesse caso comprem também umas 4 capas. Clique aqui.

Compraria novamente se tivesse espaço sobrando para trazer

Bolsa térmica para mamadeira: é bom para conservar produtos gelados durante os passeios/viagens. Clique aqui.

Bomba para leite: tem pessoas que usam muito e outras que não. Como a elétrica é bem cara, resolvemos pegar um modelo manual. Em nosso caso foi uma boa decisão pois minha esposa utilizou pouco.

Tapete de atividades: não é grande nem pesado, mas desajeitado e difícil de acomodar dentro da mala. Vejam antes se terá espaço para trazer. Nós utilizamos em torno de 20/30 minutos durante 3/4 meses já que nosso filho gostou, mas não amou. Clique aqui.

Bebê conforto: ocupa muito espaço. Recomendo adquirir apenas se depois de comprar todo o restante ainda tiver sobrado uma sacola para colocar. No Brasil temos boas opções disponíveis. Clique aqui.

Jogo de berço: é leve, mas volumoso. Só justifica se for bem mais barato do que no Brasil. Clique aqui.

Tapete de pelúcia: é uma delícia para colocar o bebê deitado no chão e para levar para a casa das avós. Nosso filho simplesmente adora. Clique aqui.

Vasilhas para leite e alimentos: são pequenos recipientes que facilitam na hora de guardar o leite materno ou separar a comida do bebê. Apesar de úteis, ocupam um espaço relativamente grande e podem ser facilmente substituídos por vasilhas aqui do Brasil mesmo. Clique aqui.

Carrinho: é bem mais barato do que no Brasil, mas é grande e muitas vezes pesado. Mesmo os modelos guarda-chuva podem ser problemáticos, pois a altura deles impede de colocar em algumas malas e sacolas. Acabamos pegando um Bugaboo Bee que é leve (8,5kg), coube dentro de uma sacola e é de fácil manuseio. O ideal é olhar antes em lojas físicas e só depois comprar. Clique aqui.

Não compraria de novo

Saquinho para fruta: legal, mas usamos pouco pois os dentinhos do nosso filho nasceram com 8 meses, então já dávamos a fruta direto. Não compraria se fosse hoje. Clique aqui.

Aspirador nasal: usamos muito pouco, mas já li relatos de pessoas que utilizaram bastante. Se fosse hoje, como não é tão barato, deixaria para comprar no Brasil só se precisasse. Clique aqui.

Escova para mamadeira: quase não usamos. É muito mais fácil usar a bucha. Clique aqui.

Colher com dispenser para papinha: a idéia é boa, mas nunca usamos. Nada melhor do que a dupla pratinho e colher normal. Clique aqui.

Aquecedor de mamadeira: nunca usamos, pois optamos por dar mamadeira à temperatura ambiente. Só compre se você decidir que vai aquecer a mamadeira e tiver certeza de que vai para algum lugar sem microondas ou fogão. Clique aqui.

Cadeirão de alimentação: eu não trouxe esse item e se fosse hoje não compraria também. Se você procurar, é possível encontrar no Brasil cadeirão pelo mesmo preço que nos EUA, ou no máximo 10 a 20% mais caro. Como é um item enorme e pesado, definitivamente não compensa, em minha opinião. Clique aqui.

Mais uma vez, muito obrigada, Hugo!

Leia mais:

372 comentários

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Hugo, compramos 2 objetos de transição. Meu filho está com 12 dias, já posso usá-lo? Vc usou desde quando? Fico com medo de haver risco de sufocamento...

Abraços e obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcos! Não coloque uma responsa dessas sobre o Hugo, não smile Consulte o pediatra.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Ok Bóia! Só gostaria de saber a partir de que idade ele começou a usar então. grin

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Marcos. Como a bóia disse, sempre que tiver uma dúvida sobre segurança, o ideal é perguntar para o pediatra mesmo. De qualquer forma, vou te passar a nossa experiência.

Nós colocamos o nosso filho para dormir com o "bubu" a partir do 4º/5º mês. Antes disso o ideal é não colocar nada dentro do berço. A partir dessa idade o pediatra já nos liberou.

No início o "bubu" ficava lá só de enfeite, mas com o tempo nosso rapazinho foi chegando perto, se acostumando, e agora são amigos inseparáveis. Tem 2 artigos, um da revista crescer e o outro da Abril que são muito bons:

http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI6417-15152,00.html

http://bebe.abril.com.br/materia/a-funcao-das-naninhas

Para você ter uma idéia de como o "bubu" faz parte da família, dá uma olhada aqui:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=696875513671685&set=a.696875247005045.1073741833.100000477296339&type=1&theater

Fabiana
FabianaPermalinkResponder

Olá Hugo, boa tarde.
Gostaria de saber de vocês fizeram seguro de viagem específico para grávidas, e caso tenha feito de qual empresa foi.
Grata
Fabiana

Hugo
HugoPermalinkResponder

Fabiana, pelo que sei não tem seguro específico para grávidas. No caso da minha esposa, contratamos um seguro com um bom limite (100 mil dólares) para assistência médica e hospitalar.

O importante é que o limite seja alto para vocês terem tranquilidade em qualquer situação.

Acredito que todos os bancos tenham esse seguro internacional. E olhe também na Assist-card (http://www.assist-card.com.br/Default.aspx) que é uma empresa muito tradicional no ramo.

Anita
AnitaPermalinkResponder

Olá Fabiana,

Eu pesquisei sobre seguros para grávida e há diferença entre os produtos. Os seguros "normais", como os do cartão de crédito que costumo utilizar, não cobrem complicações decorrentes da gestação.

Em junho fui para o México grávida e contratei o Assist Card, apesar de a cobertura total ser alta, a cobertura específica para a gestação era de apenas USD 10 mil. AInda bem que não precisei utilizá-lo!

Estou indo para a Florida em setembro e acabei de contratar o Value Gestante da Travel Ace, com cobertura bem maior, de USD 60 mil. Acho mais adequado.

Anita

Hugo
HugoPermalinkResponder

Ótimos esclarecimentos Anita. Obrigado.

Anita
AnitaPermalinkResponder

De nada, Hugo, eu que agradeço toda sua disponibilidade e paciência. Seus posts e esclarecimentos me ajudaram muito a montar o enxoval da Catarina!

Gugga Pessôa
Gugga PessôaPermalinkResponder

Olá Hugo,
comprei recentemente o Bugaboo Bee e o Maxi Cosi Prezi e não estamos sabendo desconectar. Para encaixar o car seat no adaptador já no carrinho é fácil, o problema é na hora de tirar. Sabe como fazer? Já assistimos vários videos e nenhum nos mostra com exatidaão como fazer e nem o manual do Prezi.
Abraços
Gugga

Hugo
HugoPermalinkResponder

Gugga, eu conferi no site da bugaboo, e o único Maxi Cosi compatível com o bugaboo bee é o Mico.

http://www.amazon.com/Maxi-Cosi-Mico-Infant-Total-Black/dp/B004GJYU48/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1377519946&sr=8-1&keywords=maxi+cosi+mico

O Prezi não é adequado para o adaptador, por isso vocês estão tendo dificuldade em retirá-lo.

Macrobaby Orlando - Um paraíso para seu enxoval - Em Orlando

[...] que essa viagem vale a pena? Se você está com essa ou outras dúvidas você pode dar uma lida neste link que dá várias dicas para você se programar para fazer o seu enxoval sem prejudicar o seu bebê e [...]

Hugo
HugoPermalinkResponder

Obrigado Macrobaby.

Gaby
GabyPermalinkResponder

Oi Hugo, estamos seguindo a risca a SANTA lista...vocês tem sugestão de carrinho e bebe conforto?

abs

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Gaby, o carrinho vai depender muito das suas necessidades. De nada adianta você comprar um carrinho enorme, com rodas grandes, que não cabe no porta malas do seu carro.

Faça o seguinte. Primeiro veja se você irá utilizar o carrinho mais perto de casa ou se irá transportá-lo muito no carro. Se usar perto de casa pode ser um carrinho maior e mais pesado (mas que entre no porta malas do seu carro). Caso contrário, opte por modelos mais leves e compactos.

Se você for utilizar em caminhadas por passeios e lugares asfaltados, os carrinhos menores (com rodas pequenas) irão te atender. Caso queira fazer jogging, andar na areia, na grama, etc. irá precisar de um carrinho maior (com rodas grandes).

Nós optamos pelo Bugaboo bee, que é relativamente compacto, leve (8,5kg), confortável e anda bem em passeios e lugares asfaltados. Mas tem muitas opções no mercado. Olhamos também o Quinny, mas achamos ele muito grande e pesado, e por isso não gostamos.

Já o bebê conforto você deve olhar depois, para preferencialmente pegar um modelo que encaixe no seu carrinho.

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Oie!

Optei por um Bugaboo Bee também e AMEI.
Tenho o modelo com os tecidos pretos e o carrinho está na caixa!!

Interessados: mairavasques@gmail.com

Obrigada smile

Cybele
CybelePermalinkResponder

Oi Hugo!

Escrevo para te agradecer muito! Suas dicas foram preciosas; não pude viajar por gravidez de risco, meus pais foram, mas mandei entregar tudo, com exceção das roupinhas.
Valeu muito a pena! Como fiquei de repouso, pude pesquisar bastante. Comprei quase tudo pela Amazon e usei o Baby Registry, portanto comprei tudo com 10% desconto. Usei o Prime e não paguei frete e ainda não paguei taxa pq meus pais estão em Ft Lauderdale e acho que na Flórida a Amazon não cobra taxa..
Quanto ao baby registry foi super fácil, é só colocar tudo nessa lista, ao invés da wish list, só que o desconto é dado só uma vez, portanto tem que comprar tudo junto. Ah e tem que colocar tudo nesse baby registry 15 dias antes de efetuar a compra para ganhar os 10%. Só entram nesse desconto as coisas sold and shipped pela Amazon. Agradeço a Luciana tb, pela dica maravilhosa do baby registry.
Algumas coisas comprei no Target, como pomadas de assadura, mais barato que amazon e algumas coisas na babyrus. Na Target e na Babyrus tb não paga frete a partir de U$75. Pesquisei tudo nos 3 lugares e é incrivel como a Amazon tem preço muito melhor em quase tudo. Se não puder pesquisar muito, pode comprar tudo na amazon de olhos fechados.
Me cadastrei em todas essas lojas de bebê para receber emails e recomendo. Na babyrus me avisaram por email de uma mega promoção e comprei até algumas roupinhas da Disney, pq não resisti e estavam muito baratas. Ao final, descobri que, em cima daquele preço ainda tinha 40% desconto. As roupas chegaram e são lindas.
Não consigo imaginar meus pais comprando tudo lá. Na verdade, não consigo imaginar uma gravida fazendo isso também. A compra das roupinhas foi trabalhosa, mas agradável e eles aproveitarem totalmente a viagem.
Seu post é fantástico por isso. Pelo que vi sai muito mais barato, mais fácil, não se carrega peso da loja até o hotel, enfim, uma maravilha!
Sem duvidas, se tiver outro filho e puder viajar, ainda assim só vou comprar as roupinhas lá. O restante, mando entregar tudo.
Bjs, muito obrigada mesmo e muita saúde para vc e toda sua família
Cybele

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Cybele. Estou muito feliz em saber que tudo deu certo.

O ideal é como você disse, comprar o que precisa, mas sem deixar de aproveitar a viagem.

E o melhor de tudo é que mesmo você não indo, conseguiu curtir cada momento, e tudo saiu como você sonhou. Imagino sua alegria quando seus pais chegaram.

Muitas felicidades para você e sua família.

Camila Spricigo

Olá Hugo!!!! Suas dicas são maravilhosas! Só não ficou claro para mim, se posso comprar tudo pelo site e pedir para entregar aqui no Brasil mesmo. Posso? Chega aqui??? Você sabe me dizer se cobram taxas e se demora muito para chegar????
Há, e se não for pedir demais, poderia me indicar outros sites pelos quais eu possa comprar e receber aqui no Brasil mesmo?!
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Não dá para pedir para entregar no Brasil. Você pagaria um imposto brutal, comprando pelo site que for. Sai mais barato comprar no Brasil.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Hugo, fiz as compras no amazon para entregar no hotel que minha sogra esta em Miami, só que ela vai embora hoje as 11:00 e um pacote com 30 itens esta previsto para chegar até o final do dia! Ja fiz o rastreio pela Ups, antecipamos a entrega para ontem e nao deu certo!! O que fazer???
Ahh tenho parentes que estão em Orlando, tenho como redirecionar??? Ou alguma outra solução???
Grata!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raquel! Se o pacote já saiu da Amazon, não há o que fazer. Sua sogra deve dar uma caixinha para o recepcionista reenviar para Orlando ou deixar uma autorização para os parentes que estão em Orlando vir pegar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Raquel, é isso mesmo que a Bóia disse. No seu lugar, eu dava uma gorjeta para a recepcionista receber a encomenda e reenvia-la para Orlando. Mas lembre-se que esse tipo de coisa sempre envolve algum risco, porque, apesar de não ser comum por lá, se a recepcionista resolver pegar o dinheiro e não enviar, ou se enviar e o produto não chegar, não tem como você reclamar.

Outra opção seria pedir para recusarem o recebimento da caixa, de maneira que ela fosse devolvida para a Amazon. Novamente deixe uma gorjeta com a pessoa responsável por receber os pacotes, e pegue o e-mail e o telefone do chefe do setor, porque se a caixa chegar a ser recebida você pode entrar em contato e solicitar que seja entregue para a UPS. E em seguida você compraria tudo de novo e pediria para entregar em Orlando.

Silvia
SilviaPermalinkResponder

Oi Hugo!
Tuas dicas sobre as compras estão muito boas, parabéns!
Eu adoro coisas práticas e decidi pelo Bugaboo bee também, só quería um feedback teu se ele vale mesmo a pena e se vocês compraram algum acessório (tipo o bugaboo bee baby cocoon) e se vale a pena comprar acessórios para ele..
Ah, também quería saber quantos cremes de estria e para fissuras na mama vocês compraram, pq não tenho a menor idéia da quantidade...
Super obrigada pela tua paciência, muitas mães e pais te agradecem

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Silvia. O único acessório que compramos foi o adaptador para utilizar o bebê conforto Maxi Cosi no Bugaboo.

O cocoon não compramos e se fosse hoje também não compraria. Quando o meu filho era pequeno ele saia sempre no bebê conforto mesmo e sempre foi tranquilo.

Quanto aos cremes, nós compramos 2 Lansinoh (40g), 2 Mustela contra estrias e 1 mustela pós parto:

http://www.amazon.com/Lansinoh-Lanolin-Breastfeeding-Mothers-Grams/dp/B005MI648C/ref=sr_1_1?s=hpc&ie=UTF8&qid=1379453683&sr=1-1&keywords=lansinoh

http://www.amazon.com/gp/product/B002B46H6Y/ref=oh_details_o00_s01_i02?ie=UTF8&psc=1

http://www.amazon.com/gp/product/B000P52X0K/ref=wms_ohs_product?ie=UTF8&psc=1

Veja que o Lansinoh (para os seios) e o Mustela (para estrias) devem começar a ser aplicados alguns meses antes do parto. Confira nas bulas.

Essas quantidades foram suficientes para minha esposa. O único que ficou bem a conta mesmo foi o Mustela para estrias.

Camila  Brienze Martinetto

Olá Hugo, adorei as dicas! Preciso de uma opinião sua, em janeiro estaremos (eu e marido) indo a Miami fazer enxoval do bebê, estarei com 05 meses, a minha dúvida é em relação a hospedagem, alugaremos um carro. Onde é melhor ficar para compras? Próximo do aeroporto? Já que as diárias são mais baixas? Durante a noite, há restaurantes ao redor? Ou é necessário bater roda procurando restaurantes mais ao centro? Como iremos em janeiro (inverno), não sei se é interessante ficar ao redor south beach. O que você acha? Estamos pensando em ficar 08 dias para compras, pretendo comprar tudo pessoalmente, é um período bom? Muito obrigada. Camila.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Camila, ficando perto do aeroporto você sempre vai acabar comendo no hotel mesmo ou saindo de carro para ir em algum restaurante.

Se fosse eu, ficaria uns 2 ou 3 dias próximo a um outlet como o Dolphin Mall ou o Sawgrass e faria todas as compras. Depois iria para um hotel em South Beach e curtiria um bom descanso, com bons passeios a beira mar, entrando nas lojas sem compromisso, almoçando e jantando com calma.

Mas se conseguir um hotel em South Beach que lhe permita ficar lá todo o período, melhor ainda. Fique atento apenas ao estacionamento, que normalmente é cobrado a parte.

Imagine que essa talvez seja sua última viagem por um bom tempo, então compre o que precisa, mas aproveite bastante para passear e descansar. E em Miami, o melhor para fazer isso é South Beach mesmo.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Querido Hugo,

Fomos para Orlando em agosto, deu tudo certo e usamos muitas dicas suas!!! Obrigada.

Agora estamos procurando berço certificado pelo Inmetro aqui em São Paulo. Já olhei dezenas de lojas, mas até agora nada...Você teria alguma sugestão?

Abraços,

Rosa

Hugo
HugoPermalinkResponder

Rosa, acho que vai ser difícil, pois quando comprei o berço do meu filho também pesquisei e não encontrei nenhum selo, mesmo nas lojas mais tradicionais aqui de Belo Horizonte.

Minha dica é ir somente em lojas que já atuam no segmento a muito tempo, e você mesmo fazer a "certificação". Abaixo tem um teste do Inmetro onde constam as características necessárias para que o berço seja seguro:

http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/berco.pdf

Analise a distâncias entre as barras, a distância entre as tábuas do estrado, a existência de quinas com pontas, force um pouco as barras para ver como elas se comportam, etc.

Esse teste é de 2007, mas para você ter uma ideia, segue abaixo o nome das marcas avaliadas:

Marca A: Atual
Marca B: Bartira
Marca C: Bonatto
Marca D:Carolina
Marca E: Chicco
Marca F: D´Itália
Marca G: Divicar
Marca H: Inapram
Marca I: Premiatta
Marca J: Santos Andirá
Marca K: Tok & Stok.

Algumas questões como manual de instruções até podem ser aceitas, mas outras, como a distâncias das barras, são essenciais.

Maura
MauraPermalinkResponder

Rosa,
A Per Bambini em São Paulo tem berços com selo do Inmetro. E são lindos! Comprei os meus lá!
Boa sorte!
Maura

mimi
mimiPermalinkResponder

Hugo parabéns pelo post super completo.Estou indo a Miami e gostaria de saber onde encontro os produtos da Aden +Anais, ou é somente pela Amazon,abs Mimi.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mimi, muito obrigado.

Os produtos da Aden + Anais são um pouco mais caros, mas a qualidade é impressionante. As cobertinhas que compramos dessa marca são super macias e resistentes.

Em Miami existem várias lojas que vendem os produtos. Acesse o link abaixo, digite o zip code do hotel em que você irá se hospedar e veja qual a mais próxima:

http://www.adenandanais.com/about/storelocator.aspx

mimi
mimiPermalinkResponder

Muito obrigado Hugo pelo rápido retorno.Sou vovó na verdade,e como a minha filha que é médica e sem tempo para nada,
estou organizando tudo pois só ficaremos 5 DIAS em Miami, preciso otimizar nossa viagem,um forte abraco,e mais uma vez parabéns pelo brilhante post,Mimi.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Minha mãe fala que ser avó é ainda melhor do que ser mãe, pois você pode aproveitar sem ter as preocupações que os pais tem. Boa sorte nas compras, e se precisar de mais alguma informação, é só falar.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Obrigada Hugo!

Já li o relatório do Inmetro e o negócio é realmente conferir os itens.

Penso também em comprar um mini berço para os primeiros meses e vou fazer o mesmo, além de seguir o bom senso.

Obrigada!

Rosa

Maria Eduarda
Maria EduardaPermalinkResponder

Hugo,
Verifiquei que vocês compraram o balancinho, mas vocês compraram também o bouncer e o tapete?

Obg, Duda

Hugo
HugoPermalinkResponder

Maria, nós compramos só o balancinho e o tapete de atividades.

Uma amiga nossa nos emprestou o bouncer.

Na prática cada criança tem um gosto diferente, mas o nosso filho usou muito o balancinho. Praticamente todo dia até os 9 meses de idade.

O tapete ele já não usou tanto, pois ficava uns 20 minutos e já perdia a paciência. Então acabou não usando tanto.

Já o bouncer ele também não agradou muito, e usou pouco.

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Usei essa lista e me ajudou MUITO mesmo. Super recomendo!

Fiz uma compra duplicada sem querer do carrinho e agora preciso vendê-lo smile

Optei por um Bugaboo Bee também e AMEI.
Tenho o modelo com os tecidos pretos e o carrinho está na caixa!!

Interessados: mairavasques@gmail.com

Obrigada smile

Aline
AlinePermalinkResponder

Olá Hugo!

Estou impressionada com o capricho da sua lista... Parabéns e muito obrigada! Moro nos EUA e pretendo encomendar o bebê assim que voltar para o Brasil. Então, só por isso, vou segui-la com algumas reservas já que ainda não sei o sexo nem a época do ano que irá nascer. Você sabe me dizer se o prazo de validade dos produtos como pomada e cremes contra estria, possui uma duração razoável?

Abs e obrigada mais uma vez!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Aline, fico feliz em ajudar. Para você, que já mora nos EUA, fica bem mais fácil, pois pode ir comprando aos poucos e não terá problemas na alfândega.

Olhei lá em casa ontem, e a validade é em torno de uns 2/3 anos. Mas algo que influencia muito isso é a data de fabricação. Como a Amazon adquiri produtos em grande quantidade, já recebi itens que tinham sido produzidos 8, 10 meses antes. Outros, eram bem novos. E isso acaba influenciando diretamente na validade, porque um item mais antigo já chega com uma validade menor.

Minha dica é comprar esses produtos em lojas físicas, e tentar pegar lotes fabricados recentemente, pois com isso você terá os 2/3 anos de validade para usar.

Outra coisa, dependendo de quando você ficar grávida, tem o exame de sexagem fetal que permite saber o sexo do bebê a partir de 8 semanas de gravidez. Antes disso também é possível fazer o exame, mas o índice de acerto (principalmente para meninas) reduz bastante.

Aline
AlinePermalinkResponder

Oi Hugo! Obrigadíssimo mais uma vez! Farei isso... A propósito, adorei a dica do exame de sexagem fetal. Abs!

Fabiola
FabiolaPermalinkResponder

Oi Hugo, estou amando suas dicas.

Vou para NY em Novembro fazer o enxoval do meu príncipe, estarei com 6 meses. Para facilitar ja vou escolher as coisas com antecedência e mandar entregar no hotel.

Minha duvida é a seguinte: minha sogra chegou hoje em Orlando. Para aproveitar a viagem dela e eu trazer menos coisas, pedi para que trazesse o carrinho (Quinny Moodd, $700), acontece que ela está neurótica por causa da alfândega e queria declarar o carrinho. Vc acha que tem necessidade? Qual a melhor forma de traze-lo, dentro da mala ou só na bolsa dele? Nem pedi as coisas dele pra nao fazer mais volume.

Agradeço a ajuda smile

Abs

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bom dia Fabiola. No caso da alfandega é questão de sorte. Pode ser que ela passe sem problemas, como podem escolhe-la para uma revista geral.

Se o carrinho estiver na caixa chama mais atenção, mas por outro lado é muito mais fácil trazer na caixa do que desembalar tudo e acomodar dentro de sacolas/caixas. Veja o nível de paciência e tempo dela para isso. Digo isso porque se você pedir para desembalar e ela não conseguir acomodar nas sacolas/malas, certamente ficará estressada, e ainda terá dificuldades em acomodar tudo de volta na caixa (a gente nunca consegue fazer igual).

Uma questão importante é que o seu carrinho está apenas 200 dólares acima da cota. Então, se ela não estiver trazendo nada mais, você vai pagar apenas 100 dólares de imposto, que é um preço baixo diante do que você vai ter que ouvir se ela for pega pela alfândega.

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Temos um nene de um ano e tres meses e estamos com outro a caminho (eles terao um ano e oito meses de diferença).
Vimos no site da Amazon umas opções de "carrinhos" para acoplar em um carrinho de nene. Uma delas é um banquinho com duas rodas com um gancho para acoplar no carrinho o que possibilitaria à mãe andar com os dois bebes sozinha. Há os carrinhos que são presos um no outro que também permitem à mãe empurrá-lo sozinha.
Gostaría de saber se alguém já usou ou tem usado estas opções, se acham práticas e realmente úteis e se cabem no porta malas rsrsrs. Eu pergunto porque as empresas inventam muitas coisas e parte delas quando compramos descobrimos que são "micos" ......
Muito obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Miriam. Eu vi desses carrinhos duplos nas lojas e eles são bem grandes. No seu lugar, eu só compraria se eu andasse muito a pé com as crianças.

A base que você comendou é algum assim, certo:

http://www.amazon.com/Bugaboo-85500WB01-Stroller-Wheel-Board/dp/B002VDY352/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1382965914&sr=8-1&keywords=bugaboo+wheeled+board

Eu acho que é algo mais prático, e com ela o bebê mais novo vai sentado e o mais velho em pé. E o melhor é que o carrinho não muda.

Você deve considerar também que o seu filho mais velho, com 1 ano e 8 meses, estará andando muito bem. Meu filho está hoje com 2 anos e 2 meses, e já vai conosco a pé para todos os lugares. Só utilizamos o carrinho quando estamos com muita pressa.

Para questão de segurança, você também pode colocar o mais novo no carrinho e uma mochila de segurança no mais velho. Assim, mesmo que você se distraia, ele não conseguirá ir longe, já que a alça estará presa no seu pulso, e qualquer movimento você já nota:

http://www.amazon.com/Jeep-90214R-Backpack-Harness-Puppy/dp/B002T44LZU/ref=pd_bxgy_ba_text_y

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Ola Hugo,

Em suas dicas você indica o bebê conforto da maxi cosi, mas nao seria melhor um que pudesse ser utilizado por mais tempo, ja que esse comporta um bebê ate 22lbs?

Por exemplo, existe um da graco q pode ser utilizado ate 100 lbs
http://www.amazon.com/Graco-Nautilus-Car-Seat-Matrix/dp/B0011URFRE/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1382907061&sr=8-1&keywords=graco+seat+car

So nao consegui saber se ele é adaptavel ao cameleon 3.

obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Fernanda. Essas cadeirinhas que servem tanto para bebês como para crianças maiores acabam ficando mais baratas, porque você precisará comprar apenas um item, mas é preciso lembrar de alguns detalhes.

Para recém nascidos ela não será tão confortável como um bebê conforto.

Se o bebê dormir, você não conseguirá tirar a cadeira e levá-la, algo que você faz facilmente com o bebê conforto. E se o seu filho for difícil de dormir com o meu, a última coisa que você vai querer é acordá-lo.

Ela não pode ser adaptada nos carrinhos, o que pode ser feito com alguns bebês conforto. Pelo que vi rapidamente no Camaleon, ele só possui adaptadores para bebê conforto mesmo.

Mas esses "perrengues" duram uns 10 meses, porque a partir daí você já passaria para o cadeirão, e nesse momento os modelos passam a ser muito similares.

Erica
EricaPermalinkResponder

Oi Hugo! Em 1ºlugar obrigada por dividir sua experiência conosco, este site têm me salvado! Vou comprar o bogaboo bee e o bebê conforto, porém, estou um pouco confusa: o Maxi-cosi mico infant e o Maxi-cosi mico AP infant são os mesmos? Não sei o que significa este AP. O AP vem com a base para o carro e é mais barato. Estou com medo de comprar errado e não entrar no carrinho.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Erica, o Maxi Cosi Mico AP é uma evolução do Maxi Cosi Mico original. Pelo que vi no site, ele agrega maior tecnologia para proteção do bebê.

Quanto à utilização do AP no Bugaboo Bee, o site da bugaboo faz referência apenas ao Mico. Pessoalmente acredito que o adaptador possa ser utilizado tanto o Mico original como o AP, já que aquela parte circular que fica na base da alça é idêntica em ambos, e é ela que encaixa no adaptador.

No entanto, para ter certeza você tem duas opções. Ligar ou mandar e-mail para a Bugaboo e para a Maxi Cosi, questionando se o adaptador serve também para o modelo AP.

Se não tiver resposta, você ainda pode ir numa loja física, pegar o adaptador e ver se ele encaixa no AP.

Erica
EricaPermalinkResponder

Ok Hugo, entendi, vou fazer isso. Muito Obrigada pela ajuda! O seu post é excelente e tem nos ajudado muito. Valeu!

jamille
jamillePermalinkResponder

Hugo parabéns pela lista, maravilhosa!!
Me fala umas coisas..
VocÊs contrataram personal shopper? Tipo mommys concierge?
Quantos dias vocÊs levaram para fazer as compras?
Quanto,ém média vocÊs gastaram no enxoval?
Grata.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Boa tarde Jamille. Eu e minha esposa não contratamos ninguém. Foi tudo por nossa conta, desde a pesquisa até as compras.

Praticamente tudo nós compramos na Amazon, que entregou direto no hotel. Só tivemos o trabalho de desembalar e colocar nas malas.

Aproximadamente 85% das roupas e alguns poucos itens compramos pessoalmente. Num ritmo tranquilo dá para fazer tudo em 3 manhãs, sendo a última só para fazer um balanço geral.

Mas se optar por comprar todos os produtos pessoalmente, então pode colocar 1 semana de correria.

Realmente não lembro dos gastos. Mas na época compramos um pouco além do necessário porque o dólar estava a R$1,60 e o IOF ainda era de 2,35%.

Aline
AlinePermalinkResponder

Ola Hugo, meu marido está voltando do Havai com o carrinho quinny buzz e cadeirinha maxi
Cozi mico ap. As caixas são enormes, e estamos
Na duvida de como traze-las. Tem alguma sugestão?
Pensamos em declarar ambos que no total deu 600$.
Se declararmos será q
Precisamos esconder as caixas ou trazemos nas caixas mesmo?
Obrigada e parabéns pela lista e dicas tão atenciosas!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Aline, primeiro veja na Cia aérea se ela aceita despachar caixas. Algumas empresas, em determinados aeroportos, não admitem.

Se puder despachar as caixas, aí fica a critério do seu marido, o que for mais cômodo para ele. Declarando então, não tem problema mesmo em trazer na caixa.

Se fosse tentar passar sem declarar, aí sim seria interessante colocar numa sacola, porque chama um pouco menos de atenção.

Aline
AlinePermalinkResponder

Ola Hugo, meu marido está voltando do Havai com o carrinho quinny buzz e cadeirinha maxi
Cozi mico ap. As caixas são enormes, e estamos
Na duvida de como traze-las. Tem alguma sugestão?
Pensamos em declarar ambos que no total deu 600$.
Se declararmos será q
Precisamos esconder as caixas ou trazemos nas caixas mesmo?
Obrigada e parabéns pela lista e dicas tão atenciosas!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Aline. Como a caixa de comentários estava fechada, você provavelmente já voltou. De qualquer forma, fica abaixo minha sugestão para o seu caso.

O melhor mesmo é trazer na caixa. É sempre mais seguro e evita danos. No entanto, algumas Cias aéreas não despacham caixas, confira com a sua. Além disso, normalmente a caixa é maior do que as medidas máximas admitidas. Veja quanto a Cia cobra por esse excesso. Se o valor for muito alto, talvez valha a pena transferir para uma sacola. Mesmo a sacola sendo grande também, ela normalmente aparenta ser menor do que uma caixa.

Se vocês declararem, podem, e devem, deixar bem a mostra, já que a receita pode querer ver. Lembrem apenas que mesmo declarando o carrinho e o bebê conforto a Receita pode querer revistar o restante da bagagem.

Ingrid
IngridPermalinkResponder

Voltei ontem de NY pelo galeão. Meu voo atrasou e cheguei as 9h da manhã. Fui fazer enxoval de bebe. Trouxe 1 carrinho quinny mood desmontado em duas malas e o bebe conforto na caixa, na qual coloquei todas as roupinhas de bebe. Ainda compramos, eu e meu marido, 2 notebooks e muitas roupas para nós. Não declaramos e passamos ilesos. Eu estava com duas malas, a caixa do bebe conforto e 1 mala de mão. Meu marido estava com duas malas e 1 de mão. Pelo que percebi, eles estavam parando pessoas com 4 volumes ou mais (excluindo a mala de mão). Quando a caixa do carrinho chegou no hotel, fiquei desesperada com o tamanho. Não achei legal colocar em sacola porque quase não teria proteção, então preferimos colocar a base do carrinho em 1 mala e ao redor roupas e outros itens. E em outra mala, o assento do carrinho com as rodas, tb cercando com roupas e tudo mais. Deu super certo. Ficamos com medo porque a caixa do bebe conforto ultrapassava em 4cm as medidas permitas pela tam (como volume extra), mas no aeroporto, não mediram nem pesaram a caixa. Bem, tudo depende de sorte, mas fazer de tudo para chamar pouca atenção é uma boa estratégia. Espero ter ajudado.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que ótimo que deu tudo certo com vocês Ingrid. É uma alívio chegar em casa com tudo que compramos.

Julia
JuliaPermalinkResponder

Oii! Li sobre o tapete de atividades, e estou na dúvida quanto a mala. Vc conseguiu que coubesse?
Estou na dpuvida agora se fecho a compra ou não.
Obrigada desde já.

Ingrid
IngridPermalinkResponder

Oi Julia, o tapete de atividades é bem fácil de trazer. A principio, quando a gente vê o tamanho, se assusta. Mas é só tirar toda a parte de papelão e distribuir as peças (ele vem desmontado) nas malas. É bem tranquilo.

Bianca Araujo
Bianca AraujoPermalinkResponder

Hugo,
Nossa parabens por esse artigo com ess super dicas.
Eu, Bia Araujo, sou personal nessa area de enxoval de bebe nos EUA e gosto de indicar esse seu artigo para as futuras mamaes e minhas clientes.
Que talento vc tem para escrever!
Abraco,
Bia Araujo

Hugo
HugoPermalinkResponder

Obrigado Bianca. Na época eu e minha esposa pesquisamos muito. E depois que o nosso filho nasceu tivemos a oportunidade de colocar tudo em prática.

Mas para quem não tem muita experiência, é uma ótima contratar um personal como você. Viajar para fazer comprar é bom, mas o melhor mesmo, e comprar tudo rápido e poder curtir umas boas férias.

bia
biaPermalinkResponder

Oi Hugo,
Amei suas dicas. estão me ajudando muiiiito! Parabéns!
Tbém vou comprar o Bugaboo Bee. Quais itens eu preciso comprar p esse carrinho?
Obrigada,
Bia

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Bia. O Bugaboo Bee já vem com a estrutura, a capota (que você escolhe a cor) e a capa de chuva.

Se você tiver um bebê conforto compatível (por exemplo, Maxi Cosi Mico) precisará também comprar o adaptador que permite instala-lo diretamente na estrutura do Bugaboo.

Os demais acessórios são bem caros. Mas um que eu acho interessante é o cocoon, que transforma o carrinho numa espécie de moisés:

http://www.amazon.com/Bugaboo-Baby-Cocoon-Light-Black/dp/B005SAS56S/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1392372715&sr=8-1&keywords=bugaboo+baby+cocoon

No meu caso achei muito caro, e preferi utilizar só o bebê conforto mesmo, por isso não comprei o cocoon, mas fica a dica.

Outro item bacana, e que nem precisa ser da própria bugaboo, é a tela de mosquito:

http://www.amazon.com/Jeep-Netting-Stroller-Infant-Carrier/dp/B001IYD6VM/ref=sr_1_5?ie=UTF8&qid=1392372885&sr=8-5&keywords=stroller+insect

Ela é baratinha, e num sítio, praia ou na época do calor ajuda a manter os pernilongos afastados.

Por fim, na minha época comprei também esses ganchos, que são fixados na barra e auxiliam na hora de pendurar uma sacola:

http://www.amazon.com/Hook-Stroll-Stroller-Accessory-Black/dp/B00158DS0U/ref=sr_1_6?ie=UTF8&qid=1392372937&sr=8-6&keywords=stroller+hang

bia
biaPermalinkResponder

Muiiiiito Obrigada!
Suas dicas estão me ajudando muito
Obrigada!
Abraços,
Bia

Compre nos sites americanos e receba no Brasil!!! | Um olhar Dany

[...] aqui foi um dos posts mais completo que eu encontrei sobre Enxoval nos Estados Unidos e o mais legal eh [...]

Catia Guedes
Catia GuedesPermalinkResponder

Hugo,

Só queria te agradecer a gentileza e paciência em compartilhar conosco sua experiência, com tantos detalhes, todos tão preciosos! Sua lista foi de muita utilidade, pois serviu de orientação para gerar uma lista de compras, que meu marido resolveu plenamente sozinho (não pude viajar, que pena...) e ainda fez com que ele ainda ficasse antenado sobre outros itens, que por vezes nem tínhamos colocado na lista, mas que lemos a respeito no seu post e comentários!
E mesmo agora, com seu bebê já tão grandinho, vc ainda se dispor a continuar passando informações de forma tão completa! Vc é demais!
Agora meus bebês (gêmeos) já estão com 8 meses, já pude verificar na prática a utilidade de alguns itens, e não pude deixar de passar aqui para agradecer a vc e a todos que fizeram comentários tão necessários para ajudar àqueles que como eu, tínhamos tantas dúvidas! Muito obrigada, mesmo!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Catia. Eu é que agradeço pelas belíssimas palavras.

Eu lembro como foi demorado e difícil elaborar a lista de enxoval do meu filho, ainda mais que nem eu nem minha esposa tínhamos qualquer experiência. Por isso fico muito feliz em poder vir aqui e ajudar as pessoas, que estão passando por essa fase que é tão agradável.

Desejo tudo de bom para você e sua família. Imagino a correria que não deve ser com gêmeos em casa. Mas se a bagunça é em dobro, as alegrias devem ser em quádruplo.

Gabi
GabiPermalinkResponder

Olá Hugo! Adorei as tuas dicas! Mas ainda tenho algumas duvidas!
Estou indo para EUA agora, vou para Miami, Orlando e NYC. Pretendo fazer o meu enxoval na amazon ( mais ou menos de acordo com as tuas dicas). Minha duvida é o que voce declarou e de que forma trouxe o carrinho e o bebe conforto? O carrinho que pretendo trazer é uma da jeep, mas não tenho ideia do tamanho dele desmontado... e os itens como baba eletronica, termometro... vc declarou? Vc fez tudo da amazon em uma mesma NF? Vc acha que vale a pena trazer na carrinho e bebe conforto em mala ou caixa? Minha companhia é AA.
Aguardo o teu retorno!
Abs
Gabi

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Gabi. Eu e minha esposa não declaramos, fomos parados pela Receita e pagamos o imposto que nos foi exigido. A opção por declarar, ou não, é muito pessoal, mas é bom ter algumas informações para que você tenha uma decisão consciente.

Primeiro, se não declarar e for parada, terá que pagar 50% de multa sobre o valor do imposto.

Segundo, mesmo declarando a Receita pode abrir suas malas e se encontrar mais algum produto pode cobrar imposto sobre esse item também.

E, terceiro, se você apresentar as notas fiscais, eles vão cobrar o imposto sobre o valor da nota, mas se não apresentar, eles tem que fazer uma busca e descobrir quanto vale cada produto. Alguns fiscais, por comodidade, apenas colocam "itens de bebê" ou "enxoval de bebê" o que não é correto. Caso façam isso, você pode pagar o imposto e depois pedir ressarcimento administrativo pois a cobrança foi feita de forma irregular.

Comprando pela Amazon, mesmo concentrando tudo numa única compra, você irá receber vários pacotes, pois eles enviam o produto do centro de distribuição mais próximo. Assim, para cada caixa você terá uma invoice (nota fiscal americana) diferente.

Trazer na caixa é sempre mais seguro, mas na minha época, por exemplo, a AA não aceitava despachar caixa em voos saindo do JFK. Nesse caso a única saída é retirar o carrinho da caixa e colocá-lo numa sacola bem grande. O bebê conforto é tranquilo de acomodar numa sacola, já o carrinho, dependendo do tamanho, pode ser mais difícil, principalmente Jeep que tradicionalmente tem modelos bem grandes.

Gabi
GabiPermalinkResponder

Muito obrigada Hugo!
Beijo Gabi

bia
biaPermalinkResponder

Hugo,
Acabei de voltar de Miami, comprei o Bugaboo Bee e AMEI! é lindinho... tivemos sorte e não fui parada na receita mesmo com 5 malas + carrinho (3 pessoas)
Comprei tudo que vc acha indispensável e nos itens "compraria de novo"
Obrigada
Bia

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que ótima notícia Bia. Chegar em casa com todas as compras realmente é muito bom. Aproveite bastate, e se prepare para em breve colocar tudo em prática.
Um grande abraço.

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Hugo,
Vc trouxe o trocador na mala?
Ele é enorme, neh?
Abraços

Hugo
HugoPermalinkResponder

Trouxe sim Flávia, mas ele realmente é enorme. Na verdade, por alguns instantes eu pensei em deixá-lo para trás, mas minha esposa insistiu, colocou dentro da sacola, e mesmo espremido ele veio conosco. No final chegou aqui sem danos.

Como não é possível dobrar, você precisa de uma sacola ou mala bem grande. O ideal seria não amassar, mas pelo tamanho isso é quase impossível. Minha dica seria, compre tudo que você precisa na internet. Depois que estiver com as malas arrumadas, vá numa loja e compre o trocador e tente guardá-lo. Se não der, basta voltar na loja e trocá-lo por algum outro produto.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Oi Hugo,

Tudo bem?
Estou indo para NY, Orlando e Miami, e vou aproveitar para fazer o enxoval do filhote que nasce em agosto.
Já analisei sua lista, e ela com certeza está salvando minha vida.
Vou comprar o mesmo carrinho e bebê conforto que vc, pesquisei bastante o modelo desse carrinho e ele super atende as minhas necessidades.
Fiquei com uma dúvida, eu preciso comprar o adaptador do bebê conforto para o carro?
Vi que vc comentou q comprou o carrinho, o bebê conforto e o adaptador pra encaixar o bb conforto no carrinho.
Vc comprou esse outro adaptador que estou falando? ou o bebê conforto já vem com ele?
Muito obrigada pelas dicas
Abç
Cris

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Cristina. O bebê conforto já vem com uma base para o carro. Você só precisa de outra base se for utilizar o bebê conforto com regularidade em 2 carros diferentes. Mas o bebê conforto pode ser instalado mesmo sem essa base, só que dá mais trabalho. Então, se você vai usá-lo mais em um único carro, não precisa gastar dinheiro com outra base.

Já para o carrinho, você precisa sim do adaptador, que é acoplado no bubaboo bee e permite que o bebê conforto seja afixado.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Bem, essa Cristina não é a Cristina de sempre que foi ao Egito e frequenta o site desde 2007. Na primeira semana de Abril eu estava em Miami usando as dicas para meu filho que nasce no final de Junho.

Bianca Araujo
Bianca AraujoPermalinkResponder

Hugo, otimas dicas.
Agora, a mamadeira Tommee Tippee , com uma valvula especial para saida de ar esta sendo muito aceita pelas mamaes nos Estados Unidos. Agora, as futuras Mamães brasileiras estão começando a conhecer mais sobre essa marca otima.

Att,
Bia Araujo
Baby Personal Shopper

Hugo
HugoPermalinkResponder

Ótima dica Bianca. Não conhecia essa marca, e pelo que vi rapidamente é uma opção muio interessante mesmo.

Erica
EricaPermalinkResponder

Olá, tudo bem? Estou indo com a minha irmã que está gravida mais minha minha mãe para NYC para comprar coisinhas para a filha dela que nasce em agosto. Hugo, primeiro gostaria de parabaniza-lo pelas ótimas dicas! EStou ajudando a minha irmã nas pesquisas e já estamos pesquisando tudo pela internet!
Uma dúvida me bateu...Não sei se você sabe ou alguém poderia me ajudar... São US$500 a cota.. supondo que se eu trago uma baba eletronica de U$180 me sobrariam US$320 da cota.. Dentro desses 320 eu poderia trazer grande parte em roupinha de bebe? Ou se trago muitas roupinhas mesmo estando dentro da cota pode ser caracterizado por revenda? Sempre tive essa dúvida da quantidade de coisas que podem ser trazidas dentro da cota... o mesmo vale para roupas pra mim...
Porque como estamos indo em 3 dificilmente ultrapassaremos a cota...
Alguém???

Obrigada desde já!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Erica. Primeiramente seguem dois links com informações importantes. O primeiro é da Instrução Normativa que regula a bagagem dos viajantes, e o segundo um Guia elaborado pela própria Receita Federal:

http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2010/in10592010.htm

http://www.receita.fazenda.gov.br/publico/Aduana/bagagem/Viajantes/GuiaparaViajantesBagagensPortedeValores.pdf

Veja que em termos de quantidade, o art. 33, §1º, inciso V da Instrução Normativa fala que: VI - bens não relacionados nos incisos I a V: 20 (vinte) unidades, no total, desde que não haja mais do que 3 (três) unidades idênticas.

Ou seja, cada uma de vocês poderia trazer 20 camisetas de bebê, desde que não existissem mais de 3 iguais. O ideal é dividirem as roupas de forma que na bagagem de cada uma fique um máximo de 20 itens de um mesmo gênero (20 camisetas de bebê, 20 calças, 20 bodies, etc.).

Na prática você tem de estar preparadas para tudo, pois ao chegarem cansadas no Brasil podem se deparar com algum fiscal mais intransigente. Nesse caso, sugiro conversar, mas se por algum motivo ele quiser exigir o imposto, solicitem que tudo fique bem detalhado no Auto de Infração (ele tem que lavrar para cobrar o imposto) e depois, se for o caso, vocês entram com um pedido de restituição.

Se por algum absurdo quiserem apreender, o que acho muito de difícil de acontecer, pois só ocorre quando fica evidente um caráter de comércio (por exemplo várias camisetas iguais apenas com numeração diferente), deixem também, e só depois procurem um advogado.

Resumindo, separem bem as roupas entre vocês três, e caso tenham algum problema na chegada, fiquem calmas, paguem o imposto se necessário, e depois discutam. Não vale a pena qualquer stress, seja porque sua irmã está grávida, seja porque, infelizmente, não adianta nada.

Erica
EricaPermalinkResponder

Obrigada pela resposta e pelas dicas Hugo!! Depois conto como foi a experiência! smile

Renata
RenataPermalinkResponder

Oi Hugo! Você conhece a loja MacroBaby de Orlando?! você gostou dela?

Hugo
HugoPermalinkResponder

Nunca fui nela Renata, mas pelo que já li parece ser uma loja muito boa e tradicional e que tem uma atenção especial com brasileiros, tanto que tem site em português.

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Olá Renata, estava agora mesmo no site da Macrobaby fazendo uma pesquisa dos carrinhos, quando de repente, uma "janela" abriu para um chat com uma atendente da loja que perguntava se eu precisava de ajuda. Eu disse que estava olhando os carrinhos e que era do Brasil. Minutos depois veio uma outra pessoa falando em português, super atenciosa, me tirou todas as dúvidas e ajudou a optar pelo carrinho da Quinny Buzz Xtra. Aproveitando, Hugo, parabéns pelo post! Você acha que é possível trazer esse carrinho fechado dentro da mala? Tenho uma daquelas grandes.
Abraços e todos e boa sorte!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Mônica, acho complicado, viu. Esse Quinny é bem grande. Para trazer numa mala é difícil porque por maior que seja, ela não expande muito. Uma boa alternativa seria uma sacola bem grande, pois sendo flexível fica mais fácil acomodar tudo.

Mas minha dica é manter a caixa até você conseguir colocar o carrinho na mala/sacola. Pois se não couber, basta reembalar e despachar a caixa mesmo.

Se possível, veja se tem alguma loja bbtrends perto da sua casa. Eles vendem Quinny, e é uma boa oportunidade para ver o carrinho ao vivo.

Rodolfo
RodolfoPermalinkResponder

Hugo,
não vi comentários ou sugestões de cadeirinhas de carro depois que passou da idade do bebê conforto. Estamos indo daqui a 2 semanas p/ Miami e gostaria de saber sua opinião sobre as melhores opções e custo-benefício.
Abs,
Rodolfo

Hugo
HugoPermalinkResponder

Rodolfo, também encontrei pouquíssima informação sobre esse assunto. Pelo que vi, duas das marcas mais vendidas são a Graco e a Britax. Eu optei pelo modelo abaixo da Britax:

http://www.amazon.com/Britax-Marathon-Convertible-Seat-Onyx/dp/B00G34TIDW/ref=sr_1_4?ie=UTF8&qid=1400496419&sr=8-4&keywords=car+seat

O que pesou foram vários comentários dizendo que é uma das marcas mais seguras, e inclusive é a recomendada pela Volvo. Ou seja, sem dúvida está entre as melhores.

E particularmente gostei muito do modelo. É fácil de usar, bonito e confortável. Uma característica importante é que tem um fecho na altura do peito da criança que prende as duas alças, algo que não vi em diversos modelos nacionais.

O problema é que essas cadeiras são enormes. Grandes mesmo. Junto com ela no máximo você consegue trazer algumas roupinhas. Mas se estiver indo com mais gente, acho que vale a pena.

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

Oi Hugo, boa tarde!

Mais uma vez parabéns pelo blog, nos ajuda demais! O meu bebê conforto é Britax e tbém tem esse fecho na altura do peito que realmente é importante, porém não é um bebê conforto muito confortável... É pouco acolchoado. Pelo que vc disse a cadeirinha é confortável... Mesmo para viagens longas? Viajo muito e preciso levar o meu filho. Por acaso vc já ouviu falar sobre essa cadeirinha da Chicco?

http://www.amazon.com/Chicco-NextFit-Convertible-Seat-Mystique/dp/B00AHPZY68/ref=sr_sp-atf_title_1_1?ie=UTF8&qid=1400618470&sr=8-1&keywords=nextfit+chicco

Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Marcela, fico feliz em ajudar.

Não conheço esse modelo, mas já vi vendendo em lojas da Chicco. Veja se não tem loja deles na sua cidades, pois se tiver você pode ir lá dar uma olhada pessoalmente.

Eu gosto muito dos produtos da Chicco. São bonitos e de muita qualidade, só que aqui no Brasil os preços são impraticáveis.

No caso do meu cadeirão da Britax o meu filho fica bem confortável. Ele começou a usar com 10 meses (tinha na época 10 quilos) e hoje está com 2 anos e 8 meses (agora tem 17 quilos), e sempre ficou bem acomodado.

Ele tem uma almofadinha extra para as laterais, mas é removível. Por isso, quando crescer, acho que vou retirá-la.

Guilherme Leonel

Bom dia Hugo. Rapaz, suas dicas são muito interessantes. Me vejo na mesma situação que você e sua esposa passaram: Não sei nem por onde começar e somos pais de primeira viajem!
Peço, por obséquio, sua gentileza para sanar algumas dúvidas que temos...
Imagino que boa parte das coisas úteis da sua lista são passíveis de transporte dentro das malas (casal = 2 malas com 32 Kg). O problema são as "tranqueiras", rs! Carrinho de bebê / balancinho / tapete / Cadeira para comida / berço desmontável... essas coisas. Seria uma boa idéia "encaixotar" e despachar na empresa aérea? Pensei em encontrar Miami essas caixas de papelão com plástico bolha para agasalhar estes utensílios maiores... Seria viável? Qual sua experiêcia? Sugere trazer tudo na cara de pau mesmo!?! rs
Um abraço.
OBS: Quanto a alfângega, acho que é perda de tempo a preocupação...É sorte mesmo... Se tiver que pagar, acredito que no mínimo, o preço poderá até ser similar ao do Brasil, porem sem chance de ter a mesma qualidade! Vale a pena!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Então Guilherme, essa questão da caixa você tem que olhar com cuidado. Na minha época por exemplo a AA não aceitava despachar caixas no JFK em Nova York. Se eu chegasse lá com uma caixa teria que tirar tudo lá de dentro e colocar num saco plástico bem pequeno que eles disponibilizam.

Além disso, uma caixa normalmente parece ser bem maior do que uma sacola, por exemplo. E esses itens como carrinho, etc. as caixas tendem a ser maiores do que o limite aceito pela Cia aérea, que se constatar isso irá cobrar excesso de tamanho.

O que eu fiz foi acomodar os itens maiores em sacolas grandes e colocar junto várias roupinhas e itens menores. O problema dessa opção é que a proteção é menor, e o carrinho, por exemplo, chegou com alguns arranhões.

Enfim, se para você for viável, é a melhor opção, pois protege melhor.

Caso não seja uma opção possível, tente a sacola mesmo, e coloque plástico bolha nas quinas, junto com roupas para proteger.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Eu fiz exatamente isso, mas misturei também com roupas sujas (ótimas para servirem de almofada). Desmontei o tapete de atividades, envolvi com plástico bolha, colocamos o carrinho Quinny envolto em várias camadas de plástico bolha numa sacola que veio com meu sogro, em outro vôo com coisas dele. Em outra sacola, colocamos o car seat Maxi Cosi e outras coisas de bebê (bomba elétrica e baba eletrônica inclusive). Passamos pela alfandega sem problemas. Se tiverem oportunidade, e forem em mais de 2 pessoas, dividam o carrinho e o car seat com a pessoa que vai com vocês. Passaram tudo nosso no raio X e não nos importunaram. Estas sacolas paguei 20 dólares cada logo na entrada D do Sawgrass, ela tem várias camadas, é de nylon preto, na medida para despachar. Dica de Abril de 2014.

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Haha, enquanto eu voltava da viagem para comprar o enxoval do meu Rodrigo que nasce no final do mês outra Cristina tirou dúvidas com o Hugo e o filho dela só nasce em Agosto. Bem, a Cristina que frequenta aqui há mais tempo utilizou estas dicas utilissimas e queria compartilhar que estando hospedada na região de Hallendale Beach, a meio caminho do Sawgrass e de Miami Beach, próximo ao Aventura (Best Western Hallendale Beach Hotel), conseguiu uma Buy Buy Baby vazia em Pembroke Pines (11350-11360 Pines Boulevard
Pembroke Pines, FL 33026). Numa tarde de quarta-feira da primeira semana de Abril, eu e meu marido dividimos a loja com outros 2 casais.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Adoro a Buy Buy Baby. Nas loja que visitei, achei melhores do que a Baby R´us. E comprar com tranquilidade e sossego é ideal.

Denise
DenisePermalinkResponder

Adorei o artigo. Realmente, fazer o enxoval nos EUA é muito mais barato e, muitas vezes, somando os preços dos produtos + o preço da viagem ainda fica mais barato do que comprar tudo no Brasil. Comprei, entre outras coisas, o carrinho de bebê da minha filha, um Stokke Xplory, e valeu muito a pena. Beijinhos!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Fazer o enxoval nos EUA vale muito a pena mesmo. Tudo aqui no Brasil custa o dobro, e muita coisa nem se encontra para comprar.

Clarissa
ClarissaPermalinkResponder

Oi Hugo!!!

Parabens!!!! e o mais completo roteiro de enxoval que eu ja vi….como so comprei 1 coisa de cada vez na Amazon, te pergunto: se comprar 10 itens de uma vez e todos forem entregues pela Amazon, eles chegam juntos ou cada um em um pacote? te pergunto isso, pq o hotel que reservei cobra $5 por pacote…estou pensando ate em trocar de hotel…..vou ficar em Orlando e havia reservado o Comfort Inn Universal….Obrigada!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Obrigado Clarissa.

A Amazon tem centros de distribuição em vários lugares dos EUA. Se você fizer uma compra de 10 itens, mesmo pedindo para virem juntos, pode acontecer de cada produto estar em um centro de distribuição diferente, e nesse caso você vai receber 10 caixas.

Ou então todos estão no mesmo lugar e você recebe uma caixa só. Infelizmente não tem como prever ou controlar isso.

Se for possível, vá para um hotel que não cobre para receber encomendas. Caso não consiga mudar o hotel, reserve uns 100 ou 200 dólares para pagar pelas encomendas.

Mayara
MayaraPermalinkResponder

Olá Hugo, tudo bem? estou indo agora em agosto fazer o enxoval do meu baby em Miami. Uma amiga vai fazer também em Orlando e vai trazer até o berço em MDF... Vamos em 3 pessoas apenas pra isso, você acha que vale a pena trazer? eu olhei por aqui, os berços estão na faixa de 1000 reais, nos EUA sai por 199 dolares, acho que compensa, o que você acha?
Obrigada desde já!
abraços!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sinceramente Mayara, acho que não vale a pena trazer o berço por vários motivos:
1) É um trambolho que vocês terão que carregar.
2) Se tiverem que pagar excesso de bagagem custa mais uns 75/100 dólares, no mínimo.
3) O espaço que o berço vai ocupar seria melhor utilizado com alguns dos milhares de produtos que tem nos EUA e que aqui custam um absurdo.
4) Os 199 dólares representam hoje 500 reais. Se pagarem imposto sobre ele na chegada o valor vai para uns 750 reais. Enquanto isso, só para você ver, uma babá eletrônica TOP que lá custa 200 dólares aqui é 2000 mil reais.

Se quiserem trazer um berço de lá invistam num portátil ou num peapod (que menciono no texto).

Mayara
MayaraPermalinkResponder

Muito obrigada Hugo pelas dicas!! acho que vamos largar mão dessa ideia!!
Parabéns pelo post maravilhoso!
abraços

sinara azevedo mendes

Hugo, eu acompanho Blog e tudo mais ja faz um bom tempo, mas nunca achei um conteúdo tao importante quanto o seu. Esta de parabéns!!!Amei mesmo, continue assim!!!!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Muito obrigado Sinara smile. E se tiver alguma dúvida é só falar.

Diana Cavallari

Olá Hugo, meus parabéns pela sua lista, ela é realmente ótima e tem me ajudado muito. O carrinho tem sido um desafio, vou viajar agora pra comprar e estou super na dúvida. Achei algumas promoções de carrinho e bebê conforto juntos, nas marcas abaixo. Considerando que eu gostaria de um carrinho onde o bebê possa estar virado para a rua ou para mim, leve, estável - que o bebê não chaqualhe muito, fácil de fechar mas ao mesmo tempo bem confortável para o bebê, quais dessas opções abaixo vc me recomendaria ?
Quinny BUZZ3 + The Maxi-Cosi Mico
Quinny CV080RKBTRV Zapp Xtra Travel system with car seat - Rocking Black
Quinny Buzz Xtra Travel System
Quinny CV155BFWKT2 Buzz 3 Travel System
Chicco Cortina Keyfit 30 + Includes the KeyFit infant car seat and base
Chicco Cortina SE30 Travel System Stroller
Chicco Bravo Trio Travel System Stroller
Britax 2014 B-Agile and B-Safe Travel System
Peg Perego USA Book Stroller + Peg Perego Primo Viaggio SIP 30-30 Car Seat,
Graco Aire3 Click Connect Travel System Stroller
Graco ModesClick Connect Travel System Stroller

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Diana. Você tem muitas opções ainda. É interessante tentar dar uma olhada em alguns modelos aqui no Brasil para ver aquilo que mais gosta.

Por exemplo, o Quinny Buzz 3 é um excelente carrinho, e tem gente que ama. Eu acho muito pesado, mas pode ser que você o considere interessante. Caso você goste, é uma ótima opção.

Outro exemplo, o Chicco Cortina é bem clássico, mas também não é um modelo muito leve.

Faça o seguinte, vá em lojas como a Bbtrend ou a Tool box e veja alguns desses modelos ou similares. A partir daí separe aqueles que você gostou e os que não lhe agradaram. Assim vai ficar mais fácil escolher.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar