Enxoval de bebê nos EUA: 90 produtos indicados pelo Hugo

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Produtos da Amazon

O guia para enxoval de bebê em Miami e Nova York que o Hugo Medeiros bolou fez o maior sucesso. Os leitores adoraram conhecer sua alternativa esperta à cansativa maratona de compras nos outlets. O Hugo ensinou como garantir boa parte dos itens com antecedência pela Internet, para que você poupe tempo, faça boas compras e consiga curtir de verdade a viagem.

Agora, a pedidos dos tripulantes, o Hugo apresenta o enxoval completo que fez para o filho. Babá eletrônica, brinquedos, pomadas, banheira, carrinho... são quase cem produtos que ele avalia, um a um, com link direto para a Amazon. A lista está um capricho só! Vai pelo Hugo:

Texto | Hugo Medeiros

Atendendo a pedidos, elaborei uma lista com os produtos do enxoval que eu e minha esposa compramos. Não é minha intenção convencer do que é ou não útil para o seu bebê, mas apenas apresentar informações que podem ajudar nessa decisão, que é de cada casal. Analise suas necessidades, compare com os preços com os do Brasil e então escolha o que vale a pena comprar.

Os itens que indico como indispensáveis são aqueles que usamos muito (ex.: trocador portátil, banheira inflável) ou que são extremamente importantes em determinadas situações (ex. termômetro, pomada para assadura).

O que eu compraria de novo são produtos que em nossa opinião são muito bons, que facilitaram a nossa vida, mas que para nós não seriam absolutamente indispensáveis (ex. som do coração, canguru) ou então poderíamos comprar no Brasil (ex. lenços umedecidos, chupetas).

Os produtos que eu só compraria se tivesse espaço na mala são aqueles que no nosso caso não tiveram tanta relevância (ex. bolsa térmica, bomba para leite) ou que o tamanho/peso dificultam muito o transporte (ex. tapete de atividades, bebê conforto), justificando a aquisição no Brasil.

Por fim, eu não compraria os itens que praticamente não foram utilizados (ex. aquecedor de mamadeira).

Caso precisem de informação suplementar sobre algum item, basta perguntar.

Indispensáveis

Balança para mala: é excelente para ajudar a distribuir o peso entre as malas. Clique aqui.

Trocador portátil: muito útil, pois com ele protegemos o bebê, sem precisar levar a bolsa toda sempre. E naquelas horas em que se está na casa de alguém e vamos trocar uma fralda mais difícil, ainda colocamos em cima um trocador descartável, pois em caso de acidentes é só pegar e jogar fora. Clique aqui.

Banheira inflável: excelente para os banhos fora de casa e também em casa (banho mais divertido). Clique aqui.

Babador de plástico rígido: uma das melhores compras. A (maioria) da comida que o bebê não engole fica na bolsa embaixo, e depois de usar é só lavar e enxugar, o que é muito prático. Clique aqui.

Babá eletrônica: se tiver apenas som, será útil em casas muito grandes. Com vídeo dá para utilizar sempre, pois quando o bebê faz algum barulho você confere antes se precisa ou não ir lá. Clique aqui.

Bolsa: indispensável, e, na minha opinião vale pegar um modelo de tamanho médio, pois assim não falta nada importante e também evita de carregar muita tralha. Clique aqui.

Organizador de tarefas: adoramos, pois controlávamos os horários para troca de fralda, mamar, dormir. Ajuda muito a estruturar a rotina, principalmente nos primeiros meses, mas se os pais optarem pela livre demanda, não é tão útil. Clique aqui.

Almofada para banho: essencial, na nossa opinião. Eu e minha esposa demos banho no nosso filho desde a primeira vez, e o que facilitou muito foi essa almofada. Com ela não precisa nem virar o bebê para lavar as costas e ele fica o tempo todo apoiado. Minha esposa precisava só apoiar a cabeça. Clique aqui.

Esterilizador de mamadeiras: É um item grande, mas muito útil. Se possível, melhor comprar o que não utiliza o microondas, e liga direto na tomada. Clique aqui.

Balancinho: nosso filho simplesmente amou. Usamos todos os dias até os 9 meses. Era só colocar lá que ele curtia bastante e apagava. Para não “viciar” limitamos o uso a 2 vezes por dia. Pode ser que o seu filho não se adapte, mas se ele gostar como o nosso, terá sido o melhor investimento da viagem. Clique aqui.

Objeto de transição: escolhemos um cobertorzinho lindo que é um companheiro inseparável na hora de dormir até hoje. Temos 3 em casa. Enquanto um está em uso, os outros dois ficam guardados de reserva. Clique aqui.

Swaddle: para ajudar a dormir até os 4 meses nós sempre enrolamos nosso filho num “swaddle”. Ele ajuda a manter o sono do bebê, pois às vezes ele se assusta com os braços, mas com o swaddle isso não ocorre. Selecione o material (tecido ou flanela) de acordo com a época do ano e fique atento ao tamanho. Além disso, essa é uma das etapas para acalmar o bebê na técnica do 5 “s” (vídeo 1 e 2). Se forem tentar os 5 “s” comprem também o CD.

Termômetro: segurar um bebê para medir a temperatura é uma luta, então é obrigatório pegar um de testa ou ouvido, que faz a medição em poucos segundos. Nós gostamos mais do de testa.

Pomadas para assadura: já usamos a pomada da Mustela e a Triple Paste e gostamos muito. Temos uma Desitin roxa em casa, mas ainda não experimentamos. Minha dica é comprar pelo menos 2 opções. Para uso diário durante o dia, usamos a A+D, e para a noite a Desitin do pote azul.

Escorredor de mamadeira: para colocar chupetas, mamadeiras, colheres, etc., pois guardar esses itens junto com as vasilhas da casa não é aconselhável, por questões de higiene. Clique aqui.

Valem a pena, compraria de novo

Chupetas: O bebê pode não acostumar com uma determinada marca de chupeta, então o ideal é escolher uma marca e trazer apenas um par de 0-3 meses, um de 3-6 e um de 6-18. Nessa caso optamos pela Avent e deu tudo certo. Peguem também um ou dois pacotes de lenços antibactericidas para limpar a chupeta na rua.

Suporte acolchoado para carrinho e bebê conforto: se o bebê nascer pequeno, como foi o nosso caso (3 quilos), ajuda bastante, pois acomoda melhor e aquece. Clique aqui.

Alça para segurar chupeta e mordedor: mesmo que não use chupeta é prático para segurar os mordedores quando estiver passeando. Clique aqui.

Concha para os seios: vale a pena para formar o bico do seio antes do nascimento e para segurar o vazamento do leite depois. Clique aqui.

Mordedores: compensa pegar pelo menos uns 2 ou 3. Um dos mais tradicionais é a girafinha Vulli Sophie. Clique aqui.

Som do coração: quando nosso filho era recém-nascido o som do coração sempre ajudou na hora de dormir. Trata-se de um aparelho que tem os sons do batimento cardíaco gravado, e isso acalma muito o bebê pois imita o som do útero. Clique aqui.

Ovelhinha com sons da natureza: excelente também. Tem vários sons que acalmam o bebê na hora do sono, e ajudam a abafar eventuais barulhos da rua ou da casa. Clique aqui.

Colheres: um conjunto térmico, um de silicone e outro normal já são mais do que suficientes.

Lençol para berço: primeiro veja se o berço é do estilo “americano”. Se for, compensa pegar uns 4 ou 5. Clique aqui.

Saco de dormir: se nos primeiros 6 meses tiver algum período de inverno é bom comprar, pois o bebê fica aquecido – os cobertores são facilmente jogados para longe. Depois de 6 meses não recomendo porque é difícil eles aceitarem ficar com as pernas presas e movimentos limitados. Clique aqui.

Canguru: é prático, mas não utilizamos muito. Compensou porque pegamos um modelo mais barato. Clique aqui.

Produto que ajuda a desentupir o nariz: para ser utilizado no banho, a partir dos 3 meses. Tem um cheiro ótimo. Clique aqui.

Pads para os seios: se possível tragam uns 360 (média de utilização de 2 por dia durante 6 meses). Quando a mãe está amamentando é comum o leite vazar, e esses pads são finos e absorventes, não deixando marcas na roupa. Clique aqui.

Lenços umedecidos: o pacote é pesado e relativamente grande, mas são bem mais baratos do que no Brasil. O Pampers Sensitive Wipes é hipoalérgico, sem cheiro e sem álcool. Usamos no nosso filho a partir de 2 semanas e ele nunca teve qualquer alergia. Clique aqui.

Protetor para parte superior do berço: é ótimo para quando já ficam de pé, pois evita que machuquem os dentes e as gengivas na madeira ou comam lascas da tinta do berço. Clique aqui.

Babinhas: tragam algumas pequenas e algumas fraldas de pano. Clique aqui.

Pratos: Os modelos da Oxo, da Avent e da Skip Hop são bem legais. Compensa trazer pelo menos 2 opções.

Proteção para o banco do carro: principalmente para quem tem bancos de couro, esse protetor impede que o bebê conforto ou a cadeirinha danifiquem o banco. Clique aqui.

Lansinoh: ajuda a prevenir rachadura nos seios. Deve começar a ser usado alguns meses antes do parto. Clique aqui.

Mustela Bébé: excelentes produtos para o bebê. Compre pelo menos um kit. Os itens que mais usamos são o PhysiObebe (um a cada 5 meses) e o hidratante (1 a cada 7 meses). O shampoo em espuma durou 8 meses.

Mamadeiras: optamos pela Avent. O melhor é pegar um par de mamadeiras pequenas e três das grandes. Necessário também pelo menos um par de cada bico.

Copo de transição: um conjunto dos copos menores e dos intermediários, e um do novo modelo da Avent são mais do que suficientes.

Aquecedor de lenços umedecidos: só é vantajoso para os pais que resolverem usar os lenços no lugar do algodão. Nesse caso é interessante já que os lenços estão sempre quentinhos. Compre também um ou dois jogos da almofada que deixa os lenços sempre úmidos e higienizados. Clique aqui.

Escova e pente: tem vários modelos, mas um bem interessante é esse feito com cerdas naturais. Clique aqui.

Brinquedos: são inúmeras opções interessantes. O polvo, o pavão e o alce da Lamaze são lindos. O tocador de música da Baby Einstein é barato e interessante. O cavalo marinho da Fisher Price usamos até hoje na hora de colocar nosso filho para dormir. Os brinquedinhos de banho são ótimos. O cubo musical da Munchkin também vale a pena. O arco para bebê conforto sempre ajudou muito nos passeios.

Capa para amamentação: Para as mães que não gostam de amamentar em público, essa capa é bem prática. Clique aqui.

Cobertinhas: o modelo de puro algodão da Aden + Anais é caro, mas o material é muito confortável e o tamanho ótimo. Muito útil para épocas em que está começando a esfriar. Para temperaturas mais baixas essa opção da Carter’s é excelente.

Mochila com alça: depois que estão andando é muito útil colocar a mochila no bebê e prender a alça no pulso quando se sai para passear. Se a criança solta a mão e sai correndo não tem o risco de ir para o meio da rua, pois basta segurar. Clique aqui.

Creme para cabelo: ajuda a modelar o penteado e também hidrata o cabelo, além de ter um cheiro muito bom, nosso filho curte muito. Clique aqui.

CD: de todos os cds de música que já compramos, o Disney Baby Lullaby é de longe o mais bonito, vale a compra. Clique aqui.

Pomadas dia a dia: nós utilizamos a A+D durante o dia pois é mais fácil de aplicar. De noite colocamos uma dose generosa de Desitin pote azul, para proteger durante toda a noite. Em média um pote de A+D dura 4 meses e um de Desitin dura 6 meses. Tragam também um modelo bisnaga de cada para utilizar nos passeios e viagens.

Higiene oral: a escova de silicone ajuda bastante e é bom para iniciar desde cedo com a limpeza das gengivas, antes mesmo do nascimento dos dentinhos. Durante os passeios os lenços de limpeza são a opção ideal. Clique aqui.

Trocador: é grande e difícil de colocar na mala, mas você vai usar umas 7 ou 8 vezes por dia durante pelo menos 2 anos. Só tomem cuidado por causa do tamanho. É excelente para ser colocado em cima da cômoda, dando conforto e segurança para o bebê. Nesse caso comprem também umas 4 capas. Clique aqui.

Compraria novamente se tivesse espaço sobrando para trazer

Bolsa térmica para mamadeira: é bom para conservar produtos gelados durante os passeios/viagens. Clique aqui.

Bomba para leite: tem pessoas que usam muito e outras que não. Como a elétrica é bem cara, resolvemos pegar um modelo manual. Em nosso caso foi uma boa decisão pois minha esposa utilizou pouco.

Tapete de atividades: não é grande nem pesado, mas desajeitado e difícil de acomodar dentro da mala. Vejam antes se terá espaço para trazer. Nós utilizamos em torno de 20/30 minutos durante 3/4 meses já que nosso filho gostou, mas não amou. Clique aqui.

Bebê conforto: ocupa muito espaço. Recomendo adquirir apenas se depois de comprar todo o restante ainda tiver sobrado uma sacola para colocar. No Brasil temos boas opções disponíveis. Clique aqui.

Jogo de berço: é leve, mas volumoso. Só justifica se for bem mais barato do que no Brasil. Clique aqui.

Tapete de pelúcia: é uma delícia para colocar o bebê deitado no chão e para levar para a casa das avós. Nosso filho simplesmente adora. Clique aqui.

Vasilhas para leite e alimentos: são pequenos recipientes que facilitam na hora de guardar o leite materno ou separar a comida do bebê. Apesar de úteis, ocupam um espaço relativamente grande e podem ser facilmente substituídos por vasilhas aqui do Brasil mesmo. Clique aqui.

Carrinho: é bem mais barato do que no Brasil, mas é grande e muitas vezes pesado. Mesmo os modelos guarda-chuva podem ser problemáticos, pois a altura deles impede de colocar em algumas malas e sacolas. Acabamos pegando um Bugaboo Bee que é leve (8,5kg), coube dentro de uma sacola e é de fácil manuseio. O ideal é olhar antes em lojas físicas e só depois comprar. Clique aqui.

Não compraria de novo

Saquinho para fruta: legal, mas usamos pouco pois os dentinhos do nosso filho nasceram com 8 meses, então já dávamos a fruta direto. Não compraria se fosse hoje. Clique aqui.

Aspirador nasal: usamos muito pouco, mas já li relatos de pessoas que utilizaram bastante. Se fosse hoje, como não é tão barato, deixaria para comprar no Brasil só se precisasse. Clique aqui.

Escova para mamadeira: quase não usamos. É muito mais fácil usar a bucha. Clique aqui.

Colher com dispenser para papinha: a idéia é boa, mas nunca usamos. Nada melhor do que a dupla pratinho e colher normal. Clique aqui.

Aquecedor de mamadeira: nunca usamos, pois optamos por dar mamadeira à temperatura ambiente. Só compre se você decidir que vai aquecer a mamadeira e tiver certeza de que vai para algum lugar sem microondas ou fogão. Clique aqui.

Cadeirão de alimentação: eu não trouxe esse item e se fosse hoje não compraria também. Se você procurar, é possível encontrar no Brasil cadeirão pelo mesmo preço que nos EUA, ou no máximo 10 a 20% mais caro. Como é um item enorme e pesado, definitivamente não compensa, em minha opinião. Clique aqui.

Mais uma vez, muito obrigada, Hugo!

Leia mais:

372 comentários

Fernanda Meireles

Olá Hugo. Seguindo passo a passo com suas dicas. mas me deparei com um problema: ja estava certa da minha escolha de carrinho mas não consigo informações sobre dimensões dele fechado, então não sei se vou conseguir acomoda-lo numa bolsa como vc fez. Qual melhor loja física para comprar carrinho em Miami? E vc acha que se olhar na loja numa quarta feira (dia que vou chegar) e encomendar pela Amazon no mesmo dia (se estiver mais barato) ele chega até o sabado? Obrigada desde já. O link do carrinho que tinha escolhido é http://www.amazon.com/dp/B00H8MQBBA/ref=wl_it_dp_o_pC_nS_ttl?_encoding=UTF8&colid=2JBFNRWR2ML5S&coliid=I2QZ42AOAEO0RO&psc=1

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Fazendo uma simulação no site da Amazon, o carrinho que você escolheu tem a opção de entrega em 1 dia (é claro que isso tem um custo maior). Porém, nada garante que a Amazon terá o carrinho disponível na época da sua viagem. É um risco que você corre.

Você pode entrar em contato por email com a Graco e pedir informação de medidas do carrinho fechado.

Os brasileiros gostam muito de fazer compras na Babies R Us e da MacroBaby.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Fernanda, esse carrinho, mesmo fechado, é bem grande. Pelo que vi, ele tem aproximadamente 100 x 60 x 40. É um pouco maior do que o bugaboo bee que eu comprei. O melhor no seu caso seria deixar para comprar numa loja física, depois de olhar, testar e ver se consegue trazer.

Pior coisa é você receber uma caixa gigante, e não ter como trazer para o Brasil. Se for muito grande uma opção seria trazer ele dentro da própria caixa. Veja se a sua Cia aérea aceita despachar caixa (algumas não admitem) e quanto cobra por bagagem maior do que o permitido, já que a caixa provavelmente será grande.

Quanto à Amazon, como a Bóia disse, tendo disponibilidade na Amazon e comprando com entrega em 1 dia útil, comprando na quarta (o mais cedo possível, de preferência no início da tarde) chega até sexta.

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

Olá Hugo! Vc sabe qual a cadeirinha mais segura para maiores de 1ano? E confortável.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Marcela. O ideal é sempre investir em marcas tradicionais como Gracco, Chicco, etc, que dificilmente você se arrependerá.

Mas tem uma marca muito boa, que inclusive foi a que comprei, que é a Britax. Ela ainda é pouco conhecida no Brasil, mas vende muito nos EUA e Europa, sendo, inclusive, a marca recomendada pela Volvo para os seus carros. O modelo que comprei foi esse aqui: Britax Marathon G4 Convertible Car Seat

Lembre, apenas, que essa cadeira é enorme. Eu trouxe mas fiquei assustando quando vi ao vivo. Uma vantagem é se o seu carro tiver ISOFIX, porque no Brasil é muito difícil encontrar cadeiras com esse sistema, e nos EUA praticamente todas já vem com essa opção.

Patricia James

Boa Tarde,

Uma das minhas maiores dúvidas e com relação a qual deveria ser o total da bagagem que eu teria de ter para trazer tudo que foi mencionado.

Obrigado desde já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Em vôos dos Estados Unidos para o Brasil cada passageiro pagante tem direito a 2 malas de 32 kg cada. Viajar com mais pessoas pode ajudar. wink

Hugo
HugoPermalinkResponder

Então Patrícia, quando eu e minha esposa viajamos o dólar estava a R$1,60, e por isso viemos com 6 malas, sendo 2 extras. Hoje em dia, com a cotação nas alturas, tem que ver o que realmente vale a pena. Com isso, com boa organização, 4 malas grandes devem dar.

Mas como a Bóia disse, quanto mais gente melhor. Até mesmo para aproveitar melhor a cota de importação.

Rayssa
RayssaPermalinkResponder

Caramba! Muito obrigada pela ajuda, essa lista eh fantástica! Vc acha q mesmo com o dólar a R$3,00 por ex, compensaria ir lá fazer o enxoval? Obrigada.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Rayssa. Compensa sim, mas não tanto como antigamente. O ideal agora é ver os preços aqui no Brasil e comparar com os de lá, e só trazer aquilo que realmente estiver mais barato.

Roupinhas, por exemplo, mesmo com o dólar alto, são mais baratas nos EUA se você comprar em outlets. Um conjuntinho de 5 bodys lá saem por uns 12~14 dólares, o que dá uns 45 reais. Por aqui você até encontra algo nessa faixa, mas a qualidade é bem inferior.

Michele
MichelePermalinkResponder

Boa tarde, adorei as dicas. Quero saber quanto vc acha que irei gastar fazendo o enxoval em miami. Já tenho carrinho, bebe conforto e todos os moveis.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Michele! Aí você pegou a gente! Entendemos de turismo, mas não de enxoval. wink

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Michele. Isso é muito relativo, mas com a cotação atual espere gastar pelo menos uns 1.500 a 2.000 dólares, dependendo da quantidade de brinquedos e roupas que você trouxer.

Mas dá para gastar menos, desde que você selecione bem o que é prioritário.

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Ótimas dicas, foram muito, muito úteis para que eu pudesse programar as minhas compras. Obrigada!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que bom que gostou Amanda.

Keka
KekaPermalinkResponder

Olá Hugo! Fizemos o enxoval da minha filha em 2013, e suas dicas foram essenciais. Agora que ela vai fazer 2 aninhos, pensamos em voltar para comprar roupinhas e brinquedos. Fiquei curiosa para saber se vcs retornaram, e se tens mais dicas valiosas para nós ajudar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Keka. Nós não voltamos mais lá para fazer compras, mas aproveitamos as idas aos EUA e trouxemos alguns itens. O principal foram roupas e sapatos, que mesmo com o dólar mais alto ainda são bem mais baratas do que aqui.

Outro produto que utilizamos muito, pois a pele do meu filho é muito seca, é o hidratantes Cetaphil, que é excelente e muito mais barato nos EUA.

Se você estiver ido lá agora, nestes tempos de dólar a 3 reais, concentre-se em promoções e outlets, pois assim comprará muitas roupas e calçados com bastante economia.

Gislaine
GislainePermalinkResponder

Obrigada Hugo pelas dicas, estarei indo final de abril, espero conseguir achar as lojas certas, nunca fui p fora!
Estou grávida de 2 meses, tenho q comprar tudo neutro

Abraço

Cinthia PCB
Cinthia PCBPermalinkResponder

Oi Gislaine. Fiz meu enxoval em Orlando no final do ano e acredito que vale muito a pena iniciar as compras por lojas como a Ross e a Marshalls. Estas lojas são boas opções pois vendem os mesmos produtos do outlet a um preço bem reduzido. A desvantagem é que não temos muitas opções de escolhas quando gostamos de algo como opções de cores e tamanhos, mas para quem não tem nada ainda é uma boa opção. Cheguei a encontrar conjunto da Carters por exemplo a 3,50 dólares, vinham com calça, body e babador... mas é necessário procurar. Uma dica em qq loja por lá é que eles sempre possuem nas lojas uma exposição de "clearence" que é a promoção e acredite que não é como no Brasil lá é mais barato mesmo. Outra dica é usar e abusar dos cartões de descontos que são encontrados nos livrinhos da outlet e pode ser comprado no centro de visitantes ou se vc imprimir com antecedência o cupom, vc retira na hora de graça ... Mas não deixedeprocurar a Ross, Marshalls, supermercados como o Wallmart e Target são boas opções tb...

Hugo
HugoPermalinkResponder

Gislaine, tem um teste chamado sexagem fetal onde você consegue saber o sexo a partir de 8 semanas. Não é barato, mas pode ser uma boa para você.

Giovana
GiovanaPermalinkResponder

Hugo,

Suas dicas foram maravilhosas. Nos ajudaram muito. Fomos para Orlando e nos perdemos naquele paraíso. Mesmo com o dólar alto. Só não posso deixar de dar uma dica importante aos brasileiros:tomem cuidado ao comprar carrinhos de bebês e outros itens grandes na Macrobaby. A loja vende uma "linda mala" para carregar o carrinho no vôo, com embalagem especial, faz toda uma propaganda sobre o peso, mas não informa que O TAMANHO EXCEDE AQUELE PERMITIDO PELA COMPANHIA AÉREA (independente do número de bagagens do passageiro e o peso de cada uma, você terá de pagar um valor adicional para despachar sua compra que está acondicionada na mala da Macrobaby, pois ela é maior que o permitido). Nós tivemos o transtorno de pagar 150 dólares!

Abraços!!!

Mirela
MirelaPermalinkResponder

Olá Hugo,

Vc comentou que dá para trazer o bugaboo bee3 em uma bolsa. Qual o tamanho da bolsa que consigo colocar o carrinho dentro? gostaria de comprar o carrinho, tirar da caixa e colocar em uma mala. vc sabe as medidas do carrinho fechado? Obrigada

Hugo
HugoPermalinkResponder

Oi Mirela. Fechado ele tem 85x45x32 cm. As rodinhas da frente vêm soltas, então o melhor é colocá-las só para testar, e depois remover para facilitar a acomodação. Nós utilizamos essa sacola aqui, que é enorme: http://www.amazon.com/gp/product/B000FLI5JC/ref=oh_aui_detailpage_o01_s01?ie=UTF8&psc=1

Tente proteger o carrinho com muitas roupas.

Só um aviso, não encha essa sacola demais, porque assim ela vai ficar maior do que as dimensões aceitas no avião e você terá que pagar uma taxa extra. Como ela é flexível, vão colocando as coisas até que o tamanho fique no limite.

VANESSA
VANESSAPermalinkResponder

Que bom que nesse mundo existem pessoas que doam um pouco do seu tempo para ajudar ao próximo. Muito obrigada, Hugo e Bóia, por tantas dicas preciosas!!!!!!!!! Já salvei esse blog nos meus favoritos!!!!!!!!!

Melvin Huang
Melvin HuangPermalinkResponder

Site muito bom! Ajudou bastante!! Parabens e Obrigado!

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Obrigada por compartilhar sua experiência com a gente!!!!

Danielle de Oliveira

Passando pra agradecer as dicas do Hugo. Cheguei hoje da viagem do enxoval do meu filho em Miami. As dicas do Hugo foram como uma Bíblia pra mim. Tudo muito bem explicado, facilitando tomar as próprias decisões pra uma mãe de primeira viagem como eu.
A dica do Amazon foi excelente, comprei muita coisa e me poupou bastante tempo. Excelente serviço, tudo muito bem embalado e chegando no prazo. O que fiz de diferente, é que sou uma pechincheira que entra em todas as Marshalls que vê na frente, então quando encontrava algo mais barato, devolvia no Amazon. Mas confesso que isso deu uma canseira.
Na alfândega separei os itens de valor individual mais elevado pra declarar e pagar os impostos, como carrinho, babá eletrônica, bombinha de leite e bebê conforto. Os demais itens entraram na cota da minha mãe (estávamos em três). Tudo tranquilo, todos atenciosos, sem traumas.
Agradeço também ao Viaje na viagem pelas excelentes dicas sempre.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Vanessa, Melvin, Luciana e Danielle, fico feliz em saber que as dicas foram úteis.

E a melhor parte vai ser usar com os seus pequeninos e pequeninas tudo que compraram com tanto carinho.

Jared Windmüller

Parabéns pelo post com muitas dicas excelentes para o enxoval de bebê em Miami!
Jared Windmuller

Hugo
HugoPermalinkResponder

Que bom saber que as dicas foram úteis Jared Windmuller. Um grande abraço.

Helga Rodrigues

Nossa, sua lista está EXCELENTE!!! Vou me inspirar muito nela! Obrigada! smile

Andressa Reis
Andressa ReisPermalinkResponder

A melhor lista disparada!! Estou super agradecida com a super ajuda! Muito obrigada!!

Deyse Melo Lobato

Você está de parabéns! Meu marido e eu ficamos felizes com tantas dicas boas!
Estamos indo agora em julho e sua pesquisa será minha prioridade!
Obrigada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar