Toscana: no Laticastelli, me sentindo num filme de arte

  • 0
Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Laticastelli, Rapolano Terme

Enviada especial | Denise Mustafa

Aprendi, com o tempo e com as os lugares que tenho conhecido, que existem duas maneiras de viajar: uma delas é aquela viagem rápida, quando temos apenas 15 dias de férias e queremos explorar o máximo possível. Depois de duas ou três viagens dessas, passamos a escolher a outra alternativa: quando decidimos passar o máximo de tempo em um lugar só e explorar não o mundo, mas aquele cantinho, onde cada planejamento é um passo, e cada descoberta é uma aventura.

Laticastelli

Pois isso se aplica perfeitamente à Toscana, aquela região da Itália onde as vistas são preciosas, a culinária impecável, o vinho desce redondo, e a arte está nas paredes das muralhas das pequenas cidades que você decide visitar.

Na primeira vez que fui à Toscana, há exatos 3 anos, aluguei um apartamento em Florença e fiquei uma semana visitando a região. Era verão de 2009 e a maior recordação que tenho são das lágrimas que escorreram dos meus olhos quando avistei a pontinha do Duomo. É, meu caro. Poucas coisas me emocionaram tanto quanto aquele Duomo e quanto Florença. Foi uma viagem calma, feita de trem, onde tive oportunidade de conhecer, além de Florença, Siena, Viareggio, Volterra e deixar florescer a saudade.

LaticastelliLaticastelliLatiscastelli

Laticastelli

Pois bem, esse post não é pra escrever sobre a viagem acima, e sim do outro tipo de viagem que falei no começo: aquela mais lenta, onde cada cantinho é uma descoberta. Dessa vez, eu descobri uma outra Toscana, e indico pra vocês de olhos fechados. Bem perto de Siena, no meio desses montes lindos que só a Toscana tem, fiquei hospedada no Laticastelli Country Relais, em Rapolano Terme, e digo: vale a pena. Além do conforto que o hotel oferece, você se sente como naqueles filmes tipo Beleza Roubada (Bernardo Bertolucci), onde a vista da piscina é um horizonte sem fim.

LaticastelliLatiscastelli

Laticastelli

O hotel é construído em uma colina sobre as ruínas de um antigo castelo medieval do século XIII. As 29 suítes do Laticastelli são delicadas. A mobília é toda antiga, rústica, de origem camponesa, e dá pra se sentir numa verdadeira fazenda toscana. Todas oferecem ar-condicionado, frigobar, aparelho de DVD e internet wifi. Algumas ainda contam com sala e cozinha, estilo quitinete. A propriedade, de 50 hectares de extensão, ainda possui vinhedos com bosques, trilhas para cavalgadas ou caminhadas, piscina e campo para prática de pólo no Vale do rio Ombrone (eu disse que é pra ficar muito tempo!).

O Laticastelli funciona em 2013 no período de 26 de março até 17 de novembro. Lá, eles ainda oferecem um restaurante rico em variedades, chamado La Taverna. Na temporada 2013 a refeição custará €40, por pessoa, incluindo entrada, prato principal, sobremesa, uma garrafa de vinho (a cada duas pessoas), água e café. Nessa época, ainda acontecem eventos musicais como concertos de piano numa sala especial, ou eventos na beira da piscina, abertos ao público. Imagino que, no verão, deva ser ainda mais gostoso assistir a esses concertos, com o sol se pondo mais tarde da noite.

FelsinaFelsina

Felsina

Na curtíssima temporada que fiquei no Laticastelli, fiz um passeio delicioso à vinícola Felsina, pra conhecer como são feitos os verdadeiros Chiantis e azeites toscanos. No final da visita, uma degustação dos vários vinhos que eles produzem lá e, obviamente, é impossível sair de lá sem um vinhozinho sequer. O preço da visita custa entre € 15 (vinhos) e € 25 (vinhos e azeites).

San Gimignano

San Gimignano

Além disso, visitei San Gimignano (60 minutos) e Siena (20 minutos). Por isso a dica: se for ficar em um hotel de campo, a melhor forma de locomoção é com carro. Principalmente se você não quiser ter tempo contado de relógio.

Siena

Siena

SienaSiena

Siena

Além de Siena e Gimignano, a viagem pode se estender a Florença (imperdível), Arezzo, Cortona, todo o Val d'Orcia e a região vinícola de Terre Senese, incluindo Montepulciano, Montalcino, Pienza, Perugia e Assis (repetindo: vá com TEMPO).


View Laticasteli, Toscana in a larger map

O hotel ainda indica passeios a outras vinícolas, compras em lojas chiques (Ferragamo, Gucci, Valentino e Armani), e restaurantes charmosos nos arredores, além de passeios a cavalo pela região. Eles podem auxiliar os visitantes que também sonhem em dirigir uma autêntica Ferrari no circuito de Modena e passeios de balão de ar quente, para sobrevoar as paisagens belíssimas do local.

As diárias no Laticastelli vão de € 185 (o apartamento duplo standard) a € 350 (o apartamento triplo com vista para os jardins) e incluem café da manhã, estacionamento e todos os impostos. Ainda, para a próxima temporada há alguns descontos especiais: para quem reservar 4 noites, 10%; para quem reservar 6 ou mais noites: 15%; estadias para os meses de março, abril e novembro, 20%; reservas realizadas antes de 15/03: 5%.

Jantar em Siena

Denise Mustafa viajou a convite do Laticastelli Country Relais e da Iberia.

Leia mais:

109 comentários

mauro nogueira

Quero voltar à Toscana com tempo suficiente para conhece-la de verdade.

Sandrissima
SandrissimaPermalinkResponder

Provavelmente em abril/13 estaremos por lá, neste hotel, pelo menos 3 a 4 dias, que já foi citado por Riq e outros neste VnV. Estou dependendo apenas das indefinições do JC, mas meus roteiros principais estão prontos, incluindo 3 dias em Florença. Além disto, a Ligúria, provavelmente com base de pelo menos 3 dias em La Spezia (por conta da facilidade ferroviária), e outros destinos como 1 semana em Roma. A dúvida é a indefinição de JC para decidir entrar por Roma, trem a La Spezia, Florença (carro ou trem) e retornar por Milão, que eu preferiria, para dar umas voltinhas na região dos lagos...

DINIZ
DINIZPermalinkResponder

Estamos programando o mesmo roteiro com as mesmas dúvidas,vc pode nos ajudar? abraços.

Denise Mustafa

obaaaaaa! smile

Mirella
MirellaPermalinkResponder

Que delícia de post, viajei com a Denise.
Passamos pela Toscana tão rapidinho na nossa lua de mel e acabamos que não retornando mais... mas quero voltar com calma e esse post me deu uma animada boa de retornar a Europa smile
bjks e escreva mais!!!

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

q texto mais gostoso, Dê!!! Acompanhei essa sua viagem todinha pelo Instagram, mas ler esse post aqui me deu uma saudaaaaaade imensa tanto da minha amada Toscana quanto do Laticastelli, que é um hotel pelo qual tenho um carinho imenso. Adorei!
(em tempo: Florença também é um lugar que, até hoje, sempre me emociona muito, muito, muito)

Rafael Rodrigues

Ótimo relato, Denise! Considerando seriamente algo parecido no verão que vem. smile

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Dê,
Lindo texto! A Itália é uma lacuna grave no meu currículo! Seu post fez aumentar ainda mais a minha vontade de conhecer a Toscana!
Escreva mais, bjs,

Maria das Graças

Vendo essas fotos de paisagem toscana lembrei-me da maravilhosa semana que passei no B&B Casale del Cotone, perto de San Gimignano. Memorável!

Denise Mustafa

que bom que gostaram, gente. façam essa viagem. realmente, vale a pena. espero voltar várias vezes! smile beijocas!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Denise, ótimo o post. Adorei a leitura. Com essa recente experiência, para quem tem 6 dias inteiros para ficar na região da Toscana, você acha melhor ficar 3 dias em Florença e 3 dias em um hotel próximo de Siena, como o Laticastelli, ou seria mais interessante passar os 6 dias no Laticastelli mesmo?

Denise Mustafa

Oi Hugo!
Se vc fizer muita questão de ficar em Florença, te sugiro ficar 2 dias inteiros lá e o restante no Laticastelli, para aproveitar e conhecer os outros lugares próximos. Mas, se vc alugar um carro, pode ficar todos os dias lá e fazer bate-voltas, pois é tudo pertinho. No máximo 1h de viagem. smile

RosaBsb
RosaBsbPermalinkResponder

Denise, de uma coisa eu tenho certeza: não tenho férias para realizar todos os meus desejos de viagem, eu acabo de acresecentar mais um: Latiscatelli!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

De-li-cia de relato !
Òtimo saber deste achado da Denise , pois se ela recomenda não precisa nem conferir no tripadvisor.

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Lindas fotos Denise, e adorei o relato. Sou doida pra ir pra Toscana e to sempre fazendo palnos de cidades onde visitar/ficar...
Já tinha lido sobre o Laticastelli e cada vez me encanto mais.
beijo

Livia Mochileira

Ah, para vai!

Majô
MajôPermalinkResponder

Denise, Florença é a minha cidade preferida, e que mais me emociona na Itália, um museu a céu aberto ! E, conjugada com Siena e San Gimignano, fica imbatível wink

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Aproveitei a dica do comandante este ano. Fiquei 3 noites no Laticastelli. Realmente o lugar é muito bonito, bem decorado e o restaurante muito bom. Tem uma atendente argentina que explica todo o ritual da bisteca florentina e a diferença para nosso churrasco (e tambem para o argentino). Para conhecer o interior da Toscana a localização é ótima, junto a grande rodovia e com acesso rápido as cidadezinhas famosas.

Paguei 150EUR a diaria por 3 noites no inicio de maio/12, fiz reserva pelo Booking em fevereiro/12. No checkout, uma lembrança entregue pela gerente completou o pacote.

De ponto "negativo" apenas que meu quarto ficava em frente a entrada do predio do cafe/restaurante e havia ruido pela manhã cedo. Bom, mas ninguém vai pata a toscana para ficar dormindo....

Leandro

Anna Deise Lopes

Olá, estou chegando por aqui agora. Estou indo para Toscana agora em dez(20). Vamos chegar por Milão e ir para Firenze de trem. Estou pesquisando as passagens de trem, mas estou achando tão caras. Alguma dica? Estou ainda mais empolgada depois de ler esse relato maravilhoso. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Anna Deise! As dicas sobre trem na Europa estão neste post: http://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa/

Denise Mustafa

Oi Ana Deise,
Como falei no post, a outra alternativa ao trem, que sugiro, é alugar um carro. Fora isso, vai ser difícil vc rodar na Toscana. smile

Liana
LianaPermalinkResponder

Denise, você sabe se a região de Rapolano Terme foi afetada com a inundação do início de novembro? Vou em maio/13, mas ficarei em outro hotel. Beijos e parabéns pelo relato e pelas fotos!

Denise Mustafa

Oi Liana,

Eu fui no início de dezembro e nada tinha sido afetado. Inclusive, as chuvas fortes, na época, foram pela região de Veneza. Não peguei chuva na Toscana. smile

Ruth Gaya
Ruth GayaPermalinkResponder

Denise, amei seu texto. Esse tipo de viagem é um sonho acalentado faz tempo! Com certeza preciso de suas dicas para fazer esse trecho da Itália, juntamente com seu padrinho. Bjo.

Maria Alice
Maria AlicePermalinkResponder

Denise,amei as fotos e as dicas da Toscana. Estou em dúvida porque pretendo chegar de avião em Veneza e depois ir pra o hotel
Laticastelli e fazer,como vc disse, bate -voltas a partir dele. Como não vou incluir Roma no roteiro estou na dúvida em qual cidade devo devolver o carro e voltar pro Brasil.Posso alugar o carro no Hotel ou é melhor já alugar em Veneza?
Grata,

Maria Alice

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Alice! Quem responde é A Bóia. Você pode ir de Veneza a Arezzo, via Florença, e alugar o carro em Arezzo. Se não estiver de carro você vai precisar contratar um trânsfer para o hotel.

Rita Maia
Rita MaiaPermalinkResponder

Queridos viajantes,
Peço conselhos.
Estarei indo para a região em abril, pegarei um carro em Florença e ficarei por uns 5 dias na região.
O fato é que não gostaria de reservar hotel. Ficarei com a bagagem no carro. Que tipo de dificuldades eu teria? É melhor um pit stop?
Estou planejando um roteiro Firenze - Greve - Montepulciano, Montalcino, San Gimignano, (Sienna, já conheço) Lucca, 5 Terre - Firenze. É factivel?
Ai meu Deus! Ainda tem Orvieto, e etc...
O que é imperdível? Votação!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! Desculpe, mas reservas antecipadas é a religião do Ricardo Freire. Não vamos poder ajudar nessa.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/category/toscana

Dema
DemaPermalinkResponder

Toscana é realente maravilhosa! Fiquei 15 dias!!! E estou programando de voltar ainda este ano!! Fiz incriveis amizades la.
Fui com meu marido e uma guia brasileira que mora na Italia nos ajudou por todo o tempo e nos levava a passeios incriveis! Lugares fora dos passeios comuns.
Fomos caçar trufas, degustamos vinhos com um picnic nos vinhedos de uma vinicula no Chianti, particimos de uma festa medieval em Pisa que foi Maravinhoso, se chama Gioco del Ponte, pareciamos italianos la na arquibancada gritando e torcendo pelos times da cidade.
Foi uma verdadeira aventura!
Mas o que o outro rapaz disse é verdade, tem que se fazer esse tipo de viagem de forma mais lenta, conhecendo mesmo a vida local, porque a Italia á assim ne... é o local del bel vivere!!
E a Toscana tem que se fazer meeeeeesmo de carro ou de van.
Nos fomos de carro, e a guia nos acompanhou e nos explicava tudo no caminho e formulou o roteiro a medida que dediamos a prossima etapa.
Fiquei em vários hoteis e percebi que as VIllas são mesmo a melhor opção!
abs

bete alvarez
bete alvarezPermalinkResponder

DEMA
Quem é esse santo guia que lhes acompanhou? Eu e meu marido iremos em setembro para Toscana e um ponto definitivo é que precisamos/devemos fazer o percurso de carro. O outro ponto definitivo é que meu marido dirigindo aqui no Brasil já me enlouqueçe hahaha imagino na Italia.
Voce pode me passar o contato e uma idéia de valores a pagar pelo serviço do guia? e a hospedagem dele?
abraços

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Olá Bóia!
Eu, meu marido e dois filhos adultos vamos para Itália dia 19 de maio,chegando por Roma dia 20 de maio e ficaremos por lá até dia 23.
Depois partiremos de carro para conhecer lugares que achamos interessantes pelo que pudemos ler no VnV (além de uma vinícola que meu marido faz questão), seria: Montalcino, Montepulciano, Siena, a Vinícola Castello di Brolio (Chianti), San Geminiano, Pisa, Lucca e Florença (de onde retornamos para SP dia 31); ou seja, temos só 9 dias para passear pela Toscana. Pelo que entendi está apertado.

Gostaríamos muito de nos hospedarmos no Laticastelli, mas estamos achando que gastaremos muito tempo andando de carro pra lá e pra cá e não vamos ter tempo de curtir o hotel e a belíssima região. É aí que estou vendo algum erro. Talvez o Laticastelli seja interessante para um outro tipo de viagem... Por favor, nos dê uma mãozinha.
Estamos pensando em fazer uma base no Laticastelli, outra em Lucca e por fim, em Florença. Dúvidas:
- Partindo de Roma, pela A1, seria melhor ir direto para o Laticastelli, ou parar em Montepulciano só para almoço e prosseguir viagem até o hotel?
- Base no Laticastelli pode servir para conhecer Siena, Montalcino e a vinícola de Chiante?
- Saindo de Laticastelli, passaremos por San Geminiano e faremos base em Lucca pra conhecer Pisa e região. Ok? Entregaremos o carro em Lucca ou Pisa e partiremos de trem até Florença.
Total de bases: 3 Latiscatelli, 2 Lucca, 3 Florença
Colocamos os percursos no Google Map, visualizamos as distâncias e mesmo assim ficamos em dúvida. Tem alguma sugestão para nos dar?
Abs,
Claudia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! A posição do Laticastelli é excelente para visitar Siena, o Val d'Orcia (incluindo Montepulciano, que está na borda do vale), o Chianti, Arezzo, Cortona. San Gimignano e sobretudo Lucca ficam distantes para bate-voltas.

Baseada no que o Ricardo Freire já escreveu, eu dividiria a sua estada em duas bases (e dois meios de locomoção).

Iria de trem de Roma a Florença, ficaria 4 noites. Dedicaria a tarde-noite da chegada e mais dois dias a Florença, e no quarto faria Pisa e Lucca de trem. No quinto dia alugaria um carro e faria San Gimignano (com ou sem Volterra) a caminho do Laticastelli. Ficaria 5 noites por lá. Dividiria os 4 dias restantes entre Siena, Chianti e Val D'orcia, e tiraria um dia para descansar no hotel.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/category/toscana

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Olá Boia!

Muito obrigada pela resposta.
Visualizamos no Google e, realmente, 2 bases é bem legal.
O Laticastelli fica numa posição estratégica e numa região muito bonita.
Talvez vamos ter de inverter o roteiro para terminar a viagem em Florença que é o nosso ponto de volta para SP.
Abs,
Claudia

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Olá Boia!
Por favor me dê, se possível, uma outra opção.
Precisamos inverter o roteiro porque nossa partida para SP é via Florença e é melhor que estejamos em Florença por último para evitar contratempos e não perdermos o voo. (de 26 a 31 de maio)
Se Sairmos de carro a partir de Roma até o Laticastelli (23 a 26 maio), vc indicaria uma pernoite no meio do caminho (em Montepulciano, por ex) ou é melhor ir direto, parando só para almoço? Entendo que é melhor fazer só 2 bases, mas a "puxada" até o Laticastelli é grande e não tem trem rápido pra Siena (sic). Obrigatoriamente, temos que ir de carro.
Desculpe o incômodo, mas o Laticastelli entrou 'com tudo' no nosso roteiro por conta da indicação do VnV.
Abs, Claudia
Se alguém viajante puder ajudar, por favor, aceito sugestões.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Rapolano Terme está 30 km adiante de Montepulciano. Não faz muito sentido montar outra base só por causa dessa distância.

Você pode fazer um pit stop em Montepulciano, eliminando desta maneira uma parada no tour do Val d'Orcia (mas não deixe nenhuma bagagem à mostra no carro).

Sair cedo de Roma, ir direto para o hotel, deixar as malas e curtir o resto do dia em Siena também é uma boa.

Outra opção é ir de ônibus a Siena, deixar as malas na estação de ônibus, passear pela cidade e pegar um carro no fim da tarde para ir a Rapolano.

Luciana Tenorio

Estive no Laticastelli em Setembro/2011 e realmente é maravilhoso. O Staff gentil e atencioso. Estavamos com carro, porém sem GPS e isso não foi um problema. A cada manhã eles desenhavam praticamente um Mapa para nós, com excelentes dicas de onde parar, comer e o que comprar... Perfeito!

A localização é excelente para desbravar a Toscana, com possibilidade de escolher o melhor caminho: seja pelas lindas estradas monte acima, monte a baixo, em meio as fazendas e pequenas cidades/vilarejos - ideal para quem está sem pressa. Ou direto pela autoestrada, ligando as principais cidades.

O café da manhã é servido na varanda do restaurante, em baixo das arvores e com uma vista lindissima para o vale... Todos os dias nos programamos para jantar no hotel, os pratos são divinos!

Não tenha dúvidas esta é uma excelente opção - custo / beneficio!

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Olá Bóia! Olá Luciana!

Muito obrigada pelas indicações e pela atenção.
Fizemos alterações de datas, roteiro, meio de transporte, além de vários outros detalhes importantes que a gente só encontra nesse site. A indicação do Laticastelli foi perfeita.
Sempre que viajo consulto o VnV e nunca erro. Os comentários tb são muito úteis.
Tanti grazie!

Ana
AnaPermalinkResponder

Olá Bóia, gostaria de uma orientação.
Vou sair de Veneza e ficar 3 dias no Laticastelli e seguir 3 das em Roma. Como chego no Laticastelli vindo de Veneza? de trem até Florença, e alugo um carro?
E como vou para Roma partindo do Laticastelli, preferia ir de trem, onde deixo o carro?

Muitao obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Pegue o carro em Florença, devolva em Siena depois do Laticastelli, siga de ônibus a Roma (ou devolva em Florença e siga de trem a Roma).

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Ola, Bóia
Vi q aqui vc orienta a entrar por uma cidade e sair por outra, mas comprei pela Alitalia na qual entrarei e sairei por Roma, ficando 3 dias em cada cidade :roma veneza florenca. Por favor, me ajude a montar um roteiro. Ja vi q da p ir de roma a florenca de trem. Abs, Luiza

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiza! Veneza também faça de trem.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

Juliana Lima
Juliana LimaPermalinkResponder

O que acha da nossa programação para final de abril? Desceremos em Malpensa e pegaremos um carro até Parma. Dormimos e seguimos para Bolonha, com parada em Módena. Um dia em Bolonha. No outro dia vamos para um hotel de campo em Castellina di Chianti. Aí queremos fazer Siena, Montalcino, San Giminiano, Arezzo e Cortona. Acredita que, hospedados em Castellina, em três dias inteiros conseguimos curtir essas cidades?
Depois, pretendemos seguir para Pádua, dormir e na manhã seguinte pegar um trem em Verona para Munique e lá ficar uns 3 dias. Acha muito corrido? E ainda deixarei a Suíça de lado mais uma vez...
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Não recomendamos de jeito nenhum chegar de viagem transatlãntica e sair dirigindo.

O dia entre Verona e Munique será perdido, você só terá dois dias em Munique.

Siena não dá para combinar com nenhuma outra cidade no mesmo dia.

Mário Goto Jr

Boa tarde A Bóia!! Gostaria de um auxílio se possível. Vou realizar o sonho de conhecer a Toscana em maio,estarei em Veneza e irei de trem até a região, qual o melhor roteiro? lembrando que ficarei hospedado em Siena? seria Veneza- Florença vou alugar um carro e sigo à Siena ou tem opção melhor? acha fundamental tirar a carteira PID?
Grato . Mário

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mário! Sim, o melhor é ir de trem a Florença e sair de lá de carro.

Leia sobre PID:
http://www.viajenaviagem.com/2010/09/habilitacao-internacional-precisar-nao-precisa-mas-e-bom-ter/

Márcio e Olga

Olá! Gostaríamos de contar com a sua dica (após pesquisar em milhares de blogs percebemos que vc conhece bem a Itália! Estamos indo de lua de mel para a Europa no inicio de junho e estamos super na dúvida sobre a melhor forma de montarmos um mini roteiro de 5 dias (após 7 noites de cruzeiro Franca/Espanha/Italia) Chegando em Veneza as 12h e partindo de Roma as 19h do 5o dia. Pensei em dormir 1 noite em Veneza e no fim do dia seguinte alugar um carro e rodar pela Toscana ou Cinque Terre antes de ir para Roma (durante o cruzeiro teremos 1 dia em Roma entao estaremos retornando para ver o que nao deu neste dia). Curtimos mais lugares e paisagens do que monumentos. O que voce recomenda? Alugar um carro em Veneza e ir a Florenca, Siena e seguir para Roma ou ao invez disto para Cinque Terre? Carro ou trem???? HEEEELLLLP!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Márcio e Olga! Vocês podem alugar um carro e basear-se nos arredores de Siena por quatro noites. No dia da vinda tentem fazer a via Chiantigiana, no Chianti. No segundo visitem o Val d'Orcia, no terceiro façam San Gigmignano e Pisa, dediquem o quarto a Siena.

http://www.viajenaviagem.com/category/toscana

Fernando Oliveira

Boa noite!
Estou indo pra Toscana agora em Julho (apesar da multidão e do verão rigoroso) mas estou preocupado com os deslocamentos de carro. Como amante da enogastronomia irei às vinícolas e restaurantes. Como poderei me deslocar de carro após tomar meus vinhos? Como vcs fizeram?
Obrigado pela atenção

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernando! É um problema, a legislação é rigorosa. Programe estadas em cidades ou hotéis onde você queira jantar. De dia, se for fazer degustações, o motorista fica de fora. Vocês podem também tratar traslados ou wine-tours por meio do hotel.

raq
raqPermalinkResponder

Teremos (um casal) um tempo em agosto e estou pensando em ir para o Laticastelli ficar 7 noites e passear ali por perto, porém estou com medo da muvuca de agosto naquela região. Eu gosto mesmo é de tranquilidade. Alguém saberia me dizer se a região fica muito cheia demais? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raq! Agosto é o mês por excelência de férias na Europa. Prepare-se para pegar os centros das cidades grandes e médias cheios de turistas. As estradas vicinais e vilarejos menores estarão mais tranqüilos.

Silvia
SilviaPermalinkResponder

Olá ,pensamos em vir de Florença para Laticastelli de carro passando em San Gimignano e depois vamos para Cinque Terre. Existe alguma parada boa nesse percurso ? obrigada. Hoje estamos aqui na pousada do toque em Alagoas , indicado por vcs e estamos adorando. Viajar com vcs é sempre um sucesso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! A parada em San Gimignano já tomará boa parte do dia, não vai dar para fazer outras paradas aproveitáveis, o caminho até La Spezia é longo.

Caso você durma em San Gimignano, pode fazer no dia seguinte Pisa e Lucca a caminho de Cinque Terre, saindo cedinho.

Flávio
FlávioPermalinkResponder

Olá Riq Eu e minha familia estamos planejando uma viagem de cruzeiro e eu gostaria de fazer algumas perguntas:

a)O cruzeiro para em villefranche será que dá para conhecer de trem a cote dàzul?
b)O cruzeiro termina em Veneza será que dá para ir a Florença dormir lá e conhecer piza?
c) No desembarque em nápoles melhor visitar pompéia ou capri?
Obrigado (PS eu sei que é contra seus fundamentos conhecer tudo em um só dia mas será que daria para dar uma ajudinha? rs)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flávio! Quem responde é A Bóia. A cada escala escolha um passeio que vá a um lugar específico; evite passeios em que você não vai sair do ônibus.

Agora: entre Capri e Pompéia só quem pode decidir é você.

Tente ficar mais dias na Itália depois do desembarque em Veneza.

Denielly
DeniellyPermalinkResponder

Oi Ricardo... Vamos agora em outubro para Europa... a primeira grande viagem minha e do meu marido e temos 20 dias contando com o deslocamento até a Europa... Pensamos em fazer Italia, França, Londres e Espanha... Na Italia Veneza, na França Paris... O trecho de Paris até Londres pensamos em fazer de trem Eurostar... e na Espanha pensamos em Barcelona... Você pode nos ajudar quanto a distribuição dos dias... e locomoção nesses trechos... e alguma outra cidade que possamos visitar? Estamos abertos a opiniões... Help us!!!

REnata Paiva
REnata PaivaPermalinkResponder

Acolhendo a dica do blog e os inúmeros elogios, fiz reserva para o Laticastelli em setembro de 2013. Estaremos em Florença e pretendo pegar um carro. Após a estadia de três dias no Laticastelli, seguiremos para Roma. A duvida é: continuar com o carro até Roma ou entregar o carro em Siena e seguir de trem ou ônibus ate Roma ? Não temos muita experiência em dirigir na Europa e fico um pouco receosa do transito de entrada em Roma. A melhor opção seria trem ou ônibus ? (em caso de ônibus, indica alguma empresa ?)
Agradeço muito pela ajuda (certamente retornarei por aqui até fechar meu roteiro rsrsrs).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Dá certo dos dois jeitos. Se devolver em Siena, siga a Roma de ônibus (2h40 direto, com chegada na estação Tiburtina). Se for devolver em Roma, devolva no aeroporto e pegue um táxi para o seu hotel. É tabelado em 48 euros.

Maria das Graças

Bóia, já tem trem de Siena para Roma?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria das Graças! Você tem razão, tem a baldeação em Florença. Vou corrigir o comentário.

Maria das Graças

REnata Paiva, voce tem razão. Chegar em uma cidade grande que não conhecemos de carro é estressante.
Quando estive na Toscana peguei e devolvi o carro em Florença. Foi bem tranquilo. Imprimi o caminho de saída e entrada em Florença e da locadora ( que ficava no Borgo Ognissanti ) deu para ir até a estação Santa Maria Novella arrastando a minha malinha. De lá eu segui para Veneza.

REnata Paiva
REnata PaivaPermalinkResponder

Boia e MAria das Graças, obrigada pelas respostas.
Gostaria apenas de saber se vocês conhecem/indicam alguma empresa de ônibus para o trecho Siena - Roma.
Obrigada !

Maria das Graças

REnata Paiva, tente esse outro link http://www.sena.it/

REnata Paiva
REnata PaivaPermalinkResponder

Bóia e MAria das Graças, vocês acham que tem necessidade de comprar com antecedência as passagens de onibus entre Siena e Roma ? Como existem varios horários durante o dia, pensei em deixar livre a hora da viagem, a depender da programação em Siena. Será que corro risco ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Tente comprar ao menos de véspera.

Maria das Graças

REnata Paiva, sinceramente eu não sei. Não tenha essa experiência com ônibus na Italia.
Se a viagem for em uma época de férias quando a procura por passagem é grande eu antecipo a compra. Se não, só compro antecipado pela internet se o desconto no preço for muito compensador.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Caros, estou indo para a Italia com minha esposa no final de setembro, inicio de outubro. Sera minha segunda vez na maior parte dos destinos, exceto Roma, interior da Toscana e Milao. Sera a primeira vez da minha esposa. A viagem se dara de 27/09 (saida a noite) a 18/10 (saida pela manha), o que nos da 19 dias inteiros, sem contar os dias de chegada (Roma) e saida (Milao). Ja me planejei e reservei hoteis da seguinte forma:

5 noites em Roma (29/09 – 03/10), correspondendo a 5 dias inteiros (29/09 a 03/10), sem contar a noite da chegada (28/09);

3 noites em Florenca (04/10 – 06/10), correspondendo a 2,5 dias (metade de 04/10 – 06/10), indo de trem de Roma a Florenca na manha de 04/10;

4 noites no Laticastelle - dica do Blog!!! (7/10 – 10/10), sendo a primeira noite precedida de um dia basico Pisa/Lucca a partir de Florenca de carro, correspondendo a 4 dias inteiros na Toscana (08/10 – 11/10);

4 noites em Veneza (11/10 – 14/10), sendo a primeira precedida de um dia inteiro na Toscana e ida no final do dia de trem de Florenca a Veneza, correspondendo a tres dias inteiros em Veneza;

3 noites em Milao (15/10 – 17/10), correspondendo a 2,5 dias (metade de 15/10 – 17/10), indo de trem de Veneza a Milao na manha de 15/10.

Minha duvida: acho que os dias designados para Florenca, Veneza e Milao estao OK, mas ainda estou na duvida se vale a pena cortar o quinto dia de Roma e colocar mais um no Laticastelle, pois quero fazer com certeza “day-trips” (dica do Blog!!!) a partir do Laticastelle em Arezzo/Cortona, San Giminiano/Volterra, Siena, Chianti (Greve, Radda e Castellina) e Montepulciano/Montalcino. Isso daria 5 dias inteiros no Laticastelle, mas so tenho 4. Pergunta: o que vale mais a pena, deixar o quinto dia de Roma que foi reservado para o bate-volta Napole/Pompeei ou adiconar este dia ao Laticastelle para fechar os 5 day trips a partir dele, conforme programacao acima? Voces poderiam me ajudar com sugestao para este impasse, inclusive avaliando o roteiro acima? Obrigado! Felipe.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Você pode resolver esse quebra-cabeça fazendo Pisa e Lucca de trem, no terceiro dia de Florença. Daí você pega o carro e desce por Volterra e San Gimignano, fazendo com que não seja mais necessário voltar tão ao norte. Assim você mantém toda a programação original.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Mas Boia, se eu tirar 1 dia dos 2,5 dias que tenho em Florenca nao ficara nuito apertado? 1,5 dia pro basico de Florenca nao seria pouco? (Minha primeira vez la foi ha mais de 12 anos...) Obrigado pela pronta resposta e pela atencao!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Você teria que programar a Accademia e a Uffizi para o segundo dia. Teria a tarde do primeiro dia para flanar, poderia ir ao Mercado na manhã do segundo dia, e teria três noites na cidade.

Caso você prefira tirar um dia de Roma, recomendamos então que você acrescente em Florença, para fazer Florença-Laticastelli ou via San Gimignano ou via o Chianti. Via Lucca não é caminho, e é melhor ir de trem para lá.

Felipe
FelipePermalinkResponder

Boia, muito obrigado pela ajuda e pelas ideias. Acho que optarei por manter tudo como esta e fazer o bate-volta Pisa-Lucca dormindo em Florenca e saindo cedo de carro pro Laticastelli. Obrigado!

Felipe
FelipePermalinkResponder

Boia, so mais uma ajudinha. Acabei cancelando o ultimo (quinto) dia de Roma que estava reservado para o bate-volta a Napoli-Pompeii, tendo colocado mais uma noite em Florenca. Assim curtirei Florenca em 2 dias inteiros (sem contar o da chegada), fora o dia do bate-volta Pisa-Lucca. Assim, terei cinco dias no Laticastelli, sendo 3 inteiros (8, 9 e 10 de outubro), o da chegada (07 de outubro), que sera aproveitado bem cedo de carro a partir de Florenca, passando por San Giminiano e Volterra, e o da saida (11 de outubro), cujo compromisso no final do dia e pegar o trem de Florenca a Veneza as 18:15hs na estacao Santa Maria Novela, devolvendo o carro la perto. Sendo assim, pergunto: qual dos 4 day-trips que restaram (Arezzo-Cortona / Chianti / Vale d`Orcia / Siena) e mais adequado para o ultimo dia, ja que precisarei pegar um trem regional para Florenca no final da tarde, visando conexao para Veneza? Devolvo o carro em Arezzo e pego trem a SMN? Ou curto Chianti e sigo para devolver o carro ja em Firenze? Qual opcao mais proveitosa em termos de aproveitamento deste ultimo dia na Toscana? Obrigado! Felipe.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! O passeio com carga mais leve, que permite que você esteja às 6 da tarde em Florença, é o do Chianti.

Marcello Panebianco

Parabéns pelo site!
Os posts são excelentes e esta nos ajudando muito!
Li muitos deles, e cada vez mais ficamos em duvida com nosso roteiro!!! ...rs.
Será que poderiam gentilmente nos dar umas dicas?

Em 2014 faremos 25 anos de casados iremos para uma (merecida) segunda lua de mel.

Eu acredito que todo bom roteiro tem que ter o perfil dos viajantes e tanto eu quanto minha esposa não somos fanáticos por museus e igrejas. Obvio que quando viajamos visitamos os imperdíveis, mas gostamos mais de estar nas ruas, conhecer os cantos especiais que cada cidade tem, observar o dia a dia dos locais, passear de carro pelas redondezas,etc.

Chegaremos em Roma dia 31/03 e embarcamos dia 07/04 para Londres saindo de Veneza.

Pensamos em ficar até 04/04 em Roma, e gostariamos de ir para o Val d'Orcia, Firenze (Pisa, se possivel) e um dia em Veneza.

O que nos recomenda?

Depois do que lemos aqui, minha esposa quer dedicar mais tempo na
Toscana e pensamos em ir para Siena de trem, alugar um carro e ficar nas redondezas (vimos o Hotel Anitta em Rapolano Terme, conhece?). Como fariamos para dar tempo de ver Florença e Veneza?
Tirar um dia de Roma ajuda ou é má idéia?

Obrigado!

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Oi, Marcelo. Acho 7 dias bastante corrido...eu dedicaria 3 dias a Roma, 2 em Florenca (de repente vcs podem dedicar meio dia a Pisa) e depois Veneza...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcello! Um dia em Veneza é pouquíssimo.

Leia este post:
http://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Viajar de carro pela Toscana é nosso sonho de consumo mas montar base em uma cidade, sair para visitar cidades vizinhas, tomar uma taça de vinho no almoço e voltar dirigindo deve ser um problemão.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Uma taça de vinho é o limite para quem dirige.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Olá! Achei muito legal o review do Hotel Laticastelli e reservei um quarto do tipo Classic para 6 noites entre final de Abril e começo de Maio. Alguém que já foi pode me dar uma dica de melhores quartos ou qual evitar? Vi que tem alguns com melhores vistas e uns menos outros mais barulhento (perto da entrada). Obrigado, Fábio.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! Não há "entrada". O hotel é composto por villas independentes. Há algum barulho que vem da estrada, mas só se ouve da piscina (leve ipod). Os quartos são todos silenciosíssimos, com paredes espessas.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Obrigado, Bóia. Fico mais tranquilo então.

Ana
AnaPermalinkResponder

Olá, gostaria de agradecer a indicação. Passei minha lua de mel, Paris-Veneza- Toscana - Roma. Ficamos hospedados no Laticastelli em junho de 2013. Foi perfeito!!! Só dou a dica que, para chegar lá de carro não use as coordenadas numéricas no GPS, digite o nome do hotel.Ele nos mandou para outro local, como tudo lá era lindo, levamos numa boa termos nos perdido na Toscana.

Vinicius Gomiero

Olá, Estarei na Italia em maio, chegando por Roma e após alguns dias de estadia, saindo com carro locado para Toscana. Fiz a reserva com a rentalcars e a Maggiore foi designada como locadora do veiculo. Alguém tem um feedback sobre a Maggiore ?

Vinicius

Wladimir
WladimirPermalinkResponder

Olá, estou indo a Toscana no Mês de Junho, entre os dias 15 e 26, como faço para agendar visitas as vinícolas da região? Quais as mais indicadas? A melhor maneira de se locomover é de carro? Pois estou interessado em roteiros que incluam vinhos e gastronomia.

Obrigado.

Wladimir

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wladimir! Ou de carro, ou em tours organizados. No seu hotel você encontará indicações de quem leva (sempre é bom usar provedores conhecidos do hotel; você será tratado como um cliente importante, já que o provedor de serviços não vai querer se queimar junto a um emissor de clientes).

Entre as vinícolas mais famosas, duas muito fáceis de visitar são a Badia a Coltibuono, no Chianti, e a Biondi Santi, em Montalcino.

http://www.coltibuono.com/pagebase.asp?s=18&s2=79

http://www.biondisanti.it/Eng/Visite_en.php

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar