Ilhas Galápagos: um encontro com a natureza (por Antonio)

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Galápagos

A filha do Antonio terminou o curso de Biologia e nenhum presente de formatura poderia ser mais pertinente do que uma viagem às Ilhas Galápagos. Famoso pelos estudos de Darwin sobre a evolução das espécies, o arquipélago tem uma natureza extraordinária, mas ainda é pouco visitado por brasileiros. O relato do Antonio mostra tudo que estamos perdendo:

Em setembro de 2012 escrevi para a Bóia porque minha filha estava se formando em Biologia e estávamos pensando em ir para as Ilhas Galápagos. Voltamos agora, dia 17 de janeiro.

Ilha Isabela

[Ilha Isabela]

As Ilhas Galápagos são um arquipélago composto por 12 ilhas principais e várias ilhotas. Quatro delas são habitadas: Ilha de Santa Cruz (onde está a cidade de Puerto Ayora, com cerca de 12 mil habitantes), Ilha Isabela (Puerto Villamil é a cidade com cerca de 8 mil habitantes), Ilha de São Cristóvão (Puerto Baquerizo Moreno, com 4 mil habitantes) e Ilha Floreana com 150 habitantes.

Aeroporto de Baltra

[Aeroporto de Baltra]

Como chegar. As Ilhas Galápagos estão situadas a 1000 quilômetros do litoral do Equador. Existem 2 aeroportos, um numa pequena ilha chamada Baltra, colada na Ilha de Santa Cruz, e outro na Ilha de São Cristóvão.

Como queríamos voar usando milhas, voamos inicialmente até Lima, que é a cidade mais próxima que você consegue chegar usando milhas da TAM. De Lima pegamos um vôo direto Lima-Galápagos (aeroporto de Baltra) que sai as 06h20 e chega as 11h50 (o fuso horário de Galápagos é uma hora a menos do que o do continente) e na volta pegamos um vôo Galápagos-Lima que sai às 11h20 e chega as 23h10. Voamos com a LAN Ecuador, que é uma companhia parceira da TAM. Isso significa que se você tiver milhas sobrando e um pouco de paciência, provavelmente será possível voar do Brasil até Galápagos só com milhas.

Dinheiro. A moeda oficial do Equador desde 2001 é o dólar americano. Os preços estão semelhantes aos de uma capital do sul do Brasil e talvez a comida seja um pouco mais barata.

Puerto Ayora

[Puerto Ayora]

Onde ficar. A maior cidade é Puerto Ayora, na Ilha de Santa Cruz, com uma boa estrutura hoteleira e também com o maior número de lojas e restaurantes. Em Isabela concentra-se o maior número de espécimes animais numa mesma ilha e existem hotéis pé na areia. São Cristóvão é procurada principalmente pelos surfistas, devidos às praias com ótimas ondas.

Os hotéis podem ser reservados pela internet pelo Booking.com.

Hotel Silberstein

[Hotel Silberstein]

Em Puerto Ayora ficamos no Hotel Silberstein (reservamos pelo Booking.com) que fica a uma quadra da avenida principal, perto de lojas e restaurantes. Você também pode ir caminhando até a Estação Charles Darwin, que é um centro de criação de tartarugas aberto à visitação.

Leão marinho no Red Mangrove Aventura

[Leão marinho no Red Mangrove Aventura]

Red Mangrove Floreana

[Red Mangrove Floreana]

Outro hotel que ficamos é o Red Mangrove Galapagos Lodges, que tem uma proposta bem interessante para que você conheça as ilhas. O hotel tem unidades em 3 ilhas diferentes (Santa Cruz, Isabela e Floreana) e possui programas que vão de 5 a 8 dias, onde você fica hospedado um pouco em cada ilha.

Trânsfer entre ilhas

[Trânsfer entre ilhas]

Como ir de uma ilha para outra. Basicamente você terá 3 opções:
- Escolher uma ilha e contratar tours diários de barco para conhecer outras ilhas;
- Ficar alguns dias em uma ilha e depois ficar mais dias em outra, usando como transporte os barcos que fazem diariamente a rota entre as ilhas;
- Optar por fazer um cruzeiro entre as ilhas (os barcos aportam pela manhã nas ilhas e locomovem-se para outra ilha à noite), o que necessariamente implica em ficar hospedado no barco.

Existem cruzeiros só para visitação e outros apenas para mergulho.

Iguana marinha

Iguanas

[Iguanas]

O que fazer. As atrações nas ilhas baseiam-se principalmente na observação da flora e fauna local (tartarugas gigantes terrestres, uma infinidade de pássaros, iguanas, lobos marinhos e uma fauna marinha riquíssima). As paisagens alternam florestas, praias e vulcões. As ilhas também são também um ponto internacional de mergulho. Mas mesmo não sendo mergulhador é possível fazer snorkel em águas límpidas observando uma quantidade de peixes, tartarugas, arraias e ter a incrível sensação de nadar ao lado de lobos marinhos.

Praia Tortuga Bay na Ilha de Santa Cruz

[Praia Tortuga Bay na Ilha de Santa Cruz]

Você pode comprar passeios turísticos tanto nos hotéis quanto nas várias operadoras de turismo que existem na cidade. Os passeios são principalmente passeios de barco (mergulho e snorkel), trekking, passeios a cavalo e visitas às praias, fazendas de tartarugas gigantes, vulcões... Alguns passeios podem ser feitos por conta própria, porém em outros é necessária a presença de um guia oficial, visto que Galápagos é um parque de conservação ambiental.Leão marinho no mercado de peixe

[Leão marinho no mercado de peixe]

À noite as atividades resumem-se aos restaurantes e às lojas, mas no final de semana existem bares com música, onde locais e turistas se encontram.

Quando for não deixe de ver o Globo Repórter e o documentário da BBC sobre Galápagos (ambos podem ser vistos no YouTube).

Leão marinho no hotel

[Leão marinho no Red Mangrove]

Um destino na América do Sul onde os brasileiros ainda são minoria (vão para lá principalmente norte americanos e europeus), onde os bichos ficam nas calçadas (leões marinhos e iguanas), onde a consciência e a preservação ambiental se fazem muito presentes e com paisagens e experiências para uma vida inteira.

Obrigada, Antonio! Que linda viagem!

Leia também:

Quito, a bela capital do Equador, nas dicas do Junior

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

15 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Dri
DriPermalinkResponder

Esse leao marinho dormindo no sofá tá de levar pra casa de tão fofo!!
Ou, mais ecologicamente correto, me mudar pra lá pra ele dormir no meu sofá!

candida silva
candida silvaPermalinkResponder

Uma das coisas que eu mais gosto aqui é poder ler, aprender, descobrir, sobre destinos nunca antes imaginados por mim! Fantástico! :

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Excelente relato, parabéns!

Maxi
MaxiPermalinkResponder

Interessantíssimo o relato.. As fotos comprovam o que é a preservação das Ilhas, o sentido da VIda conservada, calma e a natureza sem disfarçes.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Ola,

Pretendo ir para Galapagos e ficar em Puerto Ayora, no período do dia 26 de Dezembro até o dia 10 de Janeiro. E gostaria de saber quanto custa em média os passeios para mergulho, quando custa os tranfers de uma ilha a outra, preço médio de restaurantes, enfim para ter uma noção de quanto levo de dinheiro.
Grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriela! Infelizmente não temos conteúdo próprio sobre Galápagos, só relatos de leitores.

Dê uma olhadinha no Lonely Planet:
http://www.lonelyplanet.com/ecuador/the-galapagos-islands

Lucila R.
Lucila R.PermalinkResponder

Oi, Gabriela
Eu acabei de escrever um guia completo com todas essas informações e tantas outras sobre Galápagos. Se quiser dar uma olhada está aqui, http://mochilacult.com/2014/06/24/galapagos-guia-de-viagem Não deixe de conhecer as ilhas que é um passeio maravilhoso!!

GUILHERME ESTRELLA

Prezados, matéria muito boa sobre Galápagos.
Gostaria de visitar as ilhas e tenho 3 perguntas:
1) Qual é a época do ano mais conveniente ?
2) Em quantos dias se pode visitar as atrações básicas das ilhas?
3) Qual a melhor opção : (i)contratar um pacote fechado antes de viajar ou (ii) ir e voltar e se hospedar por conta própria e contratar os programas localmente?
Guilherme.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! O Viaje na Viagem ainda não tem conteúdo próprio sobre Galápagos, apenas dicas de leitores. Além do que nos relatou o Antonio no post acima, recomendamos que você dê uma olhada nas informações do Lonely Planet:
http://www.lonelyplanet.com/ecuador/the-galapagos-islands

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Guilherme,vou tentar ajudar com as suas perguntas:

1)Quanto a época do ano em relação ao clima parece que há pouca variação com pouca chuva e temperatura quente o ano todo e quanto ao número de turistas ocorre um aumento na época de férias no hemisfério norte,visto que há um grande número de europeus e norte americanos,

2 e 3)Existe um grande número de atraç?es na ilha principal,que é a ilha de Santa Cruz:
1)Estação Charles Darwin-criação de tartarugas,
2)Praia Tortuga bay,
3)Las Gretas-canyon onde você pode nadar,
4)Fazenda de criação de tartarugas,
5)Passeio em barco com fundo de vidro levando você até uma baía para nadar com leões marinhos,
6)Passeio de um dia pegando um barco de manhã e voltando no final da tarde para conhecer outras ilhas.
Sendo assim acho você leva no mínimo 3 a 4 dias para fazer os passeios.
Esses programas você consegue fazer por conta própria ou contratar no dia no seu hotel ou em agências de turismo na rua.
Outra forma de conhecer Galapagos é fazendo um cruzeiro marítimo pelas ilhas, sendo que nesse caso você deve reservar com antecedência.
Antonio

Kaka
KakaPermalinkResponder

Acabei de voltar das ilhas galapagos. Fiz o cruzeiro de uma semana a bordo do barco eclipse, da ocean adventures. A experiencia foi fantastica. O barco é otimo, os guias excelentes e o roteiro é o melhor das ilhas como pudemos confirmar lá. O bom do barco é que chega em locais que nao sao acessiveis em viagens de 1 dia, como a belissima ilha genovesa (ilha dos passaros).
Fomos em maio foi excelente, sem chuva, dias bonitos, boa visibilidade no mar, muitos animais (tartarugas gigantes em habitat natural, pinguins, fragatas, muitas tartarugas marinhas iguanas etc)
Recomendo fortemente.
Bjs
Kaka

Lucila R.
Lucila R.PermalinkResponder

Pessoal, pra quem quiser saber + sobre Galápagos, eu acabei de escrever um guia virtual completo com todas as informações necessárias e muitas dicas para economizar em Galápagos. Além disso, tmb tenho vários posts sobre as ilhas no blog. Estive lá faz pouco. http://mochilacult.com/2014/06/24/galapagos-guia-de-viagem

Sara
SaraPermalinkResponder

Oi Antônio, sabes me dizer se é possivel pegar avião de Baltra para san cristobal? Nao encontro essa informação em nenhum lugar... Valeu

Lucila R.
Lucila R.PermalinkResponder

Oi Sara. Pode sim, a Emtebe é uma das cia. aéreas que faz esse trajeto entre as ilhas.

Joanita Borges do Nascimento

Estou apaixonada pelo arquipélago, fantástico as suas informações sobre o lugar.

Obrigada...