Hibiscus reabre; veja as 5 melhores barracas de praia de Maceió

Hibiscus, Ipioca, Maceió

| Hibiscus, praia de Ipioca |

Uma ótima notícia para quem vai em julho para Maceió: reabriu neste fim de semana o Hibiscus, lounge/restaurante que dá acesso ao melhor trecho de Ipioca, minha praia preferida no litoral norte da capital.

Conheça este e mais outros quatro pontos em que a estrutura de praia fica à altura da beleza do litoral alagoano. Do norte para o sul:


View Clubes de praia de Maceió in a larger map

.
–> HIBISCUS (Ipioca)

Hibiscus

[Hibiscus]

A localização do Hibiscus é luxo só: na extremidade de um condomínio de casas, num trecho pouquíssimo ocupado de Ipioca. O mar em frente é calmo e gostoso de entrar; à esquerda do clube, a praia faz uma curva linda de ver (e ótima para caminhar na maré baixa).

Quando abriu, em 2008, o Hibiscus tinha uma proposta mais sofisticada — mas sua localização acabou atraindo um público bem maior do que pretendia originalmente atender. No verão de 2013 o lugar foi reformulado, equipado para receber famílias (com buffet, área de recreação infantil e piscininhas). Depois de fechar outra vez, logo depois do verão, o Hibiscus reabre agora sob a administração da barraca Mar & Cia., de Paripueira (que não conheço, por isso não posso dar minha opinião). A maior novidade é um catamarã que, na maré baixa, leva às piscinas naturais de Ipioca.

A entrada custa R$ 15 por pessoa e não inclui o passeio de catamarã, que é cobrado à parte. Recomendo chegar cedo para pegar espreguiçadeiras.

Ipioca

[Praia de Ipioca à esquerda do Hibiscus]

Como chegar: o Hibiscus fica 24 km ao norte orla urbana de Maceió. Saindo pela beira-mar da Jatiúca você naturalmente vai dar na AL-101, que leva a todas as praias do norte. Para chegar ao Hibiscus é preciso entrar pela guarita do condomínio Angras de Ipioca. Para não se perder: fica menos de 2 km depois da portaria do hotel Danatureza.

Pós-praia: um almoço no Vila Chamusca, nos Altos de Ipioca (fecha às terças).

–> MILK BEACH PUB (Garça Torta)

Milk Beach ClubMilk, Garça Torta

[Milk, Garça Torta]

O Milk é o mais descolex dos clubes de praia de Maceió. Ocupa um terreno estreito à beira-mar da Garça Torta, um vilarejo praiano ao norte de Maceió. Você pode pegar uma mesa ou espreguiçadeira direto na areia ou ficar no quintal gramado do bar, onde há mesas, pufes e redes (e onde você curte melhor a trilha sonora, que é simplesmente ótima). O clima é alternativo (tem cerveja de garrafa 600 ml!) e vai agradar aos que sentem falta do antigo Bar Brasil da praia da Guaxuma. A praia é calminha e o cardápio é ótimo.

Garça Torta

[Praia de Garça Torta em frente ao Milk]

Como chegar: Garça Torta fica a apenas 10 km ao norte da orla urbana de Maceió. Saia pela beira-mar da Jatiúca e você vai naturalmente dar na AL-101 Norte. Garça Torta é o primeiro vilarejo passando a praia da Guaxuma. Entre na rua do restaurante Lua Cheia e siga em frente; o Milk fica um pouco antes do fim da rua, à sua esquerda.

Pós-praia: um almoço no vizinho Lua Cheia, de comida francesa clássica (abre de dia somente sábado e domingo) ou um filé no Restaurante do Zezé, em Riacho Doce, 3 km ao norte (abre de 4a. a domingo).

–> LOPANA (Ponta Verde)

Lopana

[Lopana, Maceió]

No trecho mais fotogênico do coqueiral da Ponta Verde, o Lopana é o que todo quiosque de praia gostaria de ser quando crescer. A equipe de garçons tira pedidos eletronicamente; bolsas térmicas com gelo substituem, com inteligência, os baldinhos de cerveja. Um catamarã (pago à parte) está a postos para mergulhos nas piscinas naturais da Ponta Verde (que têm poucos peixinhos, mas proporcionam um banho gostoso). Há um pequeno ambiente refrigerado (com vista para a praia) para quem quiser almoçar no friozinho. No verão e nos fins de semana, chegue cedo para pegar um lugar na areia. Funciona como bar no happy hour e à noite. Fecha 2ª feira.

Como chegar: o Lopana fica no lado de baixo, mais residencial, da Ponta Verde — que nada mais é que a continuação da Pajuçara. É a penúltima barraca antes da ponta; a transversal mais próxima é a José Freire de Moura.

Pós-praia: um café expresso no Nakaffa, atravessando a rua (no meio da quadra à esquerda).

–> KANOA (Ponta Verde)

O Kanoa é vizinho da Lopana, e seguiu o seu exemplo. Também tem uma área refrigerada, trilha sonora caprichada e happy hour disputado. O público tende a ser mais jovem e desencanado que o da Lopana. No verão e nos fins de semana, chegue cedo para pegar espreguiçadeiras ou mesas. Segue funcionando como bar à noite. Abre todos os dias.

Como chegar: o Kanoa fica na parte de baixo da Ponta Verde, à altura da rua Gaspar Ferrari. É a antepenúltima barraca antes da ponta.

Pós-praia: um café expresso no Nakaffa, atravessando a rua (no meio da quadra à direita).

–> PRAÊRO (Barra de São Miguel)

Praêro, Barra de São Miguel

[Praêro, Barra de São Miguel]

O Praêro foi a grande novidade do verão 2012/2013: finalmente um bar de praia decente para curtir a melhor praia ao sul de Maceió, Barra de São Miguel. Tem uma grande frente de praia, com mesas e espreguiçadeiras postadas tanto na areia quanto na área elevada do bar (onde há bonitas tendas). O banho de mar neste ponto da Barra é nota mil. Só não espere exclusividade: assim como o Hibiscus, o lugar recebe grupos.

Praêro, Barra de São Miguel

[Praêro]

Como chegar: a Barra de São Miguel fica 30 km ao sul da praia da Avenida, em Maceió. Basta sair pela orla central na direção sul e você naturalmente acaba na AL 101 Sul, que está duplicada até a Barra. Entrando pelo centrinho da Barra você acabará passando em frente ao Praêro. Caso venha a pé pela areia, fica logo à direita do núcleo central de bares de praia da Barra.

Pós-praia: na volta, almoce num dos restaurantes do canal da Massagüeira (acesso 10 km antes de Maceió); recomendo (eu e as torcidas do CSA e do CRB) o Bar do Pato.

Leia também:

Maceió, praia por praia (incluindo hotéis e restaurantes)

Por que não recomendo o bate-volta de Maceió a Maragogi

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


17 comentários para “Hibiscus reabre; veja as 5 melhores barracas de praia de Maceió”

  1. [...] Conheça este e mais outros quatro pontos em que a estrutura de praia fica à altura da [...] Continue lendo… [...]

  2. Mesmo sabendo que em julho chove no Nordeste, arriscamos e passamos uma semana de muito sol entre Japaratinga e São Miguel dos Milagres. Na ida paramos no Hibiscus que é um lugar charmoso, gostamos muito. De volta a Maceió, almoçamos no Vila Chamusca, boa comida e uma vista maravilhosa.
    Precisamos voltar para conhecer os outros lugares que você está indicando.

    1. Muito obrigada pela visita. QUe bom que gostou.

      Silvana Chamusca

  3. Riq, excelente notícia! :-)

  4. saudades de Maceió ;)

  5. O Hibiscus é bem Bacana!!!

    Fomos de ônibus circular e foi o Dia de Praia que mais nos agradou enquanto estávamos em Macéio!!! Foi um Dia SHOW, regado a Caipivodca!

    Só não foi melhor que Maragogi.

    Quando fomos ficamos 5 dias em Maceió e 3 dias em Maragogi. Se voltar com certeza faríamos o contrário.

    Ótimas Viagens,
    Vladimir.

  6. Moro em Maceió e acabei de pegar uma dica da minha cidade linda aqui no VNV. Gostava muito do Bar Brasil, nem tanto pela praia de Guaxuma que tem o mar bravo para o nosso padrão, mas pela trilha sonora e vou conhecer esse Milk Beach Club em Garça Torta. Para quem vai arriscar pegar uma praia por aqui nesses dias, fique tranquilo. O Tempo tá muito generoso com os turistas. Esse fim de semana de São João, data que sempre chove,foi predominantemente de sol. Super recomendo o Lopana e o Praêro mas confesso que tenho uma cisma com o Hibiscus principalmente porque vc paga 15 reais só pra entrar. Ontem passei por là duas horas só para ver as novidades e almoçar mas desisti depois que soube desse “ingresso”. No Lopana, nessa època, vc paga 7 Reais de cover para ver uma banda com òtimo repertório e come bem.
    Tudo bem que o trecho de praia do Hibiscus è isolado, mas acho meio “pega turista”.

  7. Em jan/2011, passando uns dias em Maceió, optamos por conhecer a barraca Lopana. Adoramos, comidinhas gostosas, cerveja gelada, cadeiras confortáveis, e uma trilha sonora maravilhosa…gostamos tanto que trouxemos o CD com as músicas tocadas. A barraca oferece o serviço (cortesia) de transporte. Um carro vai pegar o cliente no hotel.
    Ana Mota

    1. Ana, que dica quente!!! Adorei, vou experimentar em janeiro, quando for a Maceió.

  8. Passei o reveillon 2012/2013 em Maceió e fui ao Lopana algumas vezes.

    Pelo menos nessa época, para ficar na barraca era preciso pagar R$ 50,00 (cinquenta reais) e receber a pulseira de acesso. Como a cidade estava lotada em razão das duas grandes festas ( Celebration com Asa de Águia e Enchanté com Ivete), as pulseiras são limitadas e esgotavam rapidinho.

    O ideal foi comprar cedo (tipo 09h, assim q abriu) e já garantir o acesso. Fizemos isso e só chegamos na barraca depois de 12h.

  9. [...] reaching a restaurant called Hibiscus. I heard that it had been closed in 2012, but according to Ricardo Freire, a guide from Viaje na Viagem, it was opened again! Hibiscus restaurant supports the tourism in Ipióca. (Photo: Renan [...]

  10. Sou de Alagoas desde o nascimento e conheço bem o meu estado. Pra quem vem a Maceió uma dica, primeiro se livre dos guias pois apesar dos lugares citados acima serem bonitos existem coisas melhores. Se tiver tempo (pelo menos dois dias), visite as praias do litoral sul, vá a Coruripe pois lá tem ótimas praias como a própria de coruripe, duas barras, lagoa do pau… vá também a Japaratinga que é vizinho a Maragoggi mais não tem o mesmo marketing (guias não recebem comissões). Caso goste de algo mais agitado tipo saidinhas noturnas, procure as ruas do stela maris e bares como o Maikai ou divina não podem deixar de ser visitados, caso você goste de coisas de frutos do mar, peça para quem guia-lhe leva-lo a massagueira, local quase nunca levado pelos guias (preferem sempre o fraces – comida e preço “ficam longe da massagueira”), se puder também conheça o Baru, ótimo bar/restaurante e ambiente a beira da lagoa de barra nova. Caso você queira lembranças da terra, não fique apenas na feirinha da Pajuçara, muito marketing, pouca variedade altíssimos preços, pois 100% dos clientes são turistas, peça para conhecer a região do pontal da barra, pois de lá é que vem tudo que esta na famosa feirinha da pajuçara, muito, mais muito mais variedades e pelo menos uns 40% mais barato. Por fim, futuramente postarei mais opções, mais o básico é não ficar nas mãos dos guias que em sua totalidade só levam os turistas para onde recebem extras. Abraços e boa viagem!!!

    1. Gostei lizandro,
      Sou de Salvador e fico com a maior raiva quando vejo os turistas sendo explorados por aqui.
      Vou no carnaval para Maceio se puder gostaria de mais boas dicas.

  11. Maceió é lindíssimo!

  12. Bom Dia

    Gostaria de saber qual hotel proximo à esta barraca, com boa qualidade de hospedagem.
    Desde Já agradeço.
    Abraços
    Patricia

    1. Olá, Patricia! Você está falando do Hibiscus, certo? O Ricardo Freire indica hotéis na praia de Ipioca, onde fica o bar, neste guia: http://www.viajenaviagem.com/2013/10/praias-alagoas-maceio-frances-barra-sao-miguel-gunga-coruripe/

  13. [...] Praia de Ipióca [...]

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!