Suíça francesa: Montreux x Lausanne x Genebra

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Genebra

Genebra

Depois de destrinchar as peculiaridades de três cidades alemãs (Zurique x Lucerna x Berna), entre três vilarejos alpinos (Interlaken x Zermatt x St. Moritz) e cinco trens panorâmicos (Golden Pass Line, Jungfraubahn, Glacier Express, Bernina Express, Wilhelm Tell Express), vamos ver as principais diferenças entre as três mais importantes cidades francesas da Suíça.

A idéia é permitir que você escolha uma opção de cada grupo, para racionalizar o seu itinerário e evitar redudâncias durante seu tempo na Suíça. (Não deixe também de ler o post sobre Lugano.)

Bora?

MONTREUX | Riviera suíça

Freddie Mercury em MontreuxMontreuxMontreux

Montreux, beira-lago

"Parece Cannes". Foi a primeira coisa que veio à minha cabeça quando desci do meu quarto de hotel em Montreux e cheguei à promenade do Lago Léman, o Chemin Fleuri (caminho florido). Só nas cidades beira-lago da Suíça italiana você sentirá um clima tão mediterrâneo. Mas em Montreux, o idioma, o cassino, o Festival de Jazz e as referências a ícones pop (como a estátua de Freddie Mercury) remetem direto aos balneários do sul da França.

Castelo de Chillon, Montreux

Castelo de Chillon

A cidade é pequenininha e tem toda pinta de balneário. (No verão, é possível cair n'água e toda a extensão da promenade, mas as praias estruturadas, com areia e banheiros, estão mais adiante, em Chillon e Villeneuve, ou antes da cidade, em Vevey.) Tudo parece voltado ao turismo; não é a cidade para quem quer compartilhar do dia-a-dia dos suíços de verdade.

Cassino de Montreux

Cassino de Montreux

Os grandes trunfos de Montreux são justamente o tamanho compacto (dá para fazer tudo a pé -- e até mesmo ir caminhando à vizinha Vevey) e sobretudo a localização estratégica, próxima às cidades francesas maiores (Lausanne, Genebra) e ao pé da subida para estações alpinas como Gstaad e, mais adiante, Zermatt.

Dentro da cidade, a maior atração histórica é o castelo de Chillon. Entre maio e outubro, vale a pena também fazer passeios de barco pelo Lago Léman: dá 1h20 até Lausanne, onde você pode atravessar o lago até Evian, na França (mais 35 minutos); os trajetos são cobertos pelo Swiss Pass.

Um dos passeios mais concorridos da Suíça também parte da cidade: o Trem do Chocolate. A cidadezinha de Vevey (bem mais "de verdade" do que Montreux) e os vinhedos tombados de Lavaux também rendem um ótimo passeio em dobradinha.  A época mais concorrida é o verão, quando a cidade ferve durante o animadíssimo Montreux Jazz Festival (datas para 2014: de 4 a 19 de julho).

Vinhedos de Lavaux

Vinhedos de Lavaux

Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias

Aeroporto de Genebra 1h11/94 km, Vevey 7 min/7 km, Lausanne 21 min/30 km, Genebra 1h/94 km, Gstaad 1h19/64 km, Berna 1h33/89 km, Interlaken 2h17/147 km, Zermatt 2h33/146 km, Zurique 2h35/210 km, Lugano 5h27/277 km.

Montanhas próximas

O passeio de montanha mais à mão é para Rochers de Naye, a 2.000 metros de altitude (55 minutos de trem). No verão há lindas vistas do Lago Léman, trilhas e oportunidade de observar marmotas em seu habitat natural. No inverno funciona uma estação de esqui.

Outra estação dos arredores é Les Diablerets, que oferece uma geleira a 3.000 metros de altitude, o Glaciar 3.000. O acesso é pela cidade de Aigle (10 minutos de trem), de onde parte um outro trem (50 minutos até Les Diablerets).

Mas a estação mais famosa dos arredores é a sofisticada Gstaad, a 3.000 metros de altitude (1h19 de trem), à beira de seu próprio lago, o Lauenen.

Bate-voltas

A vizinha Vevey (6 minutos de trem, ou menos de uma hora a pé, pela beira-lago) e os vinhedos tombados de Lavaux, mais adiante, oferecem o melhor passeio aos arredores (veja detalhes aqui). Lausanne, a vinte minutos de trem ou 1h20 de barco (vá de um jeito, volte do outro; ambos os trechos são cobertos pelo Swiss Pass), também cabe direitinho num dia. Caso você não monte base em nenhuma cidade alemã, vale a pena o bate-volta a Berna (1h33 de trem).

Trens panorâmicos

O passeio ferroviário mais concorrido da cidade é o Trem do Chocolate, um tour de dia inteiro em trem vintage que leva primeiramente a Gruyère (onde há visitação ao castelo e depois a uma fábrica de queijo) e continua a Broc, onde se visita uma fábrica de chocolate da Nestlé. O passeio opera às segundas, quartas e quintas em maio, junho, setembro e outubro;  diariamente em julho e agosto (não funciona entre novembro e abril). Sai às 8h57 de Montreux e volta às 17h38. Custa 99 francos suíços sem Swiss Pass (69 francos suíços para crianças); 49 francos suíços para portadores de Swiss Pass de 1ª classe e 69 francos suíços para portadores de Swiss Pass de 2ª classe.

O outro trem panorâmico que parte de Montreux é a Golden Pass Line; leia sobre o trajeto aqui.

Lago Léman, Montreux

Vista do Grand Hotel Suisse Majestic, Montreux

Onde ficar

O hotel mais próximo da estação de trem (você desembarca, atravessa a rua e está na recepção) é o renovado 4 estrelas Grand Hôtel Suisse Majestic; o hotel dá de fundos para a estação e de frente para o lago. Ainda na beira-lago, e razoavelmente perto da estação, com preços um pouco mais camaradas, considere o Splendid e o Best Western Eurotel Riviera. A duas quadras do lago, o B&B Trois Quarts é bem elogiado. Fora da região imediata à estação, o Bon Port (beira-lago) tem alguns apartamentos com cozinha equipada; o Tralala (numa ladeira) tem quartos moderninhos bastante interessantes.

LAUSANNE | Altos & baixos

Lausanne

Lausanne

Se você passou antes por outras cidades suíças beira-lago, vai se surpreender com Lausanne. Seu layout é único: dividida entre Cidade Alta (Haute Ville) e Cidade Baixa (Basse Ville, ou Ouchy), espalha-se em plano inclinado do alto de um plateau até o Lago Léman.

LausanneLausanneLausanne

[Hauteville, Lausanne]

Parecem duas cidades distintas. A parte alta é histórica e labiríntica, e revela uma Suíça da vida real, mais classe-média e pé no chão do que as metidíssimas Zurique e Genebra. No topo da Cidade Alta está a Catedral de Lausanne, maior construção gótica da Suíça. A 1,5 km dali, já fora do coração do centrinho histórico, a Coleção de Arte Bruta O ponto mais animado da Cidade Alta é Le Flon, uma região com bares e nightclubs. Dali sai o metrô que leva à Cidade Baixa, ou Ouchy.

A região da beira-lago (Basse Ville ou Ouchy) é verdíssima, arejada e pontilhada de hotéis clássicos de balneário. Desça para dar um rolê pelos jardins, tomar um café ou um drink numa das esplanadas dos hotéis , visitar o Museu Olímpico (fechado para renovação até o fim de 2013) ou pegar um passeio de barco pelo lago Léman.

Flon, LausanneFlon, LausanneLausanne

Flon, Lausanne

--> Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias:

Aeroporto de Genebra 44 min/63 km, Montreux 21 min/30 km, Genebra 35 min/64 km, Berna 1h06/104 km, Zurique 2h08/226 km, Lucerna 2h10/212 km, Interlaken 2h10/163 km, Basiléia 2h10/198 km, Chamonix 35 min trem + 1h15 ônibus/170 km, Zermatt 3h/174 km, Lyon 2h40|211 km, Paris 3h34/535 km, Milão 3h20/329 km, Turim 4h50/260 km.

LausanneLausanneLausanne

Ouchy, Lausanne

--> Montanhas próximas

Lausanne tem vista para os Alpes do outro lado do lago Léman. Para subir numa montanha e voltar no mesmo dia, considere as duas estações próximas a Montreux: Rochers de Naye, a 2.000 metros de altitude (21 minutos de trem a Montreux + 50 minutos de trem ao alto da montanha) ou Les Diablerets, a 3.000 metros de altitude (30 minutos de trem a Aigle, então 50 minutos de trem ao topo).

A estação mais famosa perto de Lausanne, porém, está em território francês: é Chamonix. É preciso ir à gare central de Genebra de trem (35 min.) e então pegar um ônibus (1h15).

LausanneLausanneLausanne

Lausanne

--> Bate-voltas

Os vinhedos tombados de Lavaux estão a 10 minutos de trem. Montreux, a 21 minutos (ou 1h20 de barco, coberto pelo Swiss Pass). O melhor passeio é ir de barco até o Castelo de Chillon e voltar de trem.

Genebra está a 35 minutos de trem. A capital Berna, com sua arquitetura personalíssima, está a 1h05.

Entre maio e outubro, os barcos da CGN atravessam o lago Léman em direção às cidades francesas de Evian, onde estão as famosas fontes minerais, e o vilarejo medieval de Yvoire (2h). Os trajetos estão cobertos pelo Swiss Pass.

--> Trens panorâmicos

Não há nenhum trem panorâmico que sirva Lausanne. Você pode ir até Montreux (21 min. de trem) para pegar o Trem do Chocolate (leia mais detalhes no tópico de Montreux, acima) ou seguir viagem a Gstaad, Zermatt, Interlaken ou Lucerna pelo Golden Pass Line.

Lausanne

Ouchy, Lausanne

--> Onde ficar

Nos arredores da estação ferroviária, considere os econômico À La Gare e Résidence Boulevard, o confortável Continental e o moderninho Agora Swiss Night. No Flon, uma boa pedida é o L'Hôtel; ali pertinho, no início da subida para a cidade antiga, pense no Hôtel du Raisin.

À beira-lago, os mais abordáveis são o Aulac e o Hôtel du Port. Se você está podendo, porém, cacife o deslumbrante Beau Rivage Palace.

GENEBRA | Business class

Genebra

[Genebra]

Nações Unidas e Cruz Vermelha, entre outras entidades, fazem de Genebra a mais internacional das cidades suíças -- ou a menos suíça das cidades da Confederação Helvética. A mistura de alto custo de vida com a grande população de funcionários públicos de elite tornam Genebra a base suíça menos convidativa para o turista.

Genebra

[Genebra]

A cidade é linda, sobretudo à beira-lago, com o monte Salève ao fundo (e, num dia claro, com a pontinha do Mont Blanc bem ao longe). O centro histórico fica na margem oposta à da estação ferroviária; o ponto mais gostoso por ali é a Place du Bourg-de-Fours, a mais antiga da cidade, perto da Catedral -- é o lugar para pegar uma mesa e observar os genebrinos.

O lugar mais relaxado da cidade, porém, é o bairro de Carouge, que já pertenceu ao reino da Sardenha; passe por lá para o happy hour ou jantar.

Entre os melhores lerês de Genebra estão, nos meses de abril a outubro, os passeios de barco pelo lago Léman (pode ser pela CGN, cobertos pelo Swiss Pass; pela Swissboat, que também faz cruzeiros pelo rio Rhône; e pelas Mouettes Genevoises, barquinhos que fazem a travessia do lado de uma margem a outra). O ano inteiro dá para visitar o Palácio das Nações, sede européia da ONU (veja detalhes aqui). O teleférico do Mont Salève, a 1.000 metros de altitude, já em território francês, oferece as melhores vistas da cidade.

GenebraGenebraGenebra

[Genebra]

--> Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias

Lausanne 35 min/64 km, Montreux 1h/94 km, Berna 1h41/168 km, Zurique 2h38/279 km, Interlaken 2h42/217 km, Lucerna 2h45/290 km, Zermatt 3h30/238 km, Chamonix 1h15 ônibus/82 km, Lyon 1h53/148 km, Paris 3h07/240 km, Milão 3h53/320 km, Turim 5h10/247 km.

GenebraGenebraGenebra

[Genebra]

--> Montanhas próximas

As montanhas vizinhas a Genebra ficam na França. 30 minutos de ônibus levam a Veyrier-École, onde se pega o teleférico para as vistas do Mont Salève, a 1.000 metros de altura. Querendo ver neve, vá mais adiante, a Chamonix, que fica a 1h15 de ônibus (mas planeje a viagem com cuidado, porque há poucos horários para ir e voltar no mesmo dia).

GenebraGenebraGenebra

[Genebra]

--> Bate-voltas

Um passeio a Montreux (1h de trem) permite visitar os vinhedos de Lavaux e o castelo de Chillon no mesmo dia. Lausanne está ainda mais perto, a 35 minutos (veja o que fazer mais acima). Caso você não monte base em nenhuma cidade suíço-alemã, vale a pena dar um pulo em Berna, a capital medieval suíça (1h40 de trem).

Genebra

[Genebra]

--> Trens panorâmicos

Genebra está fora do circuito de trens panorâmicos suíços. Indo a Montreux (1h) você pode pegar o Trem do Chocolate (leia mais sobre o trem no tópico de Montreux) ou seguir viagem pela Golden Pass Line a Gstaad, Zermatt, Interlaken ou Lucerna.

Genebra

[Genebra]

--> Onde ficar

Dentre os hotéis baratos próximos à estação ferroviária, o mais bem avaliado no Booking é o Les Arcades. Um pouco abaixo vêm o Best Western Strasboug, o Bernina Swiss Quality e o International & Terminus. Fãs de hotéis moderninhos vão curtir o Design Cristal. Se for para cacifar um dos clássicos da beira-lago, vá direto ao Four Seasons Hôtel des Bergues.

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Leia mais:

59 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

-- A.L.
-- A.L.Permalink

Dá pra ir até Chamonix de trem via Martigny! É um paaseio bem interessante em termos cênicos. Uma parte da ferrovia no lado francês está em obras, mas tem ônibus substutindo. Mesmo assim, eu acho muito bonito o trecho até o a fronteira.

Aliás, Martigny é um bom local para quem quer vistar uns vilarejos, digamos, low-key. Duas linhas de trem turísticas partem, uma para Orsières (vilarejo despretensioso, mas que serve como excelente base para trilhas de média intensidade em todas as direções), e outra para Bagnes, de onde vc pode usar as gôndoals para ir a Verbier. É também uma ótima cidade para se bandear em bate-e-voltas na região de Valais, e também Zermatt.

Fica aí a dica.

Christina - Fui e voltei pra contar

MARAVILHOSO ESTE POST!!!
Fiz um bate-volta de trem de Genebra a Lausanne e Montreux. Dá para ir em 1 dia, mas não recomendo, é muito corrido (mas eu só tinha 1 dia, então...). As cidades são lindas e a região no entorno deve ser demais!
O melhor é ficar mais tempo e seguir as dicas excelentes do Ric.
Parabéns Ricardo Freire, a cada nova postagem você consegue se superar!

Cristina
CristinaPermalink

O que mais gosto eh que no dia que formos p esta região eu vou apenas ler este post, reler outros que já li como os que reli agora p vir p ca na Costa Amalfitana.

Maria Amélia Arantes Paulo

Parabéns! Excelente descrição dos locais. Já fiz todos os passeios mencionados e adorei! Só achei que ficou faltando falar do sorvete delicioso Movenpick e da exuberânia das flores. Sempre costumo pesquisar no Viaje na viagem antes de viajar e gosto muito.

Nati S.
Nati S.Permalink

Eu como moradora de Lausanne e bairrista (hehe) puxo a sardinha pro meu lado e digo que é melhor ficar em Lausanne. Se a única "desvantagem" é que a cidade não é a base pros passeios de montanha e pros trens panorâmicos, eu digo que Montreux fica muito perto daqui... e todos os trens que passam pela cidade param aqui, o que não vale pra Montreux, por exemplo. Existem muito mais opções de trem pra vir do aeroporto de Genebra pra Lausanne do que pra Montreux. Já a cidade de Genebra é "o fim da linha" dos trens, então fica mais longe pros passeios dentro da Suíça. Concluindo: Lausanne é muito legal hahaha grin

Pensei numa opção mais em conta de hospedagem por aqui (tendo em vista o assalto a mão armada que são os preços de hotel na Suíça haha), o Lausanne Guest House.
http://www.lausanne-guesthouse.ch/
Nunca fiquei lá, mas fica perto de onde eu moro e me parece bem bom. Hostels na Suíça tem quase cara de hotel e e esse não escapa da tendência. Além dos dormitórios coletivos eles tem quartos com banheiro privativo, e todos com vista pro lago! Fica super perto da estação de trens, e no mesmo nível, sem necessidade de subir grandes ladeiras com mala, hahaha (quase um luxo em se tratando de Lausanne, já que o táxi aqui é proibitivo e de ônibus ou metrô invariavelmente tem que subir ou descer um pouco a pé) e numa região bem agradável da cidade (bairro Sous-Gare).

Outras sugestões de passeio:
- Musée de l'Elysée. É um museu de fotografia que sempre recebe exposições beeeeem interessantes (esse mês, por exemplo, começa uma do Sebastião Salgado!). Fica ao lado do Museu Olímpico (uma boa sugestão enquanto ele não reabre)
- Fondation de l'Hermitage. É um museu que recebe exposições de temporárias de arte e fica em meio a um parque na zona alta da cidade (Bois de Sauvabelin). Se tiver alguma expo interessate vale a pena ir, porque a vista é linda (agora por exemplo tá tendo Mirò!).

Outros bate-voltas bem legais saindo de Lausanne são as mini cidadezinhas na beira do lago, em direção à Montreux: Lutry, Cully, Rivaz... todas tem o "burgo" que é a parte antiga da cidade e são muito charmosas! Essas que citei têm parada barco mas também dá pra ir de trem (ou até de ônibus no caso de Lutry). A dica é comer o Filet de Perche no Café de la Poste em Lutry (perche é um peixinho que é pescado no lago Léman), tomar banho no lago (a praia de Rivaz e a de Lutry são ótimas, muito melhor que qualquer praia de Lausanne) ou começar daí algum passeio pelo Lavaux! Cully tem um festival de jazz mas muito legal em abril (beeem menor e mais "alternativo" que o Montreux Jazz), o Cully Jazz. Outra dica: em Lutry, bem em frente ao atracadouro dos barcos, tem uma sorveteria muito boa! Movenpick é ótimo, mas tomar um sorvete artesanal de de pêche de vigne na beira do lago é impagável wink

Apenas uma mini correção (mais um preciosismo do que qualquer coisa) sobre o post: moro aqui há mais de um ano e nunca vi ninguém fazendo essa diferenciação entre haute e basse ville... Lausanne não é uma ladeirona non-stop que acaba no lago, na verdade a cidade é organizada em patamares: um no alto, na colina da cidade medieval (Cité), outro patamar na altura da igreja de Saint-François e da região comercial da rue de Bourg, outro patamar na estação de trens e por fim o "andar" mais baixo que é em Ouchy na beira do lago. Mas enfim, apenas uma correção besta....

Adorei o post!
Vou ver se faço uma compilação de dicas de restaurantes e bares em Lausanne e posto aqui smile

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Nati! Merci beaucoup!!! grin

gustavo
gustavoPermalink

Ola Natalia,

Vi seu post no Blog falando que mora em Lausanne. Estou indo pra Suiça no final do ano e estarei por ai dos dia 22/12 até 26/12.
Ficarei no hotel Hotel Alpha-Palmiers Rue du Petit-Chêne 34, Lausanne Centre.
Como vai ser época de frio o que me sugere de passeios?
Ah estou indo com minha esposa e somos um casal na faixa de 30 anos.
Outra observação chegarei em Lausane de trem vindo de Paris.

abs

Nati S.
Nati S.Permalink

Oi gustavo,

Essa época estará bem frio, provavelmente com direito a neve e talvez temperaturas negativas, além de dias mais curtos. Apesar disso vocês estarão aqui no Natal o que é bem legal! Além de todos os passeios já citados, em Lausanne também tem um mercado de Natal, que não é famoso como o de Montreux, mas que é bem legal, pra ir a noite/fim de tarde tomar um vinho quente e comer uma raclette. Ele fica dividido entre a Place de St François (ao lado da igreja) e o bairro do Flon). Além disso todos os anos é montada na praça principal do Flon uma pista de patinação no gelo que é bem legal! Ah, não deixem de comer uma fondue, logicamente (recomendo o restaurante Café de l'Évêché, perto da catedral http://www.leveche.ch/ ).

Flavia
FlaviaPermalink

Oi, Nati!
Adorei seus comentários e amei o post do Ric!
Bom, como você mora em Lausanne, queria te perguntar uma coisa: você acha que os passeios são viáveis para uma pessoa com dificuldade de locomoção? Meu marido é cadeirante, então preciso checar direitinho a acessibilidade dos lugares antes de programar qualquer viagem...
Desde já agradeço!

Nati S.
Nati S.Permalink

Oi Flavia!
Lausanne é uma cidade bem acidentada o que dificulta um pouco para os cadeirantes, mas muitos ônibus são acessíveis sim (não todos). As estações de metrõ junto aos pontos turísticos também são acessíveis. Além disso há diversos elevadores públicos que ajudam a vencer os diferentes (e vários) níveis da cidade. Eu diria que a questão da locomoção pode limitar um pouco o passeio, mas não completamente. Não vai dar pra fazer absolutamente tudo, e talvez as vezes será necessário fazer um caminho não muito lógico, dar uma volta grande, por exemplo, pra evitar as ladeiras e optar por elevadores e caminhos planos. Mas eu acho que dá sim smile
Um link pra te ajudar: http://www.myswitzerland.com/en-ch/transport-travel/physically_challenged.html

Carla
CarlaPermalink

Boa tarde,

O meu namorado também mora aí em Lausanne, em breve irei eu também. Conheço muito pouco ainda, das poucas vezes que fui não deu para ver muita coisa, mas o lago Léman é lindo.
Além de que há muita gente que fala o português,o que é bom para quem não fala fluentemente francês.
Já lá estive em Junho e Outubro, irei agora mais uma semana, matar saudades e ir-me adaptando a uma nova fase wink
Adorei conhecer este espaço de partilha de informação wink

Próxima Trip - Erika
Próxima Trip - ErikaPermalink

Muito bom esse post, completíssimo! Estou doida pra voltar a Suiça, o pouco que conheci gostei bastante, mas preciso voltar na primavera ou verão. Quando eu fui era inverno e o tempo não quis colaborar en nada com a viagem!! Conheci Bem superficialmente Genebra e o Castelo de Chillon, alem do Museu Olimpico em Lausanne

Abs!

Claudia N
Claudia NPermalink

Ola. Adorei o post, mas alguem tem dicas de passeios na Suica no inverno? Muito obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Claudia! Ao pé do post você verá uma série de outros posts listados. A intenção é que sejam clicados e lidos, por favor. Obrigada.

Manoel Araújo
Manoel AraújoPermalink

Como chego a Chamonix a partir de Milão?Vale a pena ir em dezembro?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Manoel! Dezembro já será época de esqui. O melhor é voar a Genebra e seguir de ônibus. De trem dá entre 7h30 e 9h, com várias baldeações.

Ana Paula
Ana PaulaPermalink

Oi , vou para Suíça em 5 de outubro e gostaria de umas dicas sobre o swiss pass, pois ainda nao sei se devo comprar, vou com duas criancas e dois adultos e passarei 9 dias na casa de uma amiga em lousanne.... E gostaria de conhecer toda suica da melhor forma custo e prazer...então devo ou nao comprar o swiss pass?..
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Paula! A única maneira de saber é orçar todos os deslocamentos e passeios e comparar com o valor do passe. Se vocês vão passar os 9 dias na casa da amiga, provavelmente não valha a pena. Se vocês viajarem pela Suíça, é bem provável que valha.

Carla - Fui, Gostei, Contei

Bóia, Riq, me desculpem estar perguntando num post totalmente nada a ver com minha dúvida. Mas tenho procurado dicas de Ilha do Mel, Paraná, e encontro pouquíssimas! Aqui mesmo a Ilha só aparece em uma Charada de Sexta. Teriam alguma indicação, mais especificamente para Reveillon? Li que lá chove bastante. É grande a chance de passar os dias de ano-novo em baixo de chuva? Dica de pousada com bom custo benefício? Help me. Obrigada, queridos. Beijos!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carla! Por favor, use a página http://www.viajenaviagem.com/brasil/brasil-a-z para perguntas do Brasil. Obrigada!

(Tanto sua pergunta quanto minha resposta aqui serão deletadas para não atrapalhar pesquisas de quem está buscando Suíça.)

Carla - Fui, Gostei, Contei

Ok, sorry!! Estou copiando a pergunta lá.. Obrigada

Ronaldo Giusti
Ronaldo GiustiPermalink

Post super-útil-enciclopédico-mastigadinho como sempre!
Pena que só veio depois da minha viagem pra Suíça, em janeiro (e foram os outros posts da série que alimentaram minha vontade de ir pra lá).

Achei Genebra a mais legal das três principais cidades da Suíça francesa, mas acabei tendo Lausanne como base, seguindo a dica do Vnv (obrigado!), que é mais conveniente logisticamente falando, e tinha hotéis menos caros (ainda assim, o Ibis mais caro da minha vida!).

Quem quiser saber como é no inverno, estou blogando (devagar) sobre isso.
Um abraço.

Erick
ErickPermalink

Lausanne é maravilhosa .... E além disso é bem localizada na Europa! De lá vc pode ir a Paris de trem com 3 hs ou a Milão com o mesmo tempo por exemplo! Pretendo voltar e seguindo de lá pro norte da Itália da próxima vez!
É isso...

Vagner Lima
Vagner LimaPermalink

Olá, Parabéns Pelo Artigo!
Muito Bom, Bem Esclarecedor.

João Paulo
João PauloPermalink

Mais uma dica! Se vier pra esses lados vale a pena esticar até Anecy. A cidade mais suíça da França fica a apenas 40km de Genebra.
Abs
João Paulo

Andre
AndrePermalink

Ola parabens pelo post fantastico!!! Gostaria de ajuda. Esterei em Genebra do dia 23 a 25 de abril participando de um congresso e depois terei apenas 5 dias para viajar qual seria uma sugestao

maria ines
maria inesPermalink

por favor,vamos a suiça agora dia 17.10.13,de avião sao paulo-zurique
somoa da maior idade,não falamos ingles,alemão e muito menos frances
somente espanhol e portugues, sera que teremos muita dificudade?

para fazermos passeios com guia voce pode nos ajudar indicando alguma
agencia,ou....?

obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maria Ines!

Nos hotéis sempre é possível encontrar passeios organizados.

Veja 30 roteiros para fazer na Suíça:
http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

Heide
HeidePermalink

Boa tarde!
Quero visitar a suíça no verão. Qual o mês ideal?
grata

-- A.L.
-- A.L.Permalink

segunda quinzena de maio até fim de setembro.

jo
joPermalink

Oi, estou preocupada com as temperaturas. Gostaria de saber se em fevereiro é possível fazer passeios de barco, caminhadas? Estarei em Chamonix por 7 dias e depois terei 5 dias antes de regressar a Paris. Pensei em fazer o Golden Pass... Outra opção seria ficar estes dias no sul da França. Alguém pode me dar uma dica? Viajo com meu marido e filho de 12 anos.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jo! Fevereiro ainda está no auge do inverno. Alguns passeios de barco são suspensos. No sul da França também estará frio.

Leia sobre roteiros na Suíça:
http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

Jo
JoPermalink

Obrigada,
Li sobre os roteiros na Suiça e outra coisas mais aqui no Viaje na Viagem e, apesar de super completos, cheios de informações ótimas, muito organizado, ainda restou dúvida sobre quais passeios (trens, barcos) não funcionam no mês de fevereiro.
Ficou claro que o Trem do Chocolate e passeio de barco pelo Lago Léman não funcionam mas o resto funciona?
Parabéns pelo site, abraços.
Jo

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jo! Os barcos do Lago Lucerna funcionam o ano inteiro.

jo
joPermalink

Obrigada pela informação.
Descobri no site oficial de turismo na Suiça, http://www.myswitzerland.com/pt/, a época de funcionamento das principais atrações turísticas. A pesquisa pode ser feita por região, marcando num mapa. Tem de tudo, tranpostes, acomodações, passeios... Recomendo, o site é muito completo.

Débora
DéboraPermalink

Boa noite,
primeiro quero dizer o quão esclarecedor é o VnV, parabéns!!
Agora a pergunta, planejo passar 8 dias na Suiça em fevereiro e optei por ficar 06 dias em Lausanne (como cidade base) e partir de lá para alguns passeios, além de aproveitar uns dias na propria cidade, é claro! No entanto, a hospedagem na cidade é bem cara (o hotel ibis mais caro q já vi na vida, rs)...a opção pra mim seria o albergue que alguém indicou aqui. Nada contra, gosto daquele clima de amizade dos hostels. Mas encontrei várias hospedagens, inclusive flats, pelo mesmo preço do hostel do outro lado do Lac Leman, em Thonon-les-Bains e Bernex. O que quero saber é da possibilidade de atravessar de barco para lausanne, como um transporte público habitual, e durante o inverno. E se isso atrapalharia muito a idéia de seguir de trem para fzer bate e volta por cidades vizinhas.
Muito Obrigada,
Débora.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Débora! Isso deixaria todos os seus deslocamentos mais longos, atrapalharia os bate-voltas sim. Lembre-se que no inverno os dias são mais curtos, você vai ter menos horas de luz. Ficar fora de Lausanne também implicará em não aproveitar a noite da cidade. Escolha um albergue em Lausanne.

Débora
DéboraPermalink

Era o que eu precisava saber! Muito obrigada pela atenção e rapidez.

Celso
CelsoPermalink

Olá, bom dia,

primeiramente parabéns pelo blog, conforme suas dicas acima, estamos passando para agradecer, efetuamos praticamente o roteiro inteiro, principalmente com relação aos passes de trem onde efetuamos a compra do Swiss pass perfeito nos atendeu em toda locomoção no pais, ja estamos com saudades deste pais encantador.

Eliane
ElianePermalink

Olá Bóia e viajantes !

Adorando sempre as ótimas e imperdíveis dicas do VnV, ressalto que li e reli o post e os comentários e não vi os esclarecimentos para uma dúvida que tenho :

De qual dessas 2 cidades fica melhor eu fazer o passeio no Trem do Chocolate, (que, já sei, sai de Montreaux )Zurique ou Interlaken ?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eliane! Como está escrito no texto, o trem sai às 8h57 de Montreux. O texto também traz o tempo de viagem tanto de Interlaken (2h17) quanto de Zurique (2h35).

É uma viagem possível para quem está em Montreux ou Lausanne. Mais longe do que isso será um stress só por causa do horário de saída.

Eliane
ElianePermalink

Ok Bóia, perfeitamente entendido!
Eu tinha sim visto esses horários e feito minhas avaliações concluindo também isso...
Fico muito grata pela sua atenção e orientação !

jose
josePermalink

olá.
Vou com a familia em Junho e ficarei em Lausanne.
Estaremos de Carro alugado e (não sei se a dica já está por aí)e tb queremos visitar Gruyères onde fica o bar-Museu do H.R. Giger (o da saga Alien).
A minha pergunta é: Se formos a uma das montanhas sugeridas (2000 ou 3000 mts) suponho possa haver neve apesar de estarmos no Verão, está correto? tem ideia das temperaturas aí em Junho?
(Se fosse no inverno eu sabia o que esperar agora como é em pleno Verão não quero ir nem de t-shirt nem exagerar na roupa).
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jose! No alto das montanhas a temperatura está abaixo dos 10ºC.

Beatriz
BeatrizPermalink

olá Bóia, poderia me ajudar onde compro bilhetes para o Mont Blank Express partindo de martigny/chamonix? não consigo encontrar a rota com horários e preços.
obrigada

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Beatriz! Compre em http://www.sat-montblanc.com/order-your-tickets.aspx

beatriz
beatrizPermalink

OLÁAA, Bóia, nao consrgui achar bada neste link nao consegui achar nada do mont blanc express apenas tickets de autocarro. Vou sair de paris de trem ate lausanne, vou ficar uma noite para conheçer, achei hoteis bem caros perto da estaçao dai reservei um hostel perto do lago, isso em funçao de seguir no dia seguinte para martigny afim de pegar o mont blanc express ate chamonix.Bom, estou atras de horarios para saber se ainda posso passear por martigny, que achas???
obrigada pelas dicas

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Beatriz! Autocarro é ônibus. Vai direto de Genebra a Chamonix. Basta programar no buscador.

O trem para Martigny vai pelo lado contrário, contornando o lago Léman, passando por Lausanne, Vevey e Montreux.

De Martigny a Chamonix a estrada de ferro está em obras e é preciso fazer mais duas baldeações (para embarcar e desembarcar de um ônibus no meio do caminho). A viagem de Genebra a Chamonix via Martigny está levando mais de 4 horas, o que inviabiliza o bate-volta.

Feliep
FeliepPermalink

Vou para Genebra em abril num simpósio que será realizado na Palexpo (junto ao aeroporto). Pensei em me hospedar no Ibis Geneve Centre Gare. É uma boa região? Pelo que li usarei a linha 5. Abraços

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Feliep! Parece que o melhor é ir de ônibus:

http://www.congrex-switzerland.com/ebmt2012/venue-logistics/travelling-to-the-palexpo.html

Maicon oliveira
Maicon oliveiraPermalink

Bóia

Gostaria de sua ajuda estou indo com minha esposa para uma feira de máquinas em Genebra iremos ficar lá do dia 8 a 13 de abril de 2014 e gostaria que você pudesse me dar algumas dicas de passeio, pois teremos a tarde do dia 11 e o dia 12 inteiro livres e todas as manhãs livres, também gostaria de saber nessa época tem alguma estação de esqui em funcionamento próximo a genebra e quais cidades próximas valem a pena conhecer, gostaria também de sugestões sobre restaurantes se possível, de antemão agradeço muito sua ajuda para todos que vão para a suíça.

Abs

Maicon oliveira

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maicon! Os passeios estão listados no post, por favor leia com atenção.

Meire
MeirePermalink

Não consigo encontrar no site do bernina express, o local de compras dos bilhetes,vc pode me ajudar?

Danusaleitao
DanusaleitaoPermalink

Olá! Estou indo para suíça no início de maio com meu marido, quando ficaremos 4 dias inteiros em Berna (já reservei o hotel e comprei o suwiss pass). Estou pensando em fazer o seguinte roteiro (gostaria da sua opinão)
Dia 30/4- conhecer Berna e Interlaken
Dia 01/05- ir a Lausanne e depois conhecer a fábrica de queijo em Gruyere e a fábrica de chocolate em Broc (dá tempo?)
Dia 02/05- bate e volta em Lucerna
Dia 03/05- Top of the world
Dia 04/05- ir para Zurique pela manhã, onde vamos passar o dia e dormiremos, para posteriormente ir à Viena.

Desde já obrigada!

A.L.
A.L.Permalink

Eu modificaria o seguinte: ao invés de escolher um dia para ir ao Jungrfraujoch, vá no primeiro dia em que tiver tempo bom.

Danusaleitao
DanusaleitaoPermalink

A.L.
Obrigada pela dica! Mas a minha maior dúvida é se dá tempo de fazer toda a programação do dia 01/05...

Viaje na Viagem
Viaje na ViagemPermalink

Ainda tem dúvidas? Clique e leia:

Suíça: 30 roteiros prontos