Sobre os preços abusivos para a Copa: meus 20 centavos :-)

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Fonte Nova

| Arena Fonte Nova, Salvador |

Ontem a edição impressa da Folha de S. Paulo saiu com a manchete "Bilhete aéreo para a Copa já custa 10 vezes mais". Referia-se à tarifa escandalosa da ponte aérea (ida e volta) para o dia do jogo de abertura da Copa -- R$ 2.400 pela TAM, R$ 1.900 na Avianca, R$ 1.700 na Gol (não deve ter aparecido Azul porque a cia. não tem ponte aérea).

A tarifa é escandalosa, sim -- mas não é exclusiva da época da Copa. Trata-se da tarifa mais alta das cias. aéreas para o trecho. Se você quiser comprar, hoje, uma ponte aérea Congonhas-Santos Dumont para a próxima sexta-feira à noite, encontrará essa tarifa de R$ 1.200 ida na TAM. Sem direito a jogo inaugural de Copa do Mundo nem Bruce Springsteen no Rock in Rio nem show de fogos em Copacabana.


O mancheteiro da Folha chegou à conclusão de que as passagens tinham "aumentado 10 vezes" porque o repórter que fez a pesquisa encontrou o mesmo trecho, ida e volta, por incríveis R$ 250, para viagens em março, abril ou maio.

Hahaha, isso sim deveria ser a manchete: CORRA, TEM PONTE AÉREA A 250 REAIS IDA E VOLTA!!! É o tipo de tarifa que a gente nunca acha quando precisa viajar. Eu nem me lembrava mais que essa tarifa existia! Programe suas viagens entre São Paulo e Rio de Janeiro com meses de antecedência, fora de feriado, e a ponte aérea volta a ser baratinha!

(E a propósito: se você vier do Rio para São Paulo para qualquer jogo da Copa, NÃO venha de ponte aérea. Guarulhos é muitíssimo mais perto do Itaquerão do que Congonhas. Anote para as próximas pesquisas, dona Folha...)

mrgreen

Uma manchete não-sensacionalista diria "Cias. aéreas suspendem tarifas descontadas em dias de jogos da Copa". Está muito simpática às cias. aéreas? Melhor pôr mais pimenta? Eu ponho: "Cias. aéreas cobram tarifas de Réveillon em dias de jogo da Copa".

As tarifas continuariam escandalosas (como de fato são), mas a informação estaria correta.

O mérito da matéria foi ter provocado uma discussão que deveria ter acontecido no dia seguinte à escolha do Brasil como sede da Copa. Por que diabos ainda não temos um plano logístico para os deslocamentos aéreos durante a Copa? Por que a ANAC, o Ministério do Turismo e a Embratur ainda não sentaram com as aéreas para falar sobre o assunto? Como serão reforçadas as rotas dos jogos mais importantes? O que fazer com a torcida da Itália, que só saberá no último dia da fase de grupos se o próximo jogo vai ser em Manaus ou em Porto Alegre? (Eu faço essa pergunta há ANOS.) Vamos ter vôos fretados? (Temos tempo hábil para atrair charteiras até a Copa?)

Deixo aqui meus 20 centavos:

--> Vai ser caro mesmo

As passagens talvez não custem um Réveillon todo dia de jogo da Copa, mas não espere promoções para dias de jogos importantes. Seria assim em qualquer lugar do mundo.

--> Está muito cedo para comprar

Se as passagens já aparecem no sistema apenas pelo preço top, significa que mais caras não ficarão... então não há por que comprar agora. Ainda não houve o sorteio das chaves, a definição da tabela nem sequer o sorteio dos ingressos requisitados no site da Fifa. Só os mais paranóicos comprarão passagens internas nessas condições, com essa antecedência.

Depois de divulgada a tabela e feito o primeiro sorteio dos ingressos, aí sim as cias. aéreas começarão a sentir a real demanda -- e em muitos trechos e dias serão oferecidas passagens mais baratas que as top. (Se essas tarifas não aparecerem, é porque os preços estão certos...)

--> Surgirão alternativas

Anote aí: o preço alto e a inflexibilidade das tarifas aéreas farão surgir um transporte rodoviário alternativo a serviço dos torcedores. Alô carioca: se o aéreo estiver esses 2.400 pilas da matéria da Folha, você não toparia um ônibus ida e volta ao Itaquerão por quinhentinho? (Só o táxi de Cumbica ou Congonhas para o Itaquerão deve estar uns R$ 200 ida e volta.) Prevejo uma legião de turistas gringos aproveitando o intervalo entre os jogos da sua seleção para cruzar o Brasil de ônibus fretado...

A mesma coisa deve acontecer com a hospedagem. A oferta de apartamentos (e quartos) em sites como AirBnB, Alugue Temporada e Zap Temporada deve crescer bastante e quebrar o galho de quem não quiser pagar tarifa de Réveillon durante a Copa.

--> Muita coisa vai micar

Lembra do Réveillon do Milênio? O mico vai se repetir em muitos lugares. A dificuldade de acesso (distância + pouca disponibilidade de vôos) pode fazer os gringos (e brasileiros de outras cidades) desistirem de cidades-sede remotas; os ingressos podem acabar majoritariamente na mão dos moradores, frustrando cias. aéreas e hotéis. Jogos de pouca expressão (alô Burkina Faso x Costa Rica!) também devem micar entre visitantes, se o preço do deslocamento e da hospedagem for o mesmo de Espanha x Argentina. E mais: hotéis, resorts e pousadas fora de cidades-sede precisam se preparar para DIMINUIR preços, e não aumentar, se quiserem ter hóspedes durante a Copa.

--> Perder esse freje? Nem pensar!

Fico com pena de amigos queridos que querem fugir do Brasil durante a Copa. Menin@s, não façam isso! Vocês estão agindo como um(a) velh@ rabugent@ de cidadezinha do fim do mundo, que não quer estar no seu cafundó justo no dia em que o circo fiiiinaaaalmente vai passar!!!

Dando tudo certo (uma micareta de 30 dias, um mês repleto de meios-expedientes no trabalho, festerê total) ou dando tudo errado (um mês inteiro de estado de emergência anti-manifestantes), será inesquecível! Como você vai contar pros seus netos que perdeu essa?

Leia mais:

Adri Lima na Copa das Confederações

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


112 comentários

Duas questões que a Copa do Mundo no Brasil nos traz à reflexão | randomicidades

[...] os debates sobre os preços abusivos das passagens na época da Copa e me chamou atenção um texto do Ricardo Freire, onde ele faz um contraponto, mas principalmente chama a atenção para diversas coisas: “O [...]

Leandro Munhoz

Olá Ricardo, bom dia!

Acho que você resume bem esse "pandemônio" no parágrafo "surgirão oportunidades"! Infelizmente os empreendedores brasileiros (não apenas empresas como TAM ou grandes hotéis, mas principalmente restaurantes, cafés e outros...) vão abusar nas tarifas e preços, espantando os turistas brasileiros e privilegiando os gringos.

No final do texto você cita o que ocorreu no Réveillon do Milênio! Acredito que vai se repetir, infelizmente!

Abração!

André Luiz Freitas

belo e equilibrado texto, parabéns

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

O texto está ótimo, elencando bem mais erros de reportagens, os quais sempre acontecem.

Já sobre sair do país: eu já me cadastrei até para o sorteio de alguns jogos - mas só em São Paulo, que me deslocar para outro estado no meio da Copa, nem ferrando!

Rosemarie
RosemariePermalinkResponder

É isso aí Ricardo.
Tô de acordo.
Brilhou mais uma vez.

Fernanda Leitão

–> Perder esse freje? Nem pensar!

Caraca essa foi pra mim!

"Fico com pena de amigos queridos que querem fugir do Brasil durante a Copa. Menin@s, não façam isso! Vocês estão agindo como um(a) velh@ rabugent@ de cidadezinha do fim do mundo, que não quer estar no seu cafundó justo no dia em que o circo fiiiinaaaalmente vai passar!!!

Dando tudo certo (uma micareta de 30 dias, um mês repleto de meios-expedientes no trabalho, festerê total) ou dando tudo errado (um mês inteiro de estado de emergência anti-manifestantes), será inesquecível! Como você vai contar pros seus netos que perdeu essa?"

Adelaide Veiga

Parabéns Ricardo, neste texto você demonstrou como a imprensa é sensacionalista e adora publicar matérias negativas. Ainda bem que tem você para fazer o contra ponto.
Quando saiu o calendário dos jogos alguns amigos garantiram o trecho BSB/RIO e RIO/BSB final da copa por R$750,00 é um preço 50% da tarifa cheia, comprado com um ano de antecedência.
"A tarifa é escandalosa, sim — mas não é exclusiva da época da Copa"
E não é privilegio para os gringos, muitos gringos são turistas como qualquer um de nós, e não devem ser explorados também.

Yara
YaraPermalinkResponder

Não acha uma boa viajar pro exterior na época da Copa??
Estava na esperança da achar boa promoções para fora, e fugir do circo sim!! heheh

Leo
LeoPermalinkResponder

Prefiro parecer a velha coroca... O Rio vai ficar um terror nessa época! Pena... mas vou cair fora daqui...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Não posso deixar de concordar com o texto e com as argumentações. Tbm pergunto há muito tempo em qual cidade será tal jogo. Se ficar em 1º lugar ou 2º na chave... enfim... Mas tbm não posso discordar da Folha. É abusivo. Os outros países aumentam tbm. Mas não tanto percentualmente. Nada justica tais preços, nem Copa, nem reveillon, nem shows. Ainda mais se for considerar os serviços prestados. Tbm farei parte dos velhos (rsrs). Com os valores de deslocamentos (imagine o taxi), hospedagem e ingressos, tenho certeza de que é possível fazer passeios tão legais quanto. E ficar em casa tbm vai bem mais economico e divertido. Vamos poder saculejar bandeira, abraçar amigos, apitar, bater tambor... enfim... poderemos torcer já que nos estádios a FIFA não deixa!!! Minha experiência assistindo aos jogos da abertura e encerramento me fez querer passar longe da Copa.

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Carla, as datas dos jogos, e todos os play-offs de acordo com as posições no grupo estão definidas e fixadas já. A única coisa que pode mudar ainda é horário no dia especificado (dependendo dos times que jogarem), mas dias e times em cada grupo que jogam em cada estádio estão fixos.

O que falta definir é o sorteio dos times nos grupos, isso ocorrerá dia 6 de dezembro. Em 6/12 termeos a tabela completa da Copa. ATé lá, só dá pra saber os dias de jogos certos (grupos) ou possívels (play-offs) do Brasil.

Radoico Câmara Guimarães

Ricardo, você tem toda razão no seu texto, mas a celeuma toda foi causada pelo alto preço "cheio", que foi o que a Folha viu, comparando com os preços promocionais. Quais são os preços corretos? Falta transparência, as empresas aéreas estão com prejuízos enormes, mas não conseguem passageiros se ficarem só com preços altos, o que torna a situação ainda mais complicada. Para ajudar lembro que na Economia, o valor de um bem ou serviço é o preço aceito por quem o compra. Que preço se pode aceitar, frente aos custos que as empresas têm? Difícil, muito difícil.

Miriam
MiriamPermalinkResponder

E eu pergunto : quando teremos trem para irmos ao RJ? Não vejo a hora.

Fabio Freitas
Fabio FreitasPermalinkResponder

PICARETAS !!! PICARETAS !! Este é o nome que merecem ser chamadas as cias aéreas, picaretas e oportunitas...o valor do combustível de aviação irá aumentar nos jogos da Copa? não....a folha de pgto irá aumentar? não...impostos extras? não...

.é muito oportunismo mesmo...

-- A.L.
-- A.L.PermalinkResponder

Fábio, vivemos em uma sociedade capitalista (e isso é bom).

Se há demanda, o preço sobe. Simples assim.

Roger Lima
Roger LimaPermalinkResponder

Por favor, amigo, defina "bom". Aliás, bom pra quem?

Amaro - Recife

Para aqueles que adoram torcer para tudo dar errado, será que em um país que faz um Carnaval nas ruas com milhões de pessoas aqui em Recife e Olinda, em Salvador, no Rio e em um sem número de cidades, vai se instaurar um caos? Será que no Galo da Madrugada tem menos turistas do que os 45 mil torcedores que cabem na Arena Pernambuco? Isso contando que no sorteio todos sejam de fora...

De todo modo, duas dicas para quem quer fugir da Copa (o que não é o meu caso):
- A não ser que a intenção seja passar o mês todo fora, há um grande risco de, "durante a fuga", pegar voos lotados também, porque na Copa há pacotes para só uma das fases e terá um monte de gente indo e vindo.
- Outra opção (repito: para quem não quer futebol) é procurar voos no dia de jogo do Brasil, de preferência no mesmo horário. Em 2010 houve várias promoções...

Marise
MarisePermalinkResponder

Acho que a matéria da Folha e o post aqui já deram resultado. A passagem que ontem comentei que estava R$9.000 Maceió- Milão, hoje está R$5.100. Venho monitorando as passagens desde junho e foi a primeira vez que houve queda. smile

Carla Andrea
Carla AndreaPermalinkResponder

“A tarifa é escandalosa, sim — mas não é exclusiva da época da Copa”, ou seja, o Brasil é caro sempre. Se é assim, vou fazer o que sempre faço: VAZAR. Mas na data da final as férias terão acabado e eu estarei em casa, vendo na TV, com o carro na garagem, economizando para mais uma viagem. Ninguém vai ligar muito para minha ausência, mas eu vou adorar estar bem longe do freje.

Malu
MaluPermalinkResponder

Caro Ricardo, adoro teu blog ( e dele me servi diversas vezes ) mas este freje da Copa só vou viver pela metade aqui no Brasil. Na metade da Copa parto pra Paris pra ver o resto com minha irmã lá. Ainda assim, acho que vou ter muita história pra contar pros meus netos, pois o bom da Copa é que ela rola aqui mas no mundo todo tambêm.

Joao lucena
Joao lucenaPermalinkResponder

Como não moro no Brasil, não tenho pelo que me queixar. olha só. Essa copa vai uma decepção para os brasileiros e para quem vem de fora. Não estou desendo, não faria isso né? prevendo apenas a realidade, pois o país não está preparado para grandes eventos. Me falem depois.
Até agora só fizeram os estádios, e nem todos estão prontos a tempo. Quem quer apostar?
Mora fora e assim será durante a copa também. Vou assistir aos jogos do Brasil do conforta da minha casa!
Boa sorte a todos que vao ver os jogos nos estádios!!!

Bruno Mendonça

Pois é Ricardo, eu discordo um pouco de você. Consegui uma tarifa muito boa para viajar para os EUA logo no segundo dia de Copa, hotel barato, etc. e vou me mandar pelos menos durante 15 dias! rs |Tomara que todo mundo fique aqui e Orlando esteja vazio rs

Carlos César
Carlos CésarPermalinkResponder

É isso aí. Tomara que a brasileirada toda siga o conselho do Riq e fique por aqui lotando estradas e aeroportos e inflacionando preços, deixando o exterior para os velhos rabugentos que, como eu, vão é sair daqui. Se eu já saio sempre, por que não sairia nesse contexto de "imagina na Copa"?

Nelize Schnaider

Bruno Mendonça, gostaria de saber aonde voce conseguiu preços bons para a temporada da Copa? Queria viajar para os EUA também, pois estarei de férias...
Obrigada

Paulo Gaeta
Paulo GaetaPermalinkResponder

Acho sair do país desnecessário, a não ser que a pessoa queira mesmo viajar para fora.
Para mim dá para fugir da total muvuca da copa simplesmente indo para uma casa
de praia, tem tantos lugares legais quando que dá para ir para assistir os jogos só pela televisão. Agora ficar nessas cidades sedes de jogos eu não fico de forma alguma.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Sensacional o texto! Em todos os pontos e lógica. Parabéns!

Danielle Menezes

Viajar dentro do Brasil é muito mais caro do que para fora e isso a gente já sabe faz um tempo, com certeza não será diferente na época da Copa, então, quem quiser assistir aos jogos vai ter que ficar de olho em promoções e possíveis saídas criativas para torcer pela seleção e não se endividar até o final dos dias!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar