Vale a pena fugir da Copa?

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Fonte Nova, Salvador

Originalmente publicado em minha coluna Turista Profissional, que sai toda 3a. no suplemento Viagem do Estadão.

Se você pesquisar hoje passagens para Europa e Estados Unidos para a época da Copa, vai achar tarifas entre US$ 1.500 e US$ 1.800 para junho e em torno de US$ 2.000 para julho. Os preços de julho estão normais para a época, que é alta temporada; os de junho, mais caros que o habitual, mas (ainda) não atingiram um patamar exorbitante.


Muita gente com quem converso fala em aproveitar este mês, que será devagar no trabalho e conturbado nas ruas, para escapar do Brasil. Se você quiser minha opinião, eu dou: eu não faria isso, não.

Você precisa ser muito desencanado com futebol e com Copa para não sentir os efeitos de estar longe do Brasil durante um Mundial. Assistir aos jogos do Brasil – e dos adversários – acaba criando perrengues logísticos e atrapalhando sua programação. Já viajei durante uma Copa (a de 98) e acabei assistindo a jogos do Brasil em bares lotados pela torcida adversária. Parece divertido, mas naquele momento tudo o que eu mais queria era ouvir a narração do Galvão Bueno (para você ter uma noção do nível de angústia).

Normalmente você já dividiria o foco entre o que está visitando e o que está acontecendo na Copa. Em 2014, com a Copa sendo jogada em casa, vai ser impossível se desligar, por mais longe que você esteja.

E vem cá: você tem certeza, mas certeza mesmo, de que não quer estar aqui quando o circo se instalar? Para o bem ou para o mal, serão 30 dias absolutamente inesquecíveis.

Se tudo der certo, vai ser um carnaval fora de época, com gringos animados nas ruas das cidades-sede, vários feriados no trabalho e uma batelada de histórias para acompanhar no noticiário e nas mídias sociais.

Caso dê tudo errado, e a Copa vire um mês de manifestações de rua travando as cidades, ainda assim terá valido a pena ficar. (Pela TV tudo é muito mais dramático, e você ficará preocupado com todos os que deixou no Brasil; um caos por aqui não deixará de atrapalhar a sua viagem.)

Eu não descartaria a hipótese de viajar... pelo Brasil, mesmo. Acredito que, para a maioria dos destinos brasileiros, a Copa vai ser parecida com o Réveillon do Milênio, que encalhou pelos preços exorbitantes. Eu não me surpreenderia se, lá por abril, começassem a aparecer passagens, hospedagem e pacotes em conta para lugares do Brasil que não sejam sedes da Copa.

Eu sempre digo que não existe lugar melhor do que o Brasil para se estar durante uma Copa do Mundo. Não vai ser diferente justo quando a Copa vem ao Brasil.

Leia também:

Sobre os preços abusivos para a Copa: meus 20 centavos

5 idéias para receber melhor os estrangeiros no Brasil

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


6 comentários

Pedro (Viaje com Pedro)

Verdade, Ricardo. Por mais que eu não seja grande fã de futebol, já estou planejando logisticamente minha ida ao Brasil para a copa. Caos no trânsito, nas ruas, tem todos os dias, mas esse caos vai ser um caos especial. Vale a pena ficar - ou ir - pra ver e vivenciar o ânimo de uma copa do mundo em casa. Outro desses, só daqui a 50 anos...

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Descordo. Eu não ligo nem um pouco pra futebol e acho brilhante a idéia de sair do Brasil para deixar lugar para quem quer participar desse evento. Momento histórico ou não, tem muita gente por aqui que não respira futebol e que não precisa passar pelos transtornos que a falta de estrutura do Brasil irá causar. Acho que o governo deveria incentivar quem não gosta a viajar nessa época. Seria uma forma de solucionar o problema da mobilidade urbana.

Clayton
ClaytonPermalinkResponder

Para mim, que me enquadro na categoria totalmente desencanado com futebol (na verdade não suporto época de Copa), serão 30 dias, no mínino, aproveitando o Velho Mundo!
Já fazendo roteiros!!!!

Roberto Fernandes

Ricardo. Moramos em Salvador-Ba. Eu, mulher e dois filhos(14 e 20 anos) estamos de férias em junho. Passamos a copa de 2010 no roteiro Rio/Sampa. Uma experiência mais ou menos divertida. Agora gostaríamos de passar num roteiro cultural, gastronômico e divertido diferente como Argentina e Uruguai, juntos. Temos um orçamento limitado e gostaríamos de viajar por no máximo 15 dias. O que você recomenda? E qual o custo aproximado? Somos seus ouvintes na Band News - Axé! Roberto, Naiara, Gabriel e Luis Felipe.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberto! Quem responde é A Bóia.

Dê uma olhadinha aqui:
http://www.viajenaviagem.com/2011/11/5-roteiros-para-combinar-argentina-e-uruguai-na-mesma-viagem/

Renato Carone
Renato CaronePermalinkResponder

Riq,
Negociamos vários roteiros e bilhetes para quem quiser fugir da copa.
E criamos o site www.FujaDaCopa.COM com várias dessas opções.
Se achar interessante divulgar, estou às ordens.

Grande abraço@!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar