Paraty: um roteiro com 45 dicas selecionadas

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Traineiras em Paraty

A quem me pergunta se vale a pena encarar horas e horas de vôo para chegar à mais nova praia da moda, eu costumo devolver: "Você já foi a Paraty?". Não há balneário de capa de revista que me tire a certeza de que temos logo aqui uma das cidades litorâneas mais charmosas do mundo.

Visitar Paraty é criar afeto, e neste último dezembro estive lá para tratar de matar as minhas saudades.

Pousada Pardieiro

Piscina e família de micos na Pousada Pardieiro

Esta foi a primeira vez em que me hospedei no centro histórico -- na sossegada e aconchegante Pousada Pardieiro, que vim a descobrir mais tarde ter sido já muito freqüentada pelo nosso Comandante. Também fiz a minha primeira visita a um alambique: conheci a amável Maria Izabel e seu sítio à beira-mar, onde é produzida a excelente cachaça que leva seu nome.

Passeio de barco em Paraty

Passeio de barco

O passeio pela baía eu, com prazer, repeti, e recomendo o Luciano Souza, da traineira Bom Passeio (tel. 24/9-9908-9210), para o serviço. Muito simpático e responsável, não é de negociar preço (R$ 100 a hora), mas leva a sério seu trabalho e tem um barquinho ajeitado que só. Três horas de passeio rendem três ou quatro paradas. Se for a sua primeira vez em Paraty, cacife cinco horas. O preço é dividido pelo número de passageiros a bordo.

Trindade não deu para revisitar, mas sei que ainda volto.

Era época de Natal e, no centro histórico, a maior parte dos restaurantes e lojas fechou nos dias 24 e 25. Consegui mesa para jantar no saboroso Quintal das Letras na noite do dia 24, reservando com antecedência. A cidade fica bem tranqüila até as vésperas do Réveillon, quando o movimento aumenta consideravelmente.

E, por falar em movimento, o calendário cultural da cidade em 2015 já está no ar. Programe-se de acordo: para cair na farra, ou para fugir dela.

A seguir, mais 45 dicas de leitores sobre Paraty. Hotéis, restaurantes, praias, cachoeiras e tudo para você aproveitar melhor a sua visita a este encantador pedaço do Rio de Janeiro.

No porto

Roteiro

Dica da Catarina: "Estive em Paraty por um final de semana e foi o suficiente para me apaixonar por aquele lugar. Recomendo ficar uns 4 ou 5 dias lá, para conhecer o centro histórico, poder fazer um passeio de escuna (ou em qualquer barquinho) e conhecer as praias maravilhosas que ficam um pouco distantes."

Dica do Fabio: "Eu já estive por lá em um Festival da Cachaça, em um carnaval e em uma Semana Santa, ou seja, nestas 3 oportunidades a cidade estava cheia. Não achei nada absurdo na Festa da Cachaça, mas a cidade fica cheia, com restaurantes cheios, passeios cheios, pouco espaço para estacionamento perto do centro histórico e por aí vai."

Hotéis

Centro histórico

No centro histórico

Dica da Paula: "Vale a pena ficar no centro histórico, não abra mão disso, porque sair a pé para jantar, podendo escolher entre vários restaurantes, é o máximo. Fiquei na pousada Flor do Mar, é linda, e fui muito bem atendida."

Dica da Loraine: "Para um final de semana de luxo, fique na Pousada Porto Imperial, melhor opção dentro do centro histórico, com um pátio interno charmoso e piscininha deliciosa, atendimento impecável e estacionamento próprio."

Dica da Michele: "Gostei bastante da Pousada do Cais, simples e com excelente localização."

Dica da Marcia: "No centro histórico, gosto da Pousada do Sandi, embora seja um pouco barulhenta, já que as janelas dão pra rua."

Dica da Ana Claudia: "Ficamos hospedados na Casa Turquesa. Logo na chegada os hóspedes ganham Havaianas para serem usadas dentro da pousada. Os funcionarios são muito educados e prestativos, com a coordenação da dona, a simpática e competente Tetê. A pousada é linda, muito bem localizada, café da manhã servido à francesa e delicioso. As diárias não são baratas, mas vale a pena!"

Fora do centro histórico, sem carro

Dica da : "Eu recomendo a Pousada Villagio! Pequena, limpa, bons preços, café da manhã caprichado, enfim, bom custo x benefício e pertíssimo do centro histórico!"

Dica do Mauro: "Uma boa pousada, ao lado do rio, mas praticamente dentro do centro histórico, é a Pousada Corsário. A piscina fica num deck de frente pro rio."

Dica da Andrea: "Sempre que vou a Paraty fico na Pousada Villa del Sol. É ótima, tem desde apartamentos até bangalôs próprios para famílias (alguns com 2 quartos e uma sala). Fica bem pertinho do centro histórico, dá prá ir à pé."

Dica da Sylvia: "Ficamos na Pousada Doce Paraty, muito bem localizada, a menos de uma quadra do centro histórico e numa rua sem muvuca. Quem não tiver bagagem pode caminhar tranquilamente de/para a rodoviária, que fica a 10 minutos a pé."

Dica da Catarina: "Fiquei hospedada na pousada Dom Ângelo, super fofa e arrumadinha. Voltaria a me hospedar lá sem dúvidas."

Dica da Rachel: "Recomendo a pousada La Cigale, que é perto do centro histórico, charmosinha, baratinha e limpinha. Tem café da manhã e café da tarde incluídos no preço."

Dica da Patricia: "Fiquei na Pousada do Príncipe e gostei muito, a localização é ótima, tem tudo por perto, bancos, restaurantes, mercados, e é perto para ir ao centro histórico a pé. É muito charmosa e o pessoal, muito simpático e atencioso."

Dica da Ana Bete: "Nos hospedamos na Vivenda Paraty e olha, vou te contar, foi uma delícia. A pousada é pequenininha mas de muito bom gosto e aconchegante. Ficamos num dos bangalôs (são dois) e não nos importamos com a caminhada até o centro. Valeu super a pena."

Dica da Tayná: "A pousada Maris é nova, muito bem decorada, super limpa e o atendimento faz a gente se sentir em casa.Fica perto do centro histórico e dá para ir caminhando tranquilamente. A pousada possui apenas 2 bangalôs, que são bem amplos e confortáveis. O café da manhã é uma delícia, servido na varanda do bangalô, com vista para o jardim. Comparando com os preços de pousadas em Paraty é um ótimo custo x beneficio para quem não quer apenas um lugar para dormir. Recomendo muitíssimo!"

Dica da Loraine: "Para um final de semana econômico, recomendo a pousada Casario, novinha, quartos excelentes e proprietária muito atenciosa. Fica localizada a uma curta caminhada (uns 15 minutos ao longo do Rio Perequê) do centro histórico."

Dica da Maria das Graças: "A Pousada Villas de Paraty é a coadjuvante perfeita para tornar a viagem inesquecível. Ela está situada às margens do rio Perequê-Açu, fora do centro histórico. Tem uma fábrica de cerveja e um restaurante anexo (Cervejaria Caborê) com mesas no jardim, em frente à orla do Perequê-Açu."

Dica da Quenia: "Ficamos na Pousada Solar D'Alcina, que é muito boa, não fica no centro, mas o lugar é muito calmo e está a 15 minutos a pé do centro. É nova, limpa, bom atendimento e com ar-condicionado."

Paraty à noite

Fora do centro histórico, de carro

Dica da Gabriela: "Super indico a pousada Don Juan. É nova, super arrumadinha. Nós íamos para o centro de carro, mas deve ficar a uns 20 minutos de caminhada até lá. Adorei!"

Dica da Samira: "Fiquei hospedada na pousada Caminho do Ouro. Fica na estrada Paraty-Cunha. Até o centro histórico de carro dá uns 7 minutos. A pousada tem apenas 4 quartos, os donos estavam presentes e foram muito atenciosos. O café da manhã é delicioso, com variedade, sem falar da vista para o rio. Você escuta o barulho dos pássaros e da água. Dentro da pousada tem o bistrô comandado pelo Christopher, um dos donos. Muito romântico e com pratos saborosos."

Dica da Clarissa: "Recomendo a Pousada da Terra Paraty, atendimento excelente pelos proprietários e muito conforto, localizada um pouco afastada do centro, em uma área silenciosa ao lado de uma reserva ambiental. Para ir ao centro, o deslocamento de carro é fácil, com estacionamento próximo aos restaurantes."

Paraty

Restaurantes

Dica do Rogério: "Restaurante Banana da Terra. Prepare o bolso. Vale cada centavo!"

Dica da Catarina: "A alimentação é um pouco cara, mas se procurar bem você acha lugares mais baratinhos. Indico almoçar ou passar à noite no Paraty33, é lindo!"

Dica da : "Um lugar escondidinho e muito especial para comer é o Le Castellet, uma creperia francesa maravilhosa!"

Dica do Beto: "Uma opção bem bacana fora da cidade é ir almoçar na pousada Le Gite d’Indaitiba. O lugar foi todo reflorestado com palmito juçara, e a comida é muito boa, assim como as caipirinhas. Fomos muito bem atendidos pelo dono da pousada, um francês casado com brasileira e apaixonado pelo Brasil. Vale o passeio, dá até pra aproveitar a cachoeira que tem lá."

Dica da Marcia: "Gostamos muito do restaurante Margarida Café e do Armazém Paraty (lanches deliciosos; melhor tapioca, impossível).

Dica da Cintia: "Recomendo o restaurante Netto, no centro histórico, que tem um camarão casadinho que é uma delícia, e onde o preço é mais amigo."

Dica da Loraine: "Restaurantes excelentes: Banana da Terra, Margarida Café, Casa Coupê e o econômico Galeria do Engenho, com pratos fartos e honestos."

Dica da Michele: "Para que gosta de restaurante tailandês, recomendo o Thai Paraty, e de restaurante italiano, o Punto Divino. Mais local e com ótimas caipirinhas é o Porto da Pinga."

Dica da Cristiane: "Recomendo a Pizzaria da Cidade, nham!"

Praia do Meio

Praia do Meio, Trindade

Passeios

Dica da Gabriela: "Para passeios de escuna indico a Rei Cigano. É pequena, toca música bem baixinho e o atendimento é otimo."

Dica da Aline: "Fizemos um passeio de escuna com a Paraty Tours e recomendo! A agência fica um pouquinho antes do centro histórico. Tinha música, mas só pra dar um ambiente, nada alto, o pessoal foi muito simpático e educado, serviram frutas para os passageiros(estavam uma delícia!)."

Dica da Marilia: "Escunas estão cada vez mais lotadas e com música alta. Desculpe, mas a minha ideia de águas calmas e límpidas de um paraíso litorâneo não acompanham um axé ou um funk rolando no talo. Prefiro alugar um barquinho tuc-tuc (é o barulhinho do motor). Ele é mais lento, mas você pode combinar quais praias e ilhas quer conhecer, quando quer parar num restaurante, e também mudar tudo no meio do caminho. O preço é por hora do barco, e não por pessoa. Leve a sua própria bebida e seus petiscos."

Dica da Andrea: "Fizemos o passeio do Caminho do Ouro, que, confesso, não é para fracos! Caminha-se por trilhas íngremes e com relativo grau de dificuldade, mas vale a pena! O Teatro de Bonecos é outra atração imperdível. Parece que são reais! Mas o que mais gosto de Paraty é de bater perna, olhar as lojinhas e curtir aquele ambiente!"

Dica da Ana Cláudia: "Vale a pena dar um pulo nas praias de Tarituba e São Gonçalinho, pegando um ônibus intermunicipal que sai de Paraty e vai até Angra, parando em todas as praias do caminho!"

Dica da Clarissa: "Não deixe de ir às praias de Trindade, paradisíacas!"

Dica da Paula: "Também fui passar um dia em Trindade, na Praia do Meio, vale a pena."

Dica da Aline: "Fizemos a trilha da Praia do Sono, é uma trilha moderada, tem até escadas e corrimão. Mas pra voltar pegamos um barquinho porque estávamos mortas. A Praia do Sono é linda demais, águas claras e tranquilas, vale muito a pena!"

Dica da Michele: "A piscina do Cachadaço, acessível por trilha, é bem legal."

Dica da Cristina: "Reservamos um dia para fazer as cachoeiras da Pedra Branca e Tobogã pela manhã, e depois passamos pelas praias da região: Cepilho, Brava, do Meio e Cachadaço, em Trindade."

Dica da Rachel: "Sempre vou na Cachoeira do Escorrega, muito legal!"

Dica da Érica: "Aluguei uma bike em uma agência de receptivo próxima da rodoviária. Peguei um mapinha e fui em direção à estrada Paraty-Cunha. Ali, há alambiques, restaurantezinhos, cachoeira e a caminhada por um trecho da Estrada Real -- esta para ser feita sem bike."

Dica da Michele: "Achei bem bacana andar de bicicleta pela estrada Paraty-Cunha, caminhar até o Museu Forte Defensor Perpétuo e também visitar a Casa de Cultura de Paraty (muito moderna e interativa)."

Dica da Isabele: "Tem um passeio que sempre faço e que é menos explorado: Paraty Mirim, com uma entrada escondida, e 30 minutos de estrada de terra, passando pelas aldeias indígenas. Chegamos na praia, com sua igreja em ruínas, e de lá alugamos um barquinho e vamos para o Saco de Mamanguá, uma baía de águas calmas em que só se chega de barco. Ali é só escolher uma das pequenas praias e passar o dia, pedindo para o barqueiro te pegar depois. Não há estrutura turística, é preciso levar algo para comer e beber, mas é lindo!"

Pé-de-moleque

Outras dicas

Dica da Andrea: "Vá de tênis. Nada de chinelo ou sandália, principalmente de salto. Os pés-de-moleque machucam."

Leia mais:

17 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

No começo de dezembro fiquei na Pousada Villa del Sol acima citada e achei mesmo excelente. Quartos grandes, limpos e excelente serviço.
Dá até para ir caminhando até o centro.

Marcia Palhares
Marcia PalharesPermalink

Já fui varias vezes a Paraty, adoro. Gosto muito da Pousada do Príncipe, mas não tem estacionamento, um ponto negativo. Gosto também da Pousada Paisagem, perto do Rio Perequê. Gosto do Sandi (e do restaurante), mas realmente é muito barulhento. É um lugar especial mesmo, Paraty. De janeiro a março chove um pouco, e pode atrapalhar pq as ruas ficam inundadas.

Ines Martins
Ines MartinsPermalink

Gosto muito da pousada Eliconial na praia de Jabaquara. A última vez que estive por essas bandas foi em 2007 e a pousada ainda se chamava Calamar (não confundir com a Calamares). Vi vários chalés próximos sem tela de proteção contra insetos e lá eu podia dormir em paz, rsrs. Ah, o café da manhã na beira da piscina era demais!

Lu
LuPermalink

Acho Parati mto legal, pq junta história c/um mar lindo. O problema é q os preços (ppalmente de restaurantes) são altíssimos (ñ sei se isso muda em baixa temporada), o q inviabiliza um pouco a ida lá. Da última vez, descobri um q ñ era tão absurdo, acho q era o Neto, citado acima. Fiquei tb mais de uma vez na Pousada Porto Imperial: boa localização, preços razoáveis.
Isabele, sou doida prá conhecer o Saco de Mamanguá. Mas tem q ir até Parati Mirim? Eu achei q podia sair direto de Parati. Fica + longe, é porisso?

Majô
MajôPermalink

Adoooro Paraty !!! Acho uma jóia de cidade. Já me hospedei em diversas pousadas. A 1a. vez com meus pais, foi a Pardieiro, estilo colonial, então do Paulo Autran. Em outra vez, na Corsário, bastante vegetação em frente aos chalés, simples, mas ok. Na última vez, foi a Vivenda Paraty, no Caburê, pequena e charmosa, café da manhã ótimo. Em 5 min a pé, está no Centro Histórico.
Os restaurantes em Paraty são preços de Rio e São Paulo. O café do Canal, no Caburê, indicado pelo John proprietário da Vivendas, tem comida boa e preços razoáveis. Para comida italiana, o Punto Divino. Peixes, o Refúgio, muito bom. Para café, o Café Pingado.
Não deixar de ir ao passeio às ilhas, belíssimo, com 3 ou 4 paradas em ilhas, e dá para mergulhar e ver peixinhos. Há escunas pequenas, poucas pessoas, sem música, comidinha feita na hora, passeio para dia inteiro. Volta-se zerada smile

Majô
MajôPermalink

Esqueci o restaurante Banana da Terra, bom, com preços do Rio.

Marcia M L Scandura
Marcia M L ScanduraPermalink

Obrigada, Mariana, pelas dicas apresentadas! Amo Paraty!
E acrescento o Restaurante do Hiltinho, na Rua Marechal Deodoro, 233 - Centro Histórico.

Silmara
SilmaraPermalink

Recomendo:

Pra comer:
http://www.recantodemaria.com.br/restaurante/
Nesse estaurante você paga R$20 num prato pra 2 tranquilamente! Comida boa, caseira, boa variedade.

Istambul
https://www.facebook.com/istanbulparaty
Kebab com massa feita na hora. Atendimento incrível. R$15. Oferece também sucos diferentes, como iogurte caseiro com frutas ou com menta seca e sal.

Clandestino

Deixa muita hamburgueria famosa no chinelo. R$18 o hamburguer. Também oferecem chop de cerveja paratiana (Caborê) e enche sua garrafinha de água por R$1,50.
https://www.facebook.com/clandestinobr?fref=ts

Zilão Rose
Zilão RosePermalink

Não tem como não se apaixonar por Paraty,fomos em lua de mel, em Maio de 1982, a cidade estava em festa, filmagem do filme Gabriela, lançamento do carro Parati e festa do Divino, foi maravilhoso.Combinamos que retornaríamos no próximo ano, mas só retornamos 20 anos depois com as filhas e uma sobrinha, que também amaram tudo. Ficamos hospedados na mesma pousada, na época que casamos chamava Hotel Pescador, hoje Pousada da Condessa, fomos no restaurante Vagalume, Sr. Ivo muito pronto p/ atender.VALE A PENA CONHECER PARATY....

lissandro
lissandroPermalink

Olá, gostaria de conhecer Paraty em junho, é muito frio para aproveitar as praias?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Lissandro! É época de tempo mais firme do que no verão. De dia deve fazer calor, à noite deve ser fresquinho. Claro que, se passar uma frente fria, fará frio (mas elas são mais raras no inverno do que no verão, quando duram mais e trazem mais chuva).

Flavia Moreira
Flavia MoreiraPermalink

Quando estive em Paraty em outubro de 2014 estive hospedada na Pousada Britannia, a 2 metros do Centro Histórico. Ela é uma pousada simples, mas limpa, bem localizada, funcionários atenciosos e café da manhã simples.

Talitha
TalithaPermalink

Olá! Gostaria de saber se precisa pegar barco para ir a todas ou às melhores praias de Paraty. As de Trindade tb são assim? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Thalita! Os passeios de barco de Paraty são pela baía, a ilhas ou pontos aonde não se chega de carro. As praias de Trindade são de mar aberto, o passeio de barco não é tranqüilo. A Trindade é melhor ir de carro.

A
APermalink

Vou todos os anos a Paraty. Considero meu paraíso. Sempre fico na Pousada Vieira. Simples e muito familiar. Os donos Sr Humberto e Dona Sônia. Vale muito s pena, e é no centro histórico.

Patricia Teixeira
Patricia TeixeiraPermalink

Recomendo a Pousada Paisagem, ao lado do rio Pereque. Pertinho do Centro Histórico, espaço familiar. Para o passeio de escuna, pra quem quer aproveitar as águas paradisíacas ao som de mpb bem suave, com um saboroso almoço e preços honestos, sugiro a Escuna Caminante. Para um delicioso café da tarde, o simpático Café do Cais no Centro Histórico...precinho acessível e ambiente charmoso.

Priscilla
PriscillaPermalink

Me hospedei na pousada Porto do Sol e achei maravilhosa! smile Quanto aos restaurantes recomendo o Thai Paraty (ótimo pad thai) e o Quintal das Letras (ótimo atendimento e comida criativa).