Como comprar chip pré-pago no Chile

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Chip pré-pago Chile

Se você usa internet com moderação, dá para se virar em Santiago sem comprar um chip local. Além do wifi do seu hotel, você conseguirá uma senha de acesso na maioria dos restaurantes.

Mas caso você, como eu, curta ou precise estar conectado o tempo todo (quando eu viajo eu fico pendurado no Google Maps e vou descobrindo/reconfirmando mil coisas no Google), vale a pena comprar um chip. A compra dá um pouquinho de trabalho (é preciso comprar o chip numa loja e carregar os créditos em outra), mas não existe burocracia nenhuma de registro ou ativação. Só é preciso que o seu celular seja desbloqueado. Ao instalar o chip, você ganha um número de telefone chileno e pára de receber ligações ou SMS dirigidas ao seu celular no Brasil. Mas o novo chip não interfere no seu Whatsapp, que continua funcionando igualzinho sem nenhuma configuração extra.

Este não pretende ser um apanhado completo de todas as possibilidades de planos pré-pagos no Chile (até porque isso muda o tempo todo). Vou só contar a minha experiência, que me custou apenas 30 minutos da minha viagem.

Costanera Center, Planta Baja

Aproveitei que eu queria ir ao Sky Costanera, o novíssimo mirante da cidade (tem post aqui em breve), acoplado ao Costanera Center, o shopping que fica convenientemente localizado no finzinho do bairro de Providencia (metrô Tobalaba). Depois de visitar o mirante -- que é espetacular -- fui ao balcão de informações perguntar onde eu encontrava uma loja da Movistar (a operadora local da Telefónica, equivalente à nossa Vivo). Era na "planta baja" (subsolo).

Desci, desci, desci, achei a Movistar, perguntei ao atendente da porta se eles vendiam chip pré-pago (que no Chile se chama igualzinho no Brasil, chip pré-pago -- diga tchip prê-pago). Não vendem não. Eu precisava ir a uma loja de informática. Mas por sorte, havia três naquele mesmo andar, eu podia ir em qualquer uma: a Mtek, a PC Factory e a Reifstore (esta, especializada em Apple). A Mtket ficava bem na frente, então escolhi essa.

Chip pré-pago Chile

Na Mtek, expliquei que queria um chip pré-pago sobretudo para navegar na internet. A atendente explicou que, naquele momento, a loja só tinha em estoque chips da Claro. O chip custava 4.000 pesos (R$ 22 na cotação daquele dia, ou US$ 5,70) mas vinha com praticamente zero de crédito; era preciso fazer recarga para usar. A operadora estava com uma promoção em que ao ativar pacote de dados, o acesso ao Facebook e ao Twitter não era cobrado. Me mostrou os planos disponíveis no momento -- de 100 MB válidos por 1 semana, por 2.000 pesos/R$ 11, a 1 giga válido por 30 dias, por 7.500 pesos/R$ 41). Como eu sou um comilão de dados, escolhi o pacote de 1 giga, ainda que fosse ficar na cidade só mais 7 dias.

Aí, a pegadinha: eu podia comprar o chip ali, mas teria que recarregar em outro lugar. Onde? "Numa farmácia, por exemplo. Tem duas aqui neste andar".

Mas no resto, foi tudo supersimples. A atendente mesmo cortou o chip para caber no meu Iphone 5 e instalou o bichinho no aparelho. Não precisei mostrar documentos nem me registrar. E o chip já veio ativado. Agora só era fazer a recarga e começar a usar.

A recarga

Ainda meio duvidando da informação que a atendente da loja de informática tinha me dado, fui à filial da farmácia Ahumada (que tem em toda parte em Santiago) ao fundo da "planta baja" do shopping. Perguntei à moça se faziam recarga de celular, e ela: "Por supuesto que sí!". Disse que queria carregar 7.500 pesos para poder ativar um pacote de dados.

Ela foi ver no computador, e disse que para a Claro a recarga máxima era de 5.000. Mas tinha outra de 3.600 que eu poderia comprar também. E foi o que fiz. Só precisei informar o número do telefone e pagar.

Chip pré-pago Chile

Depois de comprar os créditos, entrei na internet no celular. A tela ofereceu os mesmos pacotes ("bolsas") que a moça que me vendeu o chip tinha mostrado. Selecionei o de 7.500 pesos e... voilàzinho. Não saí da internet desde então smile

No total, gastei 12.600 pesos -- ou R$ 70 -- para ter o pacote de acesso mais poderoso dessa operadora. Como vou ficar uma semana no país, a brincadeira vai sair R$ 10 por dia. Achei um ótimo investimento (as alternativas: depender do wifi ou comprar o roaming internacional de dados da Vivo, que custa R$ 30 por dia e só tem boa velocidade até você esgotar a cota diária).

A qualidade da conexão

No geral, minha experiência com a Claro, em Santiago, no Vale de Casablanca, Valparaíso e Isla Negra tem sido bastante boa. De vez em quando o sinal 3G some (às vezes, em ambientes fechados, nos cerros de Valparaíso), mas tenho conseguido conexão até na estrada. O Skype é que é errático: na maioria das vezes consegui falar, mas encontrei dificuldades em outras. E no sábado, quando a luz foi cortada na minha rua em Valparaíso por 3 horas (por conta de obras), usei a conexão do celular como modem para o computador. Tá valendo muito.

E você? Comprou chip no Chile? Tem dicas de outras operadoras ou planos para dar? Deixe seu relato, que rapidinho ele será publicado!

Leia mais:

63 comentários

Helenice Figueiredo

Olá Riq.
Comprei sim, mas fiz essa burocracia toda no aeroporto. No piso de embarque tem uma lojinha que vendo de tudo (tipo a de informática que foi), e depois tive que carregá-lo também em farmácia, que fica no final do mesmo piso.
Beijos e aproveite a viagem.

Hugo Deleon Aguiar Lima

Quando estive em julho de 2014 fomos ao centro de Santiago nas três operadoras, Entel, Claro e Movistar. A que melhor tinha um "custo/beneficio" foi a Claro pois dava redes sociais sem descontar da franquia. Compramos o chip e recarregamos em um supermercado. A mesma surpresa que vc teve em relação ao cadastro da linha tivemos, não há nenhuma obrigação. Parecia ser descartável.
A cobertura foi boa, usamos em Valle Nevado, Santiago, Puerto Varas e até no Vulcão Osorno! Mas dizem que a melhor parece que é a Entel.
Enfim, o Chile é um país muito bonito! Vale a pena a visita!

Tais Silveira
Tais SilveiraPermalinkResponder

Olá Riq! Sempre consulto seu blog antes de fazer qualquer planejamento de viagem! Adoro todas as suas dicas! Queria deixar um depoimento quanto minha experiência no Chile!
Em junho deste ano estive em Santiago e fui no Costanera atrás de um chip pré pago e exatamente como você eu fui nas três lojas de operadoras de celular e nenhuma vendia o chip. Como achei dificuldade em comprar o chip e ter que pedir pra alguém me ajudar a recarregar toda vez que eu precisasse (já que não falo espanhol) perguntei ao vendedor se não tinha nenhuma opção meeesmo! Nesse momento um chileno me escutou conversando com o vendedor e deu uma idéia muito boa!
Ele disse para irmos em alguma loja de departamentos ( como a Ripley) e comprar um chip da Virgin! E foi a salvação! Tinha vários opções pré pagas com internet e/ou ligações! E o melhor: era só colocar o chip e já funcionava! Com 5000 pesos comprei 500 MB de internet, que funcionou super bem em Santiago e em Puerto Varas!
Assim como essa dica me ajudou, espero que ajude mais alguém que , como eu, tenha dificuldade com o espanhol! =)

Marcel Simonette

Olá Tais, muito obrigado por colocar a dica do chip da Virgin na Ripley. Segui ela e deu super certo. A atendente mesmo colocou o chip, fez umas configurações ligando para um numero e tudo funcionou! Estive lá na ultima semana de outubro.

J. Bernard
J. BernardPermalinkResponder

Oi Riq, olha eu vou começar a chamar o o VnV do blog do Arcanjo. Que isso, você só pode ser um anjo. Eu viajo amanhã para Santiago e estou a cá, preparando meus últimos detalhes de planejamento. E voilá, acordo e abro o e-mail. E tá lá, meu caro anjo Riq, me dando a dica matadora que estava faltando... Leio tanto seu blogo, mesmo quando não estou planejando viagens, e acompanho tudo que acontece por aqui. Tanto que na família sou solicitado para ajudar em tudo que se refere a viagem e sempre recorro a suas dicas imperdíveis.

Já tinha lido alguma coisa sobre esse processo, mas vir do VnV me deixa bem mais tranquilo. Também li coisas sobre a loja da Virgin.

Sucesso, Riq (anjo) Freire.

smile.

Flávia Beltrão

Olá Riq. Quando estivemos no Chile na virada do ano, comprei o chip da Entel em Valparaíso, pois não precisamos do chip enquanto estivemos em Santiago (usamos wifi do hotel, como você mencionou). Mas como íamos de Valpo até Santa Cruz de carro, compramos o chip para podermos usar o Google Maps e ver o trajeto. Encontramos o chip em uma biboquinha misto de loja de xerox e lan house, na Calle Errázuriz, quase na esquina com a Plaza Sotomayor, pois nas lojas das operadoras mesmo não vendem e não sabem informar onde encontrar. Recarreguei na farmácia Ahumada, quase na esquina dessa rua com a praça. O sinal só caiu uma vez, quando estávamos chegando em Santiago e entramos em um túnel! Eu comprei da Entel porque já tinha visto que era a empresa de melhor cobertura no Chile e, realmente, fez jus à fama! Abraços e boas viagens sempre!!!

Marcela
MarcelaPermalinkResponder

Oi Riq!!
Quando fui a Santiago passar um feriado em junho/2015 acabei comprando um chip da Entel no aeroporto mesmo. A lojinha chama Fotokina e fica do lado direito logo que saímos no desembarque. Pagamos 6.000 pesos por 100MB de dados (uns R$ 30,00), como a gente ia ficar lá por 3 dias e meio e ia usar só pro básico (e no hotel tinha wifi) foi mais do que suficiente. O sinal da Entel foi sempre muito bom e a moça disse que se precisasse recarregar era só ir em alguma farmácia que eles vendiam a recarga.

Flavio Tavares Siciliano

Pessoal,

Vocês têm informações se o funcionamento é semelhante em países como Bolívia e Peru (com chips locais, é claro)? Farei uma mega viagem em outubro e novembro, com 17 dias no Peru e 13 na Bolívia, finalizando com seis no Atacama.

Ricardo, obrigado pelas dicas sempre valiosas.

Abs, Flávio.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavio! O Ricardo Freire está indo de Santiago para o Peru e lá também vai tentar comprar um chip e mostrar aqui como fez.

Em qualquer lugar do mundo, passe na primeira loja de celular que aparecer na sua frente e pergunte. O mercado é competitivo e as condições entre as operadoras serão semelhantes.

Note que o chip pré-pago de um país não funcionará no outro.

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Riq! O seu aparelho é Android ou iOs (iPhone) ? Sabe informar se existe alguma restrição em relação à aparelhos Android da Samsung? Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcos! Claro que não smile O único pré-requisito, em qualquer sistema, é que o seu aparelho esteja desbloqueado.

Marcos Brienze

Olá Pessoal,
Estou aqui para compartilhar minha experiência com chip pré-pago no Chile.
No meu caso o chip adquirido foi da Entel, com plano de 1GB de dados e alguns minutos para uso de voz. O procedimento de compra do chip e carga do mesmo seguiu idêntico ao relatado aqui.
Segui as orientações aqui relatadas e foram muitos úteis, apenas gostaria de acrescentar uma pegadinha em relação a ligação para telefones fixos a partir de um celular ativado com chip pré-pago.

Como usei meu celular também para fazer ligação local (não queria fazer isso usando skype para não esgotar o plano de dados) foi necessário discar ANTES do numero desejado os dígitos '02'. Apenas dessa forma consegui efetuar chamadas locais com o celular ativado com chip pré-pago da Entel. Para números móveis não era necessário digitar o prefixo '02'. Quem me deu essa dica foi um atendente de uma loja da Entel no Shopping Costanera.

No geral o telefone funcionou perfeitamente. O 3G (não consegui em nenhum momento pegar 4G) em Santiago não é uma maravilha mas atendeu perfeitamente minhas necessidades de uso para whatsapp, google maps e browsing. Apenas evitei efetuar uploads de fotos usando o plano de dados, para isso fiz uso do wi-fi do hotel.

Abraços.

Manuela Gomes
Manuela GomesPermalinkResponder

Olá Marcos! Também comprei o chip da Entel agora no Carnaval e foi ótimo. Funcionou muito bem na região do Colchagua e em Santiago. Fiz o plano de 1Gb também e no final a família inteira estava usando minha internet compartilhada. Achei que foi uma pechincha chip+plano por C$ 9000. Ah, e a dica: A lojinha da Entel fica na área de check in do Aeroporto. Já saí de lá conectada. Bjs.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Vou contar minha experiência,.
Comprei um Chip da WOM na Falabella por apenas mil pesos, com direito a 100mb de navegação e 50 min. Aí, fui na Farmácia e carreguei 1 gb por 6 mil pesos, dando direito a mais 1gb de graça.
Funcionou muito bem, com 4g bombando em Santiago, usei a vontade pra uma semana... Recomendado!

Ute Rasp
Ute RaspPermalinkResponder

Fizemos o mesmo em Santiago e pegamos um pacote claro para 15 dias, em dez/jan 2016. Deu muito certo e funcionou também em Puerto Montt. Tinha boa cobertura 3g em área urbana.

georgia
georgiaPermalinkResponder

Fui a Santiago há um ano e comprei um chip lá, deu super certo! agora eu gostaria de saber se este chip ainda continua ativo? pois irei novamente e pretendo usá-lo!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Georgia! Não sabemos. Informe-se no vendedor. (Existe a possiblidade de, depois de alguns meses sem fazer recarga, seu número ser atribuído a outro chip. Nesse caso, se você fizer uma recarga, pode ser creditada ao novo chip...)

Joyce Scolari
Joyce ScolariPermalinkResponder

Excepcional a dica do chip, vale a pena "investir" algums minutos no início na chegada a Santiago e ter internet 100%.
Fizemos o constante na dica do site, mesma loja para comprar o chip e mesma farmácia para carregar.
Parabéns pela dica e Obrigado.
Joyce e Edson Scolari

Daniel Moura
Daniel MouraPermalinkResponder

Pessoal, duas perguntas: Um chip comprado em Valparaiso pode ser utilizado em todo o Chile? (pacote de internet); O roaming da Claro funciona bem lá? (precisarei no primeiro dia).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! Sim.

Guilherme Wittmann

Se instalar o chip do Chile no celular, eu continuo recebendo as mensagens no meu whatsaapp que é aqui do Brasil?
O celular vai ficar com outro número e para de receber as mensagens, não é isso?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Você deixa de receber ligações e SMS para o seu número brasileiro, mas continua recebendo seu Whatsapp normalmente no seu número chileno.

Carlos Rocha
Carlos RochaPermalinkResponder

Deixo de receber ligações no meu número brasileiro , mesmo que o meu celular pegue dois chips?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! Se você mantiver o seu chip brasileiro e atender as ligações do Brasil, vai pagar roaming internacional pelas chamadas recebidas. Não faça isso. O seu WhatsApp continuará funcionando no chip chileno com o número brasileiro.

Davi
DaviPermalinkResponder

Ano passado comprei um chip da claro com plano de dados pré pago, porém me informaram que meu celular, um moto x2 não pegava, e realmente, não ativou o chip, fiquei sem internet. Não sei se era por causa da banda do celular.

Sabrina Martinez

Olá pessoal! Então eu não preciso trocar de chip se eu ficar só no wifi do hotel ou restaurantes?? O whastapp, Facebook, funcionam normalmente no meu chip normal da vivo? Bjssss

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sabrina! Nesse caso, não funcionarão no seu chip da Vivo, mas funcionarão no wifi do restaurante e do hotel, sem que você precise trocar de chip. Qualquer dúvida, pergunte a um irmão mais novo, ele saberá explicar. Eu também não entendia nada disso, mas pedi pra minha irmãzinha caçula, a Nadadeira, e ela teve paciência de me explicar tintim por tintim como funciona.

AF
AFPermalinkResponder

Olá! Passando aqui só pra registrar que o roaming da Vivo funcionou muito bem em Santiago e no Vale do Colchagua, inclusive em vinícolas e outros locais afastados da cidade de Santa Cruz. Em viagens curtas ao Chile, não vejo necessidade de perder tempo comprando o chip local. Usando o roaming, você ainda tem a vantagem de manter seu número do Brasil funcionando.

Acosta
AcostaPermalinkResponder

Realmente, o roaming da Vivo pega muito bem, só que fica MUITO MAIS CARO do que usar um chip local.

Rodrigo - Piracicaba

E já veio a sua conta? A vivo só tem pacote pra quem é Pós. R$ 99,00 por 50 minutos e a internet R$ 29,90 POR DIA. Ou seja.. se ficou 1 dia só não ficou tão caro. Agora se ficou 1 semana, gastou mais de R$ 300,00.
Então creio que as dicas aqui não sejam perda de tempo....

Paulo R
Paulo RPermalinkResponder

Acabei de chegar a Santiago e usei a dica da compra do chip entel no aeroporto. Só tive dificuldade para ativar, mas o motorista do hotel ativou no documento dele e logo após já estava navegando.

Paulo R
Paulo RPermalinkResponder

A Entel está com promoção para ingresso ao Vale Nevado. Quem tem chip Entel compra 1 ingresso e ganha outro! Valeu muito a pena para mim, pois gastei 15 mil pesos no Chip+recarga e economizei 40 mil pesos de uma entrada no Vale.

Gervasio Matumoto

Viajei pro Chile em Maio/2016 pro Deserto do Atacama e Patagônia (Pucón até Puerto Montt) e como precisaria de internet (inclusive pra navegação, porque fiz parte da viagem de carro), pesquisei um bocado tanto antes de sair daqui como lá em Santiago e optei por comprar um chip da Entel. Eles tem uma lojinha própria no piso superior do aeroporto, que já faz tudo (vendem e instalam o chip, já configuram o aparelho e vendem os créditos, tudo num só lugar). Paguei pelo chip + 2Gb de internet + um bocado de minutos de voz para ser usado lá, válidos por 60 dias, o total de 12.000 pesos (uns 60 reais). Tinha cobertura boa em todo o país, tanto no Atacama como no sul.
Fiz um blog relatando a viagem com algumas dicas (http://gm2006xx.wix.com/chile-de-norte-a-sul).

Leonardo Britto

Pessoal, Uma dica: ao inves de gastarem pacote de dados para usar GOOGLE MAPS, usem o aplicativo MAPS.ME... Ele permite voce fazer downlad do mapa do pais que quiser, previamente, e depois roteirar sem internet... usando apenas o gps do smartphone...

neusa maria de souza

Ola ,estou indo pela segunda vez a Santiago, Ric, sabe me informar se posso usar o mesmo chip claro que usei ano passado, será que é só recarregar,e usar normal.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Neusa! Quem responde é A Bóia. Não sei se o número caduca sem recargas. Leve o chip na loja para ver se ainda está ativo antes de recarregar (ou você pode acabar fazendo uma recarga para outra pessoa, caso o número tenha sido revendido.)

Leo
LeoPermalinkResponder

Estou em Santiago, realmente foi facil comprar o chip e realizar a carga. Minha única dica é que nào façam da Entel, pois mandaram aviso que meu pacote tinha expirado, efetuei a recarga e continua o aviso. Pesquisei na internet e tem varios chilenos reclamando do mesmo, e não adiante reclamar pois pedem o rut (parecido com o cpf no Brasil), mas eu não sei qual é, pois era da vendedora, e não tenho tempo a perder com essas coisas numa viagem. Peguem de outra operadora, evitem ENTEL. Segundo li já foi boa, hoje só tristeza.

Humberto Guerra

Acabei (dez/2017) de passar com minha esposa uma semana em Santiago, e aproveito pra dar minha primeira contribuição a um site que já me ajudou muito. Acho que essa história de comprar um chip em um lugar e validar em farmácia pode estar com os dias contados. No aeroporto - para já sairmos de lá conectados, para começar por chamar o Uber - fui a uma lojinha chamada Fototika e havia duas opções de chip, da Entel e da Movistar. O da Entel era mais em conta, mas tinha que validar e carregar na farmácia, e com o Movistar eu já resolvia tudo ali. Custou 50 reais e veio com uns 350 MB, o que resolveria tranquilamente minha vida durante uma semana (considerando os wifi de hotéis e restaurantes, e uso não-abusivo de imagens e vídeos no 4G). Preferimos comprar um chip só, e depois, na cidade, verificar se havia alguma outra operadora mais em conta. E aí, na PC Factory do shopping Costanera, em pleno domingo, achamos uma pechincha, um chip da WOM que também já vinha auto-habilitável e com uns 300MB de crédito, que durou a semana toda e saiu por míseros 9 reais. Nas duas operadoras o sinal foi ok em Santiago, Valparaíso e Viña del Mar. Para quem tem alguma dúvida se vale a pena ficar com internet no celular numa viagem: só a diferença do táxi pro Uber nos deslocamentos de e para o aeroporto já pagam o chip - ainda que dê para chamar o Uber usando o wifi gratuito do aeroporto, na chegada, e o do hotel, na saída.

marcio da silva ferreira

Em minha viagem ao Chile em Dezembro 2015 optei por comprar um chip da Movistar pois na epoca lá era aunica operadora que liberava a rede 4G em chips pre-pagos, as demais somente no pos-pago. Em questao de cobertura as melhores sao Entel e Claro.
O chip pode ser encontrado nas ruas do centro de Santiago sendo vendido nos camelos de lá ao valor de R$ 5,00 e os creditos podem ser inseridos em qualquer supermercado ou farmacia

Selma
SelmaPermalinkResponder

Estou em Santiago agora e comprei o chip da WOM na Rua Agustonas, em uma barraquinha de uma senhora que fica em frente à Ripley, do outro lado da Afex( número 1050), quase na esquina com o Passeo. Paguei 3 mil pesos já com 3 giga de internet, que estou gostando bastante e a dona da barraquinha coloca o chip na hora e vc já sai de lá com tudo pronto

Samir Fortunato

Fiz o mesmo procedimento que a colega Selma comentou acima e deu tudo certo. O procedimento foi exatamente como descrito e o apelido da senhora é Turca. A lojinha fica na esquina da Ripley e do outro lado da rua está a loja da Cambios Money Exchange, com um letreiro grande em amarelo.

Caso o 4G não conecte automaticamente, a senhora indicará uma loja a meia quadra onde um vendedor da WOM ajudará nas configurações (meu caso). Ele configurou o ponto de acesso dentro da área de redes móveis. Precisei fazer o mesmo procedimento no Uruguai.

Chegamos de viagem de madrugada e a loja que vende o chip no aeroporto estava fechada. Mas no próprio aeroporto tem wifi, onde foi possível chamar o Uber, que encontra os passageiros no andar de cima. É importante agendar em qual das saídas do piso superior ele te encontrará.

Sergio Malh
Sergio MalhPermalinkResponder

Bom dia! Primeiramente obrigado a todos pelas dicas preciosas. Estarei em Santiago na próxima semana, como sempre faço entrei ano google maps para dar uma "passeada pelas ruas" , esta lojinha da Senhora "turca" é tipo uma banca de revistas na mesma calçada da Ripley? Obrigado

Paulo Guedes
Paulo GuedesPermalinkResponder

Ricardo,
Suas dicas são ótimas. Gostaria de lembrar que é necessário saber se o celular está desbloqueado para uso fora do Brasil. Não consegui colocar no meu por esse motivo. Sorte que tínhamos outro. A atendente da Claro disse que se tivéssemos o número pin poderia resolver. Melhor se certificar antes. É muito mais barato e prático o chip pré pago. Compramos e configuramos o chip numa loja da Claro na Monjitas, 6000 pesos, incluso recarga com 1 GB. A funcionária foi muito solícita.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! O problema não era o uso fora do Brasil; é o que o seu celular devia ser bloqueado para uso exclusivo da sua operadora. Casos assim são cada vez mais raros, hoje praticamente todos os celulares são comprados desbloqueados.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Ola, boa tarde,

boas dias e obrigado pela ajuda

Só uma dúvida, os pacotes de dados foram solicitados como por la? via sms e etc?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Sim.

Luzia Moreira
Luzia MoreiraPermalinkResponder

Comprei um chip 4g no aeroporto de Santiago do Chile, paguei 12000 pesos,e estou mto insegura para fazer meus passeios pq fico preocupada em acabar os créditos! Só estou usando no GPS, fora só o Wi-Fi.
Me ajudem a sanar essa duvida!por favor

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luzia! Se acabarem os seus créditos, você compra mais créditos. É assim que funciona. O que você deveria ter prestado atenção é no pacote de dados que comprou. No wifi o celular vai funcionar até sem créditos.

Elza Alves
Elza AlvesPermalinkResponder

Percebo que td que está postado no seu site e de 2015.......como faço pra ter atualizacoes dessas informações....vou para o Chile dia 06/06.....grata

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elza! O conteúdo continua atual. Todos os posts do Chile foram atualizados recentemente, veja a data da última atualização no alto dos posts.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Estarei indo dia 14/06 /2017 para Santiago e estou sempre lendo as dicas
Vcs estão de parabéns

Rodrigo Abdo
Rodrigo AbdoPermalinkResponder

Como está o funcionamento do Uber no aeroporto?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Um leitor disse em outro post que o ponto de encontro é no hotel Holiday Inn Express, do outro lado da pista do desembarque.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Minhas contribuiçções: 1- Existem aplicativos seguros de GPS como o Maps.me e o Here we Go, que não precisam de internet para funcionar perfeitamente. Vc baixa o mapa atualizado antes, quando estiver com wifi. 2 - No próprio site da Uber, tem as informações, imagens e localização dos pontos de embarque, não só do aeroporto de Santiago, mas de qq aeroporto atendido do mundo. Inclusive lá vc pega cupons de desconto.

Jairo
JairoPermalinkResponder

Obrigado Carlos!
Com o maps.me, dá pra marcar como favoritos os locais de interesse da sua viagem. Colocando o aeroporto pra fazer simulação no Uber, já aparece a informação dos detalhes do ponto de encontro, que é um hotel na frente do desembarque!

Tatiana Guidio

Bom dia, sei que o post não é sobre isso mas li todos os comentários e tenho dúvida em relação ao Uber... Li que os táxis em Santiago não são confiáveis pois os motoristas alteram o taxímetro e nesses casos a viagem sai absurdamente cara. O Uber é mais confiável? Tem uma boa disponibilidade/ facilidade de carros? O app é o mesmo que uso no Brasil?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! O aplicativo é o mesmo no mundo inteiro. O seu cartão precisa ser internacional porque os gastos serão debitados como internacionais.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2017/06/santiago-furtos

Silvia
SilviaPermalinkResponder

Boas dicas... comprei chip da Movistar e me serviu muito bem nos 10 dias em que fiquei em Santiago. Fui em agora em junho. Uma amiga irá em agosto e quero dar o chip para ela, será que perde validade rápido?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! Deve estar válido ainda.

Ana Maria
Ana MariaPermalinkResponder

Bom dia! O uber funciona direitinho no Chile . O pagamento é feito só no cartão ou pode ser em espécie também?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Maria! No cartão.

Fab
FabPermalinkResponder

Gente, quanta dica boa! Estou planejado uma excursão com alguns amigos. Sairemos do Rio Grande do Sul e percorreremos a Argentina até o Chile. Cerca de 10 a 15 dias. Estou preocupada com a questão da internet. Como ficarei de 1 a 3 dias em cada parada, não sei o que faço. Se alguém tiver sugestões agradeço.
E mais uma vez Parabéns pelo blog.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fab! Ou você compra chip local em cada país, ou fica só no wifi do hotel e restaurantes.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar