Os melhores resorts de praia do Brasil em 17 quesitos: escolha o seu

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Melhores resorts: Iberostar
Como escolher seu resort de praia no Brasil? Acho que posso ajudar. Já me hospedei em 45 resorts de praia do Ceará a Santa Catarina, sempre em busca de entender o que justificaria a escolha (ou não) de cada um deles. Mesmo os melhores resorts de praia em termos absolutos não são os melhores em todos os quesitos: se você valoriza aspectos como praia calma, charme, tamanho compacto ou proximidade de aeroporto, pode descobrir opções que nunca passaram pela sua cabeça.

Dividi a análise em 17 quesitos. Você pode ver minhas resenhas originais neste índice. Como a maioria dos quesitos envolve uma grande dose de subjetividde, aqui neste post eu faço links diretos de cada resort à sua página no Booking, para que a minha opinião possa ser contraposta ao conjunto de resenhas de hóspedes recentes e de diferentes perfis.

A escolha no Booking não se deve apenas ao fato de ser nosso parceiro comercial: como já expliquei neste post aqui, tenho convicção de que no assunto hotéis o termômetro do Booking é mais confiável que o do TripAdvisor, já que todos os resenhistas do Booking efetivamente se hospedaram no hotel que estão resenhando até 30 dias antes da publicação da resenha. (Só hóspedes que tenham reservado pelo Booking recebem o link para postar o comentário, no dia seguinte ao check-out; o link expira 30 dias depois da hospedagem.)

De todos os resorts citados nesta lista, só não visitei ou me hospedei no Porto Seguro Praia (listado nos itens Proximidade do Aeroporto e Melhores por notas no Booking, que não dependem da minha opinião). Tampouco estive na Costa do Sauípe depois da última reformulação, no Jatiúca depois da recente super-reforma, nem ao Enotel depois da inauguração do Enotel Acqua. Mas as novidades já foram levadas em consideração.

Note, porém, que os resorts de luxo, como Ponta dos Ganchos, Txai, Kiaroa e Kenoa não entram nas comparações. Apesar de terem "resort" no nome, não entendo esses hotéis como concorrentes dos resorts para famílias. Falo deles no quesito 14, Luxuosos/Lua de mel.

Ah, sim: os resorts da rede Club Med não têm nota Booking porque não são comercializados neste canal.

Como usar este guia

Consulte os quesitos que sejam mais importantes para você e sua família. Quando escolher seus favoritos, procure as resenhas de hóspedes como você: na página das avaliações do resort no Booking, procure resenhas de viajantes individuais, casais, famílias ou grupos de amigos. ("Viajantes Genus" são o grupo de viajantes mais freqüentes, que conseguem ofertas exclusivas.)

De uma maneira geral, é difícil se decepcionar com hotéis com pontuação geral acima de 9. Ao escolher um hotel com nota abaixo de 8, porém, calibre as expectativas para baixo; certifique-se nos comentários recentes de que as suas prioridades serão atendidas. De todo modo, vale a pena entender as 10 reclamações mais comuns em resorts.

Caso esteja pensando especificamente num all-inclusive, vale a pena ler este post que mostra como funciona, quando funciona e para quem funciona o sistema all-inclusive.

Leve também em consideração o histórico de chuvas no mês em que você quer viajar: pense duas vezes antes de viajar a destinos onde chove mais do que 200mm no mês escolhido, e descarte qualquer destino com histórico mais de 300mm de chuvas no mês. Nosso Praiômetro traz os índices de chuva, mês a mês, em 42 destinos do Brasil e do Caribe.

    1 | Proximidade do aeroporto

Transamérica Comandatuba: 3 km

Existem resorts com pistas de pouso (o Patachocas, em Morro de São Paulo, além de ter pista de pouso pertence a uma pequena cia. aérea!). Mas só Transamérica Comandatuba tem seu próprio aeroporto, onde pousam jatos. O aeroporto fica no continente, entre a estrada litorânea (BA 001) e o píer de embarque à ilha (que é separada do continente por um canal estreito). Da porta do aeroporto ao píer da ilha são meros 3 km. Pegadinha: não há vôos regulares a Comandatuba, apenas vôos fretados desde Congonhas, oferecidos em alguns pacotes. Fora desses pacotes, o aeroporto que serve o hotel é o de Ilhéus, a 70 km. Nota geral 8,7 (ago/2016).

A 3,5 km do aeroporto de Porto Seguro, o Arraial d'Ajuda EcoResort é o resort mais próximo de um aeroporto servido por vôos regulares. Os últimos 500 metros são feitos de barco, atravessando o rio Buranhém em barcos próprios e exclusivos para os hóspedes do resort (que, assim, não dependem das balsas públicas entre Porto Seguro e o Arraial d'Ajuda.) Nota geral 8,9 (ago/2016)

Mas se o critério for acesso 100% rodoviário, sem travessia de barco, desde um aeroporto servido por vôos regulares, então o campeão da categoria é o Porto Seguro Praia Resort (all-inclusive), que está a 5,4 km do aeroporto de Porto Seguro. O hotel fica no início da orla norte de Porto, numa praia de águas turvas (mas o hotel, inteiramente reformado há poucos anos, quando se converteu ao sistema all-inclusive, tem serviço elogiado. Ainda não visitei.)
Nota geral 8,3 (ago/2016)

Os dois pequenos resorts à beira-mar imediatamente ao norte de Itapuã, em Salvador, estão a poucos minutos do aeroporto: o Catussaba, a 6,7 km (nota geral 7,3 - ago/2016) e o Gran Hotel Stella Maris, a 8 km (nota geral 7,3 - ago/2016).

Ainda em Porto Seguro, na tranqüila praia do Mutá, o La Torre (all-inclusive) também está pertinho de um aeroporto: são apenas 16 km (que, no entanto, podem levar até 45 min. para serem percorridos, se o trecho dos hotéis e megabarracas de Taperapuã estiver engarrafado). Nota geral 8,4 (ago/2016).

    2 | Praia de mar calmo

Grand Oca Maragogi
Melhores resorts do Brasil: Grand Oca Maragogi (praia)

Ponta de Mangue, a praia onde está o Gran Oca Maragogi (all-inclusive), é uma piscininha na maré baixa e não oferece nenhum risco na maré alta. Os coqueiros e o mar azul-bebê, característicos da orla ao norte da vila de Maragogi, estão em cartaz em qualquer maré. Nota geral 8 (ago/2016)

A 15 km de Porto de Galinhas, o pequeno Serrambi Resort tem uma praia calminha, onde se formam piscinas naturais na maré baixa (nota geral 8,5 - ago/2016). No extremo oposto desta costa, é a praia de Muro Alto que se torna uma grande piscina na maré baixa; por ali fica o cobiçado Nannai (nota geral 9,2 - ago/2016).

Na Praia do Forte, a melhor praia é justamente aquela onde está o Tivoli Praia do Forte EcoResort, precursor do turismo no pedaço. A enseada de águas calmas e povoada por coqueiros fica ainda melhor com o extenso gramado do resort, que chega até a areia. Nota geral 8,7 (ago/2016)

Num trecho semideserto da Quarta Praia de Morro de São Paulo, o Patachocas oferece mar raso até na maré alta, com ondinhas que divertem a criançada (nota geral 8,3 - ago/2016).

Ainda em Maragogi, a praia do Salinas do Maragogi (all-inclusive) pode não ser tão graciosa quanto a do Grand Oca, mas é calmíssima (nota geral 8,9 - ago/2016). Ao norte de Maceió, o Wyndham Pratagy Beach Resort tem lindas praias de mar e de rio (nota geral 7,9 - ago/2016).

Em Pernambuco, a apenas 32 km do aeroporto do Recife (aproveitando parte da nova estrada a Porto de Galinhas), o Vila Galé Eco Resort do Cabo (all-inclusive), em Cabo de Santo Agostinho, tem uma praia calma, feita com areia (branquinha) de aterro (nota geral 8,2 - ago/2016).

Na Bahia, o Club Med Itaparica tem praia rasinha e tranqüila (mas com muitas pedrinhas em meio à areia). Na vila de Santo André (a mesma que hospedou a Seleção Alemã na Copa), a praia do simpático Costa Brasilis às vezes não tem águas muito azuis, mas a maré é mansa e a densidade demográfica, baixíssima (nota geral 8,8 - ago/2016). No norte de Porto Seguro, o La Torre (all-inclusive) também tem praia calma -- e o único bar/restaurante pé na areia com tudo incluído no Brasil (nota geral 8,4 - ago/2016). No Arraial d'Ajuda, o Arraial d'Ajuda EcoResort está localizado na esquina do rio Buranhém com o mar. A praia é supercalminha, mas às vezes é invadida pelas águas turvas do rio -- neste caso, sugiro andar dez minutos para o sul (direita) até a praia do Araçaípe (nota geral 8,9 - ago/2016).

Na região de Angra dos Reis, são inofensivas as praias do Portobello (nota geral 8,1 - ago/2016) e do Vila Galé EcoResort Angra (all-inclusive) (nota geral 8,1 - ago/2016), localizados em baías protegidas. A prainha do Meliá Angra também é calma, mas leva mais jeito de praia de rio do que de mar: está num canal natural que leva à baía (nota geral 8,2 - ago/2016).

Finalmente, em Florianópolis, o Il Campanario está na badalada Jurerê, que tem clubes movimentados mas águas sossegadas (nota geral 8,2 - ago/2016)

    3 | Piscina

Enotel Acqua
Melhores resorts de praia: Enotel Acqua (piscina)

Ainda não pulei nela (roubei essa foto ao passar pela praia em frente ao hotel), mas sem dúvida a piscina de ondas do Enotel Acqua (all-inclusive), em Porto de Galinhas, a primeira dentro um resort de praia no Brasil, é a novidade do momento. Pegar onda na piscina, além de mais divertido, é mais seguro do que na praia em frente, que tem um perigoso repuxo (nota geral 7,6 - ago/2016). Os hóspedes do Enotel Convention, no mesmo complexo, também têm direito ao parque de piscinas do Acqua, mas têm que caminhar um pouquinho mais até chegar a elas (nota geral 7,7 - ago/2016).

A maior piscina entre os resorts de praia brasileiros, de 3.000 m², está no Vila Galé Marés, em Guarajuba, 40 km ao norte do aeroporto de Salvador (nota geral 8 - ago/2016).

No quesito piscinas, o Iberostar Praia do Forte (nota geral 8,5 - ago/2016) e seu vizinho de complexo Iberostar Bahia (nota geral 8,6 - ago/2016) se destacam por uma característica única: cada um deles têm duas piscinas de tamanho e formato idênticos, mas com usos distintos: em ambos resorts, dá para escolher entre a piscina da animação (onde há jogos e hidroginástica) e a piscina do sossego (onde impera o silêncio). O complexo fica 3 km ao norte da Praia do Forte.

A 20 minutos de caminhada da vila da Praia do Forte (pela areia da praia), o Tivoli Praia do Forte EcoResort também tem uma piscina sossegada -- de borda infinita e com acesso apenas para adultos. Fica num ponto isolado e ainda assim, de frente para o mar; dá para abstrair que você está num resortão (nota geral 8,7 - ago/2016).

A peculiaridade da piscina do Grand Mercure Summerville, em Porto de Galinhas (nota geral 8,4 - ago/2016) é o seu formato de rio: para aproveitar um terreno com pouca frente de praia e bastante profundidade, foi projetada uma piscina estreita, que serpenteia pela propriedade e oferece vários nichos diferentes. Os decks molhados, partes rasinhas da piscina onde são colocadas espreguiçadeiras, hoje tão comuns, tiveram aqui sua primeira aparição.

Se a piscina do Summerville imita um rio, há uma piscina no Acqua Beach Park que funciona como um rio: é a Acqualink, que tem correnteza, e leva seus hóspedes diretamente à entrada do Beach Park (nota geral 7,8 - ago/2016). Fica a 24 km do aeroporto de Fortaleza.

Em Natal, as piscinas Ocean Palace formam um bonito conjunto e ganham uma iluminação divertida à noite (nota geral 8,3 - ago/2016). Cinco minutos (de carro) adiante na Via Costeira, a piscina do Serhs Natal oferece algo que pode ser frustrante para alguns, mas deve agradar a pais com filhos pequenos: fica inteiramente à sombra logo no início da tarde (nota geral 8,6 - ago/2016).

    4 | Conforto nos apartamentos standard

Grand Palladium Imbassaí
Melhores resorts de praia: Grand Palladium Imbassaí (apartamento)

Quando abriu, no fim de 2010, 2 km ao norte da vila de Imbassaí (a 67 km do aeroporto de Salvador, e 12 km da Praia do Forte), o Grand Palladium Imbassaí (all-inclusive) trouxe para os apartamentos standard um nível de conforto sem precedentes entre os resortões de praia. Todos os apartamentos são suítes, com piso de mármore e móveis de madeira nobre, TV de 32 polegadas e berço para iPod. A área principal do hotel está separada da praia por um riozinho; se não quiser caminhar 10 minutos até a praia, você pode pegar o carrinho elétrico que faz o vaivém. Nota geral 8,1 (ago/2016)

Com móveis, equipamentos e acabamentos modernos, o cearense Carmel Charme, a 48 km do aeroporto de Fortaleza, tem apartamentos que fariam bonito também em hotéis urbanos. Nota geral 9,2 (ago/2016)

O Sauípe Premium (pensão completa), a 65 km do aeroporto de Salvador, herdou do Sofitel Suites que existia ali os apartamentos standard mais charmosos entre todos os resorts de praia, com saleta e um banheiro enclausurado por venezianas que parece saído da Indochina. Nota geral 8,7 (ago/2016)

E por falar em Sofitel, o padrão 5 estrelas da rede faz com que mesmo os apartamentos standard do Sofitel Jequitimar, um tanto quanto compactos, tenham confortos de hotel de luxo. São decorados com cores náuticas -- branco, azul-claro, azul-marinho, palha -- que dão um efeito praiano-chic. À beira de uma praia tranqüila no Guarujá, é o resort mais próximo de São Paulo, a 100 km do aeroporto de Congonhas. Nota geral 8,5 (ago/2016)

Camas grandes e roupa de cama de ótimo padrão tornam bastante agradáveis os apartamentos standard do Vila Galé Cumbuco (all-inclusive), a 40 km do aeroporto de Fortaleza. Se puder, cacife um dos chalés, que são ligeiramente mais espaçosos. Nota geral 8 (ago/2016)

    5 | Comida

Nannai
Melhores resorts: Nannai (comida)

Os jantares do Nannai, 9 km ao norte do centrinho de Porto de Galinhas, têm o buffet mais nobre entre os resorts brasileiros (da última vez que me hospedei, a grelha era ocupada por lagostins). Mas o que conquista definitivamente os hóspedes pelo estômago é o chá da tarde, servido nos jardins, pontualmente às 5. Incluso na diária, o chá faz muita gente cabular o almoço (que não faz parte da meia-pensão). Nota geral 9,2 (ago/2016)

Reduto de paulistas superexigentes, o Transamérica Comandatuba tem tradição de comida variada e bem-feita (nota geral 8,7 - ago/2016). Seu contemporâneo Tivoli Praia do Forte EcoResort tem o buffet mais extenso entre os resorts de meia-pensão; não dá para aproveitar todas as estações numa mesma refeição (Nota geral 8,7 - (ago/2016)).

Entre os all-inclusive, gosto muito da solução dos buffets do Club Med Itaparica, Club Med Rio das Pedras e Club Med Trancoso. A cada refeição há uma "spécialité" -- um prato "de restaurante" montado pelo atendente, para o momento em que você não quer aquele prato bastantão de buffet.

Os hóspedes do Iberostar Praia do Forte (all-inclusive) são os mais bem-servidos da categoria: além do buffet quilométrico do restaurante principal, ainda podem escolher entre 8 restaurantes à la carte -- os quatro do resort e mais os quatro do vizinho Iberostar Bahia (os hóspedes do Bahia, no entanto, não podem reservar os restaurantes do Praia do Forte). Nota geral 8,6 (ago/2016)

A propósito: não espere padrão de restaurante "de cidade" em restaurantes à la carte de resorts. O padrão desses restaurantes é o mesmo do buffet (normalmente bom, mas sem ousadias nem vôos autorais). Se você quer que o restaurante à la carte do seu resort seja comparável aos que você freqüenta na cidade, pense no Sofitel Jequitimar no Guarujá (nota geral 8,5 - ago/2016), no Infinity Blue (pensão completa) em Balneário Camboriú (nota geral 8,1 - ago/2016) e no restaurante Nossa Senhora da Vitória no Costão do Santinho (all-inclusive) em Florianópolis (nota geral 7,9 - ago/2016).

A comida do Salinas do Maragogi (all-inclusive) costuma ser elogiada pelos hóspedes. O detalhe que me conquista são as lasquinhas de coco verde servidas no café da manhã (nota geral 8,9 - ago/2016)

Finalmente, entre os resorts com melhor custo x benefício, chamo atenção para o La Torre (all-inclusive) de Porto Seguro, que todos os dias serve boas pizzas e é o único all-inclusive com bar de praia (nota geral 8,4 - ago/2016).

Importante: se você tem restrições quanto a marcas de cerveja ou refrigerante, sempre ligue antes de confirmar a reserva em qualquer resort. Acordos comerciais mudam o tempo todo, e no caso dos all-inclusive, normalmente todos os produtos costumam vir do mesmo fabricante.

    6 | Recreação

Melhores resorts: Sauipe Resorts

É o ponto forte dos resorts brasileiros -- o fator que, mesmo durante os tempos do dólar mais desvalorizado, pesou para que as famílias continuassem fiéis ao produto nacional. Como não viajo com filhos, não me arrisco a apontar um campeão no quesito.

Os resorts pioneiros foram os responsáveis por convencer os pais a deixarem seus filhos sob os cuidados dos tios da recreação: o Transamérica Comandatuba (nota geral 8,7 - ago/2016), o Tivoli Praia do Forte EcoResort (nota geral 8,7 - ago/2016) e os Club Meds de Itaparica (all-inclusive), Rio das Pedras (all-inclusive) e Trancoso (all-inclusive).

Dos resorts de segunda geração, o Grand Mercure Summerville em Porto de Galinhas é uma unanimidade entre pais (nota geral 8,4 - ago/2016). O Salinas do Maragogi (all-inclusive) talvez tenha a equipe mais divertida (nota geral 8,9 - ago/2016).

Entre os resorts mais novos, o Iberostar Bahia (all-inclusive) (nota geral 8,6 - ago/2016) e o Iberostar Praia do Forte (all-inclusive) (nota geral 8,5 - ago/2016) têm monitores animadíssimos à la Club Med.

Nas férias ou em feriados, com o resort cheio de crianças, a farra vai certa onde quer que você for. Evite resorts pequenos fora de temporada: com poucas crianças na casa, a falta de estrutura do kid's club fica mais aparente.

    7 | Para ir com bebês

Melhores resorts: Club Med Punta Cana

Sempre entre em contato com o resort em que você quer se hospedar para confirmar a disponibilidade de berço, banheirinha e carrinho de bebê -- e o mais importante: quais produtos são oferecidos na baby-copa. Lembre-se que a informação na internet pode estar datada. A maioria dos resorts também pode arranjar uma babá, paga à parte; solicite com antecedência.

Quatro resorts de praia dispõem de espaços dedicados aos muito pequenos. Três são Club Meds -- em Itaparica (all-inclusive), Rio das Pedras (all-inclusive) e Trancoso (all-inclusive), que oferecem o programa Baby Welcome para bebês a partir de 4 meses. A foto foi tirada no Club Med de Punta Cana.

O outro é o Grand Palladium Imbassaí (all-inclusive) , cujo Baby Club recebe crianças a partir de 1 ano, mediante presença de um responsável (nota geral 8,1 - ago/2016).

    8 | Estrutura: algo mais

Suites Beach Park/Acqua Beach Park
Melhores resorts: Beach Park

Algumas tarifas do Suites Beach Park (nota geral 7,8 - ago/2016) e do Acqua Beach Park (nota geral 7,8 - ago/2016) dão direito a entrar no Beach Park, que fica entre os dois resorts, sempre que o parque abrir. Algumas tarifas do Oceani Beach Park também dão esse direito, mas o hotel está a 500 metros do parque (nota geral 7,2 - ago/2016). Os resorts ficam a 24 km do aeroporto de Fortaleza.

No Arraial d'Ajuda, o Arraial d'Ajuda EcoPark não tem brinquedos tão radicais quanto o Beach Park, mas tem vegetação integrada e acesso livre a todos os hóspedes do Arraial d'Ajuda EcoResort nos dias em que funcione. O hotel fornece transporte ao parque, que fica 5 minutos adiante, pela estrada que leva à vila (nota geral 8,9 - ago/2016). Já em Porto de Galinhas, o parque aquático da dupla Enotel Acqua (all-inclusive) (nota geral 7,6 - ago/2016) & Enotel Convention (all-inclusive) (nota geral 7,7 - ago/2016) pode ser mais modesto (tem uma piscina de ondas e um conjunto de toboáguas bacaninhas para crianças), mas tem uma vantagem: está dentro do complexo.

Procurando um resort que ofereça golf? Compare o green no alto da falésia do Club Med Trancoso (all-inclusive) com o campo entre rio e mar do Transamérica Comandatuba (nota geral 8,7 - ago/2016) e o campo de golfe praticamente integrado ao hotel do Dom Pedro Laguna, a 45 km do aeroporto de Fortaleza (nota geral 8,5 - ago/2016).

Muitos resorts tem spas; destaco os três que oferecem tratamentos de talassoterapia: o Tivoli Praia do Forte EcoResort, na Praia do Forte (nota geral 8,7 (ago/2016), o Costão do Santinho (all-inclusive), em Florianópolis (nota geral 7,9 - ago/2016)) e o Plaza Itapema, a 16 km de Balneário Camboriú (nota geral 7,9 - ago/2016).

Em termos de estrutura para praticar esportes, está para nascer uma rede mais focada que o Club Med (no Brasil, presente em Itaparica, Rio das Pedras e Trancoso (todos all-inclusive). O esqui aquático do Club Med Rio das Pedras, na região de Angra dos Reis, incluído na diária, é um superdiferencial.

Um complexo cuja estrutura costuma ser subestimada é o Sauípe Resorts (all-inclusive). Na sua faixa de preço, porém, não existe resort tão completo: tem lagoa, fazendinha, equitação, e uma cidadezinha cenográfica que serve ao footing noturno do complexo, a Vila Nova da Praia. Se o hóspede conseguir se desvencilhar da piscina e explorar o que o lugar oferece, vai descobrir um belo resort (nota geral 8 - ago/2016).

Para terminar, a atração mais original entre os resorts de praia brasileiros: o safári particular do Portobello, perto de Angra dos Reis, que tem animais soltos, com zebras, camelos, alces, avestruzes, que são vistos em passeios de jipe oferecidos regularmente (nota geral 8,1 - ago/2016).

    9 | Compactos

Dom Pedro Laguna
Melhores resorts de praia: Dom Pedro Laguna (compacto)

Com preguiça de encarar um resort em terreno gigantesco, onde você leva mais quinze minutos do apartamento ao restaurante, e outros quinze minutos do apartamento à praia? A 45 km de Fortaleza, o Dom Pedro Laguna é suficientemente grande para ser chamado de resort sem favor; mas os deslocamentos internos são fluidos e interessantes, com direito a pontezinha e espelho d'água (onde dá para andar de barquinho). Aqueles quinze minutos que num mega-resort você leva para ir do apartamento ao restaurante, aqui você leva para ir da praia ao campo de golf nos fundos. Nota geral 8,5 (ago/2016)

Pertinho do Dom Pedro, o Carmel Charme tem mais porte de hotel do que de resort; tudo está à mão (nota geral 9,2 - ago/2016).

Você também não precisará caminhar muito no Acqua Beach Park (nota geral 7,8 - ago/2016) e no Oceani Beach Park (nota geral 7,2 - ago/2016) em Fortaleza; no Serrambi Resort, perto de Porto de Galinhas (nota geral 8,5 - ago/2016); no Patachocas em Morro de São Paulo (nota geral 8,3 - ago/2016); no Costa Brasilis, na vila de Santo André, 30 km ao norte de Porto Seguro (nota geral 8,8 - ago/2016); no La Torre (all-inclusive), em Porto Seguro (8,4 - ago/2016), no Arraial d'Ajuda EcoResort, no Arraial d'Ajuda (nota geral 8,9 - ago/2016), no Portobello perto de Angra dos Reis (nota geral 8,1 - ago/2016) e no Plaza Itapema, a 15 km de Balneário Camboriú (nota geral 7,9 - ago/2016).

A 50 km do aeroporto de João Pessoa (e a 36 km da cidade), o Mussulo by Mantra também se enquadra nesta categoria -- mas para ir à praia, que fica a 2 km, você vai precisar pegar a van do resort (nota geral 7,9 - ago/2016).

Resorts urbanos e semi-urbanos também tendem a ser compactos. A lista engloba os resorts de Natal -- o Prodigy Natal, antigo Pestana Natal (nota geral 7,4 - ago/2016), o Serhs Natal (nota geral 8,6 - ago/2016) e o Ocean Palace (nota geral 8,3 - ago/2016), e os de Maceió -- o Salinas de Maceió (pensão completa) (nota geral 8,7 - ago/2016), o Jatiúca (nota geral 9,1 - ago/2016) e o Ritz Lagoa da Anta (nota geral 8,1 - ago/2016); o de Aracaju -- o Prodigy (nota geral 7,6 - ago/2016); os de Salvador -- Catussaba (nota geral 7,3 - ago/2016) e o Gran Hotel Stella Maris (nota geral 7,3 - ago/2016), além do Il Campanario em Florianópolis (nota geral 8,2 - ago/2016).

    10 | Natureza

Itamambuca Eco Resort
Melhores resorts de praia: itamambuca eco resort

Localizado no canto mais verde de Itamambuca, em Ubatuba, à beira do riozinho que desemboca na praia e integrado a uma reserva ecológica particular, o Itamambuca EcoResort tem na mata atlântica o seu maior luxo. Passeios guiados pela mata e pelo mangue revelam a riqueza do ecossistema; o lugar se presta à observaão de aves (mais de 200 espécies já foram fotografadas na propriedade). Está a 220 km do aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Nota geral 7,9 (ago/2016).

Três outros resorts oferecem experiências na mata atlântica. Na região de Angra dos Reis, o Club Med Rio das Pedras (all-inclusive) também tem o seu cantinho verde à direita da praia, com riozinho e mata, e o Portobello leva a uma reserva particular a meia hora do hotel, onde há cachoeira e piscina natural nas pedras (nota geral 8 - ago/2016). Em Itacaré, onde a paisagem é semelhante à Rio-São Paulo, o Itacaré EcoResort tem morros recobertos de mata e duas praias praticamente particulares. Pena que esteja enfrentando problemas de manutenção e administração (última nota no Booking: 7,2 -- março/2015).

No Transamérica Comandatuba, a natureza exuberante ao longo do canal entre a ilha e o continente é mais interessante do que a praia de mar; o passeio ao mangue para tomar banho de lama negra é imperdível (nota geral 8,7 - ago/2016). Outro resort onde o rio aumenta o contato com do hóspede com a natureza é o
Wyndham Pratagy Beach Resort (all-inclusive), 15 km ao norte de Maceió (nota geral 7,9 - ago/2016).

Já no Costão do Santinho (all-inclusive), em Florianópolis, a atração natural tem também cunho cultural: dois sítios arqueológicos no costão norte, a 200 e 800 metros da praia, onde se encontram inscrições rupestres nas pedras (nota geral 7,9 - ago/2016).

    11 | Para sair à noite

Infinity Blue
Melhores resorts de praia: Infinity Blue (localização)

Localizado numa praia privativa entre a orla central de Balneário Camboriú (onde a noite ferve, na Barra Sul) e a badalada Praia Brava Sul (onde, na temporada, funcionam os clubes de praia Solem, Guka Beach e Brava Sushi), o Infinity Blue (pensão completa) permite que você escolha entre reclusão e muvuca quando bem entender. O aeroporto de Navegantes está a 17 km via balsa de Itajaí ou 36 km pela estrada. O Beto Carrero World está a 40 km. Nota geral 8,1 (ago/2016)

No Arraial d'Ajuda, o Arraial d'Ajuda EcoResort também oferece as duas possibilidades: você pode ficar à noite no resort ou pegar uma van (do hotel ou na balsa) até a rua do Mucugê, onde acontece o footing do Arraial (nota geral 8,9 - ago/2016).

A praia de Tucuns, em Búzios, Blue Tree Park Búzios, está a 20 minutos da Rua das Pedras. Reserve o transporte de van do hotel (as vagas são limitadas) ou vá de carro (nota geral 6,8 - ago/2016).

Poder aproveitar a noite das cidades é uma das grandes vantagens dos resorts urbanos. Pense no Jatiúca (nota geral 9,1 - ago/2016) e no Ritz Lagoa da Anta (nota geral 8,1 - ago/2016) em Maceió, e no Ocean Palace (nota geral 8,3 - ago/2016), no Serhs (nota geral 8,6 - ago/2016) e no Pestana Natal (all-inclusive) (nota geral 7,4 - ago/2016) em Natal.

    12 | Charme

Arraial d'Ajuda EcoResort
Melhores resorts de praia: Arraial d'Ajuda EcoResort

Só quem conheceu o resort em sua primeira encarnação (chamava-se Paradise) pode avaliar o belo trabalho que tornou o Arraial d'Ajuda EcoResort um exemplo de resort charmoso. Do mobiliário da piscina à decoração dos quartos, passando pelo bem-cuidado jardim adornado com os orixás de Tati Moreno, o Arraial Eco tem detalhes que normalmente só seriam encontrados em hotéis menores ou mais luxuosos. Costumo dizer que este é um resort até para quem não gosta de resort. Nota geral 8,9 (ago/2016)

A 100 km do aeroporto do Galeão, o Portobello, é o resort mais próximo do Rio de Janeiro. Seu lobby, sob um teto de sapê trabalhadíssimo, é bonito de dia e um charme total à noite -- não conheço área social de resort tão acolhedora para um drink depois do jantar. A piscina, renovada há alguns anos, ganhou um gostoso deck molhado. A marina do condomínio funciona junto ao resort e ajuda a tornar o ambiente ainda mais charmoso. (Os quartos, porém, são básicos.) Nota geral 8,1 (ago/2016)

Um dos ícones de Porto de Galinhas, o Nannai é mais conhecido pelos seus bangalôs de madeira e sapê, postados num espelho d'água que imita uma laguna polinésia (os mais novos têm piscinas individuais e ficam fora do espelho d'água). No entanto, mesmo quem se hospeda nos apartamentos convencionais aproveita as bem-cuidadas instalações -- gazebos, quiosques e jardins. Nota geral 9,2 (ago/2016)

Costumo implicar com hotéis que incluam os títulos "boutique", "charme" e "exclusivo" no nome; na maioria das vezes, o nome tenta incorporar qualidades que não se encontram no hotel. Não é, de maneira nenhuma, o caso do Carmel Charme, pequeno resort a 40 km de Fortaleza. O que me encanta aqui é a escolha do mobiliário: todos os ambientes, do lobby à piscina, são decorados por móveis de (bom) design, escolhidos por sua originalidade. Nota geral 9,2 (ago/2016)

Dos resortões grandões, o mais charmoso, na minha opinião, é o Tivoli Praia do Forte EcoResort, a 55 km do aeroporto de Salvador. Não era: originalmente, o EcoResort fazia o gênero colônia de férias, com apartamentos bem básicos; os luxos eram os ótimos banheiros e o lindo gramadão à beira-mar. Depois da venda ao grupo português Tivoli (que, ano passado, repassou a um conglomerado tailandês), porém, os ambientes foram pouco a pouco renovados (e o resort ganhou a bela piscina de borda infinita exclusiva para adultos). A vila da Praia do Forte está a 5 minutos de tuk-tuk (ou 20 minutos a pé, pela areia, se você for de dia). Nota geral 8,7 (ago/2016)

    13 | Econômicos

Sauípe Resorts
Melhores resorts: Costa do Sauípe (econômico)

Se você sair de casa sabendo que não vai encontrar buffets quilométricos nem uma praia nota geral 10, os Sauípe Resorts (all-inclusive) podem oferecer uma ótima estada. Nenhum resort da sua faixa de preço oferece uma estrutura tão completa. Como já disse anteriormente neste post, o segredo de aproveitar Sauípe é desgrudar da piscina e aproveitar o que o complexo tem. Caminhe pelo belo passeio sob o coqueiral, onde você pode apreciar o urbanismo ecologicamene correto do complexo, que preservou dunas baixas e lagoinhas entre os prédios e a praia. Curta as atividades náuticas da área da lagoa. Leve as crianças à fazendinha. Cacife uma cavalgada ou uma aula de tênis. E à noite, aproveite a programação da Vila da Nova da Praia, que faz as vezes de centrinho -- algo que nenhum outro resort tem. Nota geral 8 (ago/2016)

A 20 km do aeroporto de Ilhéus, o Cana Brava (all-inclusive) costuma ser o mais em conta da turma do tudo-incluído. O buffet costuma incluir pratos regionais; junto à piscina há chuveiros com água ferruginosa encanada das fontes minerais de Olivença (nota geral 7,3 - ago/2016). Seu vizinho Tororomba tem instalações mais simples (e não é all-inclusive); do outro lado da estrada, mantém um balneário termal completo (Nota geral 7,5 (ago/2016).

Caso você consiga uma tarifa que inclua entrada no Beach Park, o Oceani Beach Park se torna uma opção com excelente custo x benefício (já que um ingresso avulso está custando R$ 195 para adulto e R$ 185 para criança; o passe de 3 dias custa R$ 280, e o de 7 dias, R$ 300). Não espere grande estrutura: depois que foi comprado pelo Beach Park, o Oceani deixou de se intitular resort e hoje tem apenas 'hotel' no nome (nota geral 7,2 - ago/2016).

Um resort da maior simpatia que costuma ter tarifas ótimas é o Costa Brasilis, na vila de Santo André, 30 km ao norte de Porto Seguro. A praia é deserta e os restaurantes da vila são uma atração à parte (nota geral 8,8 - ago/2016).

    14 | Luxuosos (lua de mel)

Ponta dos Ganchos
Melhores resorts: Ponta dos Ganchos

Nem Copacabana Palace, nem Fasano: o hotel mais luxuoso do Brasil fica em Governador Celso Ramos, a 60 km do aeroporto de Florianópolis, e se chama Ponta dos Ganchos Exclusive Resort. Qualquer estada aqui tem forma, cor, sabor e textura de lua de mel. Não importa o tempo: se fizer sol, a Ponta dos Ganchos será um hotel de praia; se esfriar, seus bangalôs, todos com lareira, e muitos deles encarapitados na colina, fazem você se sentir num hotel de serra. Por mais breves que sejam as saídas do quarto -- para ir ao restaurante, à prainha privativa, à piscina térmica -- na volta tudo estará arrumado de novo (não importa quantas vezes ao dia vocês saiam). O café da manhã é uma refeição-degustação, com um rosário de pratinhos que vão chegando um depois do outro. Se você pensar que vai economizar duas passagens em business class para o Amanresort mais próximo, vai ver que nem é tão caro assim... Nota geral 9,3 (ago/2016)

Inspirado em vários detalhes da rede Aman, que inventou o conceito de luxo descalço no Sudeste Asiático, o Txai, em Itacaré, ainda assim consegue oferecer uma experiência com sabor brasileiro. Por mais que você procure, duvido que encontre algum detalhe que não seja de bom-gosto. A praia é gloriosamente deserta; o spa, no alto do morro, proporciona os tratamentos com a vista mais bonita do Brasil. Nota geral 8,9 (ago/2016)

Num ponto selvagem da costa da península de Maraú, a 3 km da vila de Barra Grande, o Kiaroa tem bangalôs com piscina privativa (com vista para a praia) ou mega-jacuzzi (no jardim). Há também um predinho com apartamentos convencionais -- mas se você vai de lua de mel, cacife o upgrade. A piscina é muito bonita, com ilhas, nichos e pontes; a comida é sofisticada. Os corajosos chegam de teco-teco, que sai de Salvador e em 40 minutos de vôo superpanorâmico (sobrevoando Morro de São Paulo e Boipeba) desce no campo de pouso do hotel. Se teco-teco não é a sua praia, venha por Ilhéus: serão 120 km até Camamu, onde você pega uma lancha a Barra Grande e termina a viagem de jipe. Nota geral 8,4 (ago/2016)

Outro hotel de luxo que se intitula resort é o Kenoa, na Barra de São Miguel, 30 km ao sul de Maceió. É o mais cool da turma: ficar aqui faz você se sentir não só rico, mas jovem e antenado. Materiais naturais -- madeira, palha, juta, cerâmica -- aproximam o design e a arquitetura do ambiente praiano. Quando não quiser ficar na linda piscina de borda infinita da área social, você pode curtir sua própria plunge pool no quarto, de frente para o mar. Apesar de estar numa das praias mais procuradas dos arredores de Maceió, o Kenoa fica num ponto tranqüilo, evitado pelas multidões por não estar protegido por recifes. Quando quiser entrar no mar, caminhe 10/15 minutos para a direita, até um trecho seguro. Nota geral 9,3 (ago/2016)

Fecho a lista com o único resort 'de verdade' que tem cacife para competir na faixa de hotel de luxo: o Nannai, em Porto de Galinhas. Seus bangalôs polinésios podem ser um bocadinho fake -- mas qualquer restrição estética desaparece quando você pode descer da sua varanda direto para a sua piscina particular. O Nannai é um hotel sui-generis: hoje tem mais bangalôs com piscina privativa do que apartamentos convencionais (costumo dizer que é como um avião que tem mais assentos na classe executiva do que na econômica). Mesmo do tamanho que é, o Nannai tem serviço impecável. Se você procura um hotel de luxo sem nariz empinado, é aqui. Nota geral 9,2 (ago/2016)

    15 | Pousadas que valem por resorts

Pousada Camurim Grande, Maragogi
Camurim Grande, Maragogi

O terreno, na esquina do rio com o mar, poderia conter um resort. A piscina tem porte de piscina de resort. As diárias incluem jantar, como num resort. O destino, Maragogi, é famoso por seus resorts (um deles, o Salinas, é vizinho de muro). Para virar ser resort, a Pousada Camurim Grande só precisaria incluir recreação -- e, OK, triplicar ou quadriplicar o número de quartos. Pensando bem, melhor não: a pousada está redondíssima como é hoje, com notas incríveis no Booking: 9,7 (ago/2016). Os dez apartamentos distribuídos nos cinco bangalôs de dois andares têm jacuzzi integrável ao quarto (uma porta de correr está ali para isso) e são perfeitos para lua de mel; para familias, os chalés do jardim e da piscina, superconfortáveis, são bastante adequados. Caiaques, pranchas de stand-up paddle e bicicletas estão à disposição dos hóspedes. Maragogi está a meio caminho entre Recife e Maceió -- são 130 km em cada direção.

Em Bombinhas, a 80 km do aeroporto de Florianópolis (ou 70 km do de Navegantes), a Vila do Farol só é pousada no nome: tem porte e estrutura de pequeno resort (incluindo recreadores, na temporada). A praia em frente é das melhores do Brasil para ir com criança. Nota geral 9 (ago/2016)

Habituês de pousadas de charme que de repente têm filhos e não são mais aceitos pelas pousadas que costumavam freqüentar têm duas ótimas opções em Alagoas. Em Porto de Pedras, na Rota Ecológica (Milagres), Borapirá aceita crianças e oferece recreação na temporada. A visita ao santuário do peixe-boi é pertinho da pousada. E em Maragogi, a pequena Little Praiagogi oferece o paraíso a três casais por vez. À noite, uma babá da pousada cuida das crianças enquanto os pais podem curtir um jantarzinho romântico à luz de velas no excelente restaurante da vizinha Praiagogi.

    16 | Melhores resorts de praia por notas no Booking

    Meia-pensão

1 | Carmel Charme: 9,2 (agosto de 2016)
Carmel Charme

Carmel Charme na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos conforto dos apartamentos standard e charme
  • Resort compacto

1 | Nannai: 9,2 (agosto de 2016)
Melhores resorts: Nannai

Nannai na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos comida, charme e luxo
  • Resort em praia de mar calmo

3 | Jatiúca: 9,1 (agosto de 2016)
Melhores resorts: Jatiúca

Jatiúca na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia no quesito para sair à noite
  • Resort próximo a aeroporto; resort compacto

4 | Arraial d'Ajuda EcoResort: 8,9 (agosto de 2016)
Melhores resorts: Arraial d'Ajuda EcoResort

Arraial d'Ajuda EcoResort nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos estrutura (parque aquático), para sair à noite, charme
  • Resort próximo a aeroporto, resort em praia de mar calmo, resort compacto

5 | Transamérica Comandatuba: 8,7 (agosto de 2016)
Melhores resorts de praia: Transamérica Comandatuba

Transamérica Comandatuba na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos comida, recreação, estrutura (golf), natureza
  • Resort próximo a aeroporto

    17 | Melhores resorts de praia por notas no Booking

    All-inclusive & pensão completa

1 | Salinas do Maragogi (all-inclusive): 8,9 (agosto de 2016)
Melhores resorts de praia: Salinas do Maragogi (all-inclusive)

Salinas do Maragogi na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos comida e recreação
  • Resort em praia de mar calmo

2 | Salinas de Maceió (pensão completa): 8,7 (agosto de 2016)
Salinas de Maceió

Salinas de Maceió na nossa lista:

  • Resort compacto

2 | Sauípe Premium (pensão completa): 8,7 (agosto de 2016)
melhores resorts: sauipe premium

Sauípe Premium na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia no quesito charme e estrutura

4 | Iberostar Bahia (all-inclusive): 8,6 (agosto de 2016)
Iberostar Bahia

Iberostar Bahia na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos piscina, comida e recreação

5 | Iberostar Praia do Forte (all-inclusive): 8,5 (agosto de 2016)
Melhores resorts: Iberostar

Iberostar Praia do Forte na nossa lista:

  • Entre os melhores resorts de praia nos quesitos piscina, comida e recreação

Onde pegar praia, mês a mês

Leia mais:

37 comentários

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Uma sugestão: vocês poderiam listar os resorts com a melhor acessibilidade. Algumas vezes eu viajo com a minha mãe que usa cadeira de rodas e acessibilidade é um fator fundamental na escolha. Ano passado estive no Pestana Natal com ela e a experiência foi muito boa, não tivemos nenhum problema de deslocamento na área do hotel.

Ricardo Freire

Marcelo, ótima sugestão. Este ano vamos fazer novamente o giro dos resorts e vamos incluir esse item.

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Olá Marcelo, fiquei hospedada no Salinas de Maragogi em Setembro e super recomendo no seu caso. Inclusive na praia eles tem um quiosque exclusivo para cadeirantes com a cadeira especial para ir até o mar, e o caminho até esse quiosque é todo acimentado. Fora que todos os acessos do hotel possuem rampa. Super recomendo.

Quenia
QueniaPermalinkResponder

Post maravilhoso! Que vontade de ir para um destes resorts.

JANE COELHO
JANE COELHOPermalinkResponder

conheci seu site em 2010, sou sua fã, indico as todas as pessoas que sempre busquem informações antes de viajar lendo seus comentários.
excelentes comentários e parabéns pelo trabalho que você faz com amor, faz uma grande diferença, abraços.

Flavio
FlavioPermalinkResponder

Parabéns, otimo resumo de tudo que tem no Brasil de melhor, é mamão com açucar pra que esta caçando resorts....
Uma pequena correção o resort Eco Resort do Cabo (Santo Agostinho) é sistema All-Inclusive, do grupo Vila Galé

abs

Ricardo Freire

Sim sim, foi cochilo meu. Já acrescentei o "(all-inclusive)". (Estava faltando no Costão do Santinho também.)

Elaine
ElainePermalinkResponder

Parabéns pelo artigo, excelente como sempre. Minhas primeiras férias em um resort all inclusive eu fiz baseada no sua lista de resorts. Escolhi o Salinas de Maragogi e foi uma ótima escolha. O único ponto negativo é o deslocamento até lá.

Alexandre Calado

Post excelente. Alagoas bem na fita. Que bom.

Lea Dorf
Lea DorfPermalinkResponder

Tive que ler assim que apareceu a notificação de email do VnV. Incrível e completo. Ótima idéia de incluir a nota geral do Booking. Parabéns pelo ótimo trabalho!

Valeria
ValeriaPermalinkResponder

Ótimas informações! Post perfeito!
Riq, Para chegar ao Arraial d'Ajuda Eco Resort, fica mais em conta pegar táxi ou contratar o transfer que é terceirizado pelo resort (R$ 55 por pessoa ida/volta)?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Valeria! Quem responde é A Bóia. O táxi no aeroporto de Porto Seguro funciona pelo taxímetro. Do aeroporto ao ponto de embarque do barco do hotel deve dar uns R$ 20, se tanto.

Tati
TatiPermalinkResponder

Post completíssimo! Vou a muitos resorts - geralmente all inclusive, pois tenho criança e acho mais cômodo já fazer as refeições no hotel, ao invés de ir a 15 restaurantes numa semana. Achei o post super legal. Adoro os da Costa do Sauipe, apesar de serem mais simples, é uma delícia. Não gostei do Summerville por ser em frente a uma praia de mar aberto que não dá para usar (achei bem correto colocarem na seção piscina, pois não dá mesmo para usar a praia na frente do hotel). Outro que não gostei porque a praia é ruim é o Iberostar Praia do Forte. Acabei de ir ao La Torre e gostei muito, a estrutura na praia é excelente. Tenho vontade de ir ao Nannai e Comandatuba, já vou pesquisando para um futuro próximo.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Amei as recomendações. Artigo bem informativo e interessante.
Recentemente me hospedei no Blue Tree Park Búzios e foi uma péssima experiência principalmente no quesito instalações. Qualquer pousada dá de 10 a 0 neles. De fato, como mostra no post, a Rua das Pedras (que é onde está o agito) fica bem próxima. Porém, ficou óbvio para mim que estar fora do resort era mais vantajoso e divertido.

Guardarei este link maravilhoso com muito carinho antes de cair em outra roubada.

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Parece que adivinhou que estamos pesquisando resorts para nossas férias deste ano. O VnV vinha sendo o carro-chefe p/ as análises e esse post só veio a somar! Obrigada pelo excelente trabalho e serviço que esse site oferece!

Alexandre Ramos

Ótimas dicas, Já tive uma experiencia em um All-Inclusive em 2013(Enotel Porto de Galinhas) á unica coisa fora do padrão foi os quartos com cheiro de Mofo, socilitamos a troca e a Gerencia trocou na hora por um bem melhor, Restante tudo de bom. Esse ano 2016 estarei no mês de maio no Grand Oca Maragogi.

Luciano e Andrea

Que maravilha de post!
Nós adoramos o Arraial d'Ajuda Eco Resort. Fomos com nossa filha e ela também amou. Acabamos indo todos os dias para o parque smile O atendimento do resort é excelente, como o Riq falou, que só encontramos em hotéis menores. A viagem foi para comemorar o aniversário da pequena e no dia do parabéns, na janta, fizeram para ela um bolo de chocolate maravilhoso!

Sandra
SandraPermalinkResponder

Por favor Ricardo. Estou no vila Galé de Guarajuba transferida do Gran Palladium. É um absurdo o Vila Galé ter uma nota menor. No gran palladium tinha sangue no lençol quando chegamos, o frigobar não funcionava, não tinha água no resort inteiro (nem para escovar os dentes), o chopp era quente e a comida... meu Deus... a pior que comi na vida. Aguentamos 1 dia apenas.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Quem responde é A Bóia. As notas que aparecem ao longo do post não é a gente que dá: são as notas totalizadas pelas resenhas reais de hóspedes que reservaram via Booking; serão atualizadas mensalmente.

Eduardo Guia
Eduardo GuiaPermalinkResponder

Excelente matéria, já tinha lido e visto vários sites, em busca de informações acerca dos resorts brasileiros, e esse é o mais completo. Já me hospedei com minha esposa no Sauípe Class e no Vila Galé Eco Resort do Cabo. Achei ambos muito bons, tanto nos quesitos, alimentação, quanto recreação. A piscina do Sauípe, é melhor do que a do Vila Galé, e as atividades noturnas também, porém ambos são excelentes. Daqui a algumas semanas, estarei me hospedando no Iberostar Bahia, e fiquei muito satisfeito com a avaliação geral dele.

arleni silva
arleni silvaPermalinkResponder

Post legal. Sempre viajo sozinha. Gostaria que postasse indicaçoes de resorts ou lugares legais para quem viaja sozinha.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Arleni! Hóspedes individuais são raríssimos em resorts; é um tipo de hospedagem tipicamente familiar ou para casais. Se você não tem problema com isso, então escolha o que tem as qualidades que você mais valoriza. Mas não existem resorts especialmente indicados para avulsos.

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Oi Arleni!
Tbm tô na mesma que você hehehe
Viajo sozinha e sonho com um resort!!
Terei que me preparar psicologicamente pra não me sentir uma estranha no ninho hahahaha

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Uma sugestão são dicas para quem viaja só. Lugares, preços, diversão, etc.
Obrigada.

Ali
AliPermalinkResponder

Post maravilhoso! O Booking podia incluir nas suas ferramentas a possibilidade de "pesquisar resorts de praia no Brasil" razz

Júlia Caires
Júlia CairesPermalinkResponder

Com relação ao Gran Palladium Imbassai, me hospedei lá em Dezembro de 2015. Fui justamente pela estrutura para crianças pequenas (no caso 1 ano e meio). Por um lado eles tem um Baby Club, mas por outro almoço só a partir das 12h. E a Baby Copa muito fraquinha, só tinha papinhas da Nestlé e pouquíssimas frutas. Me decepcionei.

Silvia Spinassi

Oi Elaine, qual a dificuldade do acesso até lá? Estou considerando Maragogi para um feriadão, mas não quero passar por altas aventuras pra chegar...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! A única dificuldade é a distância de um aeroporto. São 2h/2h30 em bom asfalto desde Maceió ou Recife.

Maria Christina Cruz

Postagem sensacional em todos os quesitos!
Mais uma vez o comandante e equipe arrasaram e nós agradecemos!

Ana Lúcia Silva

Estive no Salinas de Maragogi em Agosto/2015 junto com minha família. Adoramos tudo, tanto que voltaremos agora em 2016! Comida maravilhosa, bebidas, atividades para as crianças e adultos, mar, natureza exuberante, tudo de bom!

Elessandro
ElessandroPermalinkResponder

Pela 5ª vez agora em Janeiro estive nos Resorts Iberostar, 4 vezes no Bahia e 1 vez no Praia do Forte, são implesmente sensacionais, a beleza do lugar, a fartura do all inclusive, a simpatia dos funcionários, os shows noturnos, a equipe de animação, tudo de bom, animação é muito bom, realmente fica difícil ir para outro resort !!

Patrícia Zwicker

Oi!
Se me permitem dois pitaquinhos...
Sei que esses dois hotéis não são resorts, mas servem bem para quem quer bom preço, conforto e praia de mar calminho.
Estou me referindo ao Baía Branca Beach Resort (www.baiabranca.com.br/), em Tamandaré, Pernambuco; e ao Village Barra Hotel (www.villagebarrahotel.com.br/), em Barra de São Miguel, Alagoas.
Amo esses dois hotéis e não resisti compartilhar com vocês!
Abraços,
Pat Zwicker

Marco Aurelio
Marco AurelioPermalinkResponder

Ricardo, parabéns pela matéria, sensacional!!!!!
Me hospedei recentemente no Porto Seguro Praia Resort e achei fraco para ser qualificado como um RESORT. Parece mais, como um conceito de hotel fazenda, só que na praia, as mordomias e os serviços de um RESORT, este deixa a desejar. Acredito que alguns hospedes e os próprios proprietários, se deixam levar pelo sistema de alimentação All Inclusive e confundem com o conceito, do que seja um resort. Aliás, como sugestão, esse é um tema que você poderia esclarecer, a todos nós. O que na concepção, seria considerado um RESORT?

carolina
carolinaPermalinkResponder

Marco, eu discordo um pouco. Estive lá em março/2016 com a família e gostamos muito. É como o post explica: um resort compacto. Não tem super estrutura, mas é bem completo. Adoramos a recreação, a piscina (apesar de uma piscina só, é grande e tem várias profundidades), o parque de aventuras e a programação noturna (música ao vivo na piscina, cinema, show de mágica e de humor, etc). A comida pode não ser 5 estrelas, mas é gostosa e variada. Já a bebida é nota 10, cerveja sempre gelada e muitas opções com e sem álcool (inclusive água de coco, que muitos dizem não ter, tem sim!).
A praia também é excelente. As águas ficam um pouco turvas e mais fortes na maré alta, mas na maré baixa é um espetáculo de cores e ótima para banho (mesmo não sendo piscininha).

Enfim, essa foi nossa impressão.
Carolina

Malu
MaluPermalinkResponder

Estivemos de 27 de fevereiro a 5 de Março no Nordeste. 4 dias no Salinas de Maragogi e 3 dias no Nannai. Espetacular!!!! Impossível comparar um com o outro, mas os dois são maravilhosos . No Salinas ficamos na suite praia com vista para o mar. No Nannai no bangalô de frente para o mar. Acordar para ver o nascer do sol, saborear as comidinhas deliciosas, a limpeza, o tratamento dos funcionários. Tudo de bom.

Vania
VaniaPermalinkResponder

Estivemos no Carmel Charm no feriado e gostamos muito, mas infelizmente a comunidade local não está preocupada com a preservação e encontramos muito lixo na praia, nenhum coletor. Acredito que cabe ao hotel valorizar o entorno e iniciar com urgência um trabalho com a população e prefeitura.

Edna Pires
Edna PiresPermalinkResponder

Parabéns adorei a matéria

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar