Chuvas no Peru não afetam Cusco nem Machu Picchu; Lima sob controle

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Chuvas no Peru

Está no noticiário, no Youtube, no WhatsApp: o Peru vive a pior época de chuvas dos últimos tempos. Sob o efeito do fenômeno 'El Niño costero', o norte do país sofre com chuvas torrenciais, inundações e huaicos -- trombas d'água que resultam em enchentes fulminantes, como as que viralizaram em vídeos na internet.

Muita gente pergunta como está a situação das chuvas no Peru em Lima, Cusco e Machu Picchu.

  • Chuvas no Peru e viagens: a situação em março/2017

A melhor fonte em português para informações sobre a situação das chuvas no Peru é a página do Facebook do excelente blog Cup of Things, das queridas Manu Tessinari e Bia Kuntz, brasileiras que vivem em Lima com suas famílias. Elas têm postado balanços semanais da situação das chuvas e do turismo no FB.

No post mais recente, de 24 de março (veja aqui), elas relatam que:

  • Lima: a cidade já superou os problemas de abastecimento de água. Tudo funciona normalmente nos bairros da costa visitados pelos turistas (Miraflores, San Isidro, Barranco). O centro histórico de vez em quando sofre com o transbordamento do rio Rimac, causando engarrafamentos, mas nada mais grave do que isso.
  • Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu: vida normal. A estação das chuvas transcorreu sem sobressaltos -- o rio Urubamba não transbordou, o trem a Machu Picchu funcionou sem interrupções, até mesmo a Trilha Inca está operando.
  • Trujillo e norte do Peru: as calamidades que a gente vê na internet aconteceram no norte do país. Não dá para viajar ao norte neste momento, e depois que as chuvas terminarem vai ser preciso esperar um tempinho até que a infra-estrutura seja recuperada.

Para receber informações fresquinhas sobre as chuvas no Peru, dê um like no Facebook do Cup of Things.

Se você quer relatos de quem está em Cusco e Machu Picchu, clique nesta thread no fórum do TripAdvisor (em inglês).

Procurei notícias e fóruns sobre a situação atual em Puno, mas não achei nada -- o que me parece ser uma boa notícia. Caso você queira incluir Puno no seu roteiro nos próximos meses, o melhor é voar de Lima a Juliaca (o aeroporto mais próximo de Puno), e seguir de ônibus a Cusco (não parece haver problemas nesta estrada).

Sobre Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu, vale lembrar que a temporada seca começa agora, em meados de abril, e vai até setembro. Ou seja: a época sujeita a inundações por ali já passou.

  • Atualização: comunicado oficial da PromPerú

Em comunicado divulgado no dia 31 de março, a empresa de promoção de turismo do Peru, Promperú, informa que as regiões aptas a receber turistas com normalidade são:

  • O Circuito Sul, que inclui Arequipa, Ayacucho, Cusco, Ica, Madre de Dios, Moquegua, Puno e Tacna;
  • A região Nordeste que inclui Amazonas, Loreto e San Martín;
  • A cidade de Lima e seus principais atrativos.

A Superintendência de Transporte Terrestre de Pessoas, Carga e Mercadorias (Sutran) também afirma que a estrada Panamericana Sul, de Lima até Tacna, na fronteira com o Chile, se encontra habilitada.

Destinos afetados: Trujillo e Huaraz

A Promperú também informa que o acesso aos destinos turísticos da Rota Moche (La Libertad, onde está Trujillo, e Lambayeque), as praias de Piura e Tumbes, e a região de Áncash (onde se encontra a lagoa de Huaraz) se encontram temporariamente afetados pelas chuvas e não devem ser visitados até novo aviso.

Dúvidas? Pergunte ao iPerú

Existe também um serviço de informação e assistência ao turista, o iPerú, disponível 24 horas por dia, pelo e-mail iperu@promperu.gob.pe e pelo telefone 51/574-8000.

Quer doar?

Quem quiser apoiar a população peruana com donativos ou como voluntário pode visitar esta página.

Leia mais:

9 comentários

Pamela
PamelaPermalinkResponder

Muito obrigada pelas informações, vou no dia 08/04 e estava preocupada smile

Sara Correia
Sara CorreiaPermalinkResponder

Olá, Ricardo. Bom dia. Obrigada pelo registro. É muito importante que os leitores saibam que a atividade turística no Peru não está prejudicada e que muitas regiões do país estão operando normalmente.
Sou da assessoria de imprensa do Turismo do Peru no Brasil e gostaria do seu contato para lhe enviar as informações oficiais com referência ao tema. Obrigada!

FELIPE
FELIPEPermalinkResponder

sobre huaraz? alguma notícia?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! Huaraz está em Áncash, logo não deve ser visitada por ora, não.

Fernando Albuquerque

Olá, parabéns pelas postagens, a partir de agora estou seguindo vcs no face, muito bom ter as notícias do Peru atualizadas. Estou chegando dia 10 de maio em Lima e depois seguindo para o sul, via rodovia, espero que esteja tudo tranquilo, para Nazca, Puno, Arequipa, Machu Pichu.

Iolanda
IolandaPermalinkResponder

Fico Feliz com as noticias, estou indo dia 10 de maio e também vou fazer o percurso rodoviário de Lima para Nazca, Puno, Arequipa e enfim Machu Picchu, assim fico mais tranquila. Valeu pelas postagens...

Manu Tessinari

Oi Riq! Agora que vi que não tinha escrito de Puno!

Toda a região Sul, Sudeste estão habilitadas para visita. Arequipa, Puno, Titicaca seguem normal! Podem preparar as malas e vir se divertir!!!!

beijos,
Manu

Yane
YanePermalinkResponder

Ótima postagem! Eu e meu marido estamos programando ir em julho, mas fomos numa agência de viagens e nos disseram que o destino estava em baixa até Agosto por conta das chuvas. Obrigada pelo esclarecimento, Bóia!

Dani S.
Dani S.PermalinkResponder

Meus pais e irmã acabaram de voltar sábado (22/04/2016) do Peru. Fizeram Cuzco, e foram de carro alugado para Arequipa e Titicaca antes de voltar para Lima sem qualquer problema. Adoraram tudo! Podem ir pro Peru tranquilos!

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar