Cobrança de bagagem: Latam é a primeira a revelar quanto vai cobrar

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

cobrança de bagagem Latam

Aleluia! A Latam foi a primeira cia. aérea brasileira a revelar com que cartas jogará a partir de 14 de março, quando entra em vigor a nova regra da Anac que permite cobrar por passagem despachada. A estratégia da Latam foi divulgada numa coletiva à imprensa e registrada num comunicado que está linkado no site da cia.

No início, (quase) ninguém vai pagar pela bagagem

A Latam claramente aposta numa estratégia de transição. Num primeiro momento, todos os passageiros poderão viajar para qualquer destino Latam com alguma bagagem grátis incluída na passagem.

Mas a Latam já sinaliza com a cobrança de bagagem em breve nas passagens domésticas. E diminui sensivelmente o peso da bagagem permitida para Europa e América do Norte.

Brasil: grátis agora, R$ 50 em breve

Nos primeiros meses, a Latam não vai cobrar tarifas pelo despacho de mala em vôos domésticos. Depois, cobrará R$ 50 pela primeira mala (até 23 kg) e R$ 80 pela segunda mala (até R$ 23 kg).

Clientes Platinum e Black manterão o direito a uma mala de 23 kg grátis mesmo quando a cobrança for iniciada.

América do Sul: 1 mala de 23 kg grátis, como hoje

A estratégia da Latam para competir nas rotas da América do Sul é manter uma mala de 23 kg incluída no preço de todas as passagens. Não haveria mudança para os passageiros dessas rotas. Quem quiser despachar uma segunda mala, porém, vai pagar caro: US$ 90.

Clientes Platinum e Black poderão despachar duas malas de até 23 kg sem pagar.

Europa e Estados Unidos: 2 malas grátis -- mas de 23 kg cada

A mudança mais significativa na franquia de bagagem dos vôos da Latam será nos vôos internacionais para fora da América do Sul.

Nas passagens vendidas a partir de 14 de março para Europa e Estados Unidos, a Latam acaba com a franquia de 64 kg incluída no preço da passagem de todo mundo. Em vez de duas malas de 32 kg, o passageiro vai poder transportar duas malas de 23 kg sem pagar nada a mais. (Nas classes Business e Premium Economy, serão 3 malas de 23 kg cada.)

Quem quiser continuar trazendo duas malas de 32 kg nas viagens pela Latam vai pagar bem caro: US$ 100 por mala (até 33 kg). Ou seja: em viagem de compras pela Latam, acrescente US$ 200 ao preço da sua passagem.

Num primeiro momento, clientes Gold poderão transportar 3 malas de 23 kg (em breve, apenas duas). Clientes Black e Signature poderão transportar, inicialmente, 4 malas de 23 kg (em breve, apenas 3).

O foco da Latam: terminar com o privilégio dos 64 kg grátis

O conjunto de regras apresentado pela Latam é bastante razoável. Vai ser possível continuar voando com duas malas grátis para a Europa e os Estados Unidos, mesmo pagando a tarifa mais promocional disponível. A Latam só penaliza mesmo quem está acostumado a trazer duas malas de 32 kg.

Me desculpem os leitores quem consideram isso um direito adquirido irremovível -- mas a verdade é que se trata de um privilégio bem difícil de defender. Essa franquia de 64 kg em vôos internacionais praticamente só existe aqui. E configura, na prática, um frete grátis. O preço do transporte dessa carga acaba incidindo sobre todas as passagens. Quem viaja com pouca bagagem acaba subsidiando quem traz os Estados Unidos nas costas.

Mas existe concorrência, e nada impede que outra cia. aérea atraia os descontentes oferecendo a franquia a que estavam acostumados. A partir de 14 de março, ao comparar tarifas, confira o peso da bagagem incluída na passagem.

Atenção! A regra só vale para passagens vendidas a partir de 14 de março!

Se você comprou (ou comprar) uma passagem Latam para Europa ou Estados Unidos até 13 de março, vai continuar podendo trazer duas malas de 32 kg sem pagar nada extra, não importa a data da viagem.

Por exemplo: comprou dia 13 de março para viajar dia 20 de dezembro? Continua podendo trazer duas malonas de 32 kg sem pagar extra.

A cobrança só vale para passagens vendidas a partir de 14 de março.

Viaje na Viagem
Já assistiu à nossa série no YouTube?

Vêm outros 'extras' por aí

Ano passado a Latam anunciou que retiraria vários itens do preço das passagens, para enxugar as tarifas. Assim, marcação de assento, refeição, possibilidade de reembolso e até acúmulo de pontos seriam cobrados à parte.

Essa cobrança não começa agora, mas a presidente Claudia Sender confirmou na coletiva de imprensa de segunda-feira que essas medidas serão implementadas. A intenção é de chegar a tarifas parecidas com as das low-costs; quem quiser mordomia (marcação de assento vai virar mordomia, haha), paga um pouco mais por cada item.

Outras cias., outras regras

Veja bem: essa é a estratégia anunciada pela Latam. Outras cias. apresentarão outras estratégias. A Avianca já avisou que num primeiro momento não vai mexer nesse vespeiro. A Gol deu a entender que já terá, de cara, tarifas que incluem bagagens e tarifas sem bagagem incluída. As estrangeiras ainda não revelaram suas cartas.

Tudo pode acontecer. Inclusive o preço das passagens baixar smile

Leia mais:

33 comentários

Rodrigo Alves Lacerda

Quem viver, verá!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Também achei bem razoáveis as novas regras de bagagem da Latam, pouco vai mudar. Ainda acho que 2 malas de 23 kgs é um exagero, mas finalmente foram beneficiados passageiros de outros países da América do Sul, que antes tinham uma franquia para os EUA e Europa de até 2 malas com 32 kgs no total, e agora vai ser 46 kgs. Parece que essa franquia passou a ser padronizada nos países onde a Latam opera.

Val
ValPermalinkResponder

eu continuo achando um absurdo pagar pra levar bagagem, seja que peso for ( nunca usei 2 malas de 32kg, diga-se), que situação for... não deixarei de viajar, óbvio e duvido que o preço das passagens diminuirá! Mas é só a minha opinião!

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

A LATAM vai cobrar a escolha de assento, ou vai cobrar marcação de assento (com ou sem escolha)? Quero dizer: a LATAM vai começar a emitir passes de embarque sem assentos designados para quem não pagar?

Pergunto porque, aqui na Europa, várias low-cost continuam cobrando para escolha de assento, mas passaram a emitir passes de embarque com assentos marcados aleatoriamente para todo mundo (priorizando assentos do meio ou lá no fundo para quem não pagou para escolher, claro). O motivo? Chegaram à conclusão que o embarque é bem mais rápido marcando assentos automaticamente do que naquela correria que havia quando as pessoas podiam escolher no avião suas poltronas (muita gente sentando nos corredores, e na frente, e atrasando a entrada de passageiros, além do corre-corre para entrar nos ônibus).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andre! Os detalhes ainda não foram revelados. Provavelmente aconteça o que hoje já vale nos vôos internacionais da cia.: quem compra tarifas mais caras pode marcar o assento com antecedência (ou seja, tem prioridade). Quem compra tarifa mais enxuta tem que se conformar com o que sobra no momento do check-in.

Bruno Andrade
Bruno AndradePermalinkResponder

Achei bem aceitável as regras da Latam, espero que as outras companhias sigam o mesmo exemplo. Por mais que seja desejável, 64kg era exagerado...

Paulo
PauloPermalinkResponder

Olá Boia!
Fiquei com uma dúvida: pela nova regra, tenho direito a voar aos EUA com duas malas de 23kg cada, certo? E se eu viajar com apenas uma mala, mas ela der, sei lá, 29 kg, pago pelo excesso ou a cia considera que tenho direito a 46 kg? Grato!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! Veja que essa é a regra da Latam -- cada cia. pode aplicar a sua própria regra.

O peso vai ser medido por volume. Uma mala com 24 kg já estaria sujeita à cobrança de excesso, mesmo que seja a única a ser transportada. Agora: se vai ter jeitinho no check-in, só saberemos quando isso entrar em vigor. Mas em princípio, se a sua mala está mais pesada do que 23 kg, o mais seguro seria levar o excesso num segundo volume.

Paulo Alves
Paulo AlvesPermalinkResponder

E que tal também melhorar o serviço destas companhias aéreas no que diz respeito a qualidade de serviço, preço competirivo ... E vários etcteras ... Vamos cobrar tambem, não é ?
?

Alvina Maciel
Alvina MacielPermalinkResponder

Quando retiraram os lanches servidos a bordo disseram que era para baixar os preços o que nunca aconteceu. Agora já anunciam cobrança por bagagem despachada mas nenhuma informação sobre diminuir o preço da passagem. Anac legislando contra o consumidor.

Juliana Fernandes

Nós que estamos acostumados a viajar pela Europe e América do Norte sabemos bem que o "privilégio da bagagem grátis" em vôos econômicos é "regalia" brasileira, mas certamente sabemos a diferença de custos dos vôos destes lugares e o ABUSIVO preço praticado no Brasil. Será então que a partir do pagto das bagagens e outras "taxas extras" a passagem diminuirá!? Não acredito... ahhh Brasil! Acorda meu filho!!!!

Ester
EsterPermalinkResponder

Achei bem razoável também. Sempre achei um absurdo poder voar com 64 kg de bagagem. Me esforço horrores pra levar um volume não muito pesado e acabo pagando pelos outros, hehe. Só espero que realmente se converta em benefícios para quem leva pouca bagagem! smile

João - DF
João - DFPermalinkResponder

Vou agyardar e fazer o teste de São Tomé: ver para crer. É difícil ser sério nesta terrinha. Preço irá baixar? Serviço irá melhorar? É saci-pererê. Apenas lenda.

Adilson Gomes da Silva

Parabenizo a LATAM pela decisão de não cobrar pelo menos os primeiros meses essa famigerada taxa de bagagem.
Esperamos que os administradores da Empresa repensel e mantenha permanente a decisão, afinal já pagamos muito caro pelas passagens e simultaneamente as taxas de embarque.
Muito grato

Marcia Palhares

Também acho um exagero 64kg de bagagem. Pra mim não faz diferença nenhuma. Geralmente saio com 12kg e volto com no máximo 18kg ??Não gosto de arrastar peso por aí!!

Clarissa Carino

Hmmm, estou para comprar um voo para viajar para NY em maio, acho que seria uma boa então esperar até 14 de março para ver se o voo fica mais barato, né?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clarissa! Só saberemos quando todas as cias. revelarem suas estratégias. Nesse momento, a única coisa que podemos afirmar sem muito risco de engano é que, com a Latam, quem carrega mais do que 23 kg numa mala vai acabar pagando mais caro do que pagaria hoje.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Esperando até o dia 14, a única coisa que temos certeza que vc vai conseguir é reduzir sua franquia de bagagem.

zenon marques tenorio

Se eu tivesse certeza de que haveria redução dos custos das passagens eu estaria de acordo com o novo formato. Entretanto, como o poderio econômico manda neste País, duvido que haja redução de preços. Vou para Bolonha em junho e com certeza trarei duas malas de 32 Kilos repletas de vinhos e acepipes, até como ligeira "vingança". Em outubro irei de novo à Europa e quero ver quais benefícios o passageira terá. Alias, muito útil, como sempre, seus informes. Ab

FABIANA
FABIANAPermalinkResponder

E como ficam as bagagens de mão? Tem gente que entra no avião com malas e sacolas exageradas, que nem cabem no compartimento de bagagem ou que ocupam espaço de outros passageiros...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! Quando a cobrança começar, certamente vão aumentar o controle no portão de embarque. Muitos volumes serão despachados dali mesmo.

Ligia
LigiaPermalinkResponder

Hj podemos despachar carrinhos de bebê e bebê conforto sem pagar nada a mais por isso
Como fica a partir de 14 de março?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ligia! Vai ficar a critério de cada cia. Assim que a nova regra entrar em vigor, as cias. devem atualizar suas páginas sobre transporte de bagagens e outros itens; consulte antes de escolher a cia., pode haver diferenças de procedimento.

Fábio
FábioPermalinkResponder

Se não ocorrer problemas com a bagagem, como extravio ou avaria, será um valor bem pago. Pena não ser esta a realidade.

Julia Santeves

Bom dia,
quando diz-se que cliente PLATINUM, terá direito a bagagem de 23g gratis no Brasil. O que significa cliente platinum? É quem tem qualquer cartão de crédito platinum? por exemplo Itau master card Platinum ou este platinum é algum cartão de de companhia aérea?
Desde já agradeço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Julia! São níveis de status de passageiros freqüentes (quanto mais você voa numa cia., vai subindo de status). É possível que cias. também incluam os portadores de cartões de crédito top associados aos seus programas de fidelidade, mas no caso da Latam parece que eles estão se referindo só aos clientes fidelidade Multiplus.

Rafael Machado

O MPF/SP entrou com uma ação contra a Resolução n° 400 da ANAC. Vamos aguardar. pelo que entendi o questionamento é sobre o término da franquia mínima de bagagem despachada.

ana
anaPermalinkResponder

A Latam quer ser uma low cost mas não pratica preços de low cost. Viajo direto dentro do Brasil apenas com mala de mão e nunca ganhei desconto por isso, ou paguei uma passagem mais barata. Agora vão passar a cobrar por um volume despachado com a promessa (quem acredita?) de oferecer uma tarifa mais barata no futuro. Aff!

Maya Cordeiro
Maya CordeiroPermalinkResponder

oi tudo bem? tenho uma duvida que ja li e reli e ainda nao entendi.
Estou indo para Nova Zelandia eu tenho direito a quantas malas 2 de 23 kl ou so 1 de 23 kl?
desde ja obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maya! Você terá direito à franquia de bagagem permitida pela passagem que você comprou. Se comprou antes de 18 de maio, são 2 volumes de 32 kg. Se você ainda não comprou a passagem, terá direito a 2 volumes de 23 kg.

Carolaine
CarolainePermalinkResponder

Olá Boia, estou com uma dúvida. Comprei uma passagem no decolar para viajar na Latam, e na minha reserva não inclui bagagem. O que posso fazer para incluir minha bagagem? Pode incluir antes ? Com quem resolvo ? Com a Latam ou no decolar.com ? Ou posso deixar pra incluir na hora do check-in ? Tenho medo de que fique muito alto o valor.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolaine! Compre a bagagem ao fazer web check-in. No aeroporto vai sair mais caro.

Ana Alice
Ana AlicePermalinkResponder

Verdade, não vejo nada barato, o atendimento é péssimo! Os assentos totalmente desconfortável, principalmente para quem tem problemas de coluna! Fico triste em ver o povo Brasileiro aceitar tudo sem exigir seus direitos!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar