Uruguai prorroga isenção de IVA em hotéis e restaurantes até 30 de outubro de 2017

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Uruguai isenção IVA

Problemas com MasterCard: operadora promete ressarcir clientes na próxima fatura

  • Leitores relataram problemas com o reembolso de gastos em restaurantes feitos com MasterCard logo depois da extensão da validade da lei de benefícios a turistas. Entramos em contato com a MasterCard, e a operadora identificou a falha no processamento de pagamentos no Uruguai. Segundo a MasterCard, os reembolsos aparecerão na próxima fatura Leia mais aqui.
  • Estamos entrando em contato com a MasterCard para saber o que está acontecendo, e se esses descontos aparecerão em alguma fatura próxima. Esse programa uruguaio existe desde 2013, e é a primeira vez que chegam reclamações.
  • Não recebemos nenhuma reclamação de usuários de cartões Visa (cujo reembolso é feito no momento do gasto).

No fim de abril de 201, o governo uruguaio anunciou a prorrogação da isenção de IVA (o ICMS deles) até 30 de outubro de 2017.

É a primeira vez que o benefício, que existe desde 2012, é estendido por apenas 6 meses -- o que indica que não há mais consenso no governo sobre a medida. O Ministério do Turismo defende a isenção como vital para manter a competitividade do Uruguai (ainda mais agora que a Argentina também está dando a isenção -- Chile, Peru e Colômbia já isentam há mais tempo). O setor turístico reagiu mal, porque já queria a garantia da temporada de verão. Mas a área econômica pressiona pelo lado fiscal. Ou seja: em outubro, teremos mais um capítulo da novela -- tomara que novamente com final feliz.

Recapitulando os benefícios a turistas:

Devolução de 18,5% de IVA em restaurantes

Basta pagar com cartão de crédito ou débito. A devolução é feita na hora com cartões Visa e estornada na fatura mensal nos cartões MasterCard. A economia compensa com muita folga o IOF de 6,38%. Vai por mim.

Isenção de IVA nos hotéis

As diárias hoteleiras em nome de hóspedes com passaporte ou carteira de identidade estrangeira, que provem estar no país há menos de 60 dias, são emitidas sem IVA. Podem ser pagas por qualquer meio: pesos uruguaios, cartões ou moeda estrangeira (caso o hotel aceite).

Nos sites de reserva, como o Booking, o valor da diária aparece já sem o IVA. O IVA só será cobrado no check-out de quem não provar que é estrangeiro e está a menos de 60 dias no Uruguai (o carimbo no passaporte, ou então a papeleta de entrada para quem viaja com RG, são a prova).

Locadoras: devolução de 18,5% de IVA

Ao alugar carro no Uruguai, pagando no país, também há devolução de 18,5% do IVA no cartão de crédito (na hora para quem usa Visa, na fatura para quem usa MasterCard).

O benefício teoricamente valeria também para cartão pré-pago, só que locadoras não aceitam pré-pago.

Evite fazer pré-pagamento de locação em sites de reservas internacionais. É possível que, nesses casos, o seu IVA não seja devolvido, pois o pagamento foi feito no exterior.

Nos restaurantes e locadoras, o desconto NÃO vale para dinheiro vivo

    Todos os dias aparece alguém para perguntar: "E se eu pagar com dinheiro, não tenho direito ao desconto?". Não. Em restaurantes e locadoras, você pagar com dinheiro, não tem direito ao desconto. Só nos hotéis você pode pagar em dinheiro e obter a isenção de IVA.

Lojas tax-free: devolução de IVA

Compras realizadas em lojas identificadas com o selo Tax-Free proporcionam a devolução -- desde que você saia da loja com o formulário devidamente preenchido e carimbado.

Para conseguir a devolução, chegue com antecedência ao aeroporto (ou ao terminal do Buquebus, se você for à Argentina) e passe no guichê tax-free antes do check-in: o fiscal vai conferir a nota e a mercadoria. (Saindo do Uruguai por terra, passe no posto da fronteira com a mercadoria e a nota.)

Aluguel de temporada: devolução de 10,5%

Estrangeiros residentes fora do Uruguai que aluguem apartamentos de temporada têm direito a 10,5% de devolução do valor total do aluguel. A devolução só acontece quando o pagamento é feito por cartão internacional e processado por uma maquininha cadastrada. Como a maioria dos negócios nesse mercado é feita em dinheiro vivo e meio que por baixo do pano, é a medida que traz menos impacto ao visitante.

Obrigado por avisar, Kerles!

Leia mais:

31 comentários

Simone Azevedo

Ótima notícia!! Estamos indo em maio e estava ansiosa por esta informação....

Juliana Stuginski Barbosa

Se eu fizer uma reserva para carro no rentalcars sem pagamento prévio consigo esta isenção?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Sim, o que pode dar problema é o pré-pagamento numa máquina não-cadastrada na receita uruguaia.

GABRIEL GASPARINI

Ótima notícia! Só uma dúvida, o benefício de isenção do IVA se estende a AMEX?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriel! Certamente sim. Mas não sabemos se a devolução é na hora ou na fatura, porque nenhum usuário de Amex nos contou. Note que a aceitação do Amex será consideravelmente menor que a de Visa ou Mastercard.

Michele Capiotti

Olá Gabriel e Boia, eu usei meu Amex e tive a isenção. Só confesso que não me lembro se foi na hora ou depois. Outra coisa interessante é que além da isenção do IVA alguns restaurantes davam descontos se vc pagasse com a bandeira Amex ou Visa. Tem que ficar de olho nessas parcerias. Abraços!

George Almeida

Era só o que estava faltando pra minha viagem ser perfeita, chego em Montevidéu na sexta dia 28/04,se alguém tiver uma dica, por favor podem me passar, obrigado!

Erlandsson Oliveira

Dicas não tenho. Mas, pretendo ir para lá no Réveillon. Logo, anote todas as dicas, pois vou querer! rs

Basilio
BasilioPermalinkResponder

Pense num.desconto porreta! Nas compras no débito já saia na hora o desconto. Nas compras no crédito alguns locais já abatiam do preço na hora e outros o desconto vinha na fatura. Usei e abusei do desconto! Aliás, só para instigar o debate, achei montevideo mais agradável que Buenos Aires, mesmo sendo menos estruturada para o turismo do que BA.

André Menezes Costa

Olá boa noite!
No texto cita- se a isenção também para Chile, Colômbia e Peru. Nestes países funciona da mesma forma? Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Só em hotéis.

Rafael Machado

É um diferencial enorme. O sistema é ótimo, funciona de forma muito eficaz e tenho certeza que traz um grande impulso para o turismo no Uruguai. Espero que continue em voga após outubro. tenho vontade de retornar a Montevideo esse ano.

Talita
TalitaPermalinkResponder

Boa noite pessoal!
Estive no Uruguai de 21/04/2017 ate 26/04/2017 e aderi aos pagamentos de restaurantes e hoteis pelo cartão de crédito, porém, pra minha surpresa, a fatura chegou hoje, com TODOS os IOFs das compras realizadas com o cartão sendo cobrados, deu mais de R$800,00 de IOF. Fiquem atentos quanto a extensão desta lei. Se alguém tiver alguma dica de como posso reaver isso, agradeço.
Abraço a todos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talita! IOF é um imposto brasileiro, de 6,38% sobre cada compra que você faz no exterior com cartão. O que o Uruguai isenta/devolve no pagamento com cartão é o IVA, um imposto uruguaio, equivalente ao nosso ICMS. O IVA uruguaio varia de 18,5% a 20% e seu desconto compensa com vantagem a cobrança do nosso IOF.

Talita
TalitaPermalinkResponder

Pois é, porém além do IOF, eu não recebi o desconto do IVA. todas as compras que foram feitas e que vinham no comprovante aplica-se a lei 17943, foram cobradas com o valor bruto na minha fatura. Alem de pagar o IOF, paguei tambem os IVAs. Fui informada que deveria ter entregado esses recibos no aeroporto do Uruguai para estorno no meu cartão, porem conheco pessoa que foram ao Uruguay e nao fizeram nenhum cadastro para receber o desconto.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talita! O desconto automático no cartão é dado em RESTAURANTES E LOCADORAS.

Em HOTÉIS, o IVA não é cobrado de estrangeiros.

A devolução do IVA para compras é feita apenas em compras feitas em estabelecimentos credenciados que participem do programa TAX FREE. Há valor mínimo para a compra dar direito à devolução, uma nota fiscal especial para devolução do IVA e a necessidade de passar no guichê da devolução de IVA no aeroporto ou na fronteira. Compras normais, em lojas normais ou supermercados não estão sujeitas à devolução de IVA.

Mariano
MarianoPermalinkResponder

Cheguei do Uruguai nessa semana e verifiquei no meu extrato do cartão (Mastercard) que os valores pagos em restaurantes e aluguel do carro foram feitos com o valor "cheio" e nem estorno ou devolução foi feita ainda. Vocês sabem como devo proceder?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariano! Não é no extrato parcial. É na fatura fechada que a devolução é tabulada.

Mariano
MarianoPermalinkResponder

Minha fatura já está fechada e mesmo assim só veio o valor "cheio". O desconto no caso do MasterCard vem em forma de estorno? Já tentei falar com a operadora do meu cartão e a mesma não sabe do que se trata. Desculpem a insistência, mas havia lido aqui sobre esse desconto e soltei o cartão lá, mas agora não sei como proceder... Obrigado pela sempre atenção de vcs!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariano! Têm aparecido várias reclamações como a sua, pelo jeito deu problema com o sistema do MasterCard na reimplantação do sistema. Vamos entrar em contato com a operadora e colocar um aviso no post.

É bizarro, porque isso tem funcionado 100% desde 2013, e não chega nenhuma reclamação do Visa.

Talita
TalitaPermalinkResponder

Eu sei que o desconto se aplica a restaurantes e locadoras, nos meus recibos destes estabelecimentos vieram descriminados que a lei seria aplicada, inclusive contando o valor com e sem o desconto, porém na minha fatura recebi os valores cheios, sem os descontos. Para que a devolução do IVA fosse feita, eu terei que ter passado no guiche no aeroporto? Não é automático, é isso?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talita! A Já experimentou reclamar com o seu cartão de crédito? Não há mais nada que eu possa acrescentar sem ver a sua fatura (não, não me mande sua fatura). Boa sorte!

Talita
TalitaPermalinkResponder

Bom, pelo visto não sou só eu que tive problemas com o mastercard. No meu caso, perdi bastante dinheiro.
Vou tentar com adm do cartão. Tenho todos os comprovantes, se der certo, comunico aqui.
Obrigada de qualquer forma.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talita! Pelo feedback que recebemos da Mastercard, todos os clientes prejudicados serão ressarcidos. Se você não for, nos avise.

Jorge Guerino
Jorge GuerinoPermalinkResponder

Dica: pergunte no restaurante se aceitam tarjeta. Muitos não estão aceitando, com as desculpas mais estapafúrdias possíveis.

André Gustavo Kreplin

Oi pessoal tudo bem? Eu estive no Uruguai e Argentina de 21 a 29 de abril. Havia lido que foi prorrogado o desconto de IVA. Mas ao vir minha fatura realmente não veio esse desconto. Eu tenho em mãos todos os comprovantes e na fatura veio o valor cheio,e ainda mais o IOF de 6,38% em uma outra linha( já sabia dessa taxa). Não perdi muito, calculo que em 5 ocasiões eu teria direito a esse desconto e daria em torno de 60 reais. Não sei se esse desconto pode vir em uma próxima fatura, mas nessa é certeza que não veio. Detalhe, nesses 5 lugares antes de pedir perguntei se dava esse desconto, e disseram que sim. No mais a viagem foi maravilhosa.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Olá, também estou com problemas para a devolução do IVA com o cartão mastercard. Estive no Uruguay de 21/04 a 30/04 e todas as cobranças vieram com o valor integral.
Estou em contato com a gerente do meu banco para tentar resolver o problema, mas já adiante que estou tendo dores de cabeça. Me foi solicitado fazer uma carta de próprio punho reclamando da cobrança e apontando todos os valores cobrados e ainda me pediram todas as notas ficais dos restaurante ( infelizmente não tenho todas). Ainda não obtive nenhum retorno, nem positivo nem negativo , mas acho uma falta de respeito da mastercard solicitar todas essas coisas, inclusive nota fiscal de restaurante ( quem guarda isso??) já que vem discriminado na fatura o que é restaurante e o que não é.
Bem vamos aguardar , mas fiquem atentos pq a Mastercard esta cobrando o valor integral.
abs

Igor
IgorPermalinkResponder

Olá Boia e Ricado.

Estou no Uruguai. O desconto do IVA com Mastercard está sendo na hora, na fatura. Acredito que seja uma novidade. Abraços

Carina
CarinaPermalinkResponder

Que bom. Estou indo para o Uruguai dia 19/07.

Aline
AlinePermalinkResponder

Fiz reservas pelo hotel.com e paguei com cartão de crédito? Terei devolução de algum valor ou ainda terei q pagar algo lá?
Aline

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Hotel não tem devolução. Simplesmente não é cobrado o IVA de estrangeiros não-residentes.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar