No Rio, como os cariocas: experiências do Airbnb Trips chegam à cidade

  • 0
Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

airbnb experiences rio de janeiro

Experiências do Airbnb Trips no Rio

No finalzinho do ano passado, o Airbnb anunciou uma grande novidade: a plataforma Trips, criada para oferecer, dentro do site, outros serviços de viagem além da hospedagem. O carro-chefe da nova plataforma são as experiências -- passeios e atividades promovidos por moradores, com a intenção de dividir com os visitantes aqueles segredinhos e lugares que só quem vive na cidade conhece.

A um grupo do qual já faziam parte Seul, Havana, San Francisco, Paris e Londres, nesta quinta-feira se juntou o Rio de Janeiro, a primeira cidade brasileira a integrar a plataforma (a próxima será São Paulo). Inicialmente, são 35 atividades no catálogo, com experiências que custam entre R$ 49 e R$ 499.

airbnb experiences rio de janeiro

Workshop de surfe (foto: Pedro Fortes)

Em cartaz estão programas cariocas meixxxmo: aula de futevôlei na praia do Leblon, workshop de surfe na Prainha e um passeio de boteco em boteco (na companhia de um especialista no assunto, o colunista que assina com o pseudônimo de Juarez Becoza no jornal O Globo). A visita à quadra da Estácio de Sá é ciceroneada pela rainha de bateria da escola, e a noite no baile charme do Viaduto de Madureira tem a companhia de um coreógrafo fera nos passinhos.

Cada atividade pode incluir ou não transporte, bebidas ou refeição; na descrição de cada uma, é informado o que está contemplado no preço. Assim como na reserva de hospedagem, você também pode bater um papo com o anfitrião antes de reservar a experiência, e o pagamento é feito através do Airbnb, com cartão de crédito.

E se você mora no Rio de Janeiro e gostaria de propôr uma experiência ao Airbnb, pode se cadastrar pelo site. É preciso ter um bom conhecimento sobre o assunto escolhido; a equipe do Airbnb testa a experiência antes de incluir no catálogo.

Leia mais:

2 comentários

Antonio Bellas

Muito legal!
Porém, vejo estas nuances de programas de forma extremamente pessoal, com capacidade de agradar um grupo muito pequeno (p ex programas de escalada em Rocha na Urca, que aos interessados está em 20 sites pelo google)
A proposta do botequim é interessante, mas também mais ultrapassam ainda...
Entendi perfeitamente, bit is bit a very big deal

Tânia
TâniaPermalinkResponder

Gostei dessa história de "boteco em boteco".

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar