Bariloche 2017: a melhor temporada em muitos anos (veja os preços dos passeios)

  • 0
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

cerro catedral ski bariloche

Colaborou | Ricardo Freire

Se tudo o que você sabe deste inverno em Bariloche é aquele fuzuê do aeroporto fechado por causa de nevasca no começo de julho, saiba que eu acabo de chegar e trago ótimas novidades.

Sem gripe suína, sem vulcão, sem câmbio negro, e com muita neve, Bariloche 2017 é a melhor temporada em muito tempo.

cerro catedral bariloche

Cerro Catedral

Quem vier em agosto vai aproveitar bastante -- e, se nevar um pouco mais, o alto dos cerros vai ficar branco até o feriado de 7 de setembro.

Estamos atualizando todo o conteúdo do guia de Bariloche do Viaje na Viagem, mas enquanto isso, fique com as informações que a gente acabou de apurar:

  • Câmbio

Se você prefere viajar com dinheiro vivo, leve dólares para Bariloche. A cotação está parelha com a de Buenos Aires. Reais têm cotação desvantajosa (se quiser levar reais, passe um dia de semana em Buenos Aires para trocar nas corretoras da Calle Sarmiento). Em Bariloche, troque na Andina Cambio (Mitre 102), pertinho do Centro Cívico. Não há casa de câmbio no aeroporto, apenas caixa eletrônico.

  • Transporte do aeroporto

No balcão da agência de remis (carro com motorista) Auto-Jet a corrida privativa até o centro sai por 350 pesos (equivalentes a R$ 65). A empresa também oferece transporte compartilhado a 150 pesos por pessoa (equivalentes a R$ 28).

O ônibus da linha 72 tem tarifa de 21,34 pesos e vai do aeroporto ao centro, mas são poucos os horários por dia (consulte no site da MiBus) e é preciso já chegar em Bariloche com um cartão de transportes SUBE carregado.

No aeroporto também há ponto de táxi. As corridas são pelo taxímetro. Até o centro, sem trânsito, espere pagar 300 pesos (equivalentes a 55 reais).

  • Bariloche 2017: os preços dos passeios

cerro otto bariloche

Teleférico do Cerro Otto

Cerro Campanario

220 pesos pela subida no teleférico (110 pesos para crianças entre 5 e 12 anos; grátis para crianças menores de 4 anos). O passeio Circuito Chico, que passa pelo Cerro Campanario, custa a partir de 375 pesos, sem incluir o ingresso do teleférico.

Piedras Blancas

320 pesos apenas a entrada no complexo e uma subida de teleférico, ou 800 pesos pela entrada que inclui o aluguel do trenó para esquibunda e até 6 subidas de teleférico (para menores de 12 anos, 550 pesos). Em setembro, o preço cai para 650 pesos (ou 440, para menores de 12 anos). Opcionais: tubing (500 pesos) e tirolesa (650 pesos). Há descontos para quem compra atividades combinadas.

Teleférico do Cerro Otto

400 pesos, incluindo transporte de ônibus do centrinho de Bariloche até a base, mais a subida em cabine fechada. Maiores de 65 anos ou menores de 11 anos pagam 250 pesos, e crianças até 5 anos não pagam. Opcionais: esquibunda (200 pesos) e caminhada com raquetes (também 200 pesos). A Confeitaria Giratória tem preços similares aos da cidade para almoço e lanche; a comida só não é lá essas coisas.

Cerro Catedral

Não se paga entrada para visitar a base da estação. Para ir mais alto na montanha, pedestres pagam 470 pesos para subir de bondinho (Cable Carril) ou em cabine fechada (Telecabina Amancay). Para subir de cadeirinha (Telesillas Princesa) são 360 pesos. Em setembro, o preço cai para 445 pesos para bondinho ou cabine fechada, e 335 pesos para cadeirinhas.

O passe de esqui diário para iniciantes sai por 800 pesos durante o mês de agosto, ou 650 pesos em setembro. Consulte o site para verificar os preços para pacotes de mais dias, descontos para crianças e atividades extras.

Várias escolas de esqui e snowboard alugam equipamento e oferecem aulas. Calcule pagar entre 350 a 450 pesos pelo equipamento, ou cerca de 800 pesos por 2 horas de aula em grupo para iniciantes, com equipamento incluso.

  • Transporte para os passeios

bariloche piedras blancas

Piedras Blancas

  • Cerro Otto: aproveite o transporte incluído no ingresso para o teleférico do Cerro Otto (um dos pontos de compra de bilhetes e partida de ônibus fica na esquina da rua Mitre com Villegas, ao lado da chocolateria Rapa Nui)
  • Cerro Catedral: vá com o ônibus da linha 55 ou compre nas agências o passeio com trânsfer incluído.
  • Piedras Blancas:: o melhor é comprar nas agências o passeio com trânsfer incluído.
  • Cerro Campanario: vale a pena visitar o Cerro Campanario dentro do passeio do Circuito Chico, mas você também pode abreviar o passeio chegando até lá de ônibus, com as linhas 10, 20 ou 22 (consulte horários no site da companhia MiBus).
  • Transporte privativo: Se não quiser pegar o transporte compartilhado, saiba que em geral sai mais barato percorrer distâncias longas de remis, que tem preço fixo, do que de táxi, que vai pelo taxímetro. Deixe o horário de retorno já combinado com o motorista.
  • 3 dicas quentes

Cartão SUBE

Os ônibus aceitam apenas o cartão de transportes SUBE, e não é muito fácil encontrar para vender em Bariloche. Se for passar primeiro por Buenos Aires, compre e carregue lá o seu cartão. Se não for, tente a sorte em Bariloche nos kioscos da rua Moreno. As passagens custam entre 15 e 32 pesos.

Aluguel de roupas

Não economize no aluguel de roupas; é importante usar trajes impermeáveis (inclusive luvas) e botas apropriadas na hora de brincar na neve. A Patagonia Showroom (Palacios 151) foi a loja mais bacana que encontrei para aluguel de roupas, mas há diversas outras na rua Mitre e suas transversais.

Agências de passeios

As agências trabalham com valores bastante próximos, senão iguais, para os passeios. Escolha pelo atendimento -- fui muito bem orientada quando procurei a Vivir Viajes (Mitre 131), a Select Travel (Villegas 237) e a Si Turismo (Villegas 222).

Leia mais:

13 comentários

Luan
LuanPermalinkResponder

Olá, tinha muita neve na estrada? Acha que vale a pena alugar um carro para andar lá ou o risco é muito alto?
Vou pra lá dia 15/08 mas ainda estou na dúvida se alugo carro ou ando de taxi e transfers contratados.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luan! Neve no solo em Bariloche é um evento raro. Mas é tão fácil andar de remis, que um carro seria um complicômetro.

Luan
LuanPermalinkResponder

Muito obrigado pela resposta, Bóia! Você tem ideia de quanto fica um remis do centro ao cerro catedral?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luan! Espere pagar em torno de 400 pesos (o preço pode variar ligeiramente de empresa para empresa de remis). Deixe a volta combinada. Existe ponto de táxi no Cerro Catedral, mas a corrida no relógio sai um pouquinho mais cara.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Ola, Mariana, Ricardo, Bóia
Passamos uma semana em Bariloche em julho (chegamos no dia seguinte da grande nevasca) e a cidade estava incrivel mesmo: foi muito especial ver o centro da cidade todo coberto de neve!
Me permita dar duas dicas:
Use o máximo que puder os ônibus do transporte publico para ir e voltar dos passeios (principalmente Cerro Catedral) e com o dinheiro economizado cacife aulas particulares de ski, que são muito mais proveitosas para quem é iniciante do que as em grupo.
Em compensação, a duração padrão dos passeios em excursão para Piedras Blancas é muito curta para dar tempo de curtir o lugar: é melhor ir até lá de remis, combinar um horario de retorno com o motorista e comprar os ingressos diretamente na bilheteria.

Dayanne
DayannePermalinkResponder

Se eu comprar um chip em Buenos Aires posso usar em bariloche sem pagar roamimg?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dayanne! Perfeitamente.

Marcelo de Carvalho

Meus humildes e longos pitacos, depois da viagem de 30/7 a 7/8:
- 3 pessoas e acima, suba ao Piedras Blancas de remis (350 por trecho x 3*250 do transfer), com a vantagem de fazer o seu horário. Pegue o Whatsapp do motorista e combine a volta.
- ao lado do Piedras Blancas funciona o Winter Park. É um espaço pequeno (apenas 3 pistas curtas) mas ideal para principiantes. Por 1600 pesos é possível passar o dia inteiro de esqui (7,5 h), sendo 4 horas de aulas, em grupos de cerca de 6 pessoas. Professores realmente atenciosos. Mais barato e mais efetivo do que o Cerro Catedral.
- Alberto lotado como sempre, chegando depois das 8 é mais de 1 hora de fila.
- Família de Caso: restaurante aconchegante e barato, tem uma confortável sala de espera também, em meio a pilhas e pilhas de vinhos.
- Melhor alfajor do mundo (da semana passada): Chocolate Patagônico.
- Aluguel de carro está saindo uns 1100 pesos por dia, num aluguel semanal. Se for para lotar o carro, cabe fazer as contas. Muito melhor fazer o circuito chico em auto próprio, fazendo seu ritmo e sem escutar as "verdades aumentadas" dos guias. Ideal também para ir ao Cerro Bayo/Villa Angostura.
- dinheiro: cartão de crédito para restaurantes, passeios, ingressos, hotel, aluguel de roupas, supermercado. Dinheiro vivo para a propina, remis, cartão sube. Únicos descontos razoáveis que me ofereceram para pagamento em efectivo foi passeio de moto de neve (10%), aluguel de esqui no Cerro Catedral (20%) e aluguel de carro (acho que uns 10% também).

Myla
MylaPermalinkResponder

Vai ter campeonato mundial de snowboard no Cerro Catedral de 6 a 10 de setembro. Entao vai ter neve até meados de setembrobc certeza.

Tereza de Barros Guimarães

Muitíssimo obrigada por TODAS as dicas!!! Eu vou para Bariloche esta semana e mesmo com poucos dias aproveitarei bastante.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Super dicas! Muito obrigada!

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Olá....ficou com uma dúvida e penso que podem me ajudar.
Viajo para Bariloche dia 25/08 e estava pensando em levar somente dólares. Mas aí na reportagem vc colocou valores em pesos. Na minha conexão não vouu ter tempo de fazer o cambio para pesos. A minha dúvida é: consigo passar meus dias somente em dólar? Ou talvez seja importante levar pesos também? Muito obrigada desde já

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Quem viaja com dinheiro vivo precisa formular uma estratégia para fazer câmbio nos lugares e dias certos. Comprando pesos no Brasil ou pagando direto em dólar ou real, você obterá conversões piores do que se usar cartão e fizer saques máximos em caixa eletrônico.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar