Furacões no Caribe: depois de Irma, José e Maria, veja a situação das ilhas

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Furacões Caribe 2017

A temporada 2017 de furacões no Caribe, que vai até novembro, é a mais intensa em muitos anos. Desde meados de setembro, os furacões parecem estar enfileirados -- e passando por uma rota semelhante, que chegou a castigar alguns destinos por duas vezes seguidas.

  • Furacões no Caribe 2017: um resumo

Isto é o que sabemos até hoje (23 de setembro de 2017):

  • Cancún não foi afetada (mas a estação das chuvas e furacões vai até novembro)
  • San Andrés não foi afetada (mas a estação das chuvas e furacões vai até novembro)
  • Punta Cana escapou do Irma mas sofreu um pouco com o Maria; resorts vão precisar reconstruir estruturas de praia e refazer paisagismo (a estação das chuvas e furacões vai até novembro)
  • Cuba teve a região dos Cayos do norte (Cayo Coco, Cayo Guillermo e Cayo Santa María) afetada, com necessidade de alguma reconstrução; Varadero e Cayo Largo não foram afetados (mas a estação das chuvas e furacões vai até novembro)
  • St. Maarten sofreu imensos danos com o Irma e vai precisar de bastante reconstrução
  • St.-Barth e Anguilla sofreram muitos danos com o Irma e vão precisar de bastante reconstrução
  • Ilhas Virgens (Britânicas e Americanas) foram severamente afetadas pelo Irma e vão precisar de bastante reconstrução
  • Turks & Caicos sofreram com o Irma e o Maria e vão precisar de bastante reconstrução
  • Nas Bahamas, Nassau foi poupada pelo Irma; vamos acompanhar a passagem do Maria
  • E os terremotos? Afetaram Cancún?

Não. Os dois terremotos que aconteceram no México tiveram epicentro bastante longe de Cancún. Não houve nenhum efeito sobre toda a região da Riviera Maia, que por enquanto segue poupada pelos furacões de 2017 (mas sempre lembrando que a temporada dos furacões no Caribe vai até o fim de novembro).

Vai ter mais furacão este ano?

  • Por favor, não pergunte se tem 'algum furacão previsto' para Cancún ou Punta Cana ou Cuba na data x, y ou z. É impossível saber. Os furacões são previstos com 10 a 7 dias de antecedência, e sua rota é sempre aproximada. Como se viu na passagem do Irma, a rota vai sendo redesenhada dia a dia.
  • Se você não quer correr o risco de pegar furacão no Caribe, não programe viagens na zona sujeita a furacões entre agosto e novembro. Se você tem viagem marcada entre agosto e novembro, saiba que existe, sim, a possibilidade -- remota, mas existe -- de passar um furacão, que só será previsto uma semana antes da viagem.
  • Caribe: quando viajar?

Se você tem planos de viagem para o Caribe, veja o que esperar nos principais destinos visitados por brasileiros:

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Punta Cana

Punta Cana escapou no último minuto de enfrentar o Irma, mas não foi poupada pelo Maria, que tocou a região entre 21 e 22 de setembro. Os estragos, porém, foram poucos, sobretudo nas estruturas de praia e no paisagismo. O aeroporto e as estradas não foram afetados e em poucas semanas tudo deve estar refeito, se não houver novas tempestades.

Vale a pena programar viagens para Punta Cana?

Maria não inviabilizou viagens a Punta Cana. Agora: entre agosto e novembro, o mais sensato sempre é evitar essa região do Caribe. A possibilidade de furacão existe, mas é remota; o problema maior é a chuva, mesmo. Tempestades tropicais (que não chegam a ser furacões) se formam várias vezes no semestre, e quando passam deixam o tempo chuvoso por vários dias seguidos, estragando a viagem.

Viaje a Punta Cana entre dezembro e julho. A alta temporada vai do Natal à Páscoa. Para pegar a melhor combinação de tempo bom e preços em conta, vá depois da Páscoa e antes de agosto.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • St. Maarten, St.-Barth e Anguilla

Este grupo de ilhas foi severamente atingido pelo Irma, e deve demorar a se recuperar.

Vale a pena programar viagens para St. Maarten, St.-Barth e Anguilla?

Esqueça os próximos meses: as ilhas vão estar em pleno esforço de reconstrução -- atrapalhado pelas chuvas que são freqüentes no segundo semestre. O próprio acesso às ilhas vai depender primeiramente da reconstrução do aeroporto de St. Maarten, devastado pelo Irma.

Para ir na época mais seca, livre de furacões -- a partir de dezembro -- procure notícias sobre a praia ou o hotel onde você quer ficar. Os fóruns em inglês do TripAdvisor são a melhor fonte de informações frescas. Anguilla e St.-Barth devem voltar ao normal bem antes de St. Maarten, que é maior, mais pobre e parece ter sido mais afetada.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Turks & Caicos

O arquipélago sofreu com dois furacões: Irma e Maria. A devastação foi grande.

Vale a pena programar viagens para Turks & Caicos?

Esqueça os próximos meses, pois serão dedicados à reconstrução. A época seca começa em dezembro; se você está planejando por lá no Réveillon ou nas férias de janeiro, dê um tempinho e procure fóruns de discussão em inglês no TripAdvisor para saber a situação da sua praia ou do seu hotel.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Bahamas

O desvio da trajetória do Irma para o oeste poupou as Bahamas de maiores conseqüências além de ventos e chuvas. A ilha onde está Nassau (New Providence) foi totalmente poupada.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Cuba

Irma atingiu em cheio os 'cayos' do norte, ilhotas com grande concentração de hotéis: Cayo Coco, Cayo Guillermo e Cayo Santa María. (Cayo Largo está na costa sul, a salvo do furacão.)

Varadero escapou por pouco: o olho do furacão passou a 40 km, e a cidade recebeu apenas fortes ventos, causando pequenos danos nos hotéis.

Havana sofreu inundações, mas escapou do olho do furacão.

Vale a pena programar viagens para Cuba?

Como na maioria das ilhas do Caribe, os meses de agosto a novembro são sujeitos a chuva e furacões e devem ser evitados por quem não quer correr o risco. Vale a pena viajar a Cuba entre dezembro e julho. Entre dezembro e fevereiro frentes frias podem baixar a temperatura abaixo de 20ºC por alguns dias (Cuba está na parte norte do Caribe, já pertinho da Flórida). Para pegar calor e tempo bom, vá entre março e julho.

Caso o seu destino seja os cayos do norte (Cayo Coco, Cayo Guillermo e Cayo de Santa María) acompanhe os relatos do TripAdvisor para descobrir se o seu resort está em boas condições. Já Havana e Varadero sofreram danos pontuais que serão facilmente recuperados. Cayo Largo, que fica ao sul da ilha, não sofreu nenhum efeito com a passagem do Irma.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Cancún e San Andrés

Irma, José e Maria passaram muito, muito longe do quadrante oeste do Caribe. Cancún e San Andrés não foram afetados.

Vale a pena programar viagens para Cancún ou San Andrés?

Não há motivo para mudar planos de viagem -- mas se eu fosse você, não viajaria nesta época para nenhum dos dois destinos. Setembro e outubro são os meses mais chuvosos em Cancún; setembro, outubro e novembro, os mais chuvosos em San Andrés. E existe a possibilidade de algum furacão passar.

Programe viagens a Cancún entre dezembro e julho. A alta temporada vai do Natal à Páscoa. Para encontrar tempo bom e bons preços, vá depois da Páscoa até julho.

A época mais seca em San Andrés vai de fevereiro a abril.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

  • Aruba e Curaçao

Tanto Aruba quanto Curaçao ficam fora da rota dos furacões do Caribe. É seguro ir o ano inteiro.

Vale a pena programar viagens para Aruba ou Curaçao?

Sim. Mas é bom ter mente que os três últimos meses do ano são os menos secos tanto em Aruba quanto em Curaçao. Entre outubro e dezembro você pode perder um ou outro dia de praia, coisa que dificilmente acontece no resto do ano.

A alta temporada em Aruba e Curaçao vai do Natal à Páscoa. Encontre tempo firme e preços mais em conta depois da Páscoa até julho.

Punta Cana | St. Maarten & St.-Barth | Turks & Caicos | Bahamas | Cuba | Cancún & San Andrés | Aruba & Curaçao

Leia mais:

11 comentários

Fernando Miranda

Ótimo texto!
Espero que os habitantes das ilhas se recuperem o mais rapido possível.

Ícaro César
Ícaro CésarPermalinkResponder

Excelente post sobre a época de furacões no Caribe . Seguindo as orientações dos fóruns de discussão , já fui algumas vezes ao Caribe sem problemas : Aruba e Curaçao em Maio de 2012; Cancún em Agosto de 2015 e Punta Cana em Dezembro de 2016, e em todas essas viagens o máximo que peguei foram chuvas pontuais , que foram um pouco mais frequentes em Punta Cana. É só seguir todas as orientações desses blogs e fóruns que a viagem irá transcorrer sem problemas ! Portanto , promoções imperdíveis na época mais complicada em relação a chuvas e furacões são verdadeiras roubadas! Melhor se programar e pagar um pouco mais e ter tranquilidade .

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

E sobre Miami, também atingida, vocês têm alguma informação sobre como está?

Ricardo Freire

Izabella, Miami é melhor coberta pela imprensa do que qualquer cidade brasileira que não se chame São Paulo, Rio ou Brasília. Se você não souber nada sobre Miami, é porque a situação está super sob controle. O objetivo deste post é jogar uma luz sobre destinos não cobertos pela imprensa. Para Miami, pesquise no G1, qualquer coisa que aconteça na cidade aparecerá primeiro lá do que aqui.

angela lima
angela limaPermalinkResponder

Excelente texto. Muito claro e explicativo. Parabéns!!

Josiane Anhaia

Super esclarecedor este post!
Este site sempre trás informações úteis!
Valeu pela dica, pois ainda não defini minha viagem de final de ano! Ainda bem, pois algumas das opções que tinha, eram os locais que foram afetados pelo furacão!
Melhor ter esperado, vou pagar mais caro, mas a viagem será mais proveitosa, ainda mais com orientações do “Viaje na Viagem”! Assim consiguirei optar por um local que houve menor dano!

Natanael dos santos silva

Meu sonho conhecer o caribe ,espero q si reconstrua o Mais Rapido possivel

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Seus comentários foram excelentes! Foram no ponto exato. Pesquisei pensando já no ano que vem que quero voltar ao Caribe. Este ano fui a Orlando em setembro e tive que antecipar a volta devido ao Irma. Alguns brasileiros que não anteciparam passaram sustos e apertos. Valeu!?

Sandra Mara
Sandra MaraPermalinkResponder

Infelizmente, não sabia sobre furacões nesta época no Caribe! Pois bem, tirei férias e fui para Punta Cana em setembro...A smn que passei lá, foi MARAVILHOSA! Mas, justamente no dia do nosso retorno (21/09), surgiu o furacão Maria! Aonde tivemos nosso vôo cancelado, e aeroporto fechado. Passei o maior medo da minha vida, pq não tinha idéia do que podia acontecer, já que ele tinha arrasado Porto Rico, como categoria 5!! Graças a Deus, quando passou por Punta Cana, tinha baixado para categoria 2. Um susto e medo que jamais esquecerei! Agora já sei a época deles, e farei pesquisa antes de viajar para fora do país... Punta Cana é linda!!! Super recomendo! Exceto de agosto a novembro devido os furacões
sad

Soninha
SoninhaPermalinkResponder

Agosto nao, é de junho a fim de novembro a temporada oficial, mas nada impede que um furacão passe fora destes meses!
Só quem morou e mora lá pra saber!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Soninha! Os furacões começam a se formar no meio do Atlântico em junho. Mas historicamente é muito raro um furacão atingir o Caribe em junho ou julho. Começam a chegar em agosto.

Veja:
https://en.wikipedia.org/wiki/Atlantic_hurricane

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar