Chip pré-pago no Chile: agora é preciso homologar seu celular (faça antes de viajar)

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Chip no Chile: agora é preciso homologar seu celular

Foram os leitores (obrigado, Jurema, André e Neftalí) que trouxeram a notícia. Desde 23 de setembro, celulares comprados fora do Chile precisam ser habilitados por uma certificadora chilena para funcionarem com chip chileno.

Isso introduziu uma burocracia bem chata (e, até onde eu sei, única no mundo) para o visitante que quiser comprar um chip pré-pago para ter conexão durante sua permanência no Chile.

A homologação é gratuita, e pode ser feita com qualquer uma das 12 certificadoras credenciadas pelo governo chileno. Essa certificadora vai levar de 3 a 5 dias úteis para homologar o seu aparelho. Por isso, se você quiser comprar um chip no Chile, faça o procedimento pelo menos uma semana antes de viajar.

Já explico qual é o trâmite. Mas antes disso, é bom deixar claro quem NÃO precisa homologar seu celular para usar no Chile.

Quem NÃO precisa homologar seu celular para uso no Chile

NÃO é preciso homologar seu celular para uso no Chile:

  • Se você usar seu celular com seu chip brasileiro, na função wifi, não precisa homologar
  • Se você usar seu celular com seu chip brasileiro, em roaming internacional, não precisa homologar

Ou seja: só precisa homologar seu celular se você quiser comprar um chip pré-pago chileno. Esse chip só vai ser vendido para você e só vai funcionar no seu telefone brasileiro se você homologar seu aparelho antes.

Como homologar seu celular para usar chip pré-pago chileno

Se você mandar um email para qualquer uma das certificadoras com emails informados nesta página, você receberá um formulário anexado na resposta, com instruções dos documentos a serem escaneados e enviados. Seguindo a dica da Jurema, que foi a primeira a avisar, eu mandei um email para a Dekra, e 24 horas depois recebi a resposta com o formulário (em PDF) para preencher.

O André está fazendo o trâmite com a Huawei, que já tem o link para baixar o formulário (em Word) no próprio site.

Por enquanto, o site mais moderninho é o indicado pelo Neftalí: a Ingeaudit, que permite que você preencha o formulário online e só depois imprima para assinar. Mas a navegação não é intuitiva, e não consigo colar os links aqui, porque caducam logo.

Junto com o formulário preenchido e assinado, você precisa fotografar/escanear:

  • Passaporte (folha da foto com dados) ou carteira de identidade (frente e verso)
  • Número IMEI de série do celular (digite *#06# que aparece)
  • Celular com marca e modelo reconhecíveis
  • Nota fiscal da compra

Não me olhe com essa cara. Eu também acho um absurdo. Estou só informando sad

Caso essa encheção de saco tenha tirado a sua vontade de comprar chip pré-pago no Chile, vamos considerar as alternativas.

Dá para passar a viagem toda usando só wifi?

Se você for metódico, dá bem para se virar só com wifi. Todos os hotéis têm wifi bom, e muitos restaurantes e bares já oferecem wifi -- é provável que, com essa nova lei, todo restaurante ou bar que queira receber turistas acabe liberando a conexão.

O que você vai precisar é baixar os mapas de deslocamento antes de sair do ambiente wifi, para que funcionem offline. No caso de pedir Uber, recomendo que você só saia do ambiente wifi quando o carro realmente chegar à porta -- os casos de cancelamento de corridas são freqüentes (já me aconteceu de três motoristas que aceitaram a corrida cancelarem na seqüência), e se você estiver fora da área de conexão, não poderá acompanhar o trajeto do motorista até o local de embarque.

E quando estiver conectado no wifi, dá para usar WhatsApp, entrar no Facebook, no Google e fazer tudo o que você faz na internet com o seu celular no Brasil.

Quanto custa usar o plano de roaming internacional?

As operadoras brasileiras oferecem planos de roaming internacional para clientes pós-pagos por R$ 39,90 por dia de uso nas Américas. Não é barato, mas também não é como antigamente, quando você inadvertidamente entrava na internet em roaming e voltava com contas de 1.500 reais para casa. Para garantir que a cobrança fique em R$ 39,90 por dia, você precisa esperar receber o SMS da operadora com o oferecimento do plano. Daí é só responder aceitando e, ao obter a confirmação, desbloquear o roaming internacional de dados.

Agora em agosto eu dei um pulinho pá-pum de 48 horas ao Chile. Sem tempo para comprar um chip numa loja, ativei o roaming internacional na chegada. Funcionou muito bem -- até mesmo em alguns pontos de Farellones.

Mesmo que o seu propósito seja usar apenas o wifi, é bom saber que existe esse plano B. Se você se vir numa situação de extrema necessidade de entrar no seu email ou pesquisar alguma coisa, e não tiver nenhum wifi à mão, pode investir 13 dólares e resolver a sua encrenca.

Leia mais:

35 comentários

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Parabéns ao Chile. Ganhou o selo Brasil de burocracia mais burra das Américas!!! Esse negócio aí não faz o MENOR sentido!

Obrigado pela informação.

Andre Almeida de Jesus

Concordo ser uma burocracia nunca vista em lugar algum. Porêm pelo que entendi o intuito é de ter os celulares do país cadastrados numa database para envio de mensagem em situações emergenciais, batizado no Chile de SAE (sistema de alerta de emergencias), para avisar ocorrencias de tsunamis, terremotos e erupções vulcanicas. Todos aparelho cadastrados receberam automaticamente estas mensagens, independente da operadora a qual pertençam.

RABUGENTO
RABUGENTOPermalinkResponder

Para se receber mensagens basta o número da linha telefônica.
Não é necessário registrar o aparelho.
Quanto a exigir identificação para vender o "chip", até é aceitável o resto é apenas burocracia.

Marcelo Lemos
Marcelo LemosPermalinkResponder

Nos EUA isso já existe e funciona sem precisar registrar aparelhos de estrangeiros.

Davi
DaviPermalinkResponder

País que faz isso merece boicote dos turistas. Taxistas de Santiago são golpistas, não dá para passear tranquilamente sem Uber/Cabify.

RABUGENTO
RABUGENTOPermalinkResponder

Já não tinha interesse em ir.
Tudo bem que normalmente se a viagem é curta nem adquiro linhas do país onde estou, uso o roaming internacional das minhas linhas brasileiras que, por sinal, funcionam muito bem no exterior.
Só adquiri chips em viagens de tempo maior que 20 dias no local.

RABUGENTO
RABUGENTOPermalinkResponder

Não pretendo ir ao Chile como também não pretendo ir a países que não me querem lá por conta de exigirem vistos.
Há lugares bem melhores e interessantes para se passear ou conhecer.
Essa exigência é uma das mais idiotas que já vi.

Marcelo Lemos
Marcelo LemosPermalinkResponder

É o Chile fazendo cosplay de Brasil grin

Eduardo Teixeira

Fui para a Colombia ano passado e uns 4 a 5 dias depois que tinha comprado o chip e ativado, apareceu uma mensagem onde dizia que eu deveria cadastrar meu celular em alguma loja da operadora se nao meu aparelho seria bloqueado. Era necessario que eu cadastrasse com a nota fiscal que eu obviamente nao tinha ja que não sabia dessa exigencia. Fiquei preocupado pois ainda ficaria mais uns 6 dias lá.
Entrei em uma loja e me explicaram q era uma atitude para evitar os roubos de celular e ter todos os celulares cadastrados com seus respectivos donos pois podiam ser usados tambem para crimes.
No final das contas acabei arriscando e continuei usando o celular sem cadastra-lo ate o final da viagem.

Renata
RenataPermalinkResponder

As pessoas misturam comentários que não tem nada a ver com as notícias. CHILE é um país lindo e com ótimo atendimento aos turistas que estão lá para gastar e não para muchibas.

Bruna
BrunaPermalinkResponder

pessoal, alguém sabe me dizer para aquelas pessoas que já tem o chip, que foi em outra ocasião será necessário Tb essa homologação? Estarei indo novamente dia 17

Victor
VictorPermalinkResponder

Estive lá em Agosto e adquiri um chip da Movistar. A única dificuldade que tive foi que para ativar o chip era necessário digitar o número do RUT do titular, que seria uma espécie de RG deles. A dona da loja onde eu comprei me deu o número do RUT dela e isso parecia ser algo comum lá.

Miguel Neto
Miguel NetoPermalinkResponder

Apesar de lindo, o Chile continua sendo um país sinistro, infelizmente. Ao contrário dos vizinhos - Argentina e Peru, paraísos de beleza, hospitalidade e turismo fácil - o Chile, com a capa "fake" de moderno e progressista, tem um lado sombrio pouco divulgado, mas presente no cotidiano. Prefiro visitar outros destinos.

Pablo
PabloPermalinkResponder

Nossa, que amargura! Está bem reclamar contra essa burocracia para o celular, em um país geralmente nada burocrático. Mas daí dizer que o Chile é um país sinistro, chega a ser meio ridículo...

Marcos
MarcosPermalinkResponder

Também concordo, dos países da América do Sul o Chile sem dúvida é o meu preferido. Não vai ser um procedimento desses (uma bola fora, a meu ver) que vai me fazer desistir de continuar visitando esse maravilhoso país.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Detestei essa burocracia idiota, mas o Chile tem tantas ou mais belezas que Peru e Argentina. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Atacama, Patagônia, lagos andinos, vulcões, águas termais, vinícolas, etc.... Não sei de onde q vc tirou essa impressão aí.

Fatima Regina morete barros

Ridículo

Carla
CarlaPermalinkResponder

Concluo então que, assim como quem usa chip brasileiro em roaming não precisa cadastrar o celular, quem usa chips estrangeiros não-chilenos, como o serviço da Easy Sim 4U, também não precisa cadastrar - confere, Bóia? wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! Faz sentido smile

Silvana Praca
Silvana PracaPermalinkResponder

Bom dia. E se for usado um "easysim" for you? Funcionará?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvana! Pela lógica, funcionará.

Sandro Mancini

Na Turquia eles têm algo parecido. Seu chip funciona por uma ou duas semanas e depois fica bloqueado. O problema é saber se quem faz isso ao voltar uma segunda vez conseguirá comprar SIM card de novo. O problema é que o registro custa uns R$ 150!!!

Soluções que vi por aí: usar um SIM card europeu com roaming europeu que inclua a Turquia (são poucas) ou comprar chip da operadora turca Turkcell na Alemanha (?!?) e comprar um plano pré-pago com eles. Detalhe: esse chip deles comprado na Europa não precisa aparentemente de registro.

FREDERICO HYGINO DE OLIVEIRA NETO

Muito boa sua explicação. Realmente o Chile tá indo na direção oposta da simplicidade. Nota fiscal do celular e mais todas aquelas informações?....vou pagar a tarifa diária e ponto. Abs

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Olá! Estou em Santiago e comprei um chip da Movistar! O atendente da loja me deu um número de RUT para habilitar.
Estou utilizando o chip normalmente!!
Não precisei fazer registro de celular e nem outro procedimento burocrático!

Marcella
MarcellaPermalinkResponder

Então Dá pra fazer o processo todo no Brasil e quando chegar lá e só comprar qualquer chip?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcella! É o que estamos entendendo que acontece.

Marcella
MarcellaPermalinkResponder

Obrigada. Vou mandar o email e conto pra vocês depois

Tina
TinaPermalinkResponder

Estou indignada com essa burocracia! Ontem comprei um chip da wom (na Providência) e não funcionou. Na loja da operadora pediram para eu me dirigir à loja Samsung (no Costanera) para habilitarem uma tal frequência para uso no Chile. Na Samsung me mandaram para o Edifício Telefônica e lá me deram um papel com a informação para entrar no site www.movistar.cl para fazer a tal habilitação. Só que não teve como fazer pois estrangeiro não tem RUT, uma informação imprescindível para conclusão do pedido. Me mandaram de volta lá para o Costanera para a loja Movistar (por volta das 17h30) e fizeram o procedimento, me informando que o tal RUT pata estrangeiros são 9 digitos número 1 (11111111-1). Enfim, falaram que meio-dia do dia seguinte estaria todo funcionando. Eis que não. Voltei ao Costanera, loja Movistar e refizeram o procedimento, desta vez dando de 24h a 48h de prazo, mas como hoje foi sábado, só segunda ou terça. Ridículo! É muita informação encontrada, muito tempo perdido. Melhor usar Wi-Fi do hotel e restaurantes mesmo!

Lorena
LorenaPermalinkResponder

Nao Bruna. Usei um chip agora de outra ocasião e não funcionou. Fica sem sinal o telefone

Regina
ReginaPermalinkResponder

Para quem usou o aparelho la nos últimos 3 anos não precisa homologar

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Regina! É uma pergunta ou uma afirmação?

Clara Damasceno

Gente, que chatice... Mas vou homologar, até pensei na minha última viagem que dava pra viver só com wifi, mas como vou sozinha com uma amiga, vamos pra festas, sair de madrugada, etc... O uso de whatsapp, mapas e uber se torna indispensável e não se pode contar com wifi em todos esses lugares.
Agora uma pergunta: só vou daqui 3 meses. Posso fazer isso já agora? Pra me livrar disso e não ter que fazer na correria pré viagem.
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clara! Acreditamos que sim, isso pode ser feito com essa antecedência.

Tina
TinaPermalinkResponder

Chatice é apelido! Acabei de voltar de lá e mesmo perdendo tempo nas lojas, meu celular não foi registrado na rede deles. Mas já tinha desencanado logo no segundo dia... então nem falta fez!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar