Gramado

Tamanho família

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

No século passado (tipo: até os anos 80), Gramado e Canela eram lugares procurados para curtir o frio do inverno e torcer por uma eventual neve -- se desse uma geada, todo mundo já ficava feliz. Subia-se a serra para comer fondue e chocolate, acender a lareira, namorar. Na época do Festival de Cinema, a atração eram as estrelas do cinema nacional, que vinham desfilar no tapete vermelho.

Em 1986, a região começou a se reinventar. Foi quando começou o Natal Luz -- originalmente, um concerto de música erudita em dezembro, que inaugurava a ornamentação natalina da cidade.

Gramado

Hoje o Natal Luz começa em novembro e vai até meados de janeiro, e transformou-se na principal atração da região. Gramado e Canela agora prescindem do frio: são visitadas o ano inteiro.

Gramado, em particular, abraçou a idéia do turismo de massa com a mesma eficiência germânica usada tempos atrás para se transformar num vilarejo alpino. Se você passou o início desta década aproveitando o real valorizado nos Estados Unidos, vai ficar surpreso com a variedade e a qualidade das atrações instaladas na região. Assim como em Orlando, uma semana já é pouco para curtir tudo o que Gramado e Canela oferecem às famílias.

Canela

O comentário mais tradicional de uma visita à Serra -- "não parece Brasil!" -- agora tem mais significados. Dependendo dos programas que você escolhar, Gramado vai parecer a Suíça, a Alemanha, a Itália -- ou a Flórida.

116 comentários

Adriana Junqueira

(ah, ultimo comentário, reforcando o que já falaram aqui sobre Gramado: parece mesmo que estamos em outro pais: náo há pixacoes, nao há postes horrorozos com fiaçao exposta (apenas postes de luz!), náo há semáforos, os motoristas respeitam TODAS as faixas de pedestre, o parquimetro funciona!
As faixas de pedestre sao recuadas, nao ficam nas esquinas, pois as quadras sáo arredondadas. Isso traz mais seguranca em geral. Exemplo!)

ADRIANA PUERTAS

olá . onde posso encontrar informações sobre uma viagem saindo de São Paulo de carro, parando em Curitiba, depois na região de Urubici e Aparados , indo para Gramado e voltando por Santa Catarina, porque temos apartamento em Piçarras. Viajo muito a trabalho e tenho uma filha de 9 anos e um de 12. temos priorizado viagens onde fiquemos juntos, inclusive alugando apartamento ao invés de ficarmos em hotel e tem sido o máximo. Meu filho foi com a escola para a Serra e ficamos maravilhados e queremos ir também!!
Alguma dica? Temos 2 semanas flexíveis em Julho

amo a coluna, Parabéns
Obrigada!!

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Olá Ricardo Freire, parabéns pelo post! Estou pensando em ir pra Gramado na última semana de janeiro e no site oficial está que o Natal Luz é até o dia 15/1, mas no você colocou dia 14/1, qual o correto? Ir em janeiro diminui a magia do Natal pra criança? Não conheço essa região e queria mostra- lá ao meu filho. Obrigada, sou sua fã!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberta! Quem responde é A Bóia. No site do Natal Luz ainda constam as datas da temporada 2016-2017, o site não está atualizado. Nossas datas estão certas.

Lucimar
LucimarPermalinkResponder

Olá, estou pensando em ir para Gramado na semana anterior ao feriado de 15/06.
Ficaria 4 diárias, e tem um passeio de Maria fumaça, que sai de Bento Gonçalves, mas agora ví que são 120km!!!
Vale a pena fazer o passeio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucimar! Esta é apenas a introdução.

Leia sobre passeios em Gramado, incluindo a Maria Fumaça:
http://www.viajenaviagem.com/destino/gramado/o-que-fazer-gramado

Diógenes Cerqueira

Sempre que viajo com a Família, antes passo por aqui...

Comemorando 25 anos de casados, na segunda quinzena de julho, pretendíamos ir pela primeira vez à Serra Gaúcha. Mas, com as fortes chuvas que assolaram a região neste início de junho (vimos nos noticiários Porto Alegre e Caxias do Sul, literalmente, debaixo d'água e as estradas ao redor interditadas...), não sabemos se o passeio valerá a pena, pois achamos 30 dias um tempo muito curto para a região se recuperar!
O que vocês acham?
Teriam uma sugestão alternativa para um casal (Bodas de Prata) que gosta de frio, ms ainda não vimos neve... E uma filha de 12 anos que viaja sempre conosco, desde bebê??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Diógenes! Não vá ao Sul com expectativa demasiada de neve. É um fenômeno muito raro e depende inteiramente da sorte de estar ali no exato dia em que ocorre. Quando sai no Jornal Nacional, já derreteu. As chuvas torrenciais e inundações que ocorram no início de junho ocorreram no início de junho. Não há porque cancelar uma viagem na segunda quinzena de julho por causa de chuvas que ocorreram 40 dias antes.

Diógenes Cerqueira

Na verdade, não há expectativa de neve em Gramado, mas citei que não vimos neve ainda na esperança de uma nova sugestão de destino.
Tentamos o Valle Nevado, no Chile há cerca de 3 seman astrás, ou seja, com 2 meses de antecedência, mas já estavam cobrando preços altíssimos...
Sobre as chuvas, em nossa lua-de-mel (julho/1992) fomos para uma cidade que (não lembrávamos) havia sido assolada por fortes chuvas em janeiro e, 6 meses depois, várias atrações estavam interditadas por problemas com deslizamentos ocorridos em janeiro, contaminação de águas etc.
Portanto, acho que cabe sim, uma certa preocupação, não de cancelarmos a viagem, mas por poder se tornar uma viagem bem abaixo do esperado.
Mesmo assim, obrigado!

Hugo Braz
Hugo BrazPermalinkResponder

Bela e organizada cidade. Juntamente com Canela, forma uma grande área de opções de lazer, hospedagem e gastronomia. Mas, não podemos fechar os olhos para uma situação crescente: a exploração ao turista. Os preços dos alimentos, bebidas e passeios são astronômicos. Faltam os administradores públicos de outras cidades pequenas do Brasil, fazerem um trabalho semelhantes em termos de turismo e segurança para diluirmos essa demanda turística. Cidades decrépitas como Ouro Preto, Mariana, Urubici, São Joaquim e outras, poderiam seguir o bom exemplo daquela administração pública.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar