Jericoacoara

Onde ficar

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Olhando no mapa, Jericoacoara é pequena: praticamente 5 ruas perpendiculares à praia, com algumas transversais. Mas como a vila é espalhada, e as ruas são de areia, procure não se hospedar muito afastado da praia -- para não precisar caminhar demais para sair para jantar ou fazer a peregrinação diária à duna ao pôr do sol.

  • Pé na areia

A fileira da frente, como não poderia deixar de ser, contém as pousadas mais caras de Jeri. -- mas ali entre elas se escondem duas mais em conta. Hóspedes dos quartos da frente das pousadas próximas à rua Principal podem sofrer com o barulho do som alto da festa na praia, que vai toda noite até duas da madrugada. As pousadas das duas pontas da praia, porém, estão a salvo do pancadão.

Vou repassando os hotéis em ordem geográfica, começando no lado esquerdo da praia (próximo à duna), terminando nos hotéis do canto direito (Praia Malhada).

Vila Kalango
Onde ficar em Jericoacoara: Vila Kalango

Quando abriu, em 2000, a Vila Kalango ficava numa espécie de esquina da vila com a duna: a vista para o monumento natural de Jeri era totalmente desimpedida. Mesmo com o povoado tendo crescido para a esquerda, a duna ainda é visível para quem está na piscina ou nas palafitas. Para além da vista da duna, porém, o que a Vila Kalango oferece é a experiência de se hospedar numa pousada cuja arquitetura se harmoniza com o ambiente: madeira, palha, sisal e panos criam conforto e charme, sem matar a rusticidade que está no DNA de Jericoacoara -- um estilo que pode ser visto, ainda mais bem-resolvido, no segundo hotel do grupo Rancho do Peixe, no Preá, e que também foi copiado por pousadas de Barra Grande do Piauí. A experiência fica completa quando você se hospeda num dos bangalôs sobre palafitas, que não têm ar condicionado (porque não é necessário mesmo, por causa do vento).

Essenza
Onde ficar em Jericoacoara: Essenza

O hotel vizinho, o Essenza, é o ícone dos novos tempos de Jericoacoara. Num terreno estreito, mas com boa frente de praia, aproveitado até o último milímetro, o hotel é composto só por quartos de frente -- e todos com acesso direto a uma piscina. No térreo, as varandas dos quartos dão direto num espelho d'água comum a todos (à la Nannai de Porto de Galinhas). E no segundo andar, cada quarto tem uma piscina privativa na varanda, com direito a parede de vidro. Na minha opinião, um hotel assim ficaria perfeito em Jurerê, ou daria um belo upgrade a praias próximas a Fortaleza, como o Porto das Dunas. Mas em Jeri... desculpe, acho esteticamente equivocado. Menos mal que as amendoeiras postadas em frente à piscina estão crescidas, e com isso o hotel já não destoa mais do conjunto. Implicâncias do blogueiro à parte, o Essenza é um sucesso, com ótimas resenhas dos hóspedes -- tanto que deu cria, o Essenza Dune, mais à esquerda na praia, na direção da duna.

Blue Residence

O Blue Residence ocupa um terreno em "L" invertido, com uma frente de praia estreita e a maioria dos apartamentos -- assim como a piscina -- nos fundos. O layout segue o estilo branquinho, vagamente grego, de outro hotel do grupo, o MyBlue. Aqui, porém, os apartamentos têm cozinha compacta, funcionando também como flat. Os quartos dos fundos estão a salvo do ruído das festas noturnas na praia.

Casa de Areia
Onde ficar em Jericoacoara: Casa de Areia

A Casa de Areia e a Casa na Praia, praticamente geminadas, estão entre as pousadas mais charmosas de Jericoacoara. Os quartos são compactos mas bem-resolvidos; a área de praia é a mais gostosa de Jeri. O maior problema aqui a proximidade com o fim da rua Principal, onde toda noite rola música alta até de madrugada. Evite os quartos da frente.

MyBlue
Onde ficar em Jericoacoara: MyBlue

Quando abriu em 2003, originalmente como uma filial do Mosquito Blue de Playa del Carmen, no México, o MyBlue foi o primeiro hotel a trazer conforto convencional a Jericoacoara: apartamentos com padrão de hotel urbano, com uma boa piscina no jardim e um charmoso bar de praia. Os apartamentos ficam em bangalôs branquinhos de dois andares, dispostos em torno do jardim interno. Os apartamentos térreos têm pouca privacidade, pois sua janela é a própria porta. Se puder, escolha um no segundo andar.

Capitão Thomaz e Ponta da Pedra

As duas próximas pousadas da beira-mar são as pechinchas da orla. Por que custam mais barato? Porque os apartamentos são bastante básicos, com mobiliário antiquado ou desprovido de charme. A tradicional Capitão Thomaz, tem uma boa piscina no pátio e acesso também à travessa Ismael, onde estão vários restaurantes. A Ponta da Pedra é mais novinha; fica depois da rua do Forró, já no ponto da praia servido por um calçadãozinho elevado. A área do café da manhã é bastante simpática, com chão de areia.

Jeribá

Ainda não me hospedei na pousada Jeribá, mas os hóspedes costumam ser só elogios. Fica escondidinha no canto direito da praia, longe dos ruídos mas vizinha de cerca do Club Ventos, point dos windsurfistas e ótimo lugar para pegar praia. Os quartos são confortáveis sem ostentação; as paredes são de tijolo aparente, mas objetos bem escolhidos dão o necessário colorido. Os apartamentos do tipo 'superior' e as suítes têm banheiras de hidromassagem. A piscina fica no jardim, mas tem vista parcial do mar.

Chili Beach
Onde ficar em Jericoacoara: Chili Beach

Depois da curva da praia -- que passa a ser voltada para o norte e a atender pelo nome de Praia Malhada -- fica o hotel mais cool de Jeri: o Chili Beach. Com apenas seis quartos e tendas em volta da piscina, o Chili Beach evoca Ibiza ou Bolonia, na Costa de la Luz espanhola -- mas sem agredir a paisagem nem desvirtuar o espírito rústico de Jeri.

Hurricane Jeri
Onde ficar em Jericoacoara: Hurricane Jeri

Seu vizinho Hurricane aposta em madeira e sapê para suavizar o impacto de seus dois andares. A piscina tem vista desimpedida da praia.

Voltar | Menu | Mapa

  • Rua das Dunas

Até o fim dos 90, esse era o limite oeste de Jericoacoara. Não havia nada construído além. Eu acho que continua sendo um bom limite para considerar hospedagem.

Araxá
Onde ficar em Jericoacoara: Araxá

No início da rua, a Pousada Araxá tem decoração supercaprichada, com cores e materiais que têm tudo a ver com o Nordeste e Jeri -- além de uma piscina bem gostosa no térreo. As suítes (tanto as Diamond quanto a Diamond Superior) têm varanda privativa no terraço, com vista desimpedia para a duna.

Cabana
Onde ficar em Jericoacoara: Pousada Cabana

Uma das pousadas clássicas de Jeri fica um pouco mais adiante, e continua charmosa: a Cabana. A área interna é toda ajardinada; sua marca registrada é a sauna a vapor, que se comunica com uma pequena piscina por uma portinha tipo iglu.

Caminho da Praia

A Caminho da Praia agrada pelo uso do branco com janelas e portas azul-clarinho, o que dá ares de ilha grega ao conjunto.

  • Rua São Francisco

Em termos de logística, esta é a melhor localização da vila. Por quê? Porque o ponto das jardineiras que fazem lotação para Jijoca (e suas lagoas) fica aqui. Quem chega de ônibus com a Fretcar também precisa vir até a rua para pegar as jardineiras de volta (na ida, as jardineiras entregam os passageiros em suas pousadas, mas na volta todos precisam ir à agência da Fretcar).

Pousada Pescador
Onde ficar em Jericoacoara: Pousada Pescador

Descobri por aqui uma pousada über-charmosa na minha última viagem: a Pousada Pescador, que é do mesmo dono da badaladésima Chili Beach (eu não sabia, só descobri na saída, conversando com a recepcionista). Por uma tarifa um pouquinho mais alta que a das pousadas básicas, a Pescador oferece conforto -- e, sobretudo, charme -- de pousada top. São apenas 5 quartos. O único ponto negativo é que os quartos dão para a travessa Beco Doce, que tem restaurantes e por isso produz algum barulho até perto da meia-noite (mas depois disso, só conversas ocasionais de passantes). Eu, que sou muito fresco com barulho, não tive problemas para dormir.

Surfing Jeri
Onde ficar em Jericoacoara: Surfing Jeri

Na mesma rua, a Surfing Jeri tem chalés espalhados pelo jardim interno.

Ibirapuera
Onde ficar em Jericoacoara: Pousada Ibirapuera

Numa travessa tranqüilita entre a rua São Francisco e a rua das Dunas, esconde-se a Ibirapuera. Em priscas eras, foi a primeira pousada charmosa da vila, e soube acompanhar a evolução da vila sem se descaracterizar. Os quartos (e a piscina) são compactos, mas o serviço é ótimo e as tarifas guardam excelente relação custo x benefício.

Voltar | Menu | Mapa

  • Rua Principal

Fiel a seu nome, a Rua Principal é a mais movimentada da vila, com muito comércio e restaurantes. Não é um endereço muito nobre para hospedagem.

O trecho mais simpático é o que fica próximo da praia, numa quadra em que não passam carros -- mas onde o barulho à noite pode incomodar.

CasAlice e Mona Lisa
Onde ficar em Jericoacoara: CasAlice

Por ali a melhor novidade é a Mona Lisa, pousada branquinha e charmosa que funciona desde o início de 2017 nos altos do restaurante Leonardo da Vinci. No miolinho da quadra, escondida da rua, a CasAlice tem apartamentos e bangalôs em torno de uma piscina bastante simpática.

Voltar | Menu | Mapa

  • Rua do Forró

Quem se hospeda ao longo da rua do Forró tem acesso direto ao canto direito da praia da vila (já no caminho para o Clube Ventos). A travessa Ismael, que agrupa muitos restaurantes, está no finzinho da rua.

WindJeri

Pertíssimo da praia, a WindJeri oferece varanda com rede em todos os chalés, dispostos em torno de uma gostosíssima piscina. O restaurante japonês Kazé funciona na pousada.

Blue Jeri
Onde ficar em Jericoacoara: Blue Jeri

Um pouco mais adiante, a Blue Jeri é a pousada prêt-à-porter do grupo Blue, com quartos mais básicos e preços mais camaradas do que os hotéis do grupo à beira-mar.

Villa Métisse e Pousada Carcará

Protegida numa travessa entre a rua do Forró e a rua Principal, a Villa Métisse tem quartos arejados e confortáveis, que combinam branco e madeira. Cortinas na varanda e uma piscina de pastilhinhas verdes completam o (bonito) cenário.

Uma quadra e meia adiante do forró, a Pousada Carcará tem quartos funcionais e uma ótima piscina.

Naquela Jericoacoara
Onde ficar em Jericoacoara: Naquela Jericoacoara

Quem escolhe a Naquela Jericoacoara vai precisar andar um pouquinho mais para a praia e para a noite, mas será recompensado por boas instalações e uma piscina que justifica não sair da pousada num momento de preguiça.

Voltar | Menu | Mapa

  • Lagoa do Paraíso (Jijoca)

Querendo ficar pé na areia na melhor 'praia' de Jericoacoara e ter a certeza de noites silenciosas, considere ficar em Jijoca. Os mesmos passeios de bugue oferecidos em Jeri podem ser feitos a partir de Jijoca. E locomover-se entre Jijoca e Jeri é fácil, com as jardineiras da CooperJeri (que saem sempre que lotam). Dividir a estada (um ou dois dias de sossego em Jijoca, complementados com dias de agito e passeios em Jeri) é uma fórmula redonda.

Pousada do Paulo
Onde ficar em Jericoacoara: Pousada do Paulo

Outras pousadas na Lagoa

Sou fã da Pousada do Paulo desde o primeiro campo do meu guia Freire's, feito há 15 anos. Os bangalôs são simples mas confortáveis, a comida é deliciosa e fica melhor ainda quando você pede num dos gazebos com vista para a praia. Como a pousada não recebe grandes grupos de passeio, é a mais tranqüila para passar o dia.

Suas duas vizinhas da direita costumam receber mais visitantes durante o dia: a Chez Loran e a Paraíso Natural.

A Anjo Azul é a mais original da turma da lagoa: ocupa uma casa no topo de um morrete, com um corredor que funciona como galeria de arte e um papagaio residente que assovia o hino nacional. A descida para a praia, por uma escadaria, é muito bonita.

Voltar | Menu

  • Praia do Preá

Rancho do Peixe
Onde ficar em Jericoacoara: Rancho do Peixe

Se você não é kitesurfista, só existe uma razão para se hospedar no Preá -- e que razão: no meu caderninho, o Rancho do Peixe tem o design mais incrível da hotelaria de praia no Brasil. Seus bangalôs de madeira e palha sobre palafitas, com ventilação natural, são a mais perfeita resposta que a arquitetura poderia dar ao ambiente ao redor. A piscina é gostosíssima, e o restaurante não perde para nenhum de Jeri. De lambuja, o hóspede pode aproveitar o transporte grátis que vai a Jeri às 4 da tarde e volta à noite -- você pode participar do pôr do sol na duna, jantar e voltar para o sossego do Preá.

Voltar | Menu

18 comentários

Ana Carolina Corso

Acabo de voltar de uma viagem ao Ceará, queria muito conhecer Jericoacoara, e segui o conselho desse site, ao invés de ficar hospedada todo o tempo em Jeri, fiquei 3 dias e Jijoca e 3 dias em Jeri e super aprovei a dica. As Lagoas são simplesmente espetaculares, vale muito aproveitar dias inteiros descansando ali. Muito melhor do que os bate-e-volta de passeios de buggy que vc faz para conhecer as Lagoas se está hospedado em Jeri. Fiquei hospedada em uma pousada que super indico, a Chez Loran, apesar do nome ser françês, o dono é um português super simpático, que te deixa super a vontade e torna a estadia mais agradável ainda. A opção do cardápio da Chez Loran é excelente, filés, peixes, saladas super elaborados e com preço justo (uma boa refeição ali saiu mais barato que um petisco, peixe frito, de um outro bar do entorno da Lagoa). As opções de pousadas são poucas em Jijoca (se comparadas com Jeri) e mais escassas ainda se vc gosta de um pouco de conforto (nem falo de luxo, falo de conforto mesmo). A água transparente e quentinha da Lagoa é espetacular pra quem tem criança. E aquelas redes dentro da Logoa (aquelas que a gente vê na fotos) são maravilhosas para a gente ficar relaxando...Então queria dizer que a dica do site valeu muito, ficar hospedada em Jijoca uns dias foi uma ótima escolha.

Dri
DriPermalinkResponder

Fiquei na Araxá e não me arrependo. Da varanda da suíte tinha vista pra Duna e o mar/por do sol, o café da manhã é uma delícia, assim como o serviço de bar e a piscina. Sem contar que eles participavam de um projeto conjunto com a prefeitura para capacitar os moradores ao trabalho de turismo receptivo...

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Taí comandante ja visualizei voltar pela 3a vez a Jeri desta vez c meus amores (seu xará e meu filho) ficando nas Lagoas alguns dias. Vou escrever aqui p ver se pega rs

Rosemarie
RosemariePermalinkResponder

Tô querendo muito conhecer Jeri. Já vi que as pousadas (minha filha já se hospedou na Vilakalango e na Rancho do Peixe e AMOU?) são muito boas, mas tô receosa quanto ao lazer no mar mesmo. Afinal, como ele é pra quem não pratica esporte náutico. É tipo piscina pra nadar numa boa ou tem ondas "gostosas" pra brincar de pegar jacaré !? rsrs É disso que gostamos. O que você diz sobre isso Ricardo? Desde já obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosemarie! Quem responde é A Bóia. As praias boas de Jeri estão na Lagoa. O mar do Ceará tem ondinhas intermitentes, não se presta ao jacaré; as praias centrais de Jeri são rasas. (As da Lagoa têm partes fundas, mas também não vão oferecer jacaré.)

Note que você fez essa pergunta na seção Onde ficar. Esta seção trata apenas de hospedagem. Consulte a seção O que fazer:

http://www.viajenaviagem.com/o-que-fazer-jericoacoara

Rosemarie
RosemariePermalinkResponder

Ok, bóia. Muito obrigada! Entendi perfeitamente.
É por na cabeça isso. ?

FERNANDA DEL GIUDICE

Fiquei 8 dias somente em Jericoacoara e não me arrependi! Sempre há algo para fazer por lá, mesmo que seja não fazer nada. Fora que a quantidade de restaurantes bons é tão grande que fica impossível conhecê-los em tão pouco tempo. Mas me hospedei em uma pousada que não foi citada mas que é excelente: Araxá Pousada. Ótimo custo-benefício principalmente para os quartos com jacuzzi no terraço (onde inclusive dá para assistir ao pôr do sol na Duna). Simplesmente fantástico! Contei essa e outras experiências nesse Guia Completo de Jericoacoara: http://www.porondeandamos.com/o-que-fazer-em-jericoacoara/

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Eu reconheceria a piscina da Ibirapuera até em post fora do tópico Rs

Isabela Blanco

Fiquei na Pousada Araxá e recomendo fortemente!
É muito aconchegante, o serviço é impecável e os quartos são muito limpos. O custo-benefício também é ótimo!
Ela fica na rua paralela a principal, o que é ótimo pois fica mais distante da muvuquinha.

Marcelle Ribeiro

Pessoal,
O Villa Chic Hostel Pousada fica no centrinho? Vou sozinha para Jeri e quero ficar bem na área mais agitada, por questões de segurança. Quais são as ruas mais movimentadas de Jeri? Olhando o mapa a vila parece tão pequena e tudo tão perto...
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelle! As ruas mais movimentadas são a Principal e a do Forró. O hostel é bem localizado.

Marcelle Ribeiro

Obrigada, Bóia!
Abraço,
Marcelle

Myrna
MyrnaPermalinkResponder

Sempre acompanho as dicas do blog e pela primeira vez não deu certo. Cacifei 3 dias no Rancho do Peixe em detrimento de dias a mais na viagem e, na minha opinião não valeu nenhum centavo. Ou o bangalô que me colocaram (o n.11) era muito ruim ou a diferença entre os bangalôs praia e os do coqueiral vão muita além da vista. Meu bangalô me garantiu nada de bom, somente a experiência de muito calor. O ventilador nada adiantava e o vento que se ouvia fora não entrava no bangalô. No desespero comecei a abrir todas as janelas e portas na madrugada mesmo em detrimento da privacidade, mas não resolveu. Se somente o bangalô praia ventila, deveria ter alguma nota no site. Ou ainda, se somente o 11 é mau localizado além de custar muito mais barato deveria ter essa nota no site. No momento da minha reserva não tinha mais vaga no praia mas se soubesse do desconforto com o calor no Bangalô com vista para o jardim certamente teria pulado o Rancho. Prestem atenção nisso!! O lugar é caro demais pra passar a noite molhando a nuca pra conseguir alguns momentos de cochilo rápido. Fomos reclamar na recepção e disseram que nada podia ser feito além de esperarmos até o dia seguinte para poderemos tentar trocar de acomodação. Rancho do Peixe não pode ser a melhor pousada do Brasil apresentando um quarto tão quente.

Cícero Gabriel

Fui a Jeri duas vezes e em ambas fiquei na Pausada Capitão Tomaz. Excelente localização e atendimento.
Os administradores de Jericoacoara precisam, com urgência, executar um trabalho de controle de cães e gatos. As areias da praia estão contaminadas pelas fezes e urinas desses animais. Fui contaminado pelo "bicho-geográfico"?

Caroline Fariah

Oi Bóia, tô programando ir pra Jeri em outubro e ainda não resolvi onde ficar. Vi uns comentários falando que é mais legal se hospedar em Jijoca pois as praias são mais gostosas, mas fiquei com uma dúvida. A vida noturna em Jijoca também é legal ou compensa mais os bares e restaurantes da vila em Jeri mesmo? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caroline! Não há vida noturna em Jijoca.

Gustavo Biato
Gustavo BiatoPermalinkResponder

Acabamos de voltar de Jeri e seguimos o conselho da bóia, dividindo a estadia em 4 dias em Jeri e 2 na lagoa do paraíso. Foi a melhor coisa que poderíamos ter feito. Ficar na lagoa do paraiso com as redes só pra você depois que os bugues foram embora não tem preço. Ficamos hospedados na Casa B&B e tivemos uma experiência incrível tanto na estadia quanto nas refeições. Andamos a lagoa inteira até a pousada do Paulo que pareceu legal mas estava fechada para abrir em meados de junho.
Quanto a estadia em Jeri, ficamos no Essenza no último dia para fechar com chave de ouro na suíte com piscina particular. Concordo totalmente que o hotel não combina em nada com o clima da vila. Apesar de luxuoso, há um clima de total ostentação misturado com um quê de luxúria que não me agradou muito. Da próxima vez ficaria em um bangalô do vizinho Vila Kalango.
Muito obrigado pelas dicas. O viaje na viagem virou nosso guia obrigatório antes de qualquer viagem!

FABIO LUCAS MENDES

Gustavo, vc ficou perto do restaurante "The Alchymist" na beira da Lagoa?

Tbm acabei de chegar de Jeri, fiquei 6 dias lá, e gastei dois dias inteiros na Lagoa (nesse restaurante que citei, pois tem uma estrutura fenomenal!). Não consegui visualizar nenhuma pousada ou hotel nas proximidades. Gostaria de saber como vc fazia pra ir da "Casa B&B" pro restaurante "The Alchymist", pq pretendo fazer isso da próxima vez.... Aquele lugar eh um paraiso e não vejo a hora de ir novamente pra lá....

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar