Miami

Onde comer

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Se você está acostumado com o sistema de gorjetas nos Estados Unidos, saiba que em Miami é diferente: a gorjeta quase sempre já vem incluída na conta (na maioria das vezes, 18%). Mesmo assim, o recibo do cartão de crédito ainda vem com um espaço para você dar uma gorjeta adicional (como se 18% não fossem suficiente...). Confira bem a sua conta para não dar gorjeta duas vezes.

É melhor começar por onde não comer: a Ocean Drive, entre as ruas 5 e 15, está repleta de arapucas para turistas, restaurantes de balneário. Use esses lugares apenas para tomar drinks no calçadão. (Para não dizer que não há nenhum lugar recomendável nessa zona, pode ir sem receio ao News Café, um dos clássicos da época mais descoladona de South Beach).

O maior ícone gastronômico de Miami fica em SoFi (o canto mais bacana da praia, entre as ruas 5 e 1): me refiro ao Joe's Stone Crab, no início da Washington Ave., que na temporada de 15 de outubro a 15 de maio serve caranguejos gigantes que são servidos com as patolas já semi-quebradas, acompanhados por uma gostosíssima salada cole slaw. Conte em ficar pelo menos uma hora na fila (ou então vá na hora do almoço, madrugando ao meio-dia).

Ainda em South Beach, a Lincoln Road tem alguns restaurantes bem cotados, como o Altamare, o Quattro e o Yuca. Meu amigo gourmet EduLuz é fã do italiano Casa Tua. Os hotéis mais chiques, seja em South Beach, seja na Brickell, sempre têm restaurantes de chef. E se você curte um diner, não perca a Jerry's Famous Deli na Collins com Española e, em Fort Lauderdale, o histórico Floridian, no E Las Olas Blvd.

No Design District, almoce na bem-freqüentada Harry's Pizzeria.

Em Wynwood, o Wyndwood Kitchen and Bar é bacana de dia e de noite.

Se for a Little Havana, uma passada na confeitaria-restaurante Versailles é de lei.