10 coisas para NÃO fazer em Nova York, segundo o Concierge.com

onibusny

Eu assino a newsletter do Concierge, o braço online da Condé Nast Traveler americana. Vira e mexe eles mandam uma listinha divertida qualquer — as 10 praias mais sexy do mundo, os 10 destinos quentes do Réveillon, os 13 lugares para pedir alguém em casamento (ops, esse eu acho que inventei agora). Nada sério, tudo meio cozinhado por alguém que fuça na internet mais do que propriamente viaja. (Ops número 2 — nós também!)

Anteontem, porém, chegou uma listinha mais interessante do que a média. Nela estão reunidos os 10 lugares que o pessoal da redação do site (que fica em Nova York) considera roubadas. E para não ficar só na pentelhação, para cada um deles há a indicação de uma alternativa aprovada.

Eles já vão avisando que sabem do teor polêmico da lista, mas não poupam alguns programas imexíveis da agenda de todo turista de primeira (ou quinta) viagem.

Dê um desconto para o esnobismo e aproveite o que quiser :mrgreen:

10 coisas para NÃO fazer em Nova York, segundo o Concierge.com:

1. Comer no Tavern on the Green, no meio do Central Park, sem vista nenhuma (prefira torrar sua grana no River Café, no Brooklyn)

2. Pegar um velotáxi, o riquixá de branco (em vez disso, vá de metrô, é muito mais nova-iorquino)

3. Comer hot-dog de carrinho (guarde seu paladar para um cachorro-quente de delicatessen, como o da Katz’s)

4. Subir no Empire State; a vista é linda, mas quando chegar lá em cima você já vai ter passado por tantas filas que não vai estar no clima (em vez disso, vá tomar um drink no Rainbow Room ou, se não quiser beber, suba alguns andares até o Top of the Rock)

5. Comer uma cupcake na Magnolia da Bleecker Sreet, que ficou insuportavelmente cheia depois de “Sex and the City” (ande mais um pouquinho e experimente o cannoli da Rocco’s Pastry Shop, na mesma rua)

6. Andar de charrete ao pôr-do-sol no Central Park (é mais gostoso acordar cedo e atravessar o Central Park de manhã antes de todos chegarem)

7. Comer num restaurante em Times Square; são todos insossos (caminhe até a Nona Avenida, em Hell’s Kitchen; na rua 49 e na Nona há restaurantes bons, autênticos e em conta)

8. Assistir a um número de comédia stand-up no Times Square Comedy Show (se você gosta de stand-up, vá direto ao Upright Citizens Brigade, em Chelsea)

9. Fazer compras na Macy’s; a Herald Square é um circo! (dirija-se à Lord & Taylor, na 5a. Avenida com rua 38)

10. Não faça sua noitada  no Meatpacking District; vá de dia, pelas lojas (à noite saia no Lower East Side, que está bombando)

Antes de dar novamente o link, preciso dizer que discordo bastante da número 10 — acho que o Meatpacking ainda é mais atraente a olhos forasteiros do que o LES.

Para ver fotos de muitas dessas coisas, links de tudo e de outras sugestões que eu não pirateei junto, clique aqui.

60 comentários

Riq, por falar em comida e ajudando a atualizar o 100 Praias, o Cantinho do Faustino mudou de endereço e está onde era o Bargaço, na Av. Beira Mar, 3821. Ainda não fui, mas conheço o ambiente, infinitamente mais agradável do que a casa q ficava na Delmiro Gouveia.

A comida do Tavern on the Green é péssima e o ambiente muito, muito, over, hehe… Sem querer ser redundante…

Eu tou com a CarlinhaZ – se o programa não for uma furada gritante, tipo subir a Estátua da Liberdade, eu dou um crédito, porque prefiro ir e não gostar a deixar que decidam por mim… Agora, depois de experimentar, concordo com vários pontos da listinha, e discordo de outros… Por exemplo, até eu que não sou muito amiga das compras quase tive um treco vendo os preços das bolsas na Macy’s (comprei váaaaarias, e lindas!), gostei mais da noite no Meatpacking do que no LES (embora o lounge do Hotel On Rivington seja uma pedida e tanto), e acho que nada como um cachorro-quente de carrocinha pra quebrar um galho… 😉

    Só pra esclarecer… eu não disse que não encararia o LES (pelo contrário: acho BEM legal se aventurar por lá); o meu ponto — corroborado pela sua experiência — é que o Meatpacking ainda não perdeu o encanto para nós outros :mrgreen:

    Ta aí a diferença: as dicas deles são do ponto de vista dos nova-iorquinos. Pra quem mora aqui, o Meatpacking ja “passou” faz tempo… mas nao quer dizer que pra turista nao seja legal. Mas em lugar do LES, eu sugiro Williamsburg, no Brooklyn; cheio de bares e restaurantes bacanas, mais barato, mais autentico e uma galera bem descolada.

    Pois é, depois eu fiquei pensando bem nisso… Pra pessoa que mora na cidade, depois de um certo tempo a fase de freqüentar um determinado ponto passa, “cansa”… Mas realmente isso não quer dizer que para quem é de fora não mantenha o encanto – e nem mesmo que os novos lugares não agradem ao turista… 😉

Ir pra NY e não comer aquele cachorro-quente ruinzinho de carrocinha, é a mesma coisa que não ir hehehe.

Sylvia, tambem adoro essas listinhas de NAO com porques! (sorry pela falta de acentos)
CarlaZ, eu tambem ja paguei o mico de subir no Empire State e super “desrecomendo” 😆

    Eu adoooooooooro o Empire State. Já subi com o Express Card (vc nao enfrenta filas com ele) e com o ingresso normal. Adoro a vista lá de cima.
    Quanto a Macy´s… realmente é uma confusão de gente dentro daquela loja. Mas acho que valha uma visita. Pelo menos pra vc dizer: fui, vi e não gostei ou fui, vi e adorei!!!

    Beijos

Luciana, a LAN tambem está com promocoes bastante interessantes para ir de Sampa para Australia, a partir de 1100 dolares.

Riq, nao sei se voce viu (deve ter visto): http://travel.nytimes.com/2009/06/07/travel/07pracaus.html?hpw Melhor epoca para viajar pra Australia – crise + novas cias aereas fazendo a rota = super descontos ate entao nunca vistos. Nao sei como o Brasil esta na jogada, mas pra quem mora nos EUA nunca foi tao barato ir pra Australia. Ah, se eu tivesse ferias sobrando…

Ola Ricardo,

Vc conhece algum bom, bem localizado em Florença e em Veneza? Já li tudo sobre as 2 cidades mas não consegui sentir firmeza em nada. Viajo no final de outubro.
Obrigada desde já.
Marcia

Eu as vezes fico pensando…ele sabe que é ruim porque ele foi…mas e se eu não for…como vou saber que não vou gostar…
Mas desses programinhas alguns eu fiz 😳 e outros achei que fossem roubada mesmo.

Eu adooro o que não fazer ( com porquês ) pois ajuda um monte
a minimizar os micos com perda de tempo .
Os porques são importantes , pois vai lá que alguem ama uma fila … 🙄

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.