10 maravilhas para ver antes de (elas) morrerem

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

O semanário britânico Observer (que é a edição dominical do Guardian) fez uma matéria no seu suplemento de viagem, Escape, sobre as 10 maravilhas do mundo... em extinção.

Encabeçando a lista estão as neves do Kilimanjaro, que estão desaparecendo a olhos vistos (estas aqui, não estas).

Depois vem a Barreira de Corais Mesoamericana, que vai do sul da Península de Yucatán, no México, até a Nicarágua, e está morrendo devido ao aumento da acidez no mar causado por resíduos de petróleo.

No terceiro posto da lista estão os ursos polares de Churchill, no Canadá, que atraem multidões para a região entre outubro e novembro, quando migram em massa para caçar focas na baía Hudson congelada. Mas como os solos gelados do Ártico estão derretendo, é possível que não haja mais ursos polares selvagens até 2030.

Vinte e poucos anos também é a previsão de sobrevida para a neve em Kitzbühel, a mais romântica das estações de esqui austríacas.

Outro destino importantíssimo que corre o risco de sumir do mapa são as paradisíacas Ilhas Maldivas, que podem submergir nas próximas décadas.

A impressionante migração dos gnus, que ocorre todos os anos no Quênia e na Tanzânia e é o destino de safáris intrépidos, também está ameaçada, não só pela seca como pela transformação de áreas selvagens em solo para agricultura. 

Outra espécie que pode deixar de apresentar o espetáculo da migração em massa é a das borboletas monarca da América do Norte, cuja população nunca esteve tão pequena.

A oitava maravilha da lista também está ameaçada pelo aquecimento global: é o Parque Nacional de Glacier, no norte dos Estados Unidos. Suas maiores atrações -- os glaciares -- estão desaparecendo: eram 150 em 1850, hoje são apenas 27 e em trinta anos talvez não haja nenhum para contar a história.

Já ouviu falar do parque nacional e da estação de esqui de Cairngorms, na Escócia? Eu também não. Pois a neve poderia acabar por lá antes de a gente sequer saber que o lugar existia.

Fechando a lista do Observer vêm os gorilas das montanhas de Ruanda e Uganda. Alguém aí se habilita a um gorilla safari enquanto é tempo?

11 comentários

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Riq!

Puxa, que triste... Como estamos estragnado nosso planeta... Mas, vamos fazer nossas pequenas partes,para não estragar ainda mais... procurando dividir nosso carro, usando mais transporte coletivo, usando menos embalgens descartáveis, pensando se realmente "precisamos" trocar de celular a cada poucos meses, dentre outras coisas.... Com pequenas atitudes, podemos pelo menos ajudar a não piorar a situação....

Em tempo: Gostei da ideia de reunir os leitores do blog aqui em SP.... Alguma sugestão de lugar e hora?

Ernesto

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Ei, o encontro era em SP ou no RJ??? Achei que era no RJ, pelo que o pessoal estava dizendo, nada contra, muito pelo contrário, mas só para confirmar.
Abs

Ricardo Freire

Eu acho que a essas alturas já estão rolando dois encontros, Arthur.

Devido ao espírito deste blog, eu sugiro desde já que o encontro com os paulistas seja feito no Rio, e o dos cariocas, em São Paulo smile

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Se voce garantir a participação, topamos!

Ricardo Freire

Ih, Ernesto, vou ter que consultar o meu agente. Quer dizer, primeiro vou ter que arranjar um smile

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Bem agente, não mas se precisar de advogado...estou a disposição...

Sandro
SandroPermalinkResponder

Como já dizia uma antiga citação indígena:

“Somente quando a última árvore for derrubada
O último peixe pescado
E o último rio envenenado
Você se dará conta
Que os homens não podem comer dinheiro?”

Carla
CarlaPermalinkResponder

grin grin grin Adorei a piada com o livro do Hemingway...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ah, eu sou a favor de fazer 2 encontros, mas não simultâneos - para que quem quiser e puder tenha a chance de ir aos 2!

Ricardo Freire

Obrigado, Carla! Não fica uma delícia piada com hipertexto? Só dá pra fazer na Internet...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ah, é verdade! Eu sou sempre uma apreciadora das boas piadas - mas com a surpresa do hipertexto o prazer foi dobrado!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar