CouchSurfing: já ouviu falar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

couch450.jpg

Era uma vez um americano chamado Casey Fenton que descolou uma passagem baratinha pra Islândia. Com a passagem na mão, caiu na real: e se ele passasse o fim de semana inteiro sozinho em Reykjavík num hotel gélido ou num albergue sem-graça?

Casey teve então a idéia de mandar um spam -- um spam! em pleno 2002 -- para 1.500 estudantes islandeses perguntando, na cara dura, se nenhum deles queria receber um estudante americano para passar o fim de semana.

Não é que o cara conseguiu váááárias ofertas de pouso na faixa, e passou um fim de semana animadíssimo?

Isso fez com que ele tivesse a idéia de organizar um site em que todo mundo pudesse repetir a sua experiência, só que sem a parte do spam.

Surgiu então o CouchSurfing.com, uma espécie de Orkut do viajante, só que levado às últimas conseqüências. Hoje já são 160.000 couchsurfers no mundo inteiro.

Surfar em sofás é seguro? Aparentemente, sim. Os participantes (tanto os que oferecem pouso, quanto os que só querem se hospedar) são avaliados e referendados constantemente, para aumentar a confiabilidade.

Eu só vim a saber do CouchSurfing ano passado, porque o "frugal traveler" do New York Times, o Matt Gross, fez uma volta ao mundo se hospedando praticamente só em sofás da rede.

Você conhece alguém que participe? Já ouviu alguma história sobre este ou outros sites de hospedagem na faixa, como o Hospitality Club?

55 comentários

Eduardo Lemon
Eduardo LemonPermalinkResponder

Sempre recebo várias pessoas pelo Couchsurfing... ano passado contabilizei 49 de vários países de todos os cantos do mundo... até filipinos... muito show! Sempre deu certo!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar