10 dias entre PE e AL pro Nico

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Praia do Burgalhau, Maragogi

O Nico quer ir em outubro (ótima época) pro Recife, daí alugar um carro, fazer a Rota Ecológica, passar em Maceió, dar um pulinho na Foz do São Francisco e em Penedo, então devolver o carro no Recife. Mandou um roteiro bem exeqüível que ele fez e pediu pitacos.

A Sylvia, com toda razão, achou que essa volta de Penedo direto pro Recife (400 km, pela BR 101) ia ser cansativa pacas, e sugeriu um roteiro alternativo.

Bom. O calcanhar-de-aquiles do roteiro está mesmo na volta ao Recife para devolver o carro. Na Localiza (onde um carro 1.0 com ar sai uns R$ 150 por dia, com todas as proteções incluídas), a taxa de retorno em Maceió é de R$ 200 -- o que compensaria. Eu acho que só vale a pena voltar para entregar o carro se você conseguir uma dessas locadoras regionais hiperbaratas. (Se bem que, em viagens longas como essa, não é nada recomendável sair por aí de carro alugado sem apoio por perto.)

Uma pergunta para nossos amigos de Pernambuco e Alagoas: vocês têm alguma locadora regional que atue nos dois estados para recomendar?

Bom. Para evitar deslocamentos desgastantes que acabem com qualquer um dos seus preciosos dias de férias, e pensando na seqüência mais interessante de destinos, aí vai minha sugestão:

Dia 1 - chegue ao Recife, instale-se no hotel (o Vila Rica que você escolheu é corretíssimo). Se você pegar um vôo cedo, vai poder almoçar em Olinda (o Oficina do Sabor abre até as 4).

olinda450.jpg

Depois das duas e meia da tarde, com o sol não tão alto, é um bom momento para passear pelo centro histórico (as igrejas abrem das 14h às 17h). À noite, curta a muvuca em Boa Viagem mesmo (os bares em torno do Segundo Jardim, como o Boteco).

Dia 2 -- saia de Boa Viagem pela rua Ribeiro de Brito em direção ao subúrbio da Várzea. Entre e terça e sexta-feira, você vai poder visitar a Oficina de Francisco Brennand e o Instituto Ricardo Brennand. (Aos sábados e domingos, só o Instituto está aberto; às segundas, só a Oficina.) De lá vá para o Recife Antigo. Faça um pit stop n'As Galerias,  uma lanchonete tradicional que prepara o maltado, o milk-shake recifense (o bolo de amendoim também é clássico). Passeie pelo Recife Antigo -- não deixe de visitar a Sinagoga Kahal Zur Israel e a Torre Malakoff. O Shopping Paço Alfândega também vale uma entrada. Outra alternativa gastropanorâmica interessante é atravessar o rio de barquinho até a Casa de Banhos (de quarta a domingo), um restaurante de frutos do mar encravado no recife que deu nome à cidade. Querendo esgotar o assunto, você pode pegar um passeio de catamarã pelo Capibaribe. Se você deixar a refeição principal para a noite, sugiro o bufezão regional do Parraxaxá de Boa Viagem (um dos seguidores do estilo do Mangai paraibano) ou o mega-pé-sujo Entre Amigos/O Bode (para comer bode, claro). No entanto, se a idéia for morrer com uma grana, confira a inventividade do É.

É a sua última noite na cidade. Para a saideira, volte ao centro do Recife, ao descolado Central (na Boa Vista) ou confira a muvuca alternativa dos bares da Galeria Joana d'Arc, no Pina (início de Boa Viagem).

Dia 3 -- Tenha um merecido dia de descanso 100 km ao sul de Boa Viagem, na paradisíaca Praia dos Carneiros.

igrejasaobeneditocarneiros4.jpg

Hospede-se na Manga Rosa dos Carneiros e abstenha-se de qualquer atividade que não seja caminhar até a igrejinha de São Benedito e almoçar bem tarde na filial do Beijupirá.

Dia 4 -- Aqui mora a maior diferença do meu itinerário: eu acho que você deveria deixar a Rota para o final, para descansar desse ziguezague todo. Eu iria de Carneiros direto para Maceió, pela estrada principal (sem entrar em Japaratinga). Nesses 180 km até Maceió, você vai passar por vários lugares que (da mesma maneira que Carneiros, diga-se) são ponto final de passeios: as Galés de Maragogi (50 km), as falésias coloridas da praia do Carro Quebrado, em Barra de Santo Antônio (130 km), as piscinas naturais de Paripueira (150 km). Se você quiser mergulhar em Maragogi ou Paripueira, consulte a tábua das marés para ver o horário em que você precisa estar a postos (o melhor horário para embarcar: 1h30/1h antes do pico mínimo da maré baixa). Eu, particularmente, deixaria para ir a alguma das piscinas naturais da Rota Ecológica, que não são tão grandes mas são vazias. Nesse caminho de Carneiros a Maceió eu só entraria numa das praias ao norte de Maragogi, como Ponta de Mangue ou Burgalhau (45 km), que têm um azul-Cancún único na nossa costa.

pontamangue450.jpg

Você vai chegar a Maceió a tempo de esticar ar pernas caminhando no fim de tarde no calçadão de Ponta Verde. (Em lugar do Ibis, considere gastar uma besteirinha a mais no Holiday Inn Express, que é sensivelmente mais confortável.) Não coma demais durante o dia; a idéia desta noite é ter o jantar mais surpreendente da viagem, no peruano Wanchako.

Dia 5 -- Acorde cedo: vamos para a Foz do São Francisco. (Para cumprir tudo o que você quer ver, estou sacrificando Maceió, que neste roteiro vai desempenhar o papel de "pouso estratégico". Vamos deixar algumas coisas para a volta.) Caso você queira entrar na praia do Gunga (na volta! na volta!), passe no Hotel Enseada, na orla de Pajuçara, e peça na recepção um cartãozinho de autorização (para mostrar na porteira da praia; às vezes eles pedem). De Maceió a Piaçabuçu, onde você vai pegar o passeio para a Foz do São Francisco, são 135 km. Você pode arranjar o passeio no posto de informações turísticas do povoado, que fica no portinho. O passeio dura três horas e custa R$ 100 (para até 4 pessoas).

penedo450.jpg

Penedo está a 25 km de lá; as igrejas abrem até às 17h. A Pousada Colonial, que você escolheu, é muuuito simples, mas é a alternativa mais simpática da cidade. Jante no restaurante do Forte da Rocheira.

Dia 6 -- Escolha uma ou duas praias nos 160 km que separam Penedo de Maceió. O Pontal de Cururipe (50 km) é pitoresco; a praia de Lagoa do Pau (55 km), rústica; Duas Barras (95 km) e o Gunga (120 km), bonitos mas superturísticos; a Barra de São Miguel (130 km), bonita mas urbanizada; a Praia do Francês (140 km), uma zona -- esqueça. (Minha preferida: Barra de São Miguel.) Talvez dê para dar uma entradinha em Marechal Dedoro, com acesso no mesmo balão da Praia do Francês.

massagueira450.jpg

Aproveite para um almoço tardio num dos restaurantes à beira do canal da Massagüeira (um pouquinho antes de entrar em Maceió, à esquerda); eu gostei muito do Bar do Pato. (Aliás, uma dica "insider": em frente à entrada da Massagüeira há uma estradinha para a Praia do Saco, virtualmente desconhecida por forasteiros. É descolada, mas, na minha opinião, não tão bonita quanto as outras mais ao sul.) Durma em Maceió. À noite, curta a muvuca (e a carta de petiscos de boteco) do Divina Gula.

Dias 7, 8 e 9 -- Chega de turistagem. Instale-se na sua pousada na Rota Ecológica e, finalmente, relaxe. As duas (excelentes) pousadas que você escolheu, o Caju e a Amendoeira, ficam a 100 km de Maceió, na praia do Toque. Nos primeiros dois dias, deixe o carro parado; caminhe pela praia e faça os passeios de jangada à piscina natural e ao rio Tatuamunha, para ver os peixes-bois. No terceiro dia, vá ver o casario de Tatuamunha e de Porto de Pedras; peça para ensinarem você a entrar na Praia do Laje pelo coqueiral que sai no Parracho; atravesse a balsa do Rio Manguaba e almoce na Estalagem Caiuia ou na Pousada do Alto.

smmil450.jpg

Dia 10 -- Como já disse a Majô, se você devolver o carro no Recife, são 3 horas de viagem (lembre-se da balsa do Manguaba). Se devolver o carro em Maceió, separe uma hora e meia. (Mesmo se você devolver o carro em Maceió, acho que vale a pena deixar a Rota para o final -- pelo descanso, pela paisagem e pela qualidade de hospedagem.)

E como é que se escreve no final dos roteiros? Ah, sim: fim dos nossos serviços!

smile

177 comentários

Carla
CarlaPermalinkResponder

Uau, vai ter muita gente copiando esse roteiro do Nico (eu! eu!)... smile

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Ah, com certeza Carla!

Eu tambem foi copiar!!!

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Uau! Até eu que não sou super fã de roteiros por praias, adorei!!
O Ric é demais...rs

Jeferson Jess
Jeferson JessPermalinkResponder

Será que não vale a pena uma passadinha em Porto de Galinhas, pra visitar Muro Alto e Maracaipe??? Dicas como "não coma muito durante o dia" são imperativas até mesmo para o turista pastelão... Abraços

Ricardo Freire

Jefferson, eu resolvi o roteiro a partir dos lugares que o Nico queria visitar... só inventei Carneiros
smile

thereza
therezaPermalinkResponder

olá Riq... tudo bem ??bom... acho que alguém pode me dar uma dica ... eu quero ir à Mendonza no final de maio , e gostaria de dicas de hotel p/ ficar ... e quantos dias eu devo ficar (4 ou 5 está bom ??)p/ depois dar aquela esticadinha p/ Bs.As. ...se algum seguidor fiel do Riq puder me ajudar... valeu !!! Bjs

Majô
MajôPermalinkResponder

Acho Carneiros, simplesmente mágica. É exatamente essa foto de Carneiros que tenho como descanso de tela no meu computador. Como diz o Riq, fala baixo pra não estragarem esse paraiso...

Juliana Scherz

Apesar de estar morando no Rio, dia desses eu voltei pro Recife e gostei muito do barzinho Copo Americano, um rodízio de petiscos delicioso!! O filé com queijo é imperdível!! Fica nas Graças, próx. ao Clube Português e tem estacionamento com manobrista.

Nico
NicoPermalinkResponder

Ricardo,

Muito obrigado mesmo!...Sou visitante diário de seu blog e enviei o roteiro desprentensiosamente achando que vc poderia me dar algumas pequenas dicas. E quando entro hj aqui (surpresa!) há um post de um roteiro personalizado e detalhado para mim e minha esposa. Adoramos a remodelação que vc fez e vamos seguir tudinho!

Já imprimi tudo aqui e guardei em arquivo o roteiro!

E agradeço tb a todos os blogueiros que enviaram suas sugestões que com certeza serão bem úteis.

Abraço

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

RIQ: Bom diii mais !!
__________________________________________________________
Em Recife uma locadora local e super atenciosa é a
reciferentacar@terra.com.br
fale com o Meceldo, explique seu roteiro ( o carro tem que estar inteirissimo ) e barganhe; um carro com ar sai a partir de 80 por
dia kilometragem ilimitada;fones do Meceldo são ( 081)30882753
e 99734022.( ano passado ele me pediu 100 reais para pegar
o carro em Maceió ;que é o preço do onibus)
___________________________________________________________
Em Carneiros tem hospedagem novinha em folha no
Arikinda , dois terrenos antes da Manga Rosa
___________________________________________________________
Em Alagoas ,do lado oposto a Massaguera ( passa a ponte e
entra a direita num muro branco no sentido Massaguera Maceió)
tem a entrada para minha praia preferida da região : Prainha
É preciso arodar 5 min estacionar o carro , pegar um bote a remo e atravessar a pé uma pequena duna para chegar ao paraiso.
( só na maré baixa e com sol)

Euclides Netto

Nico
Bem, fiz um roteiro bem parecido em Janeiro.... Um grande problema de quem escolhe a hospedagem pelo site é saber se aquilo q vc viu é exagerado ou real, aqui vão minhas impressões
Fiquei na amendoeira ( rota ecológica).... perfeito, os donos são bem atenciosos e jovens, é tudo o q falam e algo mais......o mar é perfeito...calmo, bem quente, vc irá comprovar q é mais quente do que qualquer outro lugar do mundo, quem sabe do universo........a comida nem se fala, mas é culinária experimental e meio natureba. O site é bem real. Ah, tem uma praia próxima chamada Praia do Morro, linda de morrer.... totalmente deserta, imperdível. As piscinas naturais são bem vazias e tranquilas porém menos exuberante que as de maragogi. Tranquilidade, praia deserta , td de bom mesmo. Fiquei 3 dias, achei ideal
Fui a Maragogi tb, fiquei no novo Resort(Miramar) que fica em ponta do mangue, melhor trecho de praia de maragogi, mar azul clarinho evite ficar na cidade, é bem muvuca . O hotel é mto bom, e como estar abrindo agora vc paga um bom preço no sistema Tudo Incluso. Foi a grande surpresa da minha viagem, adorei o hotel, só tinha muito argentino, mas não eram nocivos. Brincadeira, pessoal era bem gente boa. O problema era q o pessoal do hotel falava + espanhol e eu me senti numa viagem internacional, acabou sendo bem divertido. O site não reflete o hotel. O hotel é melhor ao vivo. Acho maragogi indispensável pelas piscinas naturais. Pra quem vem de longe então...
Fui a carneiros Também: Decepção, eu sei q muitos vão me xingar mas me explico: Ñ me decepcionei pelo lugar, aliás esperava algo meio deserto que não é bem assim, ao menos em janeiro. O que me irritou mesmo foi a hospedagem, Manga Rosa. É eu sei q o RF indicou aí em cima mas vou dar minha versão. São 3 chalés, bem simples, chão de cimento se não me engano. Enfim, não quero entrar em detalhes, mas garanto que ao vivo não é 10% do que se mostra no site. Talvez essa Arikindá seja melhor, mas tb não conheci. Parece que tem um hotel novo, Baia branca.
Quanto as outras dicas assino em baixo, mas nunca fuia Foz. Maceió é 10, as tapiocas na praia de todos os sabores derrubam todos os conselhos de não comer muito.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Argentinos nocivos foi genial! rs

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Falando em argentinos...

Gente, eles estão por todo o nordeste!

O que acontece? De repente o Brasil ficou interessante pra eles, ou somos uma opção mais em conta pra eles?

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Riq

Que tal vender este roteiro para os estrangeiros para pequenos grupos, em vans? Bem que daria certo! Em pousadas de charme, então ,nem se fale !

Ricardo Freire

Sylvia, não achei nenhum rastro dessa Arikinda, nem mesmo como Ariquinda, na net. Quando eu estava fazendo o post eu me lembrei que você tinha me mandado alguma coisa sobre pousada nova em Carneiros, mas no endereço do gmail só achei fotos das espreguiçadeiras... se você mandou alguma coisa pro endereço freires ou pro uol, tá no laptop que foi no conserto e não voltará jamais (tela pifada)... Você tem algum contato da Arikinda?

Ah, sim, e uma nota de falecimento: a Prainha sumiu depois das ressacas brabas de setembro do ano passado...

Euclides, você fez Carneiros depois de se hospedar na Rota? Descobri que é muuuuito difícil alguém gostar de qualquer pousada ou hotel em Carneiros depois de ter se hospedado nas de São Miguel-Porto de Pedras-Japaratinga... Por isso estou sugerindo Carneiros na ida, e não na volta (quando seria mais prático, pela proximidade do Recife). Mesmo o hotel mais bonitinho da praia (o Pontal dos Carneiros Beach Bungalows) ou o melhor hotel da cidade (o Baía Branca) não impedem a sensação de downgrade. O negócio é ir antes, e pensar na pousada como um apoio para estar na praia (sobretudo ao amanhecer e no fim da tarde, quando não haverá grupos...)

E devo discordar quanto às Galés. Aquilo virou um banho público japonês... é muita gente, muita zona, muita ração pra cachorro sendo dada pra peixinho...

Marcio Ito, os argentinos estão no Nordeste há aaaanos... eles recolonizaram o Arraial d'Ajuda e Morro de São Paulo, são os melhores clientes do Jatiúca em Maceió, e não é de espantar que eles descubram outros lugares mais ao norte. O Brasil não tem o mar do Caribe, mas é mais perto e infinitamente mais divertido...

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

É revanche, Marcio...ou estão fugindo de nós! rs
O que tem de brasileiro na Argentina é inacreditável! rs

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Sugestão

Ao inves de ficar em Recife, sugiro o Hotel sete colinas, simpatica pousada em Olinda, www.hotel7colinas.com.br, com ambiente agradável, e bem mais em conta do que os hotéis em Recife, e de Olinda a Recife não se gasta mais do que meia hora de carro. O preço no site é de R$ 202,00 mas creio que dá para negociar.

Analice
AnalicePermalinkResponder

Riq e demais passageiros do blog,
Queria dicas de roteiros pelo Vale do Loire, descendo até os arredores de Bordeaux (indo até Carcassone). Farei esta viagem de carro em setembro e já me decidi por alguns hotéis, mas gostaria de saber as principais atrações. Chambord e Chenonceau já estão no nosso roteiro!
Obrigada a todos!

tamara
tamaraPermalinkResponder

Oi Riq,

Fugindo do assunto, mas hoje fiz uma prova para técnico administrativo do MP-RJ e um dos textos da prova de português era seu!!! Era um texto da Época, mas não decorei a data, e também não pude trazer o caderno de prova, mas era um que você fazia a comparação entre o planejamento de uma viagem e o desenvolvimento de um enredo por uma escola de samba. Espero ter me dado bem em cima do seu texto, hehe.
Bjão.

-BoRiS-
-BoRiS-PermalinkResponder

Olá Ricardo!! Parabéns pelo seu Blog aí, Muito Bom mesmo...
Eu quero firmar uma parceria com você... Eu colocar teu link no meu blog e vc colocar meu link no teu blog (BlogRoll) que tal amigo? Parcerias são sempre Bem vindas

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

RIQ
Eu madei para vc fotos do Arikindá.Não tem site, e els me disseram
que não precisam fazer divulgação pois é a barraca de praia mais
bonita e com mais infra de Carneiros.Em Novembro de ano passado
estavam concluindo 4 suites ( em duas casas), e aposto que são
a melhor opção da praia pois fica bem no meio da baía e é de
muito bom gosto ( a barraca/ as suites por tabela)
Mas é facílimo de conferir: é só entrar no Bangalô do Gameleiro
( a entrada é livre pois tem um bar-restaurante) e pular a cerca.
______________________________________________________
VIU PQ A GENTE TEM QUE IR AOS LUGARES ANTES QUE
DESAPAREÇAM ??? A MINHA PRAINHA SUMIU....
Que notícia mais triste....
Quantas vezes ao dormir ou acordar eu me imaginei
naquele braço -de-areia particular comendo um peixe
delicioso feito por dona rosa que o menino levava pro
outro lado da duna com um coco geladissimo pra acompanhar..
Ao descer da canoa, atravessava a duna, escolhia um pedaço
de areia e outro de mar infinito e pedia pra meninada montar
um QG, com mesa, cadeira, ombrelone e a cada meia hora
levar um coco gelado.
Meu paraiso particular virou uma estrela.

Ricardo Freire

E eu, que nem cheguei a conhecer, Sylvia?
sad

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

RIQ;
Vc é um cara de sorte: não conheçeu ,logo não perdeu .
Vc não pensa em perder o conteudo do notebook né?
É só retirar o C e botar para ler e copiar em outra máquina.

Majô
MajôPermalinkResponder

Sylvia,

Qual é a Prainha ?

Ricardo Freire

Sylvia, eu já tinha copiado tudo do computador. Mas acho que deixei fora um lote de emails enviados pro endereço freires/uol. De qualquer forma, quando eu desistir oficialmente de esperar a peça que pode reviver a tela, eu pego o bicho e vejo se faltou copiar alguma coisa.

Majô, tanto a Praia do Saco quanto a finada Prainha ficam entre aquela lagoazona da ponta sul de Salvador e a Praia do Francês.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

A falecida era apenas uma duna perdida entre a lagoa e o mar.

A maioria dos frequentadores eram locais e era a parada
oficial para banho de 30min do barco cheio de turistas que
faziam o "PASSEIO DAS SETE ILHAS" da lagoa do Mundaú.
O "barato" era atravessar a duna e ficar numa praia 100%
particular a 10 min de Maceió.

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Sim Riq, os argentinos estão há anos no nordeste do Brasil, mas não nessa quantidade que tenho visto de uns tempo pra cá!

No Airbus da TAM de SP à Natal, 1/2 dos passageiros eram argentinos. Até parecia que eu estava num vôo das Aerolineas Argentinas...

Mas te digo uma coisa, sem querer ofender ninguém, esses argentinos que vão pro Nordeste, são infinitamente mais educados e civilizados que aqueles que iam pra Floripa!

Quanto sua observação ao Euclides, de que qualquer lugar depois da Rota é um downgrade, assino embaixo e ainda reconheço firma!!

Em 2004, fiz essa burrada! Se nem Carneiros aquenta esse tranco, imagina Porto de Galinhas. Depois de passar 7 dias no Nilo, fui pra lá...

Nossa, a diferença foi brutal pra nós! Realmente, não dá não! A Rota tem que ficar por último mesmo.

Quanto as galés de Maragogi, bem em 2002 quando fui pra lá, já tava farofa, e pelo visto agora deve ter descambado de vez.

Minha cunhada foi em 2004 e saiu de lá horrorizada!! Ela viu até cocô boiando na água.

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Ih Mô, é verdade!

Nós estamos invadindo a "praia" deles, e eles estão invadindo nossas praias!

Nesse duelo Brasil X Argentina, quem vai levar a melhor? rsrs

Majô
MajôPermalinkResponder

Sylvia e Riq,

Achei que era perto de Carneiros, não estive na Praia do Francês porque me disseram que estava destruida pelo turismo predatório, aliás li no Riq, desisti.

Márcio,
A 1a vez que fui pro Toque, eu queria muito conhecer Maragogi e Porto de Galinhas e o Nilo dizia não vai não, vá a Carneiros, PG já tem até prédio, e Maragogi montes de turistas, até queijo coalho derretido vendem dentro do mar. Não fomos, e a ida a Carneiros foi o máximo, só tínhamos nós e 2 portugueses andando na praia.
Aliás, quanto aos turistas estrangeiros, ´não cruzamos com nenhum argentino, sempre muitos portugueses e italianos naquela região, vários compraram pousadas por lá.

Mô,
Vendeu bala garoto esse fim de semana ?

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Só uma dica rápida para se bater aquela vontade de comer uma pizza no Recife: a pizzagia Gio, indicada pelo pessoal do hotel onde fiquei hospedado, servia boas pizzas num ambiente moderno em Boa Viagem.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Mais uma a copiar...é um roteiro que já está há algum tempo na minha listinha, talvez até o faça este ano.

Lea
LeaPermalinkResponder

Riq, ótimo mesmo seu roteiro, adorei! Eu que sou super fã da Rota Ecológica adorei vê-la como chave de ouro do roteiro -- fora que teambem tenho muita vontade de conhecer Penedo e a foz do São Francisco.

Nico, vc vai adorar essa viagem. Não tem como não gostar!!! As praias de Alagoas são talvez as mais bonitas que eu já vi, e o mar quentinho, ai ai...
Durante sua estada na Rota, se você preferir almoçar antes da balsa e não tiver ido ao Beijupirá de Carneiros, como o Riq sugeriu, peça para o pessoal da pousada ligar para a Aldeia Beijupirá e reservar pra você almoçar lá. A pousada é maravilhosa e a comida.... hummm!

Sylvia, adorei suas dicas, anotei tudinho!
Beijos.

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Olá Riq ! Ano passado aluguei um gol com ar para minha viagem pela Rota Ecologica por R$ 65,00 por dia. Meu azar foi que no último dia a bomba de combustível quebrou e isso me custou a manhã toda até o socorro chegar. Se o carro fosse da Localiza e quebrasse não sei se o socorro seria mais rápido. A diferença de prçeo é brutal...

Carol
CarolPermalinkResponder

Nico, Carneiros é fundamental! Fiquei um dia e acabei voltando depois.
Se é para descansar , admirar , o melhor é ficar numa fazenda de coqueiros que tem umas casas lindas para alugar.

Danielle
DaniellePermalinkResponder

Sylvia, fiquei super curiosa com o tal Arikindá e também não consegui Googar nada a respeito ! Preciso de mais informações !!! Web neles, por favor !

Euclydes, eu também fiquei no Miramar assim que ele abriu (cheguei lá em 03/01 e ele tinha aberto em 20/12). É muuuuito melhor do que diz o site !!!! Em contrapartida, fiquei no Baia Branca em Carneiros e tudo de surpresa agradável que eu tive com o Miramar em Maragogi, eu tive de decepção com o Baía Branca ! É horroroso ! E ainda se diz Baia Branca resort. Só se for "Rizorti"...

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Nico
Em Olinda, não se esqueça de comer também no Goya Atellier (tem no Freire's tb), que é uma delícia, com ambiente agradabilíssimo, principalmente na hora do almoço, mas se tiver que escolher entre ele e a Oficina do Sabor, escolha este último, realmente "imperdível".

Eu tb fiquei no hotel 7 colinas em Olinda e amei. Repito a dica do Ernesto.

A praia do Carro Quebrado em Alagoas está pra mim entre as praias mais bonitas do Brasil. Pegue a balsa pra Ilha da Croa e tente chegar a praia sozinho, sem os "chatos" dos guias locais que insistem em dizer que é muito difícil. Chegamos sem problemas.

Ricardo Freire

Já eu não consigo ver graça em Carro Quebrado. Tanto trabalho pra chegar numa praia de mar turvo...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

´CARNEIROS : se for fora de feriado e fim de semana é simples:
chega e confere ( entra no bangalos do gameleiro, e vão enxergar
o Arikindá )

ARIKINDA dá isto no google

[XLS] scpi_licenca_emitidas_200619 2Formato do arquivo: Microsoft Excel - Ver em HTML
772, Projeto Hoteleiro Arikinda dos Carneiros Ltda, 00302201491, Hotéis, Não Possui, Não Possui, Não Possui. 773, Prolev do Brasil Ltda, 05509693000166 ...
www.cprh.pe.gov.br/downloads/li-2005.xls - Páginas Semelhantes

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Já que CARNEIROS continua vou dar minha opinião:
A ultima vez que estive lá foi em novembro passado ( 3 dias e noites)
Lua cheia, meio da semana, sol a pino.
A melhor parte da praia é antes da ponta dos bangalôs.
Dificel lá é conseguir jantar sem ter que cozinhar ou chamar cozinheira.
Tem tele entrega de Tamandaré ou então tem que jantar as 5 horas
combinando préviamente.
Não gostei do esquema da Manga Rosa , que ao meu ver só é
legal se ficar na "casa grande", que cabe um monte de gente.
Para um casal, uma boa relação custo-beneficio é a CASA AMARELA
DO GAMELEIRO (estavam construindo mais duas), novinha e simpática
e a 20 metros das do Arikinda , que já devem estar prontas.
Um passeio de lancha até Guadalupe é uma boa pedida (120 para quatro)

Flavia Penido
Flavia PenidoPermalinkResponder

Gente, eu estou correndo pra caramba e nem tá dando tempo de ler as mensagens direito...buáááá. Mas eu tenho uma dica boa para a
FOZ DO SÃO FRANCISCO: eu fiz o "passeio" da Foz do São Francisco com um guia que foi o máximo, contou um monte de coisas interessantes e ainda me levou para ver o pôr do sol nas dunas - com o São Franscisco ao fundo com direito a esquibunda em uma duna de-ser-taaa...Como eu guardo essas coisas, segue os dados: Farol da Foz Ecoturismo - o guia chama Robério Góes - fone: 82 3552 1298 - 9975 1975 ( faroldafoz@ig.com.br).
Beijos a todos!!!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq,
Nos dias que eu fui a praia do Carro Quebrado (março de 2005), o mar estava verdinho, com uma cor linda. Aliás, nós iríamos apenas um dia lá, mas gostamos tanto que fomos dois, quando estávamos em Maceió.

Mas todo o litoral do Alagoas é lindo e a cor do mar desse estado é a mais bonita do nordeste do Brasil, eu acho (não conheço Noronha ainda).

Ricardo Freire

Obrigado pelo fidibeque, Paula. Eu também acho que Alagoas e Pernambuco têm o mar de cor mais bonita do Nordeste continental. Eu sempre me encafifei com Carro Quebrado porque as duas vezes que estive lá a água estava turva, e em todas as fotos que vi da praia, também. Que bom que ela também fica verdinha de vez em quando...

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq,
Não tem de que!

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Pelo visto eu e a Paula temos gostos parecidos!

sandra
sandraPermalinkResponder

Ricardo,

Na Oficina Brennand funciona, a partir do meio-dia, o café brennand, que tem inclusive almoços, além de lanches. O cardápio, salvo engano, foi elaborado com consultoria de Douglas Vanderley, do É.

Fora isto, aqui no Recife, falando de Japonês, além do Soho, recomendaria (até com maior entusiasmo) o Kojima (tb em BV) e o Quina Do Futuro (no bairro dos aflitos, perto do Parque da jaqueira).

Sandra...

sandra
sandraPermalinkResponder

Esqueci de dizer que em carneiros, não tem, graças a deus, muito bar de praia, só uns 3...
Entre eles, o JOBAR, que fica no mesmo sítio a beira mar dos chalés gameleiro, é disparado o melhor.... em resumo, tem o melhor astral.

Lilian
LilianPermalinkResponder

Olá Ricardo

Vou pra Fortaleza depois da Páscoa e li seu blog e a edição especial da revista Viagem para me informar. Porém depois de ler tudo fiquei com uma dúvida: onde é melhor se hospedar? Em Meireles, onde aparentemente há mais hotéis e mais facilidades para os turistas ou na Praia do Futuro, onde dá para frequentar a praia e as barracas são animadas?
A questão facilidade de locomoção é muito importante pois detesto dirigir e por isso não pretendo alugar um carro.

Obrigada!!

Lilian

Ricardo Freire

Lilian, Beira-Mar (tanto faz se em Meireles ou Mucuripe), sem dúvida. A região da praia do Futuro morre à noite, é difícil pegar táxi. Na Beira-Mar você vai estar perto dos restaurantes e bares da Aldeota e da Varjota, e também do Dragão. Vá à praia de táxi ou ônibus.

Mas vem cá: tem certeza de que você quer ir nessa época a Fortaleza? Eu deixaria para ir entre julho e dezembro, quando o tempo é espetacular. Os meses de março, abril e maio são tidos como os piores do "inverno" cearense. Entrei agora no Climatempo e a previsão para os próximos cinco dias é de manhãs nubladas com alguma chuva e tardes com tempo mais firme. Não é a melhor época para ir ao litoral do Ceará, não!

Lilian
LilianPermalinkResponder

Oi Ricardo obrigada pela resposta!
Realmente não é das melhores épocas para ficar lá, mas foi uma oportunidade que surgiu de última hora. Vai ser uma pena se eu não conseguir aproveitar a praia, mas se o tempo fechar também não vou achar nada ruim explorar o lado cultural da cidade e muito menos sentar num restaurante e ficar horas beliscando frutos do mar. Só espero que a cidade não tenha problemas de alagamentos...

Teresa Carvalho

Oi Riq,
que saudade!
O Quinta da Canta continua aqui - esperando a sua volta.
Finalmente vamos passar uma semana na Rota Ecológica, que vc recomenda faz muito tempo.
Estava pensando em ir para a Pousada do Toque mas ontem me falaram de uma ao lado, de um belga, gastrônomo, chamada Côte Sud.
Vc conheceu?
É bem mais barata e dizem que a comida é excelente. Não lí nada sobre ela.
No seu blog, entrei na Amendoeiras e me pareceu legal tb. Não tenho como comparar.
Vc pode me ajudar?
Beijos, saudades
Teresa e Sergio Lima

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar