Adote uma rua

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Aproveitando essa fase paulistana do blog, me lembrei de publicar uma coluna do Guia do Estadão que não postei quando saiu porque a câmera estava no conserto. Mas como eu passei anteontem por lá, a crônica pode ser devidamente ilustrada...

         avanhandava350.jpg

Se essa rua fosse sua, você mandava ladrilhar? Walter Mancini mandou colocar paralelepípedos cor-de-rosa. Ficou lindo. A rua de Walter Mancini, como você sabe, é a Avanhandava – que, desde segunda-feira passada, é a mais bonita e bem-cuidada de São Paulo.

Na Bahia, que é um lugar mais antigo e, portanto, mais civilizado, o logradouro já teria sido sido rebatizado Rua Walter Mancini. Para que esperar? Lá eles têm Avenida ACM e Avenida Dorival Caymmi. Quando você passa pela Avenida Tancredo Neves, por alguns instantes chega a pensar que o Aécio ainda tem tio avô vivo.

avanhandava450.jpg

Só sei que estou adorando essa nova onda de ruas comerciais reformadas, com a Prefeitura rachando a conta com lojistas e cartões de crédito. Adotar ruas é a única saída para São Paulo ficar menos feia.

Não é de hoje que as únicas ruas realmente bonitas da cidade são as privatizadas. Veja o caso das Z-1, por exemplo. As zonas estritamente residenciais são bem-cuidadas porque seus moradores se acham donos da rua. Basta dar dois passos para fora de uma zona protegida para ver o descaso reaparecer. Em São Paulo, infelizmente, quando uma rua não é de alguém, ela não é de ninguém.

avanhandava451.jpg

Apesar de sentir falta de mais ruas bonitas na cidade, eu sempre antipatizei com esses bolsões de Z1 encravados na zona central. Em qualquer outra grande cidade do planeta, quando a pessoa não quer que outros cidadãos passem, estacionem, jantem ou façam compras na sua rua, ela vai morar longe. Subúrbios residenciais foram feitos para o subúrbio, não para o centro.

A novidade das ruas comerciais reformadas é que elas são as primeiras ruas que se embelezaram para receber, e não para afastar, visitantes. E numa cidade que parecia conformada com calçadas de menos e postes demais, trata-se de uma revolução.

Pensando bem, é de espantar que isso não tenha acontecido antes na Amauri e na Oscar Freire, e que esteja demorando tanto a acontecer na Vila Olímpia. Por outro lado, é admirável que uma ruazinha no centro esteja na liderança do movimento.

avanhandava452.jpg

Passei na Avanhandava no entardecer de terça-feira. Está tão bonitinha que, quando o quarteirão acaba, você quer mais. Por que parou, parou por quê?

Antes de voltar para casa, passei na Central 22, a lanchonete do Walter Mancini, que tinha acabado de abrir (mas a partir de quarta começaria a funcionar às 11 da manhã). Segundo a Maria, que me atendeu, eu comi o quarto sanduíche de pernil da história da casa. Vou lembrar de contar isso para meus sobrinhos-netos.

21 comentários

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Podiam ampliar e fazer: adote uma cidade, um estado, um país.. Quem sabe assim não desse jeito nessa zorra?

Angela
AngelaPermalinkResponder

Na época da reforma trabalhava na Av. São Luis e passava pela Avanhandava todo dia, acompanhei essa gostosa transformação. Realmente ficou linda!

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Cada grande empresa podia fazer isso com uma rua do centro de SP. Seria ótimo. O centro é lindo só precisa de um "banho" e de mais respeito da população e principalmente dos politicos de SP.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Riq, só passei de carro e dei uma olhada na Avanhandava nova...dava para ver que estava linda. Um dia desses vou até lá para ver e comer, que ninguém é de ferro...
Essa nova onda de revitalização está me surpreendendo. Esperaria que acontecesse nos Jardins ou até no Itaim, como você comentou. Mas o centro tomou a dianteira e até a rua onde tenho meu escritório, aqui em Santana, também está passando por ela. A calçada já foi refeita, só faltam as floreiras. Os fios não foram enterrados, mas...uma coisa de cada vez.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Realmente é uma boa idéia. Já que o estado não cumpre sua obrigação, que se entregue a quem tem vontade. Aliás, o Tancredo era avô do Aécio, não tio...

Ricardo Freire

Ixe, bem lembrado, Leandro -- espero que tenham corrigido no jornal!

Majô
MajôPermalinkResponder

A rua está um charme ! Aqui no Rio, há vários anos há parcerias com a Prefeitura. Por exemplo: a praça N.Sa. da Paz foi adotada há muitos anos pelo Banco de Boston, depois passou creio para o City. O Jardim Botânico do Rio tem vários padrinhos, desde Antonio Bernardo que adotou o Orquidário ao Banco Real e outros.
A rua Garcia D´Ávila foi arrumada pelos lojistas da rua, desde calçamento até plantas, gostoso sentar p/tomar café no Alessandro Frederico, ou sorvete no Mil Frutas.

Riq,
Feedbak : fui conferir o Palladium no Leblon que você falou e eu não conhecia. Realmente é novinho.
Em termos de localização não acho diferença entre ele que é na 2a quadra depois da praia, e o Claridge e o Leblon Inn na 3a.
Para mim as diferenças são, Palladium= hotel novo e Claridge e Leblon Inn = flats.
Para casal com criança acho os flats vantajosos por terem a sala onde pode dormir uma criança. E o café da manhã no Leblon Inn e Claridge é servido na cobertura que tem a vista do Dois Irmãos e do mar.
Bem, esta foi a minha modesta avaliação.

Ricardo Freire

Obrigado, Majô!

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Judiação falar de sanduíche de pernil, Avanhadava, Mancini, e quetais nessa altura da manhã, quando a fome já está cercando... eek

Lena
LenaPermalinkResponder

Acho que devido ao embalo destas parcerias da Prefeitura, que revitalizou a João Cachoeira e a Joaquim Nabuco no Brooklin, estão reformando várias calçadas de São Paulo com estes bloquinhos (não sei se são paralepípedos ou ladrilhos hidráulicos...) rosa e cinza. Acho lindo! Fica bem mlhor que aquela calçada cimentada toda arrebentada pela Comgá e Sabesp!! Perto de casa já estão arrumando vários quarteirões.

Diogo
DiogoPermalinkResponder

O Riq ja aprendeu a diferenca de conSerto e conCerto, hehehe!
Brincadeiras a parte, ja vi muita gente bacana escorregar nessa, mandando a maquina pra opera, e arrumando musica...
O Professor Pasquale que o diga.
Mas o Riq, como sempre, tava ligado nos detalhes!
E o Diogo vota pra alguem adotar Brasilia, porque ta uma bagunca...

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Aqui, futuramente, a VnV Empreendimentos, Comunicação e Turismo podia adotar um rua...

; )

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Recuerdo que cuando estuve en Praga las grandes multinacionales
intentaban entrar en la ciudad. Pagaban la restauración del centro
histórico, pero se quedaban con los mejores edificios en propiedad.
No adoptaron, compraron y restauraron.
Pero, eso pasa mucho en Europa.Algunas obras las impulsan las Administraciones Públicas, otras tienen espónsor privado.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Tem outro Leandro aqui, vou dizer que sou o do Rio (espero que o outro não seja senão tenho que inventar outra coisa), aqui no Rio deviam fazer isso também, o Rio Cidade virou um fracasso, as ruas que foram beneficiadas já estão horríveis, o Rio Cidade Leblon está um horror, mas fora da área turística está pior, o do Méier foi destruído e o da Tijuca foi abandonado NO MEIO da obra, com postes no asfalto e tudo, mas nos dois primeiros casos não culpo tanto a prefeitura não, nosso povo adora destruir o bem comum, uma pena... Se eu fosse o prefeito fazia "greve de manutenção" (total) até a situação ficar insustentável, forçando uma pressão social pelo fim do vandalismo. Já existe um programa de adoção de praças que está dando centro em alguns bairros.

Kika
KikaPermalinkResponder

Não é pq a Bahia é mais antiga que ela é mais civilizada. Discordo plenamente dessa afirmação, assim como acho um absurdo o Porto da Barra ser considerado a terceia praia mais bonita do mundo.

ACM e Dorival Caymmi estão vivos. Mas Tancredo Neves morreu faz tempo razz

Paula Rocha
Paula RochaPermalinkResponder

Riq,
Fora o "esnobismo"do lugar e tal, a rua Vittorio Fasano conseguiu mudar de nome e ficou bem bonita, com novo calçamento e fiação elétrica pelo subsolo.
Eu acho que esse é o caminho.
Uma outra idéia que eu sempre tive, e que quem sabe escrevendo aqui tenha alguns outros "simpatizantes" é que, a prefeitura deveria, como Paris já fez a mais de 100 anos, organizar concursos de obras de artes que embelezariam a cidade, e ao mesmo tempo, divulgariam o trabalho do artista nos principais pontos da cidade. Não precisa ser nenhuma Torre Eifel não, a gente pode começar mais modestamente...

Eneida
EneidaPermalinkResponder

Queria abusar deste espaço para pedir aos tripulantes e comandante do VnV umas dicas sobre Bilbao, San Sebastian e região. Tenho acompanhado as discussões aqui já há algum tempo, mas acho que nunca vi nada sobre o país Basco. Será que alguem tem sugestões? Eu e o marido estamos querendo passar uns 4-5 dias lá em Julho. Sei que não é a melhor época, mas somos professores e não temos muita chance de viajar fora das férias escolares. Estaremos na Inglaterra, e queremos só "dar uma ida à Europa" (como dizem os ingleses...). Super obrigada e desculpa mudar o tópico assim tão totalmente.

Diogo
DiogoPermalinkResponder

Ue, a Carla nao pintou na area hoje?! Pois saiba, Dona Carla, apesar de estares dando dicas de gastronomia internacional no teu proprio blog, enquanto tens amigos com blog especifico para isso (olha a ciumeira do outro, hehehe), entra la entao porque tem um Ode a Carla hoje... apesar de tu nao merecer!

Bjos, vai la guria!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Povo, vocês estão sentindo tanto assim a minha falta?!? E no blog do Comandante, além de tudo?!?

Queria ter vindo aqui antes, mas o gremlin que agora mora na minha Internet voltou a atacar... Diogo e Diego, não consegui postar um comentário pra vocês no Destemperados, mas respondi a tudo lá no Idas e Vindas. Vocês são demais, o post sobre o Aqui Está Coco está fantástico!!!

Pessoal, amanhã tem homenagem a todos lá em casa ( http://idasevindas.wordpress.com ) - apareçam pra uma visitinha!

Bender
BenderPermalinkResponder

O brabo é chegar à conclusão de que o que não for adotado não é de ninguém, uma óbvia infalsidade pragmática.

Edésio
EdésioPermalinkResponder

Adotei uma rua, é o máximo ver os moradores e a população em geral super animados com a idéia e com as belezas de cada obra que vai sendo terminada.
está ficando muito atraente.
caso tenham mais idéias para melhorar entrar em contato
obrigado

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar