Enquete da semana: além das expectativas

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

É fácil a gente se decepcionar com algum lugar. Às vezes a gente joga as expectativas muito no alto. Outras vezes é uma simples questão de gosto pessoal. Pode ser também que você -- ou o lugar! -- esteja naqueles dias. Mas também pode ser um daqueles casos em que os santos, definitivamente, não batem.

mariachis450.jpg

Em compensação, não é o máximo quando você vai a um lugar sem esperar muito -- ou, melhor ainda: com uma forte intuição de que não vai gostar -- e acaba adorando?

centrodf450.jpg

Comigo já aconteceu várias vezes. A última foi na Cidade do México. Fiquei besta com a imponência da avenida principal, o Paseo de la Reforma -- e, ao mesmo tempo, com a escala humana da arquitetura, sem a selva de prédios das nossas metrópoles (sim, eu sei, é por causa dos terremotos). Andei muito de metrô e adorei bater perna em La Condesa, a Vila Madalena/Leblon deles.

florespolanco450.jpg

E com você? Que lugar (país, cidade, hotel, restaurante, companhia aérea, vale tudo) se revelou muito melhor do que a encomenda? (Não se esqueça de dizer por quê, pra gente também ficar com vontade de ir.)

167 comentários

Márcia B
Márcia BPermalinkResponder

Surpresas Positivas
* Colônia del Sacramento (por favor, quem for a Buenos Aires não deixe de ir lá. É o máximo. Linda cidade, com comida maravilhosa e dá pra fazer passeios incríveis, barco, vinícolas)
* Barcelona (fui num encaixe de viagem, e fiquei encantada com a animação e beleza da cidade e do povo)
* São Miguel do Gostoso (RN) (paraíso é ali)
* Angicos (acho que tenho algum ancestral do grupo de Lampião e Maria Bonita, fiquei arrepiada) e fora que a prainha do rio São Francisco neste ponto é maravilhosa)
* Brasília (amigos tornaram o local especial) Isso também faz a diferença em gostarmos ou não de algum local.

Surpresas Negativas
* Nova Orleans (fui no verão parecia que estava numa grande estufa, a umidade lá é 100%, ora que a noite dá muito receio de andar)
* Amsterdam (O centro é muito sujo e a abordagem às drogas é constante, chega a irritar, o ideal é sair do centrão. E ficar além do 2o canal)

Hugo
HugoPermalinkResponder

Um lugar que me surpreendeu muito foi Campos do Jordão. Já tinha passado lá antes e não tinha gostado, mas voltei para ficar uns dias e conhecer realmente a cidade.

Foi tudo ótimo, tanto os passeios como os restaurentes.

O hotel foi um caso a parte. Fiquei no Chateaux La Villette e achei o lugar maravilhoso. Tudo lá é bonito e requintado e o atendimento espetacular. Na verdade você se sente como um convidado passando uns dias na maior mordomia na casa de uns amigos.

Lea e Bia, fui até o Frontenac para conhecer e também não gostei muito. O hotel é muito metido a besta e com um atendimento que não te deixa a vontade.

Mas decepção mesmo foi Penedo e Porto de Galinhas.

Penedo eu ia ficar duas noites mas fiquei só uma. A única coisa que salva o lugar é o restaurante Jardim Secreto que é ótimo.

Porto de Galinhas é razoável, mas não chega nem perto daquele paraíso que pintam por aí.

Erika
ErikaPermalinkResponder

Até que enfim achei mais um (Hugo) que se decepcionou com Porto de Galinhas...hehehe...
Não sei se fui com muita expectativa, depois de olhar fotos maravilhosas e tal...mas... Maragogi dá de 10 a zero!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

LEA;
Maio em cinque terre é o maximo, tudo florido, não chove muito e
a temperatura é muito agradavel.
5 terre e a costa amalfitana estão na minha dos lugares mais lindos
do mundo
Olha que delicia esta pousada novinha:
www.bedandbreakfastmarco.com
Todos que se hospedaram lá adoraram, o Marco é um garotão que adora
futebol e se acha parecido com o Cacá ( até é...)
Maio tb é ótimo para Sevilha e Granada.
Fizemos o trecho de carro desde Albufeira e ,recomendo bastante pois
podes e deves ir ou voltar pelo litoral, parando em Puerto Banus
e dormindo em Torremolinos , Malaga , Marbella ou qualquer outra praia no caminho.
Dá para dar uma passada em Gibraltar e com um pouco mais de tempo
ir até Cádiz ( que é uma graça).

Lea
LeaPermalinkResponder

Sylvia,
Quero conversar com você sobre essas duas viagens! Como fazemos?

Aliás, essa é uma dúvida para debatermos aqui (sem querer ser fresca, apenas sendo precavida depois de já ter trocado várias vezes de e-mail): como trocar emails sem o risco do nosso endereço ser "sequestrado" pelos spammers?

Uma opção Sylvia, se vc puder, é me deixar um comentário no Tripling (tripling.blogspot.com) com seu endereço, que eu deleto depois!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Erika e Hugo, eu tive que voltar tres vezes a PGalinhas para gostar
( e gostar de verdade); mas é complicado :
Não pode ser fim de semana nem feriadão
Tem que ter carro
Tem que ter sol
Tem que ficar bem hospedado num lugar que não tenha grupos
Assim assim , perto na vila mas não na vila
Tem que ser na lua cheia ou nova ( do 2° ao 5° dia)
Ah! de dezembro a março nem pensar !
HAAARD!

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Lea

Tem o windstar, que eu fui, e as vezes tem promoções bem em conta (pegeuii um cruzeiro de 1 semana por 1200 dólares, tudo incluido, mas foi em 2002, hoje o preço mínimo é o dobro disto) , o windjamer, que são veleiros hisóricos, e alguns bem caros como o SEabourn, que geralmente não custammenos de 400 dólares. Qaunto ao balanço é algo pessoal para cada um. A mim, não incomoda muito, e quanto mais central for sua cabine, menor o balanço. Os navios de hoje tem estabilizadores, então não há tanto balanço, se voce não for do tipo que enjoa.

PARA TODOS : nossa 150 comentários.... Precisamos reunir a galera e nos conhecer na vida real....

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

LÉA;
Eu tenho um monte de endereços, mais exatamente cinco no meu provedor e outros dois no yahoo.
Dois eu uso exclusivamente para a internet, dois para trabalho e um
pessoal.Os do yahoo uso só para viagem e arquivo .
Quando começo a receber muito spam eu deleto e crio outro.
Podes pescar, já comentei

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sylvia, eu até que me esforcei em Porto de Galinhas pois fui no início de abril, fiquei na Tabapitanga, que é a pousada indicada no Freire´s e e deu sol todos os dias.

Mas.....mesmo assim não gostei. Não que lá seja péssimo, mas para mim, que moro em Belo Horizonte, acho que tem outros destinos no Nordeste bem melhores e com acesso mais fácil.

P.S. - Erika, às vezes fico até sem graça de falar que não gostei de Porto de Galinhas pois as pessoas acham que estou sendo esnobe.

Erika
ErikaPermalinkResponder

Silvia:
Acho q talvez deva ter sido o momento mesmo...Passei só 1 dia em Porto de Galinhas...sem carro.... tinham vááááários grupos... até que estava sol... e era Janeiro (alta temporada). Quem sabe eu volte pra tirar a má impressão?
Hugo:
Não se preocupe, eu tb fico sem graça smile É que ouvia sempre todo mundo falar tão bem, que quando fui conferir...
Bom pessoal, ainda não postei de lugares que superaram minhas expectativas:
- Fortaleza (gostei não só das praias, mas achei a cidade bem simpática).
- João Pessoa (não botava uma fé, mas amei!)

Carla
CarlaPermalinkResponder

Gente, pois eu dei uma sorte danada com Porto de Galinhas: fiz tudo certinho do jeito que a Sylvia explicou aí em cima, meio por planejamento, meio por sorte... Fui em um mês de agosto, no meio da semana, e fiquei 4 dias. Já saí de Recife de carro, e parei em Calhetas no caminho, pra ir dando um gostinho. Me hospedei no Solar Porto de Galinhas, que estava super tranqüilo. À noite, fomos à vila e eu tive o imenso prazer de ver as piscinas naturais pela primeira vez à luz da lua cheia!!! No dia seguinte, as jangadinhas podiam ter todos os logotipos bregas possíveis e imagináveis que não adiantava mais - eu já estava fisgada... Mas nem por isso fiquei só por ali - debandei pra Muro Alto, depois pra Maracaípe, Carneiros...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Hugo, tem problema não, como dizem no nordeste.
Vc não precisa gostar de Porto, o importante é encontrar um lugar
que vc ame de verdade, para voltar quando precisar recarregar as
baterias , e neste caso, vc vai amar com chuva, com montes de tursitas,com farofa, com axé ,cadeira de plastico branca, sargaço..
Tá bom, exagerei, mas é meio assim : tem que procurar o paraiso
e visitar ele sempre que der (até encontrar outro)
O meu paraiso é Maceió desde 1993, com o passar dos anos fui subindo pelo litoral mas continuo fiel às Alagoas .

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Porto de Galinhas é o destino mais "AME-O ou DEIXE-O" que já conheci, e com todas as razões para quem detesta. Ao ir lá pela primeira vez li reportagens do Riq que tratavam-na mais ou menos com a mesma imrpessão que vi. A vila (cidade) do Porto, é um lixo, as piscinas naturais só mesmo pra dizer que não deixou de ir. O grande JOGO é SAIR de Porto, hospedar-se para o lado de Muro Alto em diante e fazer TODOS os passeios que vão para o norte e o sul, que são deliciosos. Em meu blog escrevi longamente sobre Porto e está lá tudo pra quem quiser tirar suas dúvidas e até mesmo dar seu testemunho e impressões que serão úteis a outros viajantes! é isso aí, tripulação, o negócio é esse mesmo, divergir, argumentar e opinar!

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Hay un par de lugares que me gustaron por ser entrañables y mágicos, no esperaba nada, pero me llevé una agradable sorpresa:

-COLLIURE
-CARCASSONNE www.carcassonne.org

Están en Francia

Ricardo Freire

Lea, um jeito que eu costumo ver por aí para deixar endereço de email sem ser descoberto pelos robôs dos spammers é escrever por extenso -- tipo: xongas arroba gmail ponto com.

smile

Lea
LeaPermalinkResponder

Riq, adorei essa dica de escrever por extenso!!!

Elton
EltonPermalinkResponder

O meu lugar foi Dubrovnik, na Coácia.
A antiga cidade está guardada dentro de uma enorme fortaleza à beira mar. Dentro dos enormes muros ficam, praticamente intocadas, casas, igrejas e prédios. Algumas estruturas foram transformadas em lojas e outras continuam sendo residências, tudo muito original. A rua principal é toda de mármore, um espetáculo à parte!
As paisagens vistas do alto das muralhas são fantásticas, o mar de águas transparentes assume vários tons de azul. Fora das muralhas as mansões dos novos ricos dos antigos países do bloco soviético formam outro espetáculo e fazem pensar que férias fantásticas de verão eles aproveitam no balneário.
Realmente, uma grata surpresa, pretendo voltar e conhecer mais das praias e da cultura deste pedaço da antiga Iugoslávia banhado pelo mar Adriático.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar