Enquete da semana: caos aéreo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Esta semana queria pôr na roda um assunto quente.

Queria saber se o problema dos aeroportos tem afetado a sua disposição e os seus planos de viagem.

Você chegou a cancelar alguma viagem por causa do caos aéreo?

Está pensando em meios alternativos, como carro próprio ou navio?

Ou já se conformou com a confusão dos aeroportos como um estorvo a mais (feito o trânsito, a chatice das inspeções no embarque e a falta de comida a bordo)?

Conta pra gente, vai...

39 comentários

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Sim, no ano-novo foi uma luta para decidir onde iria (e se iria). Acabei escolhendo Buenos Aires, por ser vôo internacional. Por sorte, deu certo, mas em caso de apagão mesmo, deviso a falha de sistema ou chuvas, eu teria me ferrado.
No carnaval, fui para Uberlândia ver meus sogros, como tenho feito nos últimos anos, e fui pela Total para evitar conexão em Congonhas.

Jorge Bernardes

Eu cancelei minha viagem de Reveillon para as vinícolas de Bento Gonçalves. Iríamos visitar amigos que moram lá e curtir os vinhos. Cancelei porque estou com a esposa grávida (agora começando o 9 mês) e achei que não valeria o esforço e risco por apenas 3 dias que poderíamos dispor. Eu tinha bilhete da TAM e como eles não estavam nem cobrando multa de quem quisesse desistir, eu fiz a leitura de que eles não estavam podendo garantir nada. Preciso confessar que doeu muito desistir smile

No feriado de SP em janeiro, eu viajei de Varig na ida (foi ótimo) e de GOL na volta. (Um horror. 3 horas de atraso por nenhum motivo aparente).

Eu não estou viajando agora e estou sem planos, mas eu só arriscaria comprar bilhetes em vôo direto para partidas domésticas com a TAM, Varig e talvez Ocean Air. Ainda assim, acho super arriscado. Estou evitando GOL e BRA eu jamais vou comprar, aquilo é lotação.

Ah, eu moro ao lado de Congonhas, mas já decidi que não vou usá-lo para minhas viagens pessoais. Outro dia fui ao Rio com TAM e deu tudo certo, fui e voltei rapidinho, mas acho que foi loteria.

Minhas próximas férias, já com a Clara nascida, serão com certeza no exterior e comprarei um bilhete de cia estrangeira. Acho mais seguro fazer um vôo de 10 horas para o exterior com uma cia como a British, Continental e KLM do que tentar chegar a Maceió com a GOL, TAM, essas coisas.

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Eu ainda não tive que cancelar nada, ams já tive vôo atrasado. Tou morrendo de medo de quarta-feira meu vôo Rio-SP (pela TAM) atrasar e eu perder o SP-Johanesburgo... só posso fazer figa.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Ricardo, e Rodrigo

Que tal um post, ou mesmo um artgio sobre os direitos do viajantes neste caos, como por exemplo a indenização a partir de 4 horas de atraso?

Isto sem falar no descaso, pois eu queiria conhecer a sua tão falada rota ecológica em Maceio, no feriado de finados.Esperamos 1,2,3,4,5,horas, sempre com a ladainha ´"está para chegar", até que desestimos do voo. Pior do que tudo é a falta de informações e o descaso.

Arnaldo : voce tem 2 escolhas. Ir beeeeeem cedo, com pelo menos umas 6 horas de antecedência, ou contar com a possibilidade de perder o voo, e ai pode rolar um processo interessante contra a TAM. Se voce não tiver nada para fazer neste tempo, me mande um e-mail em pvt, e, se eu puder gostaria de tomar um café com voce, em Guarulhos.

Jorge Bernardes

Arnaldo, vc viaja já nesta quarta? Legal. Eu também quero acompanhar essa viagem. Outra coisa, uma gentileza se possível, tente observar como esse seu programa de safari poderia ser feito com crianças e a partir de que idade.

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

OK, Jorge. Vou pesquisar safaris com crianças e dou as dicas que encontrar, ok? Posso adiantar que já li algo a respeito sobre crianças. Mas uma coisa eu já diria: essa região que vou visitar é de risco de malária, portanto, não conveniente para crianças. De toda maneira, há outras mais apra o norte livres de malária.

Ernesto, vou sair de casa ás sete da manhã para um vôo meio dia pra SP (o para Johanesburgo é às 18 horas), assim, creio haver tempo suficiente. De todo modo, vou ficar atento ao dia de hoje e amanhã. se for necessário, altero a ida par aum dia antes. habendo tempo, te aviso em pvt sim.

Grande abraço.

Sylvia Lemos
Sylvia LemosPermalinkResponder

Jorge, parabens pela Clara !
Com a devida permissão dos pais , ela poderia ser a
mascote do VnV.Tem outros bbs VnV por chegar, mas creio que
a Clara será a primeira aqui deste time de tios.
Daqui uns 7 anos poderemos trocar impressões online com
o primeiro bebê e com os demais que estão chegando.
Bebês de sorte estes, que já nascem com o "virus do boarding pass " !

Daniela Siqueira

Eu deixei de viajar de avião no reveillon (o que não é grande coisa, porque eu me RECUSO a ser espoliada no reveillon só porque é reveillon) e acabei indo para uma praia de carro mesmo - o que foi ótimo: choveu sem parar. Eu só falava com a minha irmã: imagina se a gente tivesse pago aquele pacote chique para Búzios? A gente tinha passado raiva no aeroporto, morrido em muuuuuuuuuuitos reais (os pacotes do reveillon estavam especialmente surreais) pra continuar na chuuuuuuva!! Pelo menos eu tomei chuva de graça wink
No carnaval, viajei só no domingo e foi ótimo, tudo vazio em Guarulhos. Eu tento não viajar no dia que todo mundo viaja, ir antes ou depois. Agora com essa história de apagão aéreo, temos mais cautela ainda - especialmente porque a gente depende de conexão (o meu sonho ainda é morar do lado de Guarulhos, pra sair de casa só duas horas antes da viagem!!). Então, ou emitimos a passagem desde a origem (porque se a conexão atrasar, aí é a empresa que tem que se virar), ou saímos com hooooooras de antecedência. Resumindo: quem quer brincar de caça ao tesouro em Guarulhos? Eu já conheço aquele aeroporto um tanto...

Sylvia Lemos
Sylvia LemosPermalinkResponder

Como não consigo encontrar o comentário, ai vai minha
sugestão para UM DIA DE COMPRAS EM MIAMI
A primeira coisa é alugar um carro no aeroporto e ir direto
para Fort Lauderdale
Cacife um Holiday Inn ou similar na beira da praia
Vá direto ao Saw Grass , estacione na porta do Target
Compre tudo que quiser, coloque no porta malas ( cuidado para
não dar muita banda com as compras ) e de carro vá andando
pelo estacionamento e parando perto das portas ( anote
os numeros e corredores para não se perder)
Assim vc ecomiza muito tempo e não precisa caminhar com
montes de sacolas.
Alugar um carro sai muito mais em conta do que andar de van
ou taxi, e dormir em FLauderdale é muito mais gostoso que
em Miami.
Se vc quer coisas para casa que não encontrar no super mercado
vá a um home depot, tem vários no caminho.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Até hoje não cancelei nenhuma viagem por causa do caos aéreo. Mas no meu caso isso não é nenhuma vantagem pois, assim como a Daniela, não viajo em feriados ou em época de altíssima temporada.

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Oi, Ricardo e demais tripulantes,

Estou de volta depois de quinze dias. Na verdade, dos quinze, onze foram na Bahia e os quatro restantes gastei para me refazer das inacreditáveis 13 horas que levei para vir de Salvador ao Rio na última quarta/quinta-feira (mais de quinze se contar desde a saída do hotel até a chegada em casa). Como disse meu marido, quando ainda estávamos sentados em Congonhas sem saber se e quando chegaríamos em casa, tinha dado para ir a Paris. E tudo isso por quê? Porque o nosso trajeto era Salvador-CGH- SDU. Foram quase quatro horas no trajeto Salvador-CGH (dos quais uma hora e meia sobrevoando SP), quase quatro horas em um ônibus de Guarulhos a Congonhas (!!!?!!!) e o restante esperando um vôo que ninguém sabia quando iria partir em CGH. Tudo isso com uma criança de 2 anos (que apenas após à meia noite desmaiou de sono em meus abraços). E ninguém sequer nos ofereceu água, alimentação ou qualquer outro tipo de auxílio ou facilidade. Ao contrário, o que presenciei e vivenciei foi um espetáculo de caos e despreparo por parte de tudo e todos. O que acabo de descrever pode parecer um cenário de horror e, estejam certos, foi mesmo. Foi um fecho muito injusto para uma viagem bem bacana (que eu comento abaixo).

Depois disso tudo, a única certeza que me restou: Congonhas nem tão cedo ... Se a única opção for passar por lá, não viajo e pronto. Trata-se de uma enorme falta de respeito das autoridades e das Cias. Aéreas com os cidadãos brasileiros. Por que fazer do principal centro de distribuição de vôos do país um aeroporto como Congonhas? Até quando vão nos obrigar a passar por isso? (A propósito do tema, o bom texto do Zuenir Ventura no O Globo de sábado, dia 17).

Desculpem o desabafo ....

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Passei o carnaval no Rio e a ida BH- Rio eu optei pelo ônibus. Mesmo assim, o ônibus atrasou quase 2 horas e fiquei esperando sentado no chão em uma rodoviária absolutamente lotada. A volta, na quinta-feira, fiz de aviâo e não atrasou nem um minuto.

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Faltou o comentário sobre a viagem (com o feedback que o Ricardo tanto demanda).

Em primeiro lugar, ao Ricardo, o agradecimento pela utilidade do especial da Bahia para a VT. Fui com ele embaixo do braço o tempo todo e seguir as suas dicas permitiu que aproveitássemos melhor a viagem. Vale a máxima do Guia 4 Rodas: você foi antes e a gente pôde ir muito melhor por isso. Segue uma dica que não está no guia mas para quem vai à Salvador com criança (como no nosso caso), com idosos ou com preguiça me pareceu muito boa: há um passeio de carro elétrico que percorre o Centro Histórico e o Pelô que é possível pegar na saída do elevador Lacerda. Custa R$ 25,00 e dura cerca de uma hora e pouco, permite ao menos três paradas para visitas e outras para fotos e no fim ainda se pode combinar com o motorista de te deixar no Restaurante que quiser e marcar uma hora para ele voltar e te apanhar deixando de novo perto do Elevador. Isso nos permitiu uma visita panorâmica e completa do Centro Histórico (com rápida entradinha no Hotel do Convento do Carmo e tudo) com nossa pequena. Foi ótimo e eu recomendo (depois eu voltei com mais calma para uma visita mais específica)....

Ficamos no Pestana em Salvador e tenho uma queixa grande. O motivo que mais pesou na escolha foi a informação constante do site do hotel de que haveria um Kid's club lá. Chegando lá, porém, o tal Kid's club estava fechado e assim permaneceu em toda a nossa estada. E tome criatividade para distrair a nossa pequena. O hotel é bom, a vista é bonita, mas essa falha acima me levou a questionar se o Mercure ao lado de fato não teria sido melhor....

Por fim, estivemos no Vila Gallé Marés. O Hotel é muito bonito, o quarto é agradável e os serviços me pareceram muito bons. Já fomos no sistema all-inclusive (eu não bebo, mas, para o Ricardo, consegui identificar os rótulos das bebidas no bar da piscina, já os vinhos dos restaurantes buffet, até onde vi, eram nacionais). A comida, bem, a comida nos buffets era o que se espera de comida em buffet: em geral não é grandes coisa mesmo, para dizer o menos. Porém, na nossa estada, tivemos a opção de jantar por três noites nos restaurantes à la carte e a comida lá era bem melhor, o que compensou o buffet (jantares já incluídos nas diárias). Faltou também um cardápio próprio para as crianças. De todo modo, em comemoração ao Dia da Mulher, as hóspedes foram brindadas com flor, quinze minutos de (boa) massagem grátis e com um day-pass no spa para usufruir das instalações. Enfim, uns agrados que custam pouco mas impressionam os hóspedes. Um ponto negativo (mas que faz parte do risco Resort): uma convenção da TIM de dois dias no meio de nossa estada.
Um grande abraço e obrigada novamente pelas dicas.

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Olá Riq ! Eu abortei minha viagem anual ao Nordeste e troquei-a por uma temporada no litoral Norte. A perspectiva de passar minhas parcas férias de 10 dias em algum saguão de aeroporto foi suficiente para essa decisão.
Ia pra um resort em Angra, mas por deixar pra reservar a menos de 20 dias da viagem não consegui vagas. Vou pra Picinguaba mesmo.

Manu
ManuPermalinkResponder

Ola a todos,

Não derrubam meus planos não, Riq, mas que as viagens estão sendo muito mais cansativas e trabalhosas, isto estão. No Reveillon, meu voo saia do Rio as 20:30 da noite e, com medo de perder a conexão por causa do caos, saí de Vitoria as 08:18 da manhã!!! Passar o dia inteiro no Rio por causa de uma conexão, ninguem merece! Nestas horas, sinto saudade dos trens europeus, sempre tão pontuais e seguros, tornando as viagens muito mais divertidas e tranquilas...

bjs

Jorge Bernardes

Sylvia,

Sim, a pequena mascote Clara, será uma privilegiada. Enquanto no passado as crianças do passado sonhavam em passear a Tia Stella e Vovó Augusta, a Clara viajará com as dicas dos tios e tias aqui do VNV.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Eu já tinha planejado meu Reveillon usando milhas em setembro e não desisti. Dei sorte e não tive problema nem em Congonhas, na ida, quanto em Fortaleza, na volta.
Sinceramente...por enquanto não é isso que vai alterar a minha vontade de ir para algum lugar. Pode ser que, se eu passar por uma situação limite como esta, de esperar em aeroporto, sem previsão de embarque, talvez eu mude de idéia.
Se bem que os meus planos de viagem neste ano incluem somente o meu carrinho e não aviões...

Ricardo Freire

Patrícia, que ótimo esse passeio de carro elétrico no Pelô! Pena que o Pestana furou com o kid's club. E obrigadíssimo pelo feedback do Vila Galé Marés. Carmen, você não está mais sozinha na sua opinião! smile

Jussara
JussaraPermalinkResponder

OOOps respondi no post errado. Aqui vai de novo.
Minhas duas últimas viagens foram de avião e posso dizer que dei sorte.
A primeira em 10/11/2006 para Buenos Aires foi pela GOL e atrasou quase duas horas mas fomos premiados com um lanchinho grátis numa lanchonete bacaninha do aeroporto. Achei simpático por parte da Cia aérea. O inconveniente é que cheguei de madrugada em Buenos Aires. A volta, também pela GOL, no feriado de 15/11/06 foi tranqüila.
Em 25/01/2007, viajei para Miami pela American Airlines que foi pontual na ida e na volta.
As duas viagens foram por Guarulhos.
Ah! Um detalhe importante e que perdi a chance de incluir no comentário do post sobre surpresas boas. Nesse vôo da Gol, COMI UM SANDUICHE.
Acho que sou uma mulher de sorte….

Ricardo Freire

Só um comentário quanto às bebidas de all-inclusive -- normalmente todas são nacionais, sim, inclusive vinhos e espumantes. As únicas bebidas que não devem de jeito nenhum ser nacionais são uísque e gim. Mas nas outras tem a questão da marca -- por exemplo, se a vodca é Smirnoff ou se é Vagabundoska...

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Jorge

Do ponto de vista turístico, crianças com digamos mais de 8 ou 9 anos e que aceitem ficar sentadas no jipe, sem sair dele, podem ir num safari e vale a pena,será inesqeucível! Porém como todas as regiões são sujeitas a malária eu recomendo a voce conversar com o pediatra e pedir a opinião dele.

Bruno Vilaça
Bruno VilaçaPermalinkResponder

Até semana passada o problema era só Congonhas, por isso estávamos evitando qualquer coisa que pensasse em passar por perto... Mas depois desse fds de caos não sei mais de nada... Só rezando pra Nossa Infraero do Perpétuo Socorro. wink

Angela
AngelaPermalinkResponder

Olá, nunca comento por aqui, fico me deliciando só lendo os textos do Riq e os comentários. Mas essa vagabundoska me fez rir!!! Bjos!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Jorge, eu já preparei um post que vou publicar no blog, relacionado a tudo em termos de FAMILY SAFARIS NA ÁFRICA. parte dele já estava pesquisado, copiado e colado, ainda não devidamente trabalhado e traduzido, porque seria algo que eu publicaria sem dar grande destaque. Todavia, sua pergunta me fez lembrar que eu escrevo NÃO apenas para comprtilhar MINHA experiência, mas também ajudar a OUTROS viajantes ao prgramarem suas viagens. (minha "criança" já tem 25 anos e AINDA não sou vovô, deve ser por isso que o tema "safari com criança" não tenha surgido ...). mas esteja certo de que vou publicar algo o mais completo possível, com informações, sugestões, dicas, links e meu`jeito de pensar sobre o assunto. Abraço!

Anny
AnnyPermalinkResponder

Bom, estou afiadíssima para falar neste assunto depois de esperar 4 HORAS por um vôo de ponte aérea ontem.
Como sou uma carioca que mora em SP, mas com toda a família no Rio, pego a ponte aérea uma vez por mês, sem muitas opções (porque a viagem de ônibus, mesmo leito, é muito cansativa).
Na sexta dei sorte, porque peguei uma promoção da Gol às 13:30, então voei tranquila antes da chuva. Mas ontem....cheguei em SDU às 18hrs para um vôo às 18:30 que saiu às 22:30hrs!!! Cheguei em casa quase a 1 da manhã e bem desanimada em voltar para o Rio no mês que vem....
Mas, a gente acaba esquecendo o que passou e voltando para a cidade maravilhosa. Mas realmente vou tentar priorizar Varig e Tam, que apesar de tbm atrasadas, ao invés de 4 horas atrasavam 2 em média.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Comecei a encarar com mais carinho os roteiros mais próximos e possíveis de serem feitos de carro. No reveillon apesar de já ter visto preços, gastado horas em planejamento e escolhido o hotel em Maceió, optei por Ilha Bela temendo o caos nos aeroportos.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Bom, eu tenho evitado viajar nas datas mais procuradas - mas, a bem dizer, isso é o que sempre fiz... No Carnaval, fui para Buenos Aires na 4a.f. da semana anterior, porque tinha conexão em Guarulhos e estava preocupada com o aumento do movimento caso Congonhas fechasse. Felizmente correu tudo bem.

Agora estou pensando duas vezes... Fui convidada para ir a Gramado na Semana Santa, mas ainda não consegui vôo / hospedagem ou pacote a preços decentes, e o caos geral talvez me faça adiar a viagem para o 1o. de maio... (Eu te aviso, viu, Sylvia?)

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Bom, eu tinha uma passagem de SP para o RJ dia 23/12.
Desmarquei e fui de carro, o que sinceramente é cansativo, mas não mais que ficar horas no aeroporto no meio do caos.
Depois no dia 28/12 eu tinha uma passagem pra BsAs, pro Reveillon. Essa não desmarquei, mas peguei fila em Guarulhos de mais de 1h pra check in, depois quase 1h pra polícia federal, meu vôo atrasou tb.
Mas era esperado e dentro do horror que estava lá, até que foi razoável Teve gente fazendo bolão e dizendo que eu não ia conseguir viajar.
No Carnaval fui pro Chile e foi super tranquilo, nenhum atraso, nenhuma fica, nem na ida e nem na volta.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ops, fica = fila, em tupi-gribelês.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Mudar não mudei, mas faço tudo com um bom espaço para atrasos. Conexões muito justas nem pensar! Tomarei mais chá de cadeira de aeroporto.

Estradas? Não arrisco não. Se cair em um buraco, o prejuízo não vale a viagem, fora o risco de vida. Dirigir para você e para os outros.

Se nós tivesse trens.....

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Também acabei de voltar de viagem, após uns dias em Pipa e Natal. Dei a maior sorte!!
Voltei no sábado, dia 17, um dias antes desse caos... O mesmo voo que peguei no sabado com atraso de apenas meia hora, saiu no domingo, dia 18, com 5 horas de atraso.
Não cheguei a cancelar minhas ferias por causa do caos aereo, mesmo porque procuro sair fora da temporada, mas confesso que fiquei um pouco apreensivo dessa vez.
Se vocês acham que Congonhas que está saturado, Guarulhos segue o mesmo caminho.
Demoramos 40 minutos p/ passarmos no raio-x, domingo de manhã dia 04/03, sem feriado, sem carnaval, sem férias etc etc.
Gente, 40 minutos pra passar pelo raio-x num embarque doméstico! A fila já vinha lá de fora num caracol interminavel...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Este nosso CHAOS AÉREO é refletido em todos os voos das cias
nacionais, inclusive fora do país.
Sabado passado o voo da Gol de Buenos Aires para POA atrasou
mais de tres horas, devido a problemas em Guarulhos.
Chegamos em Ezeiza as 19h, no check inn informaram que o voo
estava no horario.Fizemos um lanche correndo antes da imigração
e , qual não foi a surpresa ao chegar no portão de embarque :
delayed e sem previsão.
O consolo (?) foi que no portão do lado o voo para Varadero estava
atrasado apenas 10 horas !!
Mas não achei ruim não, pois o Tkt custou uma barbada : 159 REAIS
cada perna ( + taxas, que são bem salgadas) , com um valor total
de menos de 500 REAIS ida e volta .
Ai vai minha dica para quem for para a Argentina:
chegar cedo e fazer o check inn : é muito demorado , e o free shop
é super grande e atraente .
Outra coisa que aprendi em Ezeiza é que não precisa pagar 4 pesos
por um copa de água , é só passar nos kiosques e pedir um "vaso
de água " por favor/muchas gracias e vc ganha um copão de água
mineral, com um sorriso pra acompanhar.
Eu a-dor-o estas descobertas.

karen
karenPermalinkResponder

Sim, nossas viagens têm sido mais curtas e de carro, vamos a cidades mais próximas de Campinas, geralmente no sul de Minas.

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Claro que afeta! Agora no carnaval evitamos aviões, apesar de amigos terem viajado sem problemas.
São as vindas corriqueiras de final de semana a São Paulo que estão se transformando em pesadelos devido à chuva, tanto em minha cidade (Uberlândia) quanto na capital paulista.
Se o avião chega com menos de 2h de atraso em Uberlândia já fico satisfeita. Até o pouso em São Paulo, são outros 500. Já estou me programando sempre para Guarulhos e não para Congonhas, do tanto que já virou rotina.

Nesse domingo, meu vôo era às 22h - CGH-UDI. Claro que o embarque só foi iniciado de fato à meia-noite, e o avião só saiu lá pela 1h da manhã.
E de fato pousamos, às 2h30.

Em Confins (BH).
O aeroporto estava fechado devido à chuva, e fomos para um aeroporto mais perto.
Alguns poderiam dizer, nada mais normal, pois chuva é chuva, com caos aéreo ou sem.

Alguém então pode me explicar por que eu só fui pousar em Uberlândia às 17h30?
Assim que chegamos em BH alguns passageiros preferiram esperar no aeroporto, sem dormir, e a GOL ofereceu hospedagem gratuita em um hotel e o traslado ida-volta para o aeroporto, e que seríamos "encaixados" no próximo vôo em Uberlândia (éramos 58 passageiros). Estava exausta e fui para o hotel, com mais da metade dos quase 60.
Pouco dormi, pois sabia que havia um vôo as 6h da manhã de BH para Uberlândia. 4h da manhã já estava de pé e pedi para chamarem a van da GOL, que não vinha nunca. Aguardamos todos no saguão do hotel por horas e a resposta que nos foi dada foi de que um ônibus já estava encaminhada. Por telefone, descobri que uma amiga que havia escolhido ficar no aeroporto já tinha chegado em Uberlândia às 09h15, junto com todos os passageiros que também estavam esperando por lá. Mas nós não.
Finalmente às 10h30 saímos do hotel e retornamos a Confins, chegando lá por volta de 11h30.
Nos falaram que o próximo vôo para Uberlândia seria apenas às 22h, e que o vôo da manhã já estava lotado. Não haviam separado uma aeronave para nós. Consideravam que nós éramos passageiros querendo ir de BH para Uberlândia, num dia comum, e não pessoas que estavam querendo chegar em casa desde a noite anterior!
Muita gritaria, baixaria, bagunça, e um grupo decidiu comprar passagens de outra companhia aérea (TOTAL) e depois pedir o reembolso. Alguns fizeram o mesmo pela TAM, mas não havia passagem para todos os 28 passageiros. Nesse momento, vários já tinham retornado para o aeroporto da Pampulha e tentavam embarcar em qualquer vôo
Acabei pegando um vôo para São Paulo da GOL (!) e de lá vim para Uberlândia no vôo das 15h30 da TAM, que acabou chegando aqui 17h15. Vou pedir o reembolso, mas fiquei simplesmente decepcionada com o descaso. Não há caos aéreo que supere tamanha desonestidade. Nos largaram no hotel e depois fingiram que o problema não era deles!
Dá pra entender porque estou com pavor de viajar de avião?
B-jos´
Luiza

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Depois de passar 4 horas neste domingo no Santos Dumont aguardando por um vôo de 50 minutos para São Paulo, com o risco de pousar em Guarulhos (afinal já eram quase duas da manhã), não dá pra não considerar um bom ônibus leito, que tem uma poltrona mais gostosa, filminho, lanche e, principalmente, horário marcado e cumprido.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Sim, eu não viajei no Carnaval e nem no Revellion, pois tenho horário de trablaho muito rígido nos dias que se seguiram a essas datas e tive medo de não poder honrar os meus compromissos profissionais.
O mais interessante, é que, todo mundo que conseguiu pegar o vôo horário certo ou demorou um pouco só disse que teve "sorte". Olha a que pontos chegamos! Sorte de conseguir que o nosso vôo, que deveria sair na hora, sai com menos de uma hora de atraso. Que país é esse?
Outra coisa, pensando bem, tô achando que vale pena compra ações (baratérrimas) da Varig. Pela confiança de vocês, viajantes, quem sabe e impressa não se reergue e as ações valorizam?
Bjos

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Paula,

Muita atenção, as ações Vagv da bolsa são da empresa antiga, que ficou com as muitas dívidas, a marca Nordeste e um rota. Todo movimento dela é especulativo. A CVM mandou inclusive que a cia mudasse o nome da empresa, mas o código da ação não mudou.

A Nova Varig não tem ações em Bolsa!

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Rodrigo, obrigada pelo toque. Isso é que dá "amador" se meter a comprar ações, hahaha
Vou ficar com as "blue chips" mesmo.

Majô
MajôPermalinkResponder

No Natal eu estava tranqüila, porque o nosso vôo saia do SD, e os atrasos eram no GIG. Mas, pra bagunçar de vez, a TAM tirou 8 aviões na véspera de viajarmos. No dia que embarcaríamos, 6a dia 23, telefonei para a TAM às 13:00h para checar se havia atraso, responderam que o vôo de 15:00h estava mantido, mas o dia 10 da manhã ainda não tinha saído.... Decisão entre mofar no aeroporto, ou ir de carro, com controle do tempo. 2a. opção, mesmo com muuuuita chuva perto de São Paulo, acho que melhor do que mofar no aeroporto. A dificuldade foi acertar a entrada na cidade, nas mil pontes na Marginal !!!
Usamos essa passagem agora no Carnaval. Tranqüilo na ida e volta, embarcando antes da hora.
Ida pra Toque em janeiro. Nilo jurava que todos os vôos estavam chegando na hora. A ida e volta via Recife (os vôos para Maceió todos com mil escalas, levando metade do dia), no horário normal.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar