Que Emirates que nada

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Eu deveria estar fazendo outra coisa, mas não dá pra não falar da nova rota conjunta da companhia venezuelana Conviasa com a iraniana Iran Air. A partir dessa semana as duas fazem um vôo semanal de Teerã a Caracas com escala em Damasco, na Síria.

Segundo o jornal El Universal, umas 10 milhões de pessoas, entre venezuelanos e outros sul-americanos, se beneficiarão da rota Caracas-Teerã, que surge como um marco das relações de irmandade e solidariedade entre Irã e Venezuela.

O Ministro do Poder Popular para a Infra-Estrutura, José Cabello, declarou à Agência Bolivariana de Notícias que "Irã e Venezuela estão lutando contra o imperialismo norte-americano e o capitalismo no mundo, pelo qual este vôo não tem precedentes".

Já a Ministra do Poder Popular para o Turismo, Titina Azuaje, destacou que este novo vôo "não é só uma transferência de capital, senão também uma aproximação entre povos irmãos, e por meio da operadora venezuela Venetur poderemos transportar turistas para a República Islâmica do Irã e vice-versa".

O presidente da Conviasa, Franklin Martínez, explicou que esta rota terá tarifas de ida-e-volta de 2.400 dólares a Damasco e 3.400 dólares a Teerã, o que é um preço solidário e competitivo no mercado internacional.

Então tá, né?

76 comentários

Jorge Bernardes

Essa linha parece tão viável smile Do hub de Caracas, partirão conexões para La Paz, Quito e Havana. UAU! Mais uma forma de queimar óleo em vão. Esses caras são feras.

Ricardo Freire

O que eu gosto mais é do Ministério do Poder Popular para o Turismo, Jorge.

No Brasil, seria fatalmente conhecido como Ministério da Farofa smile

Marco Antonio
Marco AntonioPermalinkResponder

É uma rota excelente para facilitar a vida dos agentes da Imigração ianque. Quem a tiver feito nunca mais entra nos EUA e, talvez, nem na Inglaterra.
Só falta uma escala em Cuba..
Aliás, ouvi dizer que estão planejando uma extensão à Coréia do Norte.

Marcio - http://ajanelalaranja.blogspot.com/

Preço solidário U$2400, onde?? e competitivo, compete com quem??

Marco Antonio
Marco AntonioPermalinkResponder

Desculpe-me enviar outra mensagem, mas não resiste perder tempo com esta bobagem (a rota, não o seu post, Ricardo).
E o pessoal (Chavez e cia.) é tão "ruim de serviço" que nem fazer um preço baixo eles conseguem, isso sem considerar que eles são donos do petróleo.
Uma passagem São Paulo-Teerã-São Paulo sai por U$S 1.650 pela Air France e uma Caracas-Teerã-Caracas por U$S 1.130 pela Alitalia, de acordo com o Decolar.
Você preferiria ir de Air France ou Conviasa?

Ricardo Freire

2.400 é só até Damasco, Marcio. Mas indo até Teerã a solidariedade aumenta para 3.400...

Ricardo Freire

Marco Antonio:
smile
smile
smile

Emília
EmíliaPermalinkResponder

3400 dólares a Teerã? Preço solidário e competitivo? A-hã...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Puxa, só agora que vi o post do Marco Antônio...eu também procurei no Kayak para verificar, mas só serviu para reforçar a desconfiança no tal 'preço competitivo'.
Aliás, Rodrigo, você recomendou uma vez o Kayak e achei mais fácil de consultar do que o Travelocity.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Segundo o Airfleets e usando a informação de que o avião usado na rota será o 747 da Iran Air, tomara que os passageiros sejam atendidos pela aeronave de prefixo EP-AUA que foi construida em 2006, todos os demais foram construidos de 76 a 82 e devem sofrer com a falta generalizada de peças imposta ao Iran....

Viajar em um desses aviões é ter mais que amor a causa revolucionaria! 8)

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Pelo visto é o FEBEAPÁ na globalização...Queria saber quem é que vai nesses vôos...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Muuuito competitivo mesmo !
Por USD 2650 vc compra um RTW starlite com 26 mil milhas ( volta por
Jo'burg viabiliza esta milhagem ) e por
USD 2900 a volta-ao-mundo de 29 mil milhas satisfaz qualquer roteiro.
Mas nunca se sabe, Teerã com Conviasa pode ser uma aventura !! ?? !!

Arthur
ArthurPermalinkResponder

É o bolivariranianismo em ação.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

É o bolivariranianismo em ação.

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

PÔ, a melhor do dia, pra mim, foi "FEBEAPÁ na globalização"! Resumiu tudo a Flavia nesse Festival de Besteiras que Assola a Venezuela! (FEBEAVENÊ!)

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Quem esteve na Venezuela dos utlimos tempos pode presenciar tudo o que não queremos para nosso pais: aumento da criminaliadade, desorganização, invasões em pleno centro de Caracas....

Carla
CarlaPermalinkResponder

Eu fico só imaginando assim quantos venezuelanos morrem de vontade de conhecer o Irã e vice-versa... wink

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

INACREDITÁVEL !!!
Falando em cias aereas, parece até brincadeira:
entrem no site da AEROLINEAS e busquem um tkt qualquer
salvem ou anotem o valor
depois façam a mesma coisa de novo
ou seja, repitam a operação de busca
salvem ou anotem o valor
comparem
DÁ PRA ACREDITAR ???
O PROGRAMA É SENIL !!!
OS PREÇOS AUMENTAM COM A BUSCA , não com a compra
_____________________________________________________
ACREDITEM ! os escritorios da Aerolineas usam o mesmo
programa demente para vender os tkts
---------------------------------------------------------------------------
Que tal vender estas informações para a concorrencia da Aerolineas
( todos os que voam os mesmos trechos) assim eles aumentam
o valor do tkt da aerolineas , e vendem todas as deles
Não esqueçam minha comissão nesta barbada!!
---------------------------------------------------------------------------
ps- descobri isto cotizando POA/BCN que começou em 2134 reais
e no fim do dia estava em 5643 reais ( mesmas datas mesmos voos)
liguei para o escritorio deles e me confirmaram
o atendente disse que é bom esperar uns dias....
UNBELIEVABLE

Hugo
HugoPermalinkResponder

Nossa, hoje tem vários assunto no blog mas eu não consigo tirar um problema da cabeça. Talvez alguém possa me ajudar.

Até sábado eu estava tranquilo pois tinha decidido utilizar minhas ricas milhas da Tam para ir em Fernando de Noronha no final do ano.

Mas eis que uma pulga enorme surge atrás da orelha e após pensar um pouco conclui que poderia resgatar as milhas em uma passagem de ida para Santiado e outra de volta partindo de Buenos Aires.

Nessa opção internacional, mesmo pagando a passagem Santiago BAs. eu iria gastar o mesmo dinheiro que utilizaria em Fernando de Noronha (eita ilha cara).

Agora estou aqui, sem a menor idéia do que fazer, e preciso decidir logo pois os hotéis com antecedência são muito mais baratos, tanto que já estava quase fechando a estadia em Fernando de Noronha.

Aceito desesperadamente alguma ajuda pois não conheço nem Noronha nem Santiago e BAs.

Abs.

Hugo

Fabio Nitschke Gomes

Olá, Hugo, começando os rascunhos sobre sua dúvida - aliás, isso é que é problema bacana, hein? smile Meus palpites...

Conheço suas 3 cidades candidatas e cabe deixar claro que suas opções são de viagens BEM diferentes... Enquanto Noronha é natureza total (onde o forte é o mergulho, imperdível nesta viagem!), Santiago e Bs.As. são essencialmente um destino "urbano". Isso já pode definir sua opção, de acordo com o que você procura no momento.

De resto, não acho que Santiago seja um destino "competitivo" neste caso, eu deixaria para uma outra viagem só ao Chile, incluindo daí outras belas regiões do país (que não conheço).

Se "sobram" então Bs.As. e Noronha, provavelmente suas milhas "valem mais" para o belo arquipélago, enquanto pra capital portenha você tem muitas opções de pacotes competitivos.

Enfim, se é pra ser racional numa hora destas, continue com Noronha! (Mas faça um curso de mergulho ANTES de ir pra lá...)

Boa viagem! wink

Jorge Bernardes

Hugo, depende de sua cidade de partida.... Se vc parte de Natal, vá para Buenos Aires. Se vc parte de Porto Alegre, vá para Noronha. Ah, mas lógico, siga o conselho do Fábio, logo acima. Primeiro veja o que vc quer curtir mais, se praia ou um destino bem urbano..... Eu gosto de intercalar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Prezado Fábio e Jorge, obrigado pelos conselhos.

Eu moro em Belo Horizonte, o que me coloca mais ou menos a meio caminho tanto de Noronha quanto de BAs.

Na verdade eu gosto tanto de praia como de um ambiente urbano, e acredito que ambas as opções me agradariam.

A questão é que não gosto muito de pacotes e por causa disso, quando for para Santiago e BAs devo comprar as passagens à parte, o que faz com que o preço fique mais ou menos o mesmo de uma ida e volta para Noronha.

Mas o Fábio destacou algo importante. Se Santiago não vale tanto assim (isoladamente), acaba que a utilização das milhas apenas para BAs. fica em franca desvantagem frente a Noronha.

São tantas dúvidas..... E o pior é que daqui a pouco o Riq vai acabar puxando a minha orelha por ficar falando de questões que não têm nehuma relação com o tópico.

M.Gribel
M.GribelPermalinkResponder

Oh, Hugo. Tudo bem?
Estive em Bs As no ano novo e em Santiago no Carnaval.
As duas cidades são parecidas, mas Bs As é infinitamente mais gostosa.
Se quiser, dá uma passada no meu blog. Tem fotos e textos sobre ambas.
Concordo que o Chile tem coisas melhores que Santiago - os lagos, a cordilheira, a patagônia e o deserto - porém estes também são bemmm mais caros. Compensa ir, mas em passeios separados.
Ah, 4 dias em Bs As dá para ver um monte de coisas. E 4 dias em Santiago, dá para ver a cidade e ainda dar um pulinho no Pacífico, ir passar mal na altura de Valle Nevado (Nublado pela época que vc irá e sem neve) e ainda passear em uma vinícula.
Isso são roteiros de turista-cvc. Com criatividade vc pode encontrar coisas mais legais ainda para fazer por lá.
Eu fui de turista-cvc e adorei as duas.

Noronha é show. Mas com o dolar assim baratinho, eu aproveitaria para passear fora.

Ricardo Freire

Em termos de relação custo x benefício, Hugo, usar milhas para ir a Noronha é mais negócio. Uma passagem a Noronha pode custar mais caro do que pra Europa... enquanto pra Buenos Aires sempre aparecem umas boiadas smile

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Só para esclarecer ontem, não acho que a revista faça maracutaia não, acho é que tem muito destino e (principalmente) hotéis, locadoras e empresas em geral, que fazem "mutirão" para conseguir o máximo de votos possível, quem é mais "bem sucedido" na empreitada ganha, é igual votação de BBB.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Hugo, em relação ao Chile, estou com a turma que diz que não vale a pena ir só a Santiago, com todo aquele país lindo ali à disposição... O Chile sozinho preenche 1 mês de viagem fácil, mas com uns 15 dias já dá pra fazer uma viagem muito legal!

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Aguem aí já foi a Lima, no Peru, apesar da cidade não ser considerada interessante pela maioria das pessoas e de áte ter figurado em listas do tipo "lugares para NÃO vistar antes de morrer", tenho um interesse especial por Lima e por grandes cidades (minha cidade favorita no Brasil é SP).

N Breault
N BreaultPermalinkResponder

Ricardo. Eu acabei de ler no msnbc.com que esse jornalista vai fazer uma jornada de 80 dias ao redor da Terra comecando hoje. Talvez seja interessante acompanhar a jornada dele. http://www.msnbc.msn.com/id/17468464/
Nil

Salete
SaletePermalinkResponder

Hugo! Você é meu herói!!!
Estou tentando fazer essa turma falar sobre o Chile, de passeio em vinícula e nada... meu pedido foi ignorado. Pelo jeito ninguém gosta do Chile, ou de vinhos ( a idéia era essa). Agora consegui algumas dicas por meio do seu pedido. Alguém falou em deserto e eu vou mais além: e o roteiro dos lagos? Bariloche - Puert Mont (??) Alguém conhece??????? Alguém fez??? Tem dicas?????
Posso dar minha opinião a você? Fernando Noronha, claro, sem piscar, se o custo da hospedagem não pesar no orçamento.
Ah! Quero agradecer a essa turma de experts que frequentam esse blog do Freire (não dá para não ler, não é?) que contam tudo (menos sobre o Chile, claro) porque consegui a minha passagem por 99,00. Valeu!
Um abraço, Salete

Daniela Siqueira

Hugo: mais uma dúvida pra você pensar. Você pode ligar Santiago com Buenos Aires fazendo os lagos andinos (que é meu próximo objetivo), por exemplo - aí, o seu aéreo faz todo o sentido. Por nada não, mas eu pensaria bastante em trocar duas cidades + uma ligação maravilhosa no meio por uma ilha wink Brincandeira à parte, eu escolheria pela época: quando você pode viajar? Baseado nisso, cheque qual a melhor época, se é para ir a Noronha, ou a Santiago/Bs.As..
Eu ainda acho que a melhor dica de todas é a do Ricardo: milhas servem para fazer a viagem que você não faria. Se você topa tirar dinheiro do bolso para fazer qualquer das duas viagens, opte pela outra!
De todo jeito, boa viagem!!

Daniela Siqueira

E Sylvia: tô boba!

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Salete e Hugo
Eu tinha milhagens da TAM e a minha escolha era Santiago. Mas...além de ser uma viagem mais cara, eu tinha muita vontade de ir para o Atacama e vinhedos, mas o orçamento não permitia tanto. Achava também que só ficar em Santiago não seria tão bom quanto ficar somente em Buenos Aires. Acabei indo para a minha terceira opção, Jericoacoara (a segunda era Lençois Maranhenses, mas as lagoas estavam secas no período). Não me arrependi, o lugar é lindo e só não fui para Noronha porque já tinha estado lá no ano anterior (também com milhagens, só que Smiles). Noronha sempre é milha bem gasta smile

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Salete, sobre os vinhedos, tenho amigos que foram para Santiago e esticaram até o Vale do Colchagua e adoraram (aliás, tem cada hotel e pousada na região...). Dá uma olhada no site: http://www.rutadelvino.cl/
Outros amigos foram para o Atacama (para quem gosta de paisagens grandiosas, o lugar me pareceu o ideal, pelas fotos).
Me falaram muito bem de Puerto Montt, Pucon e região, cidades muito simpáticas, paisagem linda e todos fizeram a escalada do Osorno e me recomendaram (desde que preparada para frio repentino no topo).
Se eu me lembrar de mais alguma coisa eu volto. Pena só poder te dar dicas de segunda mão.

Jorge Bernardes

Salete, se vc fizer a travessia dos lagos andinos pelo Chile, não se hospede jamais em Puerto Montt, siga direto para Puerto Varas, Frutillar, Osorno onde há ótimos restaurantes, pequenos hotéis, etc. Se vier de carro desde Santiago, não deixe de parar em Pucon, no inverno ou no verão. Pois vale a pena e muito. E a travessia dos lagos no verão é muito mais linda. Tem sol até as 22hs. Corra! Veja o site www.crucedelagos.com http://www.crucedelagos.cl se não quiser viajar de pacote e siga até Bariloche que é linda e muito gostosa no verão. Hospede-se lá no Design Suites.

Ricardo Freire

Eu tô aqui aprendendo junto com a Salete smile

A propósito -- tão falando muito mesmo nesse vale do Colchagua. Tipo chique no úrtimo, né?

Ricardo Freire

Leandro, eu também tenho a maior vontade de ir pra Lima -- e sabe por quê? Pra fazer turismo gastronômico...

Ano passado saiu uma matéria bacaninha no NY Times:
http://travel.nytimes.com/2006/04/16/travel/16next.html

Ricardo Freire

Tem uma outra travessia Argentina-Chile em que eu me interesso: a de Mendoza a Santiago pela Cordilheira.

A Adriana Setti da V&T tá na estrada e a qualquer momento vai postar sobre isso:
http://viajeaqui.abril.com.br/blog/naestradaamericadosul/

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ô, Salete, não se sinta rejeitada, não... smile Você pediu dicas sobre vinícolas, e essas eu não tenho... Mas percorri o Chile de norte a sul - do Atacama até os Lagos Andinos - e tenho muitas dicas. Agora estou na correria, mas mais pro fim do dia eu volto pra contar tudinho em algum comentário aqui, pode deixar!

Hugo
HugoPermalinkResponder

Caros amigos, depois de olhar a resposta de todos e pensar muito acabei me decidindo por Fernando de Noronha.

Fiz isso porque conclui que devo fazer uma viagem só para o chile e outra só para Bs.As., e dessa forma a passagem para qualquer desses destinos internacionais é mais barata do que a de Fernando de Noronha.

Além disso só vou poder viajar no final de Novembro, o que torna Noronha um destino mais interessante pois gostaria de curtir o Chile e Bs.As. no inverno.

E como mencionou a Daniela, eu terei condições de pagar por uma viagem para Bs.As. ou para o Chile no futuro, até porque o Riq mesmo disse que promoções é que não faltam, mas Noronha a situação é diferente pois os preços são sempre altos.

Salete, quanto à sua viagem, vale a pena olhar o passeio de barco que faz a ligação do Vale Nevado a Bariloche. Um tio meu fez isso recentemente e adorou.

Então é isso, agora vou fechar o meu hotem em Noronha, porque já estou em negociações e com antecedência sempre se consegue um preço melhor.

Obrigado a todos pela ajuda.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Rodrigo, meu filho, 15 anos, vai fazer uma viagem para Quito/Equador.
Moramos em Brasília, consultei a TAM e a GOL, para o mês de julho a passagem está custando US$950,00. Tem alguma dica alternativa?
Esclarecendo o motivo da viagem: ele vai visitar a namoradinha que é filha de militar e está morando lá desde o ano passado. Não consultei diretamente no seu blog, já que pede umas senhas que eu, sendo pouco familiarizada em relação à tecnologia, não entendo.

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Hugo, eu faria a mesma opção! Você não vai querer pagar 1000 Usd reais para ir a Noronha! Bs.As paga-se uns 400 USD de BH.

Rosa: Não espere uma grande variação de preços nessa rota. O fenômeno da competição nas rotas Sul Americanas é recente e tem sido protagonizado pela Gol nas rotas em que atua. Nem a Gol ou a TAM atuam em Quito.

Quem voa para Quito: Copa, Taca e Avianca. A melhor passagem numa olhada rápida saindo de São Paulo/Rio fica por volta de 800 USD. Você teria de conseguir uma super promoção de Brasilia para o Galeão ou Guarulhos pra baixar esse preço que você conseguiu.

Sugiro o seguinte, procure seu agente de viagem e faça uma reserva de longo prazo. Nesse meio tempo assine nos sites dessas cias para receber as informações sobre promoções. Quem sabe não aparece alguma.

15 anos com a namorada em Quito? Olho nesse menino! Verifique a necessidade de vacinas e dos papeis necessários para ele voar ao exterior. Espero ter ajudado.

Sylvia,

Já lí uma discussão americana sobre a legalidade dessa prática. Quando você visita o site da cia ou loja virtual, ele gera um cookie no seu computador. Esse cookie monitora suas visitas naquele site. Esse monitoramento serve para um monte de coisas, mas nesse caso, quanto mais vezes você visita o site, mais caros os produtos ficam para você.... Certas cias acreditam já ter te fidelizado e então lhe dão esse presente. Vá no gerenciador do browser, apague o cookie que na proxima visita o preço deverá ser aquele que é oferecidos ao clientes de primeira viagem... Se isso realmente acontece na Aerolineas, pobre Aerolineas....

Marco Antonio
Marco AntonioPermalinkResponder

Rosa, estou longe de ser um Rodrigo, mas dando uma olhada no Decolar, sugiro:
Voar Sâo Paulo-Quito-São Paulo pela TACA a U$S 792,00 (ainda ganha milhas no programa da TAM - saindo dia 03/03 e voltando 24/07, ou seja, terças-feiras) ou LAN ou COPA por quase o mesmo preço e fazer o trecho Brasília-São PAulo pela Gol ou TAM, numa daquelas passagens baratinhas.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Rodrigo e Marco Antônio,
Muito obrigada pela atenção, vocês são ótimos. Todos aqui são especiais. Obrigada.
Estava dando um tempo para ver se o meu filho desistia da aventura, mas com e-mail, msn e orkut, o namoro ainda não esfriou. Já ofereci Disney nas férias de dezembro, mas eles não desistem. Meu filho é civil e estuda no Colégio Militar, a namorada é filha de militar, os dois começaram o namoro no CMB. No meu tempo era não e pronto, mas a modernidade tem as suas consequências. E eu que pensei que só precisava da identidade, vou providenciar passaporte, visto e vacinas. Sabem me dizer se é possível usar milhas TAM? Um abraço grande para vocês.

sylvia
sylviaPermalinkResponder

Rodrigo:
Excelente, ainda não fiz isto no notebook, mas usei outras duas maquinas e deu o mesmo ! Conclui que tenho que ficar uns dias
sem navegar no site e depois ir direto na agencia com as datas que quero e mandar emitir na hora.
Vou tentar semana que vem.
Obrigada pelo feed!

Adriane
AdrianePermalinkResponder

Oie! Sobre VINHOS... estive em Santiago em 2002, já tem bastante tempo, mas me lembro que chegando lá dá pra você mesmo se estruturar pra fazer passeios pelos vinhedos! O Vale do Maipo é bem perto de Santiago! Eu passeei na região de carro alugado e valeu bem a pena, mais que comprar os passeios diários.

No final do ano passado estive em Mendoza, que tem dúzias e dúzias de vinícolas (bodegas, como eles chamam) pra você conhecer, e não é força de expressão não! E é tão pertinho de Santiago (de fato, falam que é uma viagem lindíssima, mas eu cheguei lá de BsAs), e você ainda pode, no caminho, conhecer o Aconcágua de longe e a Puente Del Inca de perto.
Quanto as bodegas, praticamente em todos os casos você tem que marcar com antecedência - 24h, e as visitas são pela tarde. Tem de todos os tamanhos e gostos, com restaurantes finíssimos, cantinas familiares e hotéis de charme.

Um site excelente de lá é o www.thevinesofmendoza.com, que fala dos lançamentos e destaques da região! Estou de olho no blog da Adriane, Mendoza é tudo de bom.

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Eu nem tinha me lembrado da gastronomia peruana, considerada um ponto forte, quando fui a Maceió fiquei louco para ir ao Wanchako, pena que não deu.

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Eu adorei o Wanchako, e até meu filho ficou doido pelo ceviche de lá...alguém sabe se existe algum restaurante de cozinha peruana legal aqui em São Paulo?

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Riq

Eu ja fiz a travesia Santiago - Mendoza 3 vezes .... e linda e para aproveitar a viagem melhor, va numa lotação, e não num onibus, mas veja se consegue um motorista que nao corra muito, pois na ultima viagem o motorista era tão louco que quase saimos no tapa....

Abs...

Salete
SaletePermalinkResponder

Vocês são óóóóótimos!!!! Obrigada, people! Já mudei de foco, de uma viagem chinfrim sobre vinhos e Santiago, estou considerando Mendonza-Santiago (já que o motivo são os vinhos).
Ricardo, pelo que a Adriana postou hoje, a viagem B.Aires-Mendonza é dispensável. Vou ficar de olho nos próximos posts dela.
Obrigada, Emília, pelo site da rota dos vinhos do Colchagua.
Jorge, o link que mandou é com final "cl" e não "com" ( http://www.crucedelagos.cl ). Já anotei que o quente é Puerto Varas, Frutillar e Pucon, valeu!
O comentário da Adriane foi decisivo para mudar meu foco e incluir Mendonza. Obrigada, Dri!
Ernesto: explique mais essa história de fazer de "lotação" Santiago-Mendoza. E o que é melhor? Partir de Santiago ou de Mendoza? Pelo jeito você sabe TUDO, mas não gosta de contar...
Carla, vou esperar suas dicas, ok?
Pessoal, valeu mesmo. E acho que agora o problema é outro! $$$ Vai sair caro, não vai?
Avião, hotel, carro, barco... chiiiiii, será que dou conta?
People, mais uma vez, obrigadérrimo!!! (mas aguardo a continuação... em outro post do Ricardo?)

Cecilia
CeciliaPermalinkResponder

Flávia, acho que nossa melhor lembrança da última vez em Maceió foi o Wanchako!! Até aprendi a fazer o ceviche, mas nem de perto fica parecido com o que comemos lá. E não é só o ceviche, tudo que eles nos indicaram era maravilhoso, sem contar na apresentação dos pratos e simpatia da brigada toda. Já tentei saber se há algum lugar aqui em São Paulo que tenha esse tipo de culinária, mas até hoje não achei nada. Acho que vou escrever para o caderno Paladar do Estadão e perguntar! Qualquer notícia positiva, eu aviso!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar