Viaje nas viagens

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Tripulação,

Vou passar mais um dia fora da base e déscónéquitado, num bate-e-volta ponte-aeriano marcado tão em cima da hora que não dá nem pra combinar aquele convescote com os viajenautas dos dois lados da Baía de Guanabara.

(Mas oportunidades não faltarão, prometo.)

Enquanto isso, fiquem à vontade para colocar qualquer assunto na roda.

Mas se eu fosse vocês, subiria com o Arnaldo aos miradouros de Lisboa; daria uma geral em Punta del Este com a Carla; me esbaldaria na Antuérpia com o Marcio; pegaria carona com o Arthur para rodar a Paraíba todinha; percorreria as vielas de St.-Paul-de-Vence com o Jorge; seguiria a Carmen pelo sul da Bahia; e conheceria a Singapore Girl, devidamente apresentada pelo Rodrigo.

Quem tiver outras viagens para indicar, é só dar o link para o embarque na caixa de comentários.

Até mais!

117 comentários

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Riq, obrigado pela parte que me toca, as demais sugestões ultra ´imperdíveis´ e...sejam TODOS bem-vindos ao Fatos & Fotos de Viagens, a casa também é de vocês, tem uma suíte lá pro Riq, uma área pra todos vocês escreverem o que der na ´telha´ (criticar, elogiar, sugerir, perguntar, resmungar...só não vale xingar (os demais visitantes, a mim pode!). Bem-vindos todos!

Nelson Biagio Jr

Olá Ricardo, tudo bem?

Eu tb acabei de fazer uma viagem-relâmpago, mas para Buenos Aires. Foi tudo muito rápido, mas ao menos deu para comer uma carninha na Recoleta e tomar uma Quilmes no Locos por el futbol...rs!!!!!

Abraços.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Valeu a citação e as sugestões, Ricardo! É o que já disse, todos os blogs dos comentaristas são muito bons, temos que montar um portal, uma federação de blogs viajantes smile

Jorge Bernardes

Ricardo, valeu pelo "merchã"
Arthur, eu gosto dessa idéia de portal. Como ficaria?
Bom, hoje o dia vai ser loooongo por aqui. Vou passear pelos blogs nos meus momentos de intervalo.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Obrigado Ricardo!!!

Aproveitando, até sexta posts da Antuérpia e depois festa de St Patricks direto de Dublin! Todos serão muito bem-vindos!

Abraços!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Ricardo, ´tamos te devendo mais essa! Podemos pagar um bom chopp com bolinho de bacalhau no Bracarense, no Leblon, que tal?

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Arnaldo, não fala isso que vc me mata aqui do outro lado!!! Golpe baixo!! Chopp e bolinho no Bracarense com 35 graus é demais. Nossa fiquei com água na boca e muita saudade do Brasil!!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Márcio, realmente pra você isso deve soar como tortura...
Tem bolinho de que aí?

Carla
CarlaPermalinkResponder

Comandante, valeu pela citação!!! Pessoal, vocês são todos muito bem-vindos sempre!

Essa idéia do portal é interessante, né? Nossa base já é aqui na casa do Riq, a nave-mãe... wink E estamos estendendo nossos "tentáculos" por boa parte do planeta...

Carla
CarlaPermalinkResponder

Marcio, falar em bolinho de bacalhau e chopp do Bracarense deve ser tortura mesmo... Mas você pode dar o troco - pra mim, pelo menos, funciona horrores! - lembrando de todos os maravilhosos chocolatinhos belgas que você tem à disposição... grin

Hugo
HugoPermalinkResponder

Caros amigos viajantes, algum de vocês tem dicas sobre as serras gaúchas ou sobre Noronha???

Arnaldo, você bem que poderia aproveitar sua próxima viagem e fazer um pit stop em Noronha, hein.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

É verdade Carla! o problema que sou mais fã do bolinho com cerveja gelada. Mesmo assim aceitei a sugestão.
Tem um Fondue de chocolate na Haagen Dazs que é de dar água na boca só de ver o banner com a propaganda do lado de fora da loja. A porção serve 3 adultos e vem com 12 bolinhas de sorvete, 3 de cada sabor, o de café é demais!o de chocolate não preciso nem falar, né? Tem as frutas também, banana, morango, etc... Só faltou falar do delicioso chocolate derretido que vem no centro.
Esse fondue foi feito para o dia dos namorados.
Carla, espero que tenha funcionado!! Também acho bem legal a idéia do portal.
Abs!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Já que o Bacarense é meio fora de mão,
estou trocando bolinho de bacalhau e chopp por petit gateau com chá gelado de hortelã no Z Café da Encol .
Algum gaúcho por ai se habilita?
Hugo, o que vc quer ver/fazer na serra gaucha ?
É preciso fazer uma dieta antes de viajar, 1kg por dia é o que se ganha aqui com os cafés coloniais, massas, galetos ,churrascos.
( pior que navio para as artérias )
Gramado, Canela, Bento ...Vinhos, comilanças ??

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Mandei puramente na brincadeira, mas colou a idéia do portal, rss... Bom, é assim que nascem os grandes empreendimentos! Num estágio muuuito embrionário, a nível de brainstorming, poderia ser um portal de blogs de viagens, padronizando o design de cada um, e todos seríamos uma espécie de colunistas, cada um com o tema que melhor lhe interessar... No futuro, podemos até pensar em e-commerce, parceria com agências de viagens, passagens on-line, etc.
Viajei muito? Vamos opinar, gente!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

HUGO, Noronha está na lista! Acho que vou aproveitar a dica do Rodrigo e usar umas milhazinhas que tenho naquela cia aérea do sul do Brasil que já foi uma das melhores do mundo e que recentemente morreu, a qual me recuso a dizer o nome...

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Sugestão elegante e bem mais chic a da Sylvia para o convescote com o Riq...

Sylvia, Gramado, Canela, Bento …Vinhos SEM comilanças não dá! TEM que ter café colonial, churrascada e tudo mais!

Jorge Bernardes

Arthur, não "viajou" não. O legal do portal é que as pessoas poderiam deixar pergunta-pesquisa e quem conseguisse poderia responder com sugestões. A gente adora isso. Acho essa idéia bacana. Na prática, nosso comandante, mentor e guru já está fazendo isso aqui não é? O blog dele é espaçoso e nós somos os palpiteiros de plantão que atendem online as dúvidas dos passageiros enquanto o chefe vai trabalhar. smile

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Hugo, em Noronha, se vc achar muito caro as pousadas chic, mesmo a do Zé Maria, tente ficar na Rosa dos Ventos, no alto de uma pequena colina, com vista para o Morro do Pico. Eu fiquei lá em 2005, o Ricardo Freire também aprovou no blog. Não perca de maneira nenhuma a Baía dos Porcos e o Sancho. Se vc for em pacote, estenda mais do que os três dias que as agências oferecem, pois vale muito a pena. Vá em cada praia da ilha.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

É isso aí, Jorge!

Jorge Bernardes

Hugo, se vc tiver tempo na serra gaúcha, os dois programas que mais gosto são: o tour das vinícolas em Bento e os canyons. Se vc puder esticar não deixe de ir aos Canyons do Itaimbezinho e/ou Fortaleza. São dois parques nacionais muito bacanas e ficam a um pouco mais de 100 km de Canela. Quanto tempo vc tem?

Jorge Bernardes

Hugo, sobre Noronha se vc não tiver passagem compre o pacote com as agências de ecoturismo: Ambiental, Venturas, etc. Se tiver milhas, negocie direto com as pousadas, em qualquer caso veja no blog antigo do Ricardo a matéria que ele fez sobre as pousadas de Noronha.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

HUGO : estou com a pulga atrás da orelha.. vc tem tres irmãs ?
____________________________________________________________
Quanto ao PORTAL , é genial, fazemos um tripadvisor de/para brasilis
Ouso pensar que podemos melhorar muito a formatação do brasilis-trip
facilitando a procura e otimizando os resultados.
Me parece que o ideal é fazer tudo em cima de um mapa-mundi , marcando todos os lugares dos quais temos dicas, basta passar o mouse
no local e encontrar o conteudo.
Podemos usar o wikimapia ou google earth para isto
O interessante é dividir claramente em tópicos e sub topicos toda a informação, para que não se perca e facilite a pesquisa.
Exemplo : Topicos especificos para passeios com subtopicos para
imperdiveis e micos.
EM 2008 MANDAMOS IMPRIMIR E LANÇAMOS NA FEIRA DO LIVRO!!
( a divisão da receita de vendas é que vai ser divertida )

Carla
CarlaPermalinkResponder

Hugo, eu estive nas Serras Gaúchas no inverno de 2005 e fiz algo que recomendo a todos: fiquei 3 dias hospedada no Vale dos Vinhedos antes de seguir para Gramado. Valeu muito a pena, visitei várias vinícolas, comi em restaurantes maravilhosos, foi mega divertido! Tenho um montão de dicas, hoje ainda preparo um post lá no Idas e Vindas, Ok?

Por falar em sugestões... Hugo, Rodrigo e demais tripulantes de BH ou que curtam a cidade, em junho eu vou a um congresso na UFMG que vai terminar bem na véspera do feriado de Corpus Christi. Irresistível, né? Pensei em passar o feriado em algum lugar por perto de BH. Vocês teriam sugestões? Entre as cidades históricas, só não conheço Diamantina, mas não sei se ficaria longe demais pra voltar pra Niterói de um fôlego, se as estradas estão boas...

Aliás, se vocês tiverem sugestões de restaurantes e bares em BH, estou anotando, Ok? Conheço um pouco a cidade, mas já não vou há alguns anos... wink

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Vamos gastar a RECEITA toda, todinha em viagens...

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sylvia, eu só tenho uma irmã e certamente vou fazer um regime antes de ir para as Serras.

Carla e Jorge, o roteiro das Serras já está montando e preciso de dicas sobre passeios. Eu vou fazer ficar 3 noites no Vale do Vinhedos (Pousada Don Giovanni), 3 noites na região dos Canyons (Pousada Parador Casa da Montanha), 2 noites em Canela (Pousada Cravo e Canela) e 3 noites em Gramado (Pousada St. Hubertus).

No entanto queria saber sobre aqueles programas diferentes e bacanas, fora dos roteiros convencionais, que só os viajantes experts conhecem.

Inclusive, se alguém tiver dicas sobre restaurantes, pequenas vinícolas para se conhecer, lugares pitorescos, pode falar. E se souber de alguma roubada, diga também.

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

CARLA. Minhas sugestões sobre BH são os flats da Promenade (www.promenade.com.br) e ficar em Ouro Preto, com uma escapadela a Mariana e, no caminho entre Ouro Preto e Mariana, conhecer a Mina da Passagem.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Jorge e Arthur, eu quero aproveitar minhas milhas para ir para Noronha, e devo ficar lá 5 noites, de 1º a 6 de Dezembro.

Mas já estou fechando as pousadas e a situação é essa. Vou ficar duas noites gratuitas (cortesia da Associação dos Roteiros de Charme) num apartamento da Pousada Zé Maria (que pelas fotos deveria se chamar cafofo do Maria).

As outras 3 noites eu não sei se vale a pena continuar na Zé Maria, ou ficar uma noite num bangalô do Zé Maria e depois ir para outra pousada.

As outras opções que cogitei e parecem ser bem legais são a Teju-Açu e a Solar de Loronha, ambas com o mesmo preço, mas achei pouquíssimas informações sobre elas.

Quanto aos passeios em Noronha quero saber de tudo pois vou alugar um bugue e fazer a festa. Pretendo mergulhar também (até porque sou mergulhador certificado) e quero levar minha esposa para um batismo, apesar dela falar que morre de medo.

Mas mesmo 5 noites em Noronha acho que deve ser pouco para ver, e rever os melhores lugares, então prefiro me concentrar no que a ilha tem de melhor e deixar os lugares comuns de lado. Só que para isso só mesmo com a ajuda de marujos experientes como vocês.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Carla, uma opção de hospedagem interessante aqui em BH é o hotel Ibis que fica numa ótima localização e tem preços bons.

Mas vou ter que discordar do Arnaldo quanto ao lugar para se esticar (que isso hein, o pequeno gafanhoto discordando do mestre).

Estive em Ouro Preto uns 6 meses atrás e, sinceramente, não gostei do que vi. As lojas estão feias, a cidade não tem aquele charme de antigamente e os hoteis já foram melhores. Fiquei só um final de semana e não volto tão cedo.

Particularmente eu adoro Tiradentes. A cidade é pequena e poir isso não merece mais do que 2 ou 3 noites. No entanto, é tranquila, tem bons restaurantes, hotéis agradáveis e é muito fácil de se andar. Ou seja, eu adoro aquele lugar.

Depois escrevo um pouco sobre restaurantes e passeios de BH.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Hugo, pensei que vc poderia ser um amigo que mora em Niterói.
O Parador Casa da Montanha é muito muito ótimo, e a Cravo e Canela tb.
O St. Humbertus é mais conhecido como ótimo restaurante,não conheço a
pousada, mas deve ser linda pois o lugar é muito especial.
Vou ver o que tenho arquivado e te mando , já que a serra fica no quintal de casa e a gente vai sem saber os endereços.

Euclides Netto

Pessoal, alguém tem alguma dica sobre hotel ou pousada em Campos, que não seja tão caro.........? Valeu

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Arnaldo, chá de hortelã gelado é uma miragem quando servem para a gente , chá de hortelã fervendo com uma tonelada de açucar numa temperatura de 40° .

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Carla,

Para Diamantina existe um vôo pela Total. É um destino interessante quando se tem programação com vesperata. Poucos dias são suficientes.

Se eu estiver em BH, o city tour por BH é por minha conta!

Vergonha... Conheço pouco meu estado. Diamantina sempre foi meu destino durante o Carnaval no final da adolescência. Em Araxá passei os carnavais da infância. Ouro Preto conheço, mas não profundamente. Tiradentes já fui 2 vezes, mas ainda não tocou meu coração como costuma tocar vários mineiros.

Qaunto aos hoteis, os da Promenade constumam se muito bons, o Ibis é muito bem localizado. O Quality (Atlantica) parece ser bom também. Existem outros menores na região da Savassi/Funcionários. Apesar de não ser uma cidade turística não é fácil conseguir boas promoções me BH.

A UFMG (campus) fica um pouco distante da Savassi/Funcionários. Onibus ou carro.

Ainda bem que temos o Hugo para salvar as Minas Gerais...

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Hugo, eu fui pras Serra Gauchas e fiquei hospedado na Pousada Cravo e Canela em Canela (achei mais ou menos em relação ao custo da diária) e fiquei no Hotel Vila Michelon no vale dos vinhedos ( por sinal, muito bom). Perto da Miolo estavam construindo um hotel grande todo voltado pro mundo dos vinhos com spa e tudo o mais. Parece que ele estava em fase de acabamento e talvez se voce der sorte pode pegar um soft opening. Eu achei o Vale dos Vinhedos tão bacana quanto as regiões de vinho que já visitei (Napa Valley, Mendoza, Chile, Austrália, Nove Zelandia) e em alguns casos até ultrapassando a infra destes lugares. É claro que o ideal é voce alugar um carro pra passear por toda a área.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Também acho muito boa a rede Promenade em BH, principalmente o Ianelli, que é o mais novo (2000). Quanto a restaurantes e bares, estou desatualizado, já fazem 7 anos que não fico lá muito tempo.

Bia
BiaPermalinkResponder

Hugo,

Eu fiquei num bangalô do Zé Maria, e vou te falar: vale a pena!
De dia, vc tem mil coisas pra fazer, cansa fisicamente....nada melhor do que depois chegar e ter uma hidro na varanda do seu quarto pra vc dar uma relaxada....Adorei!
Noronha é show. Que lugar mais maravilhoso....E dá pra fazer todos os tipo de passeios conforme sua vontade. Eu por exemplo, não curto muito essa história de coisas radicais, trilhas, etc. A praia do Sancho, a mais linda, vc ou desce aquela famosa escadinha, ou vai pela trilha a partir da Bahia dos porcos, ou vai de barco. Optei pela última opção. Há quem diga que se não descer as escadas não tem graça.....

Hugo
HugoPermalinkResponder

Sylvia, aguardo suas dicas.

Eduardo, vou alugar um carro sim e quero rodar bastante pelas vinícolas de lá, só não sei quais delas priorizar.

Carla, o campus da UFMG fica a uns 12 kms do centro da cidade e o trânsito para lá na hora do rush não é nada bom.

Como disse o Rodrigo, BH não é uma cidade turística, mas vale a pena visitar a Lagoa da Pampulha (inclusive a igrejinha desenhada pelo Oscar Niemeyer), a Praça da Liberdade (que fica a 20 metros do Ibis) e um passeio pela savassi, além do imperdível tour pelo Mercado Central (fica no centro, uns 2 kms do Ibis).

Outra coisa, está tendo uma exposição sobre Fernando Sabino no Teatro Municipal (fica uns 6 quarteirões do Ibis) e se ainda estiver aberta quando vier acho que vale a visita.

De resto, ainda tem alguns lugares como parque das Mangabeiras, Praça do Papa, shoppings, mas não acho que nenhum desses lugares valha o táxi que se paga até eles.

Quanto a restaurantes, o sempre recomendado é o Xapuri, mas ele fica muuuuuuito longe. Deve ser uns 30 kms do centro, e a comida, apesar de excelente, não é lá muito barata.

Tirando isso tem a pizzaria Olegário que é muito agradável, o Eddie´s que serve excelentes sanduíches, o Parrillha del Mercado que tem ótimas carnes Argentinas.

Existem outros restaurantes interessantes mas ficam um pouco longe, mas se te interessar falo um pouco sobre eles.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Bia, você chegou a ver os quartos do "Cafofo do Maria", também chamado de Chatô do Maria???

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Hugo e demais, tem um iraniano (!) em BH, Amigo do Rei, http://www.amigodorei.com.br/index.htm
já ouviram falar?

Marcio, vc tinha postado um comentário no meu blog, mas o Wordpress marcou como spam, não sei porque (???). Agora que eu vi e validei. Valeu!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Arthur, o mais novo não é o Ianelli, mas o BH Platinum, vale conhecer e se hospedar, fica ao lado do Shopping Diamond Mall e tem um restaurante pizzaria delicioso!

Arnaldo FATOS & FOTOS de Viagens

Hogo, concordo com vc em relação a Tiradentes, muito mais sofisticada e trabnquila e com boas opções de hospedagem. me referia a Ouro Preto pelo farto patrimônio histórico, arquitetônico.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Carla e meninos, sou filha de mineiros e adoro tudo que diz respeito a Minas...Gosto muito de BH desde que fui pela primeira vez, a trabalho, e a receptividade do pessoal me surpreendeu, fui tratada a pão-de-ló nos dias em que fiquei por lá. Meus pontos preferidos são um passeio pela Pampulha e o Mercadão (é básico trazer vários queijos e doce de leite...).
Na última vez comi no Taste Vin e adorei, o melhor magret que eu já comi (sorry, Carlota e Erick Jaquin...). Na verdade eu fui parar lá depois de muito me perder para chegar no Amigo do Rei, o iraniano. Morrendo de fome, cheguei até lá para ver que o restaurante estava fechado para férias dos donos...Mas o substituto salvou minha noite smile
Nesta viagem, julho de 2005, fiz um circuito das cidades históricas (Tiradentes, São João del Rey, Congonhas, Ouro Preto, Mariana, Caraça, Sabará e BH). A primeira é, com certeza, minha preferida, que delícia de lugar...só que um pouco distante de BH. O Caraça também é outro lugar que eu recomendo para quem quer descansar, perto da cidade. Não me esqueço do pôr-do-sol nas escadas da hospedaria, de frente para o vale e as palmeiras à frente, ouvindo o barulho das fontes do jardim e sentindo o cheiro de lenha do fogão, a comida caseira sendo feita...e a expectativa de ver o guará.

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Hugo, quando fui a Noronha, em setembro de 2005, fiquei na Solar dos Ventos e adorei. Não é barata, mas acordar e dar de cara com a baía do Sueste...não tem preço, como diz o clichê (fora que, o que é barato em Noronha?). Fui de milhas e aproveitei para abusar um pouco na hospedagem. O serviço e os bangalôs são ótimos.
O que eu fiz em sete dias:
- Um dia de buggy alugado fazendo um ilhatur auto-guiado (incluindo uma parada para mergulho no Sancho e Vila dos Remédios)
- 2 saídas de mergulho diurnas e 1 noturna pela Atlantis
- Passeio pela baía dos golfinhos de barco
- Acordar às 4 da manhã para ver a baía do alto da falésia e tentar contar os golfinhos
- Trilha da praia de Caieiras até a praia do Atalaia (com paradas nas piscinas naturais do caminho e sem fila para entrar na Atalaia)
- Um manhã sem fazer nada no Leão (deserta...)
- Um dia de caminhada desde o Boldró até a Baía dos Porcos
- Uma tarde na Conceição, relaxando no barzinho que tem lá.
- Mergulhos no Sueste para ver as lindas tartarugas (verificar maré alta)
- Mergulho de snorkel no porto para ver tubarões (sempre verificando maré alta...coisa que não fiz neste dia sad)
- Palestras no Ibama quase todas as noites
- Último dia, uma manhã no Sancho, me despedindo...
Comida!
- Ekologikus (hmmm...lagostas...)
- Bolinho de tubalhau no Museu do Tubarão
- Moqueca no Nascimento
- Tratoria da Morena
- Creperia (perto do Ibama, comida rápida para um dia em que estiver cansado)
- Picanha no Tartarugão (ótimo depois de uma dia longo de praia)
- Almoço na Maravilha (vale a pena mais o almoço que jantar pela vista do Sueste)
- As duas pizzarias têm pizzas finas demais para o meu gosto, mas para quem gosta são simpáticas.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Rodrigo, Hugo, Arnaldo, Emília (desculpem se tiver esquecido de alguém...), muito obrigada pelas dicas! Estou pensando em ir pra BH de carro - acho que vai facilitar bastante a minha vida nos dias de congresso. Vou dar uma conferida nos hotéis que vocês me indicaram, e escolher com cuidado.

Em relação ao feriado, fiquei tentada a ir pra Tiradentes. Já conheço a cidade, gosto muito, e sempre venho embora com aquele gostinho de quero mais... Também, com tantos restaurantes gostosos! Fica um pouquinho longe de BH, mas já vou estar a meio caminho de casa...

Eu também gosto muito de Ouro Preto, como o Arnaldo. Mas tive a mesma impressão que o Rodrigo, da última vez que estive lá. Foi bem na época em que aquele casarão da praça principal pegou fogo - achei a cidade meio caidinha, precisando urgente de uma boa restauração e cuidados intensivos...

Lea
LeaPermalinkResponder

Hugo,

A Pousada do Vale, no centro, tem uma super infra e pouca gente conhece: www.pousadadovale.com

Sobre o que fazer, o roteiro da Emília tá bem completo. Eu acrescentaria:
- Açaí da BR: ótimos sandubas e um caprichado alaí...
- Projeto Tamar: tem que ir! Pelo menos uma noite para ouvir a palestra. Depois tem umas banquinhas com guias que organizam passeios.
- Café Chelônia, no Tamar, melhor café e capuccino da ilha, milkshake de Ovomaltine e bons sanduíches.
- Mergulho noturno: IMPERDÍVEL!!!! O melhor mergulho que ja fiz na minha vida.
- Planasub: esporte que só tem em Noronha... vc seguro numa pranchina, vai sendo puxado por uma lancha e, de snorkel, vê tudo o que rola no funo do mar...
- Por do sol no forte do Boldró - lindo
- Restaurantes: os clássicos são a Morena, as pizzarias, o Ekologikus, o Tartarugão e a creperia Arte & Sabor. As novidades são os restaurantes das pousadas Teju-Açú, Maravilha (caro.... e nao muito parecido com o estilo de Noronha, mas ainda assim gostoso). As surpresas são a ótima comida da Pousada do Vale (se informe antes) e o Chelônia Café (falei dele acima).
- Trilhazinha costeando o mar que sai da Cacimba do Padre, passa pela Baía dos Porcos e termina no Sancho (veja se não está interditada pelo Ibama, espero que não esteja!)
- O fim de tarde na Conceição
- Almoço no Duda Rei, unico bar de praia da ilha, na praia da Conceição
- Piscina natural do Atalaia: tente encaixá-la dentro de um trekking pelo Mar de Fora, para fugir da muvuca.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Hugo, não sei se vou conseguir tempo para fazer o post das Serras Gaúchas hoje, então aqui vão algumas dicas rápidas:

- Vinícolas: visitei, além das grandes (Miolo e Casa Valduga), a Marco Luigi, a Don Laurindo e a Cordelier. Escolhi as vinícolas lendo comunidades sobre vinho no Orkut!!! Mas todas as visitas valeram a pena. Não fui à Pizzato, mas acho que dei mancada - provei o vinho depois que voltei e achei uma delícia!

- Restaurantes: estive no Casa Valduga, no Don Ziero e no Giuseppe. Os restaurantes funcionam em horários meio loucos, alguns abrem em determinados horários apenas para grupos, outros funcionam para almoço alguns dias e para jantar em outros. Eu consultei os horários com antecedência no site do Vale dos Vinhedos ( www.valedosvinhedos.com.br )

- Café colonial: a maioria dos lugares oferece uma verdadeira roubada. Eu fui a Nova Petrópolis para experimentar o Opas Kaffeehaus, e achei que valeu a viagem.

- Aparados da Serra: contratei a Canyon Turismo ( www.canyonturismo.com.br ) para ir ao cânion da Fortaleza e ao Itaimbezinho. Mesmo que você esteja de carro, acho que vale a pena, porque os acessos são bem esburacados...

Tenho algumas dicas de restaurantes em Gramado anotadas. Vou organizar tudo direitinho e te passo!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Hugo, se vc for de carro não é preciso nada alem dele para ir ao
Itaimbezinho, pois fica a 5min do teu hotel.Fácil fácil.
Fortaleza é mais distante, mas se não chover dá para encarar
( tem mais pedra do que barro na estrada)
Na verdade, as info mais atualizadas vc terá nos proprios lugares
pois mudam muito, dependendo das chuvas e condições das estradas.
Pergunta sempre onde o pessoal local come e toma café que vais acertar
em cheio;se tiver onibus na frente pode cair fora;se tiver caminhão
ou carros com placas da cidade, pode ficar.
Não encontrei as minhas anotações, devo ter deletado .

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Eu vi as dicas da Sylviia, e concordo com todas, exceto com a de contratar o transporte. Qualquer carro mais altinho tipo gol, ou mesmo o Mille encara a estrada tranquilo. UMa sugestão é emendar com a estrada da Serra do Rio do Rastro,e a do corvo branco, que são fantásticas .

Jorge Bernardes

Ernesto, eu acho pessoalmente a serra catarinense um dos destinos menos explorados em todo o Brasil. Ótima sugestão, mas talvez não dê tempo para tudo. Eu curti demais conhecer os canyons de lá. O canyon Laranjeiras é simplesmente espetacular e o rio do rastro eco um hotel excepcional. fica bem no alto do trecho da estrada.... que maravilha. quero voltar lá para ir de carro desde bom jardim da serra até cambará do sul...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Ernesto, minha sugestão é que ele vá com seu próprio carro .

Cristiano Arruda

Olá, Freire, esses dias você comentou sobre os hotéis da rede Aman. Gostaria de saber mais sobre eles. Você já visitou algum, quais os melhores?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar