Por que você precisa ler o Rodrigo todos os dias

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Porque o Rodrigo está sempre descobrindo uma boiada que ninguém dá por aí. E se a gente não lê no dia, pode perder a mamata.

Semana passada ele descobriu como fazer duas viagens a Buenos Aires usando 20.000 milhas (Smiles) ou pontos (TAM) + 270 reais.

Vai lá que ele explica direitinho, o danado.

30 comentários

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Já te disse, assina o RSS...rsrs 8)

O Arnaldo colocou RSS no dele!

Goitacá
GoitacáPermalinkResponder

RSS é uma blz. Vocês dois estão no meu.

Diogo
DiogoPermalinkResponder

Já fui lá fazer a minha consulta pro Dr. Rodrigo!!!

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Visita obrigatória. Mesmo estando fora do Brasil as dicas sobre milhagem e planejamento para compra valem muito. Vcs estão todos no meu RSS.

Abs!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Essa dica é boa mesmo... Pena que não tenho milhas que valham em vôos por aqui...

Meninos, como se coloca RSS no blog? Alguém me ensina, please? wink

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Carla, o Rodrigo, além de mestre em aviação comercial, é também em termos de RSS e quetais. Só que ele, como manda MUITO, tende a achar que nós mandamos também e, às vezes, as explicações dele são meio complicadas pra nós. Mas o amigo, além de prestativo no blog, é também como "suporte técnico". Pergunta que ele resolve. E de graça!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Por que precisamos ler TODOS os DIAS o "Aquela Passagem" e o "Viaje na Viagem"? Vício? Diversão? Prazer? Informação? Todas as respostas acima e algumas mais?

GiraMundo com Jorge Bernardes

Carla,
O RSS do Wordpress já está habilitado para todos os blogs. Vc só precisa colocá-lo na sua tela. Entre em Aparência\Controle da barra lateral e arraste o botão RSS para dentro da área de display do seu blog. Depois coloque o nome do seu feed no botão clicando sobre ele. O seu RSS deve ser idasevindas.wordpress.com/feed. Depois conta para a gente se deu certo.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Eu devo tá com algum problema...
Eu fui lá e não entendi nada! smile

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Carla,
Eu acompanho os seu Blog pelo RSS já faz algum tempo. O link está na parte de baixo da sua página!

Mô,

Existe uma tarifa de ida e volta ligando Buenos Aires a São Paulo por 270 reais. Como uma passagem São Paulo para Buenos aires sai por muito mais que isso, é interessante usar as milhas para ir a Buenos Aires.

Você vai com uma perna da passagem emitida com as milhas e volta com uma perna da passagem de 270 reais.

Na segunda vez, você vai para Buenos Aires com a perna da passagem de 270 reais que sobrou e volta com a perna da passagem emitida com as milhas.

Resumo entre os techos da passagem emitida com as milhas coloco a passagem de 270 reais.

Para quem não é de São Paulo, a passagem com milhas já inclui todo o trajeto desde a cidade da residência até Buenos Aires. Ao trecho de 270 reais deve-se adicionar uma passagem da sua residência a São Paulo. Lembre-se que é muito mais fácil achar uma passagem promocional de uma cidade brasileira para São Paulo do que uma promoção para Buenos Aires (tarifa é muito controlada).

É um pouco complicado, pois não é uma estratégia usual.

Arnaldo,
Menos, menos.. Eu não mando nada, eu é que fico mexendo para ver no que dá! Estou vendo que a história do icone confundiu mais que esclareceu...

Ju
JuPermalinkResponder

quanta coisa boa vc tem aqui!!
té mais!
Ju.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Realmente o blog do Rodrigo é o mais atualizado e tem informaçoes que a maioria dos agentes de viagem sequer desconfiam. Para quem gosta de viajar "mais por menos" as dicas são excelentes. Parabéns a ele, e a voce Ricardo, por divulgar o trabalho dele. Fico até surpreso de não ser uma referência para os profissionais que trabalham nas cisas aéres deveria ser uma referência.

JB
JBPermalinkResponder

Esta dica é boa. Já havia pensado em fazer isto com passagens da GOL, que até pouco tempo atrás oferecia o trecho BUE-GIG-BUE (400 reais ida e volta) muito mais barato que o GIG-BUE-GIG ( 800 reais ida e volta). Com isto, compraria uma de cada (1200 reais, ou seja, 600 reais cada uma, um desconto de 25% sobre a tarifa) e iria 2 vezes a BUE.

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Por sinal, icrivel como as coisas são mais baratas na Argentina, de uma passagem aérea, a um legítimo tenis BRASILEIRO que minha esposa comprou - e não era ponta de estoque - 40 % mais barato do aqui!

Como pagamos impostos!

JB
JBPermalinkResponder

Pessoal,

Para os que não tem milhas e querem utilizar a estratégia acima, acho que ainda vale a pena. O trecho mais barato GIG-BUE custa 288 reais. O mais barato BUE-GIG sai por 160 reais!!!! Ou seja, economia de 256 reais nos dois trechos.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Arnaldo:
Se fosse só uma vez por dia...
Mas vicio é assim .... cada vez precisa mais
------------------------------------------------------------------------------
Quanto a BUE, a Gol vende ( em algumas datas ) POA-BUE-POA por
310 reais, mas a taxas são bem altas ( aqui e lá).
Por falar em preços, é mesmo absurda a diferença !
Alguem já olhou com atenção as farmácias em BUE ?
Em produtos importados , chega a ser a metade ; os fabricados na
Argentina 30% a 40% ; ví brasileiras com carrinhos cheios de
protetor solar, tinta para cabelo, cremes,maquiagem...
O problema é que um grande numero de malas estão sendo
violadas ( na chegada e na saida de Ezeiza); muitas denuncias
e nenhuma ação concreta .
Em um único voo da Gol no mes passado só 3 passageiros
não tiveram a bagagem aberta e roubada ( isto dito por um amigo
que estava no voo); os objetos mais roubados são os tenis e perfumes.
Para reduzir o risco embalei a mala com filme plastico , não levei
nem comprei perfume e coloquei só um pé de sapato/tenis em cada
mala.

Goitacá
GoitacáPermalinkResponder

Carla, mesmo sem tu saber eu já havia assinado teu blog grin

Rodrigo, vê se muda para o feed completo. Resumido é um saco.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Arnaldo, Jorge e Rodrigo, obrigada pelas dicas!!! Fico impressionada como ainda sou"crua" nesses assuntos blogueiros... wink

Deise
DeisePermalinkResponder

Riq, n da pra ficar sem ele e VC, né...rsrs. Caramba as dicas do Rodrigo são maravilhosas, essa então é um achadoooo

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Rodrigo, me sinto até envergonhada! smile
Obrigada pela explicação, agora eu entendi tudo!!!...rs
Você foi muito gentil! smile

Quanto às farmácias de BsAs, são mesmo uma festa.
E tem muito mais do que perfumes Gellatti (alguém se lembra deles??).
Minha mala não foi mexida, mas estava toda com 2 lacres em cada zíper e mais o cadeado que vem nela.
Eu já passei raiva com mala remexida nos EUA e no México. E levaram coisas minhas nos 2 lugares, não por conta de revista alfandegária ou contra terroristas.
Aliás, sugiro um tópico de 'qual a coisa mais idiota que você teve que explicar sobre a sua bagagem de mão por causa da segurança no aeroporto?'.
Eu já passei cada uma...

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ah,
Fui ver a passagem EZE-GRU-EZE e não é que alguém ali tem razão?
Tem tarifa que sai 80,00 a ida e 130,00 a volta, pela GOL e em reais, nas mesmas datas que eu vou para lá e paguei 700, porém no sentido contrário.
E nos mesmos vôos... sad
Dureza, não?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Mô, não dá para devolver e comprar de novo ?

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Não tem como, Sylvia.
Eu não consigo sair sem chegar...rs
Ou mais ou menos isso. Entende?
Bem ou mal, estas tarifas estão na contra-mão do feriado.
Ou seja, de lá pra cá, baratérrimo. Daqui pra lá, vc viu...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

MÔ, vem pra Porto Alegre; eu acabei de comprar por 300 ida e volta.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Ah, se eu soubesse...rs
Levando-se em consideração que PoA tá a 1200km de SP, que eu teria mais 2 vôos e que eu tenho uma certa preguiça porque é por pouco tempo, vou deixar quieto...smile
Da próxima vez eu passo por aí...

Diogo
DiogoPermalinkResponder

Sylvia, não esquece da confraria, domingo, no Press ( www.presscafe.com.br )da Hilário, hein?! grin

OBS: gente, falando sério, o Parador do Casa da Montanha é de cinema! Três das cabanas tem uma hidro particular na varanda, que é priceless!!

Majô
MajôPermalinkResponder

Sylvia,
Deve ser terrível viver num país assim..... como diria o Ancelmo Gois.

Mô,
Em Paris, quando fui pegar o detaxe, fizeram abrir as malas e mostrar que estava com roupas de crianças, eu tinha comprado coisas lindas e baratas com o franco.
E eles ainda se acham. Morri de ódio e depois ainda tive que conseguir fechar a mala desarrumada.

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Majô,
Certa vez, em Miami, vieram uns 4 guardas armados, com cara de bem poucos amigos.
E eu não entendia porquê.
Me fizeram abrir uma malinha de mão e eu já me via praticamente em cana, numa cela com mais 40 mexicanas acusadas de qualquer coisa.
Enfim, eram tintas, em bisnagas, sabe? Minha mãe estava comigo, ela é artista plástica e naquela época custava lá 1/8 do que se pagava no Brasil.
Eu tinha a malinha lotada delas. Eles queriam furar todas para ver o que eu carregava.
Depois de furarem 3, depois da minha insistência, depois de tentar fazer eles entenderem que não era nada absolutamente perigoso ou ilegal, nos liberaram.
Mas foi triste...
Outra vez eu tive um ataque de mau humor. A menina cismou com a minha pinça de sobrancelha. Eu segurei ela, ficava apertando, abrindo e fechando, dizendo se ela era pirada ou se realmente achava que eu ia matar o piloto ou fazer uma comissária de refém com uma pinça.
Hoje eu dou risada, mas vou te contar...rs

Carla
CarlaPermalinkResponder

Mô, essa história da pinça é de matar um de tanto rir... grin

Mas eu imagino que uma pinça deve ser uma arma um tanto quanto ameaçadora para um homem - eles não estão acostumados com as torturas que nós passamos o tempo todo... wink

Majô
MajôPermalinkResponder

Mô,

Só agora tô lendo. Que coisa horrível, que ódio e constrangedor. Eles não têm o menor respeito pelos outros. Imagine se fizessem isso com um americano aqui no Brasil....

Estou morrendo de rir com a história da pinça. Desculpe smile

Lembrei também uma vez na Gallerie Lafayette, nessa mesma viagem em 2000, eu descia da escada rolante cheia de sacolas, aquele Atlas humano lá dentro, quando estou muito bem andando, o guarda começou a gritar, eu não tava nem aí, de repente me pegou pelo braço, perguntou o que eu tinha nas sacolas e viu que eu estava com roupas de criança, sem nenhuma bomba e nenhuma ameaça à integridade física dos franceses. Pensa que pediu desculpas, magine.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar