Que etanol o quê? Diesel!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Sensacional esse texto do BrenoB, que se apresentou outro dia aqui numa caixa de comentários. Eu deveria só dar o link, mas como estou hoje numa maré de alteração de comportamento (como diria a Cora Rónai), resolvi surrupiar o texto inteiro. Tudo bem, né, Breno?

Confesso que adoro me perder nas viagens que eu faço. As melhores comidas e os lugares mais psicodélicos eu só achei me perdendo. Talvez eu tivesse várias dicas de lugares originais se eu soubesse onde estive. Minha teoria é de que essa  desorientação funciona como uma defesa natural que esses lugares têm pra continuar no anonimato, sem intenção nenhuma de vir à tona para ser invadidos.

Além de me perder, adoro também desenvolver “teorias de viagem”. Como essa bosta sobre o anonimato dos lugares bacanas que eu escrevi acima. Mas de todas elas, uma teoria é de fato inegável, ainda que não sirva pra muita coisa: precisa desesperadamente encontrar um conterrâneo? Entra na primeira loja da Diesel que você achar na frente! Não que seja difícil achar um brasileiro pelo mundo mas, se você fez a c*g*da de ir pra Letônia no seu primeiro mochilão, essa teoria vale ouro.

Todas, repito, TODAS as lojas da Diesel que eu fui nas minhas viagens eu encontrei pelo menos um brasileiro dentro. E sempre na seção de liquidações, óbvio.

Só para dar crédito à essa teoria, na útima loja da Diesel que eu entrei em Isla Margarita o vendedor informou aos muitos brasileiros na loja que outros muitos brasileiros já haviam feito a rapa no dia anterior. E lá fui eu pra seção de liquidações catar as migalhas…

Portanto, já sabe: f***u? A Diesel Salva…

39 comentários

Breno B
Breno BPermalinkResponder

Ricardo,

Antes de mais nada, bença smile

O conteúdo do meu blog é seu. Sinta-se à vontade para pega-lo.

Afinal, foi graças a você que eu descobri que a cerveja em Los Roques custa R$ 0,70, mas vem com uma paisagem...

Abraços,

Breno B.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Fantástico. Consulados brasileiros ao redor do mundo, mas eu serei uma exceção, não sou muito adepto de compras em viagem.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

É isso mesmo, na loja da Diesel em Palermo Viejo
entrava e saia um brasileiro por minuto.
Saiam pq a mais em conta era 1300 reais rsrsrs

Diogo
DiogoPermalinkResponder

Quer ver um exemplo dessa teoria? Eu tenho o costume de dar uma corrida em toda a cidade que chego, como uma especie de self-presentation, e para "ganharmos intimidade". E numa dessas, em Praga, ano passado, eu ainda nem sabia pra que lado ficava a Ponte Carlos, nem pra que lado ficada a tal da Torre da Prefeitura, entrei numa ruela e comecei a achar estranho que o movimento foi diminuindo e as pessoas foram parando de falar ingles na minha volta. Encontrei uma loja da Diesel (d-e-m-a-i-s a loja!!!) e entrei pra dar uma olhada no 50%OFF que estampava na vitrine. Fiquei amigao da vendedora, que era argentina e a unica que falava outra lingua que nao o czecho, e ainda encontrei uma brasileirada la pedindo auxilio pra ela! No fim das contas, fomos todos pra KarlovyLazne de noite, uma boate enorme que eh um sucesso!!!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Eu devo ser MUITO lisa, nunca entrei numa loja da Diesel !!!

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Dani, a gente não entra pra comprar, só prá conferir..

Ricardo Freire

Dani G., talvez você não seja mais brasileira !
smile

Geraldo Gontijo

Muito Boa!! e verdadeira! Moro no México muito proximo da frontera como Arizona. E realmente ja encontrei brasileiros duas vezes em lojas da Diesel nos EUA.
Mas se por acaso vc não encontrar a Diesel, qualquer Outlet serve!
Saludos!

Dayanna
DayannaPermalinkResponder

grin grin grin

Essa foi ótima!!!!

Mas posso ser uma exceção.
De todas as lojas da Diesel que eu entrei: Paris, Roma, Barcelona, Madrid... em nenhuma eu encontrei brasileiros sad
Acho mais facil encontrar nos EUA.
Ah! e nessas lojas da Europa nunca tive a sorte de encontrar um Outlet, tudo absurdamente caro.
Acho que vou me esbanjar nos EUA mesmo.
bjinhos

Marcio Ito
Marcio ItoPermalinkResponder

Orra meu, R$ 1.200,00 lá fora? Aqui custa quanto, então?!!

E em Ciudad del Este, tem loja lá também?

Se tiver deve ser a filial mais cheia de todas.

Edu
EduPermalinkResponder

Na Diesel do Woodburry em NY só tinha brasileiro. Alegres como pinto em m...!

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Gente, oh gente!
Vocês não compreenderam.
Ir na Diesel seja onde for é turismo cultural(rs).
As lojas são lindas e a gente não vai exatamente para comprar, mas para passear, entendem? wink
Eu vi um fenômeno parecido com esse da Diesel, o qual aliás, participei.
A nova onda é a mulherada entrar nas Zara espalhadas pelo mundo só para ter certeza que o produto é o mesmo que tem lá, no Brasil, seja onde for.
E na boa? É! BsAs, Santiago, SPaulo, Rio, Porto Alegre. Passei pelas 3 em 3 meses e eu vi!! Tudo i-gual-zi-nho! smile

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Estou com a Mo. As lojas da Diesel são normalmente lugares bem descontraídos e com arquitetura e formato bem interessantes ( e a minha filha me ¨obriga¨a ir em todas ).

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq,
Também sou fã dos textos da Cora Rónai smile

Pois eu consegui comprar uma Diesel absurdamente barata, acho que 25 euros, na Lafayette. Foi mesmo uma raridade wink

Mô, outra loja que eu entro pra conferir e é tudo igualzinho é a Accessorize, lá e cá, eles também repetem. Aliás, essa loja é de enlouquecer a mulherada, amo aquelas carteirinhas bordadas.

Marcia Kawabe
Marcia KawabePermalinkResponder

Eu também nunca entrei numa Diesel nem aqui nem em lugar nenhum do mundo. Mas quer ver brasileiros cavucando pechinchas? Vá a Macys de NY smile

Miguel
MiguelPermalinkResponder

Vou dar uma desviada no rumo desse papo fashion e repetir uma pergunta que fiz pro Breno no blog dele: alguém aí já foi pra Letônia (Riga) ? Vou passar por São Petersburgo e Tallinn, mas andei ouvindo umas coisas sinistras de Riga...alguém ?

Valeu.

Ricardo Freire

Sou louco pra ir, Miguel! Tenho mais vontade de ir a Tallinn e a Riga do que a São Petersburgo! Mas nunca li nada muito sinistro sobre lá não.

Miguel
MiguelPermalinkResponder

Riq,

Parece estar mais relacionado com as arruaças que os ingleses fazem por lá nas stag parties (que pelo que entendi, é tipo um despedida de solteiro sem que haja necessariamente um casamento). Isso causa uma certa revolta em todos os destinos preferidos para tal evento (Praga, Amsterdã, Bratslava), mas em Riga os locais tão pegando pesado e fico com receio de sobrar pro resto dos turistas. Li no trip advisor (o link tá aí embaixo)

Agora porque St. Petes tem cotação baixa contigo ? Tô esperando muito de lá, se não fosse assim, nem ia atrás do ingresso, digo, visto...

http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g274967-i1134-k1107501-Riga_Hell_Hole_Rude_People_All_Trying_to_rip_us_off-Riga.html

Ricardo Freire

Não, São Petersburgo não tá em baixa comigo não.
Mas é que eu tenho muita curiosidade pela vibe dos "tigres do Báltico".

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Encontrei brasileiros ateh numa Diesel em Kusadasi-Turquia...smile
Quer ver outra marca "brasileira"?..Nao achou uma loja Diesel, entra numa loja PUMA, eh brazuca pra todo lado...Desvairadamente ensandecidos (ooops) pelos tenis, bones e casacos...
Aqui nos EUA eh Victoria's Secret na cabeca...Os contarraneos levam trilhoes de perfumes e no minimo, tem uma vendedora brasileira ou que fala portunhol...
E viva o consumo!!!!!!!!!!!

Marcia Kawabe
Marcia KawabePermalinkResponder

Miguel conheço uma pessoa que foi. O nome dela é Denise, e talvez ela possa te dar alguma dica.

Aqui ó

http://www.sindromedeestocolmo.com

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Para encotrar brasileiros em Paris, vá a Galerie Lafayette. É impressionante, mas só ouço português do Brasil nos corredores.

Eu também não morro de amores pela Diesel não.
Prefiro "olhar" e apreciar as grifes famosas (sem comprar nada, claro), mas apenas pra me deliciar com o glamour das casas Dior, Gucci. D&G e outras, que tem coisas que não vemos por aqui (tanto de Paris quanto de NY). Um dia, depois de ganhar na mega Sena, faço a festa, hahaha

Agora, um sapatinho Camper, que não se encotra por aqui e vez por outra se acha por lá em liquidação, ah..........., esses eu não resisto.

Carla
CarlaPermalinkResponder

Breno, que texto hilário!!! Fiquei curiosa a respeito das outras teorias de viagem mirabolantes... wink

Ricardo Freire

Paula!

Camper é tuuuudo!

(Já tem em São Paulo. Ainda não tive coragem de ir.)

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

No meu caso, é quase uma obrigação ver as grifes.
Faz parte do meu trabalho essa 'pesquisa de campo'.
Mas não sou lá vítima delas...rs...apesar que, adooooro uma liqui!

Lúcio
LúcioPermalinkResponder

Teoria inversa: quer ir para um lugar onde só estejam as pessoas da cidade? Mc Donald's! Vocês conhecem alguém que viaje para o exterior e vá comer no Mc Donald's? l.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Pois é Riq, eu tb não.
Deve custar até mais caro do que em Barcelona, penso eu.
Olhem a reportagem sobre a loja que achei na net:

"A espanhola Camper vem trazendo vários sapatos de moda hype e se preocupa muito com o meio ambiente, por isso evita muito processos nos sapatos para agredir menos a natureza. Isso vai exigir um pouco mais da generosidade financeira do cliente porque os sapatos estão na faixa de R$ 298 a R$ 847 reais.

A loja está instalada no Shopping Iguatemi – Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.232 – telefone (11)38130383 e os responsáveis pela representação no Brasil são Sarah Chofakian e seu filho Luis Benine Netto."

Shopping Iguatemi dá uma preguiça......

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalinkResponder

Riq,
Post bloqueado outra vez, hahaha

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Eu, Lucio. Mais de uma vez...rs

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ah, eu vou ao McDonald's também! Pelo menos uma vez em cada país, porque gosto de ficar observando as diferenças entre o que eles servem em um país e outro... wink

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Riq passa no xongas, mandei uma ótima da marta medeiros pra vc

Ricardo Freire

Brigado, Sylvia! Vou postar amanhã, antes de pegar a estrada!

Leandro
LeandroPermalinkResponder

Em Nova York, nas minhas últimas vezes, só tomei café da manhã no MC Donald's, até tentei achar uma boa opção, mas cada lugar que eu entrava era pior do que o anterior, um tinha um verdadeiro bufê de almoço com frango assado e lasanha, o café do Mc Donald's é bem confiável, não decepciona.

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq e tiurma do VNV,

FELIZ PÁSCOA para todos, e domingo ó apreciem com moderação.....

Carol Owen
Carol OwenPermalinkResponder

Trabalhei na Diesel em Georgetown, D.C por dois meses no verao do ano passado e realmente tinham muitos brasileiros que entravam na loja. Alguns compravam bem, outros soh olhavam e olhavam. Bem, aqui nessa area tem "muitos" brasileiros entao nao foi nenhuma surpresa. Mas fui pra Cyprus (Ilha do Chipre) em Dezembro e entrei na loja da Diesel pra pedir uma informacao e achei um brasileiro lah dentro!!!

Silvia
SilviaPermalinkResponder

Olá a todos,

Sou fã e fiel seguidora do guru Freire's. Já em 2000, muito antes do blog, quando planejei minha primeira viagem para a Europa, foi o "grande mestre" que orientou minhas decisões.
Sempre acompanhei os posts na surdina mas agora me sinto "convocada" a participar.
Em outubro de 2006 fiz a viagem dos meus sonhos: fui para a Letônia!!!!
Eu sei...eu sei.....mas sonho é sonho e eu tenho razões pessoais para este.
Bom...
Miguel, tudo depende do que você espera da sua viagem. Tallin, assim como São Petersburgo, é mais turistica. Já Moscou e Riga são muito peculiares.
Para registrar a viagem e manter contato com os amigos criamos um blog (nada profissional como o de vocês) mas postamos alguns causos e fotos.
Se quiser detalhes técnicos para a viagem é só me escrever.

http://atras-da-cortina.blogspot.com

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalinkResponder

Camper (sapatos, hotel , restaurante) é realmente demais. E os preços da de SP também são demais (de caros). Chega a ser quase o dobro dos de Barcelona !

Miguel
MiguelPermalinkResponder

Márcia,

Valeu pela dica.

Sílvia,

Belo material, vou começar a ler agora !

martinricky
martinrickyPermalinkResponder

holiday lettings uk

Living excellence.Picture yourself in your perfect Villa by the beach in Algarve with all the amenities right next door or imagine popping down to the local Super Marche in Paris to find your perfect ingredients for a nice night in with your partner or family. Don't be held back by rigid hotel policies and bureaucracy and have the freedom to truly settle down anywhere in the world all while saving lots of money that could be better spent on enjoying your trip and having a good time! You can enjoy the extra space all while indulging in the small subtleties that makes a place feel truly like home at http://flexiflat.co.uk/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar