Tony Wheeler, um turista no eixo do mal

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

35 anos depois de fundar, meio que por acaso, aquela que viria a ser a maior editora de guias de viagem do mundo, Tony Wheeler continua viajando 6 meses por ano. E, de preferência, para lugares que não estão no mapa dos outros.

bad-lands.jpgMas o próximo livro do Mr. Lonely Planet não é um guia, e sim um relato de viagem a nove países malvistos pelo Ocidente. O título é Bad Lands: a tourist on the Axis of Evil -- ou, traduzindo by the foot of the letter, "Maus Lugares: um turista no Eixo do Mal". 

O grupo de destinos visitados é desigual. Tem um paraíso turístico, Cuba. Um destino bem estabelecido nas rotas alternativas, a Birmânia. Três países que recebem turistas, sim, mas pouca gente sabe: Irã, Albânia e Líbia. Dois lugares onde o turismo é bem limitado para o ocidental: a Arábia Saudita e a Coréia do Norte. E, finalmente, dois lugares perigosíssimos, o Iraque e o Afeganistão.

Para além do relato de viagem, o passageiro do livro tem direito a um belo papo-cabeça sobre o que faz um país ser realmente maligno. Tô louco pra ler.

Quer um aperitivo? O Observer de domingo publicou um divertido trecho do capítulo dedicado ao Irã.

31 comentários

GiraMundo com Jorge Bernardes

Achei essa idéia demais. Quanto tiver um instante vou correndo ver também.

Marcia Kawabe
Marcia KawabePermalinkResponder

Eu ja vi uns dois programas de turismo no Iraque, e quando não está estourando alguma bomba até que o país é interessante smile

Guilherme Lopes

Riq,

Qual o lugar mais maligno que você visitou?

; )

Ricardo Freire

Boa pergunta, Guilherme. Acho que foi Berlim Oriental. Na volta, os guardas queriam apreender a minha câmera Praktica (fabricada em Leipzig, mas que eu tinha comprado em Porto Alegre, na Cambial, para fazer aula de fotografia na faculdade).

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Compré la guía Lonely Planet, para mi primer viaje a Brasil y no me gustó nada. Estaba llena de tópicos. Más tarde, en Salvador de Bahía adquirí la Guia Quatro Rodas con nuevos "destinos" y me fue mejor.
Aunque yo prefiero las consultas vía internet, para hacerme una idea más aproximada del lugar...

Carmen
CarmenPermalinkResponder

En los años ochenta viajé con mi hermana la mayor y unas amigas a Argelia y Marruecos, por el sur. Eramos muy jóvenes e ilusas.
La frontera entre los dos países estaba en guerra (soterrada) por el tema del Sahara y el Frente Polisario. Fue un terror!!! Milagro que no pasará nada.

Guilherme Lopes

Riq,

Por falar em Lonely Planet, dá uma olhada nos indicados do 11º Webby Awards, nas categorias TOURISM e TRAVEL!

http://www.webbyawards.com/webbys/current.php

; )

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Adorei. Mais um para minha 'wish list' da Amazon que (com poucas exceções), só aumenta.
Aliás, tem um outro livro há bastante tempo nela, do Pico Iyer, chamado 'Falling off the map: some lonely places of the world', sobre países isolados, politica, geografica ou culturamente. Você já leu este dele, Riq? Deve ser muito bom também.

Ricardo Freire

Já li, Emília! É muito bacana, como tudo o que o Pico escreve.

Ricardo Freire

Guilherme, não conhecia esse prêmio. Fiquei curioso, mas não consigo acessar! Dá pau...

Neide
NeidePermalinkResponder

Oi Riq. Posso fazer uma enquete tbem?
Voce trocaria um tour de 20 dias pela Espanha e Portugal por 9 dias na Turquia?
Abcs

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Neide, depende..
Se vc não conheçe nenhuma delas eu não trocaria não.

Lea
LeaPermalinkResponder

Concordo com a Sylvia...

Ricardo Freire

Neide, você perguntou para a pessoa errada. Eu jamais trocaria uma viagem de 20 dias por uma de 9 smile

(Acredite, pra mim é esse detalhe que pega mais, ha ha)

Ernesto
ErnestoPermalinkResponder

Sâo paises muito diferentes. Depende dos seus gostos e preferências... Cada um tem seu charme . De qualquer maneira a relação em termos de$$$ é a oposta, com o que se gasta em 9 dias em Portugal e Espanha, se fica 20 na Turquia. Sob este aspecto, acho que pode ser uma boa troca para quem gosta de um roteiro exótico, um povo simpatico, belissimas paisagens, Cidades históricas....

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Riq e Ernesto : qual a probabilidade matematica de serem postados
dois comentários ao mesmo tempo ??

Carla
CarlaPermalinkResponder

Caramba, esse mundo em que a gente vive é maluco mesmo... O Iraque era pra ser um super point turístico - Bagdá, as Mil e Uma Noites, os Jardins Suspensos da Babilônia... É triste pensar que já não deve sobrar nadinha em Bagdá pra ser visitado um dia...

GiraMundo com Jorge Bernardes

Ricardo, se fosse para passar 9 dias no Tahiti contra 20 dias em Itanhaém. Eu fico com os 9 dias smile Calma, tô brincando é que a pergunta da Neide foi tão aberta que as respostas serão todas meio malucas mesmo....
Neide: ambas parecem legais. Tira no palitinho.

Majô
MajôPermalinkResponder

hahaha

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq,
Eu não sei onde vc está, mas deixei recadinho lá na enquete.

Goitacá
GoitacáPermalinkResponder

Esse cara é o meu herói. Quando eu crescer quero ser exatamente como ele. porque ele se diverte muito mais do que o Chuck Norris.

Marcio
MarcioPermalinkResponder

Também vou ler o livro. Vou confessar que já pensei em Líbia, Albânia e Coreia do Norte.

Mas depois que comecei a ler sobre os destinos fui deixando pra depois.

Também não troco 20 dias na Espanha por menos não!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Neide, 20 dias é mais do que o dobro de 9... wink A menos que você esteja cansada de ir a Portugal e Espanha e não agüente mais voltar, eu não pensaria duas vezes...

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Tô com a Carla e não abro...apesar de já ter visitado Portugal e Espanha algumas vezes e nenhuma a Turquia, eu ainda ficava com os 20 dias na península...
A não ser, claro, que seja um super sonho ir para a Turquia, aí é diferente.

Neide
NeidePermalinkResponder

Sei não... vou tentar conciliar as duas coisas. Adoro viajar, mas por curto periodo, nunca fiquei um mes ininterrupto na estrada. Sera que sobreviverei???
Estou pensando em testar a nova rota da Air China: Japão/Pequim/Madri/São Paulo, fazendo stopover, o problema maior esta na volta, o tempo de espera no trecho Pequim/Japão eh muito longo.
Valeu pessoal, muito obrigada pela atencão.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Neide:
Sabes como a gente resolve esta questã de tempo de espera?
Vai para um day-hotel; tem na asia toda , muitos em aeroportos.
Toma um banho, dorme, faz uma massagem e chega zero km
no voo. Eu uso sempre para qualquer espera de mais de 3 horas.

Neide
NeidePermalinkResponder

Sylvia:
Boa ideia, não havia pensado nessa possibilidade, vou verificar se isso eh possivel em Pequim. Obrigada.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Neide :
O AIRPORT GARDEN HOTEL BEIJING tem day use
Mas com os jogos olimpicos, certamente terá mais
de um dentro do novo aerporto.
Se o problema é esse, pode ir comprando as passagens.
Se vc não encontrar eu procuro pra vc.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Neide:
Links para a lista de hoteis
http://www.c-b-w.com/hotel/beijing.htm

Descrição do Garden Hotel do aeroporto
http://www.beijingservice.com/hotels/3-hotel/airportgarden.htm

o Aeroporto
www.bcia.com.cn/en/index.jsp

Luca
LucaPermalinkResponder

Neide,

Eu nunca fui à Portugal e Espanha, mas já fui à Turquia. O meu raciocínio é: para que vou para um lugar relativamente parecido com o meu pais se eu posso conhecer algo diferente?
Se quiser dicas, estive lá ano passado.

Neide
NeidePermalinkResponder

Sylvia:
Na volta ao Japão, estarei em transito em Pequim e para sair do aeroporto eh necessario visto. A validade do visto chines eh de tres meses e creio que não estarei de volta antes de expirar o prazo, portanto tirar o visto para duas entradas eh furada. Acho que vou procurar outra rota, o fator limitante eh que quero passagem de ida e volta aberto para um ano. A China podera ficar para outra oportunidade, afinal eh tão pertinho daqui.

Luca: Eu adoraria receber dicas da Turquia sim. Adoro lugares exoticos, rusticos, diferentes...
Meu e-mail: neide@s6.dion.ne.jp

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar